Sinval Vieira “deu a ideia” diretor comentou da base ao profissional


sinval-vieiraO diretor de futebol do EC Vitória não teve filtros em entrevista concedida a rádio Sociedade, Sinval Vieira respondeu a tudo que foi questionado, de maneira direta e objetiva, ele “deu a ideia” como se diz num bom baianês.

A eliminação do time de Hamilton Mendes na Copa São Paulo foi o 1° grande tema e Sinval teceu duras críticas a divisão de base atual do clube.

“Iremos reformular toda base, com novos profissionais, uma nova dinâmica, a base é composta de 3 coisas: Busca, formação e transição”.

Busca de talentos, formação técnica destes atletas e o mais importante a transição deles para o profissional. Neste momento SV abriu um parêntese e passou a relatar histórias antigas de jogadores neste processo de transição para profissional com os treinadores Arthurzinho e Agnaldo Liz quando ele coordenava as divisões de base.

A entrevista seguiu e SV foi interpelado sobre as saídas de Gabriel, Yan e Nickson e respondeu: -Emprestamos estes atletas porque com as contratações que fizemos de Pisculichi, Dátolo e Cleiton eles dificilmente iriam jogar aqui, então buscamos vitrines para que eles possam jogar, ganhar experiência e também quem sabe gerar alguma receita futura para o clube.

CONTRATAÇÕES

O Luis Fabiano não vem, não está dentro do perfil que queremos, converso muito com Argel e todas as contratações foram feitas através de um perfil que acreditamos que o time vai jogar, por isso só trazemos jogador que queremos e que acreditamos que vai encaixar nesse modelo que estamos pensando.

Temporada 2017

Não conversei com Argel sobre poupar atletas por causa de gramado ruim, a ideia que eu tenho é que joguem todos os jogos, foram contratados pra isso.

“Montamos um time para jogar, para ganhar títulos, vamos entrar nas competições para ser campeão, a meta é ganhar o baiano, a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil”

PLANEJAMENTO

Já estamos planejando o futuro, estamos montando uma comissão que ficará de olho nas competições e que enviaremos para acompanhar os jogadores.

O pensamento é que em Setembro já ter o planejamento de 2018 definido e fazer as contratações, vimos várias equipes fazendo isso e é o que queremos fazer.

MARINHO

O jogador veio bem orientado pelo Jorge Machado e fez aquele teatro, foi tudo bem combinado para forçar a saída, só que eles não contavam com o endurecimento da diretoria.

Conversei com Marinho e Machado e explicamos que não teria como liberar sem o pagamento da multa, o torcedor iria cobrar pelo ídolo que ele se tornou e que iria ficar em maus lençóis.

Entendo perfeitamente ele vislumbrado para ganhar R$ 800 mil na China, Marinho ganha R$ 240 mil no Vitória só disse a eles paguem a multa e boa sorte.

Interessante que M7 atrapalhou muita negociação que fizemos, sempre que a gente ligava para um clube atrás de um jogador, ouvia: Liberamos se envolver o Marinho na negociação, isso nos atrasou, não fechamos alguns jogadores logo por este motivo.

Sobre Ídolos, estou conversando muito com o Viáfara, acredito que ele pode nos ajudar muito e futuramente estará no clube como preparador de goleiros. Finalizou Sinval Vieira.

 

 

Anúncios

COMEÇA O BRASILEIRO: Qualquer coisa menor do que a Libertadores, é culpa de Falcão!


Falcão

Planejamento palavra tão batida fora das quatro linhas do futebol brasileiro e definida pelo Aurélio entre outras coisas como: s.m. Ação ou efeito de planejar. / Plano de trabalho pormenorizado. É algo que no mínimo é contraditório em 2014 no Vitória.

Isso porque o time começou o ano sobre a aura de que 2014 seria de títulos e no mínimo o carimbo para Libertadores, até mesmo pelo “sucesso da temporada 2013”, mas o que vimos foi justamente o contrário até aqui.

Começando pela administração, o Vitória esta sem receber as cotas do patrocinador master, Caixa até o momento, viu seu nome aparecer em pelo menos dois grandes escândalos de débitos, tais a cobrança do Atlético-PR da negativa da devolução do dinheiro de Léo e depois de uma empresa cobrando valores que foram emprestados ao clube e que estava com parcelas sem o devido pagamento, o que destruiu boa parte do slogan: Política de pés no chão, tão propagado por Falcão que afirma que o clube tem suas dividas saneadas, equilibradas e que o Vitória “não deve a ninguém” E que foi rechaçado logo no inicio do mandato do atual presidente.

