PONTOS IMPORTANTES DA ENTREVISTA DE PAULO CARNEIRO PARA O NO AR COM ANDRÉ HENNING


A entrevista do ex-presidente do Vitória Paulo Carneiro ao programa NO AR com André Henning tratou de assuntos da história do clube mas foca apenas no lado positivo da gestão PC, talvez por falta de tempo as perguntas tenham sido centralizadas aos feitos que destacaram Paulo ao longo do seu comando a frente do EC Vitória, dentro de tudo que foi dito destaquei 5 pontos que considero importantes e que valem a reflexão.

1-COPA E LIGA DO NORDESTE

2-CRIAÇÃO DE UMA LIGA NACIONAL

3-DIVISÃO DE BASE

4-CAMPEONATO BAIANO

5-POLITICA DO ESPORTE CLUBE VITÓRIA

 

1 COPA E LIGA DO NORDESTE

O ex-presidente Paulo Carneiro na entrevista contou parte dos bastidores da Criação da Copa do Nordeste e citou a importância do retorno da competição ao formato que o consagrou nos anos 90, para PC, os clubes precisam se unir para priorizar o formato com datas aos sábados e domingos, aumentando o interesse dos investidores e elevando a competição que hoje vale R$ 30 milhões há um patamar de R$ 100 milhões por ano.

2-CRIACÃO DE UMA LIGA NACIONAL

Paulo retorna ao polêmico assunto do clube empresa, cita o exemplo da Argentina e diz que há uma necessidade de criar uma liga que defenda os interesses dos clubes principalmente no que tange a negociação dos direitos de transmissão, o ex-presidente afirma que os clubes aceitam muito passivamente os valores oferecidos pelas emissoras e cita o exemplo da entrada do Esporte Interativo que com a quebra de monopólio fez os valores da tv fechada saltar de R$ 60 para R$ 500 milhões.

3- DIVISÃO DE BASE

Ao citar a formação de grandes nomes na divisão de base, Paulo Carneiro fala da metodologia e do projeto do clube, e diz ser necessário que o clube tenha uma identidade independente do treinador, mostrar ao profissional que a filosofia do clube é ter por exemplo 2/3 de atletas formados em casa, pois não tem como ser diferente dada a diferença de orçamentos e que o clube precisa aliar as novas ferramentas de fisiologia, psicologia na formação de novos atletas.

PC ainda citou as competições internacionais, os confrontos contra grandes equipes do futebol mundial como fundamental na formação e que demonstrava a força do Vitória como uma das principais escolas do futebol mundial.

4- CAMPEONATO BAIANO

Para o dirigente é necessário que a dupla BAVI se uma, reúna com os clubes para mudar o formato da competição com calendário até junho mas com equipes sub-23, ele cita a possibilidade de ampliar o numero de equipes, ter mais praças esportivas, aumentando o interesse do mercado na competição.

5- POLITICA NO ESPORTE CLUBE VITÓRIA

Um clube dividido politicamente, assim Paulo define o Vitória antes dele e o Vitória atual, para PC o clube só pode crescer na sua gestão porque houve um projeto que foi abraçado, porque os nomes se unirão em prol de um projeto de fortalecimento do clube.

“O Vitória esta dividido politicamente desde o inicio de 2017 e isso é muito ruim” disse Paulo.

PC diz reconhecer a legitimidade de Ricardo David e que torce pelo mesmo, mas critica o isolamento do atual presidente há quem afirmou já ter se colocado a disposição para ajudar e citou também o ex-presidente do Vitória e atual presidente da Liga do Nordeste Alexi Portela que poderia contribuir neste momento de turbulência.

“O Vitória precisa se unir, precisa acabar com essa instabilidade politica” finalizou.

PS: Reitero a opinião do Leão Minha Paixão de apoio incondicional a democracia do clube e do direito de Ricardo David em cumprir seu mandato e que o próximo presidente seja escolhido na eleição no final de 2019.

