[VITÓRIA X BAHIA] BAVI da decisão começa recheado de polêmicas!


VITÓRIA X BAHIA

 

Sempre cercado de polêmicas o clássico BAVI eleito essa semana como um dos principais 50 clássicos do futebol mundial pela revista FOUR FOUR TWO começa hoje no Barradão e promete ser uma verdadeira guerra.

Na desvantagem o Vitória busca em casa reverter à situação, mantendo o tabu que tem sem sofrer revés do rival, para isso conta com o versátil Marinho e o goleador Kieza personagem a parte no BAVI de hoje, já que no inicio do ano o atacante defendia o rival e agora esta do lado rubro negro para a revolta dos tricolores.

Outro personagem é Victor Ramos, VR3 como é chamado esteve envolvido em polêmica de “escalação irregular” e que rendeu uma guerra nos bastidores do futebol baiano com troca de farpas de dirigentes, torcedores e até mesmo a imprensa, confirmado no jogo o zagueiro já um personagem marcante do clássico de logo mais.

Pelo lado tricolor a expectativa fica entorno do seu artilheiro na temporada, Hernane que não treinou durante a semana, foi relacionado e deve mesmo começar mesmo sem estar 100% e ele chegou a provocar kieza durante a semana, será um duelo dos dois camisa 9.

Mancini decidiu manter surpresa mas as duvidas mesmo estão no gol porque Fernando Miguel sentiu no ultimo jogo e pode ver Caique destaque do ultimo BAVI que terminou com o Vitória vencendo o Bahia por 2×0, novamente sendo titular e Dagoberto deverá mesmo começar no banco, assim como Norberto.

Doriva pediu marcação especial em cima de Marinho 7 e nutre esperança no contra ataque com Thiago Ribeiro mas se preocupa em muito com a fragilidade das laterais,onde Marinho e Vander alternam as criações de ataque rubro negra.

A expectativa é de casa cheia e mais um espetáculo da torcida baiana no Barradão, mesmo com a reclamação do alto valor dos ingressos durante a semana o que empurrou muitos rubro negros a fila para associação ao SOU MAIS VITÓRIA.

 

FICHA TÉCNICA

Vitória x Bahia 

Campeonato Baiano (1º jogo da final)

Local: Barradão, em Salvador

Data: 01/05/2015

Horário: 16h

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Guilherme Dias Camilo (Fifa/-MG)

Vitória: Caíque (Fernando Miguel); José Welison, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral, Willian Farias e Leandro Domingues; Vander (Dagoberto), Marinho e Kieza. Técnico: Vagner Mancini.

Bahia: Marcelo Lomba; Tinga, Lucas Fonseca, Éder e Moisés; Feijão, Danilo Pires, Juninho, Thiago Ribeiro e Edigar Junio; Hernane. Técnico: Doriva.

[Vitória x Bahia] Times e torcida encaram BAVI como decisão e clássico pega fogo


VITÓRIA X BAHIA

Embalados pelos triunfos diante de Fluminense e Botafogo, Vitória e Bahia duelam na Arena Fonte Nova em busca dos 3 pontos e embalar de vez na briga contra o rebaixamento, as equipes estão motivadas e com toda certeza o clássico será quente e disputado e quem vencer sairá com moral e ganhará forças na briga contra o rebaixamento, sem contar na moral com o torcedor que será recuperada.

A expectativa é tão grande que a procura de ingressos esta grande, o publico deve ultrapassar os 35 mil, com toda certeza será o recorde da dupla BAVI nesse ano até o momento.

No campo o técnico Ney Franco lamenta a ausência de Damian Escudero com lesão na coxa, mas comemora poder escalar a base da ultima partida, a única mudança deve ficar por conta da entrada do zagueiro Roger Carvalho na defesa, com isso Luis Gustavo será avançado como primeiro volante e Welison perde a camisa 05. No lado tricolor Pará é a novidade, ele assumi a camisa 06 e terá o desafio de bloquear as investidas do veloz Nino, Maxi e Marco Aurélio também brigam por uma vaga.

