Fluminense x Vitória Defender o tabu e voltar a vencer para acabar com a crise


O Vitória vai ao Rio duelar com o Fluminense com a missão de vencer para manter um tabu, e espantar a crise.

17° abrindo a zona de rebaixamento com 1 ponto, o time de Petkovic ganhou reforços, e promoverá as estreias de Neilton e Thalyson  com a expectativa de que eles resolvam as deficiências do ataque e da lateral esquerda. E ainda Patric atuando como volante, dando qualidade a saída de bola, no banco Pet terá o retorno de Kanu e Gabriel Xavier.

O Flu de Abel Braga é sétimo com 6 pontos e está”mordido” pela eliminação na Copa do Brasil, o time fez promoção de ingressos a R$ 15 e 30 para lotar o maracanã e buscar pressionar o visitante.

HISTÓRICO

São 35 Jogos em campeonatos brasileiros

14 Triunfos do Fluminense 12 Empates 09 Triunfos do Vitória.

50 Gols do Flu e 40 Gols do leão

TABU

Na história recente o Vitória não perde para o Fluminense desde 2010, são 3 Vitórias e 3 empates, são três partidas no Rio de Janeiro neste período com 2 triunfos e 1 empate em 2×2 ano passado, quando o rubro negro foi prejudicado pela arbitragem com uma marcação de penalidade absurda, Victor Ramos puxou o atacante fora da área e foi marcada a penalidade.

Ficha técnica: Fluminense x Vitória

Campeonato brasileiro 4 Rodada

Local:Maracanã-RJ

📅: 03 Junho 2017

Horas: 18:00

Escalação do Fluminense:Diego Cavalieri,Lucas,Nogueira,Henrique,Léo,Orejuela,Wendel,Douglas,Gustavo Scarpa,Richarlison,Henrique Dourado. Técnico Abel Braga

Escalação do Vitória: Fernando Miguel, Leandro Salino,Alan Costa, Fred, Thalyson, Uillian Correia, Patric, Cleiton Xavier, Paulinho, Neiton, Kieza. Técnico Petkovic

Arbitragem:Ricardo Marques Ribeiro

Auxiliares: Guilherme Dias Camilo e Pablo Almeida da Costa.

 

 

Anúncios

CBF divulga tabela básica da Copa do Nordeste


Copa do Nordeste 2017TEXTO CORRIGIDO

A CBF divulgou em seu site a tabela básica da Copa do Nordeste 2017, a Lampions League terá inicio numa quinta dia 26/01 e o leão atua no Barradão na 1 Rodada contra Sergipe.

Algumas partidas ainda devem sofrer alterações de datas de acordo com o desejo de transmissão da Esporte Interativo detentora dos direitos da competição regional. Horários e estádios também serão acrescentados pela entidade organizadora. O rubro negro estreia contra o Sergipe, veja abaixo as datas e os confrontos:

Dia 26/01/2016
GRUPO A
Náutico PE x Uniclinic CE
Campinense PB x Santa Cruz PE
GRUPO B
Fortaleza CE x Bahia BA
Moto Club MA x Altos PI
GRUPO C
River PI x Juazeirense BA
Sport Recife PE x Sampaio Corrêa MA
GRUPO D
Itabaiana SE x CRB AL
CSA AL x ABC RN
GRUPO E
América RN x Botafogo PB
Vitória BA x Sergipe SE
2ª RODADA 05/02/2017
GRUPO A
Uniclinic CE x Campinense PB
Santa Cruz PE x Náutico PE
GRUPO  B
Bahia BA x Moto Club MA
Altos PI x Fortaleza CE
GRUPO  C
Juazeirense BA x Sport Recife PE
Sampaio Corrêa MA x River PI
GRUPO D
CRB AL x CSA AL
ABC RN x Itabaiana SE
GRUPO  E
Botafogo PB x Vitória BA
Sergipe SE x América RN
3ª RODADA 12/02/2017
GRUPO A
Santa Cruz PE x Uniclinic CE
Campinense PB x Náutico PE
GRUPO B
Altos PI x Bahia BA
Fortaleza CE x Moto Club MA
GRUPO C
Sampaio Corrêa MA x Juazeirense BA
Sport Recife PE x River PI
GRUPO D
ABC RN x CRB AL
CSA AL x Itabaiana SE
GRUPO E
Sergipe SE x Botafogo PB
Vitória BA x América RN

Corinthians 2x1Vitoria Por favor demitam Mancini


corinthians 2x1 vitoriaO Vitória perdeu mais uma nesse brasileiro e agora esta oficialmente confirmado na zona de rebaixamento da competição, será que agora a diretoria toma coragem e manda Vagner Mancini embora?

Falar pouco mas não posso deixar de dizer que mais uma vez o Vitória é vergonhosamente roubado contra o Corinthians, penalidade não marcada e Fagner e Balbuena não foram expulsos.

Fernando Miguel fez grandes defesas mas dormiu no gol de Marlone.

Kieza é um cone decorativo.

Victor Ramos e Kanu se posicionam muito mal.

Diego Renan é uma piada de mal gosto e Diogo Mateus esta morto.

Pra completar Vagner Mancini parece sofrer de esquizofrenia

FICHA TÉCNICA

 

Corinthians x Vitória

 

Campeonato Brasileiro – 21ª rodada

 

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

 

Data: 22 de agosto de 2016, segunda-feira

 

Horário: 20h (de Brasília)

 

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)

 

Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE-ASP-FIFA) e Cleberson do Nascimento Leite (PE-CBF-2)

Cartões amarelos: Marinho, Diogo Mateus, Vander e Marcelo (Vitória); Balbuena, Fágner e

Gols: Yago (contra); Marlone (Corinthians)

 

 

Corinthians: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique (Cristian), Elias, Romero (Marlone), Rodriguinho e Marquinhos Gabriel (Giovanni Augusto); Guilherme. Técnico: Cristóvão Borges

 

 

Vitória: Fernando Miguel; Diogo Mateus (Euller), Victor Ramos, Kanu e Diego Renan; Willian Farias, Marcelo (Tiago Real) e Cárdenas (Serginho);  Vander, Marinho e Kieza .Técnico: Vágner Mancini

 

 

Imagem

JOGOS E RESULTADOS DO VITÓRIA


jogos do vitória

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO 2016 11ª RODADA


CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE A 2016. 11ª RODADA:classificação do campeonato brasileiro

CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRO E JOGOS DO VITÓRIA


 

jogos do vitóriaCLASSIFICAÇÃO

[BOTAFOGO X VITÓRIA] Leão duela contra estrela solitária em jogo de desafios


botafogo x vitóriaO Vitória tem o desafio de vencer a sua primeira partida longe de Salvador neste campeonato brasileiro, para isso terá que superar o lanterna Botafogo que espera triunfar e sair do principio de crise que esta instalado.
Vagner Mancini não tem problemas pro jogo, e com isso o rubro negro vai com força máxima, Tiago Real se recuperou e foi relacionado mas deve ficar no banco e o time deverá ser o mesmo que ganhou do líder Inter, durante a semana ele até esboçou um novo esquema com 3 zagueiros com a entrada de Kanu em lugar de Dagoberto mas isso não deve ocorrer inicialmente na manhã deste domingo no Rio.

Ricardo Gomes tem mais problemas do que a lanterna, 5 atletas desfalcam a estrela solitária: Jefferson, Carli, Rodrigo Lindoso ,Luís Henrique e Dudu Cearense não irão pra partida e o treinador já sinalizou as mudanças na equipe.

Botafogo tem o pior ataque do brasileirão e olha que o time finaliza bastante são 73 finalizações com apenas 3 gols marcados, o que dá uma média de 24,3 chutes a gol pra conseguir balançar as redes o que rende ao time de general Severiano a 20ª posição não apenas na tabela mas também no quesito aproveitamento quando o assunto é fazer gol, já o Vitória esta bem na quinta colocação, o leão é até mediano em numero de finalizações com 52 mas com razoável média de acertos, são 7 gols o que faz necessário que o rubro negro busque o gol em 7,4 média para chegar ao tento.

Histórico

Número de jogos pelo Brasileirão: 32 (14 vitórias do Vitória, nove do Bota e nove empates). Última partida pela competição: Vitória 2 x 1 Botafogo (Barradão, 2014). Último empate sem gols foi no Brasileiro de 2000. Jogo foi realizado no Caio Martins, em Niterói.  Histórico do confronto: 46 jogos (17 triunfos do Leão baiano, 16 do Glorioso e 13 empates)

Observação que os times se enfrentaram ano passado mas pela série B.

