Venda de ingressos para Vitória x Atlético MG


FB_20160525_11_06_56_Saved_Picture.jpgVenda de ingressos para Vitória x Atlético-MG começa nesta quarta-feira, exclusivamente para Sócios SMV Bronze
Como parte do processo de fortalecimento do seu plano de sócios mais acessível, o SMV Bronze, o Esporte Clube Vitória comunica que haverá venda antecipada de ingressos para os associados do plano nesta quarta-feira (25).

A venda dos bilhetes para o jogo contra o Atlético-MG, a ser realizado neste domingo (29), às 16h, na Arena Fonte Nova, será feita na central SMV do Shopping Capemi, das 10h às 17h. A venda nesta quarta-feira é exclusiva para sócios SMV Bronze. Apenas cartões de crédito e débito serão aceitos como forma de pagamento.

Sócios SMV Bronze têm direito a 70% de desconto no ingresso nos jogos do Vitória como mandante. Para a partida contra o Atlético-MG, o setor designado para o plano na Arena é o Norte, que sai a R$ 18.

ONDE SE ASSOCIAR

Central do Shopping Capemi – Rua da Alfazema, número 752, bairro Caminho das Árvores.

Central do Shopping Pituba Open Center (próximo ao Colégio Integral) – Rua Fernando Menezes de Goés, número 45, bairro Pituba.

Informações: (71) 3014-1899 e 3019-3731.

Faça o seu SMV pela internet: http://www.soumaisvitoria.com.br

Anúncios

[VITÓRIA X GOIÁS] A chance de sair da degola!


VITÓRIA X GOIÁS

O Vitória enfrenta o Goiás com chances reais de vencer e sair do Z-4 do campeonato brasileiro, os 3 pontos serão fundamentais para o leão neste jogo na luta contra o rebaixamento, o objetivo é manter a pegada de 100% de aproveitamento em casa nesse segundo turno.

Ney Franco tem o retorno de Juan na lateral esquerda, porém perdeu Dinei para a partida, Edno e Béltran brigam para assumir a camisa 9, outro que reaparece entre os relacionados é o goleiro Wilson que ficará no banco.

Com 6 pontos a mais do que o Vitória, o esmeraldino vinha fazendo um campeonato tranquilo, mas agora encontra-se apenas 6 pontos da zona, apesar da 10 ª colocação sabem que o duelo contra o rubro negro é de 6 pontos, com 3 derrotas nos últimos cinco jogos e sem presa fácil fora do Serra Dourada, o treinador Ricardo Drubuscky admite que o jogo será complicado, mas espera o triunfo.

Expectativa de um bom publico no Barradão nessa noite, com a sequência de triunfos em seus domínios, a vitória no ultimo jogo e a chance real de deixar a zona, rubro negros devem ser o 12º jogador e empurrar o Vitória para mais um resultado positivo.

FICHA TÉCNICA

Vitória x Goiás

Campeonato Brasileiro – 27ª rodada

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)

Data: 8 de outubro de 2014  (quarta-feira)

Horário: 21h

Árbitro :Péricles Bassols (RJ-Fifa)

Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (RJ-Fifa) e Gilberto Stina Pereira (RJ-CBF).

 

Vitória: Júnior Fernández; Nino Paraíba,Kadu, Roger Carvalho e Juan; Luiz Gustavo, Richarlyson, Marcinho e Escudero; Vínicius e Edno (Guillermo Beltrán). Técnico: Ney Franco.

 

Goiás: Renan, Thiago Mendes, Jackson, Pedro Henrique e Léo Veloso; Amaral, David, Tiago Real, Ramon e Esquerdinha; Erik. Técnico: Ricardo  Drubuscky

 

[VITÓRIA 2X1 BOTAFOGO] Leão vence duelo de 6 pontos e se mostra impiedoso no Barradão


VITÓRIA X BOTAFOGO

O Leão segue feroz no Barradão nesse segundo turno, o rubro negro bateu o Botafogo e subiu uma posição e se aproximou dos adversários na luta contra o rebaixamento, o time de Ney Franco chegou a 27 pontos na 17ª colocação e terá a chance na quarta novamente no Barradão de deixar a zona de degola.

Resultado super importante, agora cabe ao Leão mais 6 triunfos para chegar a marca de 45 pontos e afastar qualquer possibilidade matemática de não permanecer na divisão de elite em 2015, para o treinador Ney Franco o time mereceu o triunfo e foi superior ao adversário, sobretudo na segunda etapa quando marcou os dois gols do triunfo, o comandante aproveitou ainda para ressaltar o equilíbrio da equipe quando sofreu o empate.

FICHA TÉCNICA: Vitória x Botafogo
Campeoanto Brasileiro – 26ª rodada
Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 4 de outubro de 2014 (Sábado)
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva e Albino Andrade Albert Junior (ambos do PE)
Cartões amarelo: Nino Paraíba e Escudero (Vitória); Ramírez, Gabriel e Dankler (Botafogo)
GOLS: Marcinho (duas vezes – Vitória) ; Rogério (Botafogo).
VITÓRIA: Júnior Fernández, Nino Paraíba, Roger Carvalho, Kadu e Mansur (Cáceres); Luiz Gustavo, Richarlyson, Escudero (Edno) e Marcinho; Dinei (Beltrán) e Vinícius. Técnico:Ney Franco
BOTAFOGO: Andrey; Régis, Dankler, André Bahia e Junior Cesar; Airton, Gabriel (Murilo), Fabiano (Carlos Alberto) e Ramírez; Rogério e Zeballos  Técnico: Vagner Mancini

[VITÓRIA X BOTAFOGO] Leão e fogão encaram jogo como decisão contra o rebaixamento


VITÓRIA X BOTAFOGO

Com 3 partidas no Barradão nas próximas 4 rodadas. O Vitória vê a possibilidade de sair da zona de rebaixamento e crescer no campeonato brasileiro, duelo contra o Botafogo e encarado como primeiro de quatro decisões que o rubro negro terá para escapar da degola.

Em situação conturbada, numa semana em que foram anunciadas 4 demissões o alvinegro carioca tenta diante do Leão amenizar a pressão que é grande, o treinador Vagner Mancini tem trabalho para definir os substitutos e buscar para o Vitória que vem arrasador e com 100% de aproveitamento no Barradão no segundo turno.

Para Ney Franco o retorno dos titulares facilitou o trabalho, porém o treinador tem a duvida de Escudero pra partida, Mansur deve ser o substituto de Juan suspenso e Wellison e Luis Aguiar são desfalques na equipe reserva.

FICHA TÉCNICA

Vitória x Botafogo
Campeoanto Brasileiro – 26ª rodada

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)

Data: 4 de outubro de 2014 (Sábado)

Horário: 16h20 (de Brasília)

Árbitro: Sandro Meira Ricci (PE)

Assistentes: Clovis Amaral da Silva e Albino Andrade Albert Junior (ambos do PE)

 

VITÓRIA: Júnior Fernández, Nino, Roger Carvalho, Kadu e Mansur; Cáceres, Richarlyson, Escudero e Marcinho; Dinei e Vinícius. Técnico: Ney Franco

 

BOTAFOGO: Andrey, Régis, Dankler, André Bahia e Junior Cesar; Gabriel, Mario Bolatti (Aírton), Cachito Ramirez e Pablo Zeballos; Rogério e Wallyson. Técnico: Vagner Mancini

MERCADO

Flamengo procurou o Vitória e empresário para tentar a contratação de Arthur Maia, com contrato em vigor com o América RN a negociação não foi concretizada, porém o rubro negro carioca mantém as conversas e quer o meia para temporada 2015.

[VITÓRIA 2X1 BAHIA] Fotos e videos do triunfo rubro negro


VITÓRIA 2X1 BAHIA

[Vitória x Bahia] Times e torcida encaram BAVI como decisão e clássico pega fogo


VITÓRIA X BAHIA

Embalados pelos triunfos diante de Fluminense e Botafogo, Vitória e Bahia duelam na Arena Fonte Nova em busca dos 3 pontos e embalar de vez na briga contra o rebaixamento, as equipes estão motivadas e com toda certeza o clássico será quente e disputado e quem vencer sairá com moral e ganhará forças na briga contra o rebaixamento, sem contar na moral com o torcedor que será recuperada.

A expectativa é tão grande que a procura de ingressos esta grande, o publico deve ultrapassar os 35 mil, com toda certeza será o recorde da dupla BAVI nesse ano até o momento.

No campo o técnico Ney Franco lamenta a ausência de Damian Escudero com lesão na coxa, mas comemora poder escalar a base da ultima partida, a única mudança deve ficar por conta da entrada do zagueiro Roger Carvalho na defesa, com isso Luis Gustavo será avançado como primeiro volante e Welison perde a camisa 05. No lado tricolor Pará é a novidade, ele assumi a camisa 06 e terá o desafio de bloquear as investidas do veloz Nino, Maxi e Marco Aurélio também brigam por uma vaga.

Muito se fala da má sorte de Ney Franco em BAVIs, com 6 jogos o treinador do rubro negro ainda não venceu o rival, mas espera nesse domingo acabar com essa escrita incomoda, ainda  mais que faz muito tempo que o rubro negro não passa em branco contra o tricolor desde a década de 80.

Júnior Fernández; Nino Paraíba, Roger Carvalho, Kadu e Juan; Luiz Gustavo, Cáceres, Richarlyson e Marcinho; Willie e Dinei.

Marcelo Lomba; Railan, Demerson, Lucas Fonseca e Pará; Uelliton, Rafael Miranda e Léo Gago; Maxi (Marcos Aurélio), Rafinha e Kieza.

 

[SANTOS X VITÓRIA] Crônicas da Aranha e da Lanterna


santos x vitória

 

A semana do Santos foi conturbada e nada tem haver com a chegada de Enderson Moreira que fará sua estreia no comando técnico da equipe praiana, mas pelo episodio que ganhou manchetes nos jornais com o racismo sofrido pelo goleiro Aranha, se o foco lá não é futebol, aqui o foco é abandonar a luz no fim do túnel, abandonar a companheira lanterna.

O Vitória esta esperançoso, venceu duas de 3 partidas comandadas por Ney Franco, sendo que foi na Sul americana onde se classificou para fase internacional, mas ganhou confiança e que mostrar que evoluiu no campeonato brasileiro e surpreender o peixe em plena Vila.

Sem Escudero e Kadu, Ney tem difícil tarefa, o treinador parece ter abdicado da formação com 3 atacantes para esse jogo e colocou mais um volante no meio, Cáceres e Adriano brigam pela vaga, o primeiro é mais técnico e ajuda a ligar o ataque, o segundo é pegador, porém sem qualidade alguma na saída com a bola.

Com 4 derrotas nos últimos 5 jogos o alvinegro iniciou uma crise, demitiu o treinador e se afastou do G-4, hoje vê o Z-4 ainda distante, porém mais próximo do que a parte de cima, o time conseguiu classificação polêmica na Copa do Brasil e aguarda julgamento no pleno do STJD. O rubro negro tem campanha pífia, mas já andou aprontando fora de casa nesse certame, e foca justamente nisso para vencer, deixar a lanterna e quem sabe com a combinação de resultados, sair da zona.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Brasileiro – 19ª rodada
Santos x Vitória

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 6 de setembro de 2014, sábado

Horário: 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Felipe Gomes da Silva – PR (ASP-FIFA)

Assistentes: Bruno Boschilia (PR-FIFA) e Rafael Trombeta (PR-CBF-1)
Santos: Aranha, Cicinho, David Braz, Edu Dracena e Zé Carlos; Souza, Arouca e Lucas Lima; Thiago Ribeiro, Gabriel e Leandro Damião. Técnico: Enderson Moreira.
Vitória: Júnior Fernandéz; Ayrton, Ednei, Luiz Gustavo e Juan; Adriano (Cáceres) Richarlyson, Luís Aguiar e Marcinho; Dinei e Caio. Técnico: Ney Franco

Ney Franco volta ao comando técnico do Vitória


NEY FRANCO

Ney Franco deixou o comando do Vitória após a quarta rodada do campeonato brasileiro, após ter vencido o Fluminense no Maracanã e empatado com o Bahia na Fonte Nova, o treinador que assumiu o rubro negro no principio de uma crise em 2013 e levou o time a 5ª colocação, terá missão muito mais árdua, retirar o time da zona de rebaixamento  e reencontrar o caminho do bom futebol, coisa ainda inédita em 2014.

O treinador assume segunda feira, sua comissão técnica comandará o time nesse domingo no Barradão dando inicio a nova era Franco.

A diretoria nunca negou que Ney era o favorito para reassumir a equipe, o medo da rejeição pela saída ainda tendo contrato para ir defender o Flamengo, fez o treinador diz não ao primeiro convite, o clube partiu para Enderson Moreia, chegou a acertar as bases, mas treinador pediu tempo até dia 03 quando retorna da europa, em situação difícil e pressionada a direção teve que andar rápido, refez o contato e desta vez Ney aceitou voltar a Toca do Leão.

[BAHIA 1X1 VITÓRIA] Decepção e evolução!


bavi-1

 

O resultado do BAVI dada as circunstâncias foram ruins, sofrer um empate do rival ao 45 do segundo tempo é desanimador, porém se pensarmos em campeonato brasileiro, quando saímos para disputar 6 pontos e trouxemos 4, foi positivo, porém o melhor fator é ter conseguido observar evoluções no time.

O Vitória demonstrou  uma consistência defensiva, conseguiu marcar e anular os pontos fortes de Atlético-PR(1º Tempo) Fluminense e Bahia, coisa que não tínhamos visto na temporada, a entrada de Coruja e Alemão deram segurança ao setor defensivo que ficou mais protegido.

A deficiência do rubro negro agora esta em criar, com Hugo inoperante e laterais presos, principalmente Ayrton que há  muito não justifica a titularidade, um lateral que não marca e não apoia e que tem vivido de lampejos em cobranças de falta, ontem ficou olhando Pará entrar na área e empatar a partida, qualquer um outro tinha feito a falta e matado o lance.

