[Grêmio Barueri 0x1 Vitória] Os 3 primeiros pontos rumo a série A


O Leão começou bem a arrancada na série B vencendo fora de casa o time do Grêmio Barueri, no primeiro tempo o Vitória marcou muito bem, mas pecou  muito no ultimo toque e quase não levou perigo ao gol de Fernando Leal, o time da casa ainda tentou em alguma oportunidades mas Gustavo revelação da base, goleiro da seleção brasileira sub-20 foi muito bem e afastou os perigos.

O time do Vitória demonstrou muita vontade em campo, os defensores foram muito bem e do meio para frente houve muita tentativa, pena que Pedro Ken e Marquinhos não estavam numa tarde muito inspirada, mas a verdade é que a conversa  no vestiário fez bem, o rubro negro voltou melhor e dominou o jogo, foi pra cima e esbarrou as vezes nas defesas de Fernando outras na falta de pontaria de seus jogadores, mas quando Rildo saiu do banco e em sua primeira jogada foi derrubado na área o juiz não se amedrontou e marcou o pênalti que Neto Baiano cobrou com categoria e deu o triunfo ao Vitória.

Estrear vencendo é muito importante, e sendo fora de casa é melhor ainda, o time tem muito a evoluir ainda e Carpegiani ainda vai buscar imprimir seu estilo na equipe que só teve um treino com seu novo treinador, o Vitória dará uma pausa para enfrentar o Coritiba pela Copa do Brasil nesta quarta feira enquanto a rodada da série B segue normalmente no meio de semana.

CAMPEONATO BRASILEIRO

SÉRIE B

Barueri x Vitória 

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP).

Data: Sábado, 19 de maio.

Árbitro: Emerson de Almeida Feirreira (CBF/MG).

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (ASP/MG) e Celso Luiz da Silva (CBF/MG).

Gol: Neto Baiano (Vitória)

Barueri: Fernando; Marcos Pimentel (Alex Lima), Anderson Sales, Ronaldo Angelim e Leonardo (Alê); Diego Giaretta, Alan Mota, Marcus Vinícius (William Henrique) e Thiago Gentil; Marcelinho e Magrão. Técnico: Vinícius Eutrópio.

Vitória: Gustavo; Gabriel Paulista, Victor Ramos, Rodrigo e Wellington Saci; Uelliton, Rodrigo Mancha, Pedro Ken (Rildo) e Tartá; Marquinhos e Neto Baiano. Técnico: Paulo César Carpegiani.

MANDANTE PLACAR VISITANTE
Ceará 1 x 2 América/MG
CRB 0 x 2 Bragantino
Ipatinga 1 x 1 ABC
América/RN 5 x 2 Goiás
Boa 2 x 2 Avaí
Criciúma 4 x 1 Guaratinguetá
Grêmio Barueri 0 x 1 Vitória
Joinville 1 x 4 Atlético/PR
Paraná 1 x 1 Guarani
São Caetano x ASA

Relacionados, Arbitragem, convocação e muito mais!


Relacionados Para o Bavi e muito mais
Ricardo Silva comandou treinamento na tarde desta sexta-feira, com portões fechados, no Barradão, e não antecipou a escalação do Vitória para o primeiro clássico Ba-Vi decisivo do Campeonato Baiano, neste domingo, às 16 horas. O técnico tem dúvidas e vai aguardar os trabalhos deste sábado para começar a defini-las.
No treinamento desta sexta-feira, o atacante Neto foi poupado. Mas o goleador do Brasil (29 gols) não preocupa para o clássico. Marquinhos, embora já venha treinando normalmente, não foi relacionado para o primeiro Ba-Vi.
Vinte e um atletas foram convocados para a concentração que começa nesta sexta-feira, às 22 horas, na chácara Vidigal Guimarães. As novidades são o volante Mineiro, que volta a ser relacionado, e o recém-contratado Willian, que pela primeira vez é chamado.

Goleiros: Gustavo, Douglas e Renan
Laterais:Romário, Wellington Saci e Léo
Zagueiros Gabriel, Victor Ramos e Rodrigo Costa
Volantes:Uelliton, Michel, Rodrigo Mancha e Mineiro
Meias: Willian, Arthur Maia, Geovanni, Lúcio Flávio, Tartá e Pedro Ken
Atacantes: Neto e Dinei

Rildo cumpre a punição e doa cestas basicas


O atacante Rildo entregou, nesta sexta-feira, 10 cestas básicas como punição por ter saído insatisfeito do campo ao ser substituído no jogo contra o Feirense. A multa foi aplicada pela comissão técnica.
“Capitão, já paguei a multa”, brincou Rildo quando Uelliton, capitão do time, estava chegando ao clube.
Rildo se desculpou com o técnico Ricardo Silva e com os jogadores assim que o jogo foi encerrado, no vestiário, por ocasião da oração. “Estava com vontade de ajudar e não queria sair”, disse. As cestas serão destinadas a uma instituição de caridade que será escolhida na próxima semana pela comissão técnica.

