VASCO X VITÓRIA Em dia de aniversário leão precisa vencer


119 Anos não é pra qualquer um, o leão chega a essa marca gloriosa neste dia 13 de maio e tem mais um grande motivo para vencer o Vasco e fazer a alegria da imensa nação rubro negra e também das mamães. Com celebração e divulgação do novo uniforme e exibição do jogo na sala de cinema do Cinemark, o leão vai a campo com a ‘obrigação” dos 3 pontos.

Vasco e Vitória vivem momentos semelhantes apesar da distância na tabela da competição, as agremiações vivem momento conturbado nos bastidores e enquanto o rubro negro foi eliminado na Copa do Brasil, o time alvinegro foi eliminado na libertadores e tem grandes chances de eliminação na competição nacional precisando reverter um resultado de 3×0.

No G4 do brasileiro com 7 pontos, vencer é a chance de diminuir a crise no Vasco, já o Vitória com 1 ponto, é vencer a primeira e sair da zona de rebaixamento.

Zé Ricardo e Mancini barraram jogadores criticados nos times titulares. Paulão, Erazo e Welligton foram sacados no treino do gigante da Colina, Correia, Ramon, Botelho e Yago também foram barrados pelo leão da Barra.

HISTÓRICO

O Vitória leva vantagem em confrontos pelo brasileiro 15 triunfos do Vitória  09 empates  12 triunfos do Vasco a ultima partida foi no São Januario e terminou empatado em 1×1 em 2017.

 

FICHA TÉCNICA

Campeonato Brasileiro 5ª Rodada

VASCO X VITÓRIA

SÃO JANUARIO-RIO DE JANEIRO

13.05.2018 ÀS 16 Horas

Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS) apita a partida, auxiliado por Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

Pendurados: Kanu, Rhayner, Ramon e Yago

Vasco: M SILVA, R GALHARDO, BRENO, WERLEY, HENRIQUE, B SILVA, DESÁBATO, C MONTEIRO, WAGNER, Y PIKACHU, A RIOS

Vitória: CAIQUE, LUCAS, KANU, W MAIA JEFERSON, FARIAS, SOUTTO, NEILTON, RHAYNER, DENILSON, ANDRÉ LIMA

Feliz aniversário leão 119 anos de muitas glórias…

 

Anúncios

Vasco x Vitória duelo de primeira na Copa do Brasil


O grande dia chegou, dia de colocar a prova o trabalho que vem sendo realizado por Argel Fucks e a qualidade desse elenco que pela primeira vez em 2017, terá um adversário de primeira divisão e com atletas qualificados.

O Vascaíno queria ver a estréia de Luís Fabiano mas ainda não será desta vez, o rubro negro viveu a expectativa de Dátolo e ele também não joga mas o time da casa ganha o reforço de Nêne, enquanto teremos o desfalque de Fred.

Cristóvão Borges prega cautela, fala em jogo difícil e afirma que o Vasco não vai se atirar ao ataque, temendo levar gols em casa e complicar a classificação. Para o treinador, o time precisa manter a posse de bola e abrir espaços para chegar ao gol sem grandes exposições.

 

Argel Fucks afirma que este será o grande jogo da sua equipe no ano, ele garante uma grande exibição e manutenção dos resultados positivos com grande motivação dos jogadores para esta partida.

Apesar de não confirmar a equipe após treino fechado, Fucks deve promover Welison no lugar de Uillian Correia para aumentar o poder de marcação no meio campo e manter dois meias como no último jogo.

Esta é a quarta vez que Vitória x Vasco se cruzam na Copa do Brasil, o leão eliminou o cruzmaltino em duas oportunidades e busca levar mais uma vez vantagem no duelo.

FICHA TÉCNICA

Vasco x Vitória

Copa do Brasil – 3º fase (jogo de ida)

Local: São Januário, no Rio de Janeiro

Data: 09/03/2017

Horário: 19h15

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO-Fifa) e Leone Carvalho Rocha (GO).
Vasco: Martin Silva, Gilberto, Rodrigo, Rafael Marques e Henrique; Jean, Douglas, Nenê e Wagner; Kelvin e Thalles. Técnico: Cristóvão Borges
Vitória: Fernando Miguel; Patric, Kanu, Alan Costa e Euller; Willian Farias, José Welison, Cleiton Xavier e Gabriel Xavier; Paulinho(Pineda) e Kieza.  Técnico: Argel Fucks.

[VASCO 1X2 VITÓRIA] O Leão rugiu no alto da Colina


VASCO X VITÓRIA

Depois de um longo tempo o Vitória voltou a rugir alto fora da selva Barradão e o momento era o melhor possível, vencer o primeiro time da zona de rebaixamento se afastar da zona fantasma e voltar a aparecer na parte principal da tabela de classificação.

Eu vinha criticando Caio Junior a muito tempo, e mostrava o porque das minhas criticas ao antigo treinador, e a falta de postura fora de casa e a incoerência eram os fatos que eu batia a cada jogo. Com Ney Franco a postura é outra e existe coerência, o apoio a base, as falas do que precisam ser corrigidos e os problemas da equipe são coerentes com o que vemos em campo e por isso venho elogiando o trabalho do novo treinador, espero que ele seja sempre assim.

Wilson: Boas defesas e hoje parou as faltas de Juninho. 7.0

Ayrton: Ainda não acertou suas faltas, mas tem feito boas partidas, foi importante no lance do gol. 6.5

Victor Ramos: Venho criticando a muito tempo, mas muito tempo mesmo, vai pro banco, RS3 vem aí. Vacilou com 22 segundos e o Vasco desperdiçou e depois com toda aquela altura não subiu e o Vasco marcou. 3.0

Kadu: Falta técnica, mas sobra vontade, ele mostra que quer crescer num clube grande, eu dizia que precisávamos de um zagueiro e um volante que desse botinada, chutasse para o onde nariz apontasse, impusesse respeito, e ele faz isso. Tomará que Ney corrija alguns vacilos dele de posicionamento. 7.0

Juan: Muita experiência e muita vontade, tem chegado sempre e criado oportunidades, fez belas tabelas com Escudero, vai crescer ainda mais daqui para frente. 6.5

Michel: Esteve perdido na marcação, não conseguia pegar a segunda bola, saiu machucado. 4.0

Luiz Alberto: Também deu muito espaço e erra muito na saída de bola, melhorou no segundo tempo, mas ainda esta abaixo da média. 5.0

Renato Cajá: Vai pro banco meu filho, seu futebol sumiu. 4.0

Escudero: É impressionante, eu dizia que minha preocupação era o grande tempo parado e o trauma grande que ele sofreu, mas o argentino parece não sofrer como os meros mortais, folego impressionante e até deslocado para segundo volante faz uma postura técnica impressionante. 6.0

Marquinhos: GOLAÇO não precisa dizer mais nada 9.0

Dinei: Hoje não marcou, mas foi importante, brigou na frente e teve poucas oportunidades 6.0

Vander: Solta a bola rapaz, que mania da zorra de prender, só que Ney é treinador. 4.0

Alemão: Gol importante, para ganhar moral com a torcida e com o treinador, entrou muito bem, 8.0

Leílson: Conseguiu em pouco tempo dar mais movimentação do que Renato Cajá. 6.5

Ney Franco: Muito coerente, mesmo com as ausências importantes e o desentrosamento, teve coragem, colocou o time para frente e foi premiado com um belo triunfo. 10.0

FICHA TÉCNICA VASCO 1 X 2 VITÓRIA

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 18 de setembro de 2013, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Célio Amorim (SC)
Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e Daniel Ziolli (SP)
Cartões amarelos: Wendel e Montoya (Vasco)
GOLS
VASCO: André, aos 7min do primeiro tempo
VITÓRIA: Alemão, aos 35min do segundo tempo; Marquinhos, aos 44min do segundo tempo

VASCO: Diogo Silva; Fágner, Jomar, Cris e Yotún; Wendel (Edmílson), Pedro Ken, Juninho Pernambucano e Dakson (Montoya); Marlone e André (Tenório)
Técnico: Dorival Júnior

VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Michel (Vander) (Alemão), Luís Alberto, Renato Cajá (Leilson) e Escudero; Marquinhos e Dinei
Técnico: Ney Franco

[VASCO X VITÓRIA] O leão vai rugir no alto da colina


VASCO X VITÓRIA

O Vitória vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Vasco da Gama para voltar a vencer fora de casa neste campeonato brasileiro da primeira divisão, o time terá que superar os desfalques do seu artilheiro Maxi Biancucchi e de Cáceres que vem em ótima fase, mas em contra partida poderá contar com o futebol do seu principal jogar, o argentino Escudero.

A cada jogo o time vai se adaptando a filosofia de Ney Franco e se tornando mais competitivo, a expectativa agora é de voltar a rugir forte fora do Barradão para isso Luiz Alberto e Escudero entram na equipe em lugar de Cáceres e Maxi Biancucchi respectivamente, com isso Marquinhos será adiantado para o ataque.

Na defesa o treinador ganhou a opção do Renato Santos, mas vai optar pelo entrosamento que esta se adquirindo entre Victor e Kadu, o restante do time é o mesmo que venceu o Náutico.

O Vasco esta iniciando uma crise, briga nos bastidores, time na zona de rebaixamento, críticas da torcida, são problemas que parecem ter tirado o cruz maltino do rumo, Dorival Junior ainda terá o desfalque de Willie que pertence ao rubro negro e não poderá atuar por força de contrato.

Com crise na meta, mais uma vez o Vasco fará mudança no gol da equipe, Michel Alves reassume a camisa numero 1, porém o arqueiro também não tem a confiança da torcida e segue pressionado.

A  minha maior preocupação nesse jogo é saber como esta Escudero, o atleta não joga uma partida a mais de 1 mês e passou por uma questão que abala muito o psicológico, será que o argentino irá conseguir mostrar a mesma raça e dedicação que se tornaram sua grande marca? Espero que sim.

No primeiro turno o Vitória venceu o Vasco no Barradão pelo placar de 2×0.

FICHA TÉCNICA

Série A

Vasco x Vitória

Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 18/09/2013

Horário: 19h30

Árbitro: Célio Amorim (SC)

Auxiliares: Vicente Romano Neto (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

 

Vasco: Michel Alves; Fagner, Cris, Rafael Vaz e Yotún; Abuda, Wendel, Dakson e Juninho; Marlone e André. Técnico Dorival Júnior.

Vitória: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Michel, Luíz Alberto, Renato Cajá e Escudero; Marquinhos e Dinei. Técnico: Ney Franco.

 

PS: Ainda hoje publicarei o vídeo com a entrevista exclusiva com Fábio Mota e emitirei a minha opinião sobre o que achei da fala do candidato a presidência do Vitória.