Muita gente vem creditando o empate as substituições de Ney Franco, discordo, as alterações foram corretas, Coruja e Alemão estavam sem ritmo, tinha cartão e  cansaram e Hugo nem precisa comentar. E o treinador foi coerente, entraram Dão que foi bem, Josa e Léo Costa, sem alterar o formato da equipe, o gol foi uma sucessão  de erros individuais do Vitória e um pouco de sorte e talento do lateral tricolor, Ayrton não pode ficar olhando o cara entrar na área daquela forma e não fazer nada, dois pontos perdidos.

Wilson: 3 belas defesas, e depois quase dá uma entregada histórica,  contou com a sorte.

Ayrton: Não apoia, não marca, as vezes acerta uma falta, banco.

Luiz Gustavo: Seriedade, ola pro mato que é jogo de campeonato, foi muito bem na partida.

Alemão: Muita vontade, zagueiro pegador, gostei, uma estreia animadora, que mantenha a pegada.

Juan: Sem companhia na ala esquerda, já que Hugo é menos um, fica complicado, o time fica sem saída.

Coruja: Marca demais, um monstro, tomará que não mais se contunda, é o cara da 5.

Welisson: Também mostrou muita raça, faltou aqueles chutes de fora da área, mas foi bem.

Hugo: Não dá, tira esse inoperante até do banco, pelo amor de Deus.

Caio: Muita vontade, mas sem muita oportunidades ofensivas, ajudou fechando as laterais.

Marquinhos: Oscilou durante a partida, em alguns momentos bem e outros mal, pode resolver, mas ontem não foi o dia.

Souza: Um gol de centroavante e tá mostrando vontade, marcando, dando carrinho, tem que ser assim.

Josa: Entrou para segurar a onda, e não complicou, precisa ser mais observado.

Dão: Deu continuidade a pegada na defesa, sem culpa no lance do gol, tem mostrado melhor desempenho nas ultimas partidas.

Léo Costa: O time recuado não favoreceu, entrou na chamada fogueira, para tentar da ligação ao contra ataque que não aconteceu.

Ney Franco: Teve o esquema questionado, mas funcionou, Caio e Marquinhos fechando as pontas e Coruja protegendo a defesa, uma pena o empate, o time recuou muito no fim, mas não crédito o empate a ele.

Agora teremos dois jogos em casa e é obrigação vencer os dois e subir na tabela.

[FLUMINENSE 1X2 VITÓRIA] Maracanã minha casa…


Torcida-Fluminense-Maracana-Bruno-LimaLANCEPress_LANIMA20130722_0002_26

Quando olhei a tabela e vi que o jogo era contra o Fluminense no Maracanã, fiquei aliviado, tratei logo de colocar Marquinhos no cartola e já havia avisado asa sardinhas, se preparem para o triunfo rubro negro na minha terceira casa, eles sorriram, me chamaram de clubista, e insisti, Vitória 2×0 hoje, pena que deixaram eles marcar impedido, mas esta valendo.

Não iria admitir perder para esse time de segunda divisão, isso mesmo, não importa se eles tem Fred e Cavalieri da seleção e o monstro Conca, é uma questão de honra, raça, suor e sangue, mas teríamos que vencer.

E o Vitória venceu, venceu com categoria, conhecendo as suas limitações e apostando nelas para triunfar, sistema tático perfeito montado por Ney Franco e surpreendeu o tricolor de Cristovão Borges e digo uma coisa, o Leão vai forte para o clássico.

NOITE DE QUEBRA DE TABUs

Leão quebrou a invencibilidade do Fluminense, que vinha de 4 triunfos, sendo dois no brasileiro onde estava 100%, além de marcar gols na equipe pó de arroz que não era vazado a 4 jogos, tendo marcado 12 gols e não sofrido nenhum. Já o Leão vinha de 5 partidas sem vencer e triunfou.

FLUMINENSE X VITÓRIA

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE X VITÓRIA 

Campeonato Brasileiro – 3ª rodada

Local: Maracanã, em Rio de Janeiro (RJ)

Data: 03/05/2014
Horário: 21h
Árbitro: Marcos André Gomes da Penha (ES)

Auxiliares: Ramires Santos Cândido (ES) e Leonardo Mendonça (ES)
Cartões amarelo: Souza (Vitória); Fred (Fluminense).
Gols: Marquinhos (Vitória); Wagner (Fluminense).


FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Elivelton e Carlinhos; Diguinho, Jean, Wagner e Conca; Rafael Sobis (Walter) e Fred.- Técnico: Cristovão Borges
VITÓRIA : Wilson, Ayrton, Dão, Rodrigo Defendi e Juan; Luiz Gustavo, José Welison e Hugo; Caio, Marquinhos e Souza (Vinicius) – Técnico: Ney Franco