Wellington Saci não é mais atleta do Vitória, outros jogadores podem sair(Índio, Adaílton e G10)


O lateral-esquerdo, Wellington Saci, está deixando o Vitória. O atleta até já viajou para São Paulo para se apresentar ao Corinthians, ele deve ser novamente emprestado, e ao que tudo indica ele continuará na série B só que no Atlético Paranaense.

Saci teve um bom começo no rubro-negro baiano, mas se contundiu e desde o seu retorno não conseguiu repetir o bom futebol, passou então a oscilar entre os titulares e reservas e há algumas rodadas tem sido reserva de Mansur, com a contratação de dois atletas para posição (Dener e Gabriel Araújo), o espaço ficou ainda menor e por isso ele e o clube chegaram a um acordo sobre a sua dispensa.

Adailton deve ser o próximo a deixar o clube, sem muito espaço e com a chegada de Marco Aurélio, está fora dos planos de Carpegiani. Especula-se ainda que índio também deve sair, o jogador vem conversando com a diretoria para definir o seu futuro e caso encontre algum clube não deve ter dificuldades de deixar o Vitória, o América de Natal tem interesse em contar com as flechadas do atacante. Outro que segue com futuro incerto é Geovanni, o ex-camisa 10 treina com o time b atualmente e desperta o interesse do Goiás, mas o alto salário tem atrapalhado a sua ida para o esmeraldino.

Anúncios

Geovanni pode ir para o Goiás


O Presidente do esmeraldino confirmou por meio de seu twitter @joaoboscoluz  que deseja contar com o meia Geovanni, ele escreveu que as negociações já estão abertas, mas que ao que tudo parece o alto salario de G10 é o que impede que tudo se concretize.

Geovanni chegou ao Vitória em 2011 e jogou 58 partidas até o momento, marcou 14 gols e foi artilheiro do campeonato baiano do ano passado. O Atleta esta treinando no grupo 2 do Vitória e foi colocado a disposição para negociação, o motivo seria justamente o que impede até o momento a sua ida para Goiânia, o alto salario, com o clube buscando cortar gastos, o jogador que tem a maior remuneração do elenco acabou sendo alvo.

[CRICIUMA 2X1 VITÓRIA] Não adianta jogar em cima e não marcar os gols!


Lamentável, o Vitória não consegue se impor e sair com os 3 pontos, perdemos a primeira na série b e caímos para decima segunda colocação, temos um jogo a menos e teremos duas partidas no Barradão para reagir e colocar o time no trilho rumo a série A.

O jogo

Mais do mesmo, Saci inerte, Neto Baiano perdendo gols, Mancha e Ananias não conseguem sair pro jogo, Marquinhos nem de longe lembra a boa fase de 2011, Rodrigo falhou novamente, Douglas ao contrario do que muita gente falou, para mim não teve o que fazer nos dois gols, Gabriel improvisado não dá e Tartá e Eduardo Ramos precisam de uma colaboração maior. Carpegiani não pode continuar substituindo no desespero, é verdade que Dinei e Rildo deram certo com Ricardo Silva, mas credito isso a sorte e não competência.

Dinei quase marca um golaço, Rildo é apenas arisco e Geovanni foi o nome dos 15 minutos finais, chamou a responsabilidade, chutou para boas defesas do goleiro e após fazer a linda jogada que gerou o escanteio, cobrou na cabeça de Rodrigo que diminuiu um pouco das decepções que ele vem causando.

No mais foram dois golaços de Zé Carlos, eu avisei no pré jogo que ele tinha qualidade e era perigoso, mas de nada adiantou, agora é treinar, trabalhar e vencer os jogos que teremos no Barradão.

OBSERVAÇÃO: Tem que parar com estes extremismos, quando ganha é tudo a mil maravilhas, quando perde esta tudo errado, a imprensa corrompida baiana esta execrando o Paulo Cesar Carpegiani e as coisas não são desta forma.

SÉRIE B
Criciúma x Vitória 
Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).
Data: Terça-feira, 29 de maio.
Árbitro: Claudinei Forati Silva (CBF/SP).
Assistentes: José Chaves Franco Silva (CBF/RS) e José Favel Silveira (CBF/RS).
Gols: Zé Carlos (Criciúma) / Rodrigo (Vitória)
Cartões amarelos: Elias, Douglas e Marlon (Criciúma) / Gabriel Paulista (Vitória)
Cartão vermelho: Marlon (Criciúma)
Criciúma: Douglas; Ezequiel, Nirley, Matheus e Marlon; Elias (Diego Felipe), Fransérgio, Lucca e Kléber; Zé Carlos (Ozeia) e Gilmar (Giovanni Augusto). Técnico: Paulo Comelli.
Vitória: Douglas; Gabriel, Victor Ramos, Rodrigo e Wellington Saci; Ananias (Geovanni), Rodrigo Mancha, Eduardo Ramos (Rildo) e Tartá; Marquinhos (Dinei) e Neto Baiano. Técnico: Paulo César Carpegiani.

[Bahia 3×3 Vitória] Não faltaram raça, amor e paixão!


Parabéns Esporte Clube Vitória pelos seus 113 anos, parabéns a cada um dos jogadores que entraram em campo hoje e foram guerreiros, vocês honraram o manto e por falar de guerreiros, quero parabenizar aos 3 mil leoninos que estiveram no nosso parquinho metropolitano, vocês me enchem de orgulho, aos 3  milhões e meio de torcedores do Vitória fica aqui o meu obrigado, é um prazer torcer ao lado de vocês.

Perdemos o título, mas ao contrario do ano passado, para mim o Vitória esta no caminho certo, o time tem jogadores de qualidade e Ricardo Silva encontrou um bom esquema de jogo, é preciso que a diretoria cumpra a sua palavra e reforce o elenco que aí vamos brigar pelo título do campeonato brasileiro e da Copa do Brasil, agora quero falar um pouco do jogo.

Meus amigos que jogo foi este? Uma bela partida de futebol hoje no nosso parquinho metropolitano, o Vitória entrou mal escalado e eu disse isso no texto pré-jogo, para mim Marquinhos sem condições de jogo deveria começar no banco e Geovanni deveria continuar como titular, mas a pressão da imprensa corrompida baiana foi grande e Ricardo Silva cometeu seu único erro na tarde de hoje.

O Vitória começou em cima e conseguiu brocar logo no inicio com um cruzamento lindo de Victor Ramos e um golaço de Neto Artilheiro do Brasil Baiano, quem esperava maior tranquilidade, viu o Vitória vacilar incrivelmente no lance seguinte e levar o empate numa jogada batida do Bahia, Gabriel levanta a bola e alguém arremata, desta vez Fahel recebeu livre para bater forte e contar com a falha de Douglas que não fechou bem o ângulo, após o gol o Bahia cresceu e o Vitória se perdeu em campo, e aos 46 outra bola lançada e Douglas vacilou feio e a bola entro direto, virada do Bahia em Pituaçu, ao Vitória só restava vim para o segundo tempo e tentar a virada histórica.

Ricardo Silva tirou Marquinhos acertadamente e colocou Dinei, o Vitória foi para cima e após escanteio o jogador do Vitória foi derrubado pênalti que Neto Baiano cobrou com maestria e empatou o jogo, o Leão acordou e foi para cima. Contra ataque rápido e a bola fica com Tartá que foi derrubado na área o juiz da a vantagem e Pedro Ken cruza milimetricamente para Dinei marcar o gol da virada e o que seria o gol do título.

O jogo estava franco e aberto e quando Neto Baiano saiu eu sinceramente me preocupei, Geovanni entrou para cadenciar o jogo e tentar arrematar no contra ataque, mas quem chegou ao gol foi o Bahia, após a terceira cobrança de falta  na área o jogador do Bahia cabeceia e Douglas rebate para pequena área, Diones pega a sobra e marca o gol do empate e do título do Bahia, é verdade que o Vitória ainda foi pra cima e Rodrigo Mancha e Pedro Ken por duas vezes tiveram a chance de brocar, mas ficaram nas defesas milagrosas de Marcelo Lomba, por fim o esporte é assim mesmo, nós que estamos acostumados com as taças, temos que parabenizar o rival pelo seu título após 11 anos de puro jejum, agora resta ao Vitória vencer a Copa do Brasil e a série B do Brasileiro e espero em Deus que isso vai acontecer.

PARABÉNS ESPORTE CLUBE VITÓRIA!

DOUGLAS: Foi mal hoje, sentiu a pressão e falhou quando não podia. Nota 4.0

ROMÁRIO: Estava bem indo para cima, se contundiu muito cedo.

RODRIGO: Foi valente, mostrou raça, mas vacilou no terceiro gol.  Nota 7.0

VICTOR RAMOS: Belo passe e muita vontade o jogo todo, estou gostando das suas atuações:  Nota 8.0

WELLINGTON SACI: Levou pressão no primeiro tempo e no segundo cresceu com o time, mas é muito fraco:  Nota 5.0

UELLITON: Raça, meu capitão é simbolo de garra, é isso que a torcida espera de você.  Nota 8.0

RODRIGO MANCHA: Foi valente, mostrou qualidade, mas perdeu o gol do título: Nota 7,5

PEDRO KEN: Um ruim primeiro tempo e o segundo tempo de muita garra, ótimo passe e só faltou o gol do título.  Nota 8.0

TARTÁ:Teve muita vontade, mas não foi bem hoje: Nota 5,0

MARQUINHOS: Péssimo, foi um grande erro sua entrada de primeiro, pior em campo: Nota 2,0

NETO BAIANO: Valente, guerreiro, brigador e artilheiro, pena que não deu, mas você é o cara. Nota 10,0

GABRIEL: Improvisado e mesmo assim foi muito bem, não houve avanços do Bahia pelo seu lado. Nota 8,5

DINEI: Entrou e deu outra cara ao Vitória, muito bem em campo e gol que poderia ser o do título: Nota 8,5

GEOVANNI: Sem muito tempo, entrou para tentar ligar os contra ataques, mas o jogo ficou muito parado com confusões, catimbas e tudo mais depois do gol de empate. Nota 6,0

RICARDO SILVA: Só vacilou ao entrar com Marquinhos e eu avisei, tem que ler mais o LMP, mas substituiu bem e o time tem tido um bom rendimento com ele em campo. Nota 7,5

[Vitória x Bahia] Decisão, rivalidade e paixão


A decisão pelo título estadual começa amanhã no Barradão, antes um aperitivo no sub-20 hoje em piTUIaçu, o clima na cidade já é de pura rivalidade nas resenhas não se fala de outra coisa, enquanto os treinadores fazem treinos secretos os torcedores comentam sobre a escalação, arbitragem, esquema tático e até relembram antigos BAVIs, a verdade é que o coração esta batendo a mil e a paixão pelo rubro negro faz a ansiedade ser ainda maior.

Não acredito em surpresas em ambos os lados, para mim Ricardo Silva monta o mesmo time dos últimos jogos, é verdade que existe a possibilidade de Léo e Rodrigo saírem para dar lugar a Romário e Gabriel, mas não acredito que irá ocorrer. Já no Bahia Falcão ameaça entrar com 3 volantes e com Fabinho que também é volante improvisado na lateral direita, meu amigo se isso se confirmar afirmo com toda certeza que o Leão vai estraçalhar o Itinga no Manoel Barradas.

DOUGLAS SERÁ O TITULAR NO GOL

Douglas retorna ao gol do Vitória as vésperas do  BAVI, isso porque Renan foi confirmado com uma lesão no joelho e por isso ficará afastados das finais e também do jogo de volta contra o Botafogo pela Copa do Brasil.

Muitos estranharam o fato de Gustavo ter sido relacionado para concentração, mas hoje pela manhã o motivo veio a tona, Renan foi avaliado e diagnosticado com lesão no joelho o que o impede de atuar nos próximos jogos do Leão.
Noticias da assessoria de imprensa do Vitória!

em BAVI G10 sempre Broca

O choro é livre e já começou pelas bandas de Itinga, reclamaram da quantidade de torcedores do Vitória no nosso parquinho metropolitano, reclamaram da quantidade de torcedores deles no Barraquistão e agora num claro gesto de desespero questiona o sorteio da arbitragem para o jogo. Manoel e seus assistentes são credenciados pela FIFA e é claro que possuem pré-requisitos para apitar o clássico, mas como sempre eles queriam Arilson para tentar sair da fila.

VITÓRIA: Renan, Léo (Romário), Victor Ramos, Rodrigo (Gabriel), Wellington Saci, Uelliton, Michel, Pedro Ken, Geovanni, Tartá e Neto Baiano. Técnico: Ricardo Silva.

BAHIA: Marcelo Lomba, Madson (Fabinho), Rafael Donato, Titi, Gerlei, Fahel, Diones, Gabriel, Moraes, Zé Roberto, e Souza.Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Ficha Técnica: Vitória x Bahia

Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão)

Data: 06 de Maio de 2012 às 16:00 horas

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Assistentes: Altemir Hausman (RS) e Roberto Braatz (PR)

Vamos que Vamos, pra cima deles Vitória, Pega Leãooooooooooooooo!

PS: Pagina do blog Leão Minha Paixão no Facebook: https://www.facebook.com/leaominhapaixao

[Contratações, reintegração e reforços] Semana corrida na Toca do Leão


imagem de Mauricio Naiberg/Bahia Noticias

Eduardo Ramos já foi apresentado na tarde de hoje na Toca do Leão, o jogador afirmou que esta bem fisicamente e que está sem treinar há apenas 3 dias, espero a regularização e a partir de segunda feira fico a disposição do treinador.
Ele falou ainda sobre os problemas relacionados a sua contratação em duas oportunidades anteriores, afirmou que foi apenas uma sondagem e que não avançou, disse ainda que gostaria muito de ter vindo, mas que esta feliz de ter esta oportunidade agora e que quer muito ajudar o Vitória.
Sobre a série B o atleta comentou que tem que haver muita dedicação e esforço e que terão um bom tempo até a competição para fazer um grande trabalho.
João Neto e Carlos e Raylan
OS jogadores do Bahia de Feira Carlos(volante) e João Neto(Atacante) estão próximo de acertar com o Vitória. Um reunião entre Alexi Portela, e Jodilton Souza e Thiago, dirigentes do Tremendão aconteceu hoje na Toca do Leão para fechar o acordo. Com tudo é esperado que amanhã já esteja concretizado. Já o meia Raylan, de 22 anos, que interessava ao Leão, está praticamente descartado. As partes não chegaram a um acordo financeiro.
Neto Coruja é reintegrado ao grupo
Após ser afastado pela diretoria do Vitória por não aceitar ser emprestado ao Atlético-GO, o volante Neto Coruja foi reintegrado ao elenco do Leão. De acordo com Raimundo Queiroz, diretor de futebol do clube, o imbróglio com o atleta já foi solucionado.

– A situação de Neto Coruja já foi resolvida. Tivemos uma conversa com ele e resolvemos tudo. Neto Coruja está reintegrado ao grupo e a disposição do treinador – disse o dirigente.
Gabriel, Geovanni e Michel estão de volta
Após contusões, os atletas treinaram normalmente na manhã de hoje no Barradão e podem reforçar o time que enfrenta o Feirense domingo no Barradão.

SRN

[Vitória 3×2 ABC] Classificação épica, mas…


Quem saiu de casa hoje a caminho do Barradão, não esperava que assistiria há um daqueles filmes de drama épico em que depois de apanhar tanto o protagonista resolve levantar e vencer no final, porém foi isso que aconteceu. O Vitória entrou em campo classificado e resolveu assegurar a frágil vantagem, o time abcediosta foi gostando do jogo e num vacilo tremendo da defesa chegou ao gol com Washington, daí para frente as coisas só pioraram, o Vitória se perdeu em campo e a equipe de Natal inteligentemente neutralisava os ataques rubro negros e saia para o contra-ataque.

A verdade é que o primeiro tempo acabou sem que o goleiro Camilo tivesse visto a cor da bola e com Saci e Léo errando tudo, Geovanni e Pedro Ken neutralizados e Rildo tentando resolver desesperadamente as coisas ficaram dificil.

O segundo tempo começou e o Vitória imprimiu uma pressão, mas muito na base  do desespero, mas sem levar perigo, e para piorar  num vacilo tremendo da defesa leonina o ABC chegou a segundo gol e foi aquele banho de agua fria, a verdade é que veio as decepções contra Atlético GO, Bahia de Feira e São Caetano a cabeça, e o cénario era de verdadeira desolação, neste momento torcedores iam embora e Arthur Maia entrava em lugar de Pedro Ken, o time ganhou velocidade mas nada que melhorassem as coisas, aí Ricardo Silva colocou Dinei e Tartá no lugar de Rildo e Geovanni e as coisas começaram a funcionar.

O Vitória foi para o desepero, se atirou ao ataque e Dinei recebeu a bola na direita e lançou, Neto Baiano cabeceou e a bola beijou a trava, Leó pegou a sobra e fez a unica coisa que ele fez de bom nesta partida deu um drible e sofreu o pênalti, Neto Artilheiro do Brasil Baiano pegou a bola, chutou e para o desespero geral ela ainda tocou caprichosamente na trave antes de entrar, neste momento os olhos rubros negros fitaram nos ponteiros que marcavam 34 do segundo tempo e pensamos, será que dá? .

O tempo passava o desespero aumentava e o time no verdadeiro vai como dá, num destes lances a bola chegou aos pés de Tartá que lançou a bola que passou podr vários jogadores até chegar em Neto Artilheiro do Brasil Baiano que de primeira marcou o segundo, olho novamente nos ponteiros 44 minutos e o árbitro assinala 3 minutos

, neste momento Neto bateu no peito chamou a galera e foi aquela vibração o time foi para o abafa, Léo lança e Uelliton é derrubado, Pênalti marcado aos 48 minutos do segundo tempo, quero confessar que fiquei na duvida entre olhar a cobrança ou esperar a manifestação da torcida, mas criei coragem e vi Neto Baiano confiante levantando as mão e mandando a torcida gritar naquele momento tão tenso em que quase todo time do ABC foi fazer pressão primeiramente no arbitro da partida e depois em Neto, mas ele partiu para cobrança e batue no mesmo canto selando a classificação. Épico esta é a palavra.

Neto Baiano tornou-se o maior artilheiro da história do Barradão com 46 gols marcados em partidas oficiais, ele superou Ramon Meneses que tem 44 tentos.

Há um mês e um dia da estréia do Vitória no campeonato brasileiro, ficamos com a prova de que ainda existe muita coisa a ser feito neste time, é preciso contratar e mudar muita coisa ainda, pois não dá para jogar  confiante no nome como foi no ano passado e amargamos a continuidade na série B.

O Vitória enfrenta o Botafogo-Rj na terceira fase, amanhã será feito o sorteio dos jogos amanhã na CBF.

FICHA TÉCNICA

Vitória x ABC

Local:

Estádio do Barradão, em Salvador (BA).

Data

: Quarta-feira, 18 de abril.

Árbitro

: Alicio Pena Junior (MG).

Assistentes

: Marcio Eustaquio S Santiago (MG) e Celso Luiz da Silva (MG).

Gols:

Neto Baiano (Vitória) / Washington e Raul (ABC)

Cartões amarelos:

Léo e Rildo (Vitória) / Berg, Camilo, Léo Gamalho e Raul (ABC)

Vitória

: Renan; Léo, Victor Ramos, Rodrigo e Wellington Saci; Uelliton, Michel, Pedro Ken (Arthur Maia) e Geovanni (Tartá); Rildo (Dinei) e Neto Baiano. Técnico: Ricardo Silva.

ABC:

Camilo; Murilo, Flávio Boaventura, Eduardo e Berg (Renato Potíguar / Edson); Bileu, Luís Ricardo, Makelele e Raul; Washington (Leandro Cardoso) e Léo Gamalho. Técnico: Leandro Campos.

Comprovado o BAVI foi ilegal, Bahia terá o direito de anular o clássico


Após o dia todo ouvindo os torcedores do Bahia chorando a derrota para o Vitória alegando irregularidade no segundo gol, este blogueiro resolveu assistir aos tais lances polêmicos.Decidi nem olhar os lances que favoreciam ao rubro negro só para saber se os torcedores de Itinga tinham razão, pois bem, após ver o vídeo cheguei há uma conclusão, houve irregularidade no triunfo rubro negro, e os torcedores devem pegar o video e correr para o STJD, duvida? Veja você mesmo:

Não há duvidas de que o que Geovanni fez é irregular, colocar a Bola como se fosse com a mão no ângulo de Marcelo Lomba, é no mínimo cruel e desumano, isso não se faz G10, os torcedores do Bahia de Itinga tem que reclamar mesmo, aquilo que o maestro fez desrespeita a esportividade, pois impede ao adversário a chance de praticar a defesa, coisa que já dizia as leis de Newton seria algo impossível de se fazer. A conversa de Geovanni 10 com a bola e sua cobrança é algo que nem Harry Potter conseguiu pegar no quadribol, aquele jogo onde ele tenta defender o pomo de ouro, portanto vocês estão com a razão tricoletes, o terceiro gol do Vitória foi ilegal, aliás já diz o ditado: O freguês tem sempre razão.

SRN

 

 

[VITÓRIA 3X2 BAHIA] Raça, suor e Sangue


O texto pré jogo já dizia, Raça suor e sangue e foi isso que vimos na tarde de hoje no Barradão, o Leão foi para cima do Bahia e só não atropelou geral porque o arbitro era das banda de Itinga, mas mesmo assim o Vitória foi melhor no jogo abriu 2×0 com gols de Neto artilheiro do Brasil Baiano e Gabriel um monstro na partida apesar do penal e após o inicio arrasador o Leão só não ampliou porque o juiz fez questão de não marcar uma penalidade clara para o rubro negro e depois marcou uma semelhante para o Bahia que diminuiu com Souza e logo depois empatou com Gabriel.

A partida ficou nervosa o Leão que dominava completamente deixou o rival empatar um jogo que poderia ser goleada, mas ai entrou a maestria de G10, finzinho de primeiro tempo e falta na entrada da área, eu já vi este filme, Geovanni parte para bola e coloca com a “mão” no ângulo de Marcelo Lomba, 3×2 Vitória e festa rubro negra para terminar o primeiro tempo.

Começa o segundo tempo e quem esperou que o Bahia vinhesse para cima se enganou, o Leão continuou em cima e Marcelo Lomba teve que se virar para fazer dois milagres, Neto se machucou e entrou Dinei, pena que ele não estava numa tarde inspirada pois desperdiçou três boas oportunidades, quem também poderia ter marcado foi Pedro Ken que recebeu de Nino e Marquinhos e desperdiçou, o Itinga até que tentava em contra ataque, mas Gabriel,Uelliton, Michel e Victor Ramos estavam ligados e espanavam tudo, no contra ataque Nino infernizava a defesa do Bahia e se Neto Baiano continuasse em campo teríamos mais gols, no fim valeu pelos 3 pontos e pela crise que se instaura nas banda de Itinga.

LEÃO MINHA PAIXÃO NO FACEBOOK

https://www.facebook.com/#!/leaominhapaixao

Renan: não teve culpa nos gols, mas esteve inseguro. 6.0

Nino: Raça, suor e sangue perfeito, matou a pau. Nota 10.0

Gabriel: 50º jogos com gol no clássico, um monstro, vacilou apenas no pênalti. Nota 8.0

Victor Ramos: Boa partida, principalmente no segundo tempo. Nota 7,5

Mansur: Sentiu o jogo, tomou todas nas costa, pior em campo. Nota 4.0

Uelliton: Esta querendo se redimir pelas bobagens, mais um partidão. Nota 8.0

Michel: Primeiro tempo razoável e segundo tempo perfeito, lembrou Vanderson. Nota 7.5

Pedro Ken: Se estivesse mais sintonizado, teria brocado hoje, mas ainda foi bem. Nota 7.5

Geovanni: Lançamento para gol, Maestria para marcar o seu, e dita o ritmo na meiuca. NOTA 9.0

Marquinhos: Nem de longe é o jogador do ano passado, ainda não se encontrou: Nota 5.0

Neto Baiano: O Bahia é minha cama, eu deito e durmo. Artilheiro do Brasil, brocou.  Nota 9.0

Dinei: Esteve mal hoje, poderia ter feito pelo menos uns 3 gols, mas desperdiçou as oportunidades. Nota 5.0

Rildo: Muita correria, mas pouco tempo para mostrar futebol, se voltar como no inicio, vai colocar Marquinhos no banco.

Rodrigo Mancha: Entrou para fechar o meio e segurar o resultado, fez com excelência.

Toninho Cerezo: Botou o time pra frente, e foi bem nas alterações. Nota 8.0

Ficha técnica Vitória 3X2 Bahia
15ª rodada do Campeonato Baiano 2012.
Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).
Data: Domingo, 18 de março de 2012.
Horário: 16h.
Árbitro: Manoel Nunes Lopo Garrido.
Assistentes: Álvaro Rocha Matos (FIFA) e Kleber Moradillo da Silva.
Público: 23.093 pagantes.
Renda: R$533.095,00.

Gols: Neto Baiano, Gabriel Paulista e Geovanni (aos 5, aos 7 e aos 46 minutos do primeiro tempo, respectivamente) para o Vitória; Souza e Gabriel (aos e aos 25 minutos do primeiro tempo, respectivamente) para o Bahia.

Cartões amarelos: William Matheus e Titi (Bahia); Gabriel Paulista, Uelliton e Geovanni (Vitória).

Vitória: Renan; Nino, Gabriel, Victor Ramos e Mansur; Uelliton, Michel, Pedro Ken (Rodrigo Mancha) e Geovanni; Marquinhos (Rildo) e Neto Baiano (Dinei). Técnico: Toninho Cerezo.

Bahia: Marcelo Lomba; Madson, Donato, Titi e William Matheus; Lenine, Fahel, Gabriel (Magno), Morais (Ávine); Júnior (Rafael) e Souza. Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Resultado da 15º rodada do Campeonato Baiano

Vitória 3 x 2 Bahia
Juazeirense 1 x 0 Juazeiro
Fluminense 2 x 2 Bahia de Feira
Itabuna 2 x 3 Feirense
Atlético-BA 3 x 0 Camaçari
Serrano 0 x 0 ECPP

[VITÓRIA 5X0 ATLÉTICO] QUANDO O GAME OVER ERA DADO COMO CERTO, ELE INSERIU NOS CREDITOS.


Ameaçado no cargo o treinador Toninho Cerezo decidiu não inventar, fez o simples mantendo a base da ultima partida mesmo esta não tendo sido bem no jogo em questão, as mudanças ficaram por conta de Douglas retornando ao gol e Rodrigo fazendo a sua estréia, no mais o time foi o mesmo.

Diferentemente da partida contra o Serrano os jogadores iniciaram buscando o jogo e levando perigo, mas o time do Atlético tem atletas de uma certa qualidade, Tácio, Garrinchinha, Deon e Robert levaram perigos em duas oportunidades e Douglas foi muito bem, o jogo ficou sem criatividade com os laterais presos e Lucio Flavio e Mineiro sem apresentar um bom futebol, Arthur Maia até que tentava mas sem participação não tinha como ser efetivo, mas mesmo assim o gol saiu, cobrança de escanteio e toque de cabeça no primeiro pau encontrando Neto Artilheiro do Brasil Baiano que chutou forte e abriu o placar Vitória 1×0 Atlético, depois disso o Vitória passou a ter mais volume, porém sem muita efetividade, ainda mais que Marcos Paulo esteve bem no gol adversário.

O primeiro tempo se encaminhava para o fim, quando em um contra ataque fulminante, Lucio Flavio, lançou Arthur Maia, o zagueiro chegou antes e jogou a bola pra lateral, porém Maia foi inteligente e cobrou rápido em Mineiro que disparou em direção ao livre e foi derrubado dentro da área, Pênalti! Neto Baiano partiu e marcou o segundo dele e do Vitória na partida, fim de primeiro tempo.

Na segunda etapa o Vitória veio mais tranqüilo para o jogo e desde o inicio sufocou o adversário que em jogada rápida de Léo teve um jogador expulso, aí foi só alegria, Lucio Flavio quase marca em linda cobrança de falta que o goleiro salvou milagrosamente mandando para escanteio, e foi justamente neste lance que veio o gol mais bonito da partida, após a cobrança Gabriel dominou no peito e bateu de bate pronto fazendo o terceiro do Leão, Toninho atendeu a torcida e colocou Geovanni no lugar de Lucio Flavio e G10 mostrou sua qualidade sendo participativo, chamando a responsabilidade e até orquestrando a torcida, ele e Nino que entrou no lugar de Romário deram velocidade ao Vitória que desperdiçou muitos contra ataques, Marquinhos foi bem, mas longe daquilo que sabemos que ele pode render, esteve muitas vezes impedido e adiantando demais a bola, o mesmo acontecendo com Mineiro que vinha mal, mas queimou a língua de muitos quando acertou um chutaço de fora e marcou o quarto do Vitória.

Dankler entrou no lugar de Rodrigo e jogo ficou definido da seguinte forma, Nino recebe, corre,e  toca em Arthur Maia que  empurra para Marquinhos e Mineiro, foram vários lances assim, em duas oportunidades Maia chutou de fora e quase marcou, gostei da partida dele muito participativo, mas ainda sem a confiança necessária o que deixou intranqüilo em alguns momentos, tal como a chance de gol que ele recebeu livre, bateu forte e Marcos Paulo defendeu. O Vitória ainda queria mais, Geovanni cobrou falta e o goleiro mais uma vez fez grande defesa, e quando tudo se encaminhava para 4×0, eis que Mineiro deu um chutão na bola, Marquinhos correu e evitou a saída, Arthur Maia atrás e Neto Baiano e Geovanni na área eram as opções, ele lançou rasteiro e Neto Artilheiro do Brasil Baiano tirou o goleiro, virou a cara e marcou, VITÓRIA 5X0 ATLÉTICO, Cerezo se salvou e agora vem a Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA: Vitória 5 x 0 Atlético de Alagoinhas
Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA).
Data: Domingo, 4 de março.
Horário: 16h.
Árbitro: Gleidson Santos Oliveira.
Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Jefferson Abel Ferreira Lima.
Gols: Neto Baiano (3x), Gabriel Paulista e Mineiro
Público: 4813 pagantes.
Renda: R$ 41.970,00.

Vitória: Douglas; Romário (Nino), Gabriel, Rodrigo e Léo; Michel, Mineiro, Arthur Maia e Lucio Flávio (Geovanni); Marquinhos e Neto Baiano. Técnico Cerezo

Atlético: Marcos Paulo; Ademir (Antônio Carlos), Bira, Rogério e George; Fausto, Tácio, Garrinchinha (Lazáro) e Narciso; Robert e Deon. Técnico – Lameu (interino).

PS: Maiores artilheiros da história do Barradão


Rank Jogador Gols/Temporada(s)
1 Ramon Menezes 44/ 5
2 Allan Dellon 40/7

3 Neto Baiano 38/3
… 3 Neto Baiano 38 3

Rumo A Lideranca Neto … !

Alguém duvida que ele vai assumir a liderança?

Resultados de 13º rodada do Campeonato Baiano
Fluminense 0 x 2 Bahia
Vitória 5 x 0 Atlético
Bahia de Feira 3 x 0 Juazeirense
Camaçari 1 x 1 Serrano
Feirense 3 x 1 Vitória da Conquista
Juazeiro 1 x 0 Itabuna