Em campo as coisas não começaram diferentes, sem conseguir manter alguns dos destaques da temporada passada, Falcão afirmava que o elenco era bom e que não havia a necessidade de reforços nesse primeiro semestre, resultado eliminação humilhante na Copa do Nordeste, perda do bicampeonato estadual e nenhum triunfo contra o limitado time do rival.

BdZzVXzCAAAdPKq

Esqueceram de dizer a Falcão que Planejamento é a manutenção dos acertos combinado com a extirpação dos erros, e por que digo isso? O time campeão com os pés nas costas no estadual e que brigou firmemente por uma vaga na libertadores até a ultima rodada do brasileiro foi montada como e quando? O 5º Lugar em 2013 foi a melhor colocação do clube desde o 3º lugar em 99 e vem depois de participações medianas e outras sofríveis e até mesmo de 3 rebaixamentos. Portanto não se justifica mudar o planejamento para a temporada 2014, e até me pergunto, será que houve planejamento?

Não renovar com os destaques, não contratar jogadores melhores ou de qualidade similares e economizar custos no primeiro semestre, nos renderam até agora o que? Apenas derrotas e um time sem padrão e despreparado para o inicio da Copa do Brasil, possível Sul-americana e Brasileiro.

E é justamente pelos motivos apontados que afirmo que qualquer coisa que não seja o carimbo para a Libertadores, a culpa e de Falcão, pode botar na conta de Carlos Falcão.

VIDEO: Apresentação de Felipe Ximenes, novo gestor de futevol do Vitória


Mentira covarde e descabida Senhor Falcão!


CARLOS FALCOA

Em entrevista a rádio fm o presidente do Vitória Carlos Falcão comentou algumas perguntas e tratou de minimizar a ida de Maxi Biancucchi para o rival de Itinga, até aí normal, mas quando começou a falar de planejamento, contratações e emendou até a sua eleição, eis que disse coisas que irritam a qualquer torcedor rubro negro.

Carlos Falcão

O presidente disse após ser interpelado que a diretoria tem o apoio da grande massa de torcedores e que os “milhares” que votaram nele, isso mesmo disse “milhares”, concordam com a politica de pés no chão.  Quero deixar bem claro que concordo com o planejamento, e com teto salarial, mas as palavras de Falcão foram mentirosas e descabidas. Afirmar que houve unanimidade na eleição do Vitória é abusar do intelecto do torcedor, nem preciso ficar dizendo que não houve oposição e acrescentar o que considero como democracia fajuta.

O Vitória não poderia se render a Maxi e Chedid é verdade e aprovo a atitude, mas tentar ludibriar o torcedor é uma coisa inaceitável, o rubro negro precisa de contratações e isso é notório, o clube é letárgico e muitas vezes parece não ter qualquer tipo de planejamento e jogar a base as feras não é o procedimento correto.

Sou apoiador da base, acredito no potencial de Arthur Maia, Willie, Leílson, Josué e Matheus Salustiano, mas estes precisam ser utilizados pelo talento e não por falta de peças, os garotos precisam conseguir espaço como foi com Euller e Marcelo e como outrora foi com tantos outros, ter bem mais da metade do elenco de jogadores das divisões de base, não ter uma dupla de zaga “confiável” e algumas peças de reposição é um erro, e a diretoria tem que ter a hombridade de reconhecer isso.

Já disse que a  manutenção da base fez o time inicial do Leão, mais forte do que os das temporadas passadas, porém continuo afirmando que precisamos nos reforçar e não é com discurso vazio e desencontrado dos diretores que vamos conseguir chegar há algum lugar.

Carlos Falcão é eleito presidente do Vitória por Aclamação!


CARLOS Falcão

Por aclamação, Carlos Sérgio Falcão foi eleito o novo Presidente do Conselho Diretor do Esporte Clube Vitória.

Como já havia antecipado há alguns meses não houve bate chapa para a eleição de presidente do ECV, isso porque o candidato da oposição Petter Silva renunciou a cabeça do Vitória século XXI e como também já havia previsto Fabio Motta não iria para o pleito apesar de ter armado palanque.

