[VITÓRIA 3X2 SÃO PAULO] Leão vence e continua firme no G4


VITÓRIA X SÃO PAULO

O Vitória triunfou mais uma vez no campeonato brasileiro da primeira divisão e segue firme no G4, mais precisamente na segunda colocação com 13 pontos conquistados e atrás apenas do Coritiba que tem 15 Pontos.

O Leão não começou bem a partida, nos 15 primeiros minutos levou sufoco do novo esquema do time paulista e sucumbiu aos erros de defesa vendo Aloisio fazer 1×0 após lance desconcertante de Oswaldo pra cima de Victor Ramos e passe sem nenhuma cobertura no lado da defesa.

Aos 20 minutos parece ter chegado ao conhecimento de Caio Junior a analise pré-jogo deste humilde blogueiro, eu dizia que o rubro negro deveria aproveitar os contra-ataques, porque o esquema 4-4-2 estilo diamante com alternância dos jogadores são paulinos apoiando o ataque, criaria espaços e não deu outra, grande passe de Renato Cajá e Dinei fez um belo gol, ele que iria tomar um belo cascudo naquela careca já que foi fominha no lance ao não tocar para Maxi Biancucchi livre, mas como ele apostou e fez, esta tudo certo, tá tudo em casa.

Com igualdade no placar, o Leão começou a se encontrar e passou a ter o domínio da partida, o time teve duas oportunidades de marcar, até que aos 29 o zagueiro tricolor deu uma pixotada e Maxi Biancucchi roubou a bola, ajeitou e chutou, a bola desviou e encobriu Rogerio Ceni, um golaço e Vitória na frente do placar. Mas como eu disse novamente no pré-jogo um time qualificado como o do São Paulo não pode ter espaços e dar oportunidades, e a oportunidade veio numa falta boba na entrada da área, tudo que Rogério Ceni queria para marcar um golaço, empatar o jogo e dar números finais ao primeiro tempo, 2×2.

No segundo tempo já com o conhecimento das deficiências do tricolor expostas pelo blogueiro, o Vitória achou o caminho do “diamante” e passou a usar a velocidade de Nino, Cajá e Biancucchi em cima de Juan e Lucio e aí não deu outra, muitas jogadas criadas, um pênalti em cima de Escudero que Renato Cajá desperdiçou chutando para fora e depois o gol que selou o triunfo com Maxi Biancucchi aos 11 minutos. O leão ainda teve chances de ampliar mas não matou o jogo, porém o triunfo foi garantido e o rubro negro recupera a segunda colocação e fica no encalço do Coritiba rumo a liderança da competição e com Maxi Biancucchi isolado na artilharia com 6 gols.

FICHA TÉCNICA

Série A

Vitória 3 x 2 São Paulo

Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA)

Data: 14/07/2986

Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (Fifa-AL)

Auxiliares: Rodrigo Henrique Correa (Fifa-RJ) e Pedro Santos de Araújo (AL).

Gols: Maxi Biancucchi e Dinei (Vitória) / Osvaldo e Rogério Ceni (São Paulo)

Cartão vermelho: Wellington (São Paulo)

Vitória: Wilson; Nino Paraíba; Victor Ramos, Gabriel Paulista e Danilo Tarracha; Michel, Cáceres (Vander), Renato Cajá e Escudero (Gabriel Soares); Maxi Biancucchi e Dinei. Técnico: Caio Júnior.

São Paulo: Rogério Ceni, Lucas Farias (Fabrício), Edson Silva, Lúcio e Juan; Wellington, Rodrigo Caio, Maicon (Ademilson) e Paulo Henrique Ganso; Aloísio e Osvaldo. Técnico: Paulo Autuori.

OPINIÃO LMP: Gostei do jogo e teve a dificuldade que se espera da série A do brasileiro, foi muito bom sair atrás e reagir no placar e sair com o triunfo, isso demonstra amadurecimento e controle emocional da equipe, o Vitória soube aproveitar as fragilidades do tricolor, coisa que eu explanei aqui e se saiu Vitorioso.

Sobre os 11 mil pagantes foi um número pequeno diante da campanha do clube e da torcida que se mostra tão exigente mas não dá o mesmo retorno comparecendo aos jogos para apoiar, entendo que esse foi um final de semana de grandes eventos em Salvador e que muitos aguardaram para ir no BAVI do próximo domingo, mas poderíamos e deveríamos ter pelo menos 20 mil pagantes no Barradão, ainda mais que o time estava a 42 dias longe de casa.

class