[SÃO PAULO X VITÓRIA] Não e questão de vingança, é questão de Libertadores

são paulo x vitória

 

Quando a bola rolar para Vitória e São Paulo no Morumbi, objetivos diferentes serão combustíveis dos dois lados para tentar o triunfo, o time paulista busca fugir da zona de rebaixamento, enquanto o rubro negro busca uma vaga na zona de classificação para Libertadores.

O Vitória joga também para quebrar o tabu de nunca ter vencido o São Paulo no Morumbi, são 12 jogos com 10 triunfos paulistas e 2 empates.

O time de Ney Franco esta definido e tem o retorno de Victor Ramos, já o time de Muricy pode contar com algumas surpresas já que o treinador escondeu o time da imprensa.

 

São Paulo em principio de nova crise, com problemas na gestão de Juvenal, a torcida pressiona e após conseguir sair rapidamente do sufoco, eis que o tricolor novamente esta ameaçado de rebaixamento, o segundo na sua história, já que ele contou na década de 90 com uma virada de mesa para não ir a segundona do estadual. O rubro negro que esta invicto no segundo turno e vem de 2 triunfos fora, espera engatar o 3 triunfo e embalar ainda mais na  competição.

Rogério x Franco

Quando todos esperavam uma espécie de revanchismo, eis que Ney Franco novamente se mostrou inteligente, e tratou logo de acabar com essa história de vingança, ou sentimento de revanche, o treinador esta correto, pois não é questão de vingança, é uma questão de Libertadores.

FICHA TÉCNICA

Série A

São Paulo x Vitória

Local: Morumbi, em São Paulo (SP).

Data: 05/10/2013

Horário: 21h

Árbitro: Anderson Daronco

Auxiliares: Rodrigo Henrique Corrêa e José Eduardo Calza

São Paulo: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rodrigo Caio e Antônio Carlos; Reinaldo, Douglas, Wellington, Maicon e Ganso; Ademilson e Luís Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho.

Vitória: Wilson; Ayrton, Kadu, Victor Ramos e Juan; Luiz Gustavo, Cáceres, Escudero e Renato Cajá; Marquinhos e Dinei. Técnico: Ney Franco.

 

PS: A pressão da Felina deu certo, o jurídico do Vitória leu o texto e anunciou que vai entrar com ação na justiça, o episódio contra a instituição na Arena 51 não passará em branco.

Anúncios

6 comentários em “[SÃO PAULO X VITÓRIA] Não e questão de vingança, é questão de Libertadores

  1. Sinto falta de um meia armador no time. acredito até que fora isso que fez a diferença e não conseguimos o triunfo além do AA apito daronco amigo, ou o óculos escuros que arbrito usou na hora do 3º gol

    Curtir

  2. Se chegaremos lá eu não sei espero muito que sim, mas o discurso de Ney Franco agrada muito mais que o da diretoria e do ex-treinador. Ele tá pensando em Libertadores, enquanto que os já citados falavam em 45 pontos. Tomara que possamos vencer mais uma fora, seria ótimo.

    Curtir

  3. Claro que eles sempre dizem que não tem nada disso, mas é humanamente impossível não pensar em mostrar que está por cima…
    Enfim, do jeito que for precisamos vencer, porque passamos uma fase meio sombria e precisamos recuperar esses pontos, sem regularidade não dá pra pensar em Libertadores não. Dá pra vencer, portanto esse é o único resultado considerado bom se as nossas pretensões forem essas mesmo!

    SRN

    Curtir

  4. kkkkkkk

    Não estou querendo ser desconfiada não, mas eu vejo assim, vamos então jogar a culpa no lado mais fraco (a empresa contratada)…
    Resumindo, a administração da Arena pediu desculpas e disse que a culpa não foi dela, a diretoria está atendendo aos apelos da torcida fazendo alguma coisa (porque ficou muito feio pra eles) e a amizade continua… só que a torcida tá esperta, não isenta a Arena de culpa não!

    Mas, claro, que bom que tomaram alguma atitude para tentar frear esses ataques irresponsáveis a sua imagem que vem sofrendo, vão começar a pensar duas vezes!

    SRN

    Curtir

  5. Valmerson, na verdade tem o gostinho de revanche sim, mas como bem falado por Ney o principal agora é o VITÓRIA continuar fazendo esta campanha e conseguir quem sabe uma vaga na Libertadores (que na minha opinião ia cair do céu) ai sim ele iria mostrar a diretória são paulina que assim como ocorreu no VITÓRIA quando a diretória preferiu o (s) jogador (es) ao invés do treinador (Carpegiani) e ao final do campeonato o clube caiu.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s