Arbitragem

A ansiedade é grande e não é nenhuma surpresa que toda e qualquer noticia sobre o clássico BAVI que decide o campeonato baiano 2012 ganha imenso destaque, pois bem, após muita espera para conhecer o trio que comanda o jogo, saber se é baiano ou de fora, temos a resposta e sem muita surpresa. O árbitro do primeiro clássico será Marcelo de Lima Henrique, do Rio de Janeiro, e os seus auxiliares serão Altemir Hausmann, do Rio Grande do Sul, e Roberto Braatz, do Paraná. Os três pertencentes ao quadro da Fifa, a escolha parece ter agradado a gregos e troianos.
Com o trio de qualidade no apito e bandeiras, a expectativa é que o título seja decidido de fato pelos atletas e é por isso que ambos os times estão promovendo treinos secretos a fim de surpreender o adversário, no primeiro BAVI do Barradão isso deu certo para o Vitória que surpreendeu o Bahia e venceu, o leão vai tentar manter a escrita e sair forte na luta pelo caneco e manutenção da hegemonia estadual, mas na verdade não acredito em surpresas, os times e esquemas serão os mesmos das rodadas anteriores.

Romário é convocado

A coordenação das divisões de base do Vitória recebeu uma ótima notícia na tarde desta sexta-feira (4). O lateral-direito Romário, que já integra o elenco profissional desde o ano passado, foi convocado pelo técnico Ney Franco para a seleção sub-20 para disputar o Torneio Oito Nações, na África do Sul, entre os dias 24 de maio e 3 de junho.
O jogador vai se apresentar ao treinador no dia 14 deste mês, logo depois da final do Campeonato Baiano. Ele encontrará a delegação no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro.
Após esse encontro, todos os convocados seguem para a Granja Comary, local onde ficarão hospedados até o dia 21. (informações Bahia Noticias).

Remo Conquista Ouro

A promessa era trazer ouro para casa e eles estão trazendo duas medalhas. A equipe do Esporte Clube Vitória conquistou quatro medalhas no XVII Campeonato Sul-Americano de Remo Master, realizado no ultimo final de semana, em Mercedes, no Uruguai.

SUB-20 Pronto para a decisão

O time sub-20 rubro-negro está pronto para a partir deste sábado, 5,  tentar a conquista do bicampeonato da categoria, enfrentando o Bahia, em dois jogos. O primeiro será no Estádio Governador Roberto Santos, às 15 horas, e o segundo no dia 12, também às 15 horas, no Barradão.

Por ter realizado melhor campanha, o Vitória joga por dois empates. Pode, também, vencer um jogo (1 a 0, por exemplo) e perder o outro pelo mesmo placar.

Na fase de classificação, o Vitória acumulou 54 dos 66 pontos disputados, marcou 75 gols e sofreu 17. Nas semifinais, venceu o Fluminense, por 3 x 2, em Conceição do Jacuípe, e empatou de 0 a 0 no Barradão.
Na artilharia, Alan Pinheiro tem 16 gols e Arthur Caculé está com 13. O artilheiro é Nadson, do Camaçari, com 20.

Ademilton Piedade Carigé, assistido por Dijalma Silva Ferreira Júnior e Cláudio Santos Oliveira, vai apitar o clássico.

Sem escalação – Depois do treinamento da manhã desta sexta-feira, no campo 1 do CT Manoel Pontes Tanajura, o técnico Carlos Amadeu convocou os jogadores rubro-negros que estão concentrados em um hotel na orla. Amadeu não confirmou a escalação da equipe.

“Pretendo assistir primeiro o videoteipe de um jogo do nosso adversário para definir a melhor formação”, explica o treinador rubro-negro, campeão em 2011.

Video completo do Ultimo BAVI

SRN

[Vitória 3×2 Feirense] Carpegianni e Ednilson Senna Terão muito trabalho


O Leão venceu na tarde de hoje com dificuldades a equipe do Feirense e se classificou a final do campeonato baiano e de quebra garantiu vaga na Campeonato do Nordeste 2013, agora o Vitória espera o jogo entre Bahia x Conquista para conhecer o seu adversário, antes da final o rubro negro encara o Botafogo pela Copa do Brasil nesta quarta no Barradão.

