Vasco 1×1 Vitória Muita transpiração e o leão decide no Barradão


O Vitória ao estilo Argel Fucks foi a São Januário e arrancou um empate em 1×1 com o Vasco e agora pode empatar por 0x0 ou vencer para passar a quarta fase, novo 1×1 é penalidade.

O rubro negro se posicionou na defesa, buscando o contra ataque e com isso correu alguns riscos, o time da casa com a posse de bola assustou mas Thales desperdiçou duas boas oportunidades.

O Vitória teve a chance com Paulinho em grande lançamento de Euller e passe de peito de Kieza mas chute foi pra fora e depois com Gabriel Xavier mas ele avançou demais a bola.

No final do primeiro tempo o juiz errou ao expulsar Euller e prejudicou o Vitória que em toda segunda etapa teve um a menos em campo.

No segundo tempo, em casa, com um jogador a mais o Vasco veio todo para o ataque e passou a ceder espaços nos contra ataques bem puxados por David e quando o equatoriano meteu a mão na bola na área, Patric pegou a bola e com maestria fez Vitória 1×0 Vasco.

Os donos da casa pressionados vieram com tudo mas somente nos acréscimos com penalidade cometida por David, Nenê empatou e deixou a decisão para quinta no Barradão.

 

FICHA TÉCNICA

Vasco x Vitória

Copa do Brasil – 3º fase (jogo de ida)

Local: São Januário, no Rio de Janeiro

Data: 09/03/2017

Horário: 19h15

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO-Fifa) e Leone Carvalho Rocha (GO).
Cartões amarelos: Gilberto (Vasco); Euller, Willian Farias, Paulinho, Geferson e Kanu (Vitória)
Cartão vermelho: Euller (Vitória)
Gols: Patric (Vitória) e Nenê (Vasco)
Vasco: Martin Silva; Gilberto, Rodrigo, Rafael Marques (Jomar) e Henrique; Jean, Escudero (Manga Escobar), Douglas e Nenê; Kelvin (Muriqui) e Thalles. Técnico: Cristóvão Borges
Vitória: Fernando Miguel; Patric, Kanu, Alan Costa e Euller; Willian Farias, José Welison, Cleiton Xavier (David) e Gabriel Xavier (Bruno Ramires); Paulinho (Geferson) e Kieza.  Técnico: Argel Fucks.

Anúncios

[VITÓRIA 1X1 ATLÉTICO MG] Leão e galo ficam em empate na fonte


 

VITÓRIA X ATLÉTICO MG

O Vitória ficou no empate contra o Atlético MG na Fonte Nova e agora ocupa a 10ª colocação na classificação do campeonato brasileiro serie A 2016. O Leão saiu atrás do placar e teve que se superar para chegar ao empate, teve até chances de virar a partida e sair com os 3 pontos mas desperdiçou e viu dois pontos escaparem nesse inicio embolado da competição.

O time de Mancini começou bem e teve chances com Diego Renan que carimbou a trave e Kieza que ficou travado na zaga e com tapinha de Victor para impedir a abertura do placar. Com o desenrolar da partida o galo foi ficando perigoso e passou a se aproveitar da maior posse de bola pra levar perigo ao gol de Fernando Miguel que fazia defesas importantes e quando o desenho era 0x0 para o final do primeiro tempo, eis que uma falha de marcação da defesa e um frango de Fernando Miguel, Patric recebeu o “passe” de Marcos Rocha na cobrança de escanteio e fez o gol que selou a 1ª etapa Vitória 0x1 Atlético MG.

No segundo tempo Mancini tirou logo de cara Deivid e Leandro Domingues para entrada de Dagoberto e Flavio e o rubro negro cresceu e passou a buscar o empate, a medida que o tempo passava o leão buscava o gol e o galo passou a se defender e buscar o contra ataque. E quando Mancini tirou Vander e colocou Alipio o time cresceu ainda mais e chegou ao empate num lançamento primoroso de Victor Ramos para Kieza, de VR3 para K9 que matou no peito e balançou a rede num toque na saída de Victor. 1×1 e cântico na arquibancada: ACABOU O CAÔ O K9 CHEGOU, O K9 CHEGOU!

Após o empate o Vitória cresceu e foi pra cima e teve uma chance impar numa falha de Victor que socou errado e a bola caiu no pé do jogador do Vitória que chutou e o zagueiro salvou com a bola indo ao gol, sem goleiro. Fim de jogo 1×1 e pelos 20 minutos finais ficou até um gosto amargo pelo resultado.

FERNANDO MIGUEL: Pegou muito e apesar da falha, fez uma boa partida com defesas difíceis. 7,5

MAICON SILVA: Sem ritmo sentiu um pouco o jogo mas surpreendentemente cresceu no segundo tempo 6,0

RAMON: Boa partida vem voltando a mostrar segurança, tá se adaptando a série A 6,5

VR3: Que lançamento lindo, bela assistência e esta se entendendo melhor com Ramon, começou vacilando mas depois se encontrou no jogo 7,5

DIEGO RENAN: Foi uma avenida, Marcos Rocha e Hyuri caíram em sua costas e criaram muito, cresceu no segundo tempo com o auxilio de Dagoberto e Flavio. 5,0

AMARAL: Correu muito mas precisa ser mais preciso nos botes, em alguns momentos erra passes que complicam. 6,0

WILLIAM FARIAS: Crescendo a cada partida, joga muito, importante por esquema e pro time, carregador de pianos. 7,5

LEANDRO DOMINGUES: Sumido, só apareceu para levar cotovelada e só! 3,0

DEIVID: Segurou demais a bola e errou muito, desperdiçou muitos lances de contra ataque por preciosismo. 4,0

VANDER: Mancini já chega de Vander pelo amor de Deus. Horroroso 3,0

KIEZA: Brocou mais um mas perdeu duas outras ótimas chances, esta em crescimento mais solto pela ponta esquerda caindo pro centro. 8,0

DAGOBERTO: Ainda estav fora da forma ideal mas o time cresceu com sua entrada, tem que ter sequência. 7,0

FLAVIO: Entrou e ajudou na marcação, foi importante no esquema e ajudou no empate 7,0

ALIPIO: Mostra que é jogador de entrar durante o decorrer do jogo, fez fumaça, apertou a defesa do galo e oLeão chegou ao gol. 7,5

VAGNER MANCINI: Sem Marinho e Norberto escalou o melhor que tinha sem improvisações mas evidente que o elenco é limitado, mudou a postura no segundo tempo e time empatou. 7,0

FICHA TÉCNICA
Vitória x Atlético-MG
Campeonato Brasileiro – 4ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador
Data: 29/05/2016
Horário: 16h
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (Asp.Fifa-MS) e Ivan Carlos Bohn (CBF-PR)
Cartões amarelos: Diego Renan, Maicon Silva, Amaral, Willian Farias (Vitória) / Rafael Carioca, Lucas Cândido, Carlos, Capixaba (Atlético-MG)
Cartões vermelhos:
Gols: Kieza (Vitória) / Patric (Atlético-MG)
Vitória: Fernando Miguel;  Maicon Silva, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral, Willian Farias, David (Dagoberto) e Leandro Domingues (Flávio); Vander (Alípio) e Kieza. Técnico: Vagner Mancini.
Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Tiago, Edcarlos e Lucas Cândido; Rafael Carioca, Leandro Donizete e Patric; Pablo (Júnior Urso), Carlos (João Figueiredo) e Hyuri (Capixaba). Técnico: Marcelo Oliveira