Anúncios

Estatísticas de Fluminense 2×1 Vitória e os números de Alexandre Gallo novo técnico do Vitória


Os dados estatísticos de Fluminense 2×1 Vitória com base no site Footstats.

Os 3 últimos trabalhos de Alexandre Gallo

Gallo em 2015 comandou a seleção brasileira sub-20, fez 22 jogos com 14 V 4 E 4 D Aproveitamento de 69%.

Em 2016 AG treinou a Ponte Preta em 12 Jogos com 7 V 2E 3 D Aproveitamento de 63,88%

Seu último trabalho foi com o Náutico, assumiu em Abril de 2016 principalmente para disputa da série B e em 25 Jogos, obteve 11V 4E 10D Aproveitamento de 49,3%.

Na primeira divisão os únicos trabalhos que destaco foi em 2005 pelo Santos quando terminou na quinta colocação e em 2012 no Náutico quando foi 12°, classificando-se para Sul-americana, uma curiosidade é que Kieza era seu comandado e foi artilheiro com 13 gols.

Curiosidade:

Alexandre Gallo jogou 4 temporadas no Vitória entre 92 à 96 até se transferir para o Santos.

  1. O tão falado perfil do treinador

Olhando para os nomes de Carlos Amadeu, e Alexandre Gallo, treinadores pretendidos pelo Vitória, associo a eles e o dito “perfil” o fato de terem trabalhos sólidos com divisão de base e o fato do clube ser um grande formador de atletas, torço para que AG tenha êxito, consiga fazer um trabalho que traga resultados consolidados a curto, médio e longo prazo. Continuar lendo

O desafio de reconstrução do futebol do Vitória


A saída de Sinval Vieira da diretoria de futebol, abre espaço para que de fato o futebol do clube seja profissionalizado, Petkovic(novo diretor de futebol), tem agora a oportunidade de montar uma equipe com conhecimento técnico e tocar um projeto com metas a curto,médio e longo prazo.

É possível driblar a crise, a guerra nos bastidores e o péssimo momento em campo, Raimundo Viana conseguiu isso na renúncia de Falcão e agora Pet precisa repetir o feito no futebol mas ciente de que a dificuldade será maior.

CURTO PRAZO

O Vitória precisa de um treinador de ponta, Levir Culpi e Marcelo Oliveira seriam ideais, estes nomes podem ajudar a blindar o campo, os jogadores, diminuir a cobrança do torcedor e restaurar a confiança para não sermos rebaixados.

Convencer tais profissionais neste momento de caos, é a difícil tarefa de Ivã de Almeida e Petkovic, seria necessário oferecer um trabalho com estabilidade, visando resultados, mas com cautela, sem a pressão de demissão no primeiro tropeço, e abertura para pelo menos 4 contratações indicadas por estes profissionais.

MÉDIO PRAZO

Contrato até pelo menos dezembro de 2018, esquema e modelo implantados, base mantida e salvo do rebaixamento(Amém),começar o novo ano de acordo com um planejamento embasado, sólido que permita ao EC Vitória pensar em conquistas maiores, estes 6 meses serão importantíssimos para criar essa identidade e permitir que divisão de base e profissional sejam alinhados dentro de um projeto único.

LONGO PRAZO

Com uma identidade definida, colher os frutos destas mudanças e corrigir as falhas que persistirão, é olhar para o clube e ter expectativa, conhecendo seus anseios e almejando cada vez mais crescimento.

Espero que o cenário político seja “dissolvido” e que os pré candidatos aguardem 2019, e nisso, o grupo de conselheiros que pediam a destituição de Ivã, saiu na frente, eles anunciaram a retirada da petição com a saída de Sinval Vieira, e afirmam que as reinvindicações foram atendidas, bom para reagrupar o conselho neste momento de “reconstrução”.

PS: Augusto Vasconcelos deixa a direção jurídica do clube.

