[VITÓRIA X ATLÉTICO PR] A grande final da série B


São 38 finais neste campeonato brasileiro da série b, todo jogo é uma decisão e isso não é exagero e nem cliché, é fato, mas o jogo de logo mais entre Leão e furacão para mim é considerada a grande final da competição, vamos aos fatos. É bem verdade que se vencer hoje o Vitória ainda não estará matematicamente classificado, de acordo com o competente matemático e rubro-negro Marcelo Monteiro o brioso ainda precisará de mais 1 ponto para assegurar a classificação na casa dos 67 pontos, Já o Atlético tem a chance de adentrar definitivamente no g-4 e assegurar a vaga para retornar a elite e caso sofra o revés fica um tanto distante do sonho.

Todo mundo conhece as tradições de Vitória e Atlético e por isso este é chamado de um jogo de série A, e poderá vim a ser de fato em 2013, as equipes trilharam caminhos diferentes, mas foram consideradas desde o inicio como os grandes favoritos ao título, o Leão está na cola do Criciúma e espera confirmar o pressagio, já o furacão após ter um inicio bastante complicado figurando até na zona de rebaixamento, se recuperou e busca o retorno a elite.

Paulo Cesar Carpegiani fez treino secreto durante a semana, testou novas formações e o time que entra em campo é uma verdadeira incógnita, já se especulou 4 escalações diferentes com uma briga acirrada no meio de campo com Willie, Tartá, Marquinhos, Rodrigo Mancha e Arthur Maia e até mesmo a saída do atacante Willian, sendo que Mancha atuaria como um terceiro zagueiro, o restante do time segue o mesmo, com a ausência de Victor Ramos lesionado e a manutenção de Josué ao lado Gabriel que retorna de suspensão.

Já o adversário vem a Salvador bem definido com a mesma formação dos últimos embates e sem grandes surpresas, a expectativa é de um grande jogo e que as duas equipes busquem o triunfo do inicio ao fim.

15 ANOS DA TORCIDA UNIFORMIZADA OS IMBATÍVEIS-TUI

Eu que vi de perto o nascimento da TUI fico espantado ao ver nas arquibancadas como em apenas 15 anos aquele pequeno grupo que estava na arquibancada da fonte nova se transformou nesta gigante torcida respeitada no país inteiro, ser a maior referência da torcida rubro-negra não é fácil mas a TUI conduz isso com grande maestria e por isso ostenta qualidades que o fazem parecer unica em meia grande multidão de 3 milhões de leoninos espalhados por este país, parabéns TUI, parabéns Imbatíveis, de presente vamos virar esta faixa hoje1

FICHA TÉCNICA
31ª rodada da Série B 
Vitória x Atlético-PR
Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).
Data: sábado, 20 de outubro.
Horário: 16h.
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (Fifa/RS).
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (Asp. Fifa/ES) e Pablo Almeida de Costa (CBF/MG).

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Josué e Gilson; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Willie (Marquinhos ou Rodrigo Mancha); Élton e William. Técnico: Paulo César Carpegiani.

Atlético-PR: Weverton; Maranhão, Manoel, Cleberson e Pedro Botelho; Deivid, João Paulo, Henrique e Elias; Marcelo e Marcão. Técnico: Ricardo Drubscky.

Anúncios

[VITÓRIA 3X1 GOIÁS] Se era final antecipada, podem mandar a taça!


Num jogo digno da série A, o Vitória superou o Goiás e está cada vez mais próximo de retornar a elite. O Barradão lotou e esteve a altura da festa, quase 34 mil leoninos empurrando o rubro-negro a mais um triunfo e com certeza, todos saíram felizes de lá.

Quero elogiar aqui o treinador Paulo Cesar Carpegiani, primeiro ele surpreendeu a todos quando lançou Tartá no lugar de Willian, quando todos esperavam por Dinei, eis que surge o careca elétrico com a camisa 10 e jogou muito justificando a sua escalação e a confiança do treinador. Ainda elogiando PCC, a sua coragem ao tirar Fernando Bob num momento em que o esmeraldino era melhor e colocar mais um atacante, é algo de que tem o time nas mãos, para completar isso ele surpreendeu novamente quando chamou Marquinhos e este voltou a jogar bola e deu um lançamento primoroso para Elton marcar o seu segundo gol e desempatar a partida, o conhecimento de Carpê foi fundamental para este triunfo.

