O que esperar do Vitória 2016


ECV 2016

A começar pelo primeiro semestre onde o rubro negro terá pouco mais de 16 jogos, isso contando que ao contrario de 2015 o time não decepcione e chegue à final do estadual e também dos jogos da Copa do Brasil, já que por incompetência não disputará a Copa do Nordeste é a justificativa para as poucas contratações da diretoria até o momento, posso até dar um credito a isso, mas claro que as perdas de Escudero e Rhayner não serão digeridas sem uma grande contratação e sem os resultados necessários.

Ganhar o campeonato baiano virou obrigação para o Vitória em 2016, pois além de recuperar a hegemonia e apagar os vexames de 2015, o time é o único representante do certame que faz parte da elite do futebol brasileiro, e que de certo a competição também servirá de preparação para série A, onde teremos grandes adversários e apesar de que haverá contratações, já precisamos ter uma base solida pra chegar forte no nacional.

O Elenco

As renovações de Mattis, Diego e Amaral até agora é o ápice do time de Mancini, o retorno do velocista William Henrique e do questionado Arthur Maia também dão um certo volume ao time, Nickson e Rafaelson são observados com esperança, o camisa 09 por exemplo deve iniciar a temporada como titular e tem que mostrar a fome de gol que tinha na base, principalmente em jogos contra o rival em que sempre deixou sua marca. Ainda tem os recém contratados Alipio e Tiago Real que chegam sob a desconfiança e precisam mostrar trabalho pra conquistar a torcida rubro negra.

Ronaldo, Gustavo, Fernando Miguel,Euller,Diego Renan, Alef,  Arthur Maia, Rafaelson, Tiago Real, David, Amaral,Caique,Flavio, Gabriel, Mattis, Wellison, Josué, Nickson, Marcelo, Rômulo, Vander, Wallace, Willian Henrique,Yan, Ramon, além de Norberto e Robert que estão entregues ao departamento médico e de Gatito, Pedro Ken e Diogo Mateus que ainda negociam a renovação de contrato.

Eleições

Ano de eleições no clube, e ao que tudo indica pela primeira vez direta, com o sócio torcedor escolhendo seu presidente e a formação do conselho do clube, eis que quem esta no comando não quer dar chances de sair do clube e por isso eu espero um Vitória forte em 2016, acredito piamente que reforços irão chegar a toca do leão, a exemplo de 2013 quando o clube fez grandes investimentos no elenco com Escudero, Cáceres, Maxi e Cajá.

 

Anúncios

[CONQUISTA 1X2 VITÓRIA] Leão vence mesmo sem jogar bem e amplia vantagem


vitória da conquista 1x2 vitória

Longe de apresentar um bom futebol, mas o suficiente para vencer e ampliar a vantagem na briga por uma vaga na semifinal do campeonato baiano 2014, assim foi o Vitória diante do xará de Conquista. Com um primeiro tempo péssimo e uma melhora na segunda etapa o rubro negro conseguiu uma virada importante rumo ao bicampeonato.

PRIMEIRO TEMPO

Na etapa inicial o time da casa dominou as ações e mereceu sair vencendo por 1×0 com o gol de Sílvio numa falha que já é clássica da defesa do Vitória, cobrança de escanteio e o atacante esta sozinho para balançar as redes. O time da casa ainda teve outras oportunidades e parou na trave e na incompetência de ampliar o resultado, já o rubro negro teve apenas um bom chute com Souza e boa defesa de Augusto, muito pouco para um time das dimensões do brioso.

SEGUNDO TEMPO

Ney resolveu voltar com o mesmo time e logo viu que não estava dando certo, ele tirou o fraco Lucas Zen e colocou Mansur, deslocando Juan para o meio campo. O Leão  mudou a postura, cresceu e chegou ao empate com Ayrton e bela jogada de Dinei que chegou a linha de fundo e tocou para trás, o lateral chegou batendo e empatou a partida.

Minutos depois o treinador leonino mudou novamente e deu certo, ele promoveu a entrada de Willian Henrique em lugar de Souza e o cara eletrizou a partida, tentou em duas oportunidade e na terceira ele tirou dois defensores e chutou para marcar o seu gol, virada do leão e cântico de Ô ooooo o talismã voltou ô oooooo!

Depois do gol o Vitória quase amplia com um chutaço de Willian Henrique desta vez acertando a trave, logo após os times buscaram o tento, mas o placar continuou o mesmo.

FICHA TÉCNICA

Conquista1 x2  Vitória
Campeonato Baiano – semifinais
Local: Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista
Data: 26/03/2014
Horário: 20h30
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
Auxiliares:  Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Djalma Silva Ferreira Júnior (BA)

Gols: Sílvio (Conquista); Ayrton e William Henrique (Vitória).

Vitória da Conquista:  Augusto; Lorran (Fabinho), Mota, Silvio e Paulo Vitor; Edmar, Ramires, Moisés e Carlinhos (Candinho); Tatu e Índio (Elcimar). Técnico: Evandro Guimarães.

Vitória: Wilson; Ayrton, Matheus Salustiano, Rodrigo Defendi e Juan; Lucas Zen (Mansur), Cáceres e Hugo; Marquinhos, Dinei (Alan Pinheiro) e Souza (William Henrique).  Técnico: Ney Franco.

 

WILSON: Boas defesas, é um goleiro consistente, um dos poucos que mantém a regularidade no Vitória 6.5

AYRTON: Péssimo primeiro tempo e bom segundo tempo, precisa jogar muito mais, mas vou aliviar pelo gol importante 6.0
DEFENDI: Fraco, muito fraco, até agora não mostrou porque vesti o manto. 5.0
SALUSTIANO: Não foi muito bem hoje, foi bombardeado pelo ataque, precisa melhorar, mas ainda é o melhor que temos. 5.5
JUAN: Nem de longe lembra a temporada 2013, Euller nele Ney Franco. 4.0
LUCAS ZEN: Volta pro Botafogo 4.0
CÁCERES: Oscilou durante a partida, mas pode render muito mais. 5.0
HUGO: Não acertou nada, precisa de ritmo e entrosamento. 4.0
MARQUINHOS: As vezes quer enfeitar e estraga tudo, tem que aprender a fazer o simples, muito mal, 3.0
DINEI: Um passe para o gol e mais nada, esta devendo e muito 5.0
SOUZA: Não dá para jogar ele e Dinei, os caras tem mesmo estilo, estreia fraca, pode render mais. 4.5
MANSUR: Corrigiu a onda na lateral e ajudou o time na virada. 6.5
WILLIAN HENRIQUE: Golaço e entrou com a corda toda, ô talismã voltou 10.0
ALAN PINHEIRO: Entrou quando a parada já estava resolvida, sem muito tempo para muita coisa.
NEY FRANCO: Não dá para continuar com o esquema 4-3-3, pelo menos com estes atletas, mudou o time no segundo tempo e o futebol reapareceu e a virada veio 7.0

[VITÓRIA 1X0 BOTAFOGO] Contra tudo e contra todos, caiu na Toca é pau!


VITÓRIA X BOTAFOGO

O Vitória entrou pressionado pelos resultados dos concorrentes, e se perdesse daria adeus a luta por uma vaga na libertadores, e nesses momentos é fundamental o apoio do torcedor, e este não decepcionou esta noite no Barradão, como eu disse no pré-jogo, uma festa que só nós sabemos fazer.

Uma partida perfeita taticamente do Vitória, é muito bom ver o time jogando assim, que coisa gostosa, que partidaça de Escudero, e que jogaço de Marcelo, é amigo! Quem tem treinador é outra coisa.

PS: Galera vocês irão me desculpar mas vou ser breve no texto por causa do horário e terei que ir trabalhar cedo amanhã.

Destaque para arbitragem que tentou de tudo para prejudicar o Vitória e ajudar o Botafogo, gol pessimamente anulado e a penalidade clara em cima de Juan chega a ser ridícula da maneira que Alicio estava em cima do lance.

Wilson: Muito seguro, boas defesas, é uma ótima liderança ajustando o posicionamento. 7.0

Ayrton: Começou pressionado por Lodeiro, mas depois foi crescendo no jogo e mostra porque ganhou a confiança do torcedor, precisa apenas calibrar o pé nas faltas. 7.5

Luiz Gustavo: Bela partida, impressiona a tranquilidade e a leitura que tem dos lances, ótima indicação de Ney Franco. 7,5

Victor Ramos: Parou de aparecer nas baladas, voltou a jogar bola, foi o zagueiro que nos gostamos de ver em campo. 8.0

Juan: Há muito tempo não tínhamos segurança na lateral esquerda, e ele chegou com desconfiança e mostra que sabe tudo da camisa 06, e quando vai para o meio, tem o talento no passe de um camisa 10, não tem como não ser 10,0

Marcelo: 100 partidas com a camisa do Leão? Não foi apenas a 2º, sendo a primeira como titular, e estreando de fato,  começou nervoso, mas com 10 minutos já comandava o meio de campo, jogou muito, anulou Seedorf, e saiu para o jogo, realmente Ney Franco tem olho para jovens talentosos. 9.0

Cácares: As vezes não aparece, mas se for olhar a partida tática dele, volto a dizer, é importantíssimo, joga pro time, mostra uma vontade, digna da camisa do Leão. 7.5

Escudero: Joga muito, renova logo Portela, o cara desse time, joga pro time, sem muito alarde, sendo simples, mas com uma qualidade impressionante, se já não bastasse, ainda marca como poucos, é a espinha dorsal desse time, quando foi para o meio, mostrou a Cajá como se joga, talento puro. 8,5

Marquinhos: Jogou bem, conseguiu uma assistência mal anulada e no segundo tempo, fez uma dupla que infernizou a defesa com Willian Henrique alternando os lados. 7,5

Dinei: Tem crescido em meu conceito desde que Ney chegou, pois além de ser importante no esquema, e de lutar, tem conseguido fazer seus gols, e até mesmo fazer o pivô. 7.0

Willian Henrique: Talismã, entrou errando, perdeu um gol, mas deu velocidade ao ataque e estava triangulando bem com Marquinhos, mais um gol e é peça importante nesse grande momento do time. 8.0

Euller: Falo desse garoto sempre, e muito bom jogador, tem coragem, vai pra cima, é lateral de qualidade, vem mais uma boa safra para o Leão, entrou e mudou a história do jogo, ótima assistência. 10.0

Elizeu: Entrou para segurar e foi bem, mostrou maturidade levando a bola para a lateral e tocando sempre para o Willian Henrique segurar o  jogo. 7.0

Ney Franco: Treinador é assim, tem que ter coragem, tem que mostrar que conhece do jogo e tem que mostrar que não é só discurso, ainda tem quem diga que não era para Caio cair? Nota 10,0

http://http://www.youtube.com/watch?v=n0YwpiiV-zY

FICHA TÉCNICA VITÓRIA 1 X 0 BOTAFOGO
Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 17 de outubro de 2013, quinta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Público: 17.086 pagantes
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Fábio Pereira (Fifa-TO)
Cartões Amarelos: Juan (Vitória); Lodeiro, Renan (Botafogo)
Gols:
VITÓRIA: William Henrique, aos 33 minutos do segundo tempo

VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Luiz Gustavo e Juan; Marcelo(Euller), Cáceres, Escudero(Eliseu) e Renato Cajá(William Henrique); Marquinhos e Dinei
Técnico: Ney Franco

BOTAFOGO: Renan; Edílson, Bolívar, Dória e Júlio César(Lima); Marcelo Mattos(Alex), Renato, Gegê, Seedorf e Lodeiro(Henrique); Rafael Marques
Técnico: Oswaldo de Oliveira

PS: Vitória de olho no mercado estrangeiro, Alexi Portela e outros dirigentes estão encaminhando documento a CBF para que em 2014 o numero de estrangeiros que podem atuar por uma equipe suba de 3 para 5.

[ATLÉTICO-PR 3X5 VITÓRIA] O Leão firme na briga pelo G-5


ATLÉTICO-PR 3X5 VITÓRIA

O vitória foi pra cima do Atlético-PR e chega para brigar por uma vaga no G-5 como expliquei no texto anterior.

O time de Ney Franco surpreendeu Mancini e fez uma primeira etapa fantástica, digna de nota, perfeita. O leão abafou o furacão e chegou ao gol numa jogada no mínimo estranha, Renato Cajá brigou com o zagueiro a bola bateu nele, o goleiro defendeu e abola sobrou para  camisa 10 fazer o gol e fazer as pazes com o torcedor, embora ainda esteja devendo um melhor futebol.

Quando alguns esperavam a reação atleticana, eis que Ayrton resolveu acertar aquilo que credenciou sua contratação, ele cobrou forte a falta que bateu na barreira e foi no canto do goleiro Weverton, Vitória 2×0 e Mancini desesperado.  No final do primeiro tempo ainda deu para marcar o terceiro, em contra ataque rápido, Dinei acertou um chutaço e marcou um lindo gol.

No segundo tempo eu confesso que temi quando vi Marquinhos perder aquele gol feito aos 45 segundos do segundo tempo, era para fazer aquele gol e acabar com  jogo, depois disso era natural que o time dono da casa viesse para cima e apertasse o Leão.

O maior problema é que a defesa que foi brilhante no primeiro, parece que dormiu, o time se acomodou e tomou uma pressão incrível, o baixinho Ederson fez um gol de cabeça no meio da defesa, logo depois em cobrança de escanteio a bola ficou quente e não se pode dar tanto espaço ao artilheiro Ederson que bateu contou com o desvio e fez o segundo dele e do Atlético.

O que parecia preocupante, ficou ainda mais, após cobrança de escanteio Roger, aquele mesmo crucificado pela torcida subiu sozinho no segundo poste em cobrança de escanteio e marcou o gol de empate. Daí para frente a pressão do furacão continuo forte, mas com o Vitória é assim, tem que ter emoção, e não se pode jogar a toalha jamais. O treinador Ney Franco fez a leitura perfeita do jogo e Willian Henrique resolveu decidir a partida, um belo gol e depois uma assistência primorosa, e com isso o Leão vai pra briga da libertadores.

 atl-pr-x-vit-ba

Wilson: Hoje não conseguiu fazer as defesas milagrosas, mas não teve culpa nos gols.6.0

Ayrton: Jogou muito, dois golaços, eu tinha dito, Adeus Nino. 8.0

Victor Ramos: Fez um primeiro tempo primoroso no segundo, parece que estava dormindo, todos os lançamentos não conseguia subir. 4.5

Kadu: Excelente primeiro tempo, vacilou no gol quando não subiu o suficiente com Ederson, mas continua batalhando, mostrando garra. 6.0

Juan: Tem muita qualidade, tem mostrado vontade, gosto muito do seu futebol. 6.5

Luiz Gustavo: Justificou sua escalação, uma bela partida, muito seguro fazendo a proteção da defesa, a primeira impressão foi boa. 7.5

Elizeu: Jogou bem hoje, embora tenha oscilado no segundo tempo, fez o seu e foi importante. 6.5

Renato Cajá: Desencantou, um gol na raça, na vontade, hoje foi um pouco melhor, mas ainda pode render mais, ainda mais como armador.6.5

Escudero: Joga para o time, o cara marca, desarma, vai para cima, muito importante, olha o rendimento do time com ele! 7.5

Marquinhos: Foi mal, não conseguiu repetir as ultimas atuações, e perdeu o gol que faria toda a diferença no jogo, graças a Deus não fez falta. 4.0

Dinei: Fez um golaço como esperamos dele e ainda lutou, deu grande passe, foi importantíssimo, jogou muita bola. 9.0

Alemão: Entrou muito mal, não conseguiu repetir sua ultimas atuações. 5.0

Willian Henrique: Jogou muito, partiu para cima e fez um belo gol e deu uma assistência digna de camisa 10. 10.0

Marcelo: O jovem da base entrou para segurar no finzinho e segurou, mas foi pouco tempo para avaliar.

Ney Franco: Que isso amigo? Quando eu disse que Caio Junior tinha que sair alguns estavam me batendo, agora respondam se eu não estava correto?, Treinador de coragem, no melhor momento do adversario colocou dois atacantes e conseguimos o triunfo. 8.5

 

  FICHA TÉCNICA
Série A
Atlético-PR 3 x 5 Vitória
Local:
Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR).
Data: 29/09/2013
Árbitro: Paulo Henrique de Godoy Bezerra (SC)
Auxiliares: Márcio Eustáquio Santiago (Fifa/MG) e Nadine Schram Bastos (Asp. Fifa/SC)
Cartões amarelos: Manoel, Marcelo, Roger (Atlético-PR) / Victor Ramos, Elizeu (Vitória)
Gols: Éderson (2x), Roger (Atlético-PR) / Renato Cajá, Ayrton (2x), Dinei e William Henrique(Vitória)

Atlético-PR: Weverton; Jonas (Roger), Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho (Zezinho); Deivid, João Paulo, Everton (Dellatorre) e Paulo Baier; Marcelo e Ederson. Técnico: Vagner Mancini.

Vitória: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Elizeu, Luiz Gustavo (William Henrique), Escudero (Marcelo) e Renato Cajá (Alemão); Dinei e Marquinhos. Técnico: Ney Franco.