[VITÓRIA 2X0 SANTOS] Ser Vitória é não jogar a toalha jamais!


VITÓRIA X SANTOS

O Vitória voltou a vencer e mantém viva as chances de ingressar na Libertadores 2014, para isso é preciso vencer as próximas partidas e acreditar no tropeço dos adversários.

O time jogou muito bem, anulou a equipe santista, e não desperdiçou as oportunidades como foi contra o Cruzeiro.

Gostei muito da partida, anular o adversario, marcar em cima e fazer uma jogada de pé em pé como foi a do primeiro gol, não é para qualquer um, e o domínio de Escumito 11 tirando o defensor mostra isso, ótima jogada e gol de Dinei, aos troncos e barrancos é 13º dele.

Depois do gol o jogo ficou morno e só reaqueceu no segundo tempo quando o Vitória veio para cima buscar a definição, até que Juan acertou um ótimo lançamento e Maxi Biancucchi com o domínio deixou dois para trás e soltou uma bomba que bateu no travessão e foi morrer na rede, golaço e Leão garantindo os 3 pontos.

A briga, o sonho a luta continua, vamos que vamos Leão.

 

WILSON – GOLEIRO
Pegou tudo e mais um pouco, o que foi aquela defesa no minuto final? Importantíssimo
Nota:8,0

AYRTON – LATERAL-DIREITO
Foi para cima, buscou as jogadas com Marquinhos e Cáceres, é um lateral com muitos recursos, me agradou muito sua partida.
Nota:7,0

VICTOR RAMOS – ZAGUEIRO
Conseguiu parar os ataques santista, recuperou definitivamente o bom futebol, Kadu é um grande parceiro.
Nota:7,0

KADU – ZAGUEIRO
Falta qualidade técnica, mas sobra vontade, as vezes é estabanado, mas dá sangue e isso agrada muito em todas as suas partidas, casou bem com VR3.
Nota:7,0

JUAN – LATERAL-ESQUERDO
Mais uma assistência na conta e demonstração do porque assumiu de fato a camisa 06 do Leão, tem muita qualidade, Renova Queiroz.
Nota:7,0

MARCELO – VOLANTE
Machucou-se ainda no inicio.
Sem Nota

MICHEL – VOLANTE
Entrou no lugar de Marcelo e conseguiu fazer uma boa partida, ajudou a anlar Cicero e Montillo.
Nota:7,0

LUÍS CÁCERES – VOLANTE
É um dos caras que simboliza essa boa campanha que tem tudo para se tornar ótima, marca com eficiência, anulou os meias do Santos e ainda apoia com qualidade.
Nota:7,5

ESCUDERO – MEIA
JOGA MUITO, Que assistência linda, que corte no zagueiro com o domínio da bola, que marcação implacável, o pulmão e o coração desse time. .
Nota:8,0

MARQUINHOS – ATACANTE
Oscilou entre bons e maus momentos, importante no lance do primeiro gol quando achou Escudero numa bela inversão, saiu machucado.
Nota:6,0

DANILO TARRACHA – LATERAL-ESQUERDO
Não trabalhou muito já que o Santos não atacava, por isso segurou a onda na defesa com o placar encaminhado.
Nota:6,0

WILLIAM HENRIQUE – ATACANTE
Jogou bem, foi para cima e entortou, mas precisa ser mais objetivo e tocar em alguns lances.
Nota:6,5

DINEI – ATACANTE
Um belo gol e muita disposição, tem que ser assim, ser desperdiçar as chances.
Nota:7,5

MAXI BIANCUCCHI – ATACANTE
ÔOOOOO O BIANCUCCHI VOLTOU, Golaço! Que pintura! Dominio tirando dois e um foguete lindo na rede!
Nota:8,0

NEY FRANCO – TREINADOR

Sacou Renato Cajá e colocou o  Talismã Pica Pau, o time começou elétrico, foi pra cima dominou e apesar das contusões continuou com o domínio da partida, colocou Maxi e ele brocou um lindo gol, é um grande treinador, entende muito do ludopédio.

Nota: 9.0

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 2 X 0 SANTOS
Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 17 de novembro de 2013, domingo
Horário: 16 horas (horário da Bahia)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-PE)
Assistentes: Elan Vieira de Souza e Albino Andrade Albert Júnior (ambos do PE)
Gols: Dinei e Maxi Biancuchi (Vitória).
Público: 15.400
Cartões amarelos: Bruno Peres, Alison e Emerson (Santos)
VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Kadú, Victor Ramos e Juan; Marcelo (Michel), Cáceres e Escudero; William Henrique (Maxi Biancucchi), Marquinhos (Danilo Tarracha) e Dinei
Técnico: Ney Franco
SANTOS: Aranha; Bruno Peres (Cicinho), Edu Dracena, Gustavo Henrique e Emerson; Alison (Willian José), Arouca, Cícero e Montillo; Thiago Ribeiro e Geuvânio (Gabriel)
Técnico: Claudinei Oliveira
Anúncios

[VITÓRIA 2X1 CORITIBA]


VITÓRIA X CORITIBA

O Leão voltou a vencer no campeonato brasileiro da primeira divisão e chega a quinta colocação com 40 pontos e de olho fito no G-4.

O Vitória começou de maneira arrasadora pressionando o Coritiba e não dando espaços para o adversario sair por jogo. Até que numa bola rebatida Juan mandou pra área e Marquinhos saiu de frente e bateu firme para abrir o placar, Vitória 1×0 Coritiba. Logo após o gol o rubro negro teve duas chances de ampliar e não fez, daí em diante o Coxa cresceu e chegou a sufocar, e quando todos esperavam o fim do primeiro tempo, eis que Michel dá um presente para o Robinho que lançou nas costas de Luiz Gustavo e Geraldo marcou um verdadeiro golaço, 1×1 e fim de papo.

dinei_vitoria_ae.jpg_95

No segundo tempo Ney resolveu manter o mesmo time e esperávamos a mesma postura do começo do primeiro tempo, porém foi o alviverde comandado por Chamusca que criou as oportunidades e esbarrou em Wilson e na falta de pontaria dos seus atacantes.

Sem conseguir criar, Ney Franco chamou Willian Henrique e tirou o Renato Cajá, logo depois colocou Euller na lateral esquerda em lugar de Luiz Gustavo e chamou Juan para o meio de campo, e deu certo, Euller, Juan e Willian Henrique foram responsáveis por incendiar o jogo e o Vitória chegou ao gol justamente com jogadas destes atletas.

Ayrton  lançou Juan que mandou para Willian Henrique fazer, mas ele conseguiu chutar em cima do goleiro, mas a bola sobrou para Dinei completar e chegar ao seu nono gol e se tornar o novo artilheiro do Vitória.

O Leão cresceu e Juan passou a comandar o jogo, seguido pelo garoto Euller as jogadas começaram a acontecer e o rubro negro teve pelo menos 3 oportunidades de selar o placar, mas Marquinhos e Willian Henrique duas vezes desperdiçaram, mas o importante é que o Vitória venceu e chegou a quinta colocação.

IMAGEM_NOTICIA_3

FICHA TÉCNICA

Série A

Vitória x Coritiba

Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA)

Data: 12 de outubro de 2013

Hora: 18h30 (horário de Brasília)

Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho(CE)

Assistentes: Clóvis Amaral da Silva(PE)  e Carlos Jorge Titara da Rocha (AL)

Gols: Marquinhos e Dinei (Vitória) / Geraldo (Coritiba)

 

Vitória: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Michel, Luiz Gustavo (Euller), Cáceres e Renato Cajá (William Henrique); Marquinhos e Dinei. Técnico: Ney Franco.

 

Coritiba: Vanderlei; Victor Ferraz, Leandro Almeida, Chico e Diogo; Júnior Urso, Gil, Germano (Lincoln) e Robinho (Botinelli); Geraldo e Julio César (Bill). Técnico: Péricles Chamusca.

Wilson; Muito seguro, boas saídas do gol, foi muito importante para o resultado. 8.0

 

Ayrton: Mostrou como fez falta no BAVI, muito seguro, bom nas bolas paradas, segura a onda na posição, importantíssimo. 7.5

 

Victor Ramos: Quase entrega pela displicência, mas fez uma boa partida, precisa ficar atento. 7.0

 

Kadu: Jogou pra pirão, é um cara de muita seriedade, errou quando tentou sair jogando, mas no mais muito eficiente. 7.0

 

Juan: O nome do jogo, apagado na lateral, onde só segurou o jogo, cresceu quando foi para o meio e criou pelo menos 3 chances claríssimas de gol, numa delas saiu o do triunfo. 8.0

 