BOTAFOGO X VITÓRIA

FICHA TÉCNICA

Botafogo x Vitória

Campeonato Brasileiro – sétima rodada

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda

Data: 12/06/2016

Horário: 11h

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG-Fifa)

Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Sidmar dos Santos  Meurer (MG)

Botafogo: Sidão; Luis Ricardo, Emerson, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Airton, Bruno Silva, Gegê e Leandrinho; Anderson Aquino e Sassá (Ribamar). Técnico: Ricardo Gomes.

Vitória:  Fernando Miguel; Norberto, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral, Willian Farias e Flávio; Dagoberto, Marinho e Kieza. Técnico Vagner Mancini.

Imagem

JOGOS DO VITÓRIA


Confira todo os jogos do EC Vitória no campeonato brasileiro e Copa do Brasil e o resultados dos mesmos!

https://valmerson.wordpress.com/2016/06/10/jogos-do-vitoria/jogos do vitória

 

 

[VITÓRIA X CEARÁ] Não é por vigança, é por sobrevivência!


VITÓRIA x CEARÁ

Durante toda semana não se falou em outra coisa, o duelo entre Vitória e Ceará pela quarta de final da Copa Lampions League do Nordeste é sem duvida alguma muito aguardado e todos relembram a forma desastrosa como o rubro negro foi eliminado em pleno Barradão em 2013 nessa mesma fase da competição pelo alvinegro cearense, mas nada de encarar o jogo com revanchismo, ou até mesmo como vingança, pois como diria o poeta: A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena SEU MADRUGA (MÍTICO).

Ney Franco terá como duvida o volante Luiz Gustavo e não poderá contar com o atacante Willie que só deve retornar ao time no brasileiro, Wellison pode ser o substituto no meio, o restante do time é o mesmo que vem atuando, embora eu acredite que Ferrari é mais capacitado do que Defendi.

Para Sergio Soares a partida deve ser encarada como uma final antecipada, o treinador do Ceará tratou de jogar a pressão para o leão dizendo que o Vitória é o favorito, mas Ney tratou logo de minimizar e dizer que o time tem que se esforçar, respeitar o adversário e buscar o jogo.

A expectativa é de um grande publico hoje no estádio de Piuaçu, as informações é que até o ontem já haviam sido vendidos antecipadamente 8 mil ingressos.

 

FICHA TÉCNICA

Vitória X Ceará

Copa do Nordeste

Local: Pituaçu, Salvador

Data:16/02/2014

Horário: 16h

Árbitro: Renan Roberto de Souza (PB)

Auxiliares: José Maria de Lucena Netto (PB) e Oberto da Silva Santos (PB)

 

Vitória: Wilson; Ayrton, Rodrigo Defendi, Matheus Salustiano e Juan; Luiz Gustavo (José Wellison), Cáceres, Escudero e Mauri; Marquinhos e Dinei.  Técnico: Ney Franco

Ceará: Luís Carlos; Samuel Xavier, Sandro, Anderson e Hélder Santos; João Marcos, Leandro Brasília, Ricardinho e Souza; Magno Alves e Bill. Técnico: Sérgio Soares.

HISTORICO

Estatísticas dos Jogos Entre Vitória e Ceará

Na retrospectiva dos jogos: Vitória x Ceará pela Copa do Nordeste foram realizados nove jogos, com três triunfos do Vitória, cinco empates e um triunfo do Ceará (sendo cinco jogos realizados em Salvador e quatro em Fortaleza). Com 16 gols feitos pelo Vitória e 15 gols feitos pelo Ceará.  Os dois times nunca se enfrentaram no estádio Metropolitano de Pituaçu.

