Classificação do brasileiro teve grandes mudanças na 8ª Rodada


IA rodada 8 do campeonato brasileiro2016 ficou marcada por mudanças tanto no z-4 como no G-4 parte de cima da tabela.

O Santos venceu o Sport e assumiu a quarta colocação na zona de classificação para libertadores, O Corinthians sucumbiu diante do Fluminense e além do jogo e do treinador, perdeu também a posição no G-4.

Na parte de baixo temos um novo lanterna, o América MG é agora quem figura na ingrata posição, seguindo de perto os co-irmãos Cruzeiro e Atlético MG que também são presença na zona maldita com o intruso Sport. O Botafogo venceu e além de abandonar a lanterna, saiu da zona de rebaixamento pela primeira vez na competição.

O Vitória perdeu mais uma fora na 14ª colocação e vê a zona bem de perto com somente 1 ponto de distância da Celeste, o time precisa vencer em casa a Chapecoense para fugir dessa ingrata briga.

jogos do vitória

 

Imagem

[SÃO PAULO 2X0 VITÓRIA] Derrota da mediocridade!


SÃO PAULO 2X0 VITÓRIA (2)

O Vitória conhece sua terceira derrota no campeonato brasileiro e com isso vê a proximidade da zona de rebaixamento em noite de apagão no Morumbi, o rubro negro esta agora na 15ª posição na classificação com 9 pontos e vai tentar a recuperação em casa diante da Chapecoense.
Um jogo pegado com muitas faltas e daqueles que o adversário não rendia e pedia pra perder mas o Vitória não soube aproveitar, Kieza teve duas boas chances parou no goleiro Denis e depois mandou pra fora, quando o tricolor chegava eis que Fernando Miguel fazia belas defesas e segurava o empate, aos 39 minutos o jogo foi interrompido por motivo de um apagão no estádio do Morumbi que durou pouco mas de 20 minutos, logo no retorno o São Paulo chegou ao gol com Calleri mas bem anulado por impedimento.
No segundo tempo o técnico Bauza colocou força Máxima chamando Ganso e Michel Bastos pro campo e ai a mediocridade do elenco do Vitória ficou evidente, a medida que o jogo passava o time da casa foi avançando e as mudanças de Mancini rotineiras e previsíveis só fez o time chamar ainda mais o rival pra cima, resultado gols de Calleri e Lugano e mais uma derrota na bagagem
FERNANDO MIGUEL: Belas defesas, pega demais, sem culpa nos gols, evitou goleada. 6,5
DIEGO RENAN E NORBERTO( WELISON): Medíocres, se é que dá para chamar estes laterais do Vitória de medianos e nada de contratações.
VICTOR RAMOS E RAMON: A dupla esta mais entrosada, fez um bom jogo no geral mas em determinados momentos parece sofrer um apagão, tá na hora de Kanu nesse time.
AMARAL: Não marca, não ataca menos um em campo a muito tempo.
WILLIAN FARIAS: Já disse que tenho pena dele, joga sozinho no meio do time, hoje sofreu pra correr atrás dos meias.
TIAGO REAL: Yan e Nickson não podem ficar assistindo esse sujeito errar todos os passes, desonra a 11 que foi do gringo.
DAGOBERTO: Quando vinha fazendo uma partida onde brigava, aproximava de Kieza, Mancini o tira
MARINHO: Quando esta mal, todo o time vai mal, precisa de aproximação e soltar a bola em determinados momentos, nem todo lance é pra jogada individual.
KIEZA: Teve duas chances e não aproveitou, como te poucas chances precisa melhorar o aproveitamento.
ALIPIO: Nem vou dizer nada!
VANDER: Piada de Mancini.
MANCINI: Fui contra o seu retorno por essa teimosia característica, esquema que não dá certo, e Vander, Alípio e Welison sempre não dá, irritante.
FICHA TÉCNICA
São Paulo x Vitória
Campeonato Brasileiro – oitava rodada
Local: Morumbi, em São Paulo
Data: 15/06/2015
Horário: 19h30
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Assistentes:  Eduardo Gonçalves (Fifa-MS) e Fábio Rodrigo Rubinho (MT)
Cartões amarelos: Kieza e Willian Farias (Vitória); Bruno, Thiago Mendes e Michel Bastos (São Paulo)
Gols: Calleri e Lugano
São Paulo: Denis,; Bruno (Caramelo), Maicon, Lugano e Matheus Reis; João Schmidt e Thiago Mendes; Auro (Ganso), Ytalo e Centurión (Michel Bastos); Calleri. Técnico: Edgardo Bauza.
Vitória: Fernando Miguel; Norberto (José Welison), Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral (Vander), Willian Farias e Tiago Real; Dagoberto (Alípio), Marinho e Kieza. Técnico: Vagner Mancini.