PS2:Leonardo Amoedo continua na direção do financeiro e controle.

PS3: Clube pode mudar a direção de comunicação.

Sinval Vieira “deu a ideia” diretor comentou da base ao profissional


sinval-vieiraO diretor de futebol do EC Vitória não teve filtros em entrevista concedida a rádio Sociedade, Sinval Vieira respondeu a tudo que foi questionado, de maneira direta e objetiva, ele “deu a ideia” como se diz num bom baianês.

A eliminação do time de Hamilton Mendes na Copa São Paulo foi o 1° grande tema e Sinval teceu duras críticas a divisão de base atual do clube.

“Iremos reformular toda base, com novos profissionais, uma nova dinâmica, a base é composta de 3 coisas: Busca, formação e transição”.

Busca de talentos, formação técnica destes atletas e o mais importante a transição deles para o profissional. Neste momento SV abriu um parêntese e passou a relatar histórias antigas de jogadores neste processo de transição para profissional com os treinadores Arthurzinho e Agnaldo Liz quando ele coordenava as divisões de base.

A entrevista seguiu e SV foi interpelado sobre as saídas de Gabriel, Yan e Nickson e respondeu: -Emprestamos estes atletas porque com as contratações que fizemos de Pisculichi, Dátolo e Cleiton eles dificilmente iriam jogar aqui, então buscamos vitrines para que eles possam jogar, ganhar experiência e também quem sabe gerar alguma receita futura para o clube.

CONTRATAÇÕES

O Luis Fabiano não vem, não está dentro do perfil que queremos, converso muito com Argel e todas as contratações foram feitas através de um perfil que acreditamos que o time vai jogar, por isso só trazemos jogador que queremos e que acreditamos que vai encaixar nesse modelo que estamos pensando.

Temporada 2017

Não conversei com Argel sobre poupar atletas por causa de gramado ruim, a ideia que eu tenho é que joguem todos os jogos, foram contratados pra isso.

“Montamos um time para jogar, para ganhar títulos, vamos entrar nas competições para ser campeão, a meta é ganhar o baiano, a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil”

PLANEJAMENTO

Já estamos planejando o futuro, estamos montando uma comissão que ficará de olho nas competições e que enviaremos para acompanhar os jogadores.

O pensamento é que em Setembro já ter o planejamento de 2018 definido e fazer as contratações, vimos várias equipes fazendo isso e é o que queremos fazer.

MARINHO

O jogador veio bem orientado pelo Jorge Machado e fez aquele teatro, foi tudo bem combinado para forçar a saída, só que eles não contavam com o endurecimento da diretoria.

Conversei com Marinho e Machado e explicamos que não teria como liberar sem o pagamento da multa, o torcedor iria cobrar pelo ídolo que ele se tornou e que iria ficar em maus lençóis.

Entendo perfeitamente ele vislumbrado para ganhar R$ 800 mil na China, Marinho ganha R$ 240 mil no Vitória só disse a eles paguem a multa e boa sorte.

Interessante que M7 atrapalhou muita negociação que fizemos, sempre que a gente ligava para um clube atrás de um jogador, ouvia: Liberamos se envolver o Marinho na negociação, isso nos atrasou, não fechamos alguns jogadores logo por este motivo.

Sobre Ídolos, estou conversando muito com o Viáfara, acredito que ele pode nos ajudar muito e futuramente estará no clube como preparador de goleiros. Finalizou Sinval Vieira.

 

 

Ivã Almeida e Paulo Catharino falam do “Novo” Vitória


imagekakakNa noite de ontem(16) Ivã de Almeida e Paulo Catharino, concederam entrevista na rádio FM Itapoan e falaram um pouco do que pretendem implantar no Esporte Clube Vitória na gestão VITÓRIA DO TORCEDOR.

