[Juazeirense x Vitória] O Leão quer manter a pegada


JUAZEIRENSE X VITÓRIA

Além de Escudero contundido, Ney Franco optou por escalar apenas o paredão Wilson como titular, os outros 10 saem do banco e terão a oportunidade de agradar ao treinador. O Vitória vai em busca de mais um triunfo no campeonato baiano e com isso manter os 100% de aproveitamento na competição e começar a encaminhar a classificação as semifinais.

Já no lado do time de Janilson a expectativa é de surpreender o Vitória e subir na tábua de classificação, com previsão de casa cheia, o que eles esperam é que a maioria seja do time da casa para tentar o empurrão rumo ao triunfo, mas o que não é uma tarefa muito simples.

FICHA TÉCNICA

Juazeirense x Vitória

Campeonato Baiano

Local: Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro

Data:19/02/2014

Horário: 21h50

Árbitro: Gleidson Santos Oliveira (BA)

Auxiliares: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Carlos Eduardo Bregalda Gussen (BA)

Juazeirense: Maikon; Ném, Edi, Rodrigo Góis e Neném; Waguinho, Daniel, Naldo e Thiago Laranjeira; William Carioca e Deon. Técnico: Janilson Silva

Vitória: Wilson; Nino Paraíba, Vinícius , Jhonathan Ferrari e Mansur; Neto Coruja, Mauri e Felipe; William Henrique, Alan Pinheiro e Adaílton. Técnico: Ney Franco.

WILSON

Ainda em homenagem ao paredão rubro negro, o  blog Leão Minha Paixão estará sorteando uma camisa do arqueiro autografada, em breve estarei divulgando como será todo o processo, mas diante mão, entre e curtam os sites que cobrem o goleiro do Leão.

O twitter é – @Wilson_W1
E o site oficial é – WWW.wilson1.com.br
 

[CONFIANÇA 1X3 VITÓRIA] Os meninos da base resolvem


CONFIANÇA X VITÓRIA

Havia um grande temor da minha parte com relação ao jogo de hoje, não que eu duvide da qualidade da nossa base, mas pela pressão que estava em cima dos garotos, sobretudo em Arthur Maia e Willie o primeiro por tudo que fez na base e se aguarda no  profissional e o segundo pela fama de indisciplinado.

 

Graças a Deus os garotos entraram muito bem, demonstraram talento e parece não terem sentido a pressão e justificaram a confiança de Ney Franco que apostou corretamente e conseguiu o primeiro triunfo da temporada.

 

Wilson: Muito seguro, pega muito bem, não dava no lance do gol. 7.0

G. Soares: Improvisado ele não comprometeu, fez uma partida dentro da média. 6.0

Vinicius: Uma boa partida, vem aí mais uma boa safra de zagueiros. 6.5

Matheus: Jogou como profissional e participou do lance em que teve o gol creditado a sua pessoa. 7.5

José Welisson: Sempre que acompanhei ele na base gostei, golaço, ganhou moral. 7.5

Mauri: Corre o campo todo, tem uma disposição incrível e chega com orça no ataque, é um grande formiguinha Z. 8.0

Arthur Maia: Bela partida, participativo, chamando a responsabilidade, foi bola na trave, foi cabeçada para milagre do goleiro, deixou Willie duas vezes na cara e cobrou o escanteio do segundo gol, jogou muito. 8.0

Euller: Jogou com sabedoria e qualidade, mostrou mais uma vez o talento que possui, faltou seu gol. 8.5

Willie: Um golaço, mas poderia ter saído como artilheiro perdeu duas belas oportunidades, o bom é que não se esconde do jogo, vai pra cima, demonstra confiança em seu potencial. 7.5

Alan Pinheiro: Voluntarioso, deu o passe para o primeiro gol, é um cara participativo, mas ainda falta qualidade. 6.5

Leílson, Guilherme, Léo Ceará: Tiveram pouco tempo, mas Leílson ainda quase marca um gol de placa.

Ney Franco: Acreditou no talento da base e mais uma vez surpreendeu a todos positivamente. 10.0

 

FICHA TÉCNICA:

Copa do Nordeste

Confiança-SE1 X3 Vitória

Local: Estádio Fernando França, em Carmopólis (SE)

Data: 22/01/2014

Horário: 21h15

Árbitro: Josevaldo Bisarria de Melo (AL)

Auxiliares:  Wladson Silva de Oliveira (AL) e Raquel Ferreira (AL)

Gols:  Willie (Vitória), Salustiano e José Welison | Henrique (Confiança)
Cartões amarelos:

Confiança-SE:  Jerfesson; Glauber, Henrique, Vinicius (Bira), Altemar; Raulino, Wallace Pernambucano, Geraldo; Leandro Kivel e Philco.. Técnico: Givanildo Sales


Vitória:  Wilson; Gabriel Soares, Matheus Salustiano, Vinicius, Mansur; José Welison, Mauri, Arthur Maia, Euller (Guilherme); Alan Pinheiro (Léo Ceará) e Willie(Leílson). Técnico: Ney Franco

[Vitória x América-RN] Leão estreia na Copa do Nordeste e mira o hexa


VITÓRIA X AMÉRICA-RN

Com a base do time que encantou o Brasil pelo futebol ofensivo e envolvente que ter minou o brasileiro na quinta colocação, o Vitória vai em busca do hexa campeonato largando contra o também campeão da competição, América de Natal.

O time de Ney Franco vem forte e no jogo treino goleou o até então líder do campeonato baiano, Jacuipense por 5×0. A expectativa é de um bom publico no Barradão apesar do horário de 19:00 horas que é incomum para o domingo. E por falar na nossa casa, esse será o jogo de despedida do estádio que entrará em reforma para alcançar o padrão FIFA de centro de treinamento de seleção para copa do mundo, o rubro negro deve mandar seus jogos no Pituaçu por todo o primeiro semestre.

Ney ainda tem duvida no time titular,Tarracha, Willie e Alan Pinheiro brigam com Mansur, Willian Henrique e Pedro Oldoni .

nordestão

Estatísticas dos Jogos Entre Vitória e América – RN

Vitória e América-RN se enfrentaram 11 vezes pela Copa do Nordeste. Foram  oito triunfos do Vitória, dois triunfos do América-RN e um empate. Nos jogos disputados no Barradão, o Rubro Negro leva vantagem, pois venceu seis jogos e ocorreram três empates, em nove jogos realizados (sendo seis jogos pela Copa do Nordeste, dois jogos pelo Brasileirão e um jogo pela Série B). Lembrando que nos últimos dois confrontos no Barradão, o Vitória não venceu o América – RN (foram dois empates)

Na estatística geral, foram 21 jogos entre Vitória e América-RN e a vantagem é do Rubro Negro, o Vitória venceu 12 jogos, o América-RN venceu três e houve seis empates, com 43 gols feitos pelo Vitória e 23 feitos pelo América-RN, os dois times já se enfrentaram pelas seguintes competições: Brasileirão (seis jogos), Série B (dois jogos), Copa do Nordeste (11 jogos) e Torneios (dois jogos). Vale lembrar que o Rubro Negro não perde para o América-RN há quase 14 anos (ou nove jogos).

NORDESTE

 JOGOS ENTRE VITÓRIA E AMÉRICA-RN

Nº 01: América – RN 1 x 1 Vitória (24/10/1973, Castelo Branco)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 73

Gols: João Daniel (Ame) e André Catimba (Vit)

Público: 7.394

          Vitória:  Agnaldo, França, Valter, Dutra e Jorge Valença; Mário Sérgio,

Davi e Deco; André Catimba, Didi (Luciano) e Osni

Técnico: Carlos Castilho

Nº 02: América – RN 0 x 1 Vitória (02/12/1973, Castelo Branco)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 73

Gol: André Catimba

Público: 9.207

          Vitória:  Agnaldo, Roberto, Valter, Dutra e França; Mário Sérgio,

Davi, Fernando (Gibira) e Deco; André Catimba e Osni (Titi)

          Técnico: Carlos Castilho

Nº 03: Vitória 1 x 1 América – RN (06/04/1974, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 74

 Gols: André Catimba (Vit) e Garcia (Ame)

 Público: 9.645

         Vitória: Joel Mendes, Roberto, Valter, Dutra e França; Mário Sérgio,

Luciano (Roberto Menezes) e Didi (Natal); André Catimba, Davi e Osni.

Técnico: Carlos Castilho

Nº 04: América – RN 1 x 0 Vitória (14/11/1976, Castelo Branco)

Competição: Torneio José Américo de Almeida Filho

Gol: Santa Cruz

Público: 7.796

          Vitória: Williams, Jurandir, Joãozinho, Valter e Teixeira; Paulo Roberto,

          Léo Oliveira e Silvinho; Zé Júlio, Geraldão e Fischer (Ferreti).

         Técnico: Denílson

Nº 05: América – RN 0 x 3 Vitória (18/12/1976, Castelo Branco)

Competição: FINAL do Torneio José Américo de Almeida Filho

Gols: Zé Júlio (2) e Geraldão

Público: 6.860

          Vitória: Williams, Jurandir, Joãozinho, Valter e Teixeira; Paulo Roberto,

          Léo Oliveira e Valdo; Zé Júlio, Geraldão (Joel Leão), Ferreti (Leninho).

Técnico: Denílson

         OBS; Vitória: Campeão do Torneio José Américo de Almeida Filho.

Nº 06: Vitória 8 x 1 América – RN (23/03/1980, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 80

Gols: Sena (3), Válder (2), Pita, Sivaldo e Tatá (Vit); Tarso (Ame)

 Público: 11.111

         Vitória: Gelson, Válder, Zé Preta, Otávio Souto, Xaxá e Luciano;

Sena e Pita (Zé Júlio); Tatá, Zé Mário (Dendê) e Sivaldo

Técnico: Orlando Peçanha

Nº 07: Vitória 1 x 1 América – RN (01/10/1997, Barradão)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 97

Gols: Kléber

 Público: 9.886

         Vitória: Zé Carlos, Russo, Flávio Tanajura (Emerson), Marcone e Rubem;

Preto Casagrande (Kléber), Bebeto Campos, Luiz Gustavo (Gil Baiano) e Uéslei;

Saulo e Túlio Maravilha

Técnico: Evaristo de Macedo

Nº 08: Vitória 2 x 1 América – RN (20/05/1998, Barradão)

Competição: 1º jogo da FINAL da Copa do Nordeste de 1998

Gols: Evando e Flávio Tanajura (Vit); Leonardo (Ame)

 Público: 3.631

         Vitória: Sérgio, Paulo Cezar (Donizete Amorim),Flávio Tanajura, Fábio

Bilica; (Alex Mineiro) e Esquerdinha; Preto Casagrande, Donizete Oliveira

e Kléber (Elvis); Alex Mineiro (Renato Nascimento) Evando e Petkovic

Técnico: Hélio dos Anjos

Nº 09: América – RN 3 x 1 Vitória (04/06/1998, Machadão)

Competição: 2º jogo da FINAL da Copa do Nordeste de 1998

Gols: Biro-Biro, Paulinho Kobayashi e Carioca (Ame). Flávio Tanajura (Vit).

Público: N.D.

          Vitória: Sérgio, Paulo César (Donizete Amorim), Flávio Tanajura, Fábio Bilica

         e Esquerdinha; Donizete Oliveira, Preto Casagrande, Fernando (Evando) e

         Kléber (Alex Mineiro); Agnaldo e Petkovic.

         Técnico: Hélio dos Anjos

         OBS; América-RN: Campeão da Copa do Nordeste de 1998.

Nº 10: Vitória 3 x 0 América – RN (16/09/1998, Barradão)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 98

Gols: Agnaldo, Petkovic e Esquerdinha

Público: 5.609

         Vitória: Sérgio, Paulo César, Flávio Tanajura, Elóy e Esquerdinha;

         Matuzalém, Donizete Amorim (Alex Mineiro), Donizete Oliveira e

         Petkovic (Moisés); Agnaldo (Hernandez) e Elivelton.

         Técnico: Geninho

Nº 11: Vitória 3 x 1 América – RN (13/02/2000, Barradão)

Competição: Quartas de Final da Copa do Nordeste de 2000

Gols: Manoel, Edmilson e Fernando (Vit); Ciro (Amé).

Público: 2.089

         Vitória: Fábio Costa, Moura (Wilson), Flávio Tanajura, Moisés e

         Paulo Rodrigues; Tácio, Fernandinho, Leandrinho e Allan Delon;

         Edmílson (Cláudio) e Manoel

Técnico: Marco Aurélio

Nº 12: América – RN 1 x 0 Vitória (16/02/2000, Machadão).

Competição: Quartas de Final da Copa do Nordeste de 2000

Gol: Paloma

Público: 6.959

          Vitória: Fábio Costa; Flávio Tanajura, Moisés e Eloy (Pedro Paulo);

         Moura, Tácio, Fernando, Fernandinho e Leandrinho; Edmílson

         (Marcelo Paulista) e Manoel (Alecsandro).

        Técnico: Marco Aurélio.

Nº 13: América – RN 1 x 3 Vitória (07/02/2001, Machadão)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2001

Gols: Zé Ivaldo (Ame), Alan Delon (2) e Vítor (Vit).

Público: 2.114

          Vitória: Jean; Moisés, Rodney e Marcone; Marcel (Moura), Tácio,

         Xavier, Dudu (Artur) e Leandrinho; Allan Delon e Flávio (Vítor).

         Técnico: Mário Sérgio.

Nº 14: Vitória 3 x 2 América – RN (02/02/2002, Barradão)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2002

Gols: André, Robson Luis e Fernando (Vit);

Rui Barbosa e Val Araguaia (Ame)

Público: 4.287

         Vitória: Jean, Maurício, Índio, Marcos e Paulo Rodrigues; Xavier, Fernando;

          Leandrinho e Samir (Sand); André (Robson Luís) e Aristizábal (Dejair).

Técnico: Arturzinho

Nº 15: América – RN 0 x 1 Vitória (28/02/2003, Machadão)

Competição: Semifinal da Copa do Nordeste de 2003

Gol: Alecsandro

Público: 3.458

          Vitória: Paulo Musse, Moura, Aderaldo (Samir), Marcelo Heleno e Almir;

          Xavier, Dudu (Leandro Domingues), Vander (Nadson) e Allan Delon;

          Alecsandro e Zé Roberto

         Técnico: Joel Santana

Nº 16: Vitória 3 x 2 América – RN (07/03/2003, Barradão)

Competição: Semifinal da Copa do Nordeste de 2003

          Gols: Dionísio e Nadson (2) (Vit); Elissandro (2) (Ame)

Público: 1.115

         Vitória: Juninho, Marcel (Alessandro Azevedo), Adaílton, Anselmo e

         Dudu Paraíba; Arivélton, Dionísio, Leandro Domingues (Kléber) e Samir;

         Nádson e Jeferson (Vítor)

Técnico: Joel Santana

Nº 17: Vitória 2 x 1 América – RN (10/07/2010, Barradão)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2010

          Gols: Renato Ribeiro e Wallace (Vit); Dick (Ame)

Público: 2.246

         Vitória: Viáfara, Rafael Cruz, Wallace, Anderson Martins e Egidio;

         Vanderson, Ricardo Conceição, Bida (Renato Ribeiro) e Ramon

         Menezes (Schwenck); Elkeson (Soares) e Júnior.

         Técnico: Ricardo Silva.

Nº 18: Vitória 2 x 2 América – RN (05/06/2012, Barradão)

Competição: 1º Turno da Série B de 2012

Gols: Dinei e Neto Baiano (Vit); Pingo e Cleber (Ame).

Público: 7.949

         Vitória: Douglas, Gabriel Paulista (Léo), Victor Ramos, Rodrigo e Mansur;

         Michel, Rodrigo Mancha, Eduardo Ramos (Dinei) e Tartá;

         Marquinhos e Neto Baiano

        Técnico: Paulo César Carpegiani.

Nº 19: América – RN 2 x 2 Vitória (01/09/2012, Nazarenão, em Goianinha/RN)

Competição: 2º Turno da Série B de 2012

Gols: Lúcio Curió e Cleber (Amé); Victor Ramos e Willie (Vit)

Público: 1.702

         Vitória: Deola, Léo (Tartá), Victor Ramos, Gabriel Paulista e Gilson;

         Uelliton (Rodrigo), Michel, Pedro Ken e Willie (Fernando Bob); Élton

         e William.

        Técnico: Paulo César Carpegiani.

Nº 20: América – RN 1 x 2 Vitória (20/01/2012, Nazarenão, em Goianinha/RN)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2013

Gols: Fabinho (Amé); Marquinhos e Marcelo Nicácio (Vit).

Público: 2.118

         Vitória: Deola; Léo (Dimas), Gabriel Paulista, David Braz e Fabrício

        (Renié); Rodrigo Mancha, Michel, Mineiro e Arthur Maia

        (Lúcio Maranhão); Marquinhos e Marcelo Nicácio.

        Técnico: Caio Júnior.

Nº 21: Vitória 1 x 1 América – RN (06/02/2013, Barradão)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2013

Gols: Marcelo Nicácio (Vit); Pingo e Cleber (Ame).

Público: 3.304

         Vitória: Douglas; Marcos, Gabriel Paulista, David Braz e Mansur;

         Luís Alberto, Fernando Bob (Gabriel Soares), Mineiro (Vander) e

         Marquinhos (Dinei); Alan Pinheiro e Marcelo Nicácio

         Técnico: Caio Junior.

RESUMO ESTATISTICO

 

 

Maior Goleada do Vitória: Vitória 8 x 1 América-RN,  pela 1ª fase do Brasileirão de 1980, na Fonte Nova.

Maior Goleada do América-RN: Não Houve

Maiores Goleadores dos Confrontos: André Catimba e Sena (Vit) com 03 gols, cada

Maior Público: 11.111 pagantes, no jogo Vitória 8 x 1 América-RN , pela 1ª fase do Brasileirão de 1980, na Fonte Nova.

Menor Público: 1.115 pagantes, no jogo Vitória 3 x 2 América-RN , pelas semifinais da Copa do Nordeste de 2003, no Barradão.

 

 

Média de Público dos Confrontos: 5.550 pagantes por jogo

Jogador doVitória, que  disputou mais partidas contra o América-RN: Flávio Tanajura, com  06 jogos

Técnico do Vitória, que disputou mais partidas contra o América-RN: Carlos Castilho (Década de 70), com 03 jogos.

Partida com Maior Número de Gols: 09 Gols, no jogo: Vitória 8 x 1 América-RN , pela 1ª fase do Brasileirão de 1980, na Fonte Nova.

Placar mais Repetido: 1 a 0 e 1 a 1, ocorreram em quatro jogos, cada

Média de gols por jogo: 3,1 gols por partida (66 gols em 21 jogos)

Maior seqüência invicta do Vitória sobre o América-RN: 09 jogos, desde o dia 07/02/2001 (seis triunfos e três empates)

 

 

Maior seqüência invicta do América-RN sobre o Vitória: 02 jogos, de: 06/04/1974 a 14/11/1976 (um triunfo e um empate)

Curiosidades de Vitória x América-RN:

– A maior goleada da história do Vitória em Brasileirões foi numa partida contra o América-RN, pelo campeonato Brasileiro de 1980, o Vitória goleou pelo incrível placar de 8 a 1, com três gols do atacante  Sena. O jogo foi na Fonte Nova e sabem quem era um dos zagueiros do América-RN naquele jogo? Joel Santana, ele mesmo, o home da prancheta, como zagueiro não impediu que os atacantes do Rubro Negro fizessem a festa na defesa do América.

– Vitória e América-RN já se enfrentaram em duas decisões: A primeira foi pelo Torneio José Américo de Almeida Filho de 1976, esse torneio reunia as 11 principais equipes do Nordeste e mais o Volta Redonda do Rio de Janeiro, o Rubro Negro tinha perdido o jogo da 1ª fase para o América, mas na Final o Vitória se vingou e enfiou 3 a 0, tornando-se campeão do Torneio (alguns pesquisadores, jornalistas e torcedores consideram esse Torneio de 76 como campeonato do Nordeste,eu particularmente não considero, pois tinha um time do Rio de Janeiro na disputa, além de que, oficialmente o Torneio não foi considerado como Campeonato do Nordeste). A 2ª decisão ocorreu 22 anos depois, em 1998, agora sim pela Copa do Nordeste o América se tornou campeão ao vencer o jogo de volta da final, lá em Natal, por 3 a 1. Embora o Rubro Negro tenha vencido o 1º jogo por 2 a 1no Barradão, o América deu o troco lá em Natal aplicando 3 a 1, conquistando o título pelo saldo de gols. Muitos afirmam que aquele título foi uma vingança do técnico Arturzinho do América-RN que no ano anterior tinha sido relegado pelo Vitória, mesmo de tornando campeão.

– A média de gols dos confrontos entre Vitória e América-RN é altíssima, são 3,1 gols por partida (66 gols em 21 jogos), tivemos no mínimo três gols em 13 desses 21 jogos, ou seja: em 62% dos jogos o público presenciou no mínimo três gols em cada partida.

– Um jogo sensacional, ocorreu entre Vitória e América-RN pelas semifinais (jogo de volta) da Copa do Nordeste de 2003, no Barradão (uma sexta á noite). O Vitória abriu o placar aos 11 minutos do 1º tempo com Dionísio. O América empatou aos 13 do segundo tempo com Elissandro, vinte minutos depois o time de Natal virou o jogo em 2 a 1, mais uma vez com Elisandro, o Vitória só foi empatar e aliviar a sua torcida, aos

37 minutos com Nádson que dominou as bola de costa e meteu uma bicicleta, fazendo um dos gols mais bonitos da história do Barradão. Já nos descontos, aos 48 minutos do 2º tempo, Nádson aproveitou um lançamento em profundidade e sozinho na área deu o “drible da vaca” no goleiro e completou para o fundo do gol, deixando a torcida eufórica, comemorando a ida do time para a grande final do Nordestão daquele ano.

Por

Professor Marcelo Monteiro

marcelo monteiro

PS: Toda a parte de estatísticas envolvendo Vitória X América-RN foi feita pelo professor  Marcelo Monteiro o novo reforço do blog Leão Minha Paixão!

Vitória na expectativa de marcar 2014 em sua história


cats

É inegável que o Vitória começa o ano de 2014 mais forte do que as ultimas temporadas, a manutenção da base com Escudero, Juan, Ayrton, Cáceres e Wilson, juntamente com o multi-especulado treinador Ney Franco empolgam, mas por outro lado, a falta das contratações para reposição neste dado momento preocupam e deixam o torcedor irritado.

A quinta colocação no campeonato brasileiro e ter ficado em 8º no ranking de melhores clubes do ano deram moral ao rubro negro e o discurso é de que será um ano muito forte e com maiores investimentos no futebol, além do mais o time conta com uma nova diretoria comandada por Carlos Falcão e Epifânio Carneiro que prometem continuar o ritmo de crescimento do clube.

Para que definitivamente 2014 fique marcado positivamente na história do leão, é necessário reforçar pontualmente o seu elenco, com mais da metade de jogadores oriundos das divisões de base, o rubro negro precisa de titulares para a zaga, um meia armador, mesmo acreditando no potencial de Arthur Maia, um outro meia, um atacante e dois centroavantes.

O aspecto negativo até agora, vem da não manutenção da dupla de zaga Victor Ramos e Kadu e do atacante Maxi Biancucchi o que criou grande reboliço, ainda mais com o desfecho do mesmo indo para Itinga.

Cadê a grana?

Com a venda de Gabriel Paulista houve a promessa de contratar um grande atacante, fazer reforços pontuais e isso não aconteceu, somado a isso veio a venda de Léo e o dinheiro já teria sido depositado na conta pelo Flamengo, mas o Vitória continua letárgico e perde-se grandes chances de reforçar pontualmente o elenco e é nesse ponto que faço as minhas criticas a diretoria (porque fazem parte da antiga gestão), falta objetividade, falta rapidez, falta parar de 3 diretores irem a rádios diferentes e cada um dizer uma coisa. Isso mostra desorganização e amadorismo.

Maxi e Contratações

Maxi: Houve erros na condução das negociações e faltou profissionalismo quando o clube não antecipou as conversas, empresário de Maxi é de falto um grande leiloeiro, mas a verdade é que Queiroz e Falcão terão que se desdobrar para anunciar um nome forte para posição e Zeballos já foi descartado.

Zagueiro: Léo do Cruzeiro pretendido em 2013 esta a disposição, basta agora correr atrás e procurar o atleta que acredito ter um bom potencial, com isso ainda precisaríamos de mais um bom zagueiro, isso contando que Dão dará muito certo.

TIME DE 2014

Goleiros: Wilson demonstrou sem um grande goleiro e tem tudo para se firmar no coração do torcedor, terá com sombra os goleiros da seleção brasileira de base Gustavo e Seleção Boliviana de base e principal Guillhermo, é uma posição que dá tranquilidade.

Zagueiros : O calcanhar de Aquiles, Com apenas Dão de contratação e os jovens da base Matheus Salustiano, Josué e Vinicius é sem duvida a posição mais carente e que precisa urgentemente de dois grandes nomes.

Laterais: Com Euller, Mansur, Tarracha e Juan na esquerda, Nino (caso se cure, vou mandar a sessão do descarrego) e Ayrton é outro setor com grande força, tem titulares e reservas de condição excelente.

Volantes: Cáceres e Marcelo saem na frente e terão a companhia de Neto Coruja, Gabriel Soares, Mineiro e Lucas Zen o setor é forte e deve alegrar Ney Franco.

Meias: Escudero, Arthur Maia, Mauri, Felipe e Leílson Escudero é incontestável e os garotos possuem potencial, mas ainda precisamos de 2 contratações no setor.

Atacante: Marquinhos que mantenha o futebol que teve com Ney e Willie deixe de ser o novo Jobson/Balotteli e coloque a cabeça no lugar, é talentoso mas acha que joga muito mais do que na verdade joga. Willian Henrique um bom reserva, e Léo Ceará tido como promissor pelo treinador, mostra que ainda precisamos de mais um atleta pelo lado do ataque.

Centro Avante: Com o artilheiro Dinei machucado o questionado Pedro Oldoni começa como referência, mas todos sabemos que precisamos de dois grandes nomes no setor.

TIME BASE: Wilson, Ayrton, Dão contratar, contratar, Juan,  Marcelo, Cáceres, Escudero, Arthur Maia, Marquinhos e Pedro Oldoni.

MAXI E ESCUDERO

RANKING LMP: Temos um novo campeão, Deivid superou o primeiro campeão Geraldo e o atual Bi-Campeão Mocota e sagrou-se o  novo cara do Leão Minha Paixão, na temporada 2013 Deivid foi imbatível e chegou ao título com extrema facilidade, diria até com 10 rodadas de antecipação, meus parabéns e agradecimento a Deivid e a todos que comentam no LMP, vocês são a razão deste blog existir.

1º Deivid

2º Mocota

3º Geraldo

4º Augusto Caffe

5º Vilson

6º Junior

7º Fábio Monteiro

8º Jessica

9º Dantas de BH

10º Marcos

[VITÓRIA 2X0 SANTOS] Ser Vitória é não jogar a toalha jamais!


VITÓRIA X SANTOS

O Vitória voltou a vencer e mantém viva as chances de ingressar na Libertadores 2014, para isso é preciso vencer as próximas partidas e acreditar no tropeço dos adversários.

O time jogou muito bem, anulou a equipe santista, e não desperdiçou as oportunidades como foi contra o Cruzeiro.

Gostei muito da partida, anular o adversario, marcar em cima e fazer uma jogada de pé em pé como foi a do primeiro gol, não é para qualquer um, e o domínio de Escumito 11 tirando o defensor mostra isso, ótima jogada e gol de Dinei, aos troncos e barrancos é 13º dele.

Depois do gol o jogo ficou morno e só reaqueceu no segundo tempo quando o Vitória veio para cima buscar a definição, até que Juan acertou um ótimo lançamento e Maxi Biancucchi com o domínio deixou dois para trás e soltou uma bomba que bateu no travessão e foi morrer na rede, golaço e Leão garantindo os 3 pontos.

A briga, o sonho a luta continua, vamos que vamos Leão.

 

WILSON – GOLEIRO
Pegou tudo e mais um pouco, o que foi aquela defesa no minuto final? Importantíssimo
Nota:8,0

AYRTON – LATERAL-DIREITO
Foi para cima, buscou as jogadas com Marquinhos e Cáceres, é um lateral com muitos recursos, me agradou muito sua partida.
Nota:7,0

VICTOR RAMOS – ZAGUEIRO
Conseguiu parar os ataques santista, recuperou definitivamente o bom futebol, Kadu é um grande parceiro.
Nota:7,0

KADU – ZAGUEIRO
Falta qualidade técnica, mas sobra vontade, as vezes é estabanado, mas dá sangue e isso agrada muito em todas as suas partidas, casou bem com VR3.
Nota:7,0

JUAN – LATERAL-ESQUERDO
Mais uma assistência na conta e demonstração do porque assumiu de fato a camisa 06 do Leão, tem muita qualidade, Renova Queiroz.
Nota:7,0

MARCELO – VOLANTE
Machucou-se ainda no inicio.
Sem Nota

MICHEL – VOLANTE
Entrou no lugar de Marcelo e conseguiu fazer uma boa partida, ajudou a anlar Cicero e Montillo.
Nota:7,0

LUÍS CÁCERES – VOLANTE
É um dos caras que simboliza essa boa campanha que tem tudo para se tornar ótima, marca com eficiência, anulou os meias do Santos e ainda apoia com qualidade.
Nota:7,5

ESCUDERO – MEIA
JOGA MUITO, Que assistência linda, que corte no zagueiro com o domínio da bola, que marcação implacável, o pulmão e o coração desse time. .
Nota:8,0

MARQUINHOS – ATACANTE
Oscilou entre bons e maus momentos, importante no lance do primeiro gol quando achou Escudero numa bela inversão, saiu machucado.
Nota:6,0

DANILO TARRACHA – LATERAL-ESQUERDO
Não trabalhou muito já que o Santos não atacava, por isso segurou a onda na defesa com o placar encaminhado.
Nota:6,0

WILLIAM HENRIQUE – ATACANTE
Jogou bem, foi para cima e entortou, mas precisa ser mais objetivo e tocar em alguns lances.
Nota:6,5

DINEI – ATACANTE
Um belo gol e muita disposição, tem que ser assim, ser desperdiçar as chances.
Nota:7,5

MAXI BIANCUCCHI – ATACANTE
ÔOOOOO O BIANCUCCHI VOLTOU, Golaço! Que pintura! Dominio tirando dois e um foguete lindo na rede!
Nota:8,0

NEY FRANCO – TREINADOR

Sacou Renato Cajá e colocou o  Talismã Pica Pau, o time começou elétrico, foi pra cima dominou e apesar das contusões continuou com o domínio da partida, colocou Maxi e ele brocou um lindo gol, é um grande treinador, entende muito do ludopédio.

Nota: 9.0

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 2 X 0 SANTOS
Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 17 de novembro de 2013, domingo
Horário: 16 horas (horário da Bahia)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-PE)
Assistentes: Elan Vieira de Souza e Albino Andrade Albert Júnior (ambos do PE)
Gols: Dinei e Maxi Biancuchi (Vitória).
Público: 15.400
Cartões amarelos: Bruno Peres, Alison e Emerson (Santos)
VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Kadú, Victor Ramos e Juan; Marcelo (Michel), Cáceres e Escudero; William Henrique (Maxi Biancucchi), Marquinhos (Danilo Tarracha) e Dinei
Técnico: Ney Franco
SANTOS: Aranha; Bruno Peres (Cicinho), Edu Dracena, Gustavo Henrique e Emerson; Alison (Willian José), Arouca, Cícero e Montillo; Thiago Ribeiro e Geuvânio (Gabriel)
Técnico: Claudinei Oliveira

[Bahia x Vitória] Vencer e continuar na briga rumo ao G-4


BAHIA X VITÓRIA

O leão continua na perseguição a vaga no g-4 e para isso tem que entrar focado e vencer o rival na Arena Fonte Nova (ARENA 51, ARENA FONTE NOSSA e etc). A expectativa é que o rubro negro mantenha a freguesia, sem perder para o Itinga a mais de 10 anos no estádio, com mais de 2 anos sem perder BAVI, com várias surras aplicadas este ano (5×1,7×3,3×0), agora o Leão tem ainda mais um motivo para atropelar geral.

Com os desfalques de Escudero, Ayrton e Maxi Biancucchi de quem se tinha a expectativa de retorno, Ney Franco não contou conversa e promoveu o retorno de Michel, deslocando Luiz Gustavo para lateral direita e colocando o jovem Leílson no meio campo pelo lado esquerdo, o Vitória vai manter o esquema que vem dando certo e espera voltar logo ao caminho dos triunfos e embalar novamente uma grande sequência sem derrotas.

Do lado de lá é só desespero!

A torcida do Bahia mesmo com maior numero de ingressos, deve ser novamente minoria no estádio, desconfiados os tricolores não estão tão animados com o mando de campo, para completar, a Bamor já avisou que não vai a fonte, Feijão declarou que tem raiva do Vitória e a diretoria afastou o jogador Souza. Calma, não precisva demonstrar tanto medo, queremos respeito, reajam, demonstrem um mínimo de hombridade, pelo menos finjam que serão competitivos, tenho que dizer, procura-se um rival.

Tudo efeito que o rubro negro provoca do outro lado, mas não adianta correr, chegou a hora de mais uma porrada.

Vitória: Wilson, Luiz Gustavo, Victor Ramos, Kadu, Juan, Michel,Cáceres, Renato Cajá, Leilson, Marquinhos, Dinei

Bahia: Marcelo Lomba: Madson, Rafael Donato, Lucas Fonseca, Fahel, Feijão, Diones, Helder, Marquinhos Gabriel, Wallyson, Fernandão

Saiba tudo sobre o Nordestão!

https://valmerson.wordpress.com/2013/10/08/copa-do-nordeste-definido-o-caminho-do-vitoria-rumo-ao-hexa/

Médico diz que Wilson deve jogar contra o Coxa


imagem_1305131368484187_g

As breve orações parecem ter surtido efeito. Após a assessoria afirmar que Wilson sofre ma contusão e ficaria afastado por pelo menos uma semana, médico do Vitória desmente a situação e afirma que o arqueiro estará no gol nesta quarta contra o Coritiba.

-Acreditamos que ele estará apto nas próximas 48 horas,  nessa quarta no mínimo ele deve estar no banco, do ponto de vista médico acreditamos que ele estará em campo sem problema nenhum.

 

-A imagem mostrou um Edema, mas nem sempre a estiramento, temos 48 e vamos recuperar o atleta.

[VITÓRIA 2X1 PORTUGUESA] Uma partida péssima, e um resultado excelente


vitória x portuguesa

Ir a uma boa pizzaria é realmente um grande programa de domingo, comer aquela velha fatia de Portuguesa é sempre agradável, mas quase que o lazer vira preocupação o rango se torna indigesto.

Isso porque a começar pelo forno caldeirão (Barradão) estava faltando lenha, brasa (torcedor) e sem aquele calor tradicional a massa (time) parecia desandar, e o pizzaiolo Caio Junior não conseguia de maneira alguma corrigir a receita e o que se via é a pizza portuguesa cada vez mais indigesta, apimentada, tornando-se um grande pesadelo, e é nessas horas que precisamos de um garçom talentoso(Maxi), capaz de acalmar a fúria do cliente( torcedor) e deixar o colega(Tarracha) pronto para satisfazer o sonho de degustar uma boa massa. Depois disso contamos com a sorte, o forno resolveu aquecer, a massa cresceu, deu liga e fomos premiados com uma bela pizza.

O JOGO

O Vitória sofreu uma grande pressão da Lusa na noite deste domingo, e aquela velha máxima do futebol, mostrou mais uma que continua atual. Quem não faz, toma! Wilson foi sem duvida alguma o grande nome do jogo, pelo menos 4 grandes defesas, e em outras 4 contou com a sorte ou péssima pontaria da equipe paulista.

O Vitória não chutou uma bola sequer ao gol no primeiro tempo e continuou sofrendo no segundo. E quando Victor Ramos deu uma pixotada, Gabriel Paulista conseguiu até salvar o primeiro lance, Wilson fez milagre no segundo, e Victor Ramos e Michel ficaram olhando o jogador Cañete aos 18 minutos do segundo tempo marcar o gol e fazer 1×0 no placar.

O que era ruim, ficou ainda pior, o rubro negro que já iniciava a partida caindo para a 10º colocação sofria um revês e ia consolidando um momento ruim dentro da  competição, pois seria a quarta partida sem vencer, mas coisas inexplicáveis do esporte deixam atônita a cabeça desse que vos escreve. Quem em sã consciência acreditaria na virada? É mas o triunfo veio, primeiro numa jogada magistral de Maxi Biancucchi que entortou o zagueiro e lançou precisamente para Tarracha acertar um belo chuto e empatar aos 26 minutos.

Quem já estava satisfeito pelo empate, viu nos pés de Escudero de vencer, e não sei ainda como o argentino conseguiu chutar aquela bola para fora, porém com o leão as vezes é assim, sofrido, e aos 40 minutos, falta após jogada de Maxi e Fabricio cobra, a bola ia muito fora, mas ela toca no ultimo atleta da barreira, engana o goleiro e vai parar na rede, Vitória 2×1 Portuguesa. Aos 48 Valdomiro teve uma chance no único vacilo de Wilson, mas a bola caprichosamente foi para fora.

FICHA TÉCNICA -VITÓRIA 2 X 1 PORTUGUESA

Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA)
Data: 04 de agosto de 2013, domingo
Horário: 18h30 horas (de Brasília)
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Guilherme Dias Camilo (MG)
Cartões amarelos: Daniel Borges (Vitória); Ferdinando e Correa (Portuguesa)
GOLS: VITÓRIA: Danilo Tarracha, aos 24, e Fabrício, aos 40 minutos do segundo tempo.
PORTUGUESA: Cañete, aos 17 minutos do segundo tempo

VITÓRIA: Wilson, Daniel Borges (Leílson), Gabriel Paulista, Victor Ramos e Danilo Tarracha; Michel, Edson Magal (Fabrício), Renato Cajá (Camacho) e Escudero; Maxi Biancucchi e Dinei
Técnico: Caio Júnior

PORTUGUESA: Lauro, Luis Ricardo, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Bruno Henrique (Corrêa), Moisés (Matheus), Souza e Cañete; Gilberto (Michel)
Técnico: Guto Ferreira

WILSON: O nome do jogo, ótimas defesa, vai se consolidando como paredão. 10,0

Daniel Borges: Esperaram tanto pra isso? 0,0

Victor Ramos: Eu já disse, volta pra Nicole meu filho! Nota 3.0

Gabriel Paulista: Salvou em duas oportunidades, salvou o companheiro de defesa. 7,0

Tarracha: Salvo pelo golaço. 5,0

Michel: Vai pro banco pelo amor de Deus, não marca, não faz falta, não apoia mas atrapalha. 3,0

Edson Magal: Muita vontade, mas não atuou bem, ainda cansou: 5,0

Escudero: O que foi aquilo meu caro? Ainda bem que não fez falta. 4,5

Renato Cajá: Mascarado e intocável, não gostou das reclamações, a muito merece um banco, nem bola parada esta conseguindo acertar. 0,0

Maxi Biancucchi: Foi a válvula de escape, conseguiu jogar por todo sistema ofensivo. 7,0

Dinei: Pelo amor de Deus Portela, contrate logo um camisa 09. 2,0

Leilson: Não entrou bem, não conseguiu dar a sua dinâmica, mas tem talento, 5.0

Camacho: Ainda não demonstrou grande futebol, mas tem sido melhor do que o Cajá: 5.0

Fabricio: Golaço huahuahau melhor falta do brasileirão rsrsrrs ensaida com a barreira 7.0

 

Caio Junior: Culpado pela péssima partida, não temos elenco, mas você é conivente com isso tudo quando não busca outras alternativas, mudança de esquema e mantém um time estudado pelos adversários. 4,0

Torcida: Deixou a desejar na quantidade, vaiou acertadamente, e demorou a ascender na partida. 4,0

[VITÓRIA 3X2 ATLÉTICO-PR] O Leão mostra as garras na selva do brasileiro


GRÊMIO X VITÓRIA

O mini campeonato  brasileiro foi positivo para o Esporte Clube Vitória, na segunda colocação da competição o rubro negro soma 10 pontos e só poderá cair uma posição, pois São Paulo e Grêmio se enfrentam na quarta e a depender do resultado o Vitória poderá cair uma colocação e figurar na terceira colocação até o retorno do brasileiro.

 

Como previsto os desfalques foram sentidos, jogar sem Nino, Renato Cajá, e Dinei não foi fácil, mas o time rubro negro se superou e com muita raça venceu o furacão por 3×2, o Leão teve ainda que driblar o péssimo gramado para chegar ao terceiro triunfo na competição.

 

Mais uma vez os gringos fizeram a festa, comandados por Maxi Biancucchi que novamente foi o destaque positivo.O Vitória abriu o placar com Cáceres, sendo o primeiro gol do Paraguaio no time e que aconteceu após uma bela jogada do camisa 7 que passou rápido pela defesa e tocou para Cáceres chutar forte no canto e vencer o goleiro. Logo após o gol o Atlético-PR chegou ao empate com uma bobeira completa de todo sistema defensivo, primeiro Botelho venceu Dimas, e lançou a bola ficou num bate rebate e Éderson chutou e marcou.

 

Mesmo com o empate o Vitória continuou melhor em campo e após lançamento preciso de Michel, Maxi Biancucchi deixou o zagueiro na saudade e soltou uma bomba para fazer o gol e dá numeros finais ao primeiro tempo.

michel-felipe_eduardomartins-agenciaatarde-ae
No segundo tempo o Vitória voltou buscando o resultado mas não conseguiu marcar e o Atlético cresceu, até porque o treinador colocou o time para frente e após novo vacilo o Luiz Alberto pegou empatou e no lance seguinte o Atlético quase consegue a virada.
No finalzinho do jogo o Leão conseguiu um contra ataque e a bola chegou aos pés de Damian Escudero e ele não decepcionou, o camisa 11 entrou na área e quase foi desarmado pelo zagueir, chegou a cair no lance, mas não desitiu, levantou, cortou e chutou para marcar o terceiro do Leão e decretar o triunfo. Antes do final, o goleiro Wilson ainda teve que fazer duas belas defesas, daquelas de pagar ingresso.

FICHA TÉCNICA

Série A

Vitória 3 x 2 Atlético-PR

Local: Estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana (BA).

Horário: 18h30

Data: 09/06/2013

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Auxiliares: Thiago Gomes Brigido (CE) e José Eduardo Calza (RS)
Gols: Cáceres, Maxi e Escudero (Vitória) / Éderson e Luiz Alberto (Atlético-PR)
Público: 4.802 pessoas
Renda: R$ 70.725,00.

Vitória: Wilson; Dimas, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Danilo Tarracha; Michel, Cáceres, Escudero e Marquinhos (Willie); Maxi Bianchucchi (Pedro Oldoni) e Giancarlo (Rômulo). Técnico: Caio Júnior.

Atlético-PR: Weverton; Jonas (Marcão), Manoel, Cleberson (Luiz Alberto) e Pedro Botelho; Juninho, João Paulo, Paulo Baier, Felipe (Marcelo) e Everton; Ederson. Técnico: Ricardo Drubscky.

WILSON Cresceu muito, tem feito belas partidas, tem sido um cara importante. 8.0

DIMAS  O garoto não foi bem, teve muita pressão dos jogadores atleticanos e não estava conseguindo o corte. 4.5

GABRIEL Falhou no gol, mas até que fez  uma boa partida, precisa manter a pegada durante os 90 min. 6.5

VICTOR RAMOS 100 jogos com a camisa do Leão e um a boa partida, VR3 7.5

TARRACHA Falta qualidade, é apenas razoável, se equivale com Mansur 5.5

MICHEL Esta lento, não tem conseguido a mesma pegada dantes da contusão, mas fez um ótimo lançamento para o segundo gol. 6.0

CÁCERES Joga muito, conhece de bola, e fez um gol de muita qualidade. 7.5

ESCUDERO É raçudo, não tem bola perdida, gol de quem tem vontade. 7.5

MAXI BIANCUCCHI É o melhor jogador do elenco do Leão, muito regular, golaço e assistência, 10.0

MARQUINHOS Não dá mais 4.0

GIANCARLO Volta para Ceará meu garoto. 0.0

RÔMULO Em 30 min fez muito mais do que Giancarlo em todas as partidas que ele entrou. 6.5

WILLIE O menino é elétrico conhece do jogo, as vezes precisa soltar mais a bola. 6.0

PEDRO OLDONI Sem tempo para um comentário que seja justo.

CAIO JUNIOR É notório que ele conseguiu dar padrão ao time, precisa as vezes ser mais sábio nas alterações. 7.5

É hoje! Primeiro Quiz premiado LMP/BASIS,David Braz é afastado e contratações


LMP-BASIS 1

Hoje as 19 horas realizaremos o nosso quiz e para participar é só curtir as páginas do Leão Minha Paixão e da Basis do Brasil no facebook(links abaixo do texto).

REGRAS

1º Só será valido à participação de pessoas que tiverem curtido as páginas do facebook da BASIS E DO LEÃO MINHA PAIXÃO.

2º Não será permitida respostas com edição, se no momento em que a equipe verificar estiver escrito editado, essa resposta será invalidada.

3º As 05 respostas terão que estar corretas e aquele que responder primeiro de tal forma é o vencedor.

4º Em caso do vencedor morar fora das cidades de Salvador, Simões Filho, Camaçari e Lauro de Freitas, a entrega do kit será realizada através de correio, porém o vencedor deve custear os valores desse frete e tendo o prazo de 07 dias, após este período será realizado um novo sorteio.

PÁGINA DO LEÃO MINHA PAIXÃO: https://www.facebook.com/leaominhapaixao

PÁGINA DA BASIS VITÓRIA: https://www.facebook.com/pages/Basisvit%C3%B3ria/326217080815928

O AFASTAMENTO DE DAVID BRAZ

Após a eliminação precoce na Copa do Nordeste o zagueiro David Braz esta afastado do elenco principal do Vitória, o clube deve se pronunciar oficialmente ainda hoje e o empresário do atleta já esta a procura de um novo clube.

É verdade  que Braz é muito fraco e falhou no jogo que culminou a desclassificação do Leão, mas ele também é só mais um bode expiatório da diretoria, a cada fracasso um atleta é escolhido para Judas, enquanto a verdadeira culpa é de Alexi Portela, Carlos Falcão e Raimundo Queiroz pela contratação do atleta que tem um péssimo histórico pelos clubes que passou, quase toda a torcida foi contra a contratação do mesmo pois já conhecia as limitações mas ao que parece o fato de ter jogado em Flamengo e Santos eram credenciais suficientes para David vestir a camisa do Vitória, deu no que deu.

Contratações

O Vitória deve anunciar nos próximos dias 3 contratações,  o goleiro Wilson que realiza exames hoje, um lateral esquerdo que especula-se ser o Anderson Pico e um atacante considerado como grande jogador, pelo menos foi isso que o treinador Caio Junior disse, “queremos um atacante que pare o aeroporto, um cara que pare a bola na área e deixe a torcida tranquila e confiante, um cara que resolva”

PS: Ajudem a divulgar o sorteio do Kit e a parceria LMP/BASIS pois queremos realizar sorteios de camisas oficiais e licenciadas, Sócio torcedor(SOU MAIS VITÓRIA), Ingressos  e muito mais.