Michel: Não entendo sua titularidade, novamente entregou e quase complica o jogo, tem que sair desse time e ir para o banco. 4.0

Luiz Gustavo: Não fez uma boa partida, tomou nas costas no primeiro e toda saída de bola adiantava e perdia. 5.0

Cáceres: Brigador, foi o cara da luta no meio com Luiz Gustavo e Michel jogando mal, joga pro time. 7.0

Renato Cajá: Mais uma partida muito abaixo, e imprensa e torcida continuam o suportando, quando é Arthur Maia em 15 minutos, precisa jogar mais do que Zidane em final da copa de 98, não entendo. 3.0

Marquinhos: Um belo gol, e depois 3 chances claras que não se pode desperdiçar, vai ser poupado por que foi um cara participativo, que buscou o jogo e não se omitiu. 7.0

Dinei: Gol de camisa 09, como esperamos dele, tem que ser assim, na raça na vontade, na sobra, na canela, o importante é bola na rede. 8.0

Willian Henrique: Entrou elétrico, dando velocidade, e opção, mas perdeu dois gols incríveis, graças a Deus não fez falta, mas não pode perder. 6.0

Euller: Não sente a pressão, o garoto entra e joga com personalidade, apoiou, encostou e foi importante. 7.5

Pedro Oldoni: Entrou faltando  minuto para gastar o tempo.

Ney Franco: Triunfo na suas mudanças, apostou e deu certo, esta de parabéns, mas 3 pontos na conta. 8.0

[APITO AMIGO 3X2 VITÓRIA] Uma vergonha, o futebol não precisa disso!


spfc

O risco de rebaixamento da equipe paulista fez com que a partida de hoje se tornasse tensa, e a maneira como o arbitro conduziu a partida foi algo vergonhoso, inversão de faltas, jogadores tricolores distribuindo pontapés e quando ele percebia que já tinha cartão fazia vista grossa, sem contar que Rogerio Ceni, Paulo Miranda e Luis Fabiano apitaram o jogo, só faltaram bater no juiz.

Uma pena, poderíamos falar do grande jogo, do belo duelo, mas não, uma penalidade não marcada e 1 gol de uma falta que não existiu e com o jogador fazendo carga no goleiro de maneira absurdamente clara.

O São Paulo não precisa disso, o time tem condições de vencer qualquer equipe, não é necessário que seja desta forma.

Vou parar por aqui, porque a raiva esta muito grande.

Wilson: Não foi tão bem hoje, sentiu um pouco a partida. 6.0

Ayrton: Jogou bem, tem personalidade, a cada partida cresce no Vitória. 6.5

Victor Ramos: Voltou a jogar bem, muito boa sua partida. 7.0

Kadu: É muito regular, gosto do zagueiro completo rsrsrs.70

Juan: Gol, troca de passes, e muita consciência. 8.0

Luiz Gustavo: Não repetiu as ultimas partidas, errou alguns cortes, saídas de bola e perdeu uma boa oportunidade de gol. 5.0

Cáceres: Marcou muito, lutou muito, só não conseguiu chegar com força ao ataque, mas fez o segundo homem com muita garra. 7.5

Renato Cajá: Esteve melhor, fez algumas jogadas, se movimentou, não pode sair para Vander. 6.5

Escudero: Tanta mudança de posicionamento as vezes é prejudicial, ele hoje não apareceu tão bem, acho que em função da mudança constante, buscou alguns passes, e quando crescia, mudou de lado e caiu. 6.5

Marquinhos: Estava tentando e deu duas bolas para Vander fazer, mas ele desperdiçou 7.0

Dinei: Perdeu duas boas chances, depois fez o seu e sofreu uma penalidade, na média foi muito bem. 8.0

Vander: Volta pro mar oferenda, como perde aquelas duas belas oportunidades? Zero

Willian Henrique: Faltou mais tempo.

Ney Franco: Botou o time pra frente, não teve culpa do resultado, é um bom treinador. 7.0

[SÃO PAULO X VITÓRIA] Não e questão de vingança, é questão de Libertadores


são paulo x vitória

 

Quando a bola rolar para Vitória e São Paulo no Morumbi, objetivos diferentes serão combustíveis dos dois lados para tentar o triunfo, o time paulista busca fugir da zona de rebaixamento, enquanto o rubro negro busca uma vaga na zona de classificação para Libertadores.

