Imagem

Vitória 2×1 Ceará Leão ruge no clássico nordestino e sobe na tabela


O Leão venceu a primeira no Barradão, a segunda consecutiva no brasileiro e chega a 10ª colocação na classificação, deixando o Ceará na zona de rebaixamento.

Em uma manhã de sol forte, com greve de ônibus, 8 mil guerreiros no Barradão e mudanças de Mancini, o Vitória triunfou diante do Ceará por 2×1 com gols de Wallyson e Neilton e agora mira a difícil tarefa de reverter o placar contra o Sampaio Corrêa.

Com Elias fazendo sua estreia no gol e Zé Welison de volante o Vitória de Mancini mostrou uma melhor consistência defensiva, o time ainda esta longe de uma grande exibição, mas mostrou evolução em alguns quesitos e o mais importante foi vencer e deixar a zona de rebaixamento.

Um bela partida de Neilton que deu assistência para o primeiro gol e fez o segundo de pênalti e menção negativa para Rhayner que além de continuar jogando mal, saiu ironizando as vaias da torcida.

FICHA TÉCNICA
Vitória x Ceará
Campeonato Brasileiro – 6ª rodada

Local: Barradão, em Salvador
Data: 20/05/2018
Horário: 11h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Michael Correia (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)
Assistentes adicionais: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ) e Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
Cartões amarelos: Kanu, André Lima, Jeferson e Lucas Fernandes (Vitória)
Gols: Wallyson e Neilton (Vitória) / Wescley (Ceará)

 

Vitória: Elias; Lucas (Guilherme Costa), Kanu, Wallison Maia e Jeferson; José Welison, Willian Farias e Rhayner (Rodrigo Andrade); Wallyson, Neilton e André Lima (Lucas Fernandes). Técnico: Vagner Mancini.

Ceará: Everson; Samuel Xavier (Pio), Luiz Otávio, Rafael Pereira, Romário; Richardson (Hyuri), Juninho e Ricardinho; Wescley, Éder Luís (Felipe Azevedo) e Elton. Técnico: Marcelo Chamusca

Anúncios

VASCO 2X3 VITÓRIA Leão vence e respira


Pressionado, o leão entrou em campo no seu aniversário de 119 anos precisando vencer, de uniforme novo, com time modificado, o Vitória teve êxito e triunfou diante do Vasco por 3×2 em São Januário.

Mancini prometeu oxigenar a equipe e foi a campo com 6 mudanças e deu certo, aos 16 minutos o rubro negro abriu o placar com André Lima depois de Neilton pressionar a defesa e a bola sobrar livre para o camisa 99 chutar e fazer 1×0. Após a vantagem o Vasco foi pra cima e pressionou o Vitória até que aos 37′ Rhayner comete penalidade, André Rios bate e Caique defende, no rebote a defesa fica parada, Caique sai para abafar em André Rios e comete nova penalidade desta vez cobrada por Pikachu que empata.

No segundo tempo o Vitória teve uma postura melhor e com a entrada de Lucas Fernandes o time chegou ao segundo gol após belo contra ataque, o atacante bateu a bola desviou no zagueiro e enganou Martin Silva, Leão 2×1.

O Vasco em desvantagem se atirou ao ataque e cedeu espaços para o contra ataque mas foi de bola parada o terceiro, após a cobrança a bola bate no zagueiro Werley e entra, gol contra, 3×1 no placar. Pressão cruzmaltina, 3 defesas de Caique e aos 37 o alvinegro diminui após vacilo na marcação, Andre Rios fica de cara com Caique e fuzila para deixar o placar em 3×2.

Apesar da pressão o Vitória conseguiu sua primeira Vitória e respira na competição, agora enfrenta o Sampaio Correia pela Copa do Nordeste e domingo encara o Ceará pelo brasileirão.

FICHA TÉCNICA
Vasco 2×3 Vitória
Campeonato Brasileiro – 5ª rodada
Data: 13/05/2018 (domingo)
Horário: 16h
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves (RS)
Assistentes: Laeirson Peng Martins (RS) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS)
Assistentes adicionais: Vinicius Gomes do Amaral (RS) e Jonathan Benkenstein Pinheiro (RS)

Cartões amarelos: Breno, Henrique (Vasco) / Walisson Maia, Willian Farias, Fillipe Soutto (Vitória)

Gols: Yago Pikachu, Andrés Ríos (Vasco) / André Lima, Lucas Fernandes, Werley, contra (Vitória)

 

Vasco: Rafael Galhardo, Breno, Werley e Henrique; Desábato, Bruno Silva (Bruno Cosendey), Yago Pikachu, Wagner  (Riascos) e Caio Monteiro (Kelvin); Andrés Rios. Técnico: Zé Ricardo.

 

Vitória: Caíque; Lucas (José Welison), Kanu, Ramon e Jeferson;  Willian Farias, Fillipe Soutto e Rhayner (Lucas Fernandes); Neilton, Wallyson e André Lima (Denilson). Técnico: Vagner Mancini.

VASCO X VITÓRIA Em dia de aniversário leão precisa vencer


119 Anos não é pra qualquer um, o leão chega a essa marca gloriosa neste dia 13 de maio e tem mais um grande motivo para vencer o Vasco e fazer a alegria da imensa nação rubro negra e também das mamães. Com celebração e divulgação do novo uniforme e exibição do jogo na sala de cinema do Cinemark, o leão vai a campo com a ‘obrigação” dos 3 pontos.

Vasco e Vitória vivem momentos semelhantes apesar da distância na tabela da competição, as agremiações vivem momento conturbado nos bastidores e enquanto o rubro negro foi eliminado na Copa do Brasil, o time alvinegro foi eliminado na libertadores e tem grandes chances de eliminação na competição nacional precisando reverter um resultado de 3×0.

No G4 do brasileiro com 7 pontos, vencer é a chance de diminuir a crise no Vasco, já o Vitória com 1 ponto, é vencer a primeira e sair da zona de rebaixamento.

Zé Ricardo e Mancini barraram jogadores criticados nos times titulares. Paulão, Erazo e Welligton foram sacados no treino do gigante da Colina, Correia, Ramon, Botelho e Yago também foram barrados pelo leão da Barra.

HISTÓRICO

O Vitória leva vantagem em confrontos pelo brasileiro 15 triunfos do Vitória  09 empates  12 triunfos do Vasco a ultima partida foi no São Januario e terminou empatado em 1×1 em 2017.

 

FICHA TÉCNICA

Campeonato Brasileiro 5ª Rodada

VASCO X VITÓRIA

SÃO JANUARIO-RIO DE JANEIRO

13.05.2018 ÀS 16 Horas

Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS) apita a partida, auxiliado por Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

Pendurados: Kanu, Rhayner, Ramon e Yago

Vasco: M SILVA, R GALHARDO, BRENO, WERLEY, HENRIQUE, B SILVA, DESÁBATO, C MONTEIRO, WAGNER, Y PIKACHU, A RIOS

Vitória: CAIQUE, LUCAS, KANU, W MAIA JEFERSON, FARIAS, SOUTTO, NEILTON, RHAYNER, DENILSON, ANDRÉ LIMA

Feliz aniversário leão 119 anos de muitas glórias…

 

[Vitória x Fluminense] Leão pressionado por triunfo


O Vitória recebe o Fluminense pressionado pelo triunfo, precisando dos 3 pontos para deixar a zona de rebaixamento e para ter a tranquilidade nesta semana decisiva.

Vagner Mancini terá os reforços de Aderllan recém contratado, e Luas e André Lima recuperados de lesão mas tem os desfalques de Willian Farias e Zé Welison com desconforto musculares e do goleiro Fernando Miguel que esta deixando o clube.

Já Abel Braga celebra o retorno de Gilberto a equipe após cumprir suspensão mas pode poupar o zagueiro Gum e Ayrton Lucas. O treinador falou da preocupação com os contra ataques do Vitória e a força do Barradão.

HISTÓRICO

São 37 jogos com 15 triunfos do Fluminense  13 empates e 9 triunfos do Vitória no ultimo jogo no Barradão em 2017, as equipes empataram em 2×2.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Brasileiro 4ª Rodada

VITÓRIA X FLUMINENSE

LOCAL: Estádio Manoel Barradas-BARRADÃO

DATA:06.05.2018 às 16 horas

ARBITRAGEM:Rodrigo D’Alonso Ferreira(SC)

ASSISTENTES: Helton Nunes(SC) e Alex dos Santos(SC)

ESCALAÇÃO

VITÓRIA: Caique. Jeferson, Kanu, Ramon, Botelho, Correia, Felipe Soutto, Yago, Rhayner, Neilton, Denílson Téc: Vagner Mancini.

FLUMINENSE: Julio Cesar, Renato Chaves, Gum, Frazam, Gilberto, Richard, Jadson, Sornoza, Ayrton Lucas, Robinho, Pedro. Téc: Abel Braga.

 

 

AMÉRICA MG X VITÓRIA Campeonato Brasileiro


O Vitória tem na noite de hoje(30) uma tarefa complicada, encarar o América MG no estádio independência e mesmo no inicio da competição, deixa o fantasma da zona de rebaixamento pra trás. O time conta com os reforços de Wallyson e Lucas Fernandes e terá os desfalques de Juninho e Nickson que foram vetados pelo departamento médico.

Vagner Mancini deve manter a mesma equipe que vem atuando, a duvida está por conta do lateral Jeferson que pode atuar no lugar de Welison que vem sendo improvisado no setor.

A expectativa fica em relação de qual será a postura do leão diante do coelho, o time que fez uma boa exibição diante do Corinthians vai manter a mesma estratégia num jogo reativo, ou tentará novamente propor o jogo com triangulações? De qualquer forma, o rubro negro precisa do primeiro triunfo.

HISTÓRICO

EM Campeonato brasileiros são 5 jogos com 4 triunfos do Vitória e 1 empate, o ultimo jogo foi no Barradão em 2016 e o Vitória ganhou de 2×1, no independência o jogo terminou igual em 1×1.

FICHA TÉCNICA
América-MG x Vitória
Campeonato Brasileiro – 3ª rodada

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte
Data: 30/04/2018 (segunda)
Horário: 20h
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (ambos de SP)

América-MG:  Jori, Norberto, Messias, Rafael Lima e Carlinhos; Leandro Donizete, Juninho (Wesley) e Serginho; Marquinhos, Aylon e Rafael Moura (Judivan). Técnico: Enderson Moreira

Vitória: Caique, Jeferson (José Welison), Kanu, Ramon e Pedro Botelho; Willian Farias, Uillian Correia, Yago e Rhayner; Neilton e Denílson. Técnico: Vagner Mancini

Atlético MG 2X1 Vitória Muita coisa precisa mudar


O leão segue sem vencer no brasileiro 2018, o time perdeu para o Atlético MG por 2×1 em uma tarde muito ruim coletivamente e desastrosa individualmente. Apesar de começar com uma marcação alta bem postada e dificultando as investidas do alvinegro, o time sucumbiu e quando Rhayner errou o contra ataque foi mortal e contou com erro de Kanu que deixa Ricardo Oliveira se desvencilhar e ainda ataca errado a bola, Ramon deixa o atacante antecipar e gol dos donos da casa.

Com 1×0 no placar o Atlético ficou a vontade no gramado e o Vitória se perdeu dentro da proposta de jogo adotada e só não foi pior porque a trave insistiu em salvar o rubro negro.

Mancini não mudou no retorno e os donos da casa continuaram perigosos e até quando o Vitória cresceu, eis que Roger Guedes aproveita assistência açucarada de Ricardo Oliveira que tomou a bola após vacilo de Kanu e 2×0 no placar.

O Vitória ainda diminuiu com gol considerado contra pela arbitragem e foi só. Time precisa se recuperar para superar o Corithians e América MG.

CAIQUE O segundo gol era defensável mas não deixou de ser um lance difícil dentro da pequena área.

WELISON Sofreu, time adversário se concentrou no lado direito e o pai veí sofreu demais com isso.

KANU Falhou nos dois gols, no segundo de maneira bizarra entrou o leite.

RAMON Dormiu no primeiro gol, esperou a definição de Kanu e ficou perdido.

BOTELHO NÃO DÁ!

FARIAS Muito abaixo do que já produziu!

