Camacho treina com desenvoltura e vai ser utilizado por Caio Junior


IMAGEM_NOTICIA_3
O objetivo era observar Camacho. E após 70 minutos, divididos em dois tempo de 35, de um coletivo corrido e bem disputado, que terminou empatado em 1 a 1, o técnico Caio Júnior está mais convencido ainda que Camacho pode ajudar e muito o Vitória no clássico de domingo, às 16 horas, na Arena Fonte Nova.
Assim que acabou o jogo que o Vitória venceu o São Paulo, por 3 x 2, no domingo, Caio na coletiva disse que Camacho seria uma opção para o clássico. No treino entre reservas e juniores, na manhã desta terça-feira, o treinador não teve mais dúvidas: “Ele está pronto e vai nos ajudar”, afirmou.
Camacho movimentou-se intensamente durante os dois tempos, e organizou jogadas ofensivas para o time reserva, e agradando em cheio.
Os jogadores que atuaram contra o São Paulo participaram de duas atividades: inicialmente o CORE e depois uma sessão de exercícios para reforço muscular na academia.
A tarde será de folga e nesta quarta-feira os jogadores voltam às atividades. Os treinos serão em dois turnos, às 9h e 15h30.
Destaque
O bom momento vivenciado pelo argentino Maxi Biancucchi merece elogios da imprensa europeia. O jornal Marca, da Espanha,  destacou a fase atual do rubro-negro, enquanto o italiano Tropico del Calcio, além de falar sobre o craque, destacou a campanha do rubro-negro na Série A.

[SALGUEIRO 0X0 VITÓRIA] Vai ser preciso utilizar o que tem de melhor


Segundo jogo acontece na próxima quarta-feira (22), no Barradão, às 19h30

Da Redação

vitoriasalgueiro1505

Os reservas não fizeram feio em campo, mas o Vitória não saiu do empate sem gols diante do Salgueiro no primeiro jogo pela segunda fase da Copa do Brasil. A partida foi equilibrada no estádio Cornélio de Barros, as equipes se alternaram em momentos de superioridade, mas o placar não mudou na noite dessa quarta-feira (15). O empate acabou sendo um bom resultado e a decisão da vaga na próxima fase ficou para o duelo em Salvador.

A decisão ficou para o jogo de volta, em Salvador, e os times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (22), no Barradão, a partir das 19h30. Para ficar com a vaga, basta ao Leão uma vitória simples no confronto em casa. Se o empate sem gols se repetir a decisão parte para as penalidades. Antes de definir sua vida na Copa do Brasil, o Leão decide o Campeonato Baiano diante do rival Bahia, no domingo (19), em casa, podendo perder por até quatro gols de diferença.

Bola rolando
O time do Salgueiro iniciou uma verdadeira correria quando a bola rolou no gramado do Cornélio de Barros. O mandante imprimiu o ritmo no começo da partida, tentou a pressão nos primeiros minutos e o Leão tentou segurar o ímpeto dos donos da casa para sair jogando no contra-ataque. O primeiro lance com perigo de gol foi protagonizado pelo atacante Fabrício Ceará, que mandou a bomba de canhota aos quatro minutos, mas Wilson fez grande defesa, espalmou para escanteio e evitou o gol.

O Vitória devolveu o susto a altura, mas Marquinhos vacilou na chance de abrir o placar, aos oito. Depois de receber de Marcelo Nicácio, o atacante rubro-negro penetrou na área e chutou de cara com o gol, mas Mondragon conseguiu defender e mandar para o escanteio. O Salgueiro seguiu com mais velocidade até a metade da primeira etapa, quando o Vitória conseguiu equilibrar o duelo e as chegadas na área adversária, passou a ser melhor, mas o placar não saiu do zero na etapa inicial.

Assim como terminou o primeiro tempo, o Vitória voltou com mais atitude para o campo no segundo tempo e tomou a iniciativa. Já no primeiro minuto o ataque rubro-negro colocou o goleiro do Carcará para trabalhar e depois de pegar a sobra do cruzamento de Caceres, Marquinhos mandou o chute que Mongragon conseguiu desviar para fora.
O Leão seguiu levando mais perigo no retorno a campo e voltou a assustar aos oito minutos, com Marcelo Nicácio, que cabeceou por cima do gol depois do cruzamento de Danilo Tarracha. Depois da pressão inicial, o Carcará pernambucano ensaiou a reação, mas o Vitória fez os donos da casa recuarem mais uma vez oferecendo perigo.