A verdade é que o triunfo de Falcão estava desenhado há muito tempo e esse tende a ser uma continuação do mandato de Alexi Portela, ainda que de forma indireta, pois o que se mostra é que existe um planejamento previamente aprovado para essa nova gestão que o Carlos Falcão e seu Vice Epifânio já participavam.

Falcão fica no cargo pelo triênio 2014 à 2016 e poderá tentar reeleição, ele substitui Alexi Portela que deve presidir o conselho fiscal do clube e que foi mandatário por 8 anos.

SITE OFICIAL DO VITÓRIA

Os conselheiros do Vitória deram mais um show de democracia e por aclamação elegeram Carlos Sergio Falcão presidente do Conselho Diretor do do clube para o triênio 2014/16, na noite desta segunda-feira, em Reunião Ordinária realizada no Estacionamento Interno do Estádio Manoel Barradas. A chapa “13 de Maio” tem como vice-presidente Epifânio Carneiro Filho.
Para o Conselho Fiscal foram eleitos Alexi Portela Júnior, que deixa a presidência do Conselho Diretor. Os membros efetivos do Conselho são Raimundo Dias Viana, Carlos Fernando Amaral Júnior, Pedro Amâncio de Araújo Filho e Carlos Alberto Silveira. Como suplentes os conselheiros eleitos são Luciano Patrício de Oliveira, Antônio Ricardo Goes Lima  e Jair de Oliveira Santos Filho.

Planejamento, contratações e renovações, é hora de se repensar!


contratações e renovações 2014

Quando o campeonato brasileiro já se desenhava e aproximava-se do fim, alguns clubes começaram as conversas para a formação do futebol de 2014, porém o discurso no Vitória sempre foi de que qualquer tipo de negociação só iria acontecer após o findar da rodada final, dita por Alexi Portela, Carlos Falcão e Raimundo Queiroz.

Pois bem, nunca entendi tal critério para começar as tratativas, e ao longo dos anos o que temos visto é o Vitória perder alguns de seus principais destaques por não conseguir a renovação, pois quando as negociações iriam começar, estes já estavam contratados por outras equipes.

Se o jogador esta aprovado e interessa, porque não adiantar as negociações para a próxima temporada? Digo mais, se o clube afirma que não entrará em leilão por nenhum atleta, e não fará loucuras financeiras, não seria antecipando as conversas e fechando antecipadamente que se evitariam as disputas com outros clubes e o encarecimento das pedidas pela renovação?

O Vitória começou com o discurso de renovar com 90% dos atletas, mas já perdeu a defesa titular com Kadu e Victor Ramos , o reserva Luiz Gustavo e o outro imediato, Renato Santos parece que também não ficará.

Além disso o clube revela dificuldades em manter os principais nomes do elenco no ano, Maxi Biancucchi e Escudero “teriam” pedido somas exorbitantes para continuar e Juan teria pedido um contrato considerado longo de 3 anos, a diretoria revela que esta complicado e o que vemos até agora é que a grande base de 2013 esta sendo desfeita.

Acredito que isso tudo serve de experiência e que não se repita nas temporadas vindouras, estou torcendo muito para que haja reversão do quadro negativo de renovações e que o clube consiga realmente fechar com os atletas que interessam e possam também começar a contratação dos reforços para 2014.

Volante  Lucas Zen pode pintar na Toca

Lucas-Zen-Foto-Alexandre-Loureiro_LANIMA20110516_0077_26

De acordo com as informações do lance net o volante Lucas Zen do Botafogo deverá ser emprestado até o fim de 2014 ao Vitória. Caso se confirme a negociação o atleta será o primeiro contratado para defender o ECV em 2014.

 

E o planejamento fica onde Alexi Portela?


content (17)

Em entrevista o presidente Alexi Portela desmente que esteja negociando a renovação com o empresário de Maxi Biancucchi, o a gente do jogador havia declarado que entregou a cerca de 2 meses o documento com a proposta dele e que aguardava uma contra proposta do dirigente, mas que até agora nada havia acontecido e que outros clubes já manifestaram interesse e por isso ele não poderia ficar esperando a boa vontade do Vitória, e aí começa todo problema.

