[VITÓRIA] Veja o caminho que o Leão precisa seguir para se reestruturar


CF

A renuncia de Carlos Falcão e Epifânio da presidência do Esporte Clube Vitória precisa ser apenas o primeiro ato de sucessivas ações para mudar de vez a história do clube leonino. Apesar da pressão sobre o cargo é importante a manutenção de Anderson Barros no futebol porém medidas radicais precisam ser tomadas neste setor e em outros do rubro negro, veja quais:

g_1293569 - Cópia - Cópia

1 MUDANÇA DE ESTATUTO: O compromisso do novo presidente eleito tem que ser a mudança do estatuto para dar direito de voto ao sócio torcedor do Vitória escolher diretamente o novo presidente do clube.

2 ELEIÇÃO DIRETA: Após a mudança do estatuto o novo presidente deve convocar o conselho e publicar edital para uma nova eleição já com a participação do sócio torcedor.

3 PROPORCIONALIDADE DO CONSELHO: O Conselho diretor do Vitória precisa ser renovado e precisa de uma oposição atuante e diversas ideias, o novo corpo de conselheiros precisa ser formado a partir da proporcionalidade dos votos, cada chapa votada deve ter presença de membros através da proporção de votos alcançados nas eleições.

4 AUTONOMIA DO GESTOR DE FUTEBOL e de Marketing: O VItória precisa de uma vez por todas ter uma gestão de futebol profissional, onde o setor tome as decisões pertinentes ao futebol do clube, contratações e planejamento não podem continuar sofrendo influências externas e que prejudica a celeridade das ações e o dinamismo pertinente ao cargo, os mais de 15 diretores que o clube teve no setor não puderam desempenhar integralmente a sua grande missão e este é o momento para selar isso. Dá mesma forma o marketing do clube precisa de autonomia e profissionalização,ações precisam ser tomadas para o fortalecimento da marca e a expansão da mesma, para fechamento de melhores patrocínios.

5 POLÍTICA DE DIVISÃO DE BASE: Além de reestruturar a base que já foi a melhor do Brasil, inclusive com o título mundial em 2001, o Vitória precisa de uma política de valorização dos atletas oriundos da base e com isso evitar perder jovens promessas e prepará-los para integrar o time profissional.

6 NOMES PARA RENOVAÇÃO: Com a possibilidade de abertura do clube com a democratização, nasce a possibilidade de que novos nomes integrem o conselho diretor do Vitória e que também estes possam pleitear a vaga de presidente do clube.

Anúncios