O JOGO

O Vitória começou sufocando como era esperado, com maior posse de bola o Leão partiu para cima e o adversário apenas se defendia tentando garantir a vantagem frágil do empate que possuía, aos 14 minutos Rildo recebeu a bola e lançou, Pedro Ken de cabeça abriu o placar, Vitória 1×0 Feirense, com o gol a equipe de Senhor do Bomfim saiu para o jogo e aumentou os espaços, o goleiro Renan salvou em duas oportunidades e no fim do primeiro tempo, Léo fez uma jogadaça e marcou um lindo Gol  fazendo 2×0 Vitória e dando números finais ao primeiro tempo.

Os times voltaram sem mudanças, mas com a equipe natural de Feira pressionando, e diminuindo com Danilo Cruz aos 7 minutos, ele percebeu Renan adiantado e bateu fazendo o gol. O Jogo ficou perigoso o rubro negro não rendia em campo e os visitantes queriam o segundo gol, neste momento saiu Rildo e entrou Tartá, o tartaruga ninja trouxe dinamismo e recuperou a posse de bola e num contra ataque ele recebeu e não foi fominha tirou do goleiro e deixou Neto Baiano livre para brocar mais um, Vitória 3×1 Feirense. Neste momento era esperado que o jogo ficasse tranquilo e que a classificação já estaria selada, mas logo na saída o Feirense foi para o ataque e Danilo Cruz experimentou de longe e Renan aceitou 3×2 e verdadeiro sufoco no jogo.

O jogo recomeça entra Arthur Maia e sai Geovanni que acabará de perder um gol feito, e sua segunda jogada Maia foi derrubado e o zagueiro Valdo foi expulso, quem acreditava na facilidade, se enganou  os feirenses continuaram melhor e atacando o Vitória que se fechou e passou a esperar o contra ataque, Ricardo Silva ainda colocou Rodrigo Mancha no lugar de Pedro Ken para garantir o resultado que acabou prevalecendo.

O filho e assistente do treinador Carpegianni assistiu ao jogo e pode fazer as primeiras anotações do Vitória, PCC chega ainda hoje a Salvador e será apresentado amanhã, junto com ele, chega Ednilson Senna que retorna ao clube para ser o preparador físico.

Ficha técnica – Vitória 3 X 2 Feirense 
Jogo de volta da semifinal do Campeonato Baiano.
Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).
Data: Sábado, 28 de abril.
Horário: 16h.
Publico ( em minutos)
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação.
Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Raimundo Carneiro de Oliveira.

Vitória: Renan; Léo, Victor Ramos, Rodrigo e Wellington Saci; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Geovanni; Rildo (Tartá) e Neto Baiano. Técnico: Ricardo Silva.

Feirense: Naldo; Angelo, Valdo, Alysson e Reivan; Baiano, Ananias, André e Danilo Cruz; Paulinho (Jucimar) e Hermínio. Técnico: Ednaldo Oliveira.

O SUB-20 Também garantiu vaga na final após empatar com o Fluminense em 0x0.

Fora Cerezo e uma mudança de pensamento tático


Confesso que sonhei com a vinda de Cerezo, e quando seu nome foi especulado meu sorriso se abriu, isso tudo porque a filosofia de futebol ofensivo e estilo parecido ao do Carrossel holandês com rodízio de marcação e ataque, é tudo que o futebol moderno espera de um time, e o Vitória particularmente sempre se deu bem nesta formula. Em sua grande passagem aqui em 1999 Toninho demonstrou ser adepto a este esquema e por isso ele era tido por mim como o melhor nome para assumir o Vitória neste processo de mudanças que vive o clube, mas infelizmente isso não tem ocorrido.

Tenho pensado sobre a possível saída de Cerezo e algumas coisas me preocupam; Mudar de treinador na 12ª rodada é um risco para o campeonato baiano e para a Copa do Brasil que já irá começar; Quem no mercado seria capaz de dar um estilo de jogo vencedor a este elenco? Será que a diretoria não irá insistir erroneamente em Ricardo Silva novamente?. Estes são  alguns dos questionamentos que eu me faço, mas a verdade é que algo precisa mudar e tem que ser logo.

Se não bastasse o fato de que o rubro negro tem o pior inicio de campeonato baiano dos últimos 20 anos, o que mais me incomoda é as declarações de Cerezo, após a derrota para o Serrano Pedro Canisio questionou a ele sobre Lucio Flavio e a resposta dele foi:” Gostei da atuação do Lucio, acho que ele foi bem, deu alguns passes e construiu algumas jogadas, ele não teve culpa de nada, uma arbitragem dessas…” Dá para acreditar nisso? As incoerências de Cerezo é que estão me matando e se ele não tirar Lucio Flavio no Domingo por mim tem que ir embora, Geovanni tem que ser titular neste momento, este é o único modo de dar uma sacudida no Vitória.

Uma mudança de pensamento

Tenho percebido que diante da carência do Vitória em encontrar um meia armador e veloz, que o esquema tático deve ser modificado, o Leão deve passar a atuar em minha opinião no 3-5-2 ou 5-3-2 com a variação em campo a depender se o time esta atacando ou defendendo, Douglas , Gabriel, Rodrigo, Victor Ramos, Nino, Uelliton, Wellington Saci,Geovanni, Marquinhos, Rildo e Neto Baiano. Com isso continuaria com uma boa proteção no sistema defensivo e ganharia em velocidade e possibilidades de jogadas ofensivas, isso porque Uelliton tem boa marcação e boa aproximação ao ataque, Geovanni e Marquinhos podem dar o toque de qualidade e a velocidade necessária para ligar Neto e Rildo, e os cruzamentos de Saci e a velocidade de Nino também são grandes fatores, a correria de Rildo é outro fator preponderante para o sucesso deste esquema.

Ficariam como suplentes Renan, Romário, Mansur, Dankler, Alan Henrique,Mineiro, Arthur Maia, Rodrigo Mancha,Neto Coruja, Michel, Pedro Ken, Tartá,  Lucio Flavio,índio e Dinei.

Faça parte do Grupo Leão Minha Paixão no Facebook :

http://www.facebook.com/?ref=logo#!/groups/259704767429855/

 

Exame é animador e Rildo retornará logo


As imagens impressionaram e todos tememos pela gravidade da lesão do atacante Rildo, mas no fim da tarde uma boa noticia , não houve rompimento dos ligamentos e sim uma torção no joelho do atleta que deverá retornar em plenas condições com no maximo 3 semanas.

“Não deu lesão, não deu lesão”. Visivelmente emocionado e feliz, Rildo entrou no vestiário, ao retornar do exame, anunciando para os companheiros. Logo abandonou o par de muletas, apesar da recomendação médica, vestiu uniforme de treino e foi intensificar o tratamento.

Rodrigo Vasco da Gama, a lesão não é tão grave quanto parecia. Segundo ele, não houve rompimento dos ligamentos.

– O Rildo não vai precisar ser operado. Ele fica fora por três semanas e será submetido a um tratamento de fisioterapia. Não houve rompimento dos ligamentos do menisco – disse o médico.

Rildo se machucou no final da partida contra o Vitória da Conquista, na última quarta-feira. Em uma jogada de linha de fundo, ele tentou driblar um adversário, foi travado e caiu de mau jeito. O atacante saiu imediatamente da partida, se queixando de dores. Ele foi medicado no vestiário do Estádio Lomanto Junior.

“Lógico que faz falta. Eu e Rildo vínhamos entrosados e o time perde com a sua saída. Mas Toninho (Cerezo) vai saber escolher o substituto”, comentou Neto.

Reapresentação

Os jogadores, que chegaram às 9h30 de Vitória da Conquista, foram liberados após o café na concentração e, às 16 horas, já estavam de volta ao Centro de Treinamento Manoel Pontes Tanajura.

Quem jogou mais de 45 minutos limitou-se a uma corrida de 15 minutos em torno dos campos do CT. Os demais participaram de um coletivo contra o Atlântico. O time rubro-negro venceu por 2 a 0, gols de Alan Henrique, de cabeça, e Alan Pinheiro.

Nesta sexta-feira, o time volta a treinar, às 16 horas, e Cerezo convoca os jogadores para a partida com o Itabuna, domingo, às 17 horas, no Barradão.

Victor Ramos volta a pauta do Leão

No começo do ano, o Vitória chegou a anunciar
que o zagueiro Victor Ramos seria um reforço certo para toda a
temporada de 2012. O Standard de Liege, time que detém os direitos
econômicos do jogador, no entanto, reduziu a oferta e disse que só
acertaria um empréstimo até junho. O Vitória recuou.

Mas nem tudo está perdido: na tarde desta quinta-feira, 26, segundo
afirmou o Diretor de Futebol do Leão, Newton Drummond, a negociação com
os dirigentes do clube belga voltaram a se encaminhar para um desfecho
favorável ao rubro-negro baiano.

‘Nós voltamos a conversar e as coisas começaram a clarear um pouco
mais. Eles estão mais maleáveis e a vinda do Victor ainda não está
descartada’, revelou o dirigente.

Victor Ramos foi revelado no próprio Vitória, em 2008, quando subiu
das categorias de base graças ao treinador Vagner Mancini. Teve sua
melhor passagem sob o comando de Paulo César Carpegianni, em 2009,
quando foi negociado ao futebol belga.