Muito se fala da má sorte de Ney Franco em BAVIs, com 6 jogos o treinador do rubro negro ainda não venceu o rival, mas espera nesse domingo acabar com essa escrita incomoda, ainda  mais que faz muito tempo que o rubro negro não passa em branco contra o tricolor desde a década de 80.

Júnior Fernández; Nino Paraíba, Roger Carvalho, Kadu e Juan; Luiz Gustavo, Cáceres, Richarlyson e Marcinho; Willie e Dinei.

Marcelo Lomba; Railan, Demerson, Lucas Fonseca e Pará; Uelliton, Rafael Miranda e Léo Gago; Maxi (Marcos Aurélio), Rafinha e Kieza.

 

[Vitória x Bahia] O Leão fará história!


bavi-1

Acostumado a vencer o estadual com tranquilidade nas ultimas décadas, o Vitória dessa vez decidiu ser mais ousado e fazer história, isso mesmo o Leão fará história nessa final de campeonato baiano.

O Retrospecto diz que nunca uma equipe coseguiu reverter a vantagem vencendo por mais de um gol para sagra-se campeão e é isso que o rubro negro irá fazer nesse domingo em Pituaçu. O Vitória vencerá o rival com uma diferença superior a de 1 gol e levantará a taça e deixará muitoa átonitos, principalmente os que á determinavam que a Sardinha já era campeã.

Fiquei muito animado quando vi a escalação do treino que Ney Franco promoveu, a saída de: É melhor nem falar o nome daquele zagueiro, a entrada de Coruja no meio e a ida de Juan para lateral equilibra o time e vamos que vamos para scima do tricolor de Itinga, a esxpulsão de Hugo e a saída de Mansur foram grandes redforços, pena o garoto Euller ter se machucado, mas estamos prontos para ir para cima do tricolor de Itinga.

VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Luiz Gustavo, Matheus Salutiano e Juan; Neto Coruja (William Henrique), Cáceres e José Welison; Marquinhos, Dinei e Souza.

BAHIA: Marcelo Lomba; Diego, Demerson, Titi e Pará (Raul); Fahel, Rafael Miranda; Rhayner (Rafinha), Lincoln e Maxi Biancucchi; Talisca (Pittoni).

Estou com toda confiança de que vamos reverter o placar adverso e a imagem da semana será semelhante a esta:

bavi2

VITÓRIA BI CAMPEÃO BAIANO 2014…

[BAVI- VITÓRIA X BAHIA] Expectativa de mais uma brocança rubro negra


VITÓRIA X BAHIA

Em situações distintas na competição, a dupla BAVI duelam por objetivos diferentes, enquanto o rubro negro espera vencer, manter 100% de aproveitamento, garantir a classificação antecipada e repetir os feitos dos clássicos de 2013, o tricolor espera acabar com a crise que esta assolada no fazendão, impedir a demissão do treinador, evitar o risco de desclassificação e sobretudo não deixar que aconteça outra derrota humilhante.

Com muitos problemas de contusão, Ney Franco foi obrigado a mudar a equipe e avançar novamente Juan ao meio campo, a ausência de Escudero preocupa, mas o momento e o elenco do Vitória faz com que o time tenha total condições de vencer o rival.

No Bahia também haverá mudanças, a ausência de Pittoni propiciou a escalação de Uelliton e no ataque  time  contará com o recém contratado Marcão, reforços? Pode até ser, mais o desentrosamento e a falta de ritmo pode ser preponderante para mais um fiasco.

Clássico de uma torcida só

Não concordo com esse processo de 10% para os visitantes em clássicos, até entendo a intenção da diretoria do Vitória, mas o gostoso do BAVI é escaldar as Sardinhas e com eles diminutos na arquibancada, vai ser meio sem graça.

FICHA TÉCNICA

Vitória X Bahia

Campeonato Baiano

Local: Roberto Santos/Pituaçu

Data:23/02/2014

Horário: 16:00

Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA).

Auxiliares: José Raimundo Dias da Hora (BA) e Luiz Carlos Silva Teixeira (BA)

VITÓRIA:Wilson; Ayrton, Rodrigo Defendi, Matheus Salustiano e Euller; Cáceres, José Wellison, Mauri e Juan; Marquinhos e Dinei. Ney Franco

BAHIA :Marcelo Lomba; Madson, Lucas Fonseca, Titi e Guilherme Santos; Fahel, Rafael Miranda e Uelliton; Maxi Biancucchi, Rhayner e Marcão. Marquinhos Santos

[VITÓRIA 0X0 BAHIA] Um clássico movimentado, mas com placar frustrante


VITÓRIA X bahia

O reencontro do maior clássico do norte/nordeste com a primeira divisão foi cercado pela expectativa das torcidas pelo bom momento da dupla BAVI na competição, O Vitória buscava o triunfo e a liderança, já o Bahia queria o primeiro triunfo sobre o rival  e o G4 mas o placar final foi frustrante para ambos que agora figuram na 5ª e 6ª colocação respectivamente.

Eu havia afirmado aqui sobre o crescimento do rival em relação as goleadas que aplicamos, e isso ficou evidente, o Leão tem um meio campo mais qualificado, porém a marcação do tricolor estava mais ajustada com uma ótima partida do jovem Feijão, para mim o melhor em campo sem duvidas, e sem um dia feliz de Renato Cajá, Nino parecendo estar sentindo a contusão desde o inicio da partida e Dinei apagado, as coisas não andaram como de costume no setor ofensivo e por isso não marcamos nossos gols.

O Vitória foi prejudicado pela arbitragem quando aos 9 minutos o juiz Paulo Cesar de Oliveira deixou de marcar uma falta clara em Dinei e que deveria culminar na expulsão do atleta do Bahia, no mais foram chances perdidas dos dois lados, Maxi Biancucchi deu drible desconcertante em Titi e chutou na saída de Lomba, mas ele estava desequilibrado a bola foi pra fora, Já Escudero iria marcando um gol de placa após passe preciso de Camacho, o camisa 11 driblou duas vezes o defensor e chutou de esquerda mas a bola caprichosamente saiu.

Wilson: ótima partida, fez boas defesas para o Leão Nota 8.0

Nino: Péssimo, para mim já entrou baleado em campo. Nota3.0

Gabriel Paulista: Partidaça, o melhor do Leão em campo, muita raça e acertou quase todas, faltou aquele gol de cabeça. Nota 7,5

Victor Ramos: Bombardeado, errou muitos lances, deu sorte com a incompetência do rival. Nota 4.0

Tarracha: Apoiou bem, e fez uma partida razoável, mas ainda não convenceu, no próximo jogo Mansur deve reassumir a posição.

Michel: Foi muito valente, mas as vezes é precipitado, fez faltas que levaram perigo: Nota 6.0

Cáceres: Não se encontrou na partida, errou passes bobos e não conseguiu marcar com qualidade. Nota 5.0

Renato Cajá: Horrível, uma das suas piores partidas: Nota 3,0

Escudero: Ajudou muito na marcação e foi o cara mais lúcido do meio campo, faltou aquela bola entrar. Nota 6,5

Maxi Biancucchi: Esteve em dia de um mero mortal, em dias normais teria brocado aquele lance que deixou Titi no chão. Nota 5.0

Dinei: É amigo, chega um cara para brigar e você faz essa partida fraca, vai pro banco domingo: Nota 3.0

Camacho: Entrou na fogueira, mas mostrou que tem qualidade, deu um passe que deixou Escudero na cara, mas precisa claramente de ritmo: Nota 5,5

Vander: Entrou muito bem, deu velocidade, passes precisos, faltou um pouco de calma para ser mais decisivo: Nota 6,0

Daniel Borges: Errou muito, fazer estreia em clássicos não é fácil, ainda mais quando existe concentração de jogadores no seu setor: Nota 5.0

Caio Junior: Montou o time de sempre e para mim acertou nas mudanças, apesar que duas foram por contusões, Nota 7,0

FICHA TÉCNICA
Campeonato Brasileiro
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 21/07/2013
Árbitro: Paulo César Oliveira (FIFA/SP)
Auxiliares: Luiz Carlos Silva Teixeira (BA) e Adson Márcio Lopes Leal (BA).
Cartões amarelos: Hélder, Feijão Lucas Fonseca
Gols:
Pùbico: 30.477
Vitória: Wilson; Nino Paraíba (Daniel), Victor Ramos, Gabriel Paulista e Danilo Tarracha; Michel, Cáceres (Vander), Escudero e Renato Cajá (Camacho); Maxi e Dinei. Técnico: Caio Júnior.
Bahia: Marcelo Lomba; Madson, Lucas Fonseca, Titi e Raul; Feijão, Hélder (Fabrício Lusa) e Rafael Miranda; Talisca (Freddy Adu), Wallyson e Fernandão. Técnico: Cristóvão Borges.

[VITÓRIA X BAHIA] Briga para garantir liderança e para manter o Tabu e a grande polêmica!


vitória x bahia

 Mais um BAVI na Itaipava Arena Fonte Nova( perdão, quero dizer Arena 51) e desta vez o objetivo é buscar a liderança da competição que portanto tempo esteve com o Vitória, mas a duas rodadas pertence ao Juazeirense que é o adversário do Leão nas semifinais e por enquanto tem a vantagem de jogar por dois resultados iguais e decidir a sorte em Juazeiro.

O treinador Caio Junior já afirmou que contará com a força máxima e não poupará ninguém, Renato Cajá treinou normalmente e vai jogar, já Luis Alberto  foi vetado pelo departamento médico e ainda não teve o seu substituto confirmado, Cáceres, Gabriel e Edson brigam pela vaga. Existe a expectativa das possíveis estreias de Giancarlo e Tarracha, os recém contratados e já regularizados estão com condições físicas e podem substituir Dinei e Mansur que não vivem boa fase, a  lateral esquerda deve mesmo ganhar um novo dono e o artilheiro do Brasil deve aguardar no banco pela primeira oportunidade, já que Lúcio Maranhão esta queimado com o técnico.

O Vitória joga ainda para manter um grande tabu sobre o rival, são 9 anos e 9 jogos de invencibilidade em clássicos na Fonte Nova, no ultimo todos lembram da sonora goleada de 5×1, outra questão é que vencendo, ou empatando o rubro negro já garante a vantagem em caso da dupla se reencontrar na final da competição, outra motivação é o fato do rival ainda não ter vencido nesse seu mando de campo e amargar uma sequência considerável sem triunfos no campeonato baiano 2013.

O BAVI ainda nem começou, mas já tem polêmica no ar, e ela atende por nome de Jailson Macêdo de Freitas, isso tudo porque o arbitro é conhecido por beneficiar o rival, em muitos clássicos o Vitória já saiu de campo protestando contra a péssima atuação do homem do apito que sempre tende a favorecer o que parece ser o seu time de coração, auxiliado por Alessandro Rocha Matos e Elicarlos Franco de Oliveira. Jailson já começa o jogo na mira de todos os holofotes, a maioria defende que novamente a arbitragem deveria se de fora do estado, mas vamos torcer para que não haja interferência no resultado do placar.

 

CAMPEONATO BAIANO :VITÓRIA X BAHIA

Local: ARENA FONTE NOVA

Data: 28/04/13 ÀS 16:00 HORAS

Arbitragem: Jailson Macêdo de Freitas

Assistentes: Alessandro Rocha Matos e Elicarlos Franco de Oliveira

Vitória: Deola, Nino, Gabriel Paulista, Victor Ramos, Mansur(Tarracha), Michel, Cáceres( Gabriel Soares ou Edson Magal), Renato Cajá, Escudero, Maxi Biancucchi, Dinei.

Bahia: Lomba, Pablo, Tite, Demerson, Pablo, Diones, Fahel, Rosales, Marquinhos(Talisca),Ryder, Obina

[Vitória x Bahia] Raça, suor e sangue


Há muito tempo um BAVI não cria tanta expectativa, nos últimos anos o Vitória deitou e rolou em cima do Bahia e sempre liderou com folga o estadual, este ano o Leão andou tropeçando e o tricolor aproveitou para abrir vantagem sobre o rival, mas o rubro negro vive o seu melhor momento e parece ter encontrado o equilíbrio nas ultimas rodadas, com isso a rivalidade do clássico esta ainda mais apimentada e a promessa é de um grande jogo no Barradão.

Cerezo fez mistério no ultimo treino com portões fechados, mas não deve haver surpresas o time deve ter apenas uma mudança e relação ao jogo passado, Douglas deve retornar ao gol e acabar definitivamente com o rodízio de goleiros do restante o time deve ser o mesmo, as novidades devem ficar por conta do decorrer do jogo com a possível entrada de Rildo que após longo período de lesão foi relacionado pelo treinador, fato que deve se repetir pelo lado de Itinga com Ávine sentando no banco.

A festa no Barradão vai ser linda, casa cheia e com maioria esmagadora rubro negra incentivado o Vitória rumo ao triunfo, outro fator são as provocações, no ultimo clássico ninguém provocou ninguém mas desta vez Neto artilheiro do Brasil Baiano soltou o verbo, escaldou o presidente cassado das sardinhas e depois disse que Souza tem que ficar calado pois ele(Neto) é o artilheiro e esta com a voz, Souza tem que me respeitar, ainda disse que não fez gol na quarta porque guardou para o BAVI, o resultado é que os jogadores tricolores ficaram irritados e o clima incendiou de vez para a partida, espero que Neto cumpra a promessa e broque os tricoletes.

No lado do Bahia também tem surpresas, Falcão faz surpresa na relação e esconde se optará por  Ávine e Zé Roberto, mas ambos devem ficar no banco, existe também a expectativa do retorno de Marcelo Lomba, mas que não deve ser confirmada para o clássico, o certo é que o time de Itinga terá o retorno de Gabriel e Souza e contará com o time que enfrentou o Auto Sport.

Números do BAVI no Barradão

Desde 1991 foram realizadas 41 partidas no Barradão. Em 22 delas o Vitória saiu vencedor. O Bahia ganhou apenas 10 e aconteceram ainda nove empates. O Bahia marcou 49 gols e a defesa sofreu 72 com isso o Vitória tem um saldo positivo de 23 gols, outro fator é que dos 10 triunfos tricolores em 6 o Vitória acabou levando a melhor, isso porque em 5 oportunidades o Leão ficou com o título da competição porque podia perder para o rival por ter feito melhor campanha e na ultima foi quando o Vitória eliminou o Bahia na decisão da vaga para semifinal do baiano 2011, os números mostram que a vantagem rubro negra é esmagadora em sua casa.

Arbitragem do clássico

Manoel Nunes Lopo Garrido que terá como assistentes Alessandro álvaro Rocha de Matos e Kleber Moradillo da Silva, com Ademilton Piedade Carigé, funcionando como quarto árbitro.

Relacionados do Vitória:

Goleiros: Douglas e Renan.
Laterais: Léo, Mansur e Nino.
Zagueiros: Gabriel, Rodrigo e Victor Ramos.
Volantes: Michel, Rodrigo Mancha, Uelliton
Meias: Arthur Maia, Geovanni, Lúcio Flávio e Pedro Ken.
Atacantes: Dinei, Marquinhos, Neto Baiano e Rildo.

Escalação do Vitória

Douglas(Renan), Nino, Gabriel, Victor Ramos, Mansur, Uelliton, Michel, Pedro Ken, Geovanni, Marquinhos e Neto Baiano. Técnico: Toninho Cerezo

Escalação do Bahia

Omar (Marcelo Lomba); Madson, Rafael Donato, Titi e William Matheus; Fahel, Lenine, Magno e Gabriel; Júnior e Souza. Técnico: Falcão

LEÃO MINHA PAIXÃO

http://www.facebook.com/#!/leaominhapaixao