Vitória x Bahia Final do campeonato baiano


A dupla BAVI tem a batalha final(1º semestre) no quinto clássico do ano, valendo o título estadual, o Vitória terá o Barradão lotado de rubro negros e precisa apenas de um empate para a conquista do baiano, o rival precisa quebrar um tabu de 6 anos sem vencer o leão em sua selva.

Cheio de problemas para montar a equipe, Wesley Carvalho não antecipou a escalação, a tendência é que Gabriel Xavier e André Lima sejam titulares, além deles Jhemerson será opção no banco de reservas, Kieza e Fred estão vetados. Acredito que Wesley volta com Gabriel Xavier no meio e Euller retorna a lateral em lugar de Geferson e Bruno Ramires assume no lugar do suspenso Willian Correia.

No lado do rival, Guto Ferreira não tem problemas mas também adotou o mistério e só revela a equipe nos vestiários.

FICHA TÉCNICA
Vitória x Bahia
Campeonato Baiano – final
Local: Barradão, em Salvador
Data: 07/05/2017
Horário: 16h
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA)
Vitória: Fernando Miguel; Patric, Alan Costa, Kanu e Euller (Geferson); Willian Farias, Bruno Ramires, Cleiton Xavier e Gabriel Xavier (Euller); David e André Lima(Rafaelson). Técnico: Wesley Carvalho.
Bahia:Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Pablo Armero; Edson, Juninho (Renê Júnior) e Régis (Gustavo); Allione, Zé Rafael e Edigar Junio. Técnico: Guto Ferreira.
Bahia 
Anúncios

BAHIA X VITORIA Mais um BAVI agora vale vaga na final


Neste domingo (30) teremos o terceiro BAVI do ano e desta vez vale vaga na final da Copa do Nordeste 2017, mais uma vez será com torcida única mas agora com os rivais na arquibancada da Arena Fonte Nova.

O leão tem 3 desfalques e 3 reforços para o jogo, Argel Fucks não contará com André Lima que saiu com dores no pé do jogo de quinta e Dátolo que volta a sentir dores, desta vez na panturrilha e Jhemerson com dores na posterior da coxa. Kieza está confirmado como titular no ataque após ter ficado fora dos dois clássicos deste ano , além dele contaremos com Gabriel Xavier e Pisculichi relacionado depois de dois meses.

Guto Ferreira tem o retorno de Eduardo mas não conta com Hernane que sofreu uma fratura na quinta e Gustavo que foi expulso e cumpre suspensão.

Por ter vencido o primeiro jogo, o Vitória pode empatar que vai a final, o Bahia precisa de 1×0 ou qualquer triunfo com diferença de 2 ou mais gols, 2×1 e termos penalidades, outro resultado é da leão.

Um clima nada amistoso tem sido propagado nas redes sociais tricolores e incentivada pelo vice presidente Bruno Henriques de que DOMINGO É GUERRA! Irresponsável, isso é o mínimo que posso classificar, este ambiente propício a violência e cheio de ameaças como já vimos em alguns perfis afirmando que se tiver alguém sem a camisa do Bahia na Fonte Nova “o bicho vai pegar”, triste demais, cadê a campanha BAVIDAPAZ? É assim que querem demonstrar ao MPBA que podemos ter as duas torcidas no estádio?

Ficha técnica:

Copa do nordeste semifinal (volta)

Bahia x Vitória

30 de Abril 2017

Arena Fonte Nova (Salvador)

Arbitragem:

Luiz César de Oliveira Magalhães (CE)

Auxiliares: Marcione Mardonio da Silva Ribeiro (CE) e Arnaldo Rodrigues de Souza(CE) quarto árbitro Gleidson Santos Oliveira (BA).

Bahia: Jean,Eduardo,Éder,Tiago,Armero,Edson(Juninho)Renê JR, Regis, Zé Rafael, Allione, Editar Junio Técnico Guto Ferreira

Vitória: Fernando Miguel, Patríc, Kanu,Fred, Geferson, Willian Farias, Bruno Ramires, Euller, Cleiton Xavier, David,Kieza Técnico Argel Fucks.

 

 

Vitória x Bahia BAVI da semifinal da Copa do Nordeste


A dupla BAVI se encontra pela segunda vez no ano mas desta vez sem tanto brilho, já que o MPBA requisitou e a CBF decidiu que o jogo não terá torcida visitante, o que diminui o espetáculo.

Argel Fucks ganhou os reforços do capitão Willian Farias e do artilheiro Kieza, e não escondeu a escalação onde o primeiro começa como​ titular. Guto Ferreira resolveu manter segredo mas no último treino Edson treinou no lugar de Juninho.

O clássico válido como 1º jogo da semifinal da Copa do Nordeste é apenas o primeiro de uma super sequência de 4 BAVIs decisivos e tem também status de tira-teima já que as equipes de enfrentaram na fase de classificação e o leão venceu por 2×1, agora é valendo vaga em final e o clima promete ser ainda mais quente.

O rubro negro defende um tabu de quase 6 anos sem derrota para o rival em seus domínios e mesmo em 2011quando perdeu noite 3×2 foi uma daquelas “perdeu por que podia” já que o time tinha a vantagem é havia vencido o primeiro jogo por 1×0 obteve a classificação em cima do rival no campeonato baiano.

A última vez que houve o grande clássico pelo nordestão, o placar foi um sonoro Bahia 1×5 Vitória em Pituaçu.

Ficha técnica:

Vitória x Bahia

Copa do nordeste

27 de Abril 2017 às 20:00 horas

Estádio Manoel Barradas(Barradão) Salvador-Ba

Arbitragem: Caio Max Augusto Vieira comandará o trio potiguar, tendo auxílio de Lorival Cândido Flores e Luís Carlos França Costa.

Vitória: Fernando Miguel, Patríc, Fred, Kanu, Geferson, Willian Farias, Bruno Ramires, Euller, Cleiton Xavier, David, André Lima Técnico Argel Fucks

Bahia: Jean, Éder, Tiago, Lucas Fonseca e Armero; Edson, Renê Júnior e Régis; Allione, Edigar Junio e Hernane. Técnico Guto Ferreira

Bahia x Vitória O grande clássico Raiz


A dupla BAVI volta a se encontrar pra mais um clássico mas desta vez existe algo diferente, vintage, retrô, a volta dá torcida raiz, e que nunca deveria ter sido extinta, é o retorno dá área reservada a torcida mista.

Para quem nasceu nos anos 2000 é difícil entender a emoção, o entusiasmo dos noventistas de um jogo Bahia x Vitória com torcida mista, isso tem muito haver com as guerras protagonizadas por organizadas que copiaram tudo que não presta dos Hooligans mas chegou a hora de lhes apresentar o que é torcer de verdade, o que é entrar na Fonte juntos, provocando, sentando lado a lado e sair com aquele sarro legal que somente os baianos tem.

Hoje será um BAVI sem dúvida diferente dos últimos 10 anos e que além de um bom futebol, possamos nos encantar com a festa das torcidas em paz e após o jogo que independente de quem vença sabemos que será o leão, vamos curtir com toda paz!

O técnico Argel Fucks divulgou antecipado a escalação e o único nome que não concordo é de Geferson, Euller vem tendo boas atuações e merece a titularidade. No primeiro BAVI dele mesmo já classificado em primeiro, Fucks vai com time titular e sabe dá importância, histórica dá partida e quer manter os 100%.

Guto Ferreira o que chama o Vitória de rival, e durante a semana levantou questionamento s sobre arbitragem, fez treino secreto e não divulgou a equipe mas a verdade é que não há muito que esconder.

TÉCNICA
Bahia x Vitória
Campeonato Baiano – 10ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 09/04/2017
Horário: 16h
Árbitro: Jailson Macedo Freitas
Assistentes: Carlos Eduardo Bregalda Gussen e Elicarlos Franco de Oliveira
Bahia: Anderson; Eduardo, Tiago, Éder e Armero; Edson (Renê Júnior), Juninho e Régis; Allione, Edigar Junio e Hernane. Técnico: Guto Ferreira
Vitória: Fernando Miguel; Patric, Kanu, Alan Costa e Geferson; Willian Farias,  José Welison, Cleiton Xavier  e Gabriel Xavier; David e Kieza. Técnico: Argel Fucks

O nordestão respira! Semis e finais dos sonhos alimentam o semestre do futebol brasileiro


4 campeões, não apenas isso, os 3 maiores vencedores e o atual campeão dá Copa do Nordeste se enfrentam na semifinal dá Copa do Nordeste 2017 e se isso não fosse suficiente, serão 4 grandes clássicos estaduais na semifinal e 2 grandes clássicos regionais nas finais.

A Bahia é Pernambuco irão parar para ver Santa Cruz x Sport e Bahia x Vitória e continuarão paradas para ver os confrontos que seguirão destes jogos. A expectativa é que estes 6 duelos tenham média de público superior a 25 mil apaixonados no Arruda, Ilha de Retiro, Barradão. e Fonte Nova.

O nordestão Lampions League ainda não tinha voltado ao seu ápice, aos momentos áureos dá década de 90 e início dos anos 2000 mas agora tem as finais dos sonhos com os 3 representantes da 1ª divisão e 1 dá 2ª do futebol nacional e a rivalidade é o regionalismo irão com toda certeza encantar todo país de apaixonados por futebol.

LEÃO VIVERÁ MARATONA DE JOGOS

8 partidas em 25 dias está é a sequência que o rubro negro terá pela frente em 3 competições diferentes: Campeonato baiano, Copa do Nordeste e Copa do Brasil:

05/04 Vitória x Fluminense de Feira (baiano)

09/04 Bahia x Vitória (baiano)

13/04 Vitória x Asa ou Paraná (Copa do Brasil)

16/04 Semifinal do Baiano

19/04 Asa ou Paraná x Vitória (Copa do Brasil)

23/04 Vitória x Bahia (Nordestão)

2604/ Bahia x Vitória (Nordestão)

30/04 Semifinal do Baiano

A média de jogos pode aumentar caso o leão se classifique para as finais do campeonato baiano e dá Copa do Nordeste.

VITÓRIA CAMPEÃO BAIANO 2016 PAPÉIS DE PAREDE DO TÍTULO!


CLIQUE NAS IMAGENS PARA AUMENTAR O TAMANHO

wallpaper-VITÓRIA CAMPEÃO BAIANO 2016

FICHA TÉCNICA
Bahia x Vitória
Campeonato Baiano (2º jogo da final)
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 08/05/2015
Horário: 16h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (Fifa-GO) e Luiz Cláudio Regazone (Asp. Fifa-RJ)
Cartão Amarelo: Amaral, Hernane, Thiago Ribeiro, Marinho, Vander, Éder, José Wellison, Tinga
Cartão Vermelho:Jean (expulso no banco de reservas do Bahia), Lucas Fonseca, Diego Renan, Doriva (treinador), Dedé (expulso no banco de reservas do Bahia) e Norberto (expulso no banco de reservas do Vitória)

Bahia: Marcelo Lomba; Tinga, Lucas Fonseca, Éder e Moisés; Feijão, Paulo Roberto (Juninho), Danilo Pires (Henrique) e João Paulo Gomes (Luisinho); Thiago Ribeiro e Hernane Brocador. Técnico: Doriva.

Vitória: Caíque; José Welison, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral, Willian Farias e Leandro Domingues (Tiago Real); Vander (Alípio), Marinho (Vinicius) e Kieza. Técnico: Vagner Mancini

 

 

[VITÓRIA X BAHIA] BAVI da decisão começa recheado de polêmicas!


VITÓRIA X BAHIA

 

Sempre cercado de polêmicas o clássico BAVI eleito essa semana como um dos principais 50 clássicos do futebol mundial pela revista FOUR FOUR TWO começa hoje no Barradão e promete ser uma verdadeira guerra.

Na desvantagem o Vitória busca em casa reverter à situação, mantendo o tabu que tem sem sofrer revés do rival, para isso conta com o versátil Marinho e o goleador Kieza personagem a parte no BAVI de hoje, já que no inicio do ano o atacante defendia o rival e agora esta do lado rubro negro para a revolta dos tricolores.

Outro personagem é Victor Ramos, VR3 como é chamado esteve envolvido em polêmica de “escalação irregular” e que rendeu uma guerra nos bastidores do futebol baiano com troca de farpas de dirigentes, torcedores e até mesmo a imprensa, confirmado no jogo o zagueiro já um personagem marcante do clássico de logo mais.

Pelo lado tricolor a expectativa fica entorno do seu artilheiro na temporada, Hernane que não treinou durante a semana, foi relacionado e deve mesmo começar mesmo sem estar 100% e ele chegou a provocar kieza durante a semana, será um duelo dos dois camisa 9.

Mancini decidiu manter surpresa mas as duvidas mesmo estão no gol porque Fernando Miguel sentiu no ultimo jogo e pode ver Caique destaque do ultimo BAVI que terminou com o Vitória vencendo o Bahia por 2×0, novamente sendo titular e Dagoberto deverá mesmo começar no banco, assim como Norberto.

Doriva pediu marcação especial em cima de Marinho 7 e nutre esperança no contra ataque com Thiago Ribeiro mas se preocupa em muito com a fragilidade das laterais,onde Marinho e Vander alternam as criações de ataque rubro negra.

A expectativa é de casa cheia e mais um espetáculo da torcida baiana no Barradão, mesmo com a reclamação do alto valor dos ingressos durante a semana o que empurrou muitos rubro negros a fila para associação ao SOU MAIS VITÓRIA.

 

FICHA TÉCNICA

Vitória x Bahia 

Campeonato Baiano (1º jogo da final)

Local: Barradão, em Salvador

Data: 01/05/2015

Horário: 16h

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Guilherme Dias Camilo (Fifa/-MG)

Vitória: Caíque (Fernando Miguel); José Welison, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral, Willian Farias e Leandro Domingues; Vander (Dagoberto), Marinho e Kieza. Técnico: Vagner Mancini.

Bahia: Marcelo Lomba; Tinga, Lucas Fonseca, Éder e Moisés; Feijão, Danilo Pires, Juninho, Thiago Ribeiro e Edigar Junio; Hernane. Técnico: Doriva.

[BAHIA X VITÓRIA] BAVI põe dupla BAVI a prova


BAVI

Quando a bola rolar para o centésimo jogo da história da Arena Fonte Nova mais do que 3 pontos estarão em jogo, além de uma invencibilidade de quase 2 anos e 06 jogos o rubro negro lutará para mostrar pela primeira vez em 2016 futebol e o rival tricolor quer confirmar que os 100% não se tratou de ter adversários frágeis.

Num clássico marcado pelos desfalques, o Vitória perde Fernando Miguel, Maicon Silva e perde em não poder contar com o ainda não regularizado Victor Ramos, já o Bahia não contará com o seu artilheiro Ernane que só retorna aos gramados no segundo semestre. Em compensação a dupla conta com reforços, o Leão tem de volta Amaral, e o tão festejado Marinho, e poderá ter a estreia de Leandro Domingues que vai pro banco, já Doriva contará com João Paulo novamente na lateral esquerda.

O BAVI terá mais uma motivação, porém esta fora de campo a contratação do mais recente ídolo tricolor, Kieza, fez as manchetes esportivas turbinarem durante semana, enquanto no rival há muita choradeira, os rubro negros aproveitam para provocar e com certeza nas arquibancadas veremos coros dos dois lados, mesmo sem que K9 esteja em campo, porém o fato é que a contratação apimentou ainda mais o clássico de logo mais. Outro personagem polêmico deverá ser Tiago Real, tendo também pulado do fazendão para toca do Leão em 2016, é a primeira vez que enfrenta a ex- equipe e se diz preparado para a responsabilidade e que se marcar, não hesitará em comemorar.

Como nova formação, tendo a presença de um camisa 9, o vitória deve explorar as subidas de Diego Renan e seus bons lançamentos para Robert, aproveitando a principal dificuldade do sistema defensivo do Bahia, a bola alçada, outro trunfo é a velocidade de Marinho que reaparece a equipe, eu sacaria Vander, porém a escolha de Mancini parece ter sido Arthur Maia.

Doriva perdeu seu homem referência mas espera contar com o equilíbrio que o Bahia vem tendo e tentará surpreender no setor mais problemático do Vitória a defesa, sem o paredão Fernando Miguel, cabe a Wllace em sua segunda partida no profissional honrar as tradições de grande revelador de goleiros do Vitória, fato que até já faz um tempo que não acontece. Para isso o novo camisa 1 terá uma dupla de zaga e o lateral esquerdo também da base, Ramon, Vinicius e Euller, apenas Diego Renan e os volantes Amaral e Willian Farias para trazer mais experiência ao setor defensivo.

Entre desfalques, retornos, contratações e polêmicas, fica a expectativa de um grande jogo, com tudo a verdade é que mesmo com o triunfo  Bahia ou Vitória ainda estarão longe de ser o time em que se espera para o campeonato brasileiro das séries B e A respectivamente.

 

FICHA TÉCNICA

Bahia x Vitória

Campeonato Baiano- 6ª Rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador

Data: 13/03/2016

Horário: 16h

Árbitro: Gleidson Santos Oliveira

Assistentes:  Elicarlos Franco de Oliveira e Dijalma Silva Ferreira Junior

 

Bahia: Marcelo Lomba; Hayner, Gustavo, Éder e João Paulo; Feijão; Paulo Roberto; Juninho, Luisinho e Edigar Junio; Zé Roberto. Técnico: Doriva

 

Vitória: Wallace; José Welison (Euller), Ramon, Vinícius e Diego Renan; Amaral, Willian Farias e Tiago Real; Marinho (Arthur Maia), Vander e Robert. Técnico: Vagner Mancini

 

 

 

 

 

 

[BAVI-BAHIA 1X3 VITÓRIA] O leão mostra mais uma vez quem manda na Fonte Nova!


bahia 1x3 VITÓRIA BAVI

O Vitória continua a passear na Arena Fonte Nova, não importa o quanto os torcedores e até jogadores do rival vociferem os números mostram quem é o verdadeiro dono do estádio, mais um triunfo e o rubro negro passa 2015 invicto nos clássicos 2 triunfos e 1 empate e o 3×1 de hoje ainda sacramentou a 100ª partida de Vagner Mancini comandando o Leão em 3 passagens pelo clube.

O BAVI

Estádio lotado, festa nas arquibancadas e aos 15 segundos gol do Bahia num vacilo total de todo o time do Vitória que ainda não havia percebido que o arbitro já havia iniciado a partida, bola tocada de pé em pé, marcação frouxa e Kieza apareceu livre para fazer Bahia 1×0. A unica coisa que não deveria ocorrer, o único fator  que poderia tirar o triunfo do Vitória era realmente sofrer um gol logo no inicio mas o time foi maduro e conseguiria reverter.

Com 1×0 no placar o rubro negro parecia nervoso, errava muitos passes e não conseguia criar, era o momento do rival aproveitar mas eles adotaram uma postura errada e custou caro, ao tentar buscar os contra ataques o Bahia levou o leão ao ataque, porém foi num contra ataque fulminante que Escudero empatou o jogo aos 28 minutos do 1º tempo, a jogada foi iniciada pelo próprio argentino que recebeu antes do meio e tocou rápido e avançou por trás da defesa para pegar o rebote de Douglas Pires, após conclusão de Elton no lançamento de Diogo Matheus, 1×1 e o domínio do Vitória começa a ficar mais claro.

Finalzinho do segundo tempo e o lance que definiu completamente a partida, Kieza meteu a mão na bola e fez o gol, bem anulado por Leandro Pedro Vuaden que aplicou o segundo cartão amarelo e expulsou o camisa 9 do Bahia, confusão em campo, muita reclamação e parece que nos vestiários  da fonte a coisa ficou quente e isso desestabilizou ainda mais o rival.

O Vitória com um a mais voltou soberano para o segundo tempo, comandava as ações e buscava o gol e após cobrança de escanteio de Escudero a bola foi cabeceada na área e ficou livre para Rhayner que chutou estranho mas marcou o segundo, Bahia 1 x 2 Vitória. Tudo que o Vitória queria, com placar e quantidade numérica vantajosa, o leão passou a administrar e só não sacramentou logo por que o bandeira anulou corretamente o gol de Elton de cabeça.

O Bahia até que tentava mas esbarrava em Ramon e Gatito e nesse momento Mancini já percebendo a queda de rendimento fez mudanças na equipe para garantir os 3 pontos e quando parecia que o Vitória não tinha mais pretensões, tocando a bola pro lado e pro outro, eis que Diego Renan toca para Elton que lindamente fazo pivô e de calcanhar toca na entrada da área o lateral do Vitória dá um chutaço que toca na trave e morre no fundo das redes sacramentando o triunfo do Vitória.

Após o terceiro, a expectativa era de mais gols e mais uma goleada na Arena, porém o rubro negro não estava com tanto apetite e fez apenas gastar o tempo como rival fragilizado em campo e a torcida de 4 mil rubro negros calando 33 mil tricolores na Arena FONTE NOSSA!

O vitória diminuiu para 4 pontos a distância para o Botafogo na briga pelo título, aumentou a distância para o quinto colocado o próprio Bahia em 5 pontos e terá mais duas partidas em casa para consolidar o retorno a primeira divisão.

 

SÉRIE B – 29ª RODADA
Bahia 1 x 3 Vitória
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Horário: 16h30
Gols: Kieza, Escudero, Rhayner e Diego Renan
Cartões amarelos: Amaral, Diogo Mateus e Ramon (Vitória). Kieza, Maxi, Tiago Real e Yuri (Bahia)
Cartões vermelhos: Kieza
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison e Carlos Henrique Selbach
Bahia: Douglas Pires; Railan, Robson, Gustavo e João Paulo; Yuri, Paulinho Dias (Souza), Tiago Real e Eduardo(João Paulo Penha); Maxi Biancucchi e Kieza. Técnico: Sérgio Soares
Vitória: Gatito; Diogo Mateus, Kanu, Ramon e Diego Renan; Amaral, Pedro Ken, Vander, Rhayner (David) e Escudero (Jorge Wagner); Elton. Técnico: Vagner Mancini.

[BAHIA X VITÓRIA] Clássico quente com clima de decisão!


bahia x VITÓRIA BAVI

Bem diferente do ultimo encontro quando goleou por 4×1 no Barradão. O Vitória chega ao clássico com moral, antes desanimado e em crise pelas eliminações do primeiro semestre, agora o rubro negro enfrenta o rival com a expectativa de se consolidar no G-4 e diminuir a distância para o líder Botafogo e de quebra instaurar uma possível crise no tricolor que por sua vez tenta ganhar novo folego na competição, já que vive um momento de grande instabilidade e perder hoje sacramenta sua saída do grupo dos 4 e pode ocasionar a demissão do treinador Sergio Soares.

O Vitória esta na segunda colocação com 49 pontos e 14 Vitórias, triunfando  abrirá 5 pontos e terá 3 triunfos a mais nos critérios de desempate do que o 5º colocado o proprio Bahia que possui  47 pontos e 12 Vitórias. O Bahia busca passar o rival, fato poucas vezes conseguidas nesse brasileiro, triunfando voltaria ao G-4 e ainda ficaria com 1 ponto de vantagem do rubro negro, dando o gás que eles precisam para encarar essa reta final.

Sem muitos mistérios o Vitória de Vagner Mancini esta escalado e a única ausência é do zagueiro Guilherme Mattis que foi expulso polêmicamente no ultimo jogo, recuperado Diogo Matteus deve reassumir a lateral direita e Diego Renan volta a esquerda no lugar de Euller e a provavél escalação deverá ser: Júnior Gatito, Diego Renan, Kanu, Ramon e Euller; Amaral, Pedro Ken, Escudero e Rhayner; David e Elton.

Já no time de Itinga existe a briga na zaga entre Robson e Jailton e a dupla de ataque mesmo com tanto suspense deverá ser mesmo Kieza e Maxi Biancucchi que ao longo da semana se queixaram de dores mas treinaram normalmente no ultimo coletivo da semana, com isso o Bahia deverá is a campo com: Douglas Pires; Railan, Robson (Jailton), Gustavo e João Paulo;  Yuri, Paulinho Dias, Tiago Real e Eduardo; Zé Roberto (Maxi) e Kieza.

Estratégias: Enquanto o Bahia deverá atuar buscando fechar os espaços e adiantando a marcação, o Vitória deverá usar a velocidade de Diogo e Rhayner e também a forte bola parada de Escudero, o rubro negro deverá tomar as iniciativas enquanto o tricolor tentará sair em contra ataque.

Publico recorde na Fonte Nova e uma grande festa com toda certeza das torcidas no maior clássico do norte-nordeste um dos maiores do Brasil e porque não dizer do mundo. A beleza e rivalidade de um BAVI é inexplicavél e contagiante, já perdi as contas de quantos assisti, só tenho a certeza que sorri muito mais do que chorei e espero hoje comemorar mais uma vez e como sempre deixo uma provocação aos meus amigos tricolores, repetirei a frase do ultimo clássico: É na Fonte Nova!HAHAHA então menos de 5 eu nem comemoro!

PEGA LEÃO!