Esteve em 2011 empestado ao Vasco da Gama, onde pouco jogou. No
início deste ano, se ofereceu para defender o Bahia, mas a diretoria
tricolor não o procurou.

Rodrigo foram positivos

  Outro que também pode
reforçar o setor defensivo do Vitória é o zagueiro Rodrigo. O resultado
dos exames a que o jogador foi submetido em São Paulo já chegou e é
positivo.

Segundo Chumbinho, no entanto, o departamento médico do clube, por
precaução, pediu para que o jogador faça ainda um outro exame nesta
quinta-feira.

‘Os exames que chegaram foram satisfatórios, mas os nossos médicos
pediram mais um. Vamos aguardar’, finalizou o gestor rubro-negro.

Então com 31 anos, Rodrigo sofreu uma embolia pulmonar em junho do
ano passado e ficou seis meses fora dos gramados. Para assinar com o
atleta, a direção do Vitória pediu que o zagueiro apresentasse exames
que atestassem a sua completa recuperação.

VITÓRIA GOLEIA O GRÊMIO E VAI A SEMIFINAL NO SUB-17

O Esporte Clube Vitória continua fazendo boas campanhas nas categorias de base, nesta sexta-feira, o rubro-negro baiano, eliminou o Grêmio de Porto alegre, após vencer por 3 a 0 em jogo das quartas de finais e está na semifinal da 2ª Copa Rio Preto Internacional de Futebol SUB 17 e agora terá como adversário o Atlético MG.

A outra semifinal será realizada entre Internacional x Figueirense, em jogo programado para acontecer, no próximo sábado, às 16h. O Esporte Clube Bahia também participou competição, no entanto, ficou na primeira fase somando apenas 1 pontoTambém participam da Copa as equipes do ABC, Anápolis, Atlético (Minas Gerais), Audax SP, Bahia Esporte Clube, Desportivo BR, Figueirense, Grêmio, GR Prudente, Internacional (Porto Alegre), Olímpia, Tanabi, Vila Nova e Vitória.

[VITÓRIA DA CONQUISTA 0X5 VITÓRIA] Mas sinceramente fiquei sem entender


Expectativa para o começo do jogo, fazendo os últimos ajustes para sentar e ver o Leão, quando saí a escalação: Douglas,Léo, Gabriel, Dankler,Wellington Saci, Uelliton, Mineiro e aí vem a surpresa e decepção Michel no lugar de Arthur Maia, Lucio Flavio, Rildo e Neto Baiano.

Além do ditado  time que esta ganhando não se meche, tirar o jovem meia da base depois da brilhante partida para colocar mais um homem de marcação foi absurdo Cerezo, e contradiz tudo aquilo que a torcida rubro negra vê em você e espera de você, ofensividade é a cara do Leão, e não justifica enfrentar o Bode com o meio truncado como foi no inicio do jogo.

A partida começou com a equipe da casa buscando o jogo e o Vitória saindo nos contra ataques, não demorou e numa jogada rápida Rildo foi derrubado e Neto HAT TRICK Baiano brocou o seu primeiro na partida, o jogo continuou o mesmo e Douglas ainda precisou salvar o Leão em duas oportunidades, mas em novo contra ataque Rildo disparou e lançou para Mineiro que mesmo sem tocar na bola fez um boliche na defesa e marcou o segundo dando números finais ao primeiro tempo.

Esperava mudanças de Cerezo para o segundo tempo ainda mais que Lucio Flavio isolado na criação estava apagado, e nada justificava a presença de Uelliton e Michel juntos na partida mas o time foi o mesmo e logo o rubro negro marcou o terceiro com Léo um golaço por sinal, depois disso o Vitória comandou o jogo e Douglas não viu a cor da bola, mas Cerezo só mudou o time nos momentos finais e novamente um susto, sai Lucio Flavio e entra Rodrigo Mancha pra que? Tirava Uelliton ou Michel, logo depois ele minimizou tirando o camisa 05 e me surpreendeu colocando Felipe(Arthur Maia joga de titular 2 primeiras partidas é destaque na ultima e continua no banco, incoerente), nessas idas e vindas Michel chutou de fora e a bola explodiu na trave, Neto Baiano que não desiste nunca só teve o trabalho de empurrar para o gol, só então Arthur Maia foi para o jogo no lugar de Mineiro que fez um partidaço, quando tudo se encaminhava para o final, a bola foi alçada na área e a defesa dormiu Neto tirou o goleiro e fechou o placar em 5×0, um  detalhe importante no lance, Arthur Maia e Neto correm no lance Neto consegue tirar o goleiro e Maia esta na expectativa de receber a bola, claro que como homem gol e em busca da artilharia Neto não tocaria a bola e quando o jovem promissor o Leão percebe isso fecha o semblante e fica  observando Neto marcar sem nenhuma reação positiva, o que é justificável não houve coerência com o garoto no jogo de hoje.

