[VITÓRIA 2X1 PORTUGUESA] Uma partida péssima, e um resultado excelente


vitória x portuguesa

Ir a uma boa pizzaria é realmente um grande programa de domingo, comer aquela velha fatia de Portuguesa é sempre agradável, mas quase que o lazer vira preocupação o rango se torna indigesto.

Isso porque a começar pelo forno caldeirão (Barradão) estava faltando lenha, brasa (torcedor) e sem aquele calor tradicional a massa (time) parecia desandar, e o pizzaiolo Caio Junior não conseguia de maneira alguma corrigir a receita e o que se via é a pizza portuguesa cada vez mais indigesta, apimentada, tornando-se um grande pesadelo, e é nessas horas que precisamos de um garçom talentoso(Maxi), capaz de acalmar a fúria do cliente( torcedor) e deixar o colega(Tarracha) pronto para satisfazer o sonho de degustar uma boa massa. Depois disso contamos com a sorte, o forno resolveu aquecer, a massa cresceu, deu liga e fomos premiados com uma bela pizza.

O JOGO

O Vitória sofreu uma grande pressão da Lusa na noite deste domingo, e aquela velha máxima do futebol, mostrou mais uma que continua atual. Quem não faz, toma! Wilson foi sem duvida alguma o grande nome do jogo, pelo menos 4 grandes defesas, e em outras 4 contou com a sorte ou péssima pontaria da equipe paulista.

O Vitória não chutou uma bola sequer ao gol no primeiro tempo e continuou sofrendo no segundo. E quando Victor Ramos deu uma pixotada, Gabriel Paulista conseguiu até salvar o primeiro lance, Wilson fez milagre no segundo, e Victor Ramos e Michel ficaram olhando o jogador Cañete aos 18 minutos do segundo tempo marcar o gol e fazer 1×0 no placar.

O que era ruim, ficou ainda pior, o rubro negro que já iniciava a partida caindo para a 10º colocação sofria um revês e ia consolidando um momento ruim dentro da  competição, pois seria a quarta partida sem vencer, mas coisas inexplicáveis do esporte deixam atônita a cabeça desse que vos escreve. Quem em sã consciência acreditaria na virada? É mas o triunfo veio, primeiro numa jogada magistral de Maxi Biancucchi que entortou o zagueiro e lançou precisamente para Tarracha acertar um belo chuto e empatar aos 26 minutos.

Quem já estava satisfeito pelo empate, viu nos pés de Escudero de vencer, e não sei ainda como o argentino conseguiu chutar aquela bola para fora, porém com o leão as vezes é assim, sofrido, e aos 40 minutos, falta após jogada de Maxi e Fabricio cobra, a bola ia muito fora, mas ela toca no ultimo atleta da barreira, engana o goleiro e vai parar na rede, Vitória 2×1 Portuguesa. Aos 48 Valdomiro teve uma chance no único vacilo de Wilson, mas a bola caprichosamente foi para fora.

FICHA TÉCNICA -VITÓRIA 2 X 1 PORTUGUESA

Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA)
Data: 04 de agosto de 2013, domingo
Horário: 18h30 horas (de Brasília)
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Guilherme Dias Camilo (MG)
Cartões amarelos: Daniel Borges (Vitória); Ferdinando e Correa (Portuguesa)
GOLS: VITÓRIA: Danilo Tarracha, aos 24, e Fabrício, aos 40 minutos do segundo tempo.
PORTUGUESA: Cañete, aos 17 minutos do segundo tempo

VITÓRIA: Wilson, Daniel Borges (Leílson), Gabriel Paulista, Victor Ramos e Danilo Tarracha; Michel, Edson Magal (Fabrício), Renato Cajá (Camacho) e Escudero; Maxi Biancucchi e Dinei
Técnico: Caio Júnior

PORTUGUESA: Lauro, Luis Ricardo, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Bruno Henrique (Corrêa), Moisés (Matheus), Souza e Cañete; Gilberto (Michel)
Técnico: Guto Ferreira

WILSON: O nome do jogo, ótimas defesa, vai se consolidando como paredão. 10,0

Daniel Borges: Esperaram tanto pra isso? 0,0

Victor Ramos: Eu já disse, volta pra Nicole meu filho! Nota 3.0

Gabriel Paulista: Salvou em duas oportunidades, salvou o companheiro de defesa. 7,0

Tarracha: Salvo pelo golaço. 5,0

Michel: Vai pro banco pelo amor de Deus, não marca, não faz falta, não apoia mas atrapalha. 3,0

Edson Magal: Muita vontade, mas não atuou bem, ainda cansou: 5,0

Escudero: O que foi aquilo meu caro? Ainda bem que não fez falta. 4,5

Renato Cajá: Mascarado e intocável, não gostou das reclamações, a muito merece um banco, nem bola parada esta conseguindo acertar. 0,0

Maxi Biancucchi: Foi a válvula de escape, conseguiu jogar por todo sistema ofensivo. 7,0

Dinei: Pelo amor de Deus Portela, contrate logo um camisa 09. 2,0

Leilson: Não entrou bem, não conseguiu dar a sua dinâmica, mas tem talento, 5.0

Camacho: Ainda não demonstrou grande futebol, mas tem sido melhor do que o Cajá: 5.0

Fabricio: Golaço huahuahau melhor falta do brasileirão rsrsrrs ensaida com a barreira 7.0

 

Caio Junior: Culpado pela péssima partida, não temos elenco, mas você é conivente com isso tudo quando não busca outras alternativas, mudança de esquema e mantém um time estudado pelos adversários. 4,0

Torcida: Deixou a desejar na quantidade, vaiou acertadamente, e demorou a ascender na partida. 4,0