Vitória x Bahia BAVI da semifinal da Copa do Nordeste


A dupla BAVI se encontra pela segunda vez no ano mas desta vez sem tanto brilho, já que o MPBA requisitou e a CBF decidiu que o jogo não terá torcida visitante, o que diminui o espetáculo.

Argel Fucks ganhou os reforços do capitão Willian Farias e do artilheiro Kieza, e não escondeu a escalação onde o primeiro começa como​ titular. Guto Ferreira resolveu manter segredo mas no último treino Edson treinou no lugar de Juninho.

O clássico válido como 1º jogo da semifinal da Copa do Nordeste é apenas o primeiro de uma super sequência de 4 BAVIs decisivos e tem também status de tira-teima já que as equipes de enfrentaram na fase de classificação e o leão venceu por 2×1, agora é valendo vaga em final e o clima promete ser ainda mais quente.

O rubro negro defende um tabu de quase 6 anos sem derrota para o rival em seus domínios e mesmo em 2011quando perdeu noite 3×2 foi uma daquelas “perdeu por que podia” já que o time tinha a vantagem é havia vencido o primeiro jogo por 1×0 obteve a classificação em cima do rival no campeonato baiano.

A última vez que houve o grande clássico pelo nordestão, o placar foi um sonoro Bahia 1×5 Vitória em Pituaçu.

Ficha técnica:

Vitória x Bahia

Copa do nordeste

27 de Abril 2017 às 20:00 horas

Estádio Manoel Barradas(Barradão) Salvador-Ba

Arbitragem: Caio Max Augusto Vieira comandará o trio potiguar, tendo auxílio de Lorival Cândido Flores e Luís Carlos França Costa.

Vitória: Fernando Miguel, Patríc, Fred, Kanu, Geferson, Willian Farias, Bruno Ramires, Euller, Cleiton Xavier, David, André Lima Técnico Argel Fucks

Bahia: Jean, Éder, Tiago, Lucas Fonseca e Armero; Edson, Renê Júnior e Régis; Allione, Edigar Junio e Hernane. Técnico Guto Ferreira

COPA NIKE: Vitória ganha do Fluminense e chega a semifinal


FS_1024x768_04
O sub-15 do Vitória classificou-se em primeiro lugar na fase nacional da Copa Nike ao vencer o Fluminense do Rio, por 2 x 0, nesta quinta-feira, pela manhã.
Matheus João marcou os dois gols do triunfo rubro-negro, aos 3 e 7 minutos do primeiro tempo. O Vitória deve enfrentar pegar o Inter RS ou o Cruzeiro MG na semifinal. O jogo será na tarde desta quinta-feira.
A equipe atuou com: Kaick; Igor, Gabriel, Jorge e Pablo; Carlos, Francisco, Marcelo e Gabriel (Coelho); Poto (Carlos) e Matheus João (Lucas);
O Vitória iniciou a sua participação, quarta-feira, em Araraquara (SP), com dois empates.  No primeiro jogo do dia, às 9 horas, contra o Botafogo (RJ),  empatou em 1 a 1.
No segundo jogo, a equipe rubro-negra não conseguiu marcar e diante do São Paulo ocorreu o empate de 0 a 0.

[CONQUISTA 1X2 VITÓRIA] Leão vence mesmo sem jogar bem e amplia vantagem


vitória da conquista 1x2 vitória

Longe de apresentar um bom futebol, mas o suficiente para vencer e ampliar a vantagem na briga por uma vaga na semifinal do campeonato baiano 2014, assim foi o Vitória diante do xará de Conquista. Com um primeiro tempo péssimo e uma melhora na segunda etapa o rubro negro conseguiu uma virada importante rumo ao bicampeonato.

PRIMEIRO TEMPO

Na etapa inicial o time da casa dominou as ações e mereceu sair vencendo por 1×0 com o gol de Sílvio numa falha que já é clássica da defesa do Vitória, cobrança de escanteio e o atacante esta sozinho para balançar as redes. O time da casa ainda teve outras oportunidades e parou na trave e na incompetência de ampliar o resultado, já o rubro negro teve apenas um bom chute com Souza e boa defesa de Augusto, muito pouco para um time das dimensões do brioso.

SEGUNDO TEMPO

Ney resolveu voltar com o mesmo time e logo viu que não estava dando certo, ele tirou o fraco Lucas Zen e colocou Mansur, deslocando Juan para o meio campo. O Leão  mudou a postura, cresceu e chegou ao empate com Ayrton e bela jogada de Dinei que chegou a linha de fundo e tocou para trás, o lateral chegou batendo e empatou a partida.

Minutos depois o treinador leonino mudou novamente e deu certo, ele promoveu a entrada de Willian Henrique em lugar de Souza e o cara eletrizou a partida, tentou em duas oportunidade e na terceira ele tirou dois defensores e chutou para marcar o seu gol, virada do leão e cântico de Ô ooooo o talismã voltou ô oooooo!

Depois do gol o Vitória quase amplia com um chutaço de Willian Henrique desta vez acertando a trave, logo após os times buscaram o tento, mas o placar continuou o mesmo.

FICHA TÉCNICA

Conquista1 x2  Vitória
Campeonato Baiano – semifinais
Local: Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista
Data: 26/03/2014
Horário: 20h30
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
Auxiliares:  Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Djalma Silva Ferreira Júnior (BA)

Gols: Sílvio (Conquista); Ayrton e William Henrique (Vitória).

Vitória da Conquista:  Augusto; Lorran (Fabinho), Mota, Silvio e Paulo Vitor; Edmar, Ramires, Moisés e Carlinhos (Candinho); Tatu e Índio (Elcimar). Técnico: Evandro Guimarães.

Vitória: Wilson; Ayrton, Matheus Salustiano, Rodrigo Defendi e Juan; Lucas Zen (Mansur), Cáceres e Hugo; Marquinhos, Dinei (Alan Pinheiro) e Souza (William Henrique).  Técnico: Ney Franco.

 

WILSON: Boas defesas, é um goleiro consistente, um dos poucos que mantém a regularidade no Vitória 6.5

AYRTON: Péssimo primeiro tempo e bom segundo tempo, precisa jogar muito mais, mas vou aliviar pelo gol importante 6.0
DEFENDI: Fraco, muito fraco, até agora não mostrou porque vesti o manto. 5.0
SALUSTIANO: Não foi muito bem hoje, foi bombardeado pelo ataque, precisa melhorar, mas ainda é o melhor que temos. 5.5
JUAN: Nem de longe lembra a temporada 2013, Euller nele Ney Franco. 4.0
LUCAS ZEN: Volta pro Botafogo 4.0
CÁCERES: Oscilou durante a partida, mas pode render muito mais. 5.0
HUGO: Não acertou nada, precisa de ritmo e entrosamento. 4.0
MARQUINHOS: As vezes quer enfeitar e estraga tudo, tem que aprender a fazer o simples, muito mal, 3.0
DINEI: Um passe para o gol e mais nada, esta devendo e muito 5.0
SOUZA: Não dá para jogar ele e Dinei, os caras tem mesmo estilo, estreia fraca, pode render mais. 4.5
MANSUR: Corrigiu a onda na lateral e ajudou o time na virada. 6.5
WILLIAN HENRIQUE: Golaço e entrou com a corda toda, ô talismã voltou 10.0
ALAN PINHEIRO: Entrou quando a parada já estava resolvida, sem muito tempo para muita coisa.
NEY FRANCO: Não dá para continuar com o esquema 4-3-3, pelo menos com estes atletas, mudou o time no segundo tempo e o futebol reapareceu e a virada veio 7.0

[CATUENSE 1X3 VITÓRIA] Leão vence e se classifica para semifinal


CATUENSE X VITÓRIA

Se nos bastidores as coisas andam turbulentas para o rubro negro, no campeonato baiano o time passeia, o rubro negro venceu mais uma, manteve a invencibilidade e de quebra garantiu a classificação antecipada para disputa da semifinal da competição.

Ney Franco mudou a equipe e surtiu efeito, embora eu ainda acredite que a defesa é Salustiano e Ferrari.

Com o bom futebol de Wellison, uma boa chegada de Cáceres e Marquinhos o time rubro negro criou muitas oportunidades, e o gol nasceu logo no inicio com um minuto de partida, Cáceres lançou, Marquinhos driblou e tocou para entrada da área José Wellison chutou e marcou. Após o gol o Vitória continuou criando e mandando no jogo, mas o preciosismo impedia que a bola chegasse a rede, somente aos 43 minutos o Leão ampliou, cobrança de escanteio cabeçada de Dinei e sobra para Ferrari marcar mais um, zagueiro artilheiro.

Na segunda etapa o Vitória mesmo com um a menos em campo, Luiz Gustavo foi expulso aos 35 da primeira etapa, continuava com o domínio e criando as melhores chances, mas ainda desperdiçava. Quem estava elétrico era o garoto Wellison, ele tentou com um ótimo chute, mas João Paulo fez grande defesa, na sobra Dinei cabeceou em cima do goleiro, logo depois o menino da base acertou a trave numa jogada de linha de fundo de Cáceres, porém aos 18 minutos o garoto marcou mais um, ele deu um drible desconcertante no zagueiro e chutou no canto do goleiro que não pode fazer nada, 3×0 Leão no placar, aos 36 Kleuber diminuiu, ele passou por Ferrari e soltou uma bomba, fim de papo Catuense 1×3 Vitória

FICHA TÉCNICA

Catuense1 x 3 Vitória
Campeonato Baiano – 15ª rodada
Local: Estádio Antônio Carneiro, em Alagoinhas
Data: 09/03/2014
Horário: 16h
Árbitro: Marielson Alves da Silva
Auxiliares: Elicarlos Franco de Oliveira e José Carlos Oliveira dos Santos.
Gols:  Kleuber (Catuense) ;José Welison e Jonathan Ferrari (Vitória)
Cartões amarelo: Anderson Silva (Catuense)
Cartão vermelho: Luiz Gustavo (Vitória)
Catuense: João Paulo; Rogério Rios, Anderson Silva, Anderson e Diego Prates; Fausto, Mica (Gil), Netinho (Deivid) e Nem (Marcos Neves); Kleuber e Robert .  Técnico: Sérgio Odilon.
Vitória:  Wilson; Ayrton, Rodrigo Defendi, Jonathan Ferrari e Juan; Luiz Gustavo, Marcelo (Mauri), José Wellison
e Cáceres (William Henrique); Marquinhos e Dinei (Alan Pinheiro). Técnico: Ney Franco.
WILSON: ótimas defesas, muito importante no triunfo 8.0
AYRTON: Não vem fazendo boas partidas, muito discreto, pode render mais ou Nino vai tomar essa vaga. 5.0
FERRARI: Marcou mais um gol, mas vacilou no gol da Catuense, mesmo assim é superior a Defendi. 6.5
DEFENDI: Hoje não teve muitos problemas, mas é muito fraco. 7.0
JUAN: Errou todas as tentativas de driblar e sair para o jogo, pode render mais. 5.0
LUIZ GUSTAVO: Que zorra foi aquela? Tem que ser punido pela diretoria 0.0
MARCELO: Ainda não vem repetindo as atuações de 2013, parece um pouco sem confiança, mas vai crescer de rendimento 6.0
WELLISON: 2 Gols, belos chutes, ótima chegada, melhor em campo 10.0
CÁCERES: Jogou muito, criou boas jogadas e foi importante no triunfo de hoje. 8.0
MARQUINHOS: Voltou a jogar bem, mas precisa fazer o simples em algumas oportunidades. 7.5
DINEI: 3 oportunidades e quase, tem decepecionado nesse inicio de ano. 4.0
WILLIAN HENRIQUE: Entrou dando passe para gol, deu um novo ânimo ao ataque, é cara pra segunda etapa; 7.5
MAURI: Entrou para segurar a onda e foi bem. 6.0
ALAN PINHEIRO: Tentou dar velocidade, mas teve pouco tempo 6.0
NEY FRANCO: Hoje colocou o time sem invenções, com coerência e deu tudo certo 8.0

 

[JUAZEIRENSE X VITÓRIA] Para carimbar a vaga na final e na Copa do Nordeste


vitc3b3ria-x-salgueiro1

O leão entra em campo com uma grande vantagem para garantir a classificação para a final do campeonato baiano e vaga na copa do nordeste 2014, para tal, o rubro negro pode até perder por 3 gols de diferença que se classifica, o treinador teve problemas para escalar o time.

 

Sem contar com Gabriel Paulista, Luis Alberto, Renato Cajá e Damian Escudero, o técnico Caio Junior teve que fazer 4 modificações na equipe titular, Cáceres, Vander e Victor Ramos assumem as devidas posições e Neto Coruja e Mineiro reaparecem na lista e brigam para substituir Luis Alberto, ao que parece Mineiro tem vantagem pois Caio o considera com características mais próximas ao do titular.

 

Essa é uma grande oportunidade de estudar alguns reservas do elenco, Fabricio, Mineiro(Coruja), Cáceres  e Vander precisam mostrar qualidade e ainda teremos no banco as possibilidades de ver, Nicacio, Giancarlo, a estreia de Tarracha, Marquinhos, Reniê e Wilson.

 

A promessa no Vitória é de respeito ao adversário e de que o time não se acomodará com a vantagem que possui e buscará vencer a partida de qualquer maneira, treinador e jogadores se assemelham no discurso de que não tem nada garantido e por isso terão que ter o mesmo empenho da primeira partida onde saíram triunfantes.

ESQUEMA TÁTICO DO VITÓRIA (2)

FICHA TÉCNICA

Campeonato Baiano – Semifinal

Juazeirense x Vitória 

Local: Estádio Adauto Morais, em Juazeiro (BA).

Data: domingo, 5 de maio.

Horário: 16h.

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).

Assistentes: José Raimundo Dias da Hora (CBF/BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (CBF/BA).
Juazeirense: Maikon; Muriel, Edy, Rodrigo e Neném; Waguinho, Naldo, Capone e Wanderson; William Carioca e Deon. Técnico: Barbosinha.
Vitória: Deola; Nino Paraíba, Victor Ramos, Fabrício e Mansur; Michel, Mineiro (Neto Coruja), Cáceres e Vander; Maxi Biancucchi e Dinei. Técnico: Caio Júnior.

[VITÓRIA 4X0 JUAZEIRENSE] Como tem que ser, sem piedade!


vitc3b3ria-x-salgueiro1

O Vitória entrou a campo na noite desta quinta feira contra o Juazeirense que detinha a melhor campanha da competição e simplesmente atropelou o adversário e praticamente selou a classificação para a final do campeonato baiano.

O Leão começou logo com gol, Cajá lançou e Gabriel Paulista tocou para Dinei marcar ainda com 1 minuto de jogo. Com vantagem revertida logo no inicio, o rubro negro ficou tranquilo para desempenhar seu futebol, a verdade é que o Juazeirense tentou de todas as formas e Deon até teve chances de empatar o jogo mas desperdiçou, o Vitória busca os contra ataques e num lance onde a jogada parecia dominada, Maxi acreditou e ganhou a bola, e tocou na saída do goleiro, 2×0 e fim de primeiro tempo.

No segundo tempo o Vitória resolveu administrar, Cajá saiu machucado e entrou Vander que foi para esquerda e Escudero veio fazer a armação, a verdade é que o Juazeirense apertava e Deola teve que se virar, fez grandes defesas e mostrou grande segurança. O placar parecia terminar 2×0, até que Sidrailson derrubou Nino e foi expulso, com isso o Vitória partiu para definir e chegou ao gol numa bela jogada de Vander, ele recebeu na esquerda, trouxe para o centro e bateu de fora da área colocado no canto esquerdo do goleiro, um golaço, e 3×0, a torcida comemorava e o Leão continuava em cima, em jogada de Escudero a bola sobrou com Vander , ele lançou e Marquinhos completou de cabeça, Vitória 4×0 Juazeirense e fim da partida.

O time demonstra amadurecimento tático e técnico, ainda precisa equilibrar o setor de ataque, alternando os lado, Escudero continua isolado, o time só utiliza o lado direito e faz com que a marcação em determinados momentos seja facilitada.

FICHA TÉCNICA
Campeonato Baiano – Semifinal
Vitória 4 x 0 Juazeirense
Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).
Data: 02/05/2013
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA/GO)
Auxiliares: Elicarlos Franco de Oliveira (FBF) e Alberto Tavares Neto (FBF)
Gols: Dinei, Maxi, Vander e Marquinhos (Vitória)
Cartões amarelos: Nino (Vitória) / Deon, Rodrigo, SIdraílson (Juazeirense)
Cartões vermelhos: Sidraílson (Juazeirense)
Público: 8.167 pagantes
Renda: R$ 82.895,00Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Fabrício e Mansur; Michel, Luís Alberto, Escudero e Renato Cajá (Vander); Maxi (Marquinhos) e Dinei (Marcelo Nicácio). Técnico: Caio Júnior.

Juazeirense: Maikon; Muriel (Edy), Sidrailson, Rodrigo e Nenem; Waguinho, Naldo, Capone e Vanderson (Madson); Willian Carioca (Quirino) e Deon. Técnico: Quintino Barbosa.

[VITÓRIA X JUAZEIRENSE] No confronto dos melhores, o Leão precisa mostrar que manda na selva.


vitc3b3ria-x-salgueiro1

Hoje os melhores times do campeonato baiano vão se enfrentar, e muitos jornalistas dizem que está é a final antecipada, isso é bom para gozar com os Itingas, mas temos que encarar cada jogo como uma decisão, é verdade que fizemos campanha bem superior aos times da outra semifinal e que vencemos os dois BAVIs do ano, mas é preciso manter o foco para conquistar o título.

Hoje no Barradão o rubro negro tem que demonstrar que amadureceu que não é mais aquela equipe oscilante, que tem um esquema tático definido e pode render em alto nível, precisa demonstrar mais equilíbrio no ataque, oscilando as subidas pela direita e pela esquerda e ainda mostrar que tem uma zaga mais solida, e capaz de dar tranquilidade, mesmo sem Victor Ramos.

O Vitória precisa vencer hoje a noite para reverter à vantagem do Juazeirense e ir para o jogo de volta com melhores chances de classificação, fazer o placar no barradão é importante e trará a equipe maior tranquilidade.

Caio Junior terá apenas um desfalque Victor Ramos foi punido por 3 jogos e só deve retornar em caso de classificação para final, o restante do time é o mesmo, com o retorno de Luis Alberto e a presença do artilheiro Marcelo Nicacio no banco de reservas.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Baiano – Semifinal

Vitória x Juazeirense

Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).

Data: 02/05/2013
Horário: 20h30

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA/GO)

Auxiliares: Elicarlos Franco de Oliveira (FBF) e Alberto Tavares Neto (FBF)

 

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Fabrício e Mansur; Michel, Luís Alberto, Escudero e Renato Cajá; Maxi e Dinei. Técnico: Caio Júnior.

 

Juazeirense: Maikon; Muriel, Sidraílson, Rodrigo Gois e Neném; Naldo, Waguinho, Capone e Madson; William Carioca e Quirino. Técnico: Quintino Barbosa.