Além de confirmar que não esta em processo de renovação com Biancucchi, e que se trata de uma mentira, Alexi disse que somente o novo presidente do Vitória irá fazer as contratações e possíveis renovações para temporada 2014, isso é sério? Me responde onde fica o planejamento do clube? Alexi Portela saiba que o Vitória não para com a sua saída, e independente de qualquer coisa, o novo presidente que assume em janeiro, independente de qualquer coisa, já tem que encontrar boa parte do time de 2014 formado, não esqueça que no dia 12 já tem competição oficial.

Uniforme-Padrao1_e_2_Por_Arena_Rubro_Negra2

Me surpreende esse tipo de coisa, isso demonstra um amadorismo exacerbado, Maxi Biancucchi, Escudero, e alguns outros jogadores não agradaram ao clube e ao torcedor? Não possuem bom rendimento? Então qual a demora para iniciar as negociações, já que ambos já afirmaram que desejam continuar e o clube sempre se posicionou positivamente? Esta esperando alguém oferecer uma proposta e aí vim com aquele discurso de que não entraremos em leilão?

Fico indignado quando vejo o clube mais uma vez arrastando as coisas, assim como fizeram com Willian e depois disseram que o atleta não quis renovar, o mesmo teve aqui com a Ponte e disse que a verdade foi que não o valorizaram, nem quiseram o chamar para conversar, depois que assinou com a Ponte, aí apareceram…

Assim como acertadamente renovou com Wilson. O clube já deveria ter no mínimo iniciado as conversas com  Escudero, Maxi Biancucchi, Juan, Ayrton ,e  Kadu.

As contradições não param por aí, o clube já tem um planejamento estratégico definido até 2017,ou seja até o final da gestão do novo presidente, mas este não pode ter um elenco já previamente definido pela atual gestão, vá entender, coisas que só acontecem no esporte clube Vitória. Exagero, vale lembrar que por exemplo o Santos resolveu promover a divisão e base e seu treinador já como planejamento para 2014.

Alexi Portela faz um favor, antecipe logo sua saída, diga que vai assumir exclusivamente as questões da liga do Nordeste e deixe o planejamento de futebol para quem verdadeiramente entende do negocio, Ou você esta acreditando que os outros clubes só irão fazer o planejamento e as contratações depois do brasileiro? ” Não iremos contratar agora, vamos aguardar o Vitória, eles irão ter eleição lá na segunda quinzena de dezembro, quando for eleito o novo presidente aí a gente começa a conversar com os jogadores.

O que esperar do Vitória em 2013? Barradão x Fonte Nova, planejamento x pés no chão , Títulos x rebaixamento, marketing x patrocínio.


torcedores

Bom queridos esperei passar um pouco a euforia do acesso e a decepção pelo título que não veio para poder falar do 2013 do Leão, é claro que muitas coisas  ainda são frutos de especulações, mas com a experiência obtida nos anos anteriores e analisando alguns acontecimentos, já podemos mais ou menos dizer quem será o rubro negro na próxima temporada.

Barradão x Fonte Nova 

5

 

Fui o primeiro a falar do assunto quando em 2009 escrevi um texto sobre o assunto, mas neste momento em meio a tantas opiniões resolvi ficar um pouco em stand by para só agora me posicionar com respeito ao assunto. O MSMV e a felina Jéssica que escreveu um texto sobre o assunto aqui, foram contundentes e apenas ratificaram aquilo que eu já tinha afirmado nos 3 textos anteriores que escrevi a respeito.

Quero me prender apenas ao fato de que não me incomodo dos tais jogos experimentais, mas fico chateado em não saber o que foi proposto pelo consorcio ao clube, disse anteriormente que reformar o Barradão não se trata apenas de vaidade, está muito longe disso, alguém aqui já se perguntou porque mesmo com tantos estádios públicos sendo construídos  e reformados porque Grêmio, Corinthians,  Atlético PR, Sport Palmeiras e até o Botafogo que herdou o Engenhão  se empenham em construir as suas Arenas? Isso vai muito além de uma simples identidade no sentido de colocar escudos ou cores por todo o ambiente, vai na questão financeira e benefícios extras que o clube poderá ter e o pior de tudo é que existe um projeto de transformar o Barradão em uma Arena e posso garantir isso a vocês e afirmo que o mesmo se encontra engavetado, não sei porque a diretoria esconde e a imprensa não questiona, mas sei que isso não é o melhor para o clube.

Planejamento x Pés no chão

caio-junior

 

Gomes, Léo Gago, Rafael Moura, e Alecsandro estes foram alguns dos nomes ventilados para vestir o manto em 2013, todos jogadores com uma certa qualidade comprovada, com um mercado amplo e com salários razoavelmente altos, mas  não é nisso que quero me prender, não estou aqui aprovando ou reprovando qualquer um destes que venham a ser contratados, mas a questão de que novamente alguns destes podem não vim pela questão de que o clube quer que o dono do passe pague metade do salário, isso precisa terminar a diretoria precisa entender que é preciso montar um time forte e a torcida bancará o elenco, isso se comprovou nas arquibancadas e nas vendas recordes do clube em 2012, nunca o Vitória vendeu tantas camisas e produtos oficiais em sua história, portanto planeje bem o elenco e contrate quem tiver de contratar que garanto que  as filiações ao SMV triplicarão e que as arquibancadas do Barradão ou da Fonte Nova viverão cheias para acompanhar o time.

Agora ainda falando em planejamento, entre pagar R$ 365 mil de salario a Gomes, acredito que poderíamos pagar este valor a um camisa 10 excepcional, que há muito falta em nosso elenco e R$ 500 mil a Alecsandro é outro absurdo que se gaste este valor com dois atacantes de boa qualidade é só pensar que Barcos não ganha isso, este poderia ser um investimento no bom atleta Diego Tardelli que demonstrou insatisfação no exterior e Léo Gago é um ótimo volante acrescentaria em muito ao meio campo leonino, ainda nesta onda, não é admissível perder entre os poucos jogadores desejados, Willian para a Ponte Preta e mesmo que eu só desejasse a permanência do atacante e de Victor Ramos, perder Deola e Pedro Ken por falta de coragem em investir nos atletas também demonstra uma falta de planejamento inaceitável para um clube do porte do Vitória e que estará disputando competições importantes e a série A em 2013.

Títulos X Rebaixamento

g_1293571

2 anos sem levantar um caneco no profissional e um incomodo tremendo já que nos acostumamos com as conquistas nas ultimas duas décadas e a conquista do Hexa campeonato para ratificar a fama de melhor do Nordeste é importantíssima, voltar a ganhar o baiano e retomar a hegemonia estadual, após dois revés também não pode deixar de estar na pauta do Leão, estas duas competições se apresentam como obrigações do rubro negro, já a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro se apresentam como reflexo do primeiro semestre um bom planejamento a formação de um bom elenco pode dar a chance de continuar com as boas campanhas na Copa do Brasil que o time tem feito nos últimos anos e quem sabe culminar no título que é claro ficou mais complicado com a intervenção do Corinthians(André Sanches) junto a CBF mas que continua sendo possível e principalmente fazer um campeonato brasileiro sem a expectativa  de rebaixamento, brigar por libertadores é complicado, por título eu diria que é impossível mas a meta é ficar entre os 10 primeiro da competição, garantindo a Sul-americana e almejando sempre uma sorte melhor no chamado G-4, mas tudo isso tem inicio na apresentação do clube, não dará para mudar no decorrer do ano.

Marketing x patrocínio

75095_363669887051563_2147449074_n

O Vitória teve o exemplo este ano de que o marketing é importante, foram 5 premiações importantes, sendo duas internacionais e o clube sendo falado no mundo inteiro através da campanha meu sangue é rubro-negro, portanto investir na marca e em campanhas é importante e tem que cada vez mais entrar num âmbito profissional dentro do clube, da mesma forma os contratos de patrocínios precisam ser melhor avaliados, ainda mais com a promoção a série A e o ganho de exposição, tudo indica que a OAS perderá o posto de máster para a CAIXA e o Leão ficará com dois patrocinadores forte em termos de investimentos, o que é muito bom, ainda terá os secundários TIM e HABIBS e a continuidade com a PÊNALTY.

Existe um salto grande em arrecadação com o acesso para a série A e este é um momento importante para aliar gestão, contratações, divisão de base, marketing, patrocínios, sócio torcedores e tudo que envolve o clube, por isso Alexi Portela, Carlos Falcão, Raimundo Queiroz e Caio Junior a quem foi dado todo o poder de contratações para montar o elenco, tem a obrigação de contratar com critério e montar um time competitivo e o restante pode deixar por conta da apaixonada torcida que está fará a sua parte.

SRN