Ivã de Almeida

25015iv-de-almeida-escolhido-como-candidato-na-chapa-vit-ria-do-torcedor-2O novo presidente será empossado na próxima segunda(19) mas afirmou que já vem trabalhando com uma equipe a cerca de 2 meses, entre as principais falas do comandante, as que se destacaram foi:

TRANSIÇÃO: Ivã elogiou o ex-presidente Raimundo Viana e agradeceu o fato dele estar colaborando totalmente nesse 1° momento, Viana tem demonstrado todos os passos do clube e facilitando com isso que o trabalho de IA possa ter resultados mais rapidamente.

FIM DA POLÍTICA DE PÉS NO CHÃO

Pés no chão é arriscado, precisamos ser arrojados, entendo que time vencedor é investimento e faremos de tudo para formar um Vitória campeão.

GESTÃO, FUTEBOL E BASE

Ivã de Almeida com toda sua experiência na área, admitiu que seu governo será na gestão do clube, sem maiores influências sobre os outros setores. Sinval Vieira será o homem forte tanto do futebol quanto das divisões de base mas terá profissionais na equipe para auxiliar nas contratações e gerenciamento, sobre a base, ele confirmou que o “fracasso” atual nas competições e na revelação de grandes nomes, já fez Sinval pensar na mudança de treinadores e na forma de trabalho e que não haverá mais choques na transição dos atletas para o profissional, haja vista que Sinval comandará os dois setores.

UNIÃO COM A OPOSIÇÃO

Para o presidente, este é o momento de trazer de volta a unidade no clube e disse que já conversa com os outros 3 grupos para alinharem forças em prol do Vitória.

PAULO CATHARINO GORDILHO FILHO

paulo catharino gordilho filhoO novo presidente do conselho deliberativo falou da luta nestes 6 anos com diversos grupos de oposição e a união de boa parte destes, o que levou a VdT ao triunfo. Reuniões,AGE, e medidas para que o torcedor pudesse votar e pra que de fato o clube pudesse ter uma oposição.

REUNIÕES DO CONSELHO

Paulo prevê a primeira reunião do conselho para próxima quinta-feira(22) e nela já deliberar a aprovação do orçamento do clube em 2017.

PCGF prometeu transparência e participação do sócio e do torcedor do clube e que todas as reuniões do conselho terão transmissão ao vivo em algum canal de mídia do EC Vitória para que o torcedor saiba o que esta sendo deliberado.

MUDANÇA DO ESTATUTO

O presidente pretende entregar em abril o novo estatuto do clube com sócios tendo direito a voto direto para escolha do novo presidente e formação de um conselho proporcional ao n°s de votos de cada chapa, além disso afirmou que estudam mudar o processo de carência do ST que atualmente é de 18 meses. É preciso diminuir esse tempo, trazer mais torcedores para dentro do clube(Paulo Catharino).

PROJETO ARENA

Paulo C.G. Filho “O conselho não irá abrir mão de votar nos projetos do clube, se o presidente Ivã entender que o projeto da Arena Barradão é interessante, ele terá que ser apresentado ao conselho, e através da deliberação do conselho, o projeto poderá ter prosseguimento”.

“Não queremos com isso, engessar o clube, o presidente terá autonomia para gerir o clube mas projetos dessa dimensão precisam passar pela aprovação dos conselheiros.(Paulo Catharino Gordilho Filho).

Com tudo isso amigos, já podemos ver o inicio do desenho o que será o EC Vitória 2017-2019 e entender quais os caminhos que o clube deverá prosseguir a partir da próxima segunda-feira quando os novos governantes serão empossados oficialmente e com a confirmação dos novos dirigentes que serão anunciados em cada setor do clube.

 

Contratado Henrique é o novo zagueiro do Vitoria


IMAGEM_NOTICIA_3-2

O Esporte Clube Vitória comunica à Nação Rubro-Negra a contratação do experiente zagueiro Henrique, de 33 anos. Formado na base do Flamengo, onde conquistou o Campeonato Carioca em 2004, Henrique defendeu o Bordeaux, da França, por 9 temporadas.

 

No futebol francês, sagrou-se campeão da Ligue 1, em 2008/2009, da Copa da Franca, em 2012/2013, da Copa da Liga Francesa, em 2006/2007 e 2008/2009, além da Supercopa da França, em 2007/2008 e 2008/2009.

 

Pela equipe europeia, Henrique acumula quase 200 jogos oficiais. Em 2014, o defensor retornou ao Brasil para defender o Fluminense.

 

Henrique desembarca em Salvador nesta sexta-feira e assinará contrato até o final da temporada após a realização dos exames médicos.

 

“Estou mutio feliz pela oportunidade de jogar em grande clube. O Vitória tem uma ótima estrutura. Espero poder contribuir bastante. Minha mãe é baiana, do bairro da Federação, e será um prazer jogar em Salvador”, declarou o atleta, em contato com o Rubro-Negro nesta quinta-feira.

 

Zagueiro Bruno é opção de Vagner Mancini para o restante da temporada

 

Mais um garoto oriundo da Fábrica de Talentos está à disposição do técnico Vagner Mancini. No Vitória desde 2014, o zagueiro Bruno, de apenas 20 anos, foi integrado ao elenco profissional.

 

Bruno já foi campeão estadual sub-18 e sub-20, além de ter sido vice-campeão da Copa do Brasil Sub-20 e do Campeonato Brasileiro Sub-20. O zagueiro foi comandado recentemente por Wesley Carvalho e Carlos Amadeu.

 

1RM_6500(1)

Fichas:

 

Carlos Henrique dos Santos Souza

Altura: 1,88m

Nascimento: 02/05/1983

Natural de São Gonçalo (RJ)

 

Bruno Bispo

Altura e peso: 1,86m e 78kg

Nascimento: 06/06/1996

Natural de Aracaju (SE)

 

Fotos: Site oficial/FC Girondins de Bordeaux –

Francisco Galvão/EC Vitória

 

 

VITÓRIA CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL SUB-17 (Confira FOTOS)


622_c7925cf5-41bc-3a1e-b23a-bec06ca92a86

O Vitória que já havia sido campeão da Copa do Brasil sub 15 em 2010 e sub-20 em 2012, agora é também Campeão do Brasil sub-17, o time venceu o Botafogo no Rio de Janeiro por 3×1 e levou a decisão para os pênaltis e venceu por 4X3 com uma bela defesa do goleiro John. O time de João Burse chega hoje a Salvador com a taça, mais uma da fabrica de talentos que contrasta em muito com a fase vivida pelo profissional do clube.

 

CLIQUE NAS IMAGENS PARA MAXIMIZAR

 

 

[VITÓRIA] Veja o caminho que o Leão precisa seguir para se reestruturar


CF

A renuncia de Carlos Falcão e Epifânio da presidência do Esporte Clube Vitória precisa ser apenas o primeiro ato de sucessivas ações para mudar de vez a história do clube leonino. Apesar da pressão sobre o cargo é importante a manutenção de Anderson Barros no futebol porém medidas radicais precisam ser tomadas neste setor e em outros do rubro negro, veja quais:

g_1293569 - Cópia - Cópia

1 MUDANÇA DE ESTATUTO: O compromisso do novo presidente eleito tem que ser a mudança do estatuto para dar direito de voto ao sócio torcedor do Vitória escolher diretamente o novo presidente do clube.

2 ELEIÇÃO DIRETA: Após a mudança do estatuto o novo presidente deve convocar o conselho e publicar edital para uma nova eleição já com a participação do sócio torcedor.

3 PROPORCIONALIDADE DO CONSELHO: O Conselho diretor do Vitória precisa ser renovado e precisa de uma oposição atuante e diversas ideias, o novo corpo de conselheiros precisa ser formado a partir da proporcionalidade dos votos, cada chapa votada deve ter presença de membros através da proporção de votos alcançados nas eleições.

