Qual o Vitória que entrará em campo?


A semana esta bem movimentada na Toca do Leão, e sem duvida alguma a pergunta mais proferida é: Qual o Vitória que entrará em campo? Não é um questionamento simplesmente relacionado aos 11 titulares, até já sabemos que haverá substituições importantes, mas no tocante a postura da equipe em campo, o Vitória do primeiro tempo, ou do segundo em Goiânia?

Os retornos de Nino, Mansur, Douglas e Uelliton animam bastante e faz com que aumente a esperança de que o primeiro tempo contra o Goiás seja a tônica dos 90 minutos contra o Avaí, pelo menos o pensamento dos atletas tem sido o melhor possível. Pedro Ken afirmou que o Vitória tem que pensar na liderança, e que abriga não é somente para subir, mas para ser campeão, e que por isso o Avaí precisa pagar o pato e com isso todo o trabalho do Vitória na série B, volte a ser valorizado.

Os atletas não escondem a decepção e Neto Baiano foi outro que afirmou ser necessário apagar a péssima impressão da ultima rodada. Já Carpegiani busca nos reforços achar o equilíbrio do time que já demonstra um padrão tático, mas que oscila muito dentro de uma mesma partida, o time deve formar com: Douglas, Nino, Gabriel, Victor Ramos, Mansur, Uelliton, Rodrigo Mancha, Pedro Ken, Tartá, Marquinhos e Neto Baiano no clássico esquema 4-4-2 variando no jogo para o 4-4-1 e ou 4-4-3 dependendo da movimentação de Marquinhos e Tartá que oscilam entre o meio campo e o ataque.

Uma coisa é fato, para conseguir superar o trauma, o Vitória precisará muito do apoio incondicional da sua torcida guerreira, a nação rubro-negra tem que ir ao Barradão, e precisa gritar, aplaudir e empurrar o Leão da Barra rumo ao triunfo e a importante permanência no G4 do brasileirão.

Mais uma vez quero ressaltar o pacto, você apoia, a gente lota, Vitória ganha.

SRN

PS: Participe do nosso grupo no facebook, em breve novidades:https://www.facebook.com/groups/259704767429855/

PS2: Siga no twitter: @valmerson

PS3: Curta a nossa fã page: https://www.facebook.com/leaominhapaixao

RELACIONADOS PARA VITÓRIA X AVAÍ

Antes mesmo de terminar o treinamento coletivo no CT Manoel Pontes Tanajura, o técnico do Vitória, Paulo César Carpegiani, divulgou a lista dos jogadores relacionados para a partida do próximo sábado, dia 30, contra o Avaí, no estádio Manoel Barradas, pela oitava rodada da Série B.
A grande novidade na lista foi a presença do jovem Willie, revelado nas divisões de base do clube. Outra surpresa foi o volante Mineiro, esquecido no elenco nos últimos meses.
Confira a lista:
Goleiros: 
Renan e Douglas
Laterais: Nino Paraíba, Wellington Saci e Mansur
Zagueiros: Rodrigo, Gabriel e Victor Ramos
Volantes: Rodrigo Mancha, Uelliton, Ananias e Mineiro
Meias: Willie, Eduardo Ramos, Tartá, Pedro Ken e William
Atacantes: Neto Baiano, Marquinhos e Marco Aurélio
Anúncios

[Vitória 3×2 Feirense] Carpegianni e Ednilson Senna Terão muito trabalho


O Leão venceu na tarde de hoje com dificuldades a equipe do Feirense e se classificou a final do campeonato baiano e de quebra garantiu vaga na Campeonato do Nordeste 2013, agora o Vitória espera o jogo entre Bahia x Conquista para conhecer o seu adversário, antes da final o rubro negro encara o Botafogo pela Copa do Brasil nesta quarta no Barradão.

O JOGO

O Vitória começou sufocando como era esperado, com maior posse de bola o Leão partiu para cima e o adversário apenas se defendia tentando garantir a vantagem frágil do empate que possuía, aos 14 minutos Rildo recebeu a bola e lançou, Pedro Ken de cabeça abriu o placar, Vitória 1×0 Feirense, com o gol a equipe de Senhor do Bomfim saiu para o jogo e aumentou os espaços, o goleiro Renan salvou em duas oportunidades e no fim do primeiro tempo, Léo fez uma jogadaça e marcou um lindo Gol  fazendo 2×0 Vitória e dando números finais ao primeiro tempo.

Os times voltaram sem mudanças, mas com a equipe natural de Feira pressionando, e diminuindo com Danilo Cruz aos 7 minutos, ele percebeu Renan adiantado e bateu fazendo o gol. O Jogo ficou perigoso o rubro negro não rendia em campo e os visitantes queriam o segundo gol, neste momento saiu Rildo e entrou Tartá, o tartaruga ninja trouxe dinamismo e recuperou a posse de bola e num contra ataque ele recebeu e não foi fominha tirou do goleiro e deixou Neto Baiano livre para brocar mais um, Vitória 3×1 Feirense. Neste momento era esperado que o jogo ficasse tranquilo e que a classificação já estaria selada, mas logo na saída o Feirense foi para o ataque e Danilo Cruz experimentou de longe e Renan aceitou 3×2 e verdadeiro sufoco no jogo.

O jogo recomeça entra Arthur Maia e sai Geovanni que acabará de perder um gol feito, e sua segunda jogada Maia foi derrubado e o zagueiro Valdo foi expulso, quem acreditava na facilidade, se enganou  os feirenses continuaram melhor e atacando o Vitória que se fechou e passou a esperar o contra ataque, Ricardo Silva ainda colocou Rodrigo Mancha no lugar de Pedro Ken para garantir o resultado que acabou prevalecendo.

O filho e assistente do treinador Carpegianni assistiu ao jogo e pode fazer as primeiras anotações do Vitória, PCC chega ainda hoje a Salvador e será apresentado amanhã, junto com ele, chega Ednilson Senna que retorna ao clube para ser o preparador físico.

Ficha técnica – Vitória 3 X 2 Feirense 
Jogo de volta da semifinal do Campeonato Baiano.
Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).
Data: Sábado, 28 de abril.
Horário: 16h.
Publico ( em minutos)
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação.
Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Raimundo Carneiro de Oliveira.

Vitória: Renan; Léo, Victor Ramos, Rodrigo e Wellington Saci; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Geovanni; Rildo (Tartá) e Neto Baiano. Técnico: Ricardo Silva.

Feirense: Naldo; Angelo, Valdo, Alysson e Reivan; Baiano, Ananias, André e Danilo Cruz; Paulinho (Jucimar) e Hermínio. Técnico: Ednaldo Oliveira.

O SUB-20 Também garantiu vaga na final após empatar com o Fluminense em 0x0.

[Juazeirense x Vitória]Um jogo Importante, mas não passa de um treino de luxo


É bem verdade que os 3 pontos hoje é importante, que vencer da moral para o BA-VI de domingo e que desempenhar um bom futebol é a demonstração de sistema tático apurado, mas o que não dá para negar mesmo, é que o jogo de hoje é um treino de luxo. Se não fosse assim, Cerezo não pouparia jogadores, se assim não fosse, Toninho não colocaria, Geovanni, Marquinhos, Pedro Ken, e Tartá para ganharem ritmo de jogo e sobretudo não estariamos todos na expectativa do maior classico do Norte-Nordeste.

O Vitória precisa vencer para colocar pressão no Bahia de Feira e ultrapassar o timinho de Itinga que tem sido novamente ajudado pela arbitragem, e com isso os novos contratados querem colocar uma duvida na cabeça do treinador(Pedro Ken e Tartá), Geovanni e  Marquinhos querem retomar o posto de titulares, e Dinei quer mostrar que broca mais do que Neto Baiano que busca o gol de numero 50 com a camisa do Vitória(https://valmerson.wordpress.com/2012/02/08/neto-baiano-busca-marca-de-50-gols-com-a-camisa-do-vitoria/).

O Leão terá 5 mudanças para o jogo de hoje: Léo, Wellington Saci, Uelliton, Mineiro, e Lucio Flavio saem para entrada de Dimas, Elton, Michel, Mancha, e Geovanni, ainda existe a possibilidade de Marquinhos começar no lugar de Dinei, ja que Cerezo confirmou que o atacante esta fazendo uma função que não é sua e que ele brigará mesmo é com Neto.

FICHA TÉCNICA :JUAZEIRENSE X VITÓRIA – SÉTIMA RODADA DO CAMPEONATO BAIANO 2012
Data: 8/02/2012 (quarta-feira), às 22h
Local: estádio Adauto Moraes, em Juazeiro
Arbitragem: Jailson Macêdo Freitas, auxiliado por Luiz Carlos Silva Teixeira e Carlos Santos Oliveira

Juazeirense: Vinicius; Leumir, Edi, Ferreira e Michel; Vaguinho, Naldo, Cicinho e William; Clodoaldo e Rafael Baiano. Técnico: Aroldo Moreira

Vitória: Douglas; Dimas, Alan Henrique, Gabriel e Elton; Mancha, Michel, Arthur Maia e Geovanni; Dinei e Neto Baiano. Técnico: Toninho Cerezo

PS:Com relação aos Uniformes 2012 do Leão, serão apresentados após o Carnaval na inauguração da nova loja do clube no BARRADÃO, será novidade em dose dupla.

[VITÓRIA DA CONQUISTA 0X5 VITÓRIA] Mas sinceramente fiquei sem entender


Expectativa para o começo do jogo, fazendo os últimos ajustes para sentar e ver o Leão, quando saí a escalação: Douglas,Léo, Gabriel, Dankler,Wellington Saci, Uelliton, Mineiro e aí vem a surpresa e decepção Michel no lugar de Arthur Maia, Lucio Flavio, Rildo e Neto Baiano.

Além do ditado  time que esta ganhando não se meche, tirar o jovem meia da base depois da brilhante partida para colocar mais um homem de marcação foi absurdo Cerezo, e contradiz tudo aquilo que a torcida rubro negra vê em você e espera de você, ofensividade é a cara do Leão, e não justifica enfrentar o Bode com o meio truncado como foi no inicio do jogo.

A partida começou com a equipe da casa buscando o jogo e o Vitória saindo nos contra ataques, não demorou e numa jogada rápida Rildo foi derrubado e Neto HAT TRICK Baiano brocou o seu primeiro na partida, o jogo continuou o mesmo e Douglas ainda precisou salvar o Leão em duas oportunidades, mas em novo contra ataque Rildo disparou e lançou para Mineiro que mesmo sem tocar na bola fez um boliche na defesa e marcou o segundo dando números finais ao primeiro tempo.

Esperava mudanças de Cerezo para o segundo tempo ainda mais que Lucio Flavio isolado na criação estava apagado, e nada justificava a presença de Uelliton e Michel juntos na partida mas o time foi o mesmo e logo o rubro negro marcou o terceiro com Léo um golaço por sinal, depois disso o Vitória comandou o jogo e Douglas não viu a cor da bola, mas Cerezo só mudou o time nos momentos finais e novamente um susto, sai Lucio Flavio e entra Rodrigo Mancha pra que? Tirava Uelliton ou Michel, logo depois ele minimizou tirando o camisa 05 e me surpreendeu colocando Felipe(Arthur Maia joga de titular 2 primeiras partidas é destaque na ultima e continua no banco, incoerente), nessas idas e vindas Michel chutou de fora e a bola explodiu na trave, Neto Baiano que não desiste nunca só teve o trabalho de empurrar para o gol, só então Arthur Maia foi para o jogo no lugar de Mineiro que fez um partidaço, quando tudo se encaminhava para o final, a bola foi alçada na área e a defesa dormiu Neto tirou o goleiro e fechou o placar em 5×0, um  detalhe importante no lance, Arthur Maia e Neto correm no lance Neto consegue tirar o goleiro e Maia esta na expectativa de receber a bola, claro que como homem gol e em busca da artilharia Neto não tocaria a bola e quando o jovem promissor o Leão percebe isso fecha o semblante e fica  observando Neto marcar sem nenhuma reação positiva, o que é justificável não houve coerência com o garoto no jogo de hoje.

Douglas: Muito seguro, pegou tudo quando foi exigido

Léo: Melhor partida dele no profissional, golaço para coroar.

Dankler: Esteve melhor em campo ontem,  bem postado na defesa.

Gabriel: Também esteve muito atento e foi bem na partida.

Uelliton:Marcou muito bem, mas ficou muito preso na meiuca.

Michel: Tem muita garra, e pega bem de fora da área, gostei do capitão.

Mineiro: O garoto vem sendo o destaque do Leão, bela partida e um gol espírita heheheh

Lucio Flavio: Apagado, ficou isolado no esquema, não teve com quem dividir a construção.

Rildo: O nome dele é pênalti, correria pura, faltou o seu gol, e sua saída por contusão preocupa, espero que não seja nada grave, pois o lance foi forte.

Neto Baiano: Camisa 9 pressionado pelas contratações, esta tratando de fazer seu nome com o treinador 6 gols e artilharia isolada da competição.

Rodrigo Mancha: Entrou bem e ensaiou ajudar saindo para o ataque.

Felipe: Pouco tempo, não deu para mostrar muita coisa.

Arthur Maia: Sem tempo, fiquei na bronca o garoto merecia atuar pelo menos uns 30 minutos deste jogo.

Cerezo: Sinceramente mesmo com os 5×0 me decepcionou, fez tudo que eu não espero dele, claro que fiquei contente pelo triunfo de goleada, ainda mais contra um adversário que costuma dar trabalho.

Ficha técnica – Vitória da Conquista 0 x 5 Vitória
3ª rodada do Campeonato Baiano 2012.

Local: Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista (BA).
Data: Quarta-feira, 25 de janeiro de 2012.
Horário: 21h50.

Público: 2.814 pagantes.
Renda: R$ 34.197,50.

Árbitro: Manoel Nunes Lopo Garrido.
Assistentes: Adailton José Jesus da Silva e Jefferson Abel Ferreira Lima.

Gols: Neto Baiano (três vezes: aos 17 minutos do primeiro tempo e aos 38 e 49 do segundo tempo), Léo (aos 18 minutos do segundo tempo) e Maurício Pantera (gol-contra, aos 34 minutos do primeiro tempo) para o Vitória.

Cartões amarelos: Sílvio e Lídio (Vitória da Conquista); Neto Baiano (Vitória).

                        Vitória da Conquista: Neto; Zé Leandro, Emílio (Roni), Sílvio e Lucivaldo; Edmar, Mica, Lídio (Zé Tiago) e Carlinhos; Cacá (Éder Caetité) e Maurício Pantera. Técnico: Elias Borges.

Vitória: Douglas; Léo, Dankler, Gabriel e Wellington Saci; Uelliton(Felipe), Mineiro(Arthur Maia), Michel e Lúcio Flávio (Rodrigo Mancha); Rildo e Neto Baiano. Técnico: Toninho Cerezo.

[Ponte Preta 0x0 Vitória] Um jogo que me deixou animado!


Ainda não foi uma partida fantástica do Leão, mas enfrentando uma boa equipe, organizada técnica e taticamente, líder da competição e invicta em seu mando de campo, o Vitória conseguiu demonstrar um padrão de jogo pela primeira vez nesta série B, a equipe se comportou muito bem defensivamente e faltou pouco para ser efetivo no setor ofensivo.

Talvez muitos não tenham prestado a atenção, mas foi a primeira vez no ano que eu vi o rubro negro praticar uma jogada ensaiada, em cobrança de escanteio quando todos correram para área chamando a marcação,Nino recebeu livre na entrada da área e não aproveitou, Geninho começa a imprimir a sua filosofia no time, que teve uma boa postura defensiva e boas oportunidades de ataque.

Fernando – Primeira grande partida dele no Leão, três grandes defesas, foi muito importante hoje.

Nino – Não fez uma partida daquelas dignas de seus melhores dias com a camisa do brioso, falta alguém do meio encostar quando chega na linha de fundo.

Alison – Muito seguro, mais uma vez uma ótima partida.

Gabriel – Justificou o porque a torcida pede sua presença desde o inicio do baiano, fez ótima dupla com Alison.

Fernandinho – Apareceu pouco ofensivamente e o time sentiu isso, defensivamente esteve muito bem.

Rodrigo Mancha – Melhor partida dele desde que chegou na Toca, foi eficiente nos desarmes, e na cobertura da defesa.

Zé Luis- Outro que foi bem defensivamente, faltou apoiar o ataque e ser o homem surpresa.

Neto Coruja – Rapaz que surpresa!!!!!!!! Um partidaço, depois de 7 meses parado fiquei inseguro com a sua escalação, mas foi um guerreiro em campo, e me agradou bastante.

Geovanni – Fez no segundo tempo o que se espera dele, chamou a responsabilidade e quase marca em duas oportunidades, precisa que alguém encoste com ele na meiuca.

Rildo – Teve tudo para se consagrar, um belo passe para Geovanni, e duas chegadas fortes, mas peca na definição.

Edu – Não foi bem, o físico ainda atrapalha o seu rendimento, teve duas oportunidades em que ficou claro que não tinha perna, o time para mim renderia mais ofensivamente neste jogo se tivesse, um homem referencia em seu lugar

Edson, Felipe, e Léo Fortunato entraram num momento de definição mas nem foram efetivos, nem comprometeram.

Geninho – Armou bem a equipe, deu uma disciplina tática que me agradou, mas demorou a mexer.

Ponte Preta 0 x 0 Vitória – 7ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Data: 25/06/2011 (sábado), às 16h20
Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Arbitragem: Pablo dos Santos Alves (ES), auxiliado por José Maciel Linhares (ES) e Vanderson Antonio Zanotti (ES)

Ponte Preta: Julio César; Guilherme, Leandro Silva, Ferrón e Uendel; Xaves (Gérson), João Paulo, Josimar e Renatinho; Ricardinho (Bruno Soares) e Ricardo Jesus (Soares). Técnico – Gilson Kleina

Vitória: Fernando; Nino, Alison (Léo Fortunato), Gabriel Paulista e Fernandinho; Rodrigo Mancha, Zé Luís, Neto Coruja e Edu (Edson); Geovanni (Felipe) e Rildo. Técnico – Geninho