Aos 17′, o gol quase saiu depois que Marquinhos cobrou falta da esquerda e lançou pra área. Michel cabeceou à queima-roupa e Mongragon salvou. O Leão seguiu em cima e novamente ficou muito perto de abrir a contagem aos 24′. Marquinhos tabelou com Marcelo Nicácio, ele bateu forte da grande área, a bola desviou em Cléber Carioca e bateu na trave. Daí em diante o Salgueiro equilibrou a partida, os times se alternaram nas chegadas com perigo na área, mas o empate sem gols insistiu até o final da partida.

650x375_1325819

Salgueiro-PE 0 x 0 Vitória – 2ª fase da Copa do Brasil – jogo de ida
Data: 15/5/2013, 19h30
Local: estádio Cornélio de Barros, Salgueiro-PE
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assitentes: Victor Oliveira Cruz (SE) e Eric Nunes Costa (SE)

Salgueiro: Mondragon; Marcos Tamandaré, Ricardo, Cleber Carioca e Peri; Aylton Alemão, Moreilândia, Vitor Caicó e Alexson (Marciano); Elvis (Ierien) e Fabrício Ceará (Canga). Técnico – Marcelo Chamusca

Vitória: Wilson; Dimas, Reniê, Fabrício e Danilo Tarracha; Michel, Neto Coruja, Caceres (Willian Henrique) e Vander (Mineiro); Marquinhos e Marcelo Nicácio. Técnico – Caio Júnior

Matéria original iBahia(retirado do IBAHIA)

[SALGUEIRO X VITÓRIA] Reservas do Leão buscam espaço na euforia dos titulares.


vitc3b3ria-x-salgueiro1

O Vitória esta numa euforia só, duas goleadas históricas no maior rival em cerca de 1 mês, título baiano praticamente definido e aniversario comemorado em grande estilo, mas o time tem que esquecer um pouco tudo isso e se voltar para a Copa do Brasil onde enfrenta o Salgueiro fora de casa, e para manter a alegria o Vitória vai de reservas para Pernambuco.

Almir Domingues assistente de Caio Junior vai comandar o Leão que mantém o foco na final do baiano no Barradão, mesmo com toda a vantagem que tem. Ótimo para os jogadores que querem mostrar serviço e justificar o discurso do treinador que faz questão de dizer que o Vitória não são apenas 11, mas um elenco, agora é a chance de mostrar isso na pratica.

Fabricio, Cáceres, Vander e Marquinhos são considerados reservas de luxo, não é atoa em que na maioria dos jogos eles estão em campo, o mesmo pode se dizer de Marcelo Nicacio que é o artilheiro do time e foi para o banco por motivo de contusão. Michel é o único titular desse time, Já Wilson, Dimas (voltando de empréstimo), Reniê e o recém-estreante Tarracha buscam mostrar qualidade e amealhar uma vaga entre os 11.

Vitória x Salgueiro tornou-se nos últimos anos, jogos frequentes, os times se enfrentaram pela série b e pela Copa do Nordeste, o rubro negro costuma se dar bem, foram duas vezes 5×1( isso lembra algo?) e no ultimo jogo lá na cidade de Salgueiro, vencemos por 1×0. Por isso espero que o Leão consiga mais um triunfo

 

FICHA TÉCNICA

Copa do Brasil
Salgueiro-PE x Vitória

Local: Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro (PE).

Horário: 19h30

Data: 15/05/2013

Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)

Auxiliares: Victor Oliveira Cruz (SE) e Eric Nunes Costa (SE)

 

Salgueiro: Darci; Gilberto Mineiro, Rodrigo, Léo Alemão e Yerien; Pio, Moreilândia, Matheus e Netinho; Ronaille e Marciano. Técnico: Marcelo Chamusca.

 

Vitória: Wilson; Dimas, Reniê, Fabrício e Danilo Tarracha; Michel, Neto Coruja, Cáceres e Vander; Marquinhos e Marcelo Nicácio. Técnico: Almir Domingues.