COPA DO BRASIL Corinthians x Vitória


Dia de decisão na Copa do Brasil para o Vitória, o leão vai a São Paulo enfrentar o Corinthians precisando vencer por qualquer placar para conseguir vaga nas oitavas de final da competição nacional.

O Vitória tem os retornos de Willian Farias e Zé Wellison poupados na ultima partida e o reforço do zagueiro Aderllan que estreou bem contra o Fluminense, Mancini não confirmou a equipe mas a única mudança da primeira partida deve ser mesmo a entrada do defensor em lugar de Ramon.

Estratégias diferentes, enquanto o rubro negro deve novamente tentar anular o ataque alvinegro e partir forte no contra ataque no modelo reativo, o meia Rodriguinho lembrou da derrota ano passado para o Vitória no brasileiro e disse que a equipe precisa tomar cuidado, ser inteligente e sobretudo fazer o gol logo no inicio para tentar abrir espaços.

Como a primeira partida no Barradão terminou em 0x0 e não temos mais gols qualificado, qualquer empate leva a decisão para penalidades, e qualquer triunfo classifica a equipe vencedora.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS X VITÓRIA

COPA DO BRASIL-JOGO DE VOLTA- QUARTAS DE FINAL

ARENA CORINTHIANS-19:30 HORAS

VITÓRIA: Caique, Zé Welison, Aderllan, Kanu, Pedro Botelho, Willian Farias, Uillian Correia, Yago, Rhayner, Neilton, Denílson. Técnico: Vagner Mancini.

CORINTHIANS:Cássio, Mantuan, Balbuena, Henrique, Sidcley; Gabriel, Maycon; Pedrinho, Jadson, Rodriguinho, Romero Técnico: Carille

Anúncios

[VITÓRIA X GUANAMBI] Leão precisa vencer para garantir vaga


VITÓRIA X FLAMENGO GUANAMBI

O Vitória precisa vencer neste sábado o time do Flamengo de Guanambi por qualquer placar para garantir vaga a semifinal do campeonato baiano 2016, o Leão perdeu o primeiro jogo por 1×0 e por isso qualquer resultado que não seja um triunfo não interessa ao time comandado por Vagner Mancini.

Com desfalques, duvidas e estreias, o leão vai a campo no Barradão, Fernando Miguel continua de fora, Maicon Silva e Tiago Real também desfalcam o rubro negro, Willian Farias é duvida, certo mesmo serão as estreias de Victor Ramos e Kieza.

A expectativa é de um bom publico no Barradão, pela expectativa de ver os novos jogadores e também da classificação na competição, a diretoria resolveu fazer promoção e sócios torcedores poderão levar uma mulher como acompanhante.

Caique continua no gol, Welison também deve permanecer improvisado na lateral direita, Flavio e Marcelo brigam pela vaga de Willian Farias que só saberá se reuni condições no vestiário, Leandro Domingues e Arthur Maia disputam a vaga de Tiago Real.

Mancini espera que o gol saia nos primeiros minutos mas garante que o time irá manter a tranquilidade e não irá se afobar caso o gol demore um pouco a sair, Já Mazola garante que o time vai jogar com inteligência mas não irá ficar retrancado que buscará atacar o Vitória e manter a bola no ataque.

VITÓRIA: Caique, Welison, Victor Ramos, Ramon, Diego Renan, Amaral, Willian Farias( Flavio ou Marcelo), Leadro Domingues( Arthur Maia, Marinho, Vander, Kieza. Técnico Vagner Mancini.

GUANAMBI: Léo, Edivan, Jefferson, Teles, Xandi, Oliveira, Sidney, Cloves, Jó, Fabio Azevedo, José. Técnico Mazola

[Ceará x Vitória] A primeira decisão do Leão em 2014


ceará x VITÓRIA

O Vitória enfrenta o Ceará de olho na vaga para as semifinais da Copa do Nordeste, e a tarefa não deve ser fácil, com o empate em 1×1 no primeiro jogo em Salvador, o Leão terá que vencer o alvinegro, ou no mínimo empatar com score superior a 2 gols, um novo 1×1 leva a decisão para as penalidades, qualquer outro resultado classifica o time da casa.

Ney Franco optou por um time mais ofensivo, com a saída de Escudero por contusão ele promoveu a entrada de mais um atacante, Willian Henrique e o time vai para 0 4-3-3, Juan volta a lateral esquerda e Cáceres deverá ser o homem mais ofensivo no meio, com Marcelo voltando como primeiro homem ao lado de Wellison.

No lado cearense o time deverá ser o mesmo do 1×1 em Pituaçu, contando com a experiência de Magno Alves, Souza e Bill na frente, mas sem descuidar do setor defensivo, o time comandado por Sergio Soares deve se fechar e esperar o rubro negro e buscar o contra ataque.

[VITÓRIA X CEARÁ] Não é por vigança, é por sobrevivência!


VITÓRIA x CEARÁ

Durante toda semana não se falou em outra coisa, o duelo entre Vitória e Ceará pela quarta de final da Copa Lampions League do Nordeste é sem duvida alguma muito aguardado e todos relembram a forma desastrosa como o rubro negro foi eliminado em pleno Barradão em 2013 nessa mesma fase da competição pelo alvinegro cearense, mas nada de encarar o jogo com revanchismo, ou até mesmo como vingança, pois como diria o poeta: A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena SEU MADRUGA (MÍTICO).

Ney Franco terá como duvida o volante Luiz Gustavo e não poderá contar com o atacante Willie que só deve retornar ao time no brasileiro, Wellison pode ser o substituto no meio, o restante do time é o mesmo que vem atuando, embora eu acredite que Ferrari é mais capacitado do que Defendi.

Para Sergio Soares a partida deve ser encarada como uma final antecipada, o treinador do Ceará tratou de jogar a pressão para o leão dizendo que o Vitória é o favorito, mas Ney tratou logo de minimizar e dizer que o time tem que se esforçar, respeitar o adversário e buscar o jogo.

A expectativa é de um grande publico hoje no estádio de Piuaçu, as informações é que até o ontem já haviam sido vendidos antecipadamente 8 mil ingressos.

 

FICHA TÉCNICA

Vitória X Ceará

Copa do Nordeste

Local: Pituaçu, Salvador

Data:16/02/2014

Horário: 16h

Árbitro: Renan Roberto de Souza (PB)

Auxiliares: José Maria de Lucena Netto (PB) e Oberto da Silva Santos (PB)

 

Vitória: Wilson; Ayrton, Rodrigo Defendi, Matheus Salustiano e Juan; Luiz Gustavo (José Wellison), Cáceres, Escudero e Mauri; Marquinhos e Dinei.  Técnico: Ney Franco

Ceará: Luís Carlos; Samuel Xavier, Sandro, Anderson e Hélder Santos; João Marcos, Leandro Brasília, Ricardinho e Souza; Magno Alves e Bill. Técnico: Sérgio Soares.

HISTORICO

Estatísticas dos Jogos Entre Vitória e Ceará

Na retrospectiva dos jogos: Vitória x Ceará pela Copa do Nordeste foram realizados nove jogos, com três triunfos do Vitória, cinco empates e um triunfo do Ceará (sendo cinco jogos realizados em Salvador e quatro em Fortaleza). Com 16 gols feitos pelo Vitória e 15 gols feitos pelo Ceará.  Os dois times nunca se enfrentaram no estádio Metropolitano de Pituaçu.

Na estatística geral, foram 31 jogos entre Vitória e Ceará, o Vitória venceu 11 jogos, o Ceará venceu nove e houve 11 empates. O Vitória fez 44 gols e o Ceará fez 45, os dois times já se enfrentaram pelas seguintes competições: Brasileirão (10 jogos), Série B (05 jogos), Copa do Nordeste (09 jogos), Torneio Amistoso (01 jogo) e Amistosos (06 jogos). O último jogo entre Vitória e Ceará ocorreu há um ano. O Rubro negro foi goleado pelo Ceará em pleno Barradão, por 4 a 1, pela Copa do Nordeste do ano passado

TODOS OS JOGOS ENTRE VITÓRIA E CEARÁ

Nº 01: Ceará 0 x 1 Vitória (29/09/1953, Presidente Vargas)

Competição: Amistoso

Gol: Juvenal

 Público: 7.897

         Vitória: Nadinho, Valvir, Alirio e Purunga; Gago e Joel; Pombinho,

Alencar, Juvenal, Quarentinha e Ciro.

         Técnico: Tintas

Nº 02: Vitória 1 x 0 Ceará (09/03/1961, Fonte Nova)

Competição: Amistoso

Gol: Luciano

 Público: N.D.

         Vitória: Wilson, Valvir, Medrado e Boquinha; Adilson e Roberto;

Matos,Valdir, Carlinhos, Armandinho e Ricardo.

         Técnico: Pinguela

Nº 03: Ceará 1 x 1 Vitória (25/09/1966, Presidente Vargas)

Competição: Amistoso

 Gols: Léo (Vit) e Guga (Cea)

 Público: 1.659

          Vitória: Ouri, Tinho, Romenil, Nelinho e Mundinho; Edmundo, Olívio

e Fontoura; Léo, Cleber e Itamar.

    Técnico: Palmeira

Nº 04: Vitória 2 x 7 Ceará (29/06/1972, Fonte Nova)

Competição: Torneio Quadrangular

Gols: Zé Eduardo e Mário Sérgio (Vit); Samuel (3), Magela (2),

Téia e Jorge Costa (Cea)

Público: 13.457

Vitória: Neury, Luiz Mota, Leléu, Válter e Antonino; Juarez (Resende) e

Luciano; Osni, Zé Eduardo (Rubinho), André Catimba e Mário Sérgio.

Técnico: Djalma Santos

Nº 05: Ceará 0 x 0 Vitória (20/09/1972, Presidente Vargas)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 72

 Público: 16.795

          Vitória: Agnaldo, Luiz Mota, Luis Rangel, Válter e França; Marco Aurélio,

Fernando e Mário Sérgio; Almiro, André Catimba e Osni.

Técnico: Jorge Vieira

Nº 06: Vitória 1 x 1 Ceará (05/04/1973, Fonte Nova)

Competição: Amistoso

Gols: Osni (Vit) e Da Costa (Cea)

Público: N.D.

          Vitória: Agnaldo, Claudio Deodato, Dutra, Valter e França;

Mário Sergio e Fernando; Gibira, Piolho, Davi Chaves e Osni.

     Técnico: Paulinho de Almeida

Nº 07: Vitória 0 x 1 Ceará (16/09/1973, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 73

Gol: Zé Eduardo

Público: 20.205

          Vitória: Pedro Paulo, Valdir Espinosa, Dutra, Valter e Jorge Valença;

Davi, Humberto (Fernando Rabelo) e Fernando (Deco); Almiro,

André Catimba e Osni

Técnico: Carlos Castilho

Nº 08: Ceará 1 x 0 Vitória (18/11/1973, Castelão)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 73

Gol: Erandi

Público: 17.416

          Vitória: Agnaldo, Roberto, Válter, Roberto, Dutra e França; Mário Sérgio,

Fernando e Daniel; Osni, Gibira (Deco) e André Catimba (Piolho)

Técnico: Carlos Castilho

Nº 09: Vitória 1 x 2 Ceará (04/03/1977, Fonte Nova)

Competição: Amistoso

Gols: Zé Julio (Vit); Oliveira (2) (Cea)

Público: N.D.

         Vitória: Gélson, Claudio Deodato, Amadeu, Edair e Jurandir;
         Sena e Édson; Mário (Zé Alberto), Zé Júlio, Zé Dias e Ademir.

         Técnico: Sérgio Moacir Torres

Nº 10: Vitória 4 x 1 Ceará (24/10/1979, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 79

Gols: Sena (3) e Marquinhos (Vit); Chinês (Cea)

Público: 8.326

          Vitória: Iberê, Joca, Zé Preta, Otávio Souto e Eraldo; Marquinhos (Zé Mário),

Edson Silva e Sena; José Julio, Monteiro e Carlinhos (Pita).

Técnico: Aymoré Moreira

Nº 11: Vitória 0 x 5 Ceará (05/03/1980, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 80

Gols: Ivanir (2), Jangada, Gilson Pantera e Carlinhos

Público: 11.103

          Vitória: Pavão, Válder, Otávio Souto, Xaxá e Vinicius; Edson Silva,

Dendê e Sena; Wilton (Jorge Luís), Pita (Ivo) e Sivaldo.

Técnico: Orlando Peçanha

Nº 12: Ceará 3 x 1 Vitória (30/11/1980, Presidente Vargas)

Competição: Amistoso

Gols: Lúcio Santarém, Ivanir e Jorge Nei (Cea); Zé Augusto (Vit)

Público: 11.694

          Vitória: Bagatini, Paulo Maurício, Amadeu (Xaxá), Zé Preta e

Válder (Marquinhos); Édson Silva, Zé Augusto e Alberto Leguelé;

Wilton, Tadeu Macrini e Paulinho.

Técnico: Carlos Frôner.

Nº 13: Vitória 1 x 0 Ceará (14/11/1987, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 87

Gol: Edvaldo

Público: 7.264

          Vitória: Borges, Dema, Fernando, Anauri e Zelito; Bigu, Luis Fernando e

Pedro Haroldo (Lula Baiano); Julinho (Rosinaldo), Junior e Edvaldo

Técnico: Valmir Louruz

Nº 14: Ceará 0 x 3 Vitória (15/09/1993, Presidente Vargas)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 93

Gols: Claudinho (3)

Público: 20.371

         Vitória: Dida, Rodrigo, João Marcelo, Evandro e Renato Martins;

Gil Sergipano, Paulo Isidoro (China) e Roberto Cavalo; Claudinho,

Alex Alves e Pichetti (Giuliano)

Técnico: Fito Neves

Nº 15: Vitória 2 x 1 Ceará (20/10/1993, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 93

Gols: Alex Alves e Fabinho (Vit); Ronaldo (Cea)

Público: 9.098

          Vitória: Dida, Rodrigo, João Marcelo, China e Renato Martins;

Gil Sergipano, Paulo Isidoro e Roberto Cavalo; Claudinho,

(Gerônimo),  Alex Alves e Pichetti (Fabinho)

Técnico: Fito Neves

Nº 16: Ceará 3 x 3 Vitória (26/03/1997, Castelão)

Competição: Semifinais da Copa do Nordeste de 97

Gols: Agnaldo (2) e Flávio Tanajura (Vit); Israel, Bechara e Nilton (Cea)

Público: 6.874

Vitória: Nilson, Russo, Flávio Tanajura, Junior Tuchê e Esquerdinha;

Bebeto Campos (Emerson), Chiquinho Pernambucano,

Preto Casagrande (Hélcio) e Úeslei; Agnaldo e  Bebeto

Técnico: Arturzinho

Nº 17: Vitória 3 x 2 Ceará (23/04/1997, Barradão)

Competição: Semifinais da Copa do Nordeste de 97

Gols: Bebeto (2) e Agnaldo (Vit); Bechara (2) (Cea)

Público: 2.157

Vitória: Nilson, Russo, Flávio Tanajura, Junior Tuchê e Esquerdinha;

Bebeto Campos, Chiquinho Pernambucano (Eron),

Hélcio(Gil Baiano) e Úeslei; Agnaldo e Bebeto

Técnico: Arturzinho

Nº 18: Ceará 1 x 1 Vitória (19/01/2000, Castelão)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2000

Gols: Kléber (Vit) e Adelmo (Cea)

Público: 12.091

         Vitória: Paulo Musse; Paulo Henrique (Allan Delon), Flávio, Moisés

e Leandro; Tácio, Fábio Augusto, Kléber (Pedro Paulo) e Fernando;

Tuta e Artur (Paulo Rodrigues).

Técnico: Marco Aurélio.

Nº 19: Vitória 0 x 0 Ceará (06/02/2000, Barradão)

 Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2000

Público: 691

         Vitória: Paulo Musse; Wilson, Flávio Tanajura, Moisés e Leandro;

Pedro Paulo (Marcelo Paulista), Fernando, Fernandinho e

Allan Delon (Moura); Edmilson e Manoel (Cláudio).

Técnico: Marco Aurélio.

Nº 20: Ceará 3 x 3 Vitória (31/01/2001, Presidente Vargas)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2001

Gols: Dudé, Esquerdinha e Jairo Lenzi (Cea); Dudu, Flávio e Tácio (Vit)

Público: 7.720

         Vitória: Jean; Rodney, Pedro Paulo e Marcone; Wilson, Tácio, Xavier,

Dudu (Artur) e Leandro; Cláudio (Alessandro Bocão) e Flávio (Moura).
Técnico: Mário Sérgio.

Nº 21: Vitória 2 x 1 Ceará (30/01/2002, Barradão)

Competição: 1ª Fase do Campeonato do Nordeste de 2002

Gols: Fernando (2) (Vit); Jajá (Cea)

Público: 1.778

         Vitória: Jean, Maurício, Índio, Marcos e Paulo Rodrigues;

Xavier, Fernando, Leandro e Samir (Ramalho);

André e Osmanovic.

Técnico: Arturzinho.

Nº 22: Vitória 1 x 2 Ceará (27/08/2005, Barradão)

Competição: 1ª Fase da Série B de 2005

Gols: Leandro Domingues (Vit); Camanducaia e Reinaldo Aleluia (Cea)

Público: 9.926

          Vitória: Juninho, Edílson (Gilmar), Itamar, Jardel e Sandro; Xavier,

Donizete Amorim, Leandro Domingues e Magnum (Vinícius);

Somália (Alex Alves) e Alecsandro.

Técnico: Renê Simões

Nº 23: Ceará 0 x 3 Vitória (26/05/2007, Presidente Vargas)

Competição: 1º Turno da Série B de 2007

Gols: Joãozinho (2) e Alisson

Público: 18.265

         Vitória: Émerson, Apodi, Jean, Wallace e Alisson; Jackson (Chicão),

Vanderson, Garrinchinha e Bida (Jefferson); Joãozinho (Sorato) e Índio.
Técnico: Givanildo Oliveira

Nº 24: Vitória 2 x 2 Ceará (01/09/2007, Barradão)

Competição: 2º Turno da Série B de 2007

Gols: Marcus Vinicius e Chicão (Vit); Cauê e Rômulo (Cea)

Público: 25.176

         Vitória:Ney, Apodi, Marcelo Batatais, Wallace e Alysson (Williams);

Chicão, Bida (Caíque), Jackson e Marcus Vinícius (Sorato);

Joãozinho   e Edílson.

Técnico: Marco Aurélio

Nº 25: Ceará 1 x 0 Vitória (22/05/2010, Castelão)

Competição: 1º Turno do Brasileiro de 2010

Gol: Washington

Público: 17.416

         Vitória: Vinícius, Nino Paraíba, Wallace, Renier e Maurim;

Vanderson, Uelinton, Ricardo Conceição (Neto Coruja) e

Renato (Jacson);  Elkeson (Schwenck) e Junior.

Técnico: Ricardo Silva

Nº 26: Vitória 0 x 0 Ceará (15/09/2010, Barradão)

Competição: 2º Turno do Brasileiro de 2010

Público: 9.082

         Vitória: Viáfara, Láo (Eduardo), Wallace, Anderson Martins e Egídio;

Ricardo Conceição, Bida (Schwenck), Vanderson e Ramon Menezes;

Elkeson e Junior (Kléber Pereira)

Técnico: Ricardo Silva

Nº 27: Vitória 1 x 1 Ceará (20/10/2010, Barradão)

Competição: 1ª Fase da Copa Nordeste de 2010

 Gols: Fernando (Vit) e Junior Cearense (Cea)

Público: 1.546

         Vitória: Lee, Jonas, Gabriel Paulista, Alan Henrique (Dankler) e Sheldon;

Lucas Garcia, Fernando (Marconi), Renato e Thiago Humberto (Edson);

Soares e Schwenck.

Técnico: Ricardo Silva

Nº 28: Ceará 1 x 3 Vitória (24/08/2012, Presidente Vargas).

Competição: 1º Turno da Série B de 2012

Gols: Mota (Cea); William, Elton e Pedro Ken (Vit).

Público: 15.011

              Vitória: Deola Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Gílson;

Michel, Uelliton (Rodrigo Mancha), Pedro Ken e Willie (Rodrigo Costa);

William e Elton (Tartá)
             Técnico: Paulo César Carpegiani.

 

Nº 29: Vitória 1 x 1 Ceará (24/11/2012, Barradão)

Competição: 2º Turno da Série B de 2012

 Gols: William (Vit) e Heleno (Cea)

Público: 35.000

         Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Victor Ramos e Mansur;

Fernando Bob (Marcelo Nicácio), Michel (Rodrigo Mancha), Willie e Pedro Ken;

Dinei e William
         Técnico: Paulo César Gusmão

Nº 30: Ceará 0 x 2 Vitória (14/02/2013, Presidente Vargas).

Competição: Quartas de Finais da Copa do Nordeste de 2013

Gols: Renato Cajá e Escudero.

Público: 12.698

             Vitória: Deola, Nino Paraíba, Gabriel Paulista, David Braz e Mansur

(Cardoso); Rodrigo Mancha, Luís Alberto, Cáceres e Renato Cajá;

Marcelo Nicácio (Marquinhos) e Escudero (Maxi Biancucchi).

Técnico: Caio Júnior.

Nº 31: Vitória 1 x 4 Ceará (17/02/2013, Barradão)

Competição: Quartas de Finais da Copa do Nordeste de 2013

 Gols: Maxi Biancucchi (Vit); Magno Alves, Rafael Vaz, Eric e Pingo (Cea);

Público: 11.494

          Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, David Braz (Mansur) e

Cardoso; Rodrigo Mancha (Marquinhos), Luís Alberto, Maxi Bianccuchi e

Renato Cajá; Escudero e Marcelo Nicácio (Dinei).

Técnico: Caio Júnior.          

 

RESUMO ESTATISTICO

 

Maior Goleada do Vitória: Vitória 4  x 1 Ceará (pela 1ª fase do Brasileiro de 79, na Fonte Nova)Maior Goleada do Ceará: Vitória 2  x 7 Ceará (por um Torneio Amistoso Quadrangular, na Fonte Nova)

Maior Goleador dos Confrontos: Sena, Claudinho, Fernando e Agnaldo (Vit) com (3 gols cada) e Samuel (Ceará, com 3 gols).

Partida com Maior Número de Gols: 09 Gols no jogo Vitória 2 x 7 Ceará  na famosa goleada que o Ceará aplicou no Vitória na Fonte Nova, por um Torneio Amistoso, em 1972 (cinco dias após o feriado de São João)

Placar mais Repetido: 1 a 0 (seis partidas)

Média de Gols: 2,9 gols por partida (89 gols em 31 jogos)

Maior Público Pagante: 35.000 pagantes no Barradão, no jogo: Vitória 1 x 1 Ceará,  pelo 2º turno da Série B de 2012.

Menor Público Pagante: 691 pagantes no Barradão, no jogo: Vitória 0 x 0 Ceará, pela 1ª fase da Copa do Nordeste de 2000,

Média de Público Pagante: 11.470 pagantes por jogo

Partida com Maior Número de Gols: 09 Gols no jogo Vitória 2 x 7 Ceará  na famosa goleada que o Ceará aplicou no Vitória na Fonte Nova, por um Torneio Amistoso, em 1972 (cinco dias após o feriado de São João)

Maior seqüência invicta do Vitória sobre o Ceará: 8 jogos, de: 14/11/1987 a 30/01/2002

(cinco triunfos e três empates)

Maior seqüência invicta do Ceará sobre o Vitória: 7 jogos, de: 25/09/1966 a 04/03/1977 (quatro triunfos e três empates)

Curiosidades de Vitória x Ceará:

 

 

– O primeiro jogo entre os dois clubes, ocorreu em 1953, em um amistoso no estádio Presidente Vargas em Fortaleza, o Vitória venceu o Ceará com um gol do atacante Juvenal, um dos maiores goleadores da história do Vitória.

 

 

– Já goleamos o Ceará três vezes em seus domínios e todos foram no estádio Presidente Vargas, o PV.  As partidas ocorreram em: 1993 (3 a 0 pelo Brasileirão), 2007 (3 a 0 pela Série B) e em 2012 (3 a 1, pela Série B)

 

 

– O maior público pagante entre Vitória e Ceará ocorreu no Barradão pela última rodada da Série B de 2012. Foram 35.000 pagante s e 37.566 pessoas presentes para ver o acesso do Vitória à elite do futebol brasileiro. A partida terminou empatada em 1 a 1, resultado suficiente para que o Rubro Negro se garantisse para a Série A de 2013. A quase totalidade do publico presente ao estádio se emocionou e vibrou bastante após o jogo, afinal o Leão da Barra retornava à Série A depois de dois anos fora.

– As duas maiores goleadas da história dos confrontos entre os dois times, foi aplicada pelo Ceará, e uma delas foi de 7 a 2, em plena Fonte Nova, uma das maiores goleadas já sofridas pelo Vitória em Salvador, esse fato que ocorreu em 1972, por um Torneio Quadrangular,cujos participantes foram: Paysandu, Bahia, Ceará e Vitória. O Rubro Negro, mesmo contando com um timaço na época: Osni, André Catimba, Mário Sérgio e outros, mesmo assim, foi goleado na Fonte Nova.

.

[VITÓRIA X CEARÁ] Cuidado Leão, a zebra esta solta na Copa do Nordeste


CEARÁ X VITÓRIA

No inicio da Copa do Nordeste 2013 3 clubes foram levantados como favoritos para a conquista da competição, mesmo respeitando as tradições de alguns: Vitória, Sport e Bahia foram apontados como aqueles que com elenco que possuem brigariam pela taça, pois bem, o Bahia foi eliminado na primeira fase e um novo candidato surgiu em eu lugar o ABC-RN e apesar da primeira rodada da segunda fase praticamente confirmar o favoritismo de Vitória, Sport, ABC e Santa Cruz em passar para a semifinal, o ABC e Sport acabaram sendo eliminados em casa e ASA e Campinense são os primeiros semifinalistas da competição, aguardando os classificados de Vitória x Ceará e Santa Cruz X Fortaleza, por isso todo cuidado é pouco para eliminar o time que veste as cores da zebra dentro do Barradão.

O rubro negro terá o mesmo time que venceu o Ceará na ultima quinta, com mais ritmo de jogo e entrosamento, esperamos ver o Vitória mais organizado em campo e que os reforços mostrem ainda mais um bom futebol, a expectativa é de publico recorde da Copa do Nordeste, pois todos estão querendo ver de perto as atuações dos gringos do Leão.

Caio Junior manteve a mesma escalação e eu concordo com ele, o time precisa muito de entrosamento e confiando na classificação só na próxima partida acredito em duas ou 3 alterações na equipe e esquema, penso que Victor Ramos deva entrar em lugar de David Braz, Maxi Biancucchi tome o lugar de Rodrigo Mancha e o esquema passe a ser o clássico 4-4-2 com 2 volantes, 2 meias, e 1 atacante de beirada e 1 centro avante. Acredito também que Cardoso acabará assumindo um lugar na defesa Mansur ou Gabriel sobrarão.

ESQUEMA TÁTICO DO VITÓRIA

Para passar as semifinais o Vitória pode até perder por um gol de diferença que se classifica, mas a ordem na Toca é não se confiar na vantagem obtida no primeiro jogo, treinador e jogadores afirmar que irão jogar para vencer e que não querem dar chances para ser surpreendidos, espero muito que isso seja mais que um discurso e se reflita em campo, no mais todos os caminhos levam ao Barradão.

 

FICHA TÉCNICA

Copa do Nordeste

Vitória x Ceará

Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA)

Horário: 16h

Data: 17/02/2013

Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)

Auxiliares: Jossemmar Diniz Moutinho (PE) e Elan Vieira de Souza (PE)

 

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, David Braz e Mansur; Rodrigo Mancha, Luís Alberto, Cáceres e Renato Cajá; Escudero e Marcelo Nicácio. Técnico: Caio Júnior.

 

Ceará: Fernando Henrique; Eric, Cleiton, Rafael Vaz e Gerley; João Marcos, Diogo Orlando, Ricardinho e Gabriel; Anselmo e Magno Alves. Técnico: Ricardinho.

 

PS: Parece brincadeira, mas todas as vezes que uma coisa fica ruim a diretoria do Vitória consegue piorar, que história é essa de Olodum tocar no Barradão? Absurdo, desrespeitoso e inconveniente, apoio sim o protesto da torcida que irá vaiar a agremiação que agiu com tamanho desrespeito com a instituição Vitória e com seu torcedor e mostrar toda indignação com o episodio e que indo de encontro com a diretoria não aceitamos aquela retratação pífia, o Olodum deveria ser penalizado judicialmente mas pelo contrario a diretoria resolveu premiar o desrespeito e eles irão fazer apresentação no Barradão, muito incoerente, só falta agora dar uma cabine de honra a Marcelo Guimarães Pai e Filho, você tá de brincadeira não é Alexi Portela?

Leão joga a primeira em casa contra o Coritiba pela Copa Kia do Brasil


Após sorteio realizado na tarde de hoje na CBF ficou definido que Palmeiras, Grêmio, Coritiba e Goiás vão decidir em casa as quatro vagas nas semifinais da Copa do Brasil. O Grêmio ainda aguarda o vencedor de Bahia e Portuguesa e o Goiás aguarda o classificado de São Paulo e Ponte Preta.
As datas e horários dos jogos só serão divulgadas pela CBF nesta sexta-feira.

Veja como ficou a ordem dos confrontos:

Jogos de ida (16 e 17/05/2012):
Atlético-PR x Palmeiras
Portuguesa/Bahia x Grêmio
São Paulo/Ponte Preta x Goiás
Vitória x Coritiba

Jogos de volta (23 e 24/05/2012):

Palmeiras x Atlético-PR
Grêmio x Portuguesa/Bahia
Goiás x São Paulo/Ponte Preta
Coritiba x Vitória

[Botafogo 1×2 Vitória] Raça, suor e classificação


Caros amigos, mas uma vez vou usar esta frase que já esta batida aqui no blog: Adianta seu eu disser que avisei? Isso mesmo eu disse que o Vitória iria para o Rio de Janeiro e iria se classificar em cima do freguês Botafogo lá no Engenhão e que sem essa história da imprensa corrompida baiana de que com Loco Abreu, Jefferson e outros titulares o Botafogo passaria fácil pelo Vitória, esta aí o de vocês.

O jogo começou truncado com o Vitória aguardando o Botafogo e saindo nos contra-ataques e a verdade é que o jogo estava morno, insosso e sem qualquer expectativa de emoção, até que num lance faltoso de Loco Abreu em cima de Rodrigo a bola sobrou para Elkeson marcar, 1×0 Botafogo, após isso amigos, só deu Leão em campo.  O Rubro negro não sentiu o gol, e precisando empatar para levar aos pênaltis e 2 para se classificar direto foi verdadeiramente pra cima e aos 45 minutos o lance que mudou completamente a história do jogo, lançamento na área Neto toma a frente do goleiro Jefferson e a bola vai entrando e na verdade entrou, quando Lucas mete a mão na bola e o arbitro ao invés de arcar o gol deu  Pênalti e expulsou o defensor carioca, Neto Baiano partiu para a bola e o goleiro do Botafogo se adiantou muito e defendeu a cobrança e acabou o primeiro tempo.

Muitos poderiam acreditar que o Vitória iria se abater, mas o Leão rugiu foi alto, desde o começo do segundo tempo foi pra cima e Ricardo Silva tirou Geovanni e colocou Dinei, o time foi em busca do resultado e num lance bem tramado a zaga do Botafogo vacilou e Dinei tocou para trás, Pedro Ken recebeu ajeitou e marcou um golaço empate que já era mais do justo e o Vitória ainda na pressão.

Se esperavam que o time da Toca iria tentar segurar o empate, se enganaram pois foram diversos lances de pura pressão boas defesas de Jefferson e alguns lances de falta de sorte como na bela cabeçada de Neto Baiano quando ele se antecipou a defesa e por pouco não marcou, mas o gol não demorou em mais uma jogada de linha de fundo Wellington Saci lançou na cabeça de Tartá que marcou o gol do triunfo, antes do término o juiz ainda inventou uma expulsão  para Pedro Ken e mesmo assim as melhores oportunidades ainda foram do Leão.

Estamos na próxima fase contra o Coritiba e tenho que ser sincero se vencer domingo e vai ganhar me renderei a Mocota, é Ricardo Silva no comando do Vitória.

PEGA LEÃOOOOOOOOOOOOO!

Douglas: É um goleiraço, boas saídas e duas defesas difíceis, sem culpa no gol. Nota 8,0

Léo: Estava bem, mas se contundiu.

Rodrigo: Sua melhor partida com a camisa do Vitória, foi muito bem. Nota 8,0

Gabriel Paulista: É impressionante ver o futebol deste garoto, anulou o ataque do Botafogo. Nota 8,5

Wellington Saci: Até quem enfim uma boa partida, um ótimo lançamento Nota 8,5

Uelliton: É a expressão de pura raça, jogou muito: Nota 9,0

Rodrigo Mancha: Também foi bem, mas prefiro Neto Coruja: Nota 7,5

Pedro Ken: Um ótimo segundo tempo, golaço e boas jogadas, penas que o juiz inventou uma expulsão: Nota 9,5

Geovanni: Não foi bem, vai ter que voltar pro banco maestro: Nota 4,0

Tartá: Estava mal, mas cresceu com o time, passou a comandar o ataque e mercou o gol da classificação: Nota 9,0

Neto Baiano: Brigou muito, tentou bastante, perdeu uma penalidade e ficou na divida, tem que brigar para se redimir com o gol e com o título domingo. Nota:5,0

Romário: Entrou bem, foi pra cima e fez boas jogadas de ataque, além de neutralizar as investidas pelo lado direito: Nota 8,0

Dinei: Até quem  enfim entrou bem, ajudou muito com um belo p

asse e segurando a defesa adversaria. Nota 9,0

Mineiro: Entrou e deu velocidade, teve a chance de matar o jogo e não aproveitou. Nota 7,0

Ricardo Silva: Hoje foi muito bem, substituiu corretamente e fez o que se esperava dele.

Nota: 10,0

FICHA TÉCNICA

COPA DO BRASIL

Botafogo x Vitória 

Local: Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Data: Quarta-feira, 9 de maio.

Árbitro: Paulo César Oliveira (FIFA/SP).
Assistentes: Vicente Romano Neto (Asp. FIFA/SP) e Fábio Rogério Baesteiro (CBF/SP).

Cartão amarelo: Brinner, Herrera e Elkeson (Botafogo) / Rodrigo Mancha  e Uelliton (Vitória)

Cartão vermelho: Lucas (Botafogo) / Pedro Ken (Vitória)

Gol: Elkeson (Botafogo) / Pedro Ken e Tartá (Vitória)
Público: 8.816

Botafogo: Jefferson; Lucas, Fábio Ferreira, Brinner  e Márcio Azevedo; Marcelo M

 

attos, Renato, Elkeson (Herrera), Felipe Menezes (Gabriel) e Maicosuel; Loco Abreu. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Vitória: Douglas; Léo (Romário), Rodrigo, Gabriel Paulista e Wellington Saci; Uelliton, Rodrigo Mancha, Pedro Ken e Geovanni (Dinei); Tartá e Neto Baiano (Mineiro). Técnico: Ricardo Silva.