Vitória tenta explicar o caos na divisão de base(Perda de atletas)

1014142_607586725942460_678356414_n

Em relação às informações divulgadas na imprensa local sobre o prejuízo que o EC Vitória está teoricamente tendo com a “perda” de atletas nas divisões de base, a diretoria vem esclarecer detalhadamente cada caso:

 

PETRUS (meia) – Corinthians

Não foi aproveitado pelo Departamento de Futebol Profissional, tendo o seu contrato rescindido com o clube em 2007, e depois de passar por alguns clubes – Fluminense de Feira, Juazeirense, Juazeiro, Boa Esporte – acabou se destacando na Penepolense e está no Corinthians

 

DANILO (volante) – Vasco

Atleta foi levado do clube pelo seu procurador, o Sr. Stefan Krause (mesmo de Dankler), hoje sem relação nenhuma com o clube. À época, Danilo havia retornado da Seleção Brasileira Sub-15 e não assinou o seu Contrato de Formação, mecanismo criado pela Lei 12.395/11, para proteger os clubes formadores

 

ALAN SANTOS (volante) – Santos

O seu procurador pagou a multa rescisória, em torno de R$500 mil, sendo levado para o Santos com 17 anos de idade, quando faltava dois anos para vencer seu contrato

 

NATAN (meia-atacante) – Grêmio

Atleta dispensado do São Paulo, Internacional RS e Vitória. Atualmente encontra-se na reserva do Grêmio RS

 

LUCAS (zagueiro) – Alemanha

Dispensado do EC Vitória no sub-20, atualmente está no sub-20 do Friburguense, e também passou pelo São Raimundo (AM). Foi para Alemanha a fim de submeter-se a avaliação em um time de 4ª Divisão. Porém, não foi aprovado.

 

GUIDO (goleiro) – Bahia

Retirado do EC Vitória por sua família, o seu empresário e o Santos. Deixou o clube depois de dois anos como titular na Seleção Brasileira e, exatamente, antes de negociar a assinatura do seu primeiro contrato com o EC Vitória.

Ano passado foi dispensado pelo Santos e encontra-se atualmente no Bahia.

 

JEFERSON (lateral-esquerdo) – Internacional

Levado pelos seus empresários (Grupo ROGON) assinou contrato com o Internacional RS, onde está treinando a parte. Recentemente foi oferecido ao EC Vitória, que recusou por ter na posição Mansur e Euller com maiores perspectivas de futuro.

 

JEANDERSON (meia) – Atlético PR

Atleta pertencente ao Bahia de Feira

 

MICHEL (atacante) – Portugal

Recusou a proposta do EC Vitória para renovação do seu contrato de trabalho, obrigando o clube a usar dos meios legais para requerer a sua renovação tendo em vista o “Direito de Preferência”, respaldado por lei.  O Vitória aguarda ainda o cumprimento da tramitação legal do compromisso assumido pelo  Beira Mar, clube da 2ª Divisão de Portugal.

 

UBERLAN (lateral-esquerdo) – Grêmio

Atleta com a mesma idade de Euller (19 anos) foi dispensado do EC Vitória e do Grêmio RS. Atualmente realiza testes no América Mineiro.

 

MATHEUS SANTANA (atacante) – Vasco

Dispensado do EC Bahia e do EC Vitória por opção.

 

SINVAL (zagueiro) – Vasco

Dispensado do EC Vitória por opção.

 

LUAN (meia) – Vasco

Atleta estava em avaliação no EC Vitória e não foi aprovado.

 

ROBERTINHO (volante) – São Paulo

Foi levado do EC Vitória pela sua família, por meio de proposta feita pelo Santos, em um período que a Lei e o Movimento dos Coordenadores da Divisão de Base ainda não existiam. Ano passado o atleta foi dispensado do Santos e atualmente encontra-se na reserva do São Paulo.

 

FILIPE SAMPAIO (atacante) – Fluminense

Foi levado do clube por sua família em 2011. Lamentavelmente ainda não existia o amparo legal para proteger os clubes formadores.

 

VITINHO (meia) – Corinthians

Dispensado por opção do clube em 2013.

 

RAFAEL (zagueiro) – Fluminense

Dispensado por opção do clube em 2013.

 

GEOVANE (zagueiro) – Atlético Mineiro e Seleção Brasileira

O EC Vitória desconhece a existência do jogador e o Atlético Mineiro, por meio do seu coordenador da divisão de base, André Figueiredo, também não conhece o atleta.

 

AGDON (atacante) – Portugal

O clube não teve interesse na renovação do atleta e sua utilização na equipe profissional e por isso foi liberado.

 

ROMÁRIO (lateral-direito) – Alemanha

O clube já entrou na Fifa cobrando direitos de transferência junto ao Hoffenheim

 

DANKLER (zagueiro) – Botafogo

Não aceitou a proposta de renovação firmada pelo EC Vitória, após duas renovações, preferindo aguardar o vencimento do prazo legal do seu contrato de trabalho, posteriormente, transferindo-se em definitivo para o Botafogo do Rio.

 

Em relação aos atletas Danilo, Guido, Jeferson, Robertinho, Filipe e Romário, o EC Vitória ressalta que até 2011 não existia a Lei 12.395/11, que alterou a Lei 9.615/98, nem o Movimento dos Coordenadores de Divisão de Base, facilitando, desta forma, que atletas fossem retirados à revelia dos clubes. A partir das mudanças, das quais o Vitória participou ativamente, o clube já tem três anos ser “perder” jogadores.

 

Ressalte ainda, que onde são testados anualmente 18 mil jovens promessas, que faz parte do processo o fato de que nem todos sejam aproveitados pelo clube, levando-se em consideração diversos fatores.  Por isso é comum um atleta não ser aproveitado em uma equipe e firmar-se em outra.

 

Dois grandes ídolos da torcida e que hoje são titulares da Seleção Brasileira de Luiz Felipe Scolari chegaram ao Vitória dispensados por outros clubes: o zagueiro David Luiz e o atacante Givanildo Huck.

 

Assim, a nação rubro-negra pode ter a certeza que, apesar de possíveis erros, todos os esforços são diariamente empenhados no sentido de valorizarmos e protegermos o patrimônio do clube.

 

GRANDE PERDA

vitoria55

Meus sentimentos a família Imbatíveis pelo falecimento do puxador Chapolin, um cara que representou muito a nação rubro negra, é uma perda grande e irreparável com toda certeza, sempre fui fã daquele cara, que a diretoria e o clube honre a memoria de Lucas que deu a sua vida em amor ao Vitória

5 comentários em “Vitória tenta explicar o caos na divisão de base(Perda de atletas)

  1. E o montante perdido com contratações equivocadas
    alguem se arrisca a levantar numeros?
    sem levar em conta os anos anteriores, quanto ganha mensalmente
    Defendi? ferrari? hugo? souza? Zen? Dao?
    e o custo para adquiri-lo alguem se arrisca??

    SRN!

    Nota: Vá em paz chapolin… A Familia Vitoria sofre com sua perca.
    Não se enganem o Mal por si só se destroi, quem pratica o bem não conhece o mal.

    Curtir

  2. Na minha opinião, esta celeuma sobre a “perda de jogadores” é, tão somente, um factoide criado pelos jabazeiros para servir de cortina de fumaça e dispersar a energia da torcida contra Falcão e cia.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s