Vasco 1×1 Vitória Muita transpiração e o leão decide no Barradão


O Vitória ao estilo Argel Fucks foi a São Januário e arrancou um empate em 1×1 com o Vasco e agora pode empatar por 0x0 ou vencer para passar a quarta fase, novo 1×1 é penalidade.

O rubro negro se posicionou na defesa, buscando o contra ataque e com isso correu alguns riscos, o time da casa com a posse de bola assustou mas Thales desperdiçou duas boas oportunidades.

O Vitória teve a chance com Paulinho em grande lançamento de Euller e passe de peito de Kieza mas chute foi pra fora e depois com Gabriel Xavier mas ele avançou demais a bola.

No final do primeiro tempo o juiz errou ao expulsar Euller e prejudicou o Vitória que em toda segunda etapa teve um a menos em campo.

No segundo tempo, em casa, com um jogador a mais o Vasco veio todo para o ataque e passou a ceder espaços nos contra ataques bem puxados por David e quando o equatoriano meteu a mão na bola na área, Patric pegou a bola e com maestria fez Vitória 1×0 Vasco.

Os donos da casa pressionados vieram com tudo mas somente nos acréscimos com penalidade cometida por David, Nenê empatou e deixou a decisão para quinta no Barradão.

 

FICHA TÉCNICA

Vasco x Vitória

Copa do Brasil – 3º fase (jogo de ida)

Local: São Januário, no Rio de Janeiro

Data: 09/03/2017

Horário: 19h15

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO-Fifa) e Leone Carvalho Rocha (GO).
Cartões amarelos: Gilberto (Vasco); Euller, Willian Farias, Paulinho, Geferson e Kanu (Vitória)
Cartão vermelho: Euller (Vitória)
Gols: Patric (Vitória) e Nenê (Vasco)
Vasco: Martin Silva; Gilberto, Rodrigo, Rafael Marques (Jomar) e Henrique; Jean, Escudero (Manga Escobar), Douglas e Nenê; Kelvin (Muriqui) e Thalles. Técnico: Cristóvão Borges
Vitória: Fernando Miguel; Patric, Kanu, Alan Costa e Euller; Willian Farias, José Welison, Cleiton Xavier (David) e Gabriel Xavier (Bruno Ramires); Paulinho (Geferson) e Kieza.  Técnico: Argel Fucks.

Anúncios

VIDEO: Botafogo(PB) 4×2 Vitória Melhores Momentos (Se é que houve)


VITÓRIA 4X0 FIGUEIRENSE Leão é arrasador no Barradão e agora seca o Inter


vitoria 4x0 figueirense

O Vitória goleou o Figueira diante de 23 mil guerreiros que compareceram ao Barradão mesmo com fortes chuvas em Salvador e foram recompensados com um bom futebol da equipe de Argel Fucks.

O jogo foi bem movimentado com as duas equipes buscando o ataque, até que William Farias pegou a sobra de bola e chutou forte a bola bateu no travessão e entrou sem chances para Gatito, Vitória 1×0 Figueirense. O alvinegro ainda tentou empatar mas F. Miguel fez duas grandes defesas, já o rubro negro tentou ampliar com Kieza acertando a trave duas vezes e com Victor Ramos impedido que teve seu gol anulado.

Começou o segundo tempo e Zé Love ampliou com um chutaço, Vitória 2×0 Figueirense a partir daí ficou fácil, Kieza marcou o 3° após troca de passes de Kieza,Zé Love e assistência de Marinho. E quem estava aguardando viu o golaço do camisa 7 para fechar o placar, Marinho, Vitória 4×0 Figueirense.

com o resultado o leão abriu 3 pontos do Inter que joga amanhã contra o Corinthians.

14° CORITIBA 45

15° SPORT 43

16° VITÓRIA 42

17° INTER 39(-1J)

Já estão rebaixado Figueirense, Santa Cruz e América MG.

FICHA TÉCNICA
Vitória x Figueirense
36ª rodada – Campeonato Brasileiro
Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data: 20 de novembro de 2016, domingo
Horário: 16h (de Salvador)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Cartões amarelos: Diego Renan e Victor Ramos, Willian Farias, David (Vitória); Bady e Yago (Figueirense)
Gols: Willian Farias, Zé Love, Kieza e Marinho (Vitória)

Vitória: Fernando Miguel; José Welison (Euller), Victor Ramos, Kanu e Diego Renan; Willian Farias, Marcelo e Cárdenas; Marinho (Tiago Real), Kieza e Zé Love (David). Técnico: Argel Fucks

Figueirense: Gatito Fernández; Ayrton, Bruno Alves, Werley e Marquinhos Pedroso; Josa, Jackson Caucaia (Yago) e Bady (Renato); Lins, Everton Santos e Rafael Moura. Técnico: Marquinhos Santos

Santos 3×2 Vitória Leão perde mas Ponte o salva da zona


Santos 3x2 VitoriaO Vitória voltou a perder para o Santos pelo placar de 3×2 mas desta vez na Vila Belmiro e só não voltou a zona de rebaixamento porque a Ponte Preta arrancou um empate por 1×1 com o Internacional no Beira Rio.

O rubro nego até começou bem, criando perigo e anulando as jogadas do Santos, até que Copete em impedimento marcou 1×0, após o gol o Vitoria perdeu a tranquilidade em campo e parou de atacar.

No intervalo Argel Fucks tirou Marcelo e Euller e colocou Diogo Mateus e David, levando Welison para o meio e o time chegou ao empate com Marinho cobrando penalidade, isso mesmo o Vitória fez gol de pênalti! Marinho não sentiu a pressão de que o time havia perdido os últimos 5 penais cobrados com 2 Diego Renan, Zé Love, Kieza e Cárdenas e balançou a rede mandando embora toda zica.

Não deu tempo comemorar, Diogo Mateus fez penalti e Ricardo Oliveira fez 2×1 e para piorar Diego Renan e Victor Ramos fizeram lambança e Copete marcou, Santos 3×1 com a desvantagem Fucks chamou Serginho no lugar de Cárdenas e ele acabou fazendo de cabeça o seu primeiro gol como profissional mas já era tarde, Santos 3×2 Vitória.

Fim de jogo na vila, as atenções se voltam ao Beira Rio onde o Inter já vencia por 1×0 mas no segundo tempo Antonio Carlos empata e deixa o leão fora da zona.

FICHA TÉCNICA
Santos x Vitória
Campeonato Brasileiro – 35ª rodada
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 17 de novembro de 2016, quinta-feira
Horário: 18h30 (de Salvador)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO/FIFA)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO/FIFA) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Cartões amarelos: Yuri, Thiago Maia, Ricardo Oliveira (Santos); Diogo Mateus (Vitória)
Gols: Copete (duas vezes)  e Ricardo Oliveira (Santos); Marinho  e Serginho (Vitória).

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Fabián Noguera, Yuri e Zeca; Thiago Maia, Renato (Léo Cittadini) e Lucas Lima; Vitor Bueno (Lucas Veríssimo, Copete e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior

Vitória: Caíque; José Welison, Kanu, Victor Ramos e Diego Renan; Willian Farias, Marcelo (David), Euller (Diogo Mateus) e Cárdenas (Serginho), Marinho e Kieza. Técnico: Argel Fucks.

Ponte Preta 2×0 Vitoria O sofrimento continua


Ponte Preta 2x0 Vitória A Ponte Preta não teve dificuldades pra vencer o Vitória no Moisés Lucarelli por 2×0 com gols de Rhayner e Wendel com falhas bizarras de Diego Renan e Fernando Miguel.

O rubro negro poderia respirar e abrir 5 pontos da zona de rebaixamento mas o sofrimento vai ficar até a ultima rodada com esse elenco sofrível que depende em muito dos lampejos de Marinho.

Em campo encharcado com bola com dificuldade de rolar, tivemos mais uma partida ruim do Vitória, enfrentando a macaca que tem a segunda pior defesa do campeonato, o time malmente assustou o goleiro Aranha e foi alvo fácil do adversário que chegou aos gols após lambanças da defesa rubro negra. primeiro Diego Renan saiu errado, Clayson tocou e a bola chegou em Rhayner que deu um baile em Diogo Mateus e fez Ponte 1×0.No segundo gol Ramon vinha protegendo a bola e Fernando Miguel deu uma furada bizarra, tirou o zagueiro romance e seu um presente para Wendel marcar e selar a partida, já que o segundo temos vimos tudo,menos futebol.
FICHA TÉCNICA
Ponte Preta x Vitória
Campeonato Brasileiro – 30ª rodada
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 13/10/2016
Horário: 19h30
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ/Asp.Fifa)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ/Asp.Fifa) e Dibert Pedrosa Moisés (RJ).
Cartões amarelos: Clayson, Fábio Ferreira, João Vitor e Reinaldo (Ponte Preta); Willian Farias e Kieza (Vitória)
Gols: Rhayner e Wendel (Ponte Preta)

Ponte Preta:  Aranha, Nino Paraíba, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor, Wendel (Matheus Jesus) e Maycon (Elton); Rhayner (William Pottker), Clayson e Roger.  Técnico: Eduardo Baptista

CHAPECOENSE 1×4 VITÓRIA Leão arrasador sobe na classificação


I

CHAPECOENSE X VITORIAO Vitória foi a Arena Condá e num primeiro tempo arrasador não tomou conhecimento da Chapecoense e engrenou sua primeira vitória consecutiva no brasileirão 2016.

Argel chega ao 3° trunfo em 4 jogos no comando técnico do rubro negro e leva o time a 12° na classificação com 35 pontos.

O Ataque arrasador do vitória surpreendeu A chapecoense em pleno Estádio da arena condá, O vitória vinha com a disciplina tática bem definida defendendo Fechando os espaços E saindo em contra ataque Principalmente Com marinho, O camisa 7 Criava as principais situações de gols do Vitória Em 1 delas ele deu lançamento preciso e o atacante zé Eduardo balançou as redes fazendo vitória 1 a 0 chapecoense. com o gol veio a tranquilidade E logo depois o vitória conseguiu Ampliar o placar Novamente com assistência de marinho dessa vez gol de Marcelo.

Apesar da maior posse de bola, a chapecoense não conseguia ultrapassar a barreira de marcação imposta pelo vitória de Argel e nos contra ataques o leão conseguia sempre levar perigo e não demorou muito a sair o terceiro gol da equipe rubro negra, novamente Marinho puxou contra ataque tocou para Kieza que achou Zé love na Na entrada da área ele bateu de primeira. vitória com ela no ângulo do goleiro marcando vitória 3×0. Resultado bom, jogo tranquilo e mais um gol desta vez de Kieza novamente em jogada de Marinho que lançou e Zé Love não conseguiu dominar a bola ficou com kieza que definiu o primeiro tempo 4×0

No retorno para o 2os. tempo ficou claro Para que os donos da casa buscariam desesperadamente diminuir o placar com isso o vitória abdicou do ataque, Argel fechou o time colocando Euller e Amaral em lugar de Zé Love e Tiago Real, o verdão diminuiu com Tiaguinho mas foi só,Chapecoense 1×4 Vitória.

FICHA TÉCNICA
Chapecoense x Vitória
Campeonato Brasileiro – 28ª rodada
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 01/10/2016
Horário: 16h
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB)
Assistentes: Luís Felipe Gonçalves Correa  (PB) e Oberto Santos da Silva (PB)
Cartões amarelos: Fernando Miguel e Kanu (Vitória); Kempes (Chapecoense)
Gols: Zé Love (duas vezes), Marcelo e Kieza (Vitória)

Chapecoense:  Boeck; Gimenez (Neto), Filipe Machado, Thiego e Dener; Rafael Bastos (Kempes), Matheus Biteco e Cleber Santana; Lourency (Gil) , Tiaguinho e Bruno Rangel. Técnico: Caio Júnior

Vitória:  Fernando Miguel; Diogo Mateus, Kanu, Ramon e Diego Renan; Willian Farias, Marcelo e Tiago Real (Amaral); Marinho (David), Zé Love (Euller) e Kieza. Técnico: Argel Fucks.

VITÓRIA 2X0 SÃO PAULO Leão volta a vencer e respira no brasileiro


Vitória 2x0 são PauloO Vitória voltou a vencer no Barradão num momento muito importante do campeonato brasileiro e com isso trouxe justamente o tricolor paulista para a briga contra o rebaixamento e abrindo 2 pontos do Cruzeiro que é o primeiro time da zona.

O jogo foi muito disputado com os dois times tendo chances de abrir o placar mas os goleiros estavam em tarde inspirada, Denis salvou em cabeçada de Kieza e teve sorte na cabeçada de Zé Love na trave, Fernando Miguel salvou chute de Mena e respirou com chute na trave do volante tricolor, com isso o jogo ficou no 0x0 no primeiro tempo.

No intervalo Argel Fucks colocou Euller em lugar de Diego Renan e o time do Vitória cresceu e abriu o placar em linda cobrança de falta de Marinho. Com a vantagem no placar o Leão começou a explorar os contra ataques e numa dessas surgiu mais uma falta e Marinho cobrou e Kieza pulou mas não alcançou,Lyanco desviou e fez contra, Vitória 2×0 São Paulo e festa no Barradão, o leão volta a vencer em casa e quebra tabu de 3 anoa contra o tricolor.

FICHA TÉCNICA
Vitória x São Paulo
Campeonato Brasileiro – 27ª rodada
Local: Barradão, em Salvador
Data: 25/09/2016
Horário: 16h
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)
Assistentes:  Esdras Mariano de Lima Albuquerque (AL) e Pedro Jorge Santos de Araújo (AL)
Cartões amarelos: Hudson  e Buffarini (São Paulo); Marcelo, Diego Renan  e Zé Love (Vitória)
Gols: Marinho e Lyanco (contra)
Vitória: Fernando Miguel; Diogo Mateus, Kanu, Ramon e Diego Renan (Euller); Willian Farias, Marcelo e Cárdenas (Tiago Real); Kieza, Marinho (Vander) e Zé Love. Técnico: Argel Fucks
São Paulo: Denis, Buffarini, Lyanco e Rodrigo Caio; Mena (Robson), Hudson, Thiago Mendes, Luiz Araújo (Daniel), Cueva e Carlinhos; Chávez. Técnico: Ricardo Gomes.

Vitória 1×2 Flamengo A segundona é logo ali


O Vitória saiu na frente mas sofreu a virada diante do flamengo em pleno Barradão lotado e vai consolidando seu lugar na zona de rebaixamento e se aproximando cada vez mais da série B em 2017.

O time comandado por Mancini começou cheio de mudanças e até parecia que conseguiria o triunfo quando Serginho chutou forte e Muralha deu rebote e na seqüência foi lançada a bola e Kieza de cara.mandou pra fora, havia uma expectativa de que o leão pressionasse em busca do triunfo mas aos poucos os visitantes começaram a ficar a vontade.

O Vitória saiu na frente com o estreante Zé Love aproveitando chute cruzado de Serginho e fazendo a festa no Barradas. O time jogava bem e criava mas dava muito espaço ao adversário e foi justamente nesse espaço que veio o empate. Diego Renan tomou nas costas e Pará lançou para Fernandinho sozinho, livre de marcação sem muita dificuldade empatar e decretar o fim do primeiro tempo.

Quem esperava o triunfo teve um banho frio com o futebol apresentado pela equipe e quando Gabriel tabelou novamente nas costas de Diego  Renan e marcou o segundo gol foi o golpe de misericórdia pro time que acabou sendo salvo por Caique de um vexame maior.

A permanência de Mancini é insustentável, o time é 18 e sem nenhuma expectativa de sair da degola, a diretoria tem até o dia 16 para dar a ultima cartada e contratar, reforçar as laterais ridículas e a zaga mas não creio nisso, gostaria de ver Wesley Carvalho voltar ao comando da equipe que vai enfrentar o Inter num jogo de 6 pontos mas a letargia que marca as ultimas gestões do Esporte Clube Vitória não me deixa esperançoso.
FICHA TÉCNICA
Vitória x Flamengo
Campeonato Brasileiro – 24ª rodada
Local: Barradão, em Salvador
Data: 10/09/2016
Horário: 18h30
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Gustavo Rodrigues (SP)
Cartões amarelos: Diego Renan e Cárdenas (Vitória); Rafael Vaz (Flamengo)
Gols: Zé Love (Vitória); Fernandinho (Flamengo)

Vitória: Caíque; Diogo Mateus, Kanu, Ramon e Diego Renan;  Willian Farias, Serginho (Flávio) e Cárdenas; Zé Love , Marinho (Vander) e Kieza (Euller). Técnico: Vagner Mancini.

Flamengo: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Marcio Araujo, William Arão e Diego ( Mancuello) ; Fernandinho (Alan Patrick ), Gabriel (Marcelo Cirino) e Leandro Damião. Técnico: Zé Ricardo.

Atlético Mineiro 2×1 Vitória Leão perde mais uma e volta a zona


o

atletico-2x1-vitoria

O vitória infelizmente perdeu +1 fora de casa e voltou a zona de rebaixamento após revés contra o atlético mineiro no estádio independência com 2 gols de Fred para o time mineiro e Kanu descontando para a equipe rubro negra.

O treinador vagner mancini insistiu no esquema com 3 atacantes E deixou serginho no banco a esperança do torcedor era ver o time no tradicional esquema 4 4 2 mas isso não aconteceu e o boliviano foi o escolhido pelo treinador para começar a partida. O jogo começou bom com o atlético buscando o ataque e o vitória saindo no contra ataque rápido e tentando abafar Com o sistema de marcação alta Porém os espaços deixados no meio campo foram perigosos e Robinho e Fred sempre conseguiam lances para finalizar dentro da área. Parecia não ser o dia do camisa 99 que perdeu 1 gol incrível depois de lançamento na área ele deu carrinho na bola sem goleiro e acertou o travessão mas infelizmente foi 1 ledo engano Fred viria a marcar nos acréscimos do 1os. tempo depois de lançamento ele finalizou no canto do goleiro Fernando Miguel abrindo o placar. Antes do gol de Fred 1 lance chamou muita atenção aos 36min 1 contra ataque rápido do vitória marinho recebeu em profundidade partiu conduzindo a bola e tentou encobrir o goleiro Giovanni que fez grande defesa o detalhe é que o atacante David passava Livre pra receber Marinho perdeu gol e ao final do 1. tempo o goleiro caíque reserva do rubro negro partiu pra cima do atacante e gerou 1 princípio de confusão mais os jogadores depois afirmaram que conversaram e se acertaram no vestiário.

No 2os. tempo puxe-nos continuaram buscando o gol o vitória chegou ao empate com o cano após cobrança de falta de diego renan pelo lado esquerdo o zagueiro cabeceou com precisão empatando a partida para vitória. Mancini mudou colocou Alipio e Serginho em lug r de Ramallo e David Mas foi o atlético que conseguiu o 2os. gol novamente com fred após vacilo da defesa do vitória o atacante recebeu sozinho e fuzilou o goleiro fernando miguel é decretado 2 a 1 para o atlético e dando números finais a partida.
FICHA TÉCNICA
Atlético-MG x Vitória
Campeonato Brasileiro – 23ª rodada
Local: Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 07/09/2016
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS/Asp. Fifa)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Maurício Coelho da Silva (RS)
Cartões amarelos: Fernando Miguel, Marcelo, Diogo Mateus, Ramon e Alípio (Vitória); Edcarlos (Atlético-MG)
Gols: Fred – 2x (Atlético-MG); Kanu (Vitória)

Atlético-MG: Giovanni; Carlos César, Gabriel, Edcarlos e Fábio Santos; Rafael Carioca, Lucas Cândido, Maicosuel (Yago), Robinho e Carlos Eduardo (Clayton); Fred. Técnico: Marcelo Oliveira.

Vitória: Fernando Miguel; Diogo Mateus (Euller), Kanu, Ramon e Diego Renan; Amaral, Marcelo e Cárdenas; Marinho, David (Alípio) e Ramallo (Serginho). Técnico: Vagner Mancini.

Vitória 2×1 America MG A base resolve (Video Melhores Momentos)


 

O Vitória venceu o América MG com gols de Marcelo e David e com isso deixou a zona de rebaixamento do campeonato brasileiro e pode respirar um pouco  na competição.

Mancini insistiu no esquema com 3 atacantes colocando Ramallo como central e Kieza aberto pela esquerda e mantendo Vander na direita, Serginho continuou no banco, e o coelho com meio povoado dominou o primeiro tempo e criou boas oportunidades assustando Fernando Miguel mas como quem não faz toma, o Vitória chegou há um golaçoooooooo com Marcelo num chute forte de canhota mo ângulo.

No segundo tempo Vander saiu entrou David e o rubro negro cresceu, o garoto da base fez o jogo ferver, deu um belo passe que Cárdenas desperdiçou e na sequência fez um bonito gol de cabeça com assistência do colombiano, Vitória 2×0 e tranquilidade na partida, depois do gols o camisa 7 continuou criando mas dessa vez quem diminuiu foi os visitantes com uma falha coletiva que começou com erro de passe do David e falha de Ramon e Victor Ramos, sufoco no fim como já é tradição do Vitória.

FICHA TÉCNICA
Vitória x América-MG
Campeonato Brasileiro – 22ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 28/08/2016
Horário: 18h30
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)
Assistentes:  Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior (RS)
Cartões Amarelos: Vander, Marcelo, Osman, Kieza, Jonas
Gols: Marcelo, David, Danilo Barcelos

Vitória:  Fernando Miguel; Diogo Mateus, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Willian Farias (José Welison), Marcelo e Cárdenas (Serginho); Vander (David), Kieza e Rodrigo Ramallo. Técnico: Vagner Mancini.

América-MG: João Ricardo, Jonas, Alison, Suéliton, Gilson, Leandro Guerreiro (Diego Lopes), Juninho, Pablo, Matheusinho (Danilo Barcelos), Osman, Michael (Nilson). Técnico: Enderson Moreira.