VITÓRIA 4X1 BAHIA (JOGO COMPLETO) Campeonato brasileiro série B 2015


Anúncios

[VITÓRIA 0X0 BAHIA] Um clássico movimentado, mas com placar frustrante


VITÓRIA X bahia

O reencontro do maior clássico do norte/nordeste com a primeira divisão foi cercado pela expectativa das torcidas pelo bom momento da dupla BAVI na competição, O Vitória buscava o triunfo e a liderança, já o Bahia queria o primeiro triunfo sobre o rival  e o G4 mas o placar final foi frustrante para ambos que agora figuram na 5ª e 6ª colocação respectivamente.

Eu havia afirmado aqui sobre o crescimento do rival em relação as goleadas que aplicamos, e isso ficou evidente, o Leão tem um meio campo mais qualificado, porém a marcação do tricolor estava mais ajustada com uma ótima partida do jovem Feijão, para mim o melhor em campo sem duvidas, e sem um dia feliz de Renato Cajá, Nino parecendo estar sentindo a contusão desde o inicio da partida e Dinei apagado, as coisas não andaram como de costume no setor ofensivo e por isso não marcamos nossos gols.

O Vitória foi prejudicado pela arbitragem quando aos 9 minutos o juiz Paulo Cesar de Oliveira deixou de marcar uma falta clara em Dinei e que deveria culminar na expulsão do atleta do Bahia, no mais foram chances perdidas dos dois lados, Maxi Biancucchi deu drible desconcertante em Titi e chutou na saída de Lomba, mas ele estava desequilibrado a bola foi pra fora, Já Escudero iria marcando um gol de placa após passe preciso de Camacho, o camisa 11 driblou duas vezes o defensor e chutou de esquerda mas a bola caprichosamente saiu.

Wilson: ótima partida, fez boas defesas para o Leão Nota 8.0

Nino: Péssimo, para mim já entrou baleado em campo. Nota3.0

Gabriel Paulista: Partidaça, o melhor do Leão em campo, muita raça e acertou quase todas, faltou aquele gol de cabeça. Nota 7,5

Victor Ramos: Bombardeado, errou muitos lances, deu sorte com a incompetência do rival. Nota 4.0

Tarracha: Apoiou bem, e fez uma partida razoável, mas ainda não convenceu, no próximo jogo Mansur deve reassumir a posição.

Michel: Foi muito valente, mas as vezes é precipitado, fez faltas que levaram perigo: Nota 6.0

Cáceres: Não se encontrou na partida, errou passes bobos e não conseguiu marcar com qualidade. Nota 5.0

Renato Cajá: Horrível, uma das suas piores partidas: Nota 3,0

Escudero: Ajudou muito na marcação e foi o cara mais lúcido do meio campo, faltou aquela bola entrar. Nota 6,5

Maxi Biancucchi: Esteve em dia de um mero mortal, em dias normais teria brocado aquele lance que deixou Titi no chão. Nota 5.0

Dinei: É amigo, chega um cara para brigar e você faz essa partida fraca, vai pro banco domingo: Nota 3.0

Camacho: Entrou na fogueira, mas mostrou que tem qualidade, deu um passe que deixou Escudero na cara, mas precisa claramente de ritmo: Nota 5,5

Vander: Entrou muito bem, deu velocidade, passes precisos, faltou um pouco de calma para ser mais decisivo: Nota 6,0

Daniel Borges: Errou muito, fazer estreia em clássicos não é fácil, ainda mais quando existe concentração de jogadores no seu setor: Nota 5.0

Caio Junior: Montou o time de sempre e para mim acertou nas mudanças, apesar que duas foram por contusões, Nota 7,0

FICHA TÉCNICA
Campeonato Brasileiro
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 21/07/2013
Árbitro: Paulo César Oliveira (FIFA/SP)
Auxiliares: Luiz Carlos Silva Teixeira (BA) e Adson Márcio Lopes Leal (BA).
Cartões amarelos: Hélder, Feijão Lucas Fonseca
Gols:
Pùbico: 30.477
Vitória: Wilson; Nino Paraíba (Daniel), Victor Ramos, Gabriel Paulista e Danilo Tarracha; Michel, Cáceres (Vander), Escudero e Renato Cajá (Camacho); Maxi e Dinei. Técnico: Caio Júnior.
Bahia: Marcelo Lomba; Madson, Lucas Fonseca, Titi e Raul; Feijão, Hélder (Fabrício Lusa) e Rafael Miranda; Talisca (Freddy Adu), Wallyson e Fernandão. Técnico: Cristóvão Borges.

[Avaí x Vitória] Mais uma grande decisão


O leão está numa fase onde todo jogo é uma verdadeira caça a sobrevivência, momento em que não se pode dar o bote de qualquer maneira, tem que ser de um jeito certeiro, e para  abocanhar mais uma vitima o rei da selva terá que superar alguns problemas.

 

Sem contar com Nino o rubro negro terá 3 opções na lateral direita  Carlinhos, Gabriel ou Rodrigo, no meio o time segue sem Uelliton e no ataque o artilheiro Willian continua machucado. Problemas minimizados pelo treinador Paulo Cesar Carpegiani que sempre fez questão de dizer que tem um elenco e não apenas 11 jogadores e que todos podem ser titulares, nessa onda quem parece ter recuperado a condição de titular foi Marquinhos, o atacante entrou bem no ultimo sábado e terá a chance de ser novamente o dono da camisa 11.

 

O Avaí faz um campeonato apenas regular, e praticamente jogas todas as suas fichas no jogo de hoje, perdendo dá adeus de vez as chances de disputar a série a em 2013, o time de Guga vem com uma novidade, o meia Camilo assume a  camisa 10 no meio de campo e o esquema deve ser o 4-3-3.

 

Vitória e Avaí se enfrentaram no primeiro turno pela sétima rodada no Barradão quando o Vitória estreou o padrão alvinegro da campanha meu sangue é rubro-negro e o Vitória venceu a partida por 2×0.

 

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B

Avaí x Vitória 

Local: Estádio Ressacada, em Florianópolis (SC)

Data: Sábado, 29 de setembro.

Horário: 16h.

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (ASP-Fifa)

Assistentes: Carlos A. Nogueira Júnior (SP-CBF 1) e Daniel Paulo Ziolli (SP-CBF 2)

 

Vitória: Deola; Carlinhos (Rodrigo), Victor Ramos, Gabriel Paulista e Gilson; Michel, Fernando Bob, Tartá e Pedro Ken; Marquinhos e Elton. Técnico: Paulo César Carpegiani

 

Avaí: Moretto; Arlan, Cássio, Rafael e Julinho; Pirão, Bruno, Mika e Camilo; Diogo Acosta e Ricardo Jesus. Técnico: Argel Fucks.

 

[Guarani x Vitória] O momento mais importante para triunfar


São nove jogos de invencibilidade e mais de 3 meses sem perder fora dos seus domínios em 8 partidas , mas triunfar hoje diante do bugre é muito mais além do que números e recordes, o campeonato chega num estado de definição e com concorrentes tradicionais na briga, por isso vencer é uma questão primordial nas pretensões do Vitória que deseja se classificar o quanto antes e aí manter o foco somente no título da série B.

O Leão teve alguns problemas e por isso terá mudanças importantes, Léo, Fernando  Bob e Willie serão titulares, isso porque Nino está suspenso, Uelliton se machucou e Carpegiani quer dar mais movimentação no meio de campo, sacando Tartá e colocando o jovem meia das divisões de base.

O Guarani está numa posição  intermediaria na competição mas é um time que costuma complicar as coisas no seu estádio o Brinco de Ouro mas isso não é novidade e nem empecilho para o Vitória, o visitante mais temido do campeonato e que buscará mais uma vez os 3 pontos fora de casa para se manter distante dos concorrentes.

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B

Guarani x Vitória 

Local: Brinco de Ouro, em Campinas (SP)

Data: Sábado, 15 de setembro

Horário: 16h.

Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (CBF-RJ)

Assistentes: Paulo César Silva Faria (MT) e Pablo Almeida da Costa (MG)

 

Guarani: Emerson; Oziel, Fernando, Rodrigo Arroz e Alex Barros; Jackson, Fábio Bahia, Medina e Danilo Sacramento; Rafael Oliveira e Schwenck. Técnico: Vadão.

 

Vitória: Deola; Léo, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Gílson; Michel, Fernando Bob, Pedro Ken e Willie; Élton e William. Técnico: Paulo César Carpegiani.

 

[VITÓRIA 1X0 BARUERI] Vocês precisam ouvir mais o Profeta do LMP


Tenho dito a diversas rodadas que este Vitória aprendeu a gostar de ganhar e que não importa o resultado, os 3 pontos é sempre o objetivo e 1×0 é goleada, mas infelizmente alguns torcedores ficam ouvido a mídia corrompida baiana ao invés de colar no conhecimento do profeta do LMP, mais uma vez vocês puderam ver quem tem razão e espero que parem de ser iludidos por aqueles que apenas brincam de trabalhar  com o futebol.

O jogo começou alucinante e com o Barueri buscando empenar o babá, mas o Vitória conseguiu achar o seu ritmo e recuperou o domínio da partida. O rubro-negro poderia ter aberto o placar em duas oportunidades no primeiro tempo em principal no pênalti sofrido por Gilson e desperdiçado pelo maestro Pedro Ken, perdeu a cobrança mas continuou com a cabeça erguida e fez uma ótima partida.

O segundo tempo o Leão foi pra cima e chegou ao gol com Michel em jogada inteligente de Willian, após a abertura o time teve diversas chances de ampliar mas esbarrou nas boas defesas de Fernando e também na falta de pontaria em alguns momentos, mas o importante foi o triunfo e o domínio de toda a partida.

Deola: Um verdadeiro paredão, muita segurança e boas defesas

Nino: O mesmo guerreiro de sempre, boa partida

Victor Ramos: Jogou muito, fechou com excelência a defesa.

Gabriel Paulista: Acompanhou o parceiro de defesa, ótima atuação

Uelliton: Parabéns Capitão, mais uma vez um Leão em campo e gostei de ter reconhecido o seu erro.

Michel: Golaço e nova partidaça dele, é um pitbull.

Pedro Ken: Maestro, jogou muito e é uma pena ter perdido o pênalti, mas não se abateu.

Willie: Oscilou bastante, mas é talentoso e vai continuar em muito ajudando ao ECV.

Elton: Brigou bastante e mostra muita qualidade, gostei da sua atuação.

Willian: Não fez, mas deu o passe, brigou bastante e justifica a sua contratação a cada jogo.

Carpegiani: O professor encontrou o time, e tem tido a inteligência de substituir com sabedoria.

 

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B

Vitória x Grêmio Barueri 

Data: 28/08/2012

Local: Estádio Barradão, em Salvador

Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES)

Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Ramires Santos Candido (ES)
Gol: Michel (Vitória)
Público: 13.299
Renda: R$ 179.330,00

 

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Gilson; Uelliton, Michel (Fernando Bob), Pedro Ken e Willie (Tartá); Elton e William. Técnico: Paulo Cesar Carpegiani.

 

Grêmio Barueri: Fernando Leal; Anderson Salles, Alex Lima, André Luis e Márcio Pitt; Alê, Dionísio, Rafael Chorão (Tadeu) e Marcelinho Paraíba; Roger (Marcos Pimentel) e Henrique Dias (Roninho). Técnico: Evandro Guimarães.

 

VITÓRIA 2X0 BAHIA no da taça BH

Após derrotar o Vasco nas oitavas de final da Taça BH, o Vitória enfrentou o rival Bahia  nesta terça-feira (28) para disputar uma vaga na semifinal do torneio. O Leão não teve muita dificuldade para aplicar 2 a 0, com gols de Léo e Wellington, ainda no primeiro tempo. Com isso, o rubro-negro enfrentará o vencedor da partida entre Santos e Flamengo na semifinal.

SRN

[Atlético PR X VITÓRIA] O Confronto mais aguardado da série B


 

Os favoritos, esse é o peso e a responsabilidade que Vitória e Atlético PR ostentam na série B 2012, clubes de maior expressão e poder aquisitivo os rubro-negros duelam agora em campo para buscar ganhar moral na competição, mesmo vivendo um momento distinto, este promete ser um grande jogo com grandes facetas para quem é amante do ludopédio.

 

O Vitória busca manter o bom momento com 4 triunfos consecutivos e a fama de visitante inconveniente, o clube briga pela liderança da competição e precisa dos 3 pontos e de um tropeço do Criciúma para isso. Já o Atlético Paranaense tenta continuar a recuperação, desde a  chegada de Jorginho o time cresceu de rendimento e saltou na tábua de classificação estando agora na nona colocação.

 

Impedir os planos do furacão é o objetivo do Leão, vencer no gigante do Itiberê, trás verdadeiramente o status de favorito ao título e consequentemente, a uma das vagas para série A, por outro lado, para o time Paranaense representa o momento da virada na competição, aquele momento em que a confiança e por isso o jogo ganha contornos emocionantes para as duas equipes e suas torcidas.

O time do Vitória tem dois desfalques sérios, o promissor Gustavo assumi a camisa 1 no lugar de Douglas suspenso, mas a ausência mais sentida é a do artilheiro do Brasil, Neto Baiano, que negocia a sua ida para o Japão e por isso não viajou com o elenco, o recém contratado Marcelo Nicácio vai para sua segunda partida, mesmo sem estar 100 % fisicamente.

 

Curiosidades e Estatísticas do Confronto

 

O histórico do confronto entre Atlético PR x Vitória é extenso e muito disputado as equipes se enfrentaram em 25 oportunidades com 11 triunfos do Furacão, 10 do Leão e 4 empates, na história recente o Vitória vem se dando bem, nos últimos 4 jogos foram 3 triunfos do rubro-negro baiano e apenas uma derrota, com direito há um 2×0 lá na Arena da baixada. Não acontece um empate neste confronto desde 2002 quando o placar ficou em 1×1 no Barradão gol de Fernando para o Vitória e Kleber Pereira empatando para os atleticanos. De 2003 para cá aconteceram 10 jogos com 7 triunfos do Vitória e 3 do Atlético PR.

 

É isso aí galera, o Leão tem total condição de vencer o jogo e quem sabe de quebra assumir a liderança da competição, eu espero uma partida complicada, e sem duvida alguma está pode ser chamada de maior confronto da série b 2012.

SRN

 

FICHA TÉCNICA 

SÉRIE B

Atlético-PR x Vitória 

Local: Estádio Fernando Charub Farah (Gigante do Itiberê), em Paranaguá-PR.

Data: Sábado, 21/07.

Horário: 16h20.

Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP).

Auxiliares: Herman Brumel Vani (SP) e Ricardo Pavanelli Lanutto (SP).
Atlético-PR: Weverton; Maranhão, Manoel, Cleberson e Wellington Saci; Derley, João Paulo e Ligüera; Marcelo, Tiago Adan e Ricardinho. Técnico: Jorginho.
Vitória: Gustavo; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Victor Ramos e Dener; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Leilson; Marquinhos e Marcelo Nicácio. Técnico: Paulo César Carpegiani.

 

[Vitória x Avaí] Exorcizar os fantasmas e mostrar o caminho


A verdade é que a ultima partida do Vitória ainda assombra, e é justamente por isso que os jogadores do Leão terão que novamente combater as forças sobrenaturais e vencer o time catarinense para acabar de vez com este negocio de forças ocultas.

Vencer o Avaí e vencer bem significa muito para o rubro negro, e sabendo disso Carpegiani promoveu o retorno de muitos titulares a equipe, serão 5 no total, Rodrigo e Douglas que fizeram trabalhos de recondicionamento físico, Nino e Mansur recuperados de contusão, sendo que o primeiro fará a sua estreia na série B, e o volante e capitão Uelliton que cumpriu suspensão automática.  O Vitória só não vai com força máxima, por causa da contusão de Michel, mas o restante são todos considerados titulares do elenco.

O Avaí não vive um bom momento na competição, teve problemas com alguns titulares, mas é sem duvida alguma, um dos times mais perigosos e tradicionais da segunda divisão, vencer é justamente tirar um concorrente direto, por hora do páreo. O Vitória precisa vencer também para se firmar permanecer e se firmar no G4, com a derrota em Goiânia, perdemos a chance de abrir uma boa distância dos concorrentes e agora é o momento de correr atrás do prejuízo.

Existe ainda a expectativa sobre os homens de preto, Marcelo Aparecido de Souza, mais os seus assistentes estão incumbidos de apagar a lembrança da lambança feita por Leandro Vuadem, e é justamente por isso que a responsabilidade anda ainda maior e repercutirá muito a favor ou contra aquele cuja boca sopra o apito, assim como muitos estarão analisando o desempenhos dos atletas e treinadores, outros tantos estarão a observar a qualidade técnica do trio de árbitros desta partida.

Quero mais uma vez reforçar o pacto com a nação de ir em peso ao Barradão e empurrar o Vitória rumo ao triunfo, ainda mais que a saudade anda gritando, são longos 18 dias longe do monumental, e hoje é dia de reencontro, ir ao Barradão, gritar para o Vitória vencer e sair comemorando os 3 pontos, sei que muitos ainda estão no clima das festa juninas, mas a verdade que salva e liberta é uma só (by Franciel), todos os caminhos, licores e amendoim, indicam que o melhor forro do país será apresentado em Canabrava, e quem não for, será a mulher do padre.

SRN

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B

Vitória x Avaí 

Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador (BA)

Data: Sábado, 29 de junho.

Horário: 16h20.

Árbitro: Marcelo Aparecido R. de Souza (SP-CBF).

Assistentes: Herman Brumel Vani (SP-CBF) e Celso Barbosa de Oliveira (SP-CBF).
Vitória: Douglas; Nino Paraíba, Rodrigo, Victor Ramos e Mansur; Uelliton, Rodrigo Mancha, Pedro Ken e Tartá; Marquinhos e Neto Baiano. Técnico: Paulo César Carpegiani.
Avaí: Diego; Arlan, Cássio, Leandro Silva e Aelson; Marcinho Guerreiro, Diogo Orlando, Patric e Cléber Santana; Diego Alves e Diogo Acosta. Técnico: Hemerson Maria.