Escudero, Rhayner, Keno e Rodrigo esquentam os bastidores de especulações


ESPECULAÇÕES

Ansiosa por contratações a torcida do Vitória novamente ver alguns nomes ganharem forças nos bastidores, o que só faz aumentar o desespero pelo anuncio de maneira oficial por reforços, o vice presidente Manoel Matos falou acerca do assunto e o LMP correu atrás de novas informações.

Rodrigo Ramallo: A informação é que de fato o rubro negro tem um pré contrato com o atleta boliviano e que na abertura da janela internacional ele se apresentará na toca do leão com vínculo de 1 ano.

Escudero: Muito se falou desde a saída do gringo e sua visita a toca só reforçou os boatos de que ele será repatriado, a diretoria nega mas admiti que há interesse no ‘DEUS DA 11″ o problema seria a liberação do Puebla do México clube que detém os direitos do atleta, a antiga divida com o clube não seria empecilho de acordo com as fontes e o que pesa a favor é a forte adaptação da família do atleta com Salvador.

Rhayner: O preferido de Manoel Matos, esta em queda livre na Ponte e tem mantido conversas desde a saída no inicio do ano com dirigentes do Vitória, acerto estaria próximo e vice diretor espera anunciar o velocista como jogador do clube.

Keno: Destaque do Santa Cruz na temporada, teve o nome ventilado como reforço mas hoje o Santa Cruz renovou o contrato com o mesmo e comprou 60% do seu passe, essa valorização teria assustado o Vitória e com isso o jogador não deverá vestir o manto, apesar do desejo do Santa, o São Paulo teria feito proposta que agrada e o atleta pode desembarcar no tricolor paulista.

OPINIÃO LMP

O que me assusta nessa nova lista é a falta de laterais, carecemos de jogadores de qualidade tanto na direita em que Norberto e Maicon Silva oscilam bastante e Diego Renan não consegue marcar na lateral esquerda, o setor é frágil e de longe o mais fraco do time leonino nesse campeonato, não consigo acreditar que a diretoria não vai anunciar bons nomes para assumirem a camisas “02 e 06”.

Repatriar é a filosofia do clube nas ultimas gestões, se algum jogador foi razoavelmente bem aqui, seu nome sempre aparece numa lista de prováveis reforços e não são raros os casos em que houve a concretização, por isso nomes de Escudero e Rhayner são fortes e Rogerio afastado no São Paulo também mas eu prefiro aguardar as concretizações mesmo com toda letargia da diretoria.

Anúncios

Vitória um time vivendo de especulações


especulações

O Vitória tem apresentado carências em algumas posições e por isso a necessidade de contratações e muitos nomes tem aparecido como de prováveis reforços do rubro negro mas nenhum até o momento saiu do status de especulação para contratado de fato.

Desde as finais do estadual, o torcedor vive a expectativa de novos jogadores para atuar com o manto rubro negro e os nomes que surgiram neste tempo agradaram em muito mas a cada dia parece ficar mais distante de desfechos felizes.

Escudero e Rhayner destaques na temporada passada no clube vivem na pauta dos noticiários esportivos Baiano, uma falta de adaptação do Argentino e de sua família seria o motivo principal para seu retorno e por muitas vezes Raimundo Viana e Matos andaram afirmando que houve ligações do atleta e conversas mas atualmente desconversam.

O mesmo acontece com Rhayner que sem espaço na Ponte estaria insatisfeito e queria um acordo com a macaca e retornar a toca o que ate agora não ocorreu.

Depois foi a vez de Cárdenas, é verdade que o clube andou procurando o meia no inicio da temporada mas o valor de 1 milhão de dólares de luvas teria jogado água fria no negócio.

Alex,Dátolo e Marlone também tiveram seus nomes citados mas os dois primeiros voltaram a atuar em seus clubes e Marlone deve ser trocado por Damião em negociação entre Corinthians e Santos.

A verdade é que o Vitória precisa de reforços urgente, 1 lateral direito, outro esquerdo, 1 segundo volante,1 Armador e 1 centroavante dariam forma ao elenco de Vagner Mancini e acalentariam os corações dos torcedores que desejam ver as lacunas em campo serem preenchidas por bons nomes.

Após triunfo sobre o Corinthians presidente Raimundo Viana disse que esta semana o clube não deve anunciar ninguém mas reafirmou que haverá 6 reforços para o brasileiro e que ele, Manos Matos, Anderson Barros e o treinador Vagner Mancini estão trabalhando em nomes fortes que darão muita qualidade ao time. Agora é aguardar e esperar que toda essa demora tenha válido a pena e que os nomes que vierem a ser anunciados sejam verdadeiros reforços que assumam a titularidade e correspondam em campo.

[BAVI-BAHIA 1X3 VITÓRIA] O leão mostra mais uma vez quem manda na Fonte Nova!


bahia 1x3 VITÓRIA BAVI

O Vitória continua a passear na Arena Fonte Nova, não importa o quanto os torcedores e até jogadores do rival vociferem os números mostram quem é o verdadeiro dono do estádio, mais um triunfo e o rubro negro passa 2015 invicto nos clássicos 2 triunfos e 1 empate e o 3×1 de hoje ainda sacramentou a 100ª partida de Vagner Mancini comandando o Leão em 3 passagens pelo clube.

O BAVI

Estádio lotado, festa nas arquibancadas e aos 15 segundos gol do Bahia num vacilo total de todo o time do Vitória que ainda não havia percebido que o arbitro já havia iniciado a partida, bola tocada de pé em pé, marcação frouxa e Kieza apareceu livre para fazer Bahia 1×0. A unica coisa que não deveria ocorrer, o único fator  que poderia tirar o triunfo do Vitória era realmente sofrer um gol logo no inicio mas o time foi maduro e conseguiria reverter.

Com 1×0 no placar o rubro negro parecia nervoso, errava muitos passes e não conseguia criar, era o momento do rival aproveitar mas eles adotaram uma postura errada e custou caro, ao tentar buscar os contra ataques o Bahia levou o leão ao ataque, porém foi num contra ataque fulminante que Escudero empatou o jogo aos 28 minutos do 1º tempo, a jogada foi iniciada pelo próprio argentino que recebeu antes do meio e tocou rápido e avançou por trás da defesa para pegar o rebote de Douglas Pires, após conclusão de Elton no lançamento de Diogo Matheus, 1×1 e o domínio do Vitória começa a ficar mais claro.

Finalzinho do segundo tempo e o lance que definiu completamente a partida, Kieza meteu a mão na bola e fez o gol, bem anulado por Leandro Pedro Vuaden que aplicou o segundo cartão amarelo e expulsou o camisa 9 do Bahia, confusão em campo, muita reclamação e parece que nos vestiários  da fonte a coisa ficou quente e isso desestabilizou ainda mais o rival.

O Vitória com um a mais voltou soberano para o segundo tempo, comandava as ações e buscava o gol e após cobrança de escanteio de Escudero a bola foi cabeceada na área e ficou livre para Rhayner que chutou estranho mas marcou o segundo, Bahia 1 x 2 Vitória. Tudo que o Vitória queria, com placar e quantidade numérica vantajosa, o leão passou a administrar e só não sacramentou logo por que o bandeira anulou corretamente o gol de Elton de cabeça.

O Bahia até que tentava mas esbarrava em Ramon e Gatito e nesse momento Mancini já percebendo a queda de rendimento fez mudanças na equipe para garantir os 3 pontos e quando parecia que o Vitória não tinha mais pretensões, tocando a bola pro lado e pro outro, eis que Diego Renan toca para Elton que lindamente fazo pivô e de calcanhar toca na entrada da área o lateral do Vitória dá um chutaço que toca na trave e morre no fundo das redes sacramentando o triunfo do Vitória.

Após o terceiro, a expectativa era de mais gols e mais uma goleada na Arena, porém o rubro negro não estava com tanto apetite e fez apenas gastar o tempo como rival fragilizado em campo e a torcida de 4 mil rubro negros calando 33 mil tricolores na Arena FONTE NOSSA!

O vitória diminuiu para 4 pontos a distância para o Botafogo na briga pelo título, aumentou a distância para o quinto colocado o próprio Bahia em 5 pontos e terá mais duas partidas em casa para consolidar o retorno a primeira divisão.

 

SÉRIE B – 29ª RODADA
Bahia 1 x 3 Vitória
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Horário: 16h30
Gols: Kieza, Escudero, Rhayner e Diego Renan
Cartões amarelos: Amaral, Diogo Mateus e Ramon (Vitória). Kieza, Maxi, Tiago Real e Yuri (Bahia)
Cartões vermelhos: Kieza
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison e Carlos Henrique Selbach
Bahia: Douglas Pires; Railan, Robson, Gustavo e João Paulo; Yuri, Paulinho Dias (Souza), Tiago Real e Eduardo(João Paulo Penha); Maxi Biancucchi e Kieza. Técnico: Sérgio Soares
Vitória: Gatito; Diogo Mateus, Kanu, Ramon e Diego Renan; Amaral, Pedro Ken, Vander, Rhayner (David) e Escudero (Jorge Wagner); Elton. Técnico: Vagner Mancini.

[BAHIA X VITÓRIA] Clássico quente com clima de decisão!


bahia x VITÓRIA BAVI

Bem diferente do ultimo encontro quando goleou por 4×1 no Barradão. O Vitória chega ao clássico com moral, antes desanimado e em crise pelas eliminações do primeiro semestre, agora o rubro negro enfrenta o rival com a expectativa de se consolidar no G-4 e diminuir a distância para o líder Botafogo e de quebra instaurar uma possível crise no tricolor que por sua vez tenta ganhar novo folego na competição, já que vive um momento de grande instabilidade e perder hoje sacramenta sua saída do grupo dos 4 e pode ocasionar a demissão do treinador Sergio Soares.

O Vitória esta na segunda colocação com 49 pontos e 14 Vitórias, triunfando  abrirá 5 pontos e terá 3 triunfos a mais nos critérios de desempate do que o 5º colocado o proprio Bahia que possui  47 pontos e 12 Vitórias. O Bahia busca passar o rival, fato poucas vezes conseguidas nesse brasileiro, triunfando voltaria ao G-4 e ainda ficaria com 1 ponto de vantagem do rubro negro, dando o gás que eles precisam para encarar essa reta final.

Sem muitos mistérios o Vitória de Vagner Mancini esta escalado e a única ausência é do zagueiro Guilherme Mattis que foi expulso polêmicamente no ultimo jogo, recuperado Diogo Matteus deve reassumir a lateral direita e Diego Renan volta a esquerda no lugar de Euller e a provavél escalação deverá ser: Júnior Gatito, Diego Renan, Kanu, Ramon e Euller; Amaral, Pedro Ken, Escudero e Rhayner; David e Elton.

Já no time de Itinga existe a briga na zaga entre Robson e Jailton e a dupla de ataque mesmo com tanto suspense deverá ser mesmo Kieza e Maxi Biancucchi que ao longo da semana se queixaram de dores mas treinaram normalmente no ultimo coletivo da semana, com isso o Bahia deverá is a campo com: Douglas Pires; Railan, Robson (Jailton), Gustavo e João Paulo;  Yuri, Paulinho Dias, Tiago Real e Eduardo; Zé Roberto (Maxi) e Kieza.

Estratégias: Enquanto o Bahia deverá atuar buscando fechar os espaços e adiantando a marcação, o Vitória deverá usar a velocidade de Diogo e Rhayner e também a forte bola parada de Escudero, o rubro negro deverá tomar as iniciativas enquanto o tricolor tentará sair em contra ataque.

Publico recorde na Fonte Nova e uma grande festa com toda certeza das torcidas no maior clássico do norte-nordeste um dos maiores do Brasil e porque não dizer do mundo. A beleza e rivalidade de um BAVI é inexplicavél e contagiante, já perdi as contas de quantos assisti, só tenho a certeza que sorri muito mais do que chorei e espero hoje comemorar mais uma vez e como sempre deixo uma provocação aos meus amigos tricolores, repetirei a frase do ultimo clássico: É na Fonte Nova!HAHAHA então menos de 5 eu nem comemoro!

PEGA LEÃO!

[VITÓRIA X OESTE] É hora de criar gordura


VITÓRIA X OESTE

O Vitória contou com a sorte para manter a liderança da série B na ultima rodada, quando perdeu mas foi beneficiado pelos insucessos dos adversários, hoje em casa o rubro negro quer voltar a vencer e quem sabe adquirir uma vantagem maior, a chamada gordurinha para ter um pouco de tranquilidade na competição, diante do Oeste o time comandado por Mancini tentará repetir o primeiro turno quando se recuperou de um réves diante da equipe de Roberto Cavalo.

Com o retorno do seu principal jogador Damian Ariel Escudero, e também com Diogo Mateus voltando a lateral, o Vitória ainda não terá força máxima mas ganha bons reforços, Mancini ainda não poderá contar com Fernando Miguel, Mattis e Pedro Ken.

O Oeste vem de empate em casa com o ABC e figurá na parte média da tabela com 27 pontos na 12ª colocação, tem como treinador o ídolo rubro negro Roberto Cavalo e conta com o experiente Fernandinho na lateral esquerda.

Para triunfar o leão terá que superar o bloqueio adversário, o Oeste deverá buscar o contra ataque, a chamada bola do jogo, buscar explorar os erros, por isso o Vitória terá que ter muita atenção, acertar os passes e aproveitar as chances logo no inicio para que assim o adversário possa adotar uma postura mais ofensiva e os espaços surjam, jogadas rápidas pelas laterais com Diogo e Diego, Rhayner e Escudero serão imprescindíveis para o triunfo, outro fator importante é a presença e apoio do torcedor rubro negro que deve comparecer em bom numero para empurrar o Leão a mais um triunfo rumo a primeira divisão.

 

FICHA TÉCNICA

Vitória x Oeste

Série B – 21ª rodada

Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador

Data: 25/08/2015

Horário: 19h

Árbitro: Leandro Saraiva Dantas de Oliveira (RN)

Assistentes: Luís Carlos Câmara Bezerra (RN) e Lorival Cândido Flores (RN)
Vitória: Júnior Gatito; Diogo Mateus, Kanu, Ramon e Diego Renan; Marcelo Mattos, Flávio, Escudero e David; Rhayner e Elton. Técnico: Vagner Mancini.

 

Oeste: Jeferson; Weldinho, Halisson, Ligger e Fernandinho; Leandro Mello, Elivélton, Renato Xavier e Patrick Silva; Wagninho e Júnior Negão. Técnico: Roberto Carvalo

 

VITÓRIA 4X1 BAHIA (JOGO COMPLETO) Campeonato brasileiro série B 2015


[Confiança x Vitória] Leão estreia na Copa do Nordeste e fala em recuperar hegemonia


maxresdefault

Dono de 5 títulos, maior vencedor do nordestão, o Vitória chega a terceira edição do novo Lampions League sob os olhares de desconfiança, nas duas ultimas o leão não conseguiu rugir, pelo contrario foi eliminado de maneira vergonhosa, mas desta vez a equipe comandada por Ricardo Drubscky promete ser diferente, todos se dizem focados na conquista do hexa e a recuperação da hegemonia, para isso o rubro negro estreia contra o Confiança em Sergipe na reabertura do Batistão.

O Vitória deve formar com o mesmo time que empatou na estreia do baiano, mesmo sem ter treinado, Escudero, Jorge Wagner e Nino foram relacionados e viajaram junto com a equipe e segundo o médico do clube não preocupam para partida.

COPA DO NORDESTE E ESPORTE INTERATIVO

Foi publicado na tarde de ontem que o canal esporte interativo ganhou espaço na grade da poderosa sky e que a partir de março os assinantes poderão curtir o EI e o EI Nordeste na segunda maior empresa de TV por assinatura do país, com isso a Copa do Nordeste ganha ainda mais força e visibilidade, os próximos contratos de marketing e publicidade devem ser em muito valorizados e a audiência da competição deve crescer significativamente, uma ótima oportunidade para o fortalecimento do futebol da região nordeste.

FICHA TÉCNICA

Confiança X Vitória

Copa do Nordeste – 1ª rodada

Local: Batistão, em Aracaju (SE)

Data: 04 de fevereiro de 2015, quarta-feira

Horário: 21h20
Árbitro: Charles Hebert Cavalcante (AL)
Auxiliares:  Otávio Correia de Araújo (AL) e Pedro Jorge Santos (AL)

Confiança:  Everson; Diogo, Valdo, Heverton Luiz e Altemar; Flávio, Richardson, Wallace Pernambucano e Everton Santos;  Leandro Kivel e Bibi. Técnico: Betinho

Vitória: Fernando Miguel; Nino Paraíba, Ednei, Kadu e Mansur; Amaral, José Welison, Vander, Escudero e Jorge Wagner; Neto Baiano.  Técnico: Ricardo Drubskcy

REABILITAÇÃO: Escudero e Willie progridem no tratamento


escudero e willie

Escudero já caminha sem o auxílio do par de muletas. Operado da LCA (lesão do cruzado anterior) do joelho direito, o meia argentino está em fase treino de marcha e tratamento com os fisioterapeutas Clício Alves, Michel Aguiar e Dilson Conceição.

Realiza também treino funcional na academia com a orientação do professor Lucas Itaberaba, assistente da preparação física. Escudero completa 15 dias de operado nesta quarta-feira.
Em fase mais avançada, após a cirurgia de menisco do joelho direito, o atacante Willie realiza treino proprioceptivo, reforço muscular na academia e nesta terça-feira foi submetido à avaliação com o fisioterapeuta Anderson Araújo no aparelho isocinético.
A previsão é que em duas semanas, Willie esteja em campo para atividades controladas.
SITE OFICIAL DO VITÓRIA

[Vitória x América-RN] Leão estreia na Copa do Nordeste e mira o hexa


VITÓRIA X AMÉRICA-RN

Com a base do time que encantou o Brasil pelo futebol ofensivo e envolvente que ter minou o brasileiro na quinta colocação, o Vitória vai em busca do hexa campeonato largando contra o também campeão da competição, América de Natal.

O time de Ney Franco vem forte e no jogo treino goleou o até então líder do campeonato baiano, Jacuipense por 5×0. A expectativa é de um bom publico no Barradão apesar do horário de 19:00 horas que é incomum para o domingo. E por falar na nossa casa, esse será o jogo de despedida do estádio que entrará em reforma para alcançar o padrão FIFA de centro de treinamento de seleção para copa do mundo, o rubro negro deve mandar seus jogos no Pituaçu por todo o primeiro semestre.

Ney ainda tem duvida no time titular,Tarracha, Willie e Alan Pinheiro brigam com Mansur, Willian Henrique e Pedro Oldoni .

nordestão

Estatísticas dos Jogos Entre Vitória e América – RN

Vitória e América-RN se enfrentaram 11 vezes pela Copa do Nordeste. Foram  oito triunfos do Vitória, dois triunfos do América-RN e um empate. Nos jogos disputados no Barradão, o Rubro Negro leva vantagem, pois venceu seis jogos e ocorreram três empates, em nove jogos realizados (sendo seis jogos pela Copa do Nordeste, dois jogos pelo Brasileirão e um jogo pela Série B). Lembrando que nos últimos dois confrontos no Barradão, o Vitória não venceu o América – RN (foram dois empates)

Na estatística geral, foram 21 jogos entre Vitória e América-RN e a vantagem é do Rubro Negro, o Vitória venceu 12 jogos, o América-RN venceu três e houve seis empates, com 43 gols feitos pelo Vitória e 23 feitos pelo América-RN, os dois times já se enfrentaram pelas seguintes competições: Brasileirão (seis jogos), Série B (dois jogos), Copa do Nordeste (11 jogos) e Torneios (dois jogos). Vale lembrar que o Rubro Negro não perde para o América-RN há quase 14 anos (ou nove jogos).

NORDESTE

 JOGOS ENTRE VITÓRIA E AMÉRICA-RN

Nº 01: América – RN 1 x 1 Vitória (24/10/1973, Castelo Branco)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 73

Gols: João Daniel (Ame) e André Catimba (Vit)

Público: 7.394

          Vitória:  Agnaldo, França, Valter, Dutra e Jorge Valença; Mário Sérgio,

Davi e Deco; André Catimba, Didi (Luciano) e Osni

Técnico: Carlos Castilho

Nº 02: América – RN 0 x 1 Vitória (02/12/1973, Castelo Branco)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 73

Gol: André Catimba

Público: 9.207

          Vitória:  Agnaldo, Roberto, Valter, Dutra e França; Mário Sérgio,

Davi, Fernando (Gibira) e Deco; André Catimba e Osni (Titi)

          Técnico: Carlos Castilho

Nº 03: Vitória 1 x 1 América – RN (06/04/1974, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 74

 Gols: André Catimba (Vit) e Garcia (Ame)

 Público: 9.645

         Vitória: Joel Mendes, Roberto, Valter, Dutra e França; Mário Sérgio,

Luciano (Roberto Menezes) e Didi (Natal); André Catimba, Davi e Osni.

Técnico: Carlos Castilho

Nº 04: América – RN 1 x 0 Vitória (14/11/1976, Castelo Branco)

Competição: Torneio José Américo de Almeida Filho

Gol: Santa Cruz

Público: 7.796

          Vitória: Williams, Jurandir, Joãozinho, Valter e Teixeira; Paulo Roberto,

          Léo Oliveira e Silvinho; Zé Júlio, Geraldão e Fischer (Ferreti).

         Técnico: Denílson

Nº 05: América – RN 0 x 3 Vitória (18/12/1976, Castelo Branco)

Competição: FINAL do Torneio José Américo de Almeida Filho

Gols: Zé Júlio (2) e Geraldão

Público: 6.860

          Vitória: Williams, Jurandir, Joãozinho, Valter e Teixeira; Paulo Roberto,

          Léo Oliveira e Valdo; Zé Júlio, Geraldão (Joel Leão), Ferreti (Leninho).

Técnico: Denílson

         OBS; Vitória: Campeão do Torneio José Américo de Almeida Filho.

Nº 06: Vitória 8 x 1 América – RN (23/03/1980, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 80

Gols: Sena (3), Válder (2), Pita, Sivaldo e Tatá (Vit); Tarso (Ame)

 Público: 11.111

         Vitória: Gelson, Válder, Zé Preta, Otávio Souto, Xaxá e Luciano;

Sena e Pita (Zé Júlio); Tatá, Zé Mário (Dendê) e Sivaldo

Técnico: Orlando Peçanha

Nº 07: Vitória 1 x 1 América – RN (01/10/1997, Barradão)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 97

Gols: Kléber

 Público: 9.886

         Vitória: Zé Carlos, Russo, Flávio Tanajura (Emerson), Marcone e Rubem;

Preto Casagrande (Kléber), Bebeto Campos, Luiz Gustavo (Gil Baiano) e Uéslei;

Saulo e Túlio Maravilha

Técnico: Evaristo de Macedo

Nº 08: Vitória 2 x 1 América – RN (20/05/1998, Barradão)

Competição: 1º jogo da FINAL da Copa do Nordeste de 1998

Gols: Evando e Flávio Tanajura (Vit); Leonardo (Ame)

 Público: 3.631

         Vitória: Sérgio, Paulo Cezar (Donizete Amorim),Flávio Tanajura, Fábio

Bilica; (Alex Mineiro) e Esquerdinha; Preto Casagrande, Donizete Oliveira

e Kléber (Elvis); Alex Mineiro (Renato Nascimento) Evando e Petkovic

Técnico: Hélio dos Anjos

Nº 09: América – RN 3 x 1 Vitória (04/06/1998, Machadão)

Competição: 2º jogo da FINAL da Copa do Nordeste de 1998

Gols: Biro-Biro, Paulinho Kobayashi e Carioca (Ame). Flávio Tanajura (Vit).

Público: N.D.

          Vitória: Sérgio, Paulo César (Donizete Amorim), Flávio Tanajura, Fábio Bilica

         e Esquerdinha; Donizete Oliveira, Preto Casagrande, Fernando (Evando) e

         Kléber (Alex Mineiro); Agnaldo e Petkovic.

         Técnico: Hélio dos Anjos

         OBS; América-RN: Campeão da Copa do Nordeste de 1998.

Nº 10: Vitória 3 x 0 América – RN (16/09/1998, Barradão)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 98

Gols: Agnaldo, Petkovic e Esquerdinha

Público: 5.609

         Vitória: Sérgio, Paulo César, Flávio Tanajura, Elóy e Esquerdinha;

         Matuzalém, Donizete Amorim (Alex Mineiro), Donizete Oliveira e

         Petkovic (Moisés); Agnaldo (Hernandez) e Elivelton.

         Técnico: Geninho

Nº 11: Vitória 3 x 1 América – RN (13/02/2000, Barradão)

Competição: Quartas de Final da Copa do Nordeste de 2000

Gols: Manoel, Edmilson e Fernando (Vit); Ciro (Amé).

Público: 2.089

         Vitória: Fábio Costa, Moura (Wilson), Flávio Tanajura, Moisés e

         Paulo Rodrigues; Tácio, Fernandinho, Leandrinho e Allan Delon;

         Edmílson (Cláudio) e Manoel

Técnico: Marco Aurélio

Nº 12: América – RN 1 x 0 Vitória (16/02/2000, Machadão).

Competição: Quartas de Final da Copa do Nordeste de 2000

Gol: Paloma

Público: 6.959

          Vitória: Fábio Costa; Flávio Tanajura, Moisés e Eloy (Pedro Paulo);

         Moura, Tácio, Fernando, Fernandinho e Leandrinho; Edmílson

         (Marcelo Paulista) e Manoel (Alecsandro).

        Técnico: Marco Aurélio.

Nº 13: América – RN 1 x 3 Vitória (07/02/2001, Machadão)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2001

Gols: Zé Ivaldo (Ame), Alan Delon (2) e Vítor (Vit).

Público: 2.114

          Vitória: Jean; Moisés, Rodney e Marcone; Marcel (Moura), Tácio,

         Xavier, Dudu (Artur) e Leandrinho; Allan Delon e Flávio (Vítor).

         Técnico: Mário Sérgio.

Nº 14: Vitória 3 x 2 América – RN (02/02/2002, Barradão)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2002

Gols: André, Robson Luis e Fernando (Vit);

Rui Barbosa e Val Araguaia (Ame)

Público: 4.287

         Vitória: Jean, Maurício, Índio, Marcos e Paulo Rodrigues; Xavier, Fernando;

          Leandrinho e Samir (Sand); André (Robson Luís) e Aristizábal (Dejair).

Técnico: Arturzinho

Nº 15: América – RN 0 x 1 Vitória (28/02/2003, Machadão)

Competição: Semifinal da Copa do Nordeste de 2003

Gol: Alecsandro

Público: 3.458

          Vitória: Paulo Musse, Moura, Aderaldo (Samir), Marcelo Heleno e Almir;

          Xavier, Dudu (Leandro Domingues), Vander (Nadson) e Allan Delon;

          Alecsandro e Zé Roberto

         Técnico: Joel Santana

Nº 16: Vitória 3 x 2 América – RN (07/03/2003, Barradão)

Competição: Semifinal da Copa do Nordeste de 2003

          Gols: Dionísio e Nadson (2) (Vit); Elissandro (2) (Ame)

Público: 1.115

         Vitória: Juninho, Marcel (Alessandro Azevedo), Adaílton, Anselmo e

         Dudu Paraíba; Arivélton, Dionísio, Leandro Domingues (Kléber) e Samir;

         Nádson e Jeferson (Vítor)

Técnico: Joel Santana

Nº 17: Vitória 2 x 1 América – RN (10/07/2010, Barradão)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2010

          Gols: Renato Ribeiro e Wallace (Vit); Dick (Ame)

Público: 2.246

         Vitória: Viáfara, Rafael Cruz, Wallace, Anderson Martins e Egidio;

         Vanderson, Ricardo Conceição, Bida (Renato Ribeiro) e Ramon

         Menezes (Schwenck); Elkeson (Soares) e Júnior.

         Técnico: Ricardo Silva.

Nº 18: Vitória 2 x 2 América – RN (05/06/2012, Barradão)

Competição: 1º Turno da Série B de 2012

Gols: Dinei e Neto Baiano (Vit); Pingo e Cleber (Ame).

Público: 7.949

         Vitória: Douglas, Gabriel Paulista (Léo), Victor Ramos, Rodrigo e Mansur;

         Michel, Rodrigo Mancha, Eduardo Ramos (Dinei) e Tartá;

         Marquinhos e Neto Baiano

        Técnico: Paulo César Carpegiani.

Nº 19: América – RN 2 x 2 Vitória (01/09/2012, Nazarenão, em Goianinha/RN)

Competição: 2º Turno da Série B de 2012

Gols: Lúcio Curió e Cleber (Amé); Victor Ramos e Willie (Vit)

Público: 1.702

         Vitória: Deola, Léo (Tartá), Victor Ramos, Gabriel Paulista e Gilson;

         Uelliton (Rodrigo), Michel, Pedro Ken e Willie (Fernando Bob); Élton

         e William.

        Técnico: Paulo César Carpegiani.

Nº 20: América – RN 1 x 2 Vitória (20/01/2012, Nazarenão, em Goianinha/RN)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2013

Gols: Fabinho (Amé); Marquinhos e Marcelo Nicácio (Vit).

Público: 2.118

         Vitória: Deola; Léo (Dimas), Gabriel Paulista, David Braz e Fabrício

        (Renié); Rodrigo Mancha, Michel, Mineiro e Arthur Maia

        (Lúcio Maranhão); Marquinhos e Marcelo Nicácio.

        Técnico: Caio Júnior.

Nº 21: Vitória 1 x 1 América – RN (06/02/2013, Barradão)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2013

Gols: Marcelo Nicácio (Vit); Pingo e Cleber (Ame).

Público: 3.304

         Vitória: Douglas; Marcos, Gabriel Paulista, David Braz e Mansur;

         Luís Alberto, Fernando Bob (Gabriel Soares), Mineiro (Vander) e

         Marquinhos (Dinei); Alan Pinheiro e Marcelo Nicácio

         Técnico: Caio Junior.

RESUMO ESTATISTICO

 

 

Maior Goleada do Vitória: Vitória 8 x 1 América-RN,  pela 1ª fase do Brasileirão de 1980, na Fonte Nova.

Maior Goleada do América-RN: Não Houve

Maiores Goleadores dos Confrontos: André Catimba e Sena (Vit) com 03 gols, cada

Maior Público: 11.111 pagantes, no jogo Vitória 8 x 1 América-RN , pela 1ª fase do Brasileirão de 1980, na Fonte Nova.

Menor Público: 1.115 pagantes, no jogo Vitória 3 x 2 América-RN , pelas semifinais da Copa do Nordeste de 2003, no Barradão.

 

 

Média de Público dos Confrontos: 5.550 pagantes por jogo

Jogador doVitória, que  disputou mais partidas contra o América-RN: Flávio Tanajura, com  06 jogos

Técnico do Vitória, que disputou mais partidas contra o América-RN: Carlos Castilho (Década de 70), com 03 jogos.

Partida com Maior Número de Gols: 09 Gols, no jogo: Vitória 8 x 1 América-RN , pela 1ª fase do Brasileirão de 1980, na Fonte Nova.

Placar mais Repetido: 1 a 0 e 1 a 1, ocorreram em quatro jogos, cada

Média de gols por jogo: 3,1 gols por partida (66 gols em 21 jogos)

Maior seqüência invicta do Vitória sobre o América-RN: 09 jogos, desde o dia 07/02/2001 (seis triunfos e três empates)

 

 

Maior seqüência invicta do América-RN sobre o Vitória: 02 jogos, de: 06/04/1974 a 14/11/1976 (um triunfo e um empate)

Curiosidades de Vitória x América-RN:

– A maior goleada da história do Vitória em Brasileirões foi numa partida contra o América-RN, pelo campeonato Brasileiro de 1980, o Vitória goleou pelo incrível placar de 8 a 1, com três gols do atacante  Sena. O jogo foi na Fonte Nova e sabem quem era um dos zagueiros do América-RN naquele jogo? Joel Santana, ele mesmo, o home da prancheta, como zagueiro não impediu que os atacantes do Rubro Negro fizessem a festa na defesa do América.

– Vitória e América-RN já se enfrentaram em duas decisões: A primeira foi pelo Torneio José Américo de Almeida Filho de 1976, esse torneio reunia as 11 principais equipes do Nordeste e mais o Volta Redonda do Rio de Janeiro, o Rubro Negro tinha perdido o jogo da 1ª fase para o América, mas na Final o Vitória se vingou e enfiou 3 a 0, tornando-se campeão do Torneio (alguns pesquisadores, jornalistas e torcedores consideram esse Torneio de 76 como campeonato do Nordeste,eu particularmente não considero, pois tinha um time do Rio de Janeiro na disputa, além de que, oficialmente o Torneio não foi considerado como Campeonato do Nordeste). A 2ª decisão ocorreu 22 anos depois, em 1998, agora sim pela Copa do Nordeste o América se tornou campeão ao vencer o jogo de volta da final, lá em Natal, por 3 a 1. Embora o Rubro Negro tenha vencido o 1º jogo por 2 a 1no Barradão, o América deu o troco lá em Natal aplicando 3 a 1, conquistando o título pelo saldo de gols. Muitos afirmam que aquele título foi uma vingança do técnico Arturzinho do América-RN que no ano anterior tinha sido relegado pelo Vitória, mesmo de tornando campeão.

– A média de gols dos confrontos entre Vitória e América-RN é altíssima, são 3,1 gols por partida (66 gols em 21 jogos), tivemos no mínimo três gols em 13 desses 21 jogos, ou seja: em 62% dos jogos o público presenciou no mínimo três gols em cada partida.

– Um jogo sensacional, ocorreu entre Vitória e América-RN pelas semifinais (jogo de volta) da Copa do Nordeste de 2003, no Barradão (uma sexta á noite). O Vitória abriu o placar aos 11 minutos do 1º tempo com Dionísio. O América empatou aos 13 do segundo tempo com Elissandro, vinte minutos depois o time de Natal virou o jogo em 2 a 1, mais uma vez com Elisandro, o Vitória só foi empatar e aliviar a sua torcida, aos

37 minutos com Nádson que dominou as bola de costa e meteu uma bicicleta, fazendo um dos gols mais bonitos da história do Barradão. Já nos descontos, aos 48 minutos do 2º tempo, Nádson aproveitou um lançamento em profundidade e sozinho na área deu o “drible da vaca” no goleiro e completou para o fundo do gol, deixando a torcida eufórica, comemorando a ida do time para a grande final do Nordestão daquele ano.

Por

Professor Marcelo Monteiro

marcelo monteiro

PS: Toda a parte de estatísticas envolvendo Vitória X América-RN foi feita pelo professor  Marcelo Monteiro o novo reforço do blog Leão Minha Paixão!

VITÓRIA 5X0 JACUIPENSE: Leão goleia no jogo treino com presença da torcida


VITÓRIA 5X0 JACUIPENSE

Com cerca de 1,5 mil torcedores presentes ao Barradão na tarde desta quarta-feira, o Vitória realizou um jogo-treino contra o Jacuipense, líder do Campeonato Baiano, como parte da preparação para o primeiro jogo da temporada, domingo, dia 19, contra o América de Natal, às 18h30 (horário em Salvador) pela primeira rodada da Copa do Nordeste.

 

A torcida cantou, vibrou com os cinco gols e na entrada do time chamou um por um os nomes dos jogadores, que retribuíram com aplausos.

 

O bom desempenho dos jogadores no jogo-treino desta quarta-feira, contra o Jacuipense,  deixou ainda mais animado o técnico Ney Franco para a estreia do Vitória na Copa do Nordeste.

 

Ney escalou inicialmente a base do time que pretende utilizar contra o América. O volante Lucas Zen atuou improvisado na zaga ao lado do também estreante Dão e a dupla deu conta do recado.

 

Juan voltou a treinar como meia e novamente agradou. No comando do ataque, Pedro Oldoni e não o garoto Alan Pinheiro foi o titular.

 

Nos primeiros 45 minutos, o time formou com: Wilson; Ayrton, Dão, Lucas Zen e Mansur; Cáceres, Escudero e Juan; Marquinhos, Pedro Oldoni e William Henrique.

 

Esta etapa terminou com o triunfo rubro-negro por 2 x 0, gols de Juan e Pedro Oldoni.

 

Mudanças

No segundo tempo, jogou o time B e mais três gols foram assinalados por Matheus Salustiano, Willie e Alan Pinheiro. No total, Vitória 5 x 0 Jacuipense.

 

O time no segundo tempo formou com: Gustavo; Gabriel Soares, Matheus Salustiano (Josué), Vinícius (Matheus Prank) e Danilo Tarracha; Neto Coruja, Mauri (Léo Ceará), Felipe e Arthur Maia (Euller); Willie e Alan Pinheiro.

 

Separados

O zagueiro argentino Jonathan Ferrari participou juntamente com Dinei, Nino e Adailton de um trabalho comandado pelo professor Júlio César Sacramento.

 

Jonathan Ferrari terá que viajar a Buenos Aires para renovar seu passaporte e no retorno assinar contrato até o final do ano.

 

Marcelo

Recuperando-se de uma contusão no adutor – o exame de imagem deu negativo – o volante Marcelo continua fazendo exercícios para reforçar a musculatura e está fora de ação para a estreia na Copa do Nordeste.

 

Descanso

Os jogadores terão a manhã desta quinta-feira para descansar e à tarde voltam aos treinamentos para a partida de domingo no Barradão.