Vitória 1×0 Vila Nova


Daqui a pouco o texto do jogo!

Anúncios

O que estão fazendo com o meu Vitória?


A década de 90 é um espelho para o Esporte Clube Vitória, e já não é preciso ficar relembrando o crescimento ocorrido durante este período, mas o que me assusta é que os nossos dirigentes esqueceram tudo que o Leão da Barra viveu, e passou a viver o reflexo do rival de Itinga.

Se a política de pés no chão permanecer, não só perderemos a hegemonia do norte-nordeste, como seremos ameaçados no território baiano e teremos grandes chances de retornar ao ostracismo das décadas anteriores a 90. O Bahia deveria ser o exemplo de gestão pífia que não deve ser seguido, porém muitas vezes parece ser o molde utilizado pela diretoria rubro negra, desprezar o que fez o Vitória passar a ser um clube reconhecido, é no mínimo estranho.

Não temos mais melhorias no complexo esportivo e vemos o Bahia, ABC e Ceára, com projetos fantásticos, o nosso marketing é inexistente e novamente ABC, Ceára e o modesto Bahia de Feira estão nos engolindo no setor, e no tocante as modernas Arenas esportivas, seremos um dos únicos clubes de expressão do país a não possuir uma, Sport, Bahia, Fortaleza, Botafogo, Santos e todos os outros anunciaram o que farão a partir de 2014 com seus estádios, mais até agora não vemos nada com relação ao Vitória, que ganhou notoriedade justamente quando investiu na criação do estádio Manoel Barradas- Barradão.

O trato de jogadores oriundos da base, ou que ganharam expressão aqui na Toca do Leão, com relação ao Esporte Clube Vitória, é algo vergonhoso, assistir a: Lee, Kleiton Domingues, Ramirez, Neto, Uelliton, Bida, Elkeson, Wallace, Anderson Martins, Neto Baiano, Junior e outros ainda da base, afirmando a todo instante que desejam sair, que não querem ter os seus contratos renovados e outros adjetivos mais, me deixa muito triste, penso no que esta se tornando o Vitória, que sempre foi tido como uma das maiores vitrines do futebol brasileiro, mas que hoje não consegue nem atrair a atenção daqueles que são sua cria.

Sem uma diretoria visionaria, investidora, um marketing atuante e que se aproxime da torcida, não iremos a lugar algum e em um período não muito distante poderemos estar atrás de Sport, Ceára, Bahia, Náutico, e ABC.

Um exemplo forte do que estou relatando, é a forma como o clube esta encarando a serie b deste ano, a mira deveria ser Corinthians, Vasco e Coritiba, mas a diretoria pensa pequeno e acredita que subir no sufoco em 4º já é suficiente, a mais fraca segundona dos últimos anos deveria ter o Esporte Clube Vitória( O barão da B) como o clube a ser temido, o time a entrar em campo com o triunfo garantido e não de igual com os outros concorrentes, quero deixar claro que não estou falando da falta de humildade, e sim de um planejamento com investimentos que deixassem o ainda melhor do norte-nordeste, num patamar acima dos adversários.

Enquanto isso aguardo por tempos melhores, clamo por profissionalismo, e sonho com um Vitória mais democrático e com a torcida próxima da diretoria, como deveria ser em qualquer clube grande.

SRN

[Vitória] Um clube auto-sustentável


Agregar as ações de marketing ao potencial da torcida


De acordo com os dados divulgados por empresas especializadas em pesquisas, o ESPORTE CLUBE VITÓRIA, possui cerca de 3.000.000,00 milhões de torcedores no país, o que corresponde há 1,3% do total de pessoas que afirmam possuir algum tipo de vinculo para com determinado clube, estamos no mesmo bolo de: Santos, Botafogo, Bahia, Sport,Goiás, Coritiba, e Náutico que possuem cerca de 2,4% à 0,94% tendo como base os mesmos dados. Há pesquisa ainda revela os perfis de cada torcida, e constata que o Leão da Barra é um dos clubes de maior crescimento de torcedores na faixa de 12à 18 anos (tido como torcedor do futuro, por se tratar da nova geração que acompanhará ao clube nas próximas décadas) com taxa de crescimento de 10% ao ano. Logo investir no rubro negro é uma ação bastante propicia para as empresas que buscam divulgar a sua marca, pois estes aliam a sua empresa a uma marca solida e em constante crescimento.

Investimentos nas Divisões de base

Outro fator que demonstra o grande potencial do melhor clube do norte-nordeste, é a forte capacidade de revelar novos talentos, o que além de reduzir despesas de contratações e altos salários, fortalece a marca no mercado e gera receita com as vendas (Hulk, David Luiz, Obina, Marquinhos, Willians Santana, Victor Ramos, Wallace, e Anderson Martins), são alguns exemplos desta política que precisa ser aperfeiçoada a fim de maximizar os lucros do clube, mas para isso é preciso mudar a política de valorização (investir no marketing: Fabrica de Craques: A MELHOR DIVISÃO DE BASE DO BRASIL e enaltecer as dezenas de títulos conquistados em diversos países), e aumentar os investimentos no setor.

O potencial do fator patrimônio

O Vitória começou a crescer quando vislumbrou no patrimônio a possibilidade de se tornar um clube com maior potencial, isso ocorreu, mas as políticas de desenvolvimento do patrimônio do Esporte Clube Vitória, são quase que extintas atualmente, perceber que Barradão e Toca do Leão é um complexo com capacidade para maximizar receitas é extremamente importante, pois poucos clubes detêm estruturas próprias de tal porte no país, além do alto potencial de publicidade, existe a diminuição das despesas (não há despesa de aluguel), provoca um processo de fidelização e propicia ainda mais as ações de sócio torcedor, uma vez que possibilita praticar preços mais acessíveis aos torcedores.

AÇÕES DE MARKETING

Potencializar o programa de sócio torcedor através de políticas de vantagens e aumento das divulgações.

Promover ações de benefícios para torcedores no interior.

Fortalecimento da parceria marketing – futebol, o que alavanca o programa de sócio torcedor e publico avulso.

Fortalecimento das ações de divulgação do futebol, divisão de base e esportes olímpicos.

Explorar novos campos

Não é surpresa para ninguém o potencial da cidade de Salvador para eventos musicais, dentro deste mesmo âmbito, temos grandes artistas que professam um sentimento de amor ao Vitória, o que somado ao perfil festeiro do baiano, abre um grande leque, para as atuações do rubro negro no universo do axé music, voltar a ter um bloco de carnaval, criar um camarote e promover festas com estes artistas durante o restante do ano é uma boa área pra investimentos e pode ainda mais alavancar o programa de sócio torcedor.

Agora tendo em vista todos este requisitos, podemos perceber que o Vitória é um clube auto-sustentável,e que não necessita de dinheiro vinculado há presidente e diretores,engessando o clube para possibilidades de crescimento, outro fator que demonstra e reforça os argumentos, é que nunca o rubro negro arrecadou tanto como em 2010.

TABELA COM RECEITAS E DESPESAS DO ECV

Os problemas e contradições da Política de pés no chão


No final da década de 80, o Vitória saiu do ostracismo e se tornou o clube de maior crescimento no futebol brasileiro, isso só foi possível através de um projeto arrojado de investimentos em patrimônio, divisão de base e departamento de futebol, sendo exatamente nesta ordem, logo no inicio da década de 90 os resultados começaram a surgir, e o rubro negro saiu do posto de 3ª força do futebol estadual, para o de melhor clube do Norte-Nordeste.

O Leão passou a ostentar títulos louváveis dentro e fora de campo, à junção: Barradão, Toca do Leão e Sede de Praia renderam ao Vitória a fama de possuir a 4ª melhor estrutura do país para  pratica do futebol, e a divisão de base revelava talentos por atacado e conquistava títulos aos em todas as categorias em diversos países, o que fez o Leão rugir como: Fabrica de Craques “A MELHOR DIVISÃO DE BASE DO BRASIL, SENDO A 4ª MELHOR DO PLANETA”.

Os investimentos continuaram nos anos seguintes e a expectativa é de que logo o brioso se tornaria uma das maiores forças do futebol do país, o ano de 1995 ilustrou bem isso quando o ESPORTE CLUBE VITÓRIA, inicia o projeto para se tornar o primeiro clube empresa do Brasil em parceria com o grupo EXCCEL, daí passamos a ver a montagem de grandes times e a conquista de títulos inéditos, era chegada a era Bebeto, Agnaldo, Túlio, Aristizabal, Petkovic, Esquerdinha, Russo, Tuta, Arthur e tantos outros, era do Tri estadual, do Bi do nordeste e semifinal do campeonato brasileiro de 1999.

A chegada do ano 2000 é aguardada com grande esperança

A expectativa é de continuidade nas políticas de crescimento, mas nesta época o Vitória entrou num processo de estagnação, e logo depois de regressão, mesmo mantendo a hegemonia estadual com 11 conquistas na década, 8 no campeonato baiano e 3 na Taça estado da Bahia e supremacia regional com 2 títulos da Copa do Nordeste, o Vitória já não apresentava o mesmo ímpeto de crescimento no âmbito nacional e a sua divisão de base formadora de talentos passou a ser utilizado como maquina de fazer dinheiro, já que todo bom atleta era vendido sem ao menos ter a oportunidade de ajudar o time principal.

Os investimentos na estrutura estancaram e perdemos posições para alguns clubes como o Atlético PR que hoje ostenta o melhor CT do país, os projetos da Arena Paralela e Projeto Rússia não saíram do papel e para agravar as relações com o Exccel  Group sofreram duras sanções, sem o mesmo poderio de antes, o Leão viu as coisas ficarem mais difíceis e mesmo chegando a uma semifinal e uma final da Copa do Brasil,estas não demonstraram ser frutos de uma boa gestão.

A GESTÃO PÉS NO CHÃO

Em 2006 o Vitória encontra-se no mais fundo poço do futebol brasileiro: A serie c, somado a isso o clube tem um déficit financeiro alto e as arrecadações e investimentos cada vez menores, a divisão de base em processo de sucateamento e o patrimônio do clube sendo dissolvido, daí surge a figura do presidente Alexi Portela JR, levantado por todos no clube, Alexi cria com Jorginho Sampaio um projeto de reestruturação do clube,  que culmina no desejo de retornar a elite do futebol do País e de retornar o processo de desenvolvimento do clube.

Em 2007 o plano deu certo, o Leão retornava a elite do futebol brasileiro, mas a expectativa de continuidade no crescimento  logo virou frustração com a introdução da chamada política de pés no chão, que consiste na redução de gastos em todos os setores do clube, na tentativa de quitação das dividas extensas. Sem contar com dinheiro em caixa o departamento de futebol passou a priorizar jogadores desconhecidos ou em alguma espécie de descenso (contusão, sem clube, baixo salário), e jovens promessas de outras equipes, e a verdade é que esta política pouco trouxe resultados positivos, tanto no campo como no setor financeiro: Dinei, Junior, Marcelo Cordeiro, Fabio Ferreira, Ricardo Conceição, Nino Paraíba, Viáfara, e Vanderson são as exceções no caminhão de Roque, Luciano Almeida, Marco Aurélio e mais de 60 nomes que comporão o elenco do Vitória nestes 4 últimos anos.

Se o desejo era de equilibrar as contas, isso falhou, a verdade é que o Vitória teve um déficit financeiro de R$ 5 milhões no ano de 2009 e R$ 6 milhões em 2010, e a tendência é de novo prejuízo em 2011, já que a arrecadação será bem menor com a queda para a segunda divisão, o fato de não competir na sul-americana 2011 também contribui para este prejuízo.

Outro fator que não pode ser desprezado é que o programa de sócio torcedor vem sofrendo um processo de estagnação, já que não há investimentos na base, futebol, patrimônio e o torcedor não conhecem o planejamento do clube, já que este faz questão de manter tudo que diz respeito às decisões em alto sigilo, sendo o site oficial e o de marketing meros veículos de figuração, sem noticias de grande impacto e novidades, a nação rubro negra não sente o desejo de filiar-se em massa com o clube, ainda mais quando não se tem a expectativa de qualquer tipo de retorno, em contra mão  vemos o Ceara com a imitação do nosso plano crescer de forma empolgante a cada ano, desenvolvendo políticas de marketing que fazem o time partir para tentativa de dominar o norte-nordeste e impactar o país com o seu futebol.

Portanto é necessário mudar a política de reduzir os investimentos nos setores que fazem o clube crescer e que alavancam a fidelização do torcedor, e o fortalecimento da marca ESPORTE CLUBE VITÓRIA do contrario não veremos o Vitória entre os grandes do BRASIL.

Um dia histórico para a torcida rubro-negra


Como torcedor apaixonado que sou, sempre que possivel abro espaço aqui no blog:Leão Minha Paixão,para textos de outras cercanias rubro negra, e para mim este é o texto mais importante que já passou por esta tribuna,por isso peço que leiam com atenção a publicação do: SOMOS MAIS VITÓRIA…

O próximo sábado (15) promete ser um dia histórico para a torcida rubro-negra baiana. Nesta data, a partir das 16h, no Auditório do Salvador Trade Center (Av. Avenida Tancredo Neves, 1632, Caminho das Árvores), será lançado publicamente o Movimento Somos Mais Vitória (MSMV), que pretende transformar o Esporte Clube Vitória em uma instituição democrática, transparente, profissional e com mais respeito ao seu torcedor.

Os que concordam com os príncipios acima e desejam participar do lançamento oficial devem fazer a reserva com antecedência, clicando no seguinte link http://www.somosmaisvitoria.com.br/msmv/public/evento/participar. Tal procedimento é necessário porque no espaço cabem exatas 320 pessoas e não desejamos que o local  esteja superlotado.

Também no sábado, como parte das ações do lançamento, está programada uma associação em massa ao programa “Sou Mais Vitória”, a ser realizada das 13h às 15h, na Central de Atendimento do SMV (Edifício Capemi). O objetivo dessa ação é mostrar que o MSMV luta para fortalecer e modernizar o nosso clube e não, simplesmente, fazer oposição.

Junto a essa ação, a blogueira do Vitória, Larissa Dantas (do GloboEsporte.com), juntamente com a Associação Vitória Forte e do torcedor Fábio Sallva, lançou uma promoção: o associado do SMV que levar mais um torcedor a se tornar associado ganha uma camisa oficial do Vitória. Veja mais detalhes aqui: http://globoesporte.globo.com/platb/larissadantas/2011/01/13/promocao-avf-traga-mais-um/

Portanto, todos estão convidados para fazer parte desta história e para fazer História.

PS: Infelizmente não poderei comparecer ao evento neste sábado, esterei de serviço, mas todos aqueles que participam do blog e acreditam no meu trabalho frente ao mesmo, tem muito a ganhar participando deste magnifico evento.

SRN

PROJETOS ENCAMINHADOS AO CLUBE


1-     13 DE MAIO UM NOME NA HISTÓRIA

2-     PORTAL RUBRO NEGRO

3-     O MANTO É NOSSO

4-     BENEFICIOS DO SMV

5-     PROGRAMA DE FIDELIDADE INFANTIL

6-     MEMORIAL DA TOCA

7-     PRÊMIO ARTHUR VALENTE

Pensando em contribuir com o marketing do ECV, elaborei alguns projetos, os quais penso ser de grande utilidade ao melhor do norte-nordeste, em minha opinião, focar as ações do clube na torcida que mais cresce no país e que em 2010 deu um show de criatividade e participação, é um grande passo para o fortalecimento do programa de fidelização do torcedor(SOU MAIS VITÓRIA) e ajuda no fortalecimento da marca: Esporte Clube Vitória, e faz com que as portas para patrocínios estejam sempre abertas.

Resumo dos projetos

13 de Maio UM NOME NA HISTÓRIA, acho que as estrelas da musica (Ivete,Tatau e muitos outros),cinema(Erico  Brás, Lazaro Ramos, Wagner Moura),Política( Otto e Eduardo Alencar, Orlando Silva, Família Durval Carneiro e outros), Atletas ( Minotouro, Popó) que vestem o manto rubro negro precisam e podem dar contribuições de forma mais efetiva, no aniversario do clube poderia ser realizado um grande evento no Barradão ou Parque de Exposições com estes grandes nomes.

Portal Rubro Negro, a falta de informações em determinados setores do clube é algo que muitas vezes vemos ser duramente criticado, por isso ao invés de um site oficial que seja responsável por tudo que diz respeito ao Vitória, um portal com informações a partir do foco central do futebol do clube e com links informando sobre: Divisão de Base, Esportes Olímpicos, Atletas patrocinados, Sou Mais Vitória, Marketing e etc, e a maior novidade é que este portal pode ser desenvolvido pela torcida que possui em seu diversos núcleos pessoas com grande talento na área de desenvolvimento de softwares e produtos para internet.

O Manto é Nosso, Mais uma vez envolver o torcedor no processo de criação, isso seria feito para o terceiro uniforme, todo ano seria elaborado um concurso para votar em projetos enviados por torcedores, o que faz com aumente o nível de satisfação com relação ao mesmo e aumente as vendas destes produtos, o que é bom para o clube, fornecedor e torcedor.

Benefícios do SMV,Criar parcerias com empresas de destaque em determinados ramos como por exemplo: Cinema, o sócio torcedor poderia ter 50% de desconto na entrada de determinado cinema, a empresa cedente dos descontos lucraria com a fidelidade do torcedor ao estabelecimento e com mídia gratuita no estádio do Barradão, e Toca do Leão,além de panfletagens enaltecendo a parceria do clube com a empresa.

Programa de fidelidade infantil, buscando massificar ainda mais o crescimento da torcida entre as faixas etárias mais baixas, o clube desenvolveria programas especiais de fidelização destes jovens torcedores, algo que transcendesse a dependência no SMV, que demonstrasse o orgulho de ser torcedor do ECV e ter benefícios com isso.

Memorial da Toca,apenas uma criação de um mural com homenagens a ídolos do clube como: Rick e Catimba, seria introduzido este mural num lugar de destaque e convidar os jogadores para fixar uma placa com seu nome no local,o que eterniza os seus feitos e demonstra o reconhecimento do clube para com o atleta.

Prêmio Arthur Valente,premiar os atletas de destaques no ano em todas as categorias, desde o futebol ao Remo.

Jamais Verás em Mim Fraqueza


Todos sabem os motivos que levaram o melhor do norte-nordeste a segunda divisão do futebol brasileiro, podemos até apontar a falta de investimentos no elenco como fator preponderante, mas te digo que isso veio de muito tempo atrás, 2006 para ser mais preciso.

O ano é 2006 pesadelos assombram os sonhos leoninos que esta nos porões do futebol conhecido como: serie C, uma nova diretoria assume o Esporte Clube Vitória com um compromisso de levar a equipe de volta à elite, é notório que a estrutura, e torcida do rubro negro torna a tarefa algo muito possível de acontecer e talvez por isso cortes grandes se iniciem no Vitória rumo a uma reestruturação, e é justamente neste momento que caímos para a segunda divisão em 2010, você pode esta se perguntando como já que estávamos na serie C e eu te digo que a falta de um diretor e departamento de futebol profissional.

Naquele ano Epifânio Carneiro e Jorginho Sampaio assumiram o futebol do Vitória e Alexi Portela cuidava da administração, o problema é que eles não entenderam que voltar a elite era algo fácil, o quase impossível era permanecer e crescer dentro do campeonato mais difícil do planeta, 5 diretores de futebol em 4 anos não é aceitável e mostra o qual irresponsável e impensada tem sido a gestão pés no chão do ECV nos últimos anos.

Epifânio Carneiro, Jorginho Sampaio, Raimundo Queiroz, Mauro Galvão e Carlito Arini

Agora me diga que planejamento é este que passa de mão em mão em alguns meses? Que conselho deliberativo é este que se mostra passivo quando o Vitória precisa? E que age para turbilhar quando o momento do clube é bom?

Não  adianta culpar atletas e treinadores, é verdade que tiveram a sua parcela de culpa, mas quem senta nas cadeiras acolchoadas da Toca do Leão é que tornaram está tragédia anunciada uma verdade. Será que se tivéssemos um verdadeiro gestor de futebol teríamos contratado: Kleber Pereira, Soares, Thiago Humberto, Bambam, Schwenck, Egidio, Martinelli, Evandro, Renan Oliveira, e o déspota do Toninho Cecílio? Será que não teríamos investido para a disputa da final da Copa do Brasil, Sul-americana e Brasileiro? Ou achavam que apenas com garra se venceria o fantástico time do Santos?

Amigos, a cerca de um mês que não durmo direito, pois mesmo com toda vontade que há em mim de que o Leão se reerguesse, os fatos já demonstravam que 2004 estava se repetindo é como diz: A história se repete sobre farsas.

Corrigindo um erro histórico

Em 1992 o Vitória deu o ponta pé inicial para deixar de ser um clube pequeno quando voltou a elite, mas um erro marcou aquele ano, perder o título para o recém criado Paraná maculou a história do clube que ainda impactado por 92 repetiu a dose em 1993 quando sucumbiu diante do Palmeiras, fracassando também em 2006 na serie C, 2007 na serie B e 2010 na Copa do Brasil. Mais do que retornar a elite ser campeão no próximo ano é importante para limpar aquela macula de 92 e mostrar que um novo rumo chega a Toca do Leão.

Renovação e Comissão Tecnica

Os 9 jogadores que já citei somados há Henrique, Jonas, Renato, Elkeson, e Ramon devem dar Adeus ao Leão em 2011 os 15 jogadores abaixo devem ser mantidos para ser a base da próxima temporada:

Viafára, Lee, Nino, Eduardo, Wallace, Anderson Martins, Reniê, Gabriel Paulista, Vanderson, Fernando, Bida, Uelliton, Neto Coruja, Adailton e Junior.

Edson, Arthur Maia, Kleiton Domingues, Marconi, Léo, Dankler, e Aldair deverão ser promovidos ao profissional e somados a 7 contratações selecionadas para verdadeiramente reforçar o elenco e fechar o numero do Leão em 29 atletas.

Antonio Lopes e a comissão técnica atual para mim tem que continuar, hoje já é dia de planejar o Penta ( que nem seria tão importante se não fosse inédito, por isso não abro mão), Copa do Brasil como preparação e a batalha da serie B( onde só o título interessa).

Eleições para presidência

Muito se fala, e muita movimentação ocorre nos bastidores mas Alexi Portela deve continuar no comando, alguns apostam numa espécie de retorno mirabolante de Paulo Carneiro o que na minha ótica é bem improvável porém em se tratando de ECV tudo é possível, e ainda a menos badalada chapa dos torcedores intitulada de: SOMOS MAIS VITÓRIA esta que criou um processo de oxigenação nas ultimas semanas neste âmbito de eleições do clube.

Torcida


Jamais Verás em mim fraqueza

Na alegria ou na tristeza estarei com o meu Leão…

Se existe alguma coisa boa ocorrida nesta temporada 2010 ela se chama: Torcida, me honra ter estado no Barradão ao lado de tantos guerreiros, Os Imbatíveis, Viloucura, Camisa 12 e cada um dos apaixonados que vestiram a camisa do Leão durante todo o ano e não se deixou esmorecer com as derrotas e que com certeza não sucumbirá com a queda, sei que a tristeza tomou conta dos corações, sei que lagrimas percorreram os rostos, mas sei que: Jamais verás em cada leonino Fraqueza que em 2011 muitas alegrias aconteçam…

Valmerson Santana – Leão Minha Paixão

PS: DESCULPE OS ULTIMOS 25 DIAS DE PURA INCONSTANCIA DO BLOG, TENHO ENFRENTADO MUITOS PROBLEMAS COM A EMPRESA QUE ME FORNECE INTERNET E RESOLVEREI ESTAS QUESTÕES AINDA ESTA SEMANA, OBRIGADO PELO APOIO E JAMAIS ABANDONAREI O VITÓRIA.

O que esperar das Eleições no ECV?


Caros guerreiros, o pensamento deste jovem blogueiro, anda a mil por horas pensando a cerca da temporada 2011 em diversos âmbitos e aspectos, é bem verdade que ainda estamos no meio da batalha contra o rebaixamento,mas creio piamente que o Esporte Clube Vitória não irá ser pego em descenso e ainda papará a vaga da Copa Nissan Sudamericana.

Eleições, Nova equipe de diretores e conselheiros, departamento de futebol, departamento de marketing, Barradão 2011, SMV 2011, divisão de base, esportes olímpicos, elenco 2011, Bahia 2011, e competições 2011.

Estes 12 temas acima não param de turbilhar os meus pensamentos e já comecei a escrever sobre alguns deles eis então o primeiro.

O que esperar das Eleições no ECV?

Sinceramente espero muitas mudanças, não no corpo direcional, pois esta mais que claro para mim que Alexi Portela, Falcão e Cia continuaram no comando, mas no conselho do clube, com a participação em massa dos torcedores incentivados pelo movimento:SOMOS MAIS VITÓRIA é possível que tenhamos uma grande renovação nas cadeiras do conselho deliberativo do melhor do norte/nordeste e por isso muitas políticas do clube podem mudar.

Com a maior participação de torcedores é possível que muitas decisões no clube mudem de ótica, no que se refere a elenco, ações de marketing, divisão de base e programa de sócio torcedor. A repaginação destes temas pode gerar um crescimento muito grande no clube, pois a presença do torcedor traz uma nova visão, baseada principalmente nos anseios do próprio torcedor que quer ver o clube sempre mais forte, e como o clube é um produto para agradar o torcedor, nada mais justo de que dentro de alguns limites o torcedor indique o que ele quer no clube.

Penso que a forte atuação do conselho pode direcionar o presidente e o departamento de futebol a contratarem com maior ímpeto, mas é claro que dentro de uma programação logística e com conhecimento de todas as ações que forem tomadas. Penso também que o marketing e o Sou Mais Vitória podem ser alavancados com a presença da arquibancada dentro do clube,pois o grito que ecoa do Barradão é o que faz o Vitória crescer e se este grito ganha maior sonoridade o Leão é quem ganha com isso.

É como uma espécie de consumidor seletivo, que tem o poder de dizer na fabrica como ele deseja o seu produto, e como o resultado é do jeito que ele quer, o resultado é de maior consumo e maior lucro para empresa, claro que quando se trata de futebol alguns aspectos tem que ser levados em conta, mas basicamente é este o processo que alavancou o Inter, e que pode alavancar qualquer clube se for usado as ferramentas corretas.

SRN

Vitória como é difícil jogar neste time


Caros amigos, eu fico impressionado com algumas coisas que acontecem no Esporte Clube Vitória e que parecem que nunca irão mudar, no jogo contra o Grêmio ouvi uma frase que ouço há muito tempo e que infelizmente tenho que concordar: O Vitória é o time mais difícil de começar a jogar do futebol mundial. Alguns podem estar se perguntando quais os motivos que me levaram a afirmar isso e aonde isso vai chegar, pois bem, quero chegar às divisões de base do Leão, na política de contratações e no comportamento da nossa torcida.

A constante perda de jogadores da Base

Nos últimos anos o ECV tem perdido grandes perolas da Toca do Leão para outras equipes do futebol brasileiro e mundial, e muitas vezes eu cheguei a me perguntar quais os motivos da saída de Guido, Alan, Ryder e tantos outros, seria apenas uma questão salarial, somado com as brechas da lei Pelé ou existe algo escuso que influência a saída dos jovens atletas.

Lembrei de uma conversa que tive com Diego e Stefan ambos da base do Vitória o primeiro está no São Caetano e Stefan não tenho informações no momento, porém sei que seu passe pertence ao Cruzeiro, como ambos moravam há alguns metros daqui da minha casa, eu sempre tinha oportunidades de conversar sobre a situação deles no clube, e me espantei quando Diego falou que estava indo para o time de São Paulo e quem estava intermediando tudo era o seu Tio Junior da Gaita lateral do Atlético MG e que foi revelado no Vitória, perguntei a ele o porquê e o mesmo disse: é muito difícil as coisas na divisão de base do Vitória, amo este time queria jogar aqui, mas muitas vezes não me dão espaço.

Já Stefan não tive como conversar com ele, mas lembro que ele subiu para o profissional e depois de 3 partidas foi sacado e devolvido a base, logo foi vendido para o Cruzeiro e emprestado ao Camaçari, onde não foi bem, junto com ele lembro, de Rafael Pelezinho, Léo, Arthur Maia, Edson e tantos outros que não tiveram oportunidades e acabaram indo para outros clubes ou que estão encostados na divisão de base sem expectativa de atuar no profissional do Leão. É verídico que a lei Pelé deu brechas para perdermos vários valores, mas também é verdade que a política de contratações do clube e de gestão de aproveitamento das divisões de base é totalmente equivocada e isso abre espaço para que os garotos fiquem insatisfeitos e saiam do clube, pois além da questão salarial, muitas vezes está o desejo de jogar, mas a falta de aproveitamento dos colegas faz com que muitos aproveitem a primeira oportunidade de ir embora, vide que perdemos jogadores para clubes menores como: Paraná, Guaratinguetá, e Fortaleza.

A pífia política de utilização e exploração da base Em qualquer outro clube do Brasil veríamos um processo incrível de valorização das divisões de base, com tantos títulos e jogadores revelados o slogan de “melhor divisão de base do Brasil” deveria ser explorado com grande ênfase, os garotos deveriam sentir que jogar no Vitória é a melhor coisa para a carreira dele, e empresários, seleção brasileira de base e tantos outras benefícios seriam ainda mais constantes no clube, e poderíamos preparar melhor os jovens para começar no profissional do melhor do Norte-Nordeste, deveríamos ter uma maior interação entre profissional, base e torcida, vide que quase não temos mais preliminares, não temos divulgação maciça de atividades da base aberta ao torcedor, não vemos slogans, outdoors e etc enaltecendo os títulos conquistado mundo afora, nem demonstrando orgulho por ter mais um garoto vestindo a camisa da seleção brasileira seja esta de que categoria for, e além disso ainda vemos muitos destes que ganharam títulos importantes, chegaram à seleção e que não são aproveitados no Leão.

A pressão da torcida é muito prejudicial

Vou citar alguns jogadores que perdemos por pressão da torcida, ou que viveram esta pressão: Marcelo Moreno,Neto Berola, Muriqui, Elkeson, Marquinhos, Willians Santana,Léo, Elkeson, Arthur Maia, Gabriel, Thiago Regis e etc. Pois bem, me irrito muito quando ouço alguém dizendo: Berola ta comendo a bola no Atlético, Muriqui é o cara lá em Minas, Marcelo Moreno é o cara da seleção, Marquinhos e Willians tem que voltar urgentemente, mas quando estavam aqui não haviam paciência por parte da torcida, vaias em qualquer situação e muitas situações difíceis, será que vai ser sempre assim? Revelamos, mandamos embora e depois choramos por que estes estão brilhando pelo Brasil afora? Não adianta pedir Arthur Maia, Romário, Sheldon e outros, quando execraram o goleiro Thiago Regis depois de duas falhas, não podemos clamar pela base, quando detonamos Gabriel por um erro numa partida em que estava improvisado, e não podemos pedir Arthur Maia e Sheldon quando Elkeson é detonado toda vez que perde a bola, mesmo possuindo características parecidas com a dos outros.

Já estou vendo um monte de torcedor que xinga Elkeson lamentando por que o mesmo queria que o Vitória aceitasse a proposta do Santos de 5 milhões, mas como ele não deve querer ir se aqui a cada jogada errada ou acertada a torcida pega no seu pé? O interessante é que Henrique prende bola, perde gol e etc da mesma forma que Elkeson mas o menino da base do São Paulo tem a confiança e o menino da base do Vitória é hostilizado, não estou pedindo protecionismo aos jogadores da base, mas que tenhamos paciência com estes, vamos lembrar que é o primeiro ano deles no profissional e que precisam muito crescer, vide Neymar e Ganso:

Ano passado eles começaram no profissional do Santos e em muitas partidas foram sacados ou iniciaram no banco,mas Luxemburgo e a torcida santista sempre o apoiaram e mostraram que uma temporada faz muita diferença, outra coisa, é claro que não apoio a atitude de Neymar contra Dorival, mas se fosse aqui no Vitória a diretoria e a torcida teriam uma postura de proteger o jovem patrimônio do clube? Portanto meus queridos é preciso muita coisa para que possamos frear o êxodo de jogadores da base para outras equipes, ainda mais na pressão com estes jogadores, na adianta formar e velos brilhar somente na seleção ou em outros clubes, quer ver cada jogador atuando com o manto do Leão e nos fazendo ter orgulho de possuir: A melhor divisão de base do Brasil.

SRN

PS: Este post foi feito a pedido de Enéas Barreto o qual sugeriu falar da perda de jogadores da divisão de base, procurei ver os diversos fatores que levaram a este processo, espero que tenha gostado do texto e que tenha contribuído para dirimir as suas duvidas.

Verdadeiramente um time de Guerreiros


É verdade o tão sonhado título não veio, mas não temos muitos motivos para lamentar, o Esporte Clube Vitória entrou em campo e saiu dele ontem com hombridade, dignidade, valentia, ousadia,e respeito. Claro que sabíamos que o Santos tinha um melhor equipe e o que nos fez acreditar que a conquista era possível, é a valentia do grupo rubro negro durante toda a competição, e disso ninguém pode culpar o Vitória, pois fomos verdadeiramente um time de guerreiros.

Apesar das tentativas da mídia, e de alguns babacas torcedores do Itinga, fizemos uma festa sem precedentes neste país, nunca se viu uma torcida de mais de 40 mil pessoas( pra não dizer que tinha umas 50), fazer um caldeirão e apoiar antes, durante e depois do jogo, mesmo com o placar adverso. O que ocorreu ontem foi lindo parabéns a todos os torcedores do Leão.

O meu obrigado a cada jogador do Vitória, que lutou até o fim, menção especial para Viáfara, Vanderson(mesmo sem jogar ontem) e Wallace vocês me fazem sentir orgulho de ir ao Barradão,a garra, amor, determinação,e paixão que vocês possuem pelo clube, é algo que me faz sentir orgulho de vestir o manto rubro negro.

AS LIÇÕES DA COPA DO BRASIL

Alexi Portela Jr, você percebeu que investir nesta competição é dar visibilidade ao clube, é dar ao ECV a chance de ganhar um título de maior expressão.

O crescimento de sócios torcedores é outro exemplo que se houver investimentos, a massa apóia e vai junto com o time.

Os patrocínios surgem, veja quanta mídia o Esporte Clube Vitória conquistou este ano, em menos de dois meses foram: Parmalat e Leitbom e muitas outras relacionadas aos espaços de mídia do estádio Manoel Barradas.

Renda de 2 milhões e meio nos jogos da semi final e final, mas premiação de 1 milhão por ter chegado a final.

Jogadores com maior visibilidade e por tanto com maior valorização no mercado.

Fortalecimento gigantesco da marca ESPORTE CLUBE VITÓRIA.

Por tanto,é bom que se tenha isso em mente para que em 2011 o clube invista pesadamente no 1º semestre, pois mediante ao que foi apresentado, as chances de retorno são grandes.

ALGUMAS COISAS PONTUAIS:
Esse elenco nem de longe é o melhor que vi jogar no clube, o do vice de 93 era melhor, o de 1997 com Pet, Túlio e Bebeto era melhor, od a semi-final do brasileirão era melhor e até mesmo o rebaixado em 2004 tinha mais qualidade, mas… NENHUM DELES MERECEU TANTO O MEU RESPEITO QUANTO ESSE ELENCO!!! Nunca vi um grupo se dedicar tanto a uma camisa, a um ideal quanto este elenco… A VOCÊS JOGADORES, MEU RESPEITO… ESSE SIM É O VERDADEIRO TIME DE GUERREIROS!!!

DIRETORIA: Não comentam a mesma besteira da era PC que após o fracasso contra o Flamengo mandou Agnaldo Liz que vinha bem pro brejo e começamos a degringolada no Brasileirão… Não acho RS o melhor técnico do mundo, mas não vamos achar melhor que ele no mercado!!! Deixa o homem trabalhar, ele uniu o grupo e fez o que dava pra fazer, errou, é verdade… mas acertou muito Tb!!!

RAMÓN: Tô vendo muitos tópicos falando dele e acho que a idéia é esta: Reconheço tudo que ele fez pelo Vitória, os títulos que conquistou e não vou vaia-lo ou algo assim… merece uma bonita homenagem no fim da carreira, mas não pode o VITÓRIA ficar refém de um meia com 38 anos de idade na esperança de que ele vá acertar uma falta ou dar um passe mágico… ISSO NÃO CABE MAIS NO FUTEBOL ATUAL!!! Temos hj no elenco jogadores em melhores condições que ele pra atuar os 90 min.

E PRA FINALIZAR: PARABÉNS A TORCIDA E A TODA ORGANIZAÇÃO DO BARRADÃO EM CHAMAS II!!!! Ontem saí de casa com minha mãe dizendo: “Não vai ter sinalizador, acabou de passar na TV” e voltei perguntando: “Vc viu o início do jogo, o que era aquilo vermelho piscando????”
DEPOSI DO QUE VI ONTEM, OU MELHOR, DEPOIS DO QUE VI A TORCIDA FAZER DESDE A CARREATA FICO COM A CERTEZA DE QUE, INDEPENDENTE DO RESULTADO, NOSSA HORA ESTÁ CHEGANDO!!!!!!

SAUDAÇÕES RUBRO-NEGRAS E VIDA QUE SEGUE… VALEU NEGÔÔÔ!!!!

o texto em destaque foi retirado da comunidade oficial do orkut:postado por Dan

PARABÉNS

Ricardo Silva- mesmo com um elenco limitado, você conseguiu levar o Vitória há um lugar que não chegava a 17 anos.

Viáfara- O paredão é um cara que eu tenho como exemplo, não só pelas defesas, mas pela forma como ele se porta em relação ao clube… Muito obrigado, é um prazer te ver vestindo o manto, você nos representa de uma forma impressionante.

Wallace- Muita garra e determinação, o amor ao clube também impressiona.

Nino- você é uma prova de como este time é guerreiro.

Anderson Martins-Lutou para se recuperar e veio como muita vontade.

Egidio- o talento nos cruzamentos é de impressionar, ajudou muito ao clube.

Vanderson- Você é um representante nato da nossa torcida, o nosso carinho por você é recíproco.

Neto Coruja- mostrou valentia, não se impressionou com os “poderosos”, muito bom guerreiro.

Gabriel- Seu talento vai te levar muito longe, não esqueça das suas origens.

Reniê- Vai dar trabalho aos atacantes nas próximas temporadas, sua qualidade de marcação é algo que e deixa confiante.

Uelliton- guerreiro, uma pena não ter podido jogar as finais, sua presença em campo deixa este time, mais aguerrido.

Bida- Jogou muito ontem, mostrou o que todos queremos de você:vontade, pois talento nos sabemos que tem.

Ramon- É diferenciado, obrigado pelos gols, pelos passes e pelos títulos.

Lee- Mostrou que a base continua a revelar grandes goleiro, se Viáfara é paredão, Lee é a muralha.

Elkeson- qualidade e talento de sobra, quando amadurecer vai ser um dos melhores jogadores já revelados pelo Vitória.

Schwenck- Muita vontade, muita garra, é bom ver jogadores determinados desta forma.

Fernando- sua qualidade, já conhecíamos, acreditamos que ainda tem muito mais para ser produzido.

Adaílton- O menino de Camaçari, teve o azar de se contundir, mas tem talento e velocidade, vai nos dar alegrias.

Renato-Passou a mostrar vontade e tem sempre entrado bem nas partidas, que justifique a esperança do torcedor mineiro quando o tinha como grande revelação.

Rafael Cruz- um ótima recuperação pra ti, ainda quero te ver brilhar no meio campo do Leão.

Junior- Matador, um verdadeiro artilheiro, o faro de gol, o posicionamento e a vontade, faz de ti um atacante diferenciado…faz um gol aí de novo…

Agora é pensar no brasileiro, Sul-americana e Nordestão

Com os reforços que temos para estas competições, acredito que o elenco do Vitória vai fazer bons campeonatos:Ricardo Conceição,Henrique, Soares, Evandro, Thiago Humberto, Renan Oliveira, Kleber Pereira,e Eduardo.

Vamos lá Leão, vamos chegar ainda mais longe, parabéns pela campanha, você me enche de orgulho.

SRN