CONTRATOS: Veja situação dos atletas para 2017




contratos jogadores Vitória Fim de brasileiro e agora começa o período de contratações, renovações e dispensas com mercado aberto há possibilidades de vendas e empréstimos mas saiba como o leão deve iniciar 2017.

Vander com contrato até Janeiro e Victor Ramos já afirmaram que não renovam, já o capitão William Farias afirmou que está próximo de assinar novo vínculo e espera que seja longo pela identificação criada com clube e torcida.
Contratos encerrando neste mês de dezembro: Victor Ramos, Mattis; Kanu; Norberto,Diego Renan e Diogo Mateus, Amaral,William Farias;Tiago Real, Leandro Domingues e Serginho; Alípio , Vander


e Zé Love.
Farias e Love buscam renovação, já Vander tem contrato até janeiro mas não continua em 2017.

Fernando Miguel teve contrato ampliado para dezembro de 2019, Já o grande destaque Marinho tem contrato até o fim de 2018 mas o assédio é forte para tirar ele da Toca, o camisa 7 afirmou em entrevista que quer continuar e deixa para o clube a responsabilidade de negociar seu futuro.

Cárdenas tem contrato até fevereiro de 2017 e cláusula de possível permanência caso clube se interesse em renovar.

Tem contrato até dezembro de 2017: Ronaldo,Wallace, e Gustavo;Vinicius;Euller; Ramallo até Junho e Flávio Outubro de 2017.

Marinho,Kieza,Nickson,Gabriel,Zé Welison possuem vinculo até 2018 e David e Fernando Miguel até 2019.

Argel Fucks

O treinador havia afirmado que não acreditava em permanência para ano que vem e que havia sido contratado com o objetivo de deixar o time na série A, ontem voltou atrás e disse que mantém conversas com a diretoria para 2017 com um novo projeto sendo tocado desde o início.

Anderson Barros

O gestor de futebol do Vitória pode ser mais um a deixar o clube, há informações de que Anderson Barros esta em negociação avançada para ser gestor de futebol do Vasco e ajudar ao Gerente Plínio no planejamento de renovação do clube da colina.

Anúncios

Anderson Barros fala da procura por novo treinador e confirma Wesley Carvalho interinamente


Wesley CarvalhoO gestor de futebol do Vitória Anderson Barros falou sobre a busca do novo treinador que assumirá em lugar de Vagner Mancini mas preferiu não citar nenhum nome, para Barros o novo comandante precisa saber lhe dar com o momento delicado do clube e ter condições de reverter.

Barros confirmou Wesley Carvalho como treinador interino e disse que ele fica a frente da equipe até o anuncio do novo nome e disse ainda que essa é a ação natural já que Wesley comanda a comissão técnica do clube.

A tendência é que pelo menos contra o Inter o time seja comandado por Wesley Carvalho. Primeiros nomes começaram a ser especulados Abel Braga, Argel Fucks nome que alguns já afirmam estar bem próximo e o Vice Presidente Manoel Mattos admitiu conversa e também Milton Mendes e Gilson Kleina este a imprensa goiana afirmou que havia recebido uma propaga da diretoria do Vitória que seria o dobro do que recebe no Goiás mas desmentido pelo vice presidente.

Mancini é demitido do Vitória, diretoria não divulga novo nome



IMAGEM_NOTICIA_3O gestor de futebol do Vitória Anderson Barros divulgou que Vagner Mancini deixa o comando técnico da equipe após 15 meses. No entanto o gestor não informou sobre nomes para assumir a equipe a expectativa é que Wesley Carvalho que antecedeu Mancini e é funcionário do clube assuma pelo menos de forma interina contra o Internacional, já que ele conhece o elenco e treinou boa parte destes atletas mo ano passado.

Mancini cai após o time cair muito e rendimento e por insistir num.modelo de jogo e peças que não viam dando resultados, a diretoria até tentou blindar o treinador, chegou a afirmar que independente dos resultados ele não seria demitido mas a derrota em casa diante de 28 mil torcedores custou caro e agora vivemos a expectativa de que o time consiga se recuperar e fugir da série B 2017 com um novo comandante.

NÚMEROS DE MANCINI

76 partidas com 33 triunfos, 19 empates e 24 derrotas. Um aproveitamento de 51,75%.

No brasileiro são 24 jogos apenas 26 pontos ganhos com 6 triunfos, 8 empates e 10 derrotas e 36,1% de aproveitamento e salgo negativo de 6gols.

[VITÓRIA] Veja o caminho que o Leão precisa seguir para se reestruturar


CF

A renuncia de Carlos Falcão e Epifânio da presidência do Esporte Clube Vitória precisa ser apenas o primeiro ato de sucessivas ações para mudar de vez a história do clube leonino. Apesar da pressão sobre o cargo é importante a manutenção de Anderson Barros no futebol porém medidas radicais precisam ser tomadas neste setor e em outros do rubro negro, veja quais:

g_1293569 - Cópia - Cópia

1 MUDANÇA DE ESTATUTO: O compromisso do novo presidente eleito tem que ser a mudança do estatuto para dar direito de voto ao sócio torcedor do Vitória escolher diretamente o novo presidente do clube.

2 ELEIÇÃO DIRETA: Após a mudança do estatuto o novo presidente deve convocar o conselho e publicar edital para uma nova eleição já com a participação do sócio torcedor.

3 PROPORCIONALIDADE DO CONSELHO: O Conselho diretor do Vitória precisa ser renovado e precisa de uma oposição atuante e diversas ideias, o novo corpo de conselheiros precisa ser formado a partir da proporcionalidade dos votos, cada chapa votada deve ter presença de membros através da proporção de votos alcançados nas eleições.

4 AUTONOMIA DO GESTOR DE FUTEBOL e de Marketing: O VItória precisa de uma vez por todas ter uma gestão de futebol profissional, onde o setor tome as decisões pertinentes ao futebol do clube, contratações e planejamento não podem continuar sofrendo influências externas e que prejudica a celeridade das ações e o dinamismo pertinente ao cargo, os mais de 15 diretores que o clube teve no setor não puderam desempenhar integralmente a sua grande missão e este é o momento para selar isso. Dá mesma forma o marketing do clube precisa de autonomia e profissionalização,ações precisam ser tomadas para o fortalecimento da marca e a expansão da mesma, para fechamento de melhores patrocínios.

5 POLÍTICA DE DIVISÃO DE BASE: Além de reestruturar a base que já foi a melhor do Brasil, inclusive com o título mundial em 2001, o Vitória precisa de uma política de valorização dos atletas oriundos da base e com isso evitar perder jovens promessas e prepará-los para integrar o time profissional.

6 NOMES PARA RENOVAÇÃO: Com a possibilidade de abertura do clube com a democratização, nasce a possibilidade de que novos nomes integrem o conselho diretor do Vitória e que também estes possam pleitear a vaga de presidente do clube.

CONFIRMADO:Felipe Ximenes é o novo gestor de futebol do Vitória


IMAGEM_NOTICIA_3

Luís Felipe Ximenes é o novo gestor de futebol profissional do Vitória. Foi finalizada há poucos instantes pelo presidente Carlos Sergio Falcão, no Rio, a contratação do gestor para o período de 2014 a 2016. Ximenes será apresentado nesta quinta-feira, às 14h30, na sala de imprensa do CT Manoel Pontes Tanajura.

 

O novo gestor já trabalhou com o técnico Ney Franco no Coritiba, quando conquistou o título da Série B em 2010.

 

Com larga experiência também em categorias de base, Ximenes foi por dois anos consecutivos indicado como um dos três melhores gestores de futebol do país.

 

Graduado em Educação Física pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e mestre em educação (UNINCOR/MG), Felipe Ximenes, de 46 anos de idade, é mineiro de Três Corações, e executivo afiliado à ABEX (Associação Brasileira dos Executivos de Futebol).

 

Com mais de 20 anos de experiência no mundo do esporte, Ximenes nos últimos anos destacou-se como executivo dos principais clubes da Série A do futebol brasileiro, como Vasco, Fluminense, Botafogo, Atlético Mineiro, Cruzeiro e Coritiba.

 

Foi campeão com o Fluminense no Rio, campeão mineiro, tetracampeão pelo Coritiba, campeão da Série B e duas vezes finalista da Copa do Brasil também pelo Coritiba.

 

“Penso no futebol como uma cadeia de formação, toda ‘linkada’, e é natural que todas as categorias competitivas estejam sob o guarda-chuva de uma mesma superintendência”, disse recentemente em entrevista publicada pelo site Universidade do Futebol.