Parabéns a massa rubro-negra, público pagante no Barradão neste sábado foi de 33.861. Para uma renda: R$ 608.725,00. O público total foi de 35.954 torcedores, mais uma vez calando a boca da mídia corrompida e agora vou dar uma cutucada, cadê aqueles que estavam dizendo que o time estava boicotando os jogos para tentar aumentar o “bicho”, tenham hombridade, falei antes do jogo e tenho ainda mais motivos para derrubar as vossas teses, os jogadores se reuniram com a diretoria e propuseram determinado valor que foi de bate pronto aceito em comum acordo pela diretoria do clube, por isso nunca houve nenhum corpo mole, parem de escutar o palhaço da boca grande e reproduzir as suas asneiras, o Vitória não precisa disso.

Agora o leão terá mais uma semana de descanso e enfrenta o Avaí na ressacada no próximo sábado.

FICHA TÉCNICA VITÓRIA 3 X 1 GOIÁS

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)

Data: 22 de setembro de 2012, sábado Horário:

16 horas (de Brasília)
Público 33.812 pagantes

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Lilian da Silva Fernandes Bruno

(RJ) GOLS: VITÓRIA: Elton, a um minuto do primeiro tempo e aos 25 minutos do segundo tempo; Tartá aos 32 minutos do segundo tempo

GOIÁS: Renan Oliveira, aos 15 minutos do primeiro tempo Cartões amarelos: Tartá (Vitória) e Ramon (Goiás)

VITÓRIA: Deola; Carlinhos (Rodrigo Costa), Victor Ramos, Gabriel Paulista e Gilson; Michel, Fernando Bob (Dinei), Pedro Ken e Tartá; Willie (Marquinhos) e Elton Técnico: Paulo César Carpegiani

GOIÁS: Harlei; Vítor, Ernando, Valmir Lucas e Egídio; Amaral, Thiago Mendes, Ramon (Dudu Cearense), Renan Oliveira (Iarley) e Ricardo Goulart; Walter Técnico: Enderson Moreira

[Vitória x Goiás] Num campeonato de decisões, eis o jogo do título


A série b é uma decisão a cada rodada, mas o jogo deste sábado é verdadeiramente especial, ele é o que se pode chamar de final antecipada, o jogo do título, e não digo isso simplesmente para apimentar ou trazer contornos dramáticos, mas porque estamos falando do líder geral do campeonato o Vitória e o time de melhor rendimento no segundo turno o Goiás e para completar eles estão separados por apenas 5 pontos e esta rodada pode definir literalmente os rumos da competição.

O leão terá casa cheia e muito apoio de cada rubro-negro para vencer o duelo, essa foi uma semana complicada, apesar do descanso de uma semana, o ritmo frenético, tirou jogadores importantes, Nino e Uelliton, o reserva imediato Léo e agora o artilheiro Willian que sentiu e é duvida , o restante do time é o mesmo que vem atuando nas ultimas partidas.

Na equipe esmeraldina a única duvida é o atacante Renan Oliveira, ele sentou durante os treinamentos e pode não enfrentar o leão, caso não jogue o substituto será o experiente Iarlei.

O brioso é o líder da série b com 54 pontos e o Goiás é 3º com 49.

Vitória e Goiás já se enfrentaram 33 vezes e o Leão venceu 13, perdeu 12 e ocorreram 8 empates, foram61 gols marcados para cada lado e no Barradão ocorreram 12 embates com 6 triunfos do Vitória, 4 empates e 2 triunfos do Goiás.

 

VITÓRIA X GOIÁS

DATA: 22/10/12 ÁS 16:00 HORAS

LOCAL: ESTÁDIO MANOEL BARRADAS CARNEIRO-BARRADÃO NO DIA

ARBITRAGEM: Ricardo Marques Ribeiro

ASSISTENTES: Diberth Pedrosa Moises e Lilian da Silva Fernandes Bruno
ESCALAÇÃO DO VITÓRIA: Deola; Carlinhos, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Gilson; Michel, Fernando Bob, Willie e Pedro Ken; William e Elton. Téc: Paulo Cesar Carpegiani

ESCALAÇÃO DO GOÍAS: Harlei; Vítor, Ernando, Valmir Lucas e Egídio; Amaral, Thiago Mendes, Ramon, Renan Oliveira e Ricardo Goulart; Walter. Téc: Enderson Moreira

 

PS: Desculpe galera a não atualização do blog por mais de uma semana, mas a correria está grande e isso dificulta bastante, não gosto de escrever qualquer coisa e postar, vocês merecem muito mais do que isso, confesso que essa semana pensei até em fechar o LMP, com a felina com problemas contratuais(foi devolvida a divisão de base, até solucionar estes entraves rsrsrsrrs) a coisa ficou ainda mais complicada e entendo bastante os e-mails e comentários , mas vocês não sabem o quanto leva tempo para atualizar o blog, não é só escrever qualquer coisa e já foi, é muito mais além do que isso, mas está aí o pré-jogo e desta vez teremos pós jogo também rsrsrs.

Abraços e SRN.

[VITÓRIA X CRICIÚMA] Leão X Tigre, QUEM É O REI DA SELVA?



O jogo de logo mais no Barradão é um dos confrontos mais aguardados da série b 2012, sendo até considerado por muitos como a final antecipada da competição, isso ocorre devido a regularidade das duas equipes na competição e a briga árdua que ambos travam pela liderança da competição desde as primeiras rodadas e que a partir da 16ª passou a ser do Leão.

 O bom é que ambos terão força máxima, sem problemas de cartões ou contusões os técnicos Paulo Cesar Carpegiani e Paulo Comelli poderão escalar os seus titulares e ainda contar com os seus respectivos suplentes no banco.

No primeiro turno as equipes se enfrentaram e o Criciúma venceu por 2×1, de lá para cá muita coisa aconteceu, a começar pelos titulares do Vitória que mudaram completamente, são 8 alterações, agora as equipes duelam no Barradão e o rubro-negro espera ir a forra e descontar a derrota no primeiro turno. Caso vença o Vitória abre 6 pontos do Criciúma em caso de derrota os times ficarão empatados e o saldo de gols é o que irá determinar quem será o líder.

 

Histórico do confronto

Editado do site (http://canalecvitoria.com/?p=5507)

 

Vitória e Criciúma se enfrentaram 8 vezes pela Série B, e o Criciúma tem uma pequena vantagem, com 4 triunfos enquanto o Vitória venceu 3 jogos e ocorreu ainda um empate.

Na estatística geral, foram 21 jogos entre Vitória e Criciúma, o Vitória venceu sete jogos, o time catarinense venceu sete e houve sete empates, com 22 gols feitos pelo Vitória e 26 feitos pelo Criciúma, os dois times já se enfrentaram pelas seguintes competições: Brasileirão (11 jogos), Série B (8 jogos) e Série C (2 jogos). O último jogo entre os dois times no Barradão o Vitória venceu por 3 a 1.

O Vitória nunca perdeu para o Criciúma em Salvador foram 10 jogos com 6 triunfos e 1 empate sendo que o primeiro triunfo do rubro-negro foi na fonte nova, os outros jogos foram no Barradão

RESUMO ESTATÍSTICO

Maior Goleada do Vitória: Não Houve

Maior Goleada do Crciúma: Criciúma 6 x 0 Vitória, no Heriberto Hulse, pela Série C de 2006

Maior Goleador dos Confrontos: Dão (Vit), com 3 gols.

Maior Público: 38.412 pagantes na Fonte Nova, no jogo: Vitória 2 x 1 Criciúma,realizado pela 2ª Divisão de 1992

Menor Público: 1.381 pagantes no Barradão, no jogo: Vitória 0 x 0 Criciúma, pelo Brasileirão de 1995

Média de Público: 11.495 pagantes por jogo

Partida com Maior Número de Gols: 06 Gols no jogo Criciúma 6 x 0 Vitória (no Heriberto Hulse, pela Série C de 2006)

Placar mais Repetido: 1 a 0, ocorreram em 4 jogos

Média de gols por jogo: 2,2 gols por partida (foram 45 gols em 20 jogos)

Jogador, com a camisa doVitória, que  disputou mais partidas contra o Criciúma:Flávio Tanajura (Zagueiro, de 1994 a 1997), com 5 jogos

Maior sequência invicta do Vitória sobre o Criciúma: 8 jogos, de: 02/07/1992 a 24/09/2003 (três triunfos e cinco empates)

Maior sequência invicta do Criciúma sobre o Vitória: 5 jogos, desde 12/10/2006 (três triunfos e dois empates)

 

triunfos e dois empates)

Curiosidades de Vitória x Criciúma:

– O Criciúma é um dos poucos times do Brasil a ter enfrentado o Vitória nas três divisões nacionais: Série A, série B e Série C, além do time catarinense, mais quatro times tiveram essa proeza: Jahia, Grêmio Barueri, Confiança e Ipatinga.

– O jogo dessa próxima terça feira marcará o 7º encontro entre Vitória e Criciúma em Brasileiros da 2ª divisão, com isso o Criciúma se tornará o adversário que o Vitória mais enfrentou em jogos pela Série B (2ª divisão)

– O Rubro Negro só venceu um jogo na casa do Criciúma, o estádio Heriberto Hulse, foi pelo Brasileiro de 1988, o gol foi marcado por Hélio “caipira”, logo no comecinho do jogo aos 7 minutos do 1º tempo, em pleno dia de Finados (02/11).

– Vitória e Criciúma se enfrentaram pelas semifinais da 2ª divisão em 1992, em jogos de ida e volta, ambos os times lutavam para garantir uma vaga na final daquela competição (na outra semifinal jogaram Paraná e Santa Cruz), no jogo de ida deu Criciúma 2 a 1, na partida de volta o Rubro Negro precisava vencer a partida e não deu outra, com um “show” de Arturzinho que jogou muito e acabou marcando dois gols, o Vitória garantia a sua vaga para a final. É bom lembrar que Criciúma e Vitória já estavam classificados para a 1ª divisão, pois naquele ano subiram 12 clubes.

Pois bem queridos, hoje nem é preciso dizer que teremos casa cheia e que todos os caminhos levam ao Barradão, aliás até o Capitão nascimento mandou este recado aí:

 

 

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B

Vitória x Criciúma

Data:04/09/2012

Horário: 19h30

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA/GO) e Eduardo de Souza Couto (RJ)

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Gilson; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Willie; William e Elton. Técnico: Paulo César Carpegiani

Criciúma: Michel Alves; Ezequiel, Matheus Ferraz, Nirley e Marlon; Diego Oliveira, Elias, Kléber e Giovanni Augusto; Lucca e Zé Carlos. Técnico: Paulo Comelli.

[Ceará 1×3 Vitória] Campeão do primeiro turno, melhor campanha da história da série b


Este é o Vitória, dono de uma marca impressionante no brasileiro série b 2012, arrasador no Barradão e também como visitante, e se não tem mais o artilheiro do Brasil Neto Baiano, tem um elenco recheado de jogadores de qualidade e goleadores também.

O jogo começou truncado e a defesa cometeu um erro que vem se tornando recorrente, cometer penalidades bobas, é a terceira nos últimos 4 jogos, tem que corrigir isso, o time é bom, mas nem sempre dará para buscar a virada.

O time foi bem armado e mostrou muita competência, o elenco é bom e o treinador tem conseguido extrair ao máximo a qualidade de todos eles.

Deola: Um monstro, grandes defesas, trouxe a confiança necessária. Nota 8,0

Nino: Mesmo guerreiro de sempre, é impressionante a sua regularidade. Nota 7,5

Gabriel: Partidaça, jogou muito, conseguiu fechar bem os espaços. Nota 8,0

Victor Ramos: Não precisava cometer aquele Pênalti, mas se recuperou e fez uma grande partida. Nota 7,0

Gilson: Resolveu o problema da lateral esquerda, com ele o time deixou de ficar empenado, joga fácil. Nota 8,0

Uelliton: Marcou bem enquanto aguentou, é um monstro, renova mesmo parceiro: Nota 7,5

Michel: Homenageado pelo adversario, mas mostrou o profissionalismo e garra de sempre. NOTA 7,5

Pedro Ken: Gol do maestro, outra bela partida. Nota 9,0

Willie: Oscilou durante o jogo, mas tem muita qualidade, outra assistência na conta. Nota 8,0

Elton: Ainda não está 100%, mas foi o cara em campo, uma assistência e 1 gol> Nota 10,0

Wiilian: Matador, fez o seu, deixou outra na trave, tem uma média impressionante: Nota 10,0

Tartá: Entrou ligado, participou de boas tramas no ataque. Nota 7,0

Rodrigo Mancha: Não tem a mesma qualidade de Uelliton e Michel, mas fez bem a sua função: Nota 7,0

Rodrigo: Entrou no fim para fechar a zaga e foi feliz: Nota 7,0

Carpegiani: Mostra a cada jogo que conhece o elenco que tem na mão, escalou corretamente e substituiu com inteligência: Nota 10,0

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B

Ceará 1 x 3 Vitória

Local: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE)

Data: 24 de agosto de 2012, sexta

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Assistentes: Ubirajara Ferraz Jota (PE) e Márcio da Silva Oliveira (RN)
Gols: Elton, William e Pedro (Vitória) / Mota (Ceará)

Ceará: Fernando Henrique; Paulo Sérgio, Thiego, Daniel Marques e Márcio Careca; Heleno, João Marcos (Robert), Juca (Magno) e Bruninho (Robston); Mota e Itamar. Técnico: PC Gusmão.

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Gílson; Michel, Uelliton (Rodrigo Mancha), Pedro Ken e Willie (Rodrigo); William e Elton (Tartá). Técnico: Paulo César Carpegiani.

 

[VITÓRIA X JOINVILLE] E o caldeirão ferveu


Hoje é dia de Leão, dia de ver o Barradão como o caldeirão de sempre e com isso ver o adversário ferver. Confesso que tenho uma expectativa sobre este jogo, isso porque os torcedores do JEC ficaram furiosos comigo por causa do texto que fiz sobre uma pré-análise da série B em que coloquei o Joiville na primeira entre os times que brigariam para não cair e na segunda e definitiva na faixa dos clubes que ficariam na zona intermediaria, porém até o momento errei feio, o time Catarinense está firme na briga pelo -4.

 

O Vitória busca vencer novamente no Barradão e com isso chegar a liderança da competição, mas isso depende também de um tropeço do chato Criciúma( isso eu acertei, falei do quanto o Tigre é um time chato heheheh), mas o mais importante é conquistar mais 3 pontos e frear também o crescimento do Joinville e se afastar dos adversários diretos.

O Vitória vai contar com o retorno de Deola após cumprimento de suspensão, mas perde Leíson, em sua vaga surge Tartá, e eis que a muito tempo que eu desejava ver ele fazendo a posição de segundo atacante, acredito que ele rende mais aí, e tenho plena certeza de que ele fará um bom jogo.

 

O Joinville a grande surpresa do campeonato chega a Salvador com status e busca se aproximar do Leão, tem alguns desfalques sendo o principal: Lima jogador de muita qualidade e que estava impulsionando o time que não contará com Adailton por força contratual, quem veio a Salvador e deve ficar no banco é o Reizinho Ramon.

 

Galetinha lembrem-se do pacto: Você apoia, A gente lota, Vitória ganha!

SRN

 

FICHA TÉCNICA

Vitória x Joinville

SÉRIE B

Data: 17/08/2012

Horário: 19h30

Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador

Árbitro: Paulo Cesar de Oliveira (FIFA/SP)

Assistentes: Rogério Pablos Zanardo-SP e Paulo Cesar Silva Faria-MT

 

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e GÍlson; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Tartá; Willