{SALVADOR BOWL] VITÓRIA FUTEBOL AMERICANO HOJE EM PITUAÇU!


GAME DAY!!!

13419116_241441852905288_157180485811978136_n

É hoje galera! O grande torneio de Futebol Americano no estádio de pituaçu com a presença dos guerreiros do Vitória, os gladiadores leoninos vão honrar o manto rubro negro em mais essa modalidade que tem tudo pra virar a nova paixão da nação rubro negra, o Leão Minha Paixão estará presente no evento e aproveita para convidar a todos para se fazerem presente no SALVADOR BOWL.
Tá chegando a hora desse grande evento, contamos com a sua torcida no Salvador Bowl!

Ainda não comprou seu ingresso? Não se preocupe, ingressos estarão disponíveis para venda antes do jogo lá mesmo no Estádio de Pituaçu!

Venha curtir conosco esse grande dia, lembrando que os portões serão abertos as 14hrs e o jogo está marcado para as 16hrs! Teremos além do jogo muitas novidades e diversão para os torcedores que forem ao Estádio!

HOW DO YOU FEEL?
‪#‎VFA‬ ‪#‎VitóriaFA‬ ‪#‎FutebolAmericano‬ ‪#‎Football‬ ‪#‎gameday‬ ‪#‎SalvadorBowl‬‪#‎Salvador‬ ‪#‎Bahia‬ ‪#‎sport‬ ‪#‎ecv‬

Foto: Gian Carlos Coloni

13417696_1747470335465860_1370878194155086120_n

Anúncios

Vitória participa de torneio de futebol americano dia 11 em Salvador


C__Data_Users_DefApps_AppData_INTERNETEXPLORER_Temp_Saved Images_imagesTorneio de Futebol Americano acontece dia 11 de junho em Salvador
Os fãs de futebol americano em Salvador já podem comemorar: Está confirmado o primeiro torneiro de futebol americano na cidade, o Salvador Bowl. A competição acontece no dia 11 de junho no Estádio de Pituaçu e contará com um duelo entre os times Vitoria F.A e o Tubarões do Cerrado (DF).
O torneio serve como aquecimento para os times e os fãs do esporte que aguardam ansiosamente a temporada do Campeonato Brasileiro de Futebol Americano que começa em julho e promete uma empolgante disputa com 32 times da Série A. Além da competição de equipes, a programação do Salvador Bowl conta com competição de crossfit, jogos recreativos para crianças e uma programação musical.
O futebol americano é o esporte que mais cresce no País, já são mais de 100 times, sendo 25 no nordeste e a Bahia conta apenas com um representante profissional, o Vitória Futebol Americano, mas com indícios de surgimento de novos times. O evento é chancelado pela Confederação Brasileira de Futebol Americano e visa se consolidar no calendário anual no primeiro semestre.

Programação do evento:

8h às 12h –  Aldeia Challenge, Torneiro de Crossfit
14h às 15h – Jogo de crianças (Projeto Bola Oval)
15h às 16h – Ativações Promocionais:
– Show Musical (Dj ou Banda de Fanfarra)
-Lançamento do novo uniforme do Vitória F.A
– Apresentação das Cheeleaders/Leoas
– Apresentação da Contratação do Jogador Americano
17h às 20h – Vitória F.A x Tubarões do Cerrado
20h às 22h – Terceiro Tempo (Pocket Show)

[VITÓRIA X PALMEIRAS] É Amadeu por todos e todos por Amadeu!


VITÓRIA X PALMEIRAS

 

Todos sabem o desejo da diretoria rubro negra em efetivar Amadeu como treinador do clube, mas para isso um resultado positivo hoje contra o Palmeiras é imprescindível, vencer é a única forma de manter o treinador de sucesso do sub-20 no profissional.

 

Se é preciso triunfar, não falta declarações de apoio a Amadeu, os garotos da base, pupilos dele, prometem fazer de tudo para vencer, já o treinador afirma que esse é o jogo da vida dele, uma coisa parece certa, não deverá faltar entrega dos leoninos.

 

Com muitos desfalques, Amadeu promoveu muita mudanças, Nino, Salustiano, Mauri e Alan Pinheiro devem figurar no time titular.

 

O Palmeiras também terá um interino no comando, sem conseguir fechar com Luxemburgo, o time vem comandado por Alberto Valentim, e ao contrario de Amadeu, ele não parece viver a expectativa de ser efetivado, já que a diretoria do alviverde prega que esta em contato com treinadores de ponta para substituir o tão questionado Gilson Kleina.

 

FICHA TÉCNICA:

Vitória x Palmeiras

Campeonato Brasileiro – 5ª rodada

Data: 18/5/2014

Horário: 18h30

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (FIFA/RS)

Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

 

Vitória: Wilson, Nino Paraíba, Alemão, Matheus Salustiano, Juan; Neto Coruja, José Welison, Mauri (Hugo; Caio, Marquinhos e Alan Pinheiro (William Henrique). Técnico: Carlos Amadeu

 

Palmeiras: Fábio, Tiago Alves (Victor Luis), Lúcio, Marcelo Oliveira e Juninho; Renato, Wesley e Mendieta; Diogo, Marquinhos Gabriel e Henrique. Técnico: Alberto Valentim

SUPER PROMOÇÃO: Black Friday no Vitória


LMP VENDE

Deu a louca no presidente do Vitória, isso mesmo, ele esta vendendo 1 jogador e levando 8 de brinde, uma promoção inédita, onde você compraria um craque camisa 03 com passagens pela europa por preço abaixo do mercado e ainda levaria dois grandes camisa 09, um maestro com a 10, mais dois zagueiros xerifão, e outros atletas promissores? Portanto essa é a sua oportunidade, você presidente, gestor de clube, e até mesmo os babinhas de várzea aproveitem, só hoje na sexta promocional da Toca do Leão.

VEXAME

VITÓRIA X J MALUCELLI

Vexame é a palavra que define o Vitória nesse primeiro semestre sob o comando do falastrão Carlos Falcão. O momento vergonhoso do rubro negro é algo em que não tenho sem duvida alguma nenhuma recordação de já ter presenciado, três fiascos contra times pífios e um discurso vazio que só aumenta a minha revolta, onde mais um laranja será posto como culpado, pois com esse elenco nem Fergusson, nem Mourinho e nem o melhor técnico da atualidade, o grande Guardiola daria jeito, que dirás o Ney Franco.

O presidente Fracão, quer dizer Falcão tem que tomar vergonha na cara, isso mesmo ele não tem vergonha na cara, pois contratar jogadores como os que ele contratou é de quem não tem senso de nada, para completar ele ainda quer recontratar o trairá do Carlão, não sei como tanta incompetência cabem numa pessoa só.

Wilson: Não pegou penaliades, mas no jogo salvou.

Ayrton: Há muito tempo eu digo que o cover do CR7, vive de cobrança de falta.

Dão: Pelo amor de Deus, não, não, não! Jogador abaixo do nível do meu baba.

Luiz Gustavo: Essa mascara é o retrato do seu futebol, sumiu.

Juan: Você estava jogando em que posição? Todas menos a dele.

Welison: Com esse time, vai sobrar para a base.

Cáceres: Peru doido, esqueceu o futebol em 2013.

Marquinhos: Não renova pelo amor… Sem mais.

Hugo: Aproveita que ainda não chegou e vá embora sem ser visto.

Willian Henrique: Até que tentou, lutou, mas com os parceiros que tem, nem que ele fosse realmente craque.

Dinei: Você jamais chegará aos pés dos caneludos Roger e Neto Baiano.

Euller: Nunca poderá ficar no banco vendo, Juan, Mansur e ou Hugo.

Caio: Entrou bem, mas jogou na meia que não é a dele, tem que ser titular nesse elenco fraco.

Nino: Deu opção, desafoga o meio e tira um pouco da grande letargia do time.

Ney Franco: Montou o que tinha e substituiu o que tinha, não dá para fazer milagres com essa porcaria de elenco de várzea.

 

[VITÓRIA X J MALUCELLI] Leão quer a classificação para tentar salvar o ano


VITÓRIA X J MALUCELLI

Salvar o ano, esse é o discurso na Toca do Leão, vencer a Copa do Brasil e apagar os vexames do nordestão e campeonato baiano. Para isso o Vitória terá que pelo menos empatar em 0x0 com o Malucelli em Pituaçu ou vencer por qualquer placar, 1×1 leva para as penalidades, qualquer outro resultado é eliminação.

Com o reforço da contusão de Mansur, o time vai com Juan na lateral esquerda e no esquema 4-3-3 com Hugo armando as jogadas, Ney Franco deu mais uma chance a Willian Henrique e ele começa jogando para tentar quem sabe dessa vez se firmar na titularidade, embora sua posição esteja ameaçada com a chegada do Caio que já estará no banco de reservas.

O Malucelli aposta na má fase e intranquilidade do rubro negro para carimbar a classificação, jogando todo peso em cima do Vitória, o treinador acredita que pode tirar proveito desta pressão, ele ainda lamentou a anulação do jogo semana passada, mas garante que o time jogará para surpreender.

No Vitória a classificação terá justamente isso como fator positivo, diminuir a pressão para o restante da temporada 2014.

FICHA TÉCNICA

Vitória x J. Malucelli

Copa do Brasil

Local: Salvador, em Pituaçu

Horário: 19h30

Árbitro:  Ítalo Medeiros de Azevedo (RN)

Auxiliares: Victor Oliveira Cruz (SE) e Eric Nunes Costa (SE).

Vitória: Wilson; Ayrton; Luiz Gustavo, Dão e Juan; Cáceres, José Welison e Hugo; Marquinhos, Dinei e William Henrique. Técnico: Ney Franco.
J.Malucelli: Edvaldo; Evandro, Leandro Silva, Alex Fraga e Tomas; Wellington, Camargo, Tiago Santos e Andrézinho; Dedoné e Bruno Batata. Técnico: Sandro Fórner.

[Vitória x Bahia] O Leão fará história!


bavi-1

Acostumado a vencer o estadual com tranquilidade nas ultimas décadas, o Vitória dessa vez decidiu ser mais ousado e fazer história, isso mesmo o Leão fará história nessa final de campeonato baiano.

O Retrospecto diz que nunca uma equipe coseguiu reverter a vantagem vencendo por mais de um gol para sagra-se campeão e é isso que o rubro negro irá fazer nesse domingo em Pituaçu. O Vitória vencerá o rival com uma diferença superior a de 1 gol e levantará a taça e deixará muitoa átonitos, principalmente os que á determinavam que a Sardinha já era campeã.

Fiquei muito animado quando vi a escalação do treino que Ney Franco promoveu, a saída de: É melhor nem falar o nome daquele zagueiro, a entrada de Coruja no meio e a ida de Juan para lateral equilibra o time e vamos que vamos para scima do tricolor de Itinga, a esxpulsão de Hugo e a saída de Mansur foram grandes redforços, pena o garoto Euller ter se machucado, mas estamos prontos para ir para cima do tricolor de Itinga.

VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Luiz Gustavo, Matheus Salutiano e Juan; Neto Coruja (William Henrique), Cáceres e José Welison; Marquinhos, Dinei e Souza.

BAHIA: Marcelo Lomba; Diego, Demerson, Titi e Pará (Raul); Fahel, Rafael Miranda; Rhayner (Rafinha), Lincoln e Maxi Biancucchi; Talisca (Pittoni).

Estou com toda confiança de que vamos reverter o placar adverso e a imagem da semana será semelhante a esta:

bavi2

VITÓRIA BI CAMPEÃO BAIANO 2014…

Estatísticas dos BAVIs de Pituaçu


HISTORICO

Estatísticas dos Jogos Entre Vitória e Bahia em Pituaçu

Na retrospectiva dos jogos entre Vitória e Bahia em Pituaçu, o time Rubro Negro leva grande vantagem, foram 13 BaVis realizados, o Leão da Barra venceu sete jogos, o Bahia venceu três e houve três empates, (sendo 12 jogos pelo Campeonato Baiano e um jogo pela Copa do Nordeste), com 19 gols feitos pelo Vitória e 11 feitos pelo Bahia, dos 13 jogos já realizados, três foram finais de campeonato Baiano (2009, 2010 e 2012). Vale lembrar que o Vitória não perde para o Bahia em Pituaçu há três anos (ou três jogos). O último clássico em Pituaçu ocorreu em maio de 2012, pela Final do Campeonato Baiano. O jogo terminou empatado em 3 a 3, com Neto Baiano fazendo dois gols e se tornando o maior artilheiro do Vitória em uma edição de Campeonato Baiano (fez 27 gols).

TODOS OS BA-VIS EM PITUAÇU

Nº 01: Bahia 0 x 2 Vitória (02/04/1995)
Competição: 2ª Fase do 1º Turno do Campeonato Baiano de 95
Gols: Ramon Menezes e Dão
Público: 18.418
Vitória: Borges, Rodrigo, Flávio Tanajura, Vanderci e Elias;
Ney Santos, Bebeto Campos (Wilson), Adoílson e Ramon Menezes;
Dão (Giuliano) e Welder.
Técnico: Péricles Chamusca

Nº 02: Bahia 0 x 1 Vitória (12/04/1995)
Competição: Semifinais do 1º Turno do Campeonato Baiano de 95
Gol: Adoílson
Público: 14.465
Vitória: Borges, Dedimar (Elias), Flávio Tanajura, Vanderci e Junior;
Ney Santos, Bebeto Campos (Fabinho), Adoílson e Ramon Menezes;
Dão e Wilson
Técnico: Péricles Chamusca

Nº 03: Bahia 2 x 1 Vitória (02/07/1995)
Competição: 2ª Fase do 2º turno do Campeonato Baiano de 95
Gols: Alê e Souza (Bah); Marquinhos (Vit)
Público: 4.557
Vitória: Borges, Ellias, Flávio Tanajura, Emerson e Junior;
Ney Santos, Bebeto Campos, Adoílson e Renato Nascimento (Wilson);
Dão (Paulinho Kobayachi) e Marquinhos.
Técnico: Péricles Chamusca

Nº 04: Bahia 0 x 0 Vitória (22/03/2009)
Competição: 1ª Fase do Campeonato Baiano de 2009
Público: 30.423
Vitória: Viáfara; Apodi, Thiago Gomes, Anderson Martins e Bosco;
Ramirez (Rafael Bastos), Wallace, Bida e Ramon Menezes (Gláucio);
Nadson e Neto Baiano (Washington)
Técnico: Mauro Fernandes

Nº 05: Bahia 1 x 2 Vitória (26/04/2009)
Competição: FINAL do Campeonato Baiano de 2009
Gols: Ramon Menezes (2) (Vit) e Reinaldo Alagoano (Bah)
Público: 30.015
Vitória: Viáfara; Wallace, Victor Ramos e Luciano Almeida; Apodi,
Vanderson (Uellinton), Carlos Alberto, Ramon Menezes (Leandro Domingues)
e Bida; Jackson (Adriano) e Neto Baiano
Técnico: Paulo César Carpegiani

Nº 06: Vitória 2 x 0 Bahia (24/01/2010)
Competição: 1ª Fase do Campeonato Baiano de 2010
Gols: Wallace e Ramon Menezes
Público: 19.113
Vitória: Viáfara, Nino Paraíba (Rafael Granja), Wallace, Anderson Martins
e Egídio; Uelliton, Vanderson (Neto), Bida e Ramon Menezes;
Índio e Schwenck (Vilson).
Técnico: Ricardo Silva.

Nº 07: Bahia 2 x 1 Vitória (28/02/2010)
Competição: 1ª Fase do Campeonato Baiano de 2010
Gols: Alisson e Abedi (Bah); Schwenck (Vit)
Público: 19.601
Vitória: Viáfara; Nino Paraíba, Wallace, Anderson Martins e Valmir
(Arthur Maia); Vanderson, Uelliton, Bida e Ramon Menezes;
Adailton (Rafael Cruz ) e Schwenck (Júnior).
Técnico: Ricardo Silva.

Nº 08: Bahia 0 x 1 Vitória (25/04/2010)
Competição: FINAL do Campeonato Baiano de 2010
Gols: Junior
Público: 32.142
Vitória: Viáfara, Marcos Pimentel (Rafael Cruz), Wallace, Reniê e
Egídio; Fernando (Neto Coruja), Uelliton, Bida e Ramon Menezes
(Renato Ribeiro); Elkeson e Júnior.
Técnico: Ricardo Silva.

Nº 09: Bahia 1 x 5 Vitória (16/06/2010)
Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2010
Gols: Bebeto (Bah); Vilson, Renato, Fernando, Renan Oliveira
e Lenílson (Vit)
Público: 3.859
Vitória: Vinícius, Jonas, Vilson (Anderson Martins), Gabriel Paulista e
Rafael Granja; Fernando, Ricardo Conceição, Renan Oliveira e
Evandro (Renato Ribeiro), Jacson (Lenílson) e Schwenck.
Técnico: Flávio Tanajura.

Nº 10: Bahia 2 x 0 Vitória (20/02/2011)
Competição: 1ª Fase do Campeonato Baiano de 2011
Gols: Marconi e Ávine
Público: 14.149
Vitória: Viáfara; Nino Paraíba, Alison, Léo Fortunato e Ernani (Léo);
Uelliton, Bida (Esdras), Júnior Timbó (Geovanni) e Elkeson; Rildo
e Neto Baiano.
Técnico: Antônio Lopes.

Nº 11: Bahia 0 x 1 Vitória (24/04/2011)
Competição: Semifinal do Campeonato Baiano de 2011
Gol: Geovanni
Público: 21.458
Vitória: Viáfara; Nino Paraíba, Alison, Léo Fortunato e Eduardo Neto;
Esdras, Uelliton e Mineiro (Léo); Nikão, Elkeson (Rildo) e
Geovanni (Arthur Maia).
Técnico: Antonio Lopes.

Nº 12: Bahia 0 x 0 Vitória (12/02/2012)
Competição: 1ª Fase do Campeonato Baiano de 2012
Público: 29.388
Vitória: Douglas, Léo, Gabriel, Dankler e Élton; Uelliton (Michel),
Rodrigo Mancha, Mineiro (Pedro Ken) e Róbston (Arthur Maia);
Marquinhos e Neto Baiano.
Técnico: Toninho Cerezo.

Nº 13: Bahia 3 x 3 Vitória (13/05/2012)
Competição: FINAL do Campeonato Baiano de 2012
Gols: Fahel, Gabriel e Dione (Bahia); Neto Baiano (2) e Dinei (Vitória)
Público: 32.157
Vitória: Douglas, Romário (Gabriel Paulista), Victor Ramos, Rodrigo
e Wellington Saci; Uelliton, Rodrigo Mancha, Pedro Ken e Tartá;
Marquinhos (Dinei) e Neto Baiano (Geovanni).
Técnico: Ricardo Silva

[BAVI- VITÓRIA X BAHIA] Expectativa de mais uma brocança rubro negra


VITÓRIA X BAHIA

Em situações distintas na competição, a dupla BAVI duelam por objetivos diferentes, enquanto o rubro negro espera vencer, manter 100% de aproveitamento, garantir a classificação antecipada e repetir os feitos dos clássicos de 2013, o tricolor espera acabar com a crise que esta assolada no fazendão, impedir a demissão do treinador, evitar o risco de desclassificação e sobretudo não deixar que aconteça outra derrota humilhante.

Com muitos problemas de contusão, Ney Franco foi obrigado a mudar a equipe e avançar novamente Juan ao meio campo, a ausência de Escudero preocupa, mas o momento e o elenco do Vitória faz com que o time tenha total condições de vencer o rival.

No Bahia também haverá mudanças, a ausência de Pittoni propiciou a escalação de Uelliton e no ataque  time  contará com o recém contratado Marcão, reforços? Pode até ser, mais o desentrosamento e a falta de ritmo pode ser preponderante para mais um fiasco.

Clássico de uma torcida só

Não concordo com esse processo de 10% para os visitantes em clássicos, até entendo a intenção da diretoria do Vitória, mas o gostoso do BAVI é escaldar as Sardinhas e com eles diminutos na arquibancada, vai ser meio sem graça.

FICHA TÉCNICA

Vitória X Bahia

Campeonato Baiano

Local: Roberto Santos/Pituaçu

Data:23/02/2014

Horário: 16:00

Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA).

Auxiliares: José Raimundo Dias da Hora (BA) e Luiz Carlos Silva Teixeira (BA)

VITÓRIA:Wilson; Ayrton, Rodrigo Defendi, Matheus Salustiano e Euller; Cáceres, José Wellison, Mauri e Juan; Marquinhos e Dinei. Ney Franco

BAHIA :Marcelo Lomba; Madson, Lucas Fonseca, Titi e Guilherme Santos; Fahel, Rafael Miranda e Uelliton; Maxi Biancucchi, Rhayner e Marcão. Marquinhos Santos

[VITÓRIA 1X1 CEARÁ] Fragilidades ficaram expostas


VITÓRIA x CEARÁ

Na tarde de hoje o rubro negro não conseguiu vencer o Ceará e viu a classificação para as semifinais da Copa do Nordeste ficarem complicadas.

O grande detalhe é que o time alvinegro conseguiu praticamente anular as principais jogadas do Vitória e ainda levou muito perigo ao gol de Wilson. Parece que as constantes mudanças no time e com isso a alteração do esquema tático, fez com que o time de Ney Franco ainda não tenha um padrão definido de jogo e isso ficou muito exposto hoje em Pituaçu.

Para classificar, o Vitória precisa agora vencer o Ceará ou empatar com placar igual ou superior ao 2×2, 1×1 e 0x0 classificam o Vovó, para acabar de piorar Damian Escudero saiu sentindo dores no joelho e a situação complica, os exames médicos serão realizados nesta segunda feira e oremos para que não seja problemas de ligamento, já basta ter perdido Willie.

FICHA TÉCNICA

Vitória1 X1 Ceará
Copa do Nordeste
Local: Pituaçu, Salvador
Data:16/02/2014
Horário: 16h
Árbitro: Renan Roberto de Souza (PB)
Auxiliares: José Maria de Lucena Netto (PB) e Oberto da Silva Santos (PB)
Cartões amarelos: Bill e Samuel Xavier (Ceará).
Gols: Magno Alves (Ceará) e Dinei (Vitória).
Vitória: Wilson, Ayrton, Matheus Salustiano, Rodrigo Defendi e Juan (Adaílton); Luiz Gustavo (Euller), Cáceres, José Wellison (William Henrique) e Escudero; Marquinhos e Dinei .Técnico: Ney Franco
Ceará: Luís Carlos, Samuel Xavier, Sandro, Anderson e Hélder Santos; João Marcos, Leandro Brasília (Amaral), Ricardinho e Souza; Magno Alves e Bill (Tadeu).  Técnico: Sérgio Soares.

[VITÓRIA X CEARÁ] Não é por vigança, é por sobrevivência!


VITÓRIA x CEARÁ

Durante toda semana não se falou em outra coisa, o duelo entre Vitória e Ceará pela quarta de final da Copa Lampions League do Nordeste é sem duvida alguma muito aguardado e todos relembram a forma desastrosa como o rubro negro foi eliminado em pleno Barradão em 2013 nessa mesma fase da competição pelo alvinegro cearense, mas nada de encarar o jogo com revanchismo, ou até mesmo como vingança, pois como diria o poeta: A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena SEU MADRUGA (MÍTICO).

Ney Franco terá como duvida o volante Luiz Gustavo e não poderá contar com o atacante Willie que só deve retornar ao time no brasileiro, Wellison pode ser o substituto no meio, o restante do time é o mesmo que vem atuando, embora eu acredite que Ferrari é mais capacitado do que Defendi.

Para Sergio Soares a partida deve ser encarada como uma final antecipada, o treinador do Ceará tratou de jogar a pressão para o leão dizendo que o Vitória é o favorito, mas Ney tratou logo de minimizar e dizer que o time tem que se esforçar, respeitar o adversário e buscar o jogo.

A expectativa é de um grande publico hoje no estádio de Piuaçu, as informações é que até o ontem já haviam sido vendidos antecipadamente 8 mil ingressos.

 

FICHA TÉCNICA

Vitória X Ceará

Copa do Nordeste

Local: Pituaçu, Salvador

Data:16/02/2014

Horário: 16h

Árbitro: Renan Roberto de Souza (PB)

Auxiliares: José Maria de Lucena Netto (PB) e Oberto da Silva Santos (PB)

 

Vitória: Wilson; Ayrton, Rodrigo Defendi, Matheus Salustiano e Juan; Luiz Gustavo (José Wellison), Cáceres, Escudero e Mauri; Marquinhos e Dinei.  Técnico: Ney Franco

Ceará: Luís Carlos; Samuel Xavier, Sandro, Anderson e Hélder Santos; João Marcos, Leandro Brasília, Ricardinho e Souza; Magno Alves e Bill. Técnico: Sérgio Soares.

HISTORICO

Estatísticas dos Jogos Entre Vitória e Ceará

Na retrospectiva dos jogos: Vitória x Ceará pela Copa do Nordeste foram realizados nove jogos, com três triunfos do Vitória, cinco empates e um triunfo do Ceará (sendo cinco jogos realizados em Salvador e quatro em Fortaleza). Com 16 gols feitos pelo Vitória e 15 gols feitos pelo Ceará.  Os dois times nunca se enfrentaram no estádio Metropolitano de Pituaçu.

Na estatística geral, foram 31 jogos entre Vitória e Ceará, o Vitória venceu 11 jogos, o Ceará venceu nove e houve 11 empates. O Vitória fez 44 gols e o Ceará fez 45, os dois times já se enfrentaram pelas seguintes competições: Brasileirão (10 jogos), Série B (05 jogos), Copa do Nordeste (09 jogos), Torneio Amistoso (01 jogo) e Amistosos (06 jogos). O último jogo entre Vitória e Ceará ocorreu há um ano. O Rubro negro foi goleado pelo Ceará em pleno Barradão, por 4 a 1, pela Copa do Nordeste do ano passado

TODOS OS JOGOS ENTRE VITÓRIA E CEARÁ

Nº 01: Ceará 0 x 1 Vitória (29/09/1953, Presidente Vargas)

Competição: Amistoso

Gol: Juvenal

 Público: 7.897

         Vitória: Nadinho, Valvir, Alirio e Purunga; Gago e Joel; Pombinho,

Alencar, Juvenal, Quarentinha e Ciro.

         Técnico: Tintas

Nº 02: Vitória 1 x 0 Ceará (09/03/1961, Fonte Nova)

Competição: Amistoso

Gol: Luciano

 Público: N.D.

         Vitória: Wilson, Valvir, Medrado e Boquinha; Adilson e Roberto;

Matos,Valdir, Carlinhos, Armandinho e Ricardo.

         Técnico: Pinguela

Nº 03: Ceará 1 x 1 Vitória (25/09/1966, Presidente Vargas)

Competição: Amistoso

 Gols: Léo (Vit) e Guga (Cea)

 Público: 1.659

          Vitória: Ouri, Tinho, Romenil, Nelinho e Mundinho; Edmundo, Olívio

e Fontoura; Léo, Cleber e Itamar.

    Técnico: Palmeira

Nº 04: Vitória 2 x 7 Ceará (29/06/1972, Fonte Nova)

Competição: Torneio Quadrangular

Gols: Zé Eduardo e Mário Sérgio (Vit); Samuel (3), Magela (2),

Téia e Jorge Costa (Cea)

Público: 13.457

Vitória: Neury, Luiz Mota, Leléu, Válter e Antonino; Juarez (Resende) e

Luciano; Osni, Zé Eduardo (Rubinho), André Catimba e Mário Sérgio.

Técnico: Djalma Santos

Nº 05: Ceará 0 x 0 Vitória (20/09/1972, Presidente Vargas)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 72

 Público: 16.795

          Vitória: Agnaldo, Luiz Mota, Luis Rangel, Válter e França; Marco Aurélio,

Fernando e Mário Sérgio; Almiro, André Catimba e Osni.

Técnico: Jorge Vieira

Nº 06: Vitória 1 x 1 Ceará (05/04/1973, Fonte Nova)

Competição: Amistoso

Gols: Osni (Vit) e Da Costa (Cea)

Público: N.D.

          Vitória: Agnaldo, Claudio Deodato, Dutra, Valter e França;

Mário Sergio e Fernando; Gibira, Piolho, Davi Chaves e Osni.

     Técnico: Paulinho de Almeida

Nº 07: Vitória 0 x 1 Ceará (16/09/1973, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 73

Gol: Zé Eduardo

Público: 20.205

          Vitória: Pedro Paulo, Valdir Espinosa, Dutra, Valter e Jorge Valença;

Davi, Humberto (Fernando Rabelo) e Fernando (Deco); Almiro,

André Catimba e Osni

Técnico: Carlos Castilho

Nº 08: Ceará 1 x 0 Vitória (18/11/1973, Castelão)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 73

Gol: Erandi

Público: 17.416

          Vitória: Agnaldo, Roberto, Válter, Roberto, Dutra e França; Mário Sérgio,

Fernando e Daniel; Osni, Gibira (Deco) e André Catimba (Piolho)

Técnico: Carlos Castilho

Nº 09: Vitória 1 x 2 Ceará (04/03/1977, Fonte Nova)

Competição: Amistoso

Gols: Zé Julio (Vit); Oliveira (2) (Cea)

Público: N.D.

         Vitória: Gélson, Claudio Deodato, Amadeu, Edair e Jurandir;
         Sena e Édson; Mário (Zé Alberto), Zé Júlio, Zé Dias e Ademir.

         Técnico: Sérgio Moacir Torres

Nº 10: Vitória 4 x 1 Ceará (24/10/1979, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 79

Gols: Sena (3) e Marquinhos (Vit); Chinês (Cea)

Público: 8.326

          Vitória: Iberê, Joca, Zé Preta, Otávio Souto e Eraldo; Marquinhos (Zé Mário),

Edson Silva e Sena; José Julio, Monteiro e Carlinhos (Pita).

Técnico: Aymoré Moreira

Nº 11: Vitória 0 x 5 Ceará (05/03/1980, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 80

Gols: Ivanir (2), Jangada, Gilson Pantera e Carlinhos

Público: 11.103

          Vitória: Pavão, Válder, Otávio Souto, Xaxá e Vinicius; Edson Silva,

Dendê e Sena; Wilton (Jorge Luís), Pita (Ivo) e Sivaldo.

Técnico: Orlando Peçanha

Nº 12: Ceará 3 x 1 Vitória (30/11/1980, Presidente Vargas)

Competição: Amistoso

Gols: Lúcio Santarém, Ivanir e Jorge Nei (Cea); Zé Augusto (Vit)

Público: 11.694

          Vitória: Bagatini, Paulo Maurício, Amadeu (Xaxá), Zé Preta e

Válder (Marquinhos); Édson Silva, Zé Augusto e Alberto Leguelé;

Wilton, Tadeu Macrini e Paulinho.

Técnico: Carlos Frôner.

Nº 13: Vitória 1 x 0 Ceará (14/11/1987, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 87

Gol: Edvaldo

Público: 7.264

          Vitória: Borges, Dema, Fernando, Anauri e Zelito; Bigu, Luis Fernando e

Pedro Haroldo (Lula Baiano); Julinho (Rosinaldo), Junior e Edvaldo

Técnico: Valmir Louruz

Nº 14: Ceará 0 x 3 Vitória (15/09/1993, Presidente Vargas)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 93

Gols: Claudinho (3)

Público: 20.371

         Vitória: Dida, Rodrigo, João Marcelo, Evandro e Renato Martins;

Gil Sergipano, Paulo Isidoro (China) e Roberto Cavalo; Claudinho,

Alex Alves e Pichetti (Giuliano)

Técnico: Fito Neves

Nº 15: Vitória 2 x 1 Ceará (20/10/1993, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 93

Gols: Alex Alves e Fabinho (Vit); Ronaldo (Cea)

Público: 9.098

          Vitória: Dida, Rodrigo, João Marcelo, China e Renato Martins;

Gil Sergipano, Paulo Isidoro e Roberto Cavalo; Claudinho,

(Gerônimo),  Alex Alves e Pichetti (Fabinho)

Técnico: Fito Neves

Nº 16: Ceará 3 x 3 Vitória (26/03/1997, Castelão)

Competição: Semifinais da Copa do Nordeste de 97

Gols: Agnaldo (2) e Flávio Tanajura (Vit); Israel, Bechara e Nilton (Cea)

Público: 6.874

Vitória: Nilson, Russo, Flávio Tanajura, Junior Tuchê e Esquerdinha;

Bebeto Campos (Emerson), Chiquinho Pernambucano,

Preto Casagrande (Hélcio) e Úeslei; Agnaldo e  Bebeto

Técnico: Arturzinho

Nº 17: Vitória 3 x 2 Ceará (23/04/1997, Barradão)

Competição: Semifinais da Copa do Nordeste de 97

Gols: Bebeto (2) e Agnaldo (Vit); Bechara (2) (Cea)

Público: 2.157

Vitória: Nilson, Russo, Flávio Tanajura, Junior Tuchê e Esquerdinha;

Bebeto Campos, Chiquinho Pernambucano (Eron),

Hélcio(Gil Baiano) e Úeslei; Agnaldo e Bebeto

Técnico: Arturzinho

Nº 18: Ceará 1 x 1 Vitória (19/01/2000, Castelão)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2000

Gols: Kléber (Vit) e Adelmo (Cea)

Público: 12.091

         Vitória: Paulo Musse; Paulo Henrique (Allan Delon), Flávio, Moisés

e Leandro; Tácio, Fábio Augusto, Kléber (Pedro Paulo) e Fernando;

Tuta e Artur (Paulo Rodrigues).

Técnico: Marco Aurélio.

Nº 19: Vitória 0 x 0 Ceará (06/02/2000, Barradão)

 Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2000

Público: 691

         Vitória: Paulo Musse; Wilson, Flávio Tanajura, Moisés e Leandro;

Pedro Paulo (Marcelo Paulista), Fernando, Fernandinho e

Allan Delon (Moura); Edmilson e Manoel (Cláudio).

Técnico: Marco Aurélio.

Nº 20: Ceará 3 x 3 Vitória (31/01/2001, Presidente Vargas)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2001

Gols: Dudé, Esquerdinha e Jairo Lenzi (Cea); Dudu, Flávio e Tácio (Vit)

Público: 7.720

         Vitória: Jean; Rodney, Pedro Paulo e Marcone; Wilson, Tácio, Xavier,

Dudu (Artur) e Leandro; Cláudio (Alessandro Bocão) e Flávio (Moura).
Técnico: Mário Sérgio.

Nº 21: Vitória 2 x 1 Ceará (30/01/2002, Barradão)

Competição: 1ª Fase do Campeonato do Nordeste de 2002

Gols: Fernando (2) (Vit); Jajá (Cea)

Público: 1.778

         Vitória: Jean, Maurício, Índio, Marcos e Paulo Rodrigues;

Xavier, Fernando, Leandro e Samir (Ramalho);

André e Osmanovic.

Técnico: Arturzinho.

Nº 22: Vitória 1 x 2 Ceará (27/08/2005, Barradão)

Competição: 1ª Fase da Série B de 2005

Gols: Leandro Domingues (Vit); Camanducaia e Reinaldo Aleluia (Cea)

Público: 9.926

          Vitória: Juninho, Edílson (Gilmar), Itamar, Jardel e Sandro; Xavier,

Donizete Amorim, Leandro Domingues e Magnum (Vinícius);

Somália (Alex Alves) e Alecsandro.

Técnico: Renê Simões

Nº 23: Ceará 0 x 3 Vitória (26/05/2007, Presidente Vargas)

Competição: 1º Turno da Série B de 2007

Gols: Joãozinho (2) e Alisson

Público: 18.265

         Vitória: Émerson, Apodi, Jean, Wallace e Alisson; Jackson (Chicão),

Vanderson, Garrinchinha e Bida (Jefferson); Joãozinho (Sorato) e Índio.
Técnico: Givanildo Oliveira

Nº 24: Vitória 2 x 2 Ceará (01/09/2007, Barradão)

Competição: 2º Turno da Série B de 2007

Gols: Marcus Vinicius e Chicão (Vit); Cauê e Rômulo (Cea)

Público: 25.176

         Vitória:Ney, Apodi, Marcelo Batatais, Wallace e Alysson (Williams);

Chicão, Bida (Caíque), Jackson e Marcus Vinícius (Sorato);

Joãozinho   e Edílson.

Técnico: Marco Aurélio

Nº 25: Ceará 1 x 0 Vitória (22/05/2010, Castelão)

Competição: 1º Turno do Brasileiro de 2010

Gol: Washington

Público: 17.416

         Vitória: Vinícius, Nino Paraíba, Wallace, Renier e Maurim;

Vanderson, Uelinton, Ricardo Conceição (Neto Coruja) e

Renato (Jacson);  Elkeson (Schwenck) e Junior.

Técnico: Ricardo Silva

Nº 26: Vitória 0 x 0 Ceará (15/09/2010, Barradão)

Competição: 2º Turno do Brasileiro de 2010

Público: 9.082

         Vitória: Viáfara, Láo (Eduardo), Wallace, Anderson Martins e Egídio;

Ricardo Conceição, Bida (Schwenck), Vanderson e Ramon Menezes;

Elkeson e Junior (Kléber Pereira)

Técnico: Ricardo Silva

Nº 27: Vitória 1 x 1 Ceará (20/10/2010, Barradão)

Competição: 1ª Fase da Copa Nordeste de 2010

 Gols: Fernando (Vit) e Junior Cearense (Cea)

Público: 1.546

         Vitória: Lee, Jonas, Gabriel Paulista, Alan Henrique (Dankler) e Sheldon;

Lucas Garcia, Fernando (Marconi), Renato e Thiago Humberto (Edson);

Soares e Schwenck.

Técnico: Ricardo Silva

Nº 28: Ceará 1 x 3 Vitória (24/08/2012, Presidente Vargas).

Competição: 1º Turno da Série B de 2012

Gols: Mota (Cea); William, Elton e Pedro Ken (Vit).

Público: 15.011

              Vitória: Deola Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Gílson;

Michel, Uelliton (Rodrigo Mancha), Pedro Ken e Willie (Rodrigo Costa);

William e Elton (Tartá)
             Técnico: Paulo César Carpegiani.

 

Nº 29: Vitória 1 x 1 Ceará (24/11/2012, Barradão)

Competição: 2º Turno da Série B de 2012

 Gols: William (Vit) e Heleno (Cea)

Público: 35.000

         Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Victor Ramos e Mansur;

Fernando Bob (Marcelo Nicácio), Michel (Rodrigo Mancha), Willie e Pedro Ken;

Dinei e William
         Técnico: Paulo César Gusmão

Nº 30: Ceará 0 x 2 Vitória (14/02/2013, Presidente Vargas).

Competição: Quartas de Finais da Copa do Nordeste de 2013

Gols: Renato Cajá e Escudero.

Público: 12.698

             Vitória: Deola, Nino Paraíba, Gabriel Paulista, David Braz e Mansur

(Cardoso); Rodrigo Mancha, Luís Alberto, Cáceres e Renato Cajá;

Marcelo Nicácio (Marquinhos) e Escudero (Maxi Biancucchi).

Técnico: Caio Júnior.

Nº 31: Vitória 1 x 4 Ceará (17/02/2013, Barradão)

Competição: Quartas de Finais da Copa do Nordeste de 2013

 Gols: Maxi Biancucchi (Vit); Magno Alves, Rafael Vaz, Eric e Pingo (Cea);

Público: 11.494

          Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, David Braz (Mansur) e

Cardoso; Rodrigo Mancha (Marquinhos), Luís Alberto, Maxi Bianccuchi e

Renato Cajá; Escudero e Marcelo Nicácio (Dinei).

Técnico: Caio Júnior.          

 

RESUMO ESTATISTICO

 

Maior Goleada do Vitória: Vitória 4  x 1 Ceará (pela 1ª fase do Brasileiro de 79, na Fonte Nova)Maior Goleada do Ceará: Vitória 2  x 7 Ceará (por um Torneio Amistoso Quadrangular, na Fonte Nova)

Maior Goleador dos Confrontos: Sena, Claudinho, Fernando e Agnaldo (Vit) com (3 gols cada) e Samuel (Ceará, com 3 gols).

Partida com Maior Número de Gols: 09 Gols no jogo Vitória 2 x 7 Ceará  na famosa goleada que o Ceará aplicou no Vitória na Fonte Nova, por um Torneio Amistoso, em 1972 (cinco dias após o feriado de São João)

Placar mais Repetido: 1 a 0 (seis partidas)

Média de Gols: 2,9 gols por partida (89 gols em 31 jogos)

Maior Público Pagante: 35.000 pagantes no Barradão, no jogo: Vitória 1 x 1 Ceará,  pelo 2º turno da Série B de 2012.

Menor Público Pagante: 691 pagantes no Barradão, no jogo: Vitória 0 x 0 Ceará, pela 1ª fase da Copa do Nordeste de 2000,

Média de Público Pagante: 11.470 pagantes por jogo

Partida com Maior Número de Gols: 09 Gols no jogo Vitória 2 x 7 Ceará  na famosa goleada que o Ceará aplicou no Vitória na Fonte Nova, por um Torneio Amistoso, em 1972 (cinco dias após o feriado de São João)

Maior seqüência invicta do Vitória sobre o Ceará: 8 jogos, de: 14/11/1987 a 30/01/2002

(cinco triunfos e três empates)

Maior seqüência invicta do Ceará sobre o Vitória: 7 jogos, de: 25/09/1966 a 04/03/1977 (quatro triunfos e três empates)

Curiosidades de Vitória x Ceará:

 

 

– O primeiro jogo entre os dois clubes, ocorreu em 1953, em um amistoso no estádio Presidente Vargas em Fortaleza, o Vitória venceu o Ceará com um gol do atacante Juvenal, um dos maiores goleadores da história do Vitória.

 

 

– Já goleamos o Ceará três vezes em seus domínios e todos foram no estádio Presidente Vargas, o PV.  As partidas ocorreram em: 1993 (3 a 0 pelo Brasileirão), 2007 (3 a 0 pela Série B) e em 2012 (3 a 1, pela Série B)

 

 

– O maior público pagante entre Vitória e Ceará ocorreu no Barradão pela última rodada da Série B de 2012. Foram 35.000 pagante s e 37.566 pessoas presentes para ver o acesso do Vitória à elite do futebol brasileiro. A partida terminou empatada em 1 a 1, resultado suficiente para que o Rubro Negro se garantisse para a Série A de 2013. A quase totalidade do publico presente ao estádio se emocionou e vibrou bastante após o jogo, afinal o Leão da Barra retornava à Série A depois de dois anos fora.

– As duas maiores goleadas da história dos confrontos entre os dois times, foi aplicada pelo Ceará, e uma delas foi de 7 a 2, em plena Fonte Nova, uma das maiores goleadas já sofridas pelo Vitória em Salvador, esse fato que ocorreu em 1972, por um Torneio Quadrangular,cujos participantes foram: Paysandu, Bahia, Ceará e Vitória. O Rubro Negro, mesmo contando com um timaço na época: Osni, André Catimba, Mário Sérgio e outros, mesmo assim, foi goleado na Fonte Nova.

.