Douglas: Muito seguro, pegou tudo quando foi exigido

Léo: Melhor partida dele no profissional, golaço para coroar.

Dankler: Esteve melhor em campo ontem,  bem postado na defesa.

Gabriel: Também esteve muito atento e foi bem na partida.

Uelliton:Marcou muito bem, mas ficou muito preso na meiuca.

Michel: Tem muita garra, e pega bem de fora da área, gostei do capitão.

Mineiro: O garoto vem sendo o destaque do Leão, bela partida e um gol espírita heheheh

Lucio Flavio: Apagado, ficou isolado no esquema, não teve com quem dividir a construção.

Rildo: O nome dele é pênalti, correria pura, faltou o seu gol, e sua saída por contusão preocupa, espero que não seja nada grave, pois o lance foi forte.

Neto Baiano: Camisa 9 pressionado pelas contratações, esta tratando de fazer seu nome com o treinador 6 gols e artilharia isolada da competição.

Rodrigo Mancha: Entrou bem e ensaiou ajudar saindo para o ataque.

Felipe: Pouco tempo, não deu para mostrar muita coisa.

Arthur Maia: Sem tempo, fiquei na bronca o garoto merecia atuar pelo menos uns 30 minutos deste jogo.

Cerezo: Sinceramente mesmo com os 5×0 me decepcionou, fez tudo que eu não espero dele, claro que fiquei contente pelo triunfo de goleada, ainda mais contra um adversário que costuma dar trabalho.

Ficha técnica – Vitória da Conquista 0 x 5 Vitória
3ª rodada do Campeonato Baiano 2012.

Local: Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista (BA).
Data: Quarta-feira, 25 de janeiro de 2012.
Horário: 21h50.

Público: 2.814 pagantes.
Renda: R$ 34.197,50.

Árbitro: Manoel Nunes Lopo Garrido.
Assistentes: Adailton José Jesus da Silva e Jefferson Abel Ferreira Lima.

Gols: Neto Baiano (três vezes: aos 17 minutos do primeiro tempo e aos 38 e 49 do segundo tempo), Léo (aos 18 minutos do segundo tempo) e Maurício Pantera (gol-contra, aos 34 minutos do primeiro tempo) para o Vitória.

Cartões amarelos: Sílvio e Lídio (Vitória da Conquista); Neto Baiano (Vitória).

                        Vitória da Conquista: Neto; Zé Leandro, Emílio (Roni), Sílvio e Lucivaldo; Edmar, Mica, Lídio (Zé Tiago) e Carlinhos; Cacá (Éder Caetité) e Maurício Pantera. Técnico: Elias Borges.

Vitória: Douglas; Léo, Dankler, Gabriel e Wellington Saci; Uelliton(Felipe), Mineiro(Arthur Maia), Michel e Lúcio Flávio (Rodrigo Mancha); Rildo e Neto Baiano. Técnico: Toninho Cerezo.

[VITÓRIA 6X1 JUAZEIRO] Um reencontro perfeito


A ultima partida do Leão no barradas tinha sido traumática uma derrota que ainda dói quando lembramos, mas no reencontro com o torcedor o Vitória tratou de nos alegrar com uma bela goleada, daquelas que fazem a saudade ter valido a pena.

Lucio Flavio e Arthur Maia deram show de bola

Questionados, os meias do rubro negro resolveram mostrar futebol, primeiro o jovem da base que driblou três e tocou para Neto Baiano abrir o placar, depois ambos buscaram a partida e levaram perigo, o camisa 10 bateu uma na trave e serviu Uelliton no quarto gol, Maia tirou 3 e lançou Neto que foi derrubado na área e pênalti marcado e bizarramente desperdiçado por Neto Baiano, antes de sair o garoto que jogou muito hoje ainda quase deixa o dele em um belo chute defendido pelo arqueiro juazeirense, Lucio Flavio teve mais sorte após algumas chances o meia acertou um belo chute de fora da área e marcou o quinto do Leão.

Rildo e Uelliton

Riberildo sofreu dois penais e mais uma vez com sua velocidade foi decisivo para o Leão, já o traíra da camisa 05(Uelliton vá se f… o meu Vitória não precisa de você) Fez dói gols e tentou se redimir, mas ainda estou na bronca com este mal caráter.

A imprensa corrompida baiana

O Bahia vai ser campeão invicto, é obrigação atropelar os times do interior, e um monte de asneiras foram afirmadas antes do campeonato, mas mais uma vez eles tomaram na cara… SÃO 11 ANOS SEM TÍTULOS… E esse choro ninguém cala!

Ultras do Vitória

Foi legal presenciar o nascimento da nova torcida do Leão, Dieguinho, Dumel, Jonas, Matheus, Marcelo, Falconery, Djalminha e toda a galera que fez a festa ao lado do comando vermelho e preto e chamou a atenção do Renan Pinheiro e do Renato Lavigne, além do fotografo do Correio, vocês estão de parabéns…

Douglas foi pouco exigido e fez duas boas defesas, sem chances no gol.

Dimas mesmo improvisado, teve uma boa atuação e até se arriscou no ataque.

Dankler vacilou em alguns momentos, parecia disperso pela facilidade do jogo.

Gabriel Falhou no gol novamente, precisa acordar

Wellington Saci Assim como Gabriel vacilou no gol, mas foi bem e atacou com qualidade.

Uelliton dois golaços e uma boa partida.

Mineiro fechou bem no meio, tem talento.

Arthur Maia hoje justificou a fama, brilhante em campo só faltou o gol.

Lucio Flavio o gol no final foi a cereja do bola na sua ótima partida.

Rildo é muito veloz e já são 3 penalidades sofridas na competição.

Neto Baiano 3 gols e um penal bizarro, vai pedir musica!

Michel justificou a fama de Pitbull pegador desde que entrou

Elton o garoto tem um chute de qualidade e ajudou na meiuca.

Alan Pinheiro teve pouco tempo, e parecia um tanto nervoso.

Toninho Cerezo Escalou bem e mudou corretamente.

Ficha técnica Vitória 6 x 1 Juazeiro
2ª rodada do Campeonato Baiano 2012.

Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA).
Público: 5383 (pagantes) e 6114 (total).

Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação.
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e Alberto Tavares Neto.

Gols: Neto Baiano (três: aos 7 e aos 38 do primeiro tempo e aos 48 do segundo tempo), Uelliton (dois: aos 24 e aos 42 do primeiro tempo) e Lúcio Flávio (aos 42 do segundo tempo) para o Vitória; Nino Guerreiro (aos 11 do primeiro tempo) para o Juazeiro.

                        Vitória: Douglas; Dimas, Dankler, Gabriel e Wellington Saci; Uelliton (Michel), Mineiro, Arthur Maia (Élton) e Lúcio Flávio; Rildo (Alan Pinheiro) e Neto Baiano. Técnico: Toninho Cerezo.

Juazeiro: Bruno (Esaúl); Mateus (Juninho Petrolina), Dias, Itamar (Araújo) e Piau; Daniel, Gama, Tiago e Alan; Tinho e Nino. Técnico: Emerson Matheus.

Algumas fotos da galera do Ultras arrumando a faixa e começando a ocupar o espaço, mais tarde ou amanhã terá mais!

[Ponte Preta 0x0 Vitória] Um jogo que me deixou animado!


Ainda não foi uma partida fantástica do Leão, mas enfrentando uma boa equipe, organizada técnica e taticamente, líder da competição e invicta em seu mando de campo, o Vitória conseguiu demonstrar um padrão de jogo pela primeira vez nesta série B, a equipe se comportou muito bem defensivamente e faltou pouco para ser efetivo no setor ofensivo.

Talvez muitos não tenham prestado a atenção, mas foi a primeira vez no ano que eu vi o rubro negro praticar uma jogada ensaiada, em cobrança de escanteio quando todos correram para área chamando a marcação,Nino recebeu livre na entrada da área e não aproveitou, Geninho começa a imprimir a sua filosofia no time, que teve uma boa postura defensiva e boas oportunidades de ataque.

Fernando – Primeira grande partida dele no Leão, três grandes defesas, foi muito importante hoje.

Nino – Não fez uma partida daquelas dignas de seus melhores dias com a camisa do brioso, falta alguém do meio encostar quando chega na linha de fundo.

Alison – Muito seguro, mais uma vez uma ótima partida.

Gabriel – Justificou o porque a torcida pede sua presença desde o inicio do baiano, fez ótima dupla com Alison.

Fernandinho – Apareceu pouco ofensivamente e o time sentiu isso, defensivamente esteve muito bem.

Rodrigo Mancha – Melhor partida dele desde que chegou na Toca, foi eficiente nos desarmes, e na cobertura da defesa.

Zé Luis- Outro que foi bem defensivamente, faltou apoiar o ataque e ser o homem surpresa.

Neto Coruja – Rapaz que surpresa!!!!!!!! Um partidaço, depois de 7 meses parado fiquei inseguro com a sua escalação, mas foi um guerreiro em campo, e me agradou bastante.

Geovanni – Fez no segundo tempo o que se espera dele, chamou a responsabilidade e quase marca em duas oportunidades, precisa que alguém encoste com ele na meiuca.

Rildo – Teve tudo para se consagrar, um belo passe para Geovanni, e duas chegadas fortes, mas peca na definição.

Edu – Não foi bem, o físico ainda atrapalha o seu rendimento, teve duas oportunidades em que ficou claro que não tinha perna, o time para mim renderia mais ofensivamente neste jogo se tivesse, um homem referencia em seu lugar

Edson, Felipe, e Léo Fortunato entraram num momento de definição mas nem foram efetivos, nem comprometeram.

Geninho – Armou bem a equipe, deu uma disciplina tática que me agradou, mas demorou a mexer.

Ponte Preta 0 x 0 Vitória – 7ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Data: 25/06/2011 (sábado), às 16h20
Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Arbitragem: Pablo dos Santos Alves (ES), auxiliado por José Maciel Linhares (ES) e Vanderson Antonio Zanotti (ES)

Ponte Preta: Julio César; Guilherme, Leandro Silva, Ferrón e Uendel; Xaves (Gérson), João Paulo, Josimar e Renatinho; Ricardinho (Bruno Soares) e Ricardo Jesus (Soares). Técnico – Gilson Kleina

Vitória: Fernando; Nino, Alison (Léo Fortunato), Gabriel Paulista e Fernandinho; Rodrigo Mancha, Zé Luís, Neto Coruja e Edu (Edson); Geovanni (Felipe) e Rildo. Técnico – Geninho

[Duque de Caxias 2×3 Vitória] Valeu pela entrega, pela vontade e pelo 3 pontos!


O primeiro triunfo de Geninho, a primeira vitória fora de casa e a primeira virada do ano para o Vitória. É para acabar com a má fase de vez e embalar na série B, e para não esquecer é a primeira vitória diante do Duque de Caxias, já que as equipes não haviam se enfrentado antes.

Ainda não foi uma excelente partida, mas hoje o Leão teve duas coisas muito importantes, vontade e postura, o time marcou em cima como Geninho vinha cobrando, diminuiu os espaços e disputou as jogadas, com isso o rubro negro conseguiu se impor em campo e sair com o triunfo, ainda é preciso entrosamento e condicionamento de alguns jogadores.

Fernando – Não teve culpa nos gols, mas tem que ter cuidado nas saídas 5.0

Nino- Bem longe daquilo que pode render e já rendeu por aqui 5.0

Alison- Muito seguro, bem na saída e não teve nada haver com os gols sofridos 7.5

Mauricio- Falha feia no primeiro gol, mas se redimiu com 2 gols para virada7.0

Fernandinho- Discreto, mas com uma boa apresentação para quem estava sem ritmo e entrosamento 6.0

Zé Luis- Foi uma boa estréia, gostei da marcação 6.0

Rodrigo Mancha- Marcou muito, teve raça e vontade7. 5

Jerson- Um Leão em campo, muita vontade, jogador que vem agradando 8.0

Xuxa- Péssima partida, muito lento, errando passes, tem que melhorar muito 2.0

Geovanni- Não fez uma boa partida, mas acabou participando das 3 jogadas de gols7.0

Neto Baiano- Esta um pouco perdido jogando sozinho, mas na oportunidade que teve brocou 7.0

Rildo- Entrou e movimentou o jogo, acabou sendo importante para o triunfo. 7.5

Esdras e Léo Fortunato entraram apenas para gastar o tempo.

Geninho- Escalou correto, e mexeu certo quando tirou Xuxa e colocou Rildo ainda no primeiro tempo 8.5

Ficha técnica Duque de Caxias 2×3 Vitória:

Duque de Caxias x Vitória – 4ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B
Data: 10/06/2011
Local: estádio Engenhão
Árbitro: Emerson Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Pedro Araújo Dias Cotta (MG)

Duque de Caxias: Fernando; Léo, Santiago, Bruno Costa (Genílson) e Paulo Rodrigues; Júlio César, Leandro Teixeira, Erick Flores e Tony (Gilcimar); Valdiram (Bruno Veiga) e Somália. Técnico – Alfredo Sampaio.

Vitória: Fernando; Nino Paraíba, Alison, Maurício e Fernandinho; Rodrigo Mancha, Zé Luís, Jérson, Xuxa (Rildo) e Geovanni (Esdras); Neto Baiano (Léo Fortunato). Técnico Geninho.

PS: O homem de amarelo queria empenar o jogo, depois do terceiro triunfo, um penal que foi assinalado de forma errada.

Classificação até este momento: