FLUMINENSE 2X2 VITÓRIA CBFLU apronta novamente!


FLUMINENSE X VITÓRIAO Vitória empatou com o Fluminense no maracanã com o placar em 2×2 e mais uma vez o time da vergonha, o tapetense teve ajuda, o time do CBFLU teve assinalado ao seu favor um PÊNALTI muito mal marcado. E uma sequência desastrosa me faz ter a certeza do assalto que foi esse jogo.

1° A CBF escala um trio Pernambucano para o jogo e um dos concorrentes do Vitória contra o rebaixamento é o Sport-Re. O ex-árbitro e comentarista de arbitragem da ESPN Savio Espíndola chamou isso de no mínimo falta de bom senso d CBF.

2°Victor Ramos Puxa jogador do Fluminense pelo menos uns dois metros da linha da área, o juiz vai andando sem convicção e marca pênalti que foi confirmado pelo bandeirinha mas olhem o posicionamento do auxiliar:

imageaaaIsso pra mim deixa claro o ROUBO a qual o rubro negro foi submetido nessa noite no Rio, sem contar que Pierre deveria ter sido expulso e outros lances sendo conivente com a caça a Marinho em campo.

SOBRE O JOGO

Gol de Marcelo com assistência de Marinho cobrando falta.

Gol ROUBADO do Fluminense

Pichotada de Victor Ramos e Kanu para virada do Flu

GOLAÇOOOOOOOO de Marinho num baile de favela feito por Euller que deixou Wellington Silva caído no chão.

FICHA TÉCNICA
Fluminense x Vitória
Campeonato Brasileiro – 33ª rodada
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Data: 28/10/2016
Horário: 18h30 (de Salvador)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Assistentes:  Marcelino Castro de Nazaré (PE) e Bruno Cesar Chaves Vieira (PE)
Gols: Marcelo, Richarlison, Cícero, Marinho
Cartão Amarelo: Victor Ramos, Marcelo, Pierre, Gum

Fluminense: Júlio César; Wellington Silva, Gum, Henrique e Giovanni; Pierre, Douglas, Cícero e Gustavo Scarpa; Wellington e Richarlison (Magno Alves). Técnico: Levir Culpi

Vitória: Fernando Miguel; Diego Renan, Kanu, Victor Ramos e Euller; Amaral (David), Willian Farias, Marcelo e Cárdenas (Serginho); Marinho e Kieza. Técnico: Argel Fucks.

CHAPECOENSE 1×4 VITÓRIA Leão arrasador sobe na classificação


I

CHAPECOENSE X VITORIAO Vitória foi a Arena Condá e num primeiro tempo arrasador não tomou conhecimento da Chapecoense e engrenou sua primeira vitória consecutiva no brasileirão 2016.

Argel chega ao 3° trunfo em 4 jogos no comando técnico do rubro negro e leva o time a 12° na classificação com 35 pontos.

O Ataque arrasador do vitória surpreendeu A chapecoense em pleno Estádio da arena condá, O vitória vinha com a disciplina tática bem definida defendendo Fechando os espaços E saindo em contra ataque Principalmente Com marinho, O camisa 7 Criava as principais situações de gols do Vitória Em 1 delas ele deu lançamento preciso e o atacante zé Eduardo balançou as redes fazendo vitória 1 a 0 chapecoense. com o gol veio a tranquilidade E logo depois o vitória conseguiu Ampliar o placar Novamente com assistência de marinho dessa vez gol de Marcelo.

Apesar da maior posse de bola, a chapecoense não conseguia ultrapassar a barreira de marcação imposta pelo vitória de Argel e nos contra ataques o leão conseguia sempre levar perigo e não demorou muito a sair o terceiro gol da equipe rubro negra, novamente Marinho puxou contra ataque tocou para Kieza que achou Zé love na Na entrada da área ele bateu de primeira. vitória com ela no ângulo do goleiro marcando vitória 3×0. Resultado bom, jogo tranquilo e mais um gol desta vez de Kieza novamente em jogada de Marinho que lançou e Zé Love não conseguiu dominar a bola ficou com kieza que definiu o primeiro tempo 4×0

No retorno para o 2os. tempo ficou claro Para que os donos da casa buscariam desesperadamente diminuir o placar com isso o vitória abdicou do ataque, Argel fechou o time colocando Euller e Amaral em lugar de Zé Love e Tiago Real, o verdão diminuiu com Tiaguinho mas foi só,Chapecoense 1×4 Vitória.

FICHA TÉCNICA
Chapecoense x Vitória
Campeonato Brasileiro – 28ª rodada
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 01/10/2016
Horário: 16h
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB)
Assistentes: Luís Felipe Gonçalves Correa  (PB) e Oberto Santos da Silva (PB)
Cartões amarelos: Fernando Miguel e Kanu (Vitória); Kempes (Chapecoense)
Gols: Zé Love (duas vezes), Marcelo e Kieza (Vitória)

Chapecoense:  Boeck; Gimenez (Neto), Filipe Machado, Thiego e Dener; Rafael Bastos (Kempes), Matheus Biteco e Cleber Santana; Lourency (Gil) , Tiaguinho e Bruno Rangel. Técnico: Caio Júnior

Vitória:  Fernando Miguel; Diogo Mateus, Kanu, Ramon e Diego Renan; Willian Farias, Marcelo e Tiago Real (Amaral); Marinho (David), Zé Love (Euller) e Kieza. Técnico: Argel Fucks.

Vitória 2×1 America MG A base resolve (Video Melhores Momentos)


 

O Vitória venceu o América MG com gols de Marcelo e David e com isso deixou a zona de rebaixamento do campeonato brasileiro e pode respirar um pouco  na competição.

Mancini insistiu no esquema com 3 atacantes colocando Ramallo como central e Kieza aberto pela esquerda e mantendo Vander na direita, Serginho continuou no banco, e o coelho com meio povoado dominou o primeiro tempo e criou boas oportunidades assustando Fernando Miguel mas como quem não faz toma, o Vitória chegou há um golaçoooooooo com Marcelo num chute forte de canhota mo ângulo.

No segundo tempo Vander saiu entrou David e o rubro negro cresceu, o garoto da base fez o jogo ferver, deu um belo passe que Cárdenas desperdiçou e na sequência fez um bonito gol de cabeça com assistência do colombiano, Vitória 2×0 e tranquilidade na partida, depois do gols o camisa 7 continuou criando mas dessa vez quem diminuiu foi os visitantes com uma falha coletiva que começou com erro de passe do David e falha de Ramon e Victor Ramos, sufoco no fim como já é tradição do Vitória.

FICHA TÉCNICA
Vitória x América-MG
Campeonato Brasileiro – 22ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 28/08/2016
Horário: 18h30
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)
Assistentes:  Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior (RS)
Cartões Amarelos: Vander, Marcelo, Osman, Kieza, Jonas
Gols: Marcelo, David, Danilo Barcelos

Vitória:  Fernando Miguel; Diogo Mateus, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Willian Farias (José Welison), Marcelo e Cárdenas (Serginho); Vander (David), Kieza e Rodrigo Ramallo. Técnico: Vagner Mancini.

América-MG: João Ricardo, Jonas, Alison, Suéliton, Gilson, Leandro Guerreiro (Diego Lopes), Juninho, Pablo, Matheusinho (Danilo Barcelos), Osman, Michael (Nilson). Técnico: Enderson Moreira.

Corinthians x Vitória Vencer é uma questão de sobrevivência


CORINTHIANS X VITORIAO  tão temido momento chegou e o Vitória de Mancini se esforçou muito para conseguir entrar na zona de rebaixamento apesar da mediocridade dos adversários e infelizmente conseguiu, agora o time terá que se superar e vencer o Corithians que esta desesperadamente querendo vencer para não ver os rivais Palmeiras e Santos sumirem na ponta da classificação.

Mancini testou mudanças na equipe e deve promover Marcelo como segundo volante e saindo do tão criticado esquema com 3 atacantes e indo ao para o 5-3-2  com a saída do até aqui improdutivo Dagoberto.

O time de Cristóvão Borges também esta pressionado, sem conseguir obter os mesmos resultados que Tite as cobranças existem e há um certo desconforto dobtreinador que tem que viver com esse fantasma.

O Vitória venceu o Corinthians no turnonpor 3×2 numa linda virada no Barradão, quem sabe surpreende novamente hoje e vence em Itaquera e deixa a zona?

FICHA TÉCNICA

 

Corinthians x Vitória

 

Campeonato Brasileiro – 21ª rodada

 

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

 

Data: 22 de agosto de 2016, segunda-feira

 

Horário: 20h (de Brasília)

 

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)

 

Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE-ASP-FIFA) e Cleberson do Nascimento Leite (PE-CBF-2)

 

 

Corinthians: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Romero, Rodriguinho e Marquinhs Gabriel; Guilherme. Técnico: Cristóvão Borges

 

 

Vitória: Fernando Miguel; Diogo Mateus, Ramon, Victor Ramos e Kanu e Diego Renan; Willian Farias, Marcelo e Cárdenas; Marinho e Kieza .Técnico: Vágner Mancini

 

 

[Vitória 3×1 Portuguesa] Leão classificado para enfrentar o Cruzeiro


 

 

Mesmo sem apresentar um bom futebol o Vitória venceu a Lusa no Barradão e se classificou para terceira fase da Copa do Brasil onde enfrentará o Cruzeiro em jogo de ida e volta com ordem de mandos definidas por sorteio na CBF.

Mancini teve trabalho, e seu time deu muitos sustos ao torcedor presente no estádio Manoel Barradas, em especial quando sofreu um gol e precisava virar a partida para obter a classificação mas time demonstrava dificuldades em criar.

O Vitória chegou ao gol após jogada de Leandro Domingues que resultou em pênalti que Diego Renan bateu e fez finalizando o primeiro tempo empatada em 1×1.

Vagner Mancini não mudou ninguém no intervalo apesar do mal futebol e do resultado adverso, e até que deu certo logo no inicio da etapa final o Leão chegou ao segundo gol com Marcelo após rebote do goleiro em cabeçada de Kieza. Vitória 2×1 Portuguesa e agora o rubro negro estava se classificando.

Com placar adverso pela primeira vez o time paulista teve que se abrir e buscar o jogo e com isso deu mais espaços, e foi num desses espaços que o time da casa aproveitou o contra ataque e após lançamento Kieza dominou na área e bateu meio mascado mas o suficiente para vencer o goleiro e balançar a rede.Vitória 3×1 Portuguesa e classificação selada para terceira fase onde enfrenta a celeste.

Imagem

[Portuguesa x Vitória] Leão sem tempo para comemorar!


gh

 

O Vitória não teve tempo para comemorar a conquista do título do campeonato baiano porque a semana é de jogos difíceis pela Copa do Brasil e campeonato brasileiro. Nesta quarta o Leão enfrenta a Lusa em grande crise financeira tentando não fechar as portas e com isso buscando desesperadamente o resultado.

Mancini mandará um time misto no Canindé, Caique servindo a seleçãoe Fernando Miguel machucado dão vaga pra Wallace no gol, Marcelo, Tiago Real e Alipio serão as outras novidades, justamente eles que entraram no segundo tempo no BAVI e agora ganham oportunidade no time titular, o esquema de jogo esta mantido no 4-2-1-3.

Classificado as duras penas pra segunda fase da Copa do Brasil, time da Lusa enfrenta a maior crise de sua história e ver na competição uma oportunidade financeira para amenizar sua situação, time vai buscar parceria com a sensação Audax e caso haja segundo jogo contra o rubro negro deverá estar reforçado.

Kanu foi cortado da relação que viajou porque clube teme problema de regularização já que teve problemas com a documentação do zagueiro junto o time da Bélgica.

Marinho artilheiro da Copa do Brasil com 5 gols será poupado.

FICHA TÉCNICA
Portuguesa x Vitória
Copa do Brasil – 2ª fase (jogo de ida)
Local: Canindé, em São Paulo
Data: 11/05/2016
Horário: 21h45
Árbitro: Devarly Lira do Rosário (ES)
Assistentes: Andréa Izaura Maffra Marcelcino de Sá (Asp. Fifa-RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)

Portuguesa: Luis; Rodrigo, Talis, Guilherme e Cesinha; Ferdinando, Rafael, Gustavo e Vinícius; Bruno Mineiro e Diego Gonçalves (Formiga). Técnico: Anderson Beraldo.

Vitória: Wallace; José Welison, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral, Marcelo e Tiago Real; Alípio, Vander e Kieza. Técnico: Vagner Mancini.

 

O que esperar do Vitória 2016


ECV 2016

A começar pelo primeiro semestre onde o rubro negro terá pouco mais de 16 jogos, isso contando que ao contrario de 2015 o time não decepcione e chegue à final do estadual e também dos jogos da Copa do Brasil, já que por incompetência não disputará a Copa do Nordeste é a justificativa para as poucas contratações da diretoria até o momento, posso até dar um credito a isso, mas claro que as perdas de Escudero e Rhayner não serão digeridas sem uma grande contratação e sem os resultados necessários.

Ganhar o campeonato baiano virou obrigação para o Vitória em 2016, pois além de recuperar a hegemonia e apagar os vexames de 2015, o time é o único representante do certame que faz parte da elite do futebol brasileiro, e que de certo a competição também servirá de preparação para série A, onde teremos grandes adversários e apesar de que haverá contratações, já precisamos ter uma base solida pra chegar forte no nacional.

O Elenco

As renovações de Mattis, Diego e Amaral até agora é o ápice do time de Mancini, o retorno do velocista William Henrique e do questionado Arthur Maia também dão um certo volume ao time, Nickson e Rafaelson são observados com esperança, o camisa 09 por exemplo deve iniciar a temporada como titular e tem que mostrar a fome de gol que tinha na base, principalmente em jogos contra o rival em que sempre deixou sua marca. Ainda tem os recém contratados Alipio e Tiago Real que chegam sob a desconfiança e precisam mostrar trabalho pra conquistar a torcida rubro negra.

Ronaldo, Gustavo, Fernando Miguel,Euller,Diego Renan, Alef,  Arthur Maia, Rafaelson, Tiago Real, David, Amaral,Caique,Flavio, Gabriel, Mattis, Wellison, Josué, Nickson, Marcelo, Rômulo, Vander, Wallace, Willian Henrique,Yan, Ramon, além de Norberto e Robert que estão entregues ao departamento médico e de Gatito, Pedro Ken e Diogo Mateus que ainda negociam a renovação de contrato.

Eleições

Ano de eleições no clube, e ao que tudo indica pela primeira vez direta, com o sócio torcedor escolhendo seu presidente e a formação do conselho do clube, eis que quem esta no comando não quer dar chances de sair do clube e por isso eu espero um Vitória forte em 2016, acredito piamente que reforços irão chegar a toca do leão, a exemplo de 2013 quando o clube fez grandes investimentos no elenco com Escudero, Cáceres, Maxi e Cajá.

 

VITÓRIA 4X1 BAHIA (JOGO COMPLETO) Campeonato brasileiro série B 2015


CAMACHO é apresentado e fala em readaptação


IMAGEM_VITORIA_5

Longe do futebol brasileiro desde 2004 quando defendeu o Botafogo, o meia Marcelo Ramiro Camacho chega a toca do Leão para defender o Vitória e falou também sobre o fato de poucos lembrarem dele pelo fato do tempo longo atuando fora em país de pouca visibilidade.

– Muita gente não lembra como é o Camacho, que atuou pelo Botafogo em 2004. É diferente voltar para o Brasil e se readaptar. Quero ajudar o Vitória. O campeonato é longo e desgastante. Quero tentar chegar com o Vitória na melhor colocação possível. Vamos tentar ficar entre os primeiros.

Camacho disse ainda sobre o fato de ter sido indicado pelo treinador Caio Junior

–  Me deixa tranquilo por trabalhar com um treinador que te conhece, mas ao mesmo tempo, a responsabilidade aumenta. Espero ajudar a equipe a conseguir os resultados positivos nesta minha passagem no clube.

IMAGEM_NOTICIA_3

FICHA TÉCNICA
Nome: Marcelo Ramiro Camacho
Nascimento: Rio de Janeiro
Data: 24 de março de 1980
Posição: Meia
Clubes:
2000: Grêmio
2001: Bangu / CRZ (RJ)
2002: Volta Redonda
2002/2004: Botafogo
2004/2006: Al Hilal (Arabia Saudita)
2006/2007: Al Arabi (Qatar)
2007/2011: Al Shabab (Arabia Saudita)
2011/2012: Al-Ahli (Arabia Saudita)

2012/2013: Al Shabab (Arabia Saudita)

OPINIÃO LMP

Lembro de algumas partidas de Camacho no Botafogo, mas opinar em cima daquele atleta de quase 10 anos é muito complicado, no entanto me arrisco a dizer que é um cara de boa qualidade no passe e que pode fazer com perfeição a função exercida atualmente pelo Renato Cajá, o que é muito bom, o atual camisa anda muito acomodado sem substitutos que ameacem a sua titularidade.