4 AUTONOMIA DO GESTOR DE FUTEBOL e de Marketing: O VItória precisa de uma vez por todas ter uma gestão de futebol profissional, onde o setor tome as decisões pertinentes ao futebol do clube, contratações e planejamento não podem continuar sofrendo influências externas e que prejudica a celeridade das ações e o dinamismo pertinente ao cargo, os mais de 15 diretores que o clube teve no setor não puderam desempenhar integralmente a sua grande missão e este é o momento para selar isso. Dá mesma forma o marketing do clube precisa de autonomia e profissionalização,ações precisam ser tomadas para o fortalecimento da marca e a expansão da mesma, para fechamento de melhores patrocínios.

5 POLÍTICA DE DIVISÃO DE BASE: Além de reestruturar a base que já foi a melhor do Brasil, inclusive com o título mundial em 2001, o Vitória precisa de uma política de valorização dos atletas oriundos da base e com isso evitar perder jovens promessas e prepará-los para integrar o time profissional.

6 NOMES PARA RENOVAÇÃO: Com a possibilidade de abertura do clube com a democratização, nasce a possibilidade de que novos nomes integrem o conselho diretor do Vitória e que também estes possam pleitear a vaga de presidente do clube.

[VITÓRIA X PALMEIRAS] É Amadeu por todos e todos por Amadeu!


VITÓRIA X PALMEIRAS

 

Todos sabem o desejo da diretoria rubro negra em efetivar Amadeu como treinador do clube, mas para isso um resultado positivo hoje contra o Palmeiras é imprescindível, vencer é a única forma de manter o treinador de sucesso do sub-20 no profissional.

 

Se é preciso triunfar, não falta declarações de apoio a Amadeu, os garotos da base, pupilos dele, prometem fazer de tudo para vencer, já o treinador afirma que esse é o jogo da vida dele, uma coisa parece certa, não deverá faltar entrega dos leoninos.

 

Com muitos desfalques, Amadeu promoveu muita mudanças, Nino, Salustiano, Mauri e Alan Pinheiro devem figurar no time titular.

 

O Palmeiras também terá um interino no comando, sem conseguir fechar com Luxemburgo, o time vem comandado por Alberto Valentim, e ao contrario de Amadeu, ele não parece viver a expectativa de ser efetivado, já que a diretoria do alviverde prega que esta em contato com treinadores de ponta para substituir o tão questionado Gilson Kleina.

 

FICHA TÉCNICA:

Vitória x Palmeiras

Campeonato Brasileiro – 5ª rodada

Data: 18/5/2014

Horário: 18h30

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (FIFA/RS)

Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

 

Vitória: Wilson, Nino Paraíba, Alemão, Matheus Salustiano, Juan; Neto Coruja, José Welison, Mauri (Hugo; Caio, Marquinhos e Alan Pinheiro (William Henrique). Técnico: Carlos Amadeu

 

Palmeiras: Fábio, Tiago Alves (Victor Luis), Lúcio, Marcelo Oliveira e Juninho; Renato, Wesley e Mendieta; Diogo, Marquinhos Gabriel e Henrique. Técnico: Alberto Valentim

Willie é reprovado nos exames médicos e é devolvido


willie

 

Emprestado ao Figueirense no inicio da semana, Willie vai retornar ao Vitória, isso porque o problema cardíaco que fez com que o jovem atleta fizesse uma cirurgia, acusou nos exames de admissão e o departamento médico do time catarinense acredita que é melhor não assinar contrato com o jogador que tem que fazer exames periódicos a cada 3 meses para saber as condições de saúde que tem para atuar.

Willie se junta a Vander, Edson Magal e Rómario e deixam o elenco do Vitória ainda maior, Vander deve ser novamente emprestado, Magal e Rómario poderão ser incorporados ao elenco.