[VASCO 1X2 VITÓRIA] O Leão rugiu no alto da Colina


VASCO X VITÓRIA

Depois de um longo tempo o Vitória voltou a rugir alto fora da selva Barradão e o momento era o melhor possível, vencer o primeiro time da zona de rebaixamento se afastar da zona fantasma e voltar a aparecer na parte principal da tabela de classificação.

Eu vinha criticando Caio Junior a muito tempo, e mostrava o porque das minhas criticas ao antigo treinador, e a falta de postura fora de casa e a incoerência eram os fatos que eu batia a cada jogo. Com Ney Franco a postura é outra e existe coerência, o apoio a base, as falas do que precisam ser corrigidos e os problemas da equipe são coerentes com o que vemos em campo e por isso venho elogiando o trabalho do novo treinador, espero que ele seja sempre assim.

Wilson: Boas defesas e hoje parou as faltas de Juninho. 7.0

Ayrton: Ainda não acertou suas faltas, mas tem feito boas partidas, foi importante no lance do gol. 6.5

Victor Ramos: Venho criticando a muito tempo, mas muito tempo mesmo, vai pro banco, RS3 vem aí. Vacilou com 22 segundos e o Vasco desperdiçou e depois com toda aquela altura não subiu e o Vasco marcou. 3.0

Kadu: Falta técnica, mas sobra vontade, ele mostra que quer crescer num clube grande, eu dizia que precisávamos de um zagueiro e um volante que desse botinada, chutasse para o onde nariz apontasse, impusesse respeito, e ele faz isso. Tomará que Ney corrija alguns vacilos dele de posicionamento. 7.0

Juan: Muita experiência e muita vontade, tem chegado sempre e criado oportunidades, fez belas tabelas com Escudero, vai crescer ainda mais daqui para frente. 6.5

Michel: Esteve perdido na marcação, não conseguia pegar a segunda bola, saiu machucado. 4.0

Luiz Alberto: Também deu muito espaço e erra muito na saída de bola, melhorou no segundo tempo, mas ainda esta abaixo da média. 5.0

Renato Cajá: Vai pro banco meu filho, seu futebol sumiu. 4.0

Escudero: É impressionante, eu dizia que minha preocupação era o grande tempo parado e o trauma grande que ele sofreu, mas o argentino parece não sofrer como os meros mortais, folego impressionante e até deslocado para segundo volante faz uma postura técnica impressionante. 6.0

Marquinhos: GOLAÇO não precisa dizer mais nada 9.0

Dinei: Hoje não marcou, mas foi importante, brigou na frente e teve poucas oportunidades 6.0

Vander: Solta a bola rapaz, que mania da zorra de prender, só que Ney é treinador. 4.0

Alemão: Gol importante, para ganhar moral com a torcida e com o treinador, entrou muito bem, 8.0

Leílson: Conseguiu em pouco tempo dar mais movimentação do que Renato Cajá. 6.5

Ney Franco: Muito coerente, mesmo com as ausências importantes e o desentrosamento, teve coragem, colocou o time para frente e foi premiado com um belo triunfo. 10.0

FICHA TÉCNICA VASCO 1 X 2 VITÓRIA

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 18 de setembro de 2013, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Célio Amorim (SC)
Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e Daniel Ziolli (SP)
Cartões amarelos: Wendel e Montoya (Vasco)
GOLS
VASCO: André, aos 7min do primeiro tempo
VITÓRIA: Alemão, aos 35min do segundo tempo; Marquinhos, aos 44min do segundo tempo

VASCO: Diogo Silva; Fágner, Jomar, Cris e Yotún; Wendel (Edmílson), Pedro Ken, Juninho Pernambucano e Dakson (Montoya); Marlone e André (Tenório)
Técnico: Dorival Júnior

VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Michel (Vander) (Alemão), Luís Alberto, Renato Cajá (Leilson) e Escudero; Marquinhos e Dinei
Técnico: Ney Franco