Na estatística geral, foram 31 jogos entre Vitória e Ceará, o Vitória venceu 11 jogos, o Ceará venceu nove e houve 11 empates. O Vitória fez 44 gols e o Ceará fez 45, os dois times já se enfrentaram pelas seguintes competições: Brasileirão (10 jogos), Série B (05 jogos), Copa do Nordeste (09 jogos), Torneio Amistoso (01 jogo) e Amistosos (06 jogos). O último jogo entre Vitória e Ceará ocorreu há um ano. O Rubro negro foi goleado pelo Ceará em pleno Barradão, por 4 a 1, pela Copa do Nordeste do ano passado

TODOS OS JOGOS ENTRE VITÓRIA E CEARÁ

Nº 01: Ceará 0 x 1 Vitória (29/09/1953, Presidente Vargas)

Competição: Amistoso

Gol: Juvenal

 Público: 7.897

         Vitória: Nadinho, Valvir, Alirio e Purunga; Gago e Joel; Pombinho,

Alencar, Juvenal, Quarentinha e Ciro.

         Técnico: Tintas

Nº 02: Vitória 1 x 0 Ceará (09/03/1961, Fonte Nova)

Competição: Amistoso

Gol: Luciano

 Público: N.D.

         Vitória: Wilson, Valvir, Medrado e Boquinha; Adilson e Roberto;

Matos,Valdir, Carlinhos, Armandinho e Ricardo.

         Técnico: Pinguela

Nº 03: Ceará 1 x 1 Vitória (25/09/1966, Presidente Vargas)

Competição: Amistoso

 Gols: Léo (Vit) e Guga (Cea)

 Público: 1.659

          Vitória: Ouri, Tinho, Romenil, Nelinho e Mundinho; Edmundo, Olívio

e Fontoura; Léo, Cleber e Itamar.

    Técnico: Palmeira

Nº 04: Vitória 2 x 7 Ceará (29/06/1972, Fonte Nova)

Competição: Torneio Quadrangular

Gols: Zé Eduardo e Mário Sérgio (Vit); Samuel (3), Magela (2),

Téia e Jorge Costa (Cea)

Público: 13.457

Vitória: Neury, Luiz Mota, Leléu, Válter e Antonino; Juarez (Resende) e

Luciano; Osni, Zé Eduardo (Rubinho), André Catimba e Mário Sérgio.

Técnico: Djalma Santos

Nº 05: Ceará 0 x 0 Vitória (20/09/1972, Presidente Vargas)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 72

 Público: 16.795

          Vitória: Agnaldo, Luiz Mota, Luis Rangel, Válter e França; Marco Aurélio,

Fernando e Mário Sérgio; Almiro, André Catimba e Osni.

Técnico: Jorge Vieira

Nº 06: Vitória 1 x 1 Ceará (05/04/1973, Fonte Nova)

Competição: Amistoso

Gols: Osni (Vit) e Da Costa (Cea)

Público: N.D.

          Vitória: Agnaldo, Claudio Deodato, Dutra, Valter e França;

Mário Sergio e Fernando; Gibira, Piolho, Davi Chaves e Osni.

     Técnico: Paulinho de Almeida

Nº 07: Vitória 0 x 1 Ceará (16/09/1973, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 73

Gol: Zé Eduardo

Público: 20.205

          Vitória: Pedro Paulo, Valdir Espinosa, Dutra, Valter e Jorge Valença;

Davi, Humberto (Fernando Rabelo) e Fernando (Deco); Almiro,

André Catimba e Osni

Técnico: Carlos Castilho

Nº 08: Ceará 1 x 0 Vitória (18/11/1973, Castelão)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 73

Gol: Erandi

Público: 17.416

          Vitória: Agnaldo, Roberto, Válter, Roberto, Dutra e França; Mário Sérgio,

Fernando e Daniel; Osni, Gibira (Deco) e André Catimba (Piolho)

Técnico: Carlos Castilho

Nº 09: Vitória 1 x 2 Ceará (04/03/1977, Fonte Nova)

Competição: Amistoso

Gols: Zé Julio (Vit); Oliveira (2) (Cea)

Público: N.D.

         Vitória: Gélson, Claudio Deodato, Amadeu, Edair e Jurandir;
         Sena e Édson; Mário (Zé Alberto), Zé Júlio, Zé Dias e Ademir.

         Técnico: Sérgio Moacir Torres

Nº 10: Vitória 4 x 1 Ceará (24/10/1979, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 79

Gols: Sena (3) e Marquinhos (Vit); Chinês (Cea)

Público: 8.326

          Vitória: Iberê, Joca, Zé Preta, Otávio Souto e Eraldo; Marquinhos (Zé Mário),

Edson Silva e Sena; José Julio, Monteiro e Carlinhos (Pita).

Técnico: Aymoré Moreira

Nº 11: Vitória 0 x 5 Ceará (05/03/1980, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 80

Gols: Ivanir (2), Jangada, Gilson Pantera e Carlinhos

Público: 11.103

          Vitória: Pavão, Válder, Otávio Souto, Xaxá e Vinicius; Edson Silva,

Dendê e Sena; Wilton (Jorge Luís), Pita (Ivo) e Sivaldo.

Técnico: Orlando Peçanha

Nº 12: Ceará 3 x 1 Vitória (30/11/1980, Presidente Vargas)

Competição: Amistoso

Gols: Lúcio Santarém, Ivanir e Jorge Nei (Cea); Zé Augusto (Vit)

Público: 11.694

          Vitória: Bagatini, Paulo Maurício, Amadeu (Xaxá), Zé Preta e

Válder (Marquinhos); Édson Silva, Zé Augusto e Alberto Leguelé;

Wilton, Tadeu Macrini e Paulinho.

Técnico: Carlos Frôner.

Nº 13: Vitória 1 x 0 Ceará (14/11/1987, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 87

Gol: Edvaldo

Público: 7.264

          Vitória: Borges, Dema, Fernando, Anauri e Zelito; Bigu, Luis Fernando e

Pedro Haroldo (Lula Baiano); Julinho (Rosinaldo), Junior e Edvaldo

Técnico: Valmir Louruz

Nº 14: Ceará 0 x 3 Vitória (15/09/1993, Presidente Vargas)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 93

Gols: Claudinho (3)

Público: 20.371

         Vitória: Dida, Rodrigo, João Marcelo, Evandro e Renato Martins;

Gil Sergipano, Paulo Isidoro (China) e Roberto Cavalo; Claudinho,

Alex Alves e Pichetti (Giuliano)

Técnico: Fito Neves

Nº 15: Vitória 2 x 1 Ceará (20/10/1993, Fonte Nova)

Competição: 1ª Fase do Brasileiro de 93

Gols: Alex Alves e Fabinho (Vit); Ronaldo (Cea)

Público: 9.098

          Vitória: Dida, Rodrigo, João Marcelo, China e Renato Martins;

Gil Sergipano, Paulo Isidoro e Roberto Cavalo; Claudinho,

(Gerônimo),  Alex Alves e Pichetti (Fabinho)

Técnico: Fito Neves

Nº 16: Ceará 3 x 3 Vitória (26/03/1997, Castelão)

Competição: Semifinais da Copa do Nordeste de 97

Gols: Agnaldo (2) e Flávio Tanajura (Vit); Israel, Bechara e Nilton (Cea)

Público: 6.874

Vitória: Nilson, Russo, Flávio Tanajura, Junior Tuchê e Esquerdinha;

Bebeto Campos (Emerson), Chiquinho Pernambucano,

Preto Casagrande (Hélcio) e Úeslei; Agnaldo e  Bebeto

Técnico: Arturzinho

Nº 17: Vitória 3 x 2 Ceará (23/04/1997, Barradão)

Competição: Semifinais da Copa do Nordeste de 97

Gols: Bebeto (2) e Agnaldo (Vit); Bechara (2) (Cea)

Público: 2.157

Vitória: Nilson, Russo, Flávio Tanajura, Junior Tuchê e Esquerdinha;

Bebeto Campos, Chiquinho Pernambucano (Eron),

Hélcio(Gil Baiano) e Úeslei; Agnaldo e Bebeto

Técnico: Arturzinho

Nº 18: Ceará 1 x 1 Vitória (19/01/2000, Castelão)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2000

Gols: Kléber (Vit) e Adelmo (Cea)

Público: 12.091

         Vitória: Paulo Musse; Paulo Henrique (Allan Delon), Flávio, Moisés

e Leandro; Tácio, Fábio Augusto, Kléber (Pedro Paulo) e Fernando;

Tuta e Artur (Paulo Rodrigues).

Técnico: Marco Aurélio.

Nº 19: Vitória 0 x 0 Ceará (06/02/2000, Barradão)

 Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2000

Público: 691

         Vitória: Paulo Musse; Wilson, Flávio Tanajura, Moisés e Leandro;

Pedro Paulo (Marcelo Paulista), Fernando, Fernandinho e

Allan Delon (Moura); Edmilson e Manoel (Cláudio).

Técnico: Marco Aurélio.

Nº 20: Ceará 3 x 3 Vitória (31/01/2001, Presidente Vargas)

Competição: 1ª Fase da Copa do Nordeste de 2001

Gols: Dudé, Esquerdinha e Jairo Lenzi (Cea); Dudu, Flávio e Tácio (Vit)

Público: 7.720

         Vitória: Jean; Rodney, Pedro Paulo e Marcone; Wilson, Tácio, Xavier,

Dudu (Artur) e Leandro; Cláudio (Alessandro Bocão) e Flávio (Moura).
Técnico: Mário Sérgio.

Nº 21: Vitória 2 x 1 Ceará (30/01/2002, Barradão)

Competição: 1ª Fase do Campeonato do Nordeste de 2002

Gols: Fernando (2) (Vit); Jajá (Cea)

Público: 1.778

         Vitória: Jean, Maurício, Índio, Marcos e Paulo Rodrigues;

Xavier, Fernando, Leandro e Samir (Ramalho);

André e Osmanovic.

Técnico: Arturzinho.

Nº 22: Vitória 1 x 2 Ceará (27/08/2005, Barradão)

Competição: 1ª Fase da Série B de 2005

Gols: Leandro Domingues (Vit); Camanducaia e Reinaldo Aleluia (Cea)

Público: 9.926

          Vitória: Juninho, Edílson (Gilmar), Itamar, Jardel e Sandro; Xavier,

Donizete Amorim, Leandro Domingues e Magnum (Vinícius);

Somália (Alex Alves) e Alecsandro.

Técnico: Renê Simões

Nº 23: Ceará 0 x 3 Vitória (26/05/2007, Presidente Vargas)

Competição: 1º Turno da Série B de 2007

Gols: Joãozinho (2) e Alisson

Público: 18.265

         Vitória: Émerson, Apodi, Jean, Wallace e Alisson; Jackson (Chicão),

Vanderson, Garrinchinha e Bida (Jefferson); Joãozinho (Sorato) e Índio.
Técnico: Givanildo Oliveira

Nº 24: Vitória 2 x 2 Ceará (01/09/2007, Barradão)

Competição: 2º Turno da Série B de 2007

Gols: Marcus Vinicius e Chicão (Vit); Cauê e Rômulo (Cea)

Público: 25.176

         Vitória:Ney, Apodi, Marcelo Batatais, Wallace e Alysson (Williams);

Chicão, Bida (Caíque), Jackson e Marcus Vinícius (Sorato);

Joãozinho   e Edílson.

Técnico: Marco Aurélio

Nº 25: Ceará 1 x 0 Vitória (22/05/2010, Castelão)

Competição: 1º Turno do Brasileiro de 2010

Gol: Washington

Público: 17.416

         Vitória: Vinícius, Nino Paraíba, Wallace, Renier e Maurim;

Vanderson, Uelinton, Ricardo Conceição (Neto Coruja) e

Renato (Jacson);  Elkeson (Schwenck) e Junior.

Técnico: Ricardo Silva

Nº 26: Vitória 0 x 0 Ceará (15/09/2010, Barradão)

Competição: 2º Turno do Brasileiro de 2010

Público: 9.082

         Vitória: Viáfara, Láo (Eduardo), Wallace, Anderson Martins e Egídio;

Ricardo Conceição, Bida (Schwenck), Vanderson e Ramon Menezes;

Elkeson e Junior (Kléber Pereira)

Técnico: Ricardo Silva

Nº 27: Vitória 1 x 1 Ceará (20/10/2010, Barradão)

Competição: 1ª Fase da Copa Nordeste de 2010

 Gols: Fernando (Vit) e Junior Cearense (Cea)

Público: 1.546

         Vitória: Lee, Jonas, Gabriel Paulista, Alan Henrique (Dankler) e Sheldon;

Lucas Garcia, Fernando (Marconi), Renato e Thiago Humberto (Edson);

Soares e Schwenck.

Técnico: Ricardo Silva

Nº 28: Ceará 1 x 3 Vitória (24/08/2012, Presidente Vargas).

Competição: 1º Turno da Série B de 2012

Gols: Mota (Cea); William, Elton e Pedro Ken (Vit).

Público: 15.011

              Vitória: Deola Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Gílson;

Michel, Uelliton (Rodrigo Mancha), Pedro Ken e Willie (Rodrigo Costa);

William e Elton (Tartá)
             Técnico: Paulo César Carpegiani.

 

Nº 29: Vitória 1 x 1 Ceará (24/11/2012, Barradão)

Competição: 2º Turno da Série B de 2012

 Gols: William (Vit) e Heleno (Cea)

Público: 35.000

         Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Victor Ramos e Mansur;

Fernando Bob (Marcelo Nicácio), Michel (Rodrigo Mancha), Willie e Pedro Ken;

Dinei e William
         Técnico: Paulo César Gusmão

Nº 30: Ceará 0 x 2 Vitória (14/02/2013, Presidente Vargas).

Competição: Quartas de Finais da Copa do Nordeste de 2013

Gols: Renato Cajá e Escudero.

Público: 12.698

             Vitória: Deola, Nino Paraíba, Gabriel Paulista, David Braz e Mansur

(Cardoso); Rodrigo Mancha, Luís Alberto, Cáceres e Renato Cajá;

Marcelo Nicácio (Marquinhos) e Escudero (Maxi Biancucchi).

Técnico: Caio Júnior.

Nº 31: Vitória 1 x 4 Ceará (17/02/2013, Barradão)

Competição: Quartas de Finais da Copa do Nordeste de 2013

 Gols: Maxi Biancucchi (Vit); Magno Alves, Rafael Vaz, Eric e Pingo (Cea);

Público: 11.494

          Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, David Braz (Mansur) e

Cardoso; Rodrigo Mancha (Marquinhos), Luís Alberto, Maxi Bianccuchi e

Renato Cajá; Escudero e Marcelo Nicácio (Dinei).

Técnico: Caio Júnior.          

 

RESUMO ESTATISTICO

 

Maior Goleada do Vitória: Vitória 4  x 1 Ceará (pela 1ª fase do Brasileiro de 79, na Fonte Nova)Maior Goleada do Ceará: Vitória 2  x 7 Ceará (por um Torneio Amistoso Quadrangular, na Fonte Nova)

Maior Goleador dos Confrontos: Sena, Claudinho, Fernando e Agnaldo (Vit) com (3 gols cada) e Samuel (Ceará, com 3 gols).

Partida com Maior Número de Gols: 09 Gols no jogo Vitória 2 x 7 Ceará  na famosa goleada que o Ceará aplicou no Vitória na Fonte Nova, por um Torneio Amistoso, em 1972 (cinco dias após o feriado de São João)

Placar mais Repetido: 1 a 0 (seis partidas)

Média de Gols: 2,9 gols por partida (89 gols em 31 jogos)

Maior Público Pagante: 35.000 pagantes no Barradão, no jogo: Vitória 1 x 1 Ceará,  pelo 2º turno da Série B de 2012.

Menor Público Pagante: 691 pagantes no Barradão, no jogo: Vitória 0 x 0 Ceará, pela 1ª fase da Copa do Nordeste de 2000,

Média de Público Pagante: 11.470 pagantes por jogo

Partida com Maior Número de Gols: 09 Gols no jogo Vitória 2 x 7 Ceará  na famosa goleada que o Ceará aplicou no Vitória na Fonte Nova, por um Torneio Amistoso, em 1972 (cinco dias após o feriado de São João)

Maior seqüência invicta do Vitória sobre o Ceará: 8 jogos, de: 14/11/1987 a 30/01/2002

(cinco triunfos e três empates)

Maior seqüência invicta do Ceará sobre o Vitória: 7 jogos, de: 25/09/1966 a 04/03/1977 (quatro triunfos e três empates)

Curiosidades de Vitória x Ceará:

 

 

– O primeiro jogo entre os dois clubes, ocorreu em 1953, em um amistoso no estádio Presidente Vargas em Fortaleza, o Vitória venceu o Ceará com um gol do atacante Juvenal, um dos maiores goleadores da história do Vitória.

 

 

– Já goleamos o Ceará três vezes em seus domínios e todos foram no estádio Presidente Vargas, o PV.  As partidas ocorreram em: 1993 (3 a 0 pelo Brasileirão), 2007 (3 a 0 pela Série B) e em 2012 (3 a 1, pela Série B)

 

 

– O maior público pagante entre Vitória e Ceará ocorreu no Barradão pela última rodada da Série B de 2012. Foram 35.000 pagante s e 37.566 pessoas presentes para ver o acesso do Vitória à elite do futebol brasileiro. A partida terminou empatada em 1 a 1, resultado suficiente para que o Rubro Negro se garantisse para a Série A de 2013. A quase totalidade do publico presente ao estádio se emocionou e vibrou bastante após o jogo, afinal o Leão da Barra retornava à Série A depois de dois anos fora.

– As duas maiores goleadas da história dos confrontos entre os dois times, foi aplicada pelo Ceará, e uma delas foi de 7 a 2, em plena Fonte Nova, uma das maiores goleadas já sofridas pelo Vitória em Salvador, esse fato que ocorreu em 1972, por um Torneio Quadrangular,cujos participantes foram: Paysandu, Bahia, Ceará e Vitória. O Rubro Negro, mesmo contando com um timaço na época: Osni, André Catimba, Mário Sérgio e outros, mesmo assim, foi goleado na Fonte Nova.

.

Isso mesmo produção? Torcida do Vitória em lua de mel com a Arena Fonte Nova?


g_2013102212618878

Um caso de amor, assim podemos definir o resultado de uma pesquisa sobre a relação da torcida rubro negra com a Arena Fonte Nova, mas eu particularmente questiono estes números, com base em outras que venho fazendo aqui, com base nos comentários que ouço nas arquibancadas, no blog, nas redes sociais e em outras pesquisas de quem cobre o dia do clube, por isso me pergunto: Lobby pró Arena, ou pesquisa de fato?

De acordo com tal pesquisa, eis os números:

54,8 % dum total de 599 torcedores entrevistados se sentem muito bem ao ir a Arena, outros 21,2% se sentem bem e 12,5% indiferentes, sendo que apenas 11% desaprovam o estádio. Nessa mesma linha 57,1% aprovam o clube mandar alguns jogos no local.

Outro dado da pesquisa que me assusta é a “aprovação” dos preços praticados no estádio da copa, onde 8,2% acham muito barato,11,9% barato e outros 29,4% são indiferentes, com o percentual de 49,1% apenas achando os valores acima do que deveria ser cobrado, ou seja Empate técnico.

Quero deixar bem claro que não questiono os números obtidos, mas a maneira como tal foi conduzida,  para mim foi um grande equivoco basear a pesquisa  e norteá-la sobre como o torcedor se sente ao visitar a Arena? É sabido por todos que se trata de um estádio confortável, apto a acomodar os exigentes torcedores europeus que visitaram o local durante a copa, e ainda a facilidade quanto ao deslocamento por se tratar de centro da cidade, e por isso a pergunta deveria ser direta e questionar o torcedor quanto ao desejo de que o Vitória mande os seus jogos em que praça em 2014.

E alguns podem até dizer que é uma pesquisa que não tem haver com a questão Barradão x Arena, mas quando os contratantes de tal pesquisa começam a dizer em alto e bom som que o torcedor do Vitória esta satisfeito com a Fonte Nova, que o torcedor não vê problemas no time fazer jogos lá e que o preço praticado é aceitável, tenho logo que emitir minha opinião que no mínimo, mostra um anseio de que a decisão dos dirigentes seja esta e que a pressão pró Manoel Barradas, não é de fato real, e eu discordo.

Todos conhecemos as dificuldades, principalmente de transporte e segurança na casa do Vitória, mas não vejo quase que ninguém defendendo a ida a Arena Fonte Nova, mesmo com os bons resultados conquistados lá, com as humilhações impostas ao rival, não vejo torcedores morrendo de amor pelo nossa área de lazer, e é por isso que proponho resposta a enquete abaixo para contestar ou afirmar os números supracitados.

PS: A torcida já não vivia esse caso de amor, e depois daquele fato do escudo nesse mesmo jogo contra o Goiás da pesquisa, o que eu vejo é insatisfação geral