CORREIA Mais uma vez muito abaixo do que Mancini vê.

RHAYNER Não dá para jogar de extremo, esta sofrendo. Contribui defensivamente mas esta sacrificado ofensivamente.

YAGO Burocrático, não rende a muito tempo para justificar ser o titular.

NEILTON Teve a chance de um gol de placa mas bateu pra fora, precisa de mais gente próxima a ele no meio.

DENILSON Errou tudo que tentou, não dá para confiar na qualidade técnica dele, sobra vontade.

GUILHERME Mais uma vez entra e esquenta a partida, importante no lance do gol.

BAUMJOHHAN Outro que entra e busca o jogo, arbitragem poderia dar o gol a ele.

JEFERSON Entrou deslocado e mandou a bola pra Kanu… Pouco tempo em campo.

MANCINI Erra ao insitir com Correia e Farias e demorou muito a mudar a equipe, ida de Jeferson para esquerda também não foi legal mesmo ele tendo atuado assim Pela Ponte.

FICHA TÉCNICA
Atlético-MG x Vitória
Campeonato Brasileiro – 2ª rodada
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 22/04/2018 (domingo)
Horário: 16h
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correia (RJ/Fifa) e oão Luiz Coelho de Albuquerque (RJ)
Assistentes adicionais: João Ennio Sobral (RJ) e Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ)
Gols: Ricardo Oliveira e Roger Guedes (Atlético-MG); Gabriel – contra (Vitória)
Cartões amarelos: Ricardo Oliveira, Gustavo Blanco (Atlético-MG) ; Ramon, Uillian Correa e Kanu (Vitória)

Atlético-MG: Victor; Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Gustavo Blanco, Rómulo Otero (Erik) e Luan (Elias); Roger Guedes e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi.

Vitória: Caíque; José Welison, Kanu, Ramon e Pedro Botelho (Jeferson); Willian Farias (Guilherme Costa), Uillian Correia, Yago (Alexander Baumjohann) e Rhayner; Neilton e Denílson. Técnico: Vagner Mancini.

Campeonato Brasileiro 2ª Rodada Atlético MG X VITÓRIA


O Vitória busca seu primeiro triunfo no brasileiro diante do Atlético MG no Independência, a equipe de Mancini tem o reforço do lateral Jeferson na direita, e vai com o restante da equipe que venceu o Inter pela Copa do Brasil.

Com expectativa de estádio cheio e na bola perigosa de Otero, o Galo quer se estabelecer no ano, questionada, a equipe de Thiago Larghi esta pressionada para vencer o leão em seus domínios e deve se lançar ao ataque, por sua vez Mancini deve mudar um pouco a postura do rubro negro para o modelo reativo que deu tão certo nas partidas como visitante no brasileiro 2017, para isso o time precisa marcar forte e ter mais velocidade nas transições.

O atacante Denílson falou da dificuldade do jogo mas afirmou que a equipe vai em busca dos 3 pontos mesmo sabendo da dificuldade que é enfrentar o Atlético.

Expectativa de um grande jogo e se tem uma coisa que queremos do Vitória de 2017 neste brasileirão, são os triunfos fora de casa, repetir a sequência é a certeza de um bom brasileiro para o LIAUNM!

FICHA TÉCNICA
Atlético-MG x Vitória
Campeonato Brasileiro – 2ª rodada
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 22/04/2018 (domingo)
Horário: 16h
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correia (RJ/Fifa) e João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ)
Assistentes adicionais: João Ennio Sobral (RJ) e Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ)

 

Atlético-MG: Victor; Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias, Gustavo Blanco; Rómulo Otero, Luan; Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi.

 

Vitória: Caíque; Jeferson Kanu, Ramon e Juninho; Willian Farias, Uillian Correia, Yago e Rhayner; Neilton e Denílson. Técnico: Vagner Mancini.

VITÓRIA 2X2 FLAMENGO Empate recheado de polêmicas na estreia dos rubros negros


O Vitória começou a saga do brasileiro empatando em 2×2 com o Flamengo em um jogo cheio de erros de arbitragem, e com gol relâmpago de Paquetá que com 16 segundos recebeu na área e bateu colocado para vencer Caique e fazer 1×0 para os visitantes. Após o gol o leão se lançou ao ataque e num verdadeiro abafa ao 10 minutos a bola teimou em não entrar num verdadeiro bate e rebate que culminou na marcação de uma penalidade e expulsão do meia do urubu quando Everton Ribeiro tenta impedir o gol estando acima da linha do gol e levanta os braços, o arbitro em cima da lance marcou erroneamente já que a bola explode no rosto do jogador.

Na cobrança da penalidade, Yago bateu com convicção e empatou. Mesmo com 1 a menos o Flamengo continuou perigoso em campo, os contra ataques da equipe de Barbiere trazia embaraços a defesa leonina e isso mudou um pouco quando o treinador tirou Henrique Dourado e colocando Arão, o Vitória respirou e foi para o ataque mas a lentidão na transição ofensiva e na inversão da bola facilitou a vida da defesa adversaria.

No segundo tempo o Vitória continuou buscando o gol mas foi o Flamengo que marcou após impedimento escandaloso não assinalado pelo bandeira, Flamengo 2×1 e pressão do Vitória que não poderia perder com um a mais dentro de casa e após linda jogada de Rhayner que mandou na área, Denílson subiu e balou a rede, 2×2 e fim de jogo com clamores pelo arbitro de vídeo no Barradão.

CAIQUE Teve uma atuação razoável, não teve culpa nos gols, mas a torcida iniciou uma vaia no 1º gol mas depois do empate acalmaram, fez o dele.

ANDRADE Tem um bom poder de marcação mas não tem características pra posição, Mancini precisa parar de inventar.

RAMON No lance do 1º gol foi pego fora de posicionamento, depois fez uma boa partida.

KANU Esteve mal em campo, parece ter sentido o ritmo, apanhou muito da bola.

BOTELHO Perdido no lance do gol, tem sido bancado erroneamente pelo treinador.

FARIAS Completamente sem ritmo, esta sentindo o longo período de inatividade mas vai evoluir.

CORREIA Erra todo passe que tenta e não tem tanta pegada na marcação, esta merecendo um banco.

YAGO Bateu com segurança mas precisa de objetividade nas transições, muito toque de lado e pouco perigo.

BAUMJOHANN Busca o jogo, não se esconde mas com o meio povoado ficou complicado pra ele.

RHAYNER Sofreu com a forte marcação, precisa calibrar os chutes mas acertou uma bela assistência para Denílson.

DENILSON Contestado mas brocador, o cara sempre esta no lugar certo, GOLAÇO de camisa 9.

JUNINHO Tem que jogar na sua na lateral

GUILHERME Entrou insinuante, tem que ter mais chances.

JEFERSON Fez boa estreia no pouco tempo, torço para que ele assuma a posição definitivamente.

MANCINI As invenções é o que complica, precisa fazer o básico e parar de improvisar.

FICHA TÉCNICA
Vitória 2×2 Flamengo
Campeonato Brasileiro – 1ª rodada
Local: Barradão, em Salvador
Data: 14/04/2018 (sábado)
Horário: 19h
Árbitro: Wagner Reway (Fifa/MT)
Assistentes: Fábio Rodrigo Rubinho (MT) e Marcelo Grando (MT)
Assistentes adicionais: Odílio Ramos dos Santos (MT) e Marcelo Alves dos Santos (MT).

Cartão amarelo: Rhayner, Rodrigo Andrade (Vitória) / Diego, Willian Arão (Flamengo)

Cartão vermelho: Éverton Ribeiro (Flamengo)

Gols: Yago, Denilson (Vitória) / Lucas Paquetá, Réver (Flamengo)

 

Vitória: Caíque; Rodrigo Andrade (Jeferson), Kanu, Ramon e Pedro Botelho (Guilherme Costa); Willian Farias, Uillian Correia, Yago, Alex Baumjohann (Juninho) e Rhayner; Denílson. Técnico: Vagner Mancini.

 

Flamengo:  Diego; Rodinei, Réver, Juan e Renê; Cuéllar, Paquetá (Geuvânio) e Diego; Everton Ribeiro, Vinícius Junior (Pará) e Henrique Dourado (William Arão). Técnico: Maurício Barbieri.

Vitória x Atlético MG Leão conta com sua maior força contra o Galo


Quando as coisas não vão bem, nada melhor do que voltar pra casa, e é justamente isso que o Vitória vai fazer neste domingo (11) para conseguir seu primeiro triunfo no brasileiro 2017.

Depois de 5 jogos, o leão volta a selva Barradão e com obrigação de vencer para sair da incômoda lanterna. Em 20° com apenas 1 ponto e 6% de aproveitamento e pior ataque da competição, o rubro negro recebe o galo 16° com 6 pontos e 40% de aproveitamento, o primeiro fora da zona, portanto aquele chamado jogo de 6 pontos.

O técnico Alexandre Gallo realizou treino fechado e não divulgou a equipe, mas apenas uma alteração é esperada, Salino no lugar de Patric.

O atlético tem novidades, Roger Machado ganhou os reforços de Danilo e Otero que deve ser titular em lugar de Valdivia.

44 Jogos 9 triunfos 14 empates e 21 derrotas são os números do Vitória que não vence o Galo desde 2010 quando venceu no Barradão e no mineirão.

Ficha Técnica:

Campeonato Brasileiro 2017

6a Rodada

Vitória x Atlético MG

Salvador-Ba 11 Junho 2017 às 16 horas

Vitória: Fernando Miguel;Salino,Alan Costa, Fred, Thallyson; Willian Farias, Uillian Correia, Gabriel Xavier; David, Neilton e Kieza. Técnico Alexandre Gallo.

Atlético MG: Victor; Alex Silva, Erazo, Felipe Santana e Danilo; Rafael Carioca, Yago, Elias e Otero (Valdívia); Robinho e Fred. Técnico Roger Machado

Arbitragem:

Árbitro:  Raphael Claus  (SP-FIFA)
Assistente 1: Alex Ang Ribeiro (SP-CBF)
Assistente 2: Tatiani Sacilotti do Santos Camargo (SP-FIFA)
Quarto Árbitro: Alberto Poletto Masseira (SP-CBF)
Assistente Adicional 1: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral  (SP-CBF)
Assistente Adicional 2: Marcio Henrique de Gois  (SP-CBF)

São Paulo x Vitória Na estreia de Gallo, Vitória precisa fazer história


O técnico Alexandre Gallo disse que é uma grande benção estrear diante de uma equipe grande como o São Paulo e que irá para partida com o pensamento de triunfar, para isso o Vitória terá que fazer história e pela primeira vez em campeonatos brasileiros vencer a equipe paulista no Morumbi.

Reforçado com o retorno do capitão Willian Farias, Gallo promoveu 4 mudanças no time, além do camisa 5, Patric foi mantida mas irá para lateral, Gabriel Xavier será o armador, David retoma a titularidade no ataque e Neilton será pela primeira vez titular e justo contra sua ex- equipe, ele e Kieza irão garantir a lei do ex? Espero que sim.

Na equipe paulista, Rogerio Ceni não conta com Cueva e Rodrigo Caio, convocados para suas respectivas seleções mas ganha Thiago Mendes, Wellington e o recém chegado Maicosuel. O treinador decidiu manter mistério e fechou o último treino da equipe tricolor.

NÚMEROS DE SÃO PAULO X VITÓRIA

O são Paulo é o 11° com 6 pontos e 50% de aproveitamento

O Vitória é o 19° com 1 ponto e 8,3% de aproveitamento.

23 Vitórias do São Paulo

4 Empates

 

FICHA TÉCNICA: São Paulo x Vitória

Campeonato Brasileiro 5 Rodada

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Data e horário: quinta-feira, às 19h30 (de Brasília)
São Paulo: Renan Ribeiro; Lucão, Maicon e Militão (Lugano); Thiago Mendes, Jucilei, Cicero e Júnior Tavares; Marcinho, Pratto e Thomaz (Wellington Nem ou Maicosuel)

Vitória: Fernando Miguel;Patric,Fred,Alan Costa e Thallyson;Willian Farias,Uillian Correia e Gabriel Xavier; David, Neilton e Kieza.
Arbitragem: Rafael Traci (PR), auxiliado por Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)