[VITÓRIA X CRICIÚMA] Leão X Tigre, QUEM É O REI DA SELVA?



O jogo de logo mais no Barradão é um dos confrontos mais aguardados da série b 2012, sendo até considerado por muitos como a final antecipada da competição, isso ocorre devido a regularidade das duas equipes na competição e a briga árdua que ambos travam pela liderança da competição desde as primeiras rodadas e que a partir da 16ª passou a ser do Leão.

 O bom é que ambos terão força máxima, sem problemas de cartões ou contusões os técnicos Paulo Cesar Carpegiani e Paulo Comelli poderão escalar os seus titulares e ainda contar com os seus respectivos suplentes no banco.

No primeiro turno as equipes se enfrentaram e o Criciúma venceu por 2×1, de lá para cá muita coisa aconteceu, a começar pelos titulares do Vitória que mudaram completamente, são 8 alterações, agora as equipes duelam no Barradão e o rubro-negro espera ir a forra e descontar a derrota no primeiro turno. Caso vença o Vitória abre 6 pontos do Criciúma em caso de derrota os times ficarão empatados e o saldo de gols é o que irá determinar quem será o líder.

 

Histórico do confronto

Editado do site (http://canalecvitoria.com/?p=5507)

 

Vitória e Criciúma se enfrentaram 8 vezes pela Série B, e o Criciúma tem uma pequena vantagem, com 4 triunfos enquanto o Vitória venceu 3 jogos e ocorreu ainda um empate.

Na estatística geral, foram 21 jogos entre Vitória e Criciúma, o Vitória venceu sete jogos, o time catarinense venceu sete e houve sete empates, com 22 gols feitos pelo Vitória e 26 feitos pelo Criciúma, os dois times já se enfrentaram pelas seguintes competições: Brasileirão (11 jogos), Série B (8 jogos) e Série C (2 jogos). O último jogo entre os dois times no Barradão o Vitória venceu por 3 a 1.

O Vitória nunca perdeu para o Criciúma em Salvador foram 10 jogos com 6 triunfos e 1 empate sendo que o primeiro triunfo do rubro-negro foi na fonte nova, os outros jogos foram no Barradão

RESUMO ESTATÍSTICO

Maior Goleada do Vitória: Não Houve

Maior Goleada do Crciúma: Criciúma 6 x 0 Vitória, no Heriberto Hulse, pela Série C de 2006

Maior Goleador dos Confrontos: Dão (Vit), com 3 gols.

Maior Público: 38.412 pagantes na Fonte Nova, no jogo: Vitória 2 x 1 Criciúma,realizado pela 2ª Divisão de 1992

Menor Público: 1.381 pagantes no Barradão, no jogo: Vitória 0 x 0 Criciúma, pelo Brasileirão de 1995

Média de Público: 11.495 pagantes por jogo

Partida com Maior Número de Gols: 06 Gols no jogo Criciúma 6 x 0 Vitória (no Heriberto Hulse, pela Série C de 2006)

Placar mais Repetido: 1 a 0, ocorreram em 4 jogos

Média de gols por jogo: 2,2 gols por partida (foram 45 gols em 20 jogos)

Jogador, com a camisa doVitória, que  disputou mais partidas contra o Criciúma:Flávio Tanajura (Zagueiro, de 1994 a 1997), com 5 jogos

Maior sequência invicta do Vitória sobre o Criciúma: 8 jogos, de: 02/07/1992 a 24/09/2003 (três triunfos e cinco empates)

Maior sequência invicta do Criciúma sobre o Vitória: 5 jogos, desde 12/10/2006 (três triunfos e dois empates)

 

triunfos e dois empates)

Curiosidades de Vitória x Criciúma:

– O Criciúma é um dos poucos times do Brasil a ter enfrentado o Vitória nas três divisões nacionais: Série A, série B e Série C, além do time catarinense, mais quatro times tiveram essa proeza: Jahia, Grêmio Barueri, Confiança e Ipatinga.

– O jogo dessa próxima terça feira marcará o 7º encontro entre Vitória e Criciúma em Brasileiros da 2ª divisão, com isso o Criciúma se tornará o adversário que o Vitória mais enfrentou em jogos pela Série B (2ª divisão)

– O Rubro Negro só venceu um jogo na casa do Criciúma, o estádio Heriberto Hulse, foi pelo Brasileiro de 1988, o gol foi marcado por Hélio “caipira”, logo no comecinho do jogo aos 7 minutos do 1º tempo, em pleno dia de Finados (02/11).

– Vitória e Criciúma se enfrentaram pelas semifinais da 2ª divisão em 1992, em jogos de ida e volta, ambos os times lutavam para garantir uma vaga na final daquela competição (na outra semifinal jogaram Paraná e Santa Cruz), no jogo de ida deu Criciúma 2 a 1, na partida de volta o Rubro Negro precisava vencer a partida e não deu outra, com um “show” de Arturzinho que jogou muito e acabou marcando dois gols, o Vitória garantia a sua vaga para a final. É bom lembrar que Criciúma e Vitória já estavam classificados para a 1ª divisão, pois naquele ano subiram 12 clubes.

Pois bem queridos, hoje nem é preciso dizer que teremos casa cheia e que todos os caminhos levam ao Barradão, aliás até o Capitão nascimento mandou este recado aí:

 

 

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B

Vitória x Criciúma

Data:04/09/2012

Horário: 19h30

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA/GO) e Eduardo de Souza Couto (RJ)

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Gilson; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Willie; William e Elton. Técnico: Paulo César Carpegiani

Criciúma: Michel Alves; Ezequiel, Matheus Ferraz, Nirley e Marlon; Diego Oliveira, Elias, Kléber e Giovanni Augusto; Lucca e Zé Carlos. Técnico: Paulo Comelli.

[CRICIUMA 2X1 VITÓRIA] Não adianta jogar em cima e não marcar os gols!


Lamentável, o Vitória não consegue se impor e sair com os 3 pontos, perdemos a primeira na série b e caímos para decima segunda colocação, temos um jogo a menos e teremos duas partidas no Barradão para reagir e colocar o time no trilho rumo a série A.

O jogo

Mais do mesmo, Saci inerte, Neto Baiano perdendo gols, Mancha e Ananias não conseguem sair pro jogo, Marquinhos nem de longe lembra a boa fase de 2011, Rodrigo falhou novamente, Douglas ao contrario do que muita gente falou, para mim não teve o que fazer nos dois gols, Gabriel improvisado não dá e Tartá e Eduardo Ramos precisam de uma colaboração maior. Carpegiani não pode continuar substituindo no desespero, é verdade que Dinei e Rildo deram certo com Ricardo Silva, mas credito isso a sorte e não competência.

Dinei quase marca um golaço, Rildo é apenas arisco e Geovanni foi o nome dos 15 minutos finais, chamou a responsabilidade, chutou para boas defesas do goleiro e após fazer a linda jogada que gerou o escanteio, cobrou na cabeça de Rodrigo que diminuiu um pouco das decepções que ele vem causando.

No mais foram dois golaços de Zé Carlos, eu avisei no pré jogo que ele tinha qualidade e era perigoso, mas de nada adiantou, agora é treinar, trabalhar e vencer os jogos que teremos no Barradão.

OBSERVAÇÃO: Tem que parar com estes extremismos, quando ganha é tudo a mil maravilhas, quando perde esta tudo errado, a imprensa corrompida baiana esta execrando o Paulo Cesar Carpegiani e as coisas não são desta forma.

SÉRIE B
Criciúma x Vitória 
Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).
Data: Terça-feira, 29 de maio.
Árbitro: Claudinei Forati Silva (CBF/SP).
Assistentes: José Chaves Franco Silva (CBF/RS) e José Favel Silveira (CBF/RS).
Gols: Zé Carlos (Criciúma) / Rodrigo (Vitória)
Cartões amarelos: Elias, Douglas e Marlon (Criciúma) / Gabriel Paulista (Vitória)
Cartão vermelho: Marlon (Criciúma)
Criciúma: Douglas; Ezequiel, Nirley, Matheus e Marlon; Elias (Diego Felipe), Fransérgio, Lucca e Kléber; Zé Carlos (Ozeia) e Gilmar (Giovanni Augusto). Técnico: Paulo Comelli.
Vitória: Douglas; Gabriel, Victor Ramos, Rodrigo e Wellington Saci; Ananias (Geovanni), Rodrigo Mancha, Eduardo Ramos (Rildo) e Tartá; Marquinhos (Dinei) e Neto Baiano. Técnico: Paulo César Carpegiani.

[Criciúma x Vitória] O objetivo é o mesmo, vencer!


Agora só resta a série B, e com isso aumenta a responsabilidade do Vitória na competição, o adversário de hoje lidera a competição e é como já tinha dito no texto de analise dos clubes um time chato de ser  batido, possui uma marcação forte e atualmente mais avançada, por isso o rubro negro terá que se superar num quesito que tem sido critico, as triangulações e acertos no toque de bola, se Carpegiani conseguiu nestes cinco dias de folga imprimir um pouco do seu estilo, teremos um Vitória competitivo lá no sul.

De resultados opostos nos últimos jogos já que o tigre ganhou de 4×1 e o leão sofreu este mesmo placar, ambos buscam a mesma coisa no jogo de hoje, vencer, o Vitória para se aproximar da liderança que é do próprio criciúma, que tenta já se isolar na ponta da tabela.

Para o confronto desta noite o Vitória vem cheio de modificações, Douglas recuperado de contusão volta ao gol, Wellington Saci volta a lateral esquerda e Gabriel vai para direita, Ananias e Eduardo Ramos entram no lugar de Uelliton e Pedro Ken que se machucaram, será a estreia do meia que veio do Náutico, e a torcida carente de um camisa 10 aguarda ansiosamente por um futebol de um meio campo clássico , daqueles que deixa o atacante na cara do gol.

Paulo Cesar Carpegiani teve alguns dias para treinar e o fez com muito afinco, parando as jogadas, cobrando marcação avançada, toques rápidos, jogadas pelas laterais e jogadas ensaiadas em cobrança de falta. Será que já deu tempo do time imprimir o estilo PCC de futebol? Se a resposta for sim, teremos grandes chances de retornar a Salvador com os 3 pontos na bagagem, se não, teremos que contar com uma boa dose de sorte, mas em ambos o que vale mesmo é triunfar e que bom será se for jogando um futebol que encha os olhos do torcedor.

Líder da serie B até o momento o Criciúma de Paulo Comelli tem uma forte marcação no campo adversário e a velocidade do contra ataque como principal arma, o atacante Gilmar revelado na base do Vitória como sabemos é muito veloz e é o homem a ser lançado no ataque, o seu companheiro Zé Carlos não é tão veloz mas passa a bola com qualidade e rapidez o que confunde muitas vezes a defesa adversaria, é preciso marcar em cima e encurtar os espaços, com isso o Vitória neutraliza boa parte do esquema do tigre que também tem a bola aérea como ponto forte, e neste quesito eu espero que o trabalho feito por Carpegiani tenha dado resultado, pois este “foi” um martírio do Vitória nos últimos anos.

SÉRIE B

Criciúma x Vitória 

Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).

Data: Terça-feira, 29 de maio.

Horário: 21h50.

Árbitro: Claudinei Forati Silva (CBF/SP).

Assistentes: José Chaves Franco Silva (CBF/RS) e José Favel Silveira (CBF/RS).

Criciúma: Douglas; Ezequiel, Nirley, Matheus e Marlon; Elias, Fransérgio, Lucca e Kléber; Zé Carlos e Gilmar. Técnico: Paulo Comelli.

Vitória: Douglas; Gabriel, Victor Ramos, Rodrigo e Wellington Saci; Ananias, Rodrigo Mancha, Eduardo Ramos e Tartá; Marquinhos e Neto Baiano. Técnico: Paulo César Carpegiani.

 

O OLHAR DA FELINA

Calma galera, eu sei que vocês estão ansiosos pela estreia, mas após um longo tempo de negociação, o LMP conseguiu comprar o passe de Jéssica, foi muito esforço, um alto salario, pagamento de luvas e acabou dando tudo certo, o  diretor Mocota estava acompanhando o trabalho de Jessica a tempo e viu que era o perfil que estávamos precisando, e assim que ele falou com o presidente Valmerson, os trabalhos começaram, contactamos o marketing e aí foi criado um banner, o Diretor Geraldo fez as petições  e conseguimos fazer a contratação, a receptividade da galera em receber o novo reforço nos animou muito e a felina nos pediu um tempo para ficar em melhor forma e assim corresponder as expectativas da exigente massa rubro negra logo de cara, por isso em breve vocês contarão com a maestria e sabedoria de Jéssica em: O OLHAR DA FELINA.