Vitória x Atlético MG Leão conta com sua maior força contra o Galo


Quando as coisas não vão bem, nada melhor do que voltar pra casa, e é justamente isso que o Vitória vai fazer neste domingo (11) para conseguir seu primeiro triunfo no brasileiro 2017.

Depois de 5 jogos, o leão volta a selva Barradão e com obrigação de vencer para sair da incômoda lanterna. Em 20° com apenas 1 ponto e 6% de aproveitamento e pior ataque da competição, o rubro negro recebe o galo 16° com 6 pontos e 40% de aproveitamento, o primeiro fora da zona, portanto aquele chamado jogo de 6 pontos.

O técnico Alexandre Gallo realizou treino fechado e não divulgou a equipe, mas apenas uma alteração é esperada, Salino no lugar de Patric.

O atlético tem novidades, Roger Machado ganhou os reforços de Danilo e Otero que deve ser titular em lugar de Valdivia.

44 Jogos 9 triunfos 14 empates e 21 derrotas são os números do Vitória que não vence o Galo desde 2010 quando venceu no Barradão e no mineirão.

Ficha Técnica:

Campeonato Brasileiro 2017

6a Rodada

Vitória x Atlético MG

Salvador-Ba 11 Junho 2017 às 16 horas

Vitória: Fernando Miguel;Salino,Alan Costa, Fred, Thallyson; Willian Farias, Uillian Correia, Gabriel Xavier; David, Neilton e Kieza. Técnico Alexandre Gallo.

Atlético MG: Victor; Alex Silva, Erazo, Felipe Santana e Danilo; Rafael Carioca, Yago, Elias e Otero (Valdívia); Robinho e Fred. Técnico Roger Machado

Arbitragem:

Árbitro:  Raphael Claus  (SP-FIFA)
Assistente 1: Alex Ang Ribeiro (SP-CBF)
Assistente 2: Tatiani Sacilotti do Santos Camargo (SP-FIFA)
Quarto Árbitro: Alberto Poletto Masseira (SP-CBF)
Assistente Adicional 1: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral  (SP-CBF)
Assistente Adicional 2: Marcio Henrique de Gois  (SP-CBF)

Anúncios

Atlético Mineiro 2×1 Vitória Leão perde mais uma e volta a zona


o

atletico-2x1-vitoria

O vitória infelizmente perdeu +1 fora de casa e voltou a zona de rebaixamento após revés contra o atlético mineiro no estádio independência com 2 gols de Fred para o time mineiro e Kanu descontando para a equipe rubro negra.

O treinador vagner mancini insistiu no esquema com 3 atacantes E deixou serginho no banco a esperança do torcedor era ver o time no tradicional esquema 4 4 2 mas isso não aconteceu e o boliviano foi o escolhido pelo treinador para começar a partida. O jogo começou bom com o atlético buscando o ataque e o vitória saindo no contra ataque rápido e tentando abafar Com o sistema de marcação alta Porém os espaços deixados no meio campo foram perigosos e Robinho e Fred sempre conseguiam lances para finalizar dentro da área. Parecia não ser o dia do camisa 99 que perdeu 1 gol incrível depois de lançamento na área ele deu carrinho na bola sem goleiro e acertou o travessão mas infelizmente foi 1 ledo engano Fred viria a marcar nos acréscimos do 1os. tempo depois de lançamento ele finalizou no canto do goleiro Fernando Miguel abrindo o placar. Antes do gol de Fred 1 lance chamou muita atenção aos 36min 1 contra ataque rápido do vitória marinho recebeu em profundidade partiu conduzindo a bola e tentou encobrir o goleiro Giovanni que fez grande defesa o detalhe é que o atacante David passava Livre pra receber Marinho perdeu gol e ao final do 1. tempo o goleiro caíque reserva do rubro negro partiu pra cima do atacante e gerou 1 princípio de confusão mais os jogadores depois afirmaram que conversaram e se acertaram no vestiário.

No 2os. tempo puxe-nos continuaram buscando o gol o vitória chegou ao empate com o cano após cobrança de falta de diego renan pelo lado esquerdo o zagueiro cabeceou com precisão empatando a partida para vitória. Mancini mudou colocou Alipio e Serginho em lug r de Ramallo e David Mas foi o atlético que conseguiu o 2os. gol novamente com fred após vacilo da defesa do vitória o atacante recebeu sozinho e fuzilou o goleiro fernando miguel é decretado 2 a 1 para o atlético e dando números finais a partida.
FICHA TÉCNICA
Atlético-MG x Vitória
Campeonato Brasileiro – 23ª rodada
Local: Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 07/09/2016
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS/Asp. Fifa)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Maurício Coelho da Silva (RS)
Cartões amarelos: Fernando Miguel, Marcelo, Diogo Mateus, Ramon e Alípio (Vitória); Edcarlos (Atlético-MG)
Gols: Fred – 2x (Atlético-MG); Kanu (Vitória)

Atlético-MG: Giovanni; Carlos César, Gabriel, Edcarlos e Fábio Santos; Rafael Carioca, Lucas Cândido, Maicosuel (Yago), Robinho e Carlos Eduardo (Clayton); Fred. Técnico: Marcelo Oliveira.

Vitória: Fernando Miguel; Diogo Mateus (Euller), Kanu, Ramon e Diego Renan; Amaral, Marcelo e Cárdenas; Marinho, David (Alípio) e Ramallo (Serginho). Técnico: Vagner Mancini.

Atlético MG x Vitória Leão tem tarefa difícil diante do galo


Atlético mineiro x Vitoria

Um confronto importantíssimo hoje a noite pelo brasileiro, tanto para o galo que sonha em se aproxima do líder e se fortalecer no G-4, quanto para o leão que quer fugir da cola da zona de rebaixamento.

Ambas as equipes possuem desfalques importantes, Mancini não conta com Kieza e Vander suspensos e Victor Ramos, William Farias e o recém contratado Henrique foram vetados pelo departamento médico, Zé Love não teve o nome publicado no BID nem viajou.

Marcelo Oliveira não conta com Marcos Rocha, Patric, Erazo, Leandro Donizete, Carlos, Luan e Cazares que estão no DM Otero,Pratto e Rafael Carioca estão defendendo as suas seleções mas time teve os retorno de Victor e Datólo.

O treinador Vagner Mancini confirmou que existe apenas uma dúvida manter o boliviano Ramallo e o esquema com 3 atacantes ou promover Serginho ao lado de Cárdenas e o tão pedido por todos, tradicional esquema 4-4-2. Foi realizado um treino tático com jogadas de bola parada e o treinador espera surpreender no independência.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-MG X VITÓRIA
Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 7 de setembro de 2016, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Leison Peng Martins (RS) e Maurício Coelho Silva Penna (RS)
ATLÉTICO-MG: Victor, Carlos César, Gabriel, Edcarlos, Fábio Santos, Yago (Rafael Carioca), Lucas Cândido, Robinho, Carlos Eduardo, Maicosuel e Fred. Técnico: Marcelo Oliveira.
VITÓRIA: Fernando Miguel; Diogo Mateus, Ramon, Kanu e Diego Renan; Amaral, Marcelo e Cárdenas; Ramallo (Serginho), Marinho e David. Técnico: Vagner Mancini.