COMEÇA O BRASILEIRO: Qualquer coisa menor do que a Libertadores, é culpa de Falcão!


Falcão

Planejamento palavra tão batida fora das quatro linhas do futebol brasileiro e definida pelo Aurélio entre outras coisas como: s.m. Ação ou efeito de planejar. / Plano de trabalho pormenorizado. É algo que no mínimo é contraditório em 2014 no Vitória.

Isso porque o time começou o ano sobre a aura de que 2014 seria de títulos e no mínimo o carimbo para Libertadores, até mesmo pelo “sucesso da temporada 2013”, mas o que vimos foi justamente o contrário até aqui.

Começando pela administração, o Vitória esta sem receber as cotas do patrocinador master, Caixa até o momento, viu seu nome aparecer em pelo menos dois grandes escândalos de débitos, tais a cobrança do Atlético-PR da negativa da devolução do dinheiro de Léo e depois de uma empresa cobrando valores que foram emprestados ao clube e que estava com parcelas sem o devido pagamento, o que destruiu boa parte do slogan: Política de pés no chão, tão propagado por Falcão que afirma que o clube tem suas dividas saneadas, equilibradas e que o Vitória “não deve a ninguém” E que foi rechaçado logo no inicio do mandato do atual presidente.

Em campo as coisas não começaram diferentes, sem conseguir manter alguns dos destaques da temporada passada, Falcão afirmava que o elenco era bom e que não havia a necessidade de reforços nesse primeiro semestre, resultado eliminação humilhante na Copa do Nordeste, perda do bicampeonato estadual e nenhum triunfo contra o limitado time do rival.

BdZzVXzCAAAdPKq

Esqueceram de dizer a Falcão que Planejamento é a manutenção dos acertos combinado com a extirpação dos erros, e por que digo isso? O time campeão com os pés nas costas no estadual e que brigou firmemente por uma vaga na libertadores até a ultima rodada do brasileiro foi montada como e quando? O 5º Lugar em 2013 foi a melhor colocação do clube desde o 3º lugar em 99 e vem depois de participações medianas e outras sofríveis e até mesmo de 3 rebaixamentos. Portanto não se justifica mudar o planejamento para a temporada 2014, e até me pergunto, será que houve planejamento?

Não renovar com os destaques, não contratar jogadores melhores ou de qualidade similares e economizar custos no primeiro semestre, nos renderam até agora o que? Apenas derrotas e um time sem padrão e despreparado para o inicio da Copa do Brasil, possível Sul-americana e Brasileiro.

E é justamente pelos motivos apontados que afirmo que qualquer coisa que não seja o carimbo para a Libertadores, a culpa e de Falcão, pode botar na conta de Carlos Falcão.