O Vitória joga também para quebrar o tabu de nunca ter vencido o São Paulo no Morumbi, são 12 jogos com 10 triunfos paulistas e 2 empates.

O time de Ney Franco esta definido e tem o retorno de Victor Ramos, já o time de Muricy pode contar com algumas surpresas já que o treinador escondeu o time da imprensa.

 

São Paulo em principio de nova crise, com problemas na gestão de Juvenal, a torcida pressiona e após conseguir sair rapidamente do sufoco, eis que o tricolor novamente esta ameaçado de rebaixamento, o segundo na sua história, já que ele contou na década de 90 com uma virada de mesa para não ir a segundona do estadual. O rubro negro que esta invicto no segundo turno e vem de 2 triunfos fora, espera engatar o 3 triunfo e embalar ainda mais na  competição.

Rogério x Franco

Quando todos esperavam uma espécie de revanchismo, eis que Ney Franco novamente se mostrou inteligente, e tratou logo de acabar com essa história de vingança, ou sentimento de revanche, o treinador esta correto, pois não é questão de vingança, é uma questão de Libertadores.

FICHA TÉCNICA

Série A

São Paulo x Vitória

Local: Morumbi, em São Paulo (SP).

Data: 05/10/2013

Horário: 21h

Árbitro: Anderson Daronco

Auxiliares: Rodrigo Henrique Corrêa e José Eduardo Calza

São Paulo: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rodrigo Caio e Antônio Carlos; Reinaldo, Douglas, Wellington, Maicon e Ganso; Ademilson e Luís Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho.

Vitória: Wilson; Ayrton, Kadu, Victor Ramos e Juan; Luiz Gustavo, Cáceres, Escudero e Renato Cajá; Marquinhos e Dinei. Técnico: Ney Franco.

 

PS: A pressão da Felina deu certo, o jurídico do Vitória leu o texto e anunciou que vai entrar com ação na justiça, o episódio contra a instituição na Arena 51 não passará em branco.

[VITÓRIA X NÁUTICO] Nada além do triunfo


VITÓRIA X NÁUTICO

A 6 jogos sem vencer o rubro negro se aproximou assustadoramente da zona de rebaixamento e por isso vencer o lanterna em casa é muito mais do que obrigação. As últimas atuações empolgam, pois mesmo sem ter conseguido os 3 pontos, o Vitória atuou bem e voltou a ter um padrão de jogo, a expectativa é que isso se traduza em triunfo neste domingo no Barradão.

Ney Franco terá o retorno do artilheiro Maxi Biancucchi e contará com o ótimo momento de Marquinhos e Cáceres (seleção da rodada nos últimos dois jogos), além do apoio constante de Juan e quem sabe a volta do bom futebol de Renato Cajá.

A  maior preocupação do treinador é o sistema defensivo, pois como o meio voltou a criar e o ataque fazer gols, é não levar tentos o novo objetivo de Ney para que o leão possa rugir forte. Acredito que esse é o jogo para vencer, golear, ganhar moral, recuperar o saldo de gol e voltar a subir na tabela de classificação, do contrario o fantasma do rebaixamento irá se materializar, e o queremos longe da Toca do Leão.

Nas próximas partidas Ney Franco já “deverá” contar com alguns reforços, Arthur Maia e Renato Santos e Escudero, mas falaremos disso depois do jogo.

Já no time de Levi Gomes, o discurso é de complicar ao máximo o jogo no Barradão, o zagueiro Derley disse que o elenco é cheio de jogadores que foram campeões brasileiros em outros clubes, que possuem carreiras vitoriosas e precisam tirar o timbu dessa situação. Espero que essa reação deles fique para depois deste domingo. (risos)

 

Vitória: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Michel, Cáceres, Renato Cajá e Marquinhos; Maxi Biancucchi e Dinei Ney Franco

Náutico: Ricardo Berna; Derley, Jean Rolt, Willian Alves e Bruno Collaço; Elicarlos, Helder, Martinez e Tiago Real; Jones Carioca e Hugo Levi Gomes

ENTREVISTA LEÃO MINHA PAIXÃO/RESENHA RUBRO-NGERA COM FÁBIO MOTA

ENTREVISTA

Nessa terça dia 17 às 20 horas o Leão Minha Paixão junto com o Resenha Rubro-Negra entrevistará o candidato a presidência do Vitória Fábio Mota.

Mota responderá as perguntas dos nossos ouvintes, para isso, envie sua pergunta para que possamos questionar ao vivo a ele no programa.

Fábio prometeu falar de tudo, a expectativa dele em ser presidente do clube, a disputa com Falcão, projetos e etc.

Então nação vamos participar, em breve tentaremos entrevista com os outros candidatos.

[FLAMENGO X VITÓRIA] Com novo comando para reencontrar as Vitórias


FLAMENGO X VITÓRIA

 

Agora sob a batuta de Ney Franco, o Leão espera emplacar novamente no campeonato brasileiro os triunfos importantes e que fizeram o time ficar por tanto tempo entre os melhores.

 

Minha opinião é que realmente estava no momento de Caio Junior sair, reconheço que os problemas e a falta de contratações prejudicaram o trabalho dele que foi razoável para bom no Vitória, mas não conseguir mudar o esquema e as peças para dar melhor rendimento ao time, foi o que contribuiu para que este fosse o melhor momento para uma mudança de treinador.

 

Gostei o nome de Ney Franco e espero que ele facilite a transição dos jovens talentos da base ao time profissional, já que trabalhou muitos anos com as divisões de base de Atletico-MG, Cruzeiro e Seleção Brasileira.

 

O Flamengo não vive um bom momento, inclusive beira a zona de degola, o time esta a 5 jogos sem vencer na serie A e por isso esta pressionado. O Vitória também vem pressionado, mas com um ânimo de um novo treinador e acredito que esse possa ser o diferencial para que voltemos a vencer, sobretudo fora de casa.

 

Espero que no treino de Eder Paixão e na preleção de Ney Franco, o jogadores já tenham conseguido imprimir parte da nova filosofia de trabalho e com isso os erros na defesa e nas definições sejam corrigidos.

 

FICHA TÉCNICA

Série A

Flamengo x Vitória

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Data: 04/09/2013

Horário: 19h30

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Asp.Fifa/SP)

Auxiliares: Marrubson Melo Freitas (DF) e Marco Antônio de Mello Moreira (GO).

 

Flamengo: Felipe; Léo Moura, Chicão, Wallace e Samir; Luiz Antonio, Elias, André Santos e Gabriel; Rafinha e Hernane. Técnico: Mano Menezes.

 

Vitória: Wilson; Ayrton, Fabrício, Victor Ramos e Juan; Michel (Cáceres), Luís Alberto, Renato Cajá e Vander; Maxi e Dinei (Alemão). Técnico: Ney Franco.

 

[CONTRATADO] Kadu é o novo zagueiro do Vitória


kadu_g

Revelado pelo Guarani, onde atuou entre 2005 e 2006, o experiente zagueiro acumula passagens por Corinthians (2007), Bragantino (2007-2008 e 2011-2013), e Figueirense (2010).

Kadu era titular absoluto do Braga na Série B. Ele disputou 14 dos 18 jogos realizados pelo clube na competição, sempre como titular. O jogador sequer foi relacionado para o empate sem gols contra o Paysandu, no último sábado.

O defensor chega para buscar corrigir os problemas da defesa do Vitória e a saída de Gabriel Paulista.

Ele deve chegar nos próximos dias e fazer parte do elenco do novo treinador Ney Franco.

KADU acaba de ser apresentado como novo reforço do VITÓRIA na Toca do Leão.

BTL1MMLCYAAWNeM

-Me considero um zagueiro completo! Disse o zagueiro ao seu respeito e principais características.

Será? http://wp.me/pxLL7-1Ug

Nome: Ricardo Martins de Araújo
Posição: Zagueiro
Apelido: Kadu
Natural de: Brasília (DF)
Nascimento: 20/07/1986 – 26 anos
Altura: 1,89m Peso: 80 Kg
Último Clube: Figueirense (SC)

[VITÓRIA X CRICIÚMA] Vencer no Barradão e exorcizar os problemas


VITÓRIA X criciúma

O Vitória volta ao Barradão e tenta manter o ótimo retrospecto em casa para vencer o Criciúma e apagar os problemas que vem assolando a Toca do Leão. Contusões excessivas, eliminação na Sul-americana, duas derrotas consecutivas no brasileiro e Doping do principal jogador do elenco.

Com ingressos mais baratos a preço único de R$ 20,00 e com o horário as 16:00 horas, a expectativa é de que o público ultrapasse a marca de 15 mil no Barradão, embora o momento ruim e os problemas tenham desanimado os “torcedores de momento” .

O Rubro negro precisa muito do triunfo para não entrar em crise e ficar em situação perigosa na tabela. Caio Junior teve muitos problemas, mas também conta com alguns reforços para escalar o time, Ayrton e Juan trazem experiência as laterais e Alemão esta incumbido de fazer os gols que Dinei anda perdendo, mas as ausências de meias com características mais técnica como Escudero e Renato Cajá preocupam, Cáceres deve atuar como 3ª homem do meio de campo, o problema é que Vander não tem características de quarto homem.

Espero muito que o torcedor compareça ao Barradão e apoie o Vitória, empurrando o time para mais um triunfo na competição.

ESQUEMA TÁTICO DO VITÓRIA (2)

FICHA TÉCNICA
Série A
Vitória x Criciúma
Local:
Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA)
Data: 01/09/2013
Horário: 16h
Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho (CE)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)

Vitória: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Fabrício e Euller (Juan); Luis Alberto, Cáceres, Elizeu e Vander; Maxi Biancucchi e Alemão. Técnico: Caio Júnior.

Criciúma: Galatto; Tony, Matheus Ferraz, Leonardo e Marlon; Serginho, Elton e João Vitor; Lins, Marcel e Fabinho. Técnico: Silvio Criciúma.

FINAL DA TAÇA BH- VITÓRIA X VASCO E CASOS SEMELHANTES AO DOPING DE ESCUDERO (Absolvidos)


VITÓRIA X VASCO

O Vitória vai em busca do bicampeonato da Taça BH, competição considerada a segunda mais importante entre divisões de base  no país, o time de Carlos Amadeu vem com a fama pela conquista da Copa do Brasil da categoria em 2012 e pela belíssima campanha até aqui na BH, para chegar a final o Leão fez a seguinte Campanha:

 

1ª rodada Vitória 2 x 1 Fluminense (RJ)

2ª rodada Vitória 3 x 0 Ouro Preto

3ª rodada Vitória 1 x 3 Internacional

4ª rodada Vitória 8 x 0 Mariana

5ª rodada Vitória 2 x 0 Guaicurus

Dia 25/08 Vitória 3 x 2 Criciúma

Quartas-de-Final Vitória 0 x 0 Coritiba (penaltis Vitória 5 x 4 Coritiba)

Semifinais Vitória 3 x 0 Sport

 

O Vasco é bicampeão da BH, é comandado por Sorato e eliminou equipes como Goias, América MG e Fluminense para chegar a final, time teve 6 triunfos, 1 empate e 1 derrota.

 

FICHA TÉCNICA: VASCO X VITÓRIA

Data/Hora: 01/09/2013 – 13H
Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas
Árbitro: Giovanni Fernandes (MG),
Auxiliares: Leandro Salvador da Silva (MG) e Filipe Ramos Santana (MG)

VASCO: Jordi; Richard (Eron), Alisson, Venício e Dieyson; Matheus Batista, Danilo, Jhon Cley, Guilherme Costa e Yago; Thalles – Técnico: Sorato.

VITÓRIA: Guillermo; Serafim, Vinícius, Josué e Ramon; José Wellison, Alex, Mauri e Wellington; Marcone e Agdon.

 

CASOS DE JOGADORES COM DOPING

IMAGEM_NOTICIA_3

CASO XANDÃO

O zagueiro Xandão, do São Paulo, foi absolvido por unanimidade, em julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, por causa de um caso de doping. O atleta havia sido pego no exame antidoping do jogo contra o Atlético Paranaense, em Curitiba pelo uso de três substâncias proibidas, mas nenhuma estimulante, presentes em um colírio.

Acompanhado do médico do São Paulo, José Sanchez, Xandão prestou depoimento perante a Quarta Comissão Disciplinar do STJD e explicou o uso do colírio no dia do jogo na Arena da Baixada. “Se não tivesse usado o remédio, talvez não pudesse jogar, pois estava me atrapalhando demais. Minha reação quando me falaram sobre o doping foi de dar risada e de forma irônica. Não acreditei. O doutor Sanchez também não entendeu o motivo de eu ter sido pego no doping, pois utilizei o medicamento de uso oftalmológico”, disse o zagueiro.

CASO DECO

O Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) julgou o meia Deco por cerca de quatro horas e concluiu que o jogador não teve a intenção de fazer uso da substância dopante furosemida. Mas entendeu que ele é responsável por tudo que ingere e decidiu pela suspensão do atleta do Fluminense pelo período de 30 dias.

Deco testou positivo para o diurético furosemida após a partida contra o Boavista, pela fase de classificação da Taça Rio, no dia 30 de março. O jogador corria o risco de ser punido por até dois anos de suspensão, mas confiava na absolvição, uma vez que o caso era o mesmo do meia Carlos Alberto, do Vasco, que teve a mesma substância encontrada em sua urina e foi inocentado pelo mesmo TJD-RJ.

OUTROS CASOS

Romário: Com doping positivo para furosemida em 2007, o atleta alegou utilizar a tempos para queda de cabelo e com conhecimento de médicos dos clubes e da seleção. Foi inocentado pelo STJD.

Marcão: Mesma substância e ano do baixinho e mesma alegação, pegou 120 dias, mas depois teve a pena reduzida para 60 dias.

Renato Silva: Pego por uso de maconha pegou 120 dias, mas teve a pena reduzida para 60 dias.

CASO DE ATLETA DE VOLEI INOCENTADA COM A MESMA SUBSTÂNCIA

“Comprovamos que as substâncias são oriundas do medicamento que ela vinha utilizando por determinação médica”, disse advogado

Gazeta Esportiva

POMEDORE – Ponteira do Cativa/Pomerode, última colocado na edição 2008/2009 da Superliga feminina, Grace foi absolvida da acusação de doping pelas substâncias rednisolona e prednisona na derrota para o Pinheiros/Mackenzie, em 31 de janeiro.

“Comprovamos que as substâncias são oriundas do medicamento anti-inflamatório de nome Prelone, que ela vinha utilizando para dores nos joelhos por determinação médica, sem saber que o princípio ativo era proibido”, comentou o advogado da atleta, Roberto Pugliese Jr..

Grace foi liberada da suspensão entre 120 a 360 dias com três dos cinco votos dos auditores da Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Voleibol Brasileiro.

Depois do jogo contra o Pinheiros, a jogadora não atuou em mais nenhuma partida em razão de sua contusão e foi submetida à cirurgia nos dois joelhos em março. Com a divulgação do exame antidoping positivo, ela havia sido suspensa preventivamente até a decisão que a absolveu no julgamento.

 

 

Juan é contratado para acabar com problema na lateral esquerda do Vitória


juan

Sem ser utilizado por Paulo Autuori no São Paulo, Juan não atua desde a derrota para o Vitória por 3×2 no Barradão, o jogador chegará  nesta quinta em Salvador para tentar ser a solução de um problema crônico na lateral esquerda.

O jogador pediu para ter seu vinculo rescindido e foi atendido pela diretoria do tricolor paulista, de acordo com seu empresário Juan deve desembarcar amanhã, ele fará exames e será apresentado na Toca do Leão.

Caio Junior teve muitos problemas na posição, Mansur titular do setor além de oscilar bastante, se contundiu e esta há tempos afastado, o seu imediato é Tarracha, que chegou e também não agradou e se contundiu, o Jovem Euller de 18 anos da divisão de base foi chamado e tem segurado a onda na posição, mas ainda faltava experiência ao garoto que é talentoso, sem contar com João Paulo que foi anunciado, mas foi reprovado nos exames médicos.

OPINIÃO LMP

Ótima aquisição, isso sim é contratação, é reforço, espero que Juan chegue e acabe de vez com os problemas na lateral esquerda, o jogador é experiente e vai ajudar muito no setor da equipe rubro-negra.

DÃO DEVE CHEGAR ESSA SEMANA PARA REFORÇAR A ZAGA

Informação do Bahia Noticias

Destaque da surpreendente Chapecoense na Série B do Campeonato Brasileiro, o zagueiro Dão deve fechar com o Vitória. De acordo com informações obtidas pelo Bahia Notícias, o jogador chega a Salvador nos próximos dias para realizar os exames necessários para a assinatura do contrato.

Dannyu Francisco dos Santos nasceu no dia 28/10/1984, em Penedo, Alagoas, e iniciou sua carreira no Penedense. Ele passou por clubes como Campinense, Icasa, Sport, CRB, Mirassol, Guarani-SP, Spartak Trnava (Eslováquia), Botafogo-SP, Red Bull Brasil-SP e Luverdense.

O defensor chegar para suprir a ausência de Gabriel Paulista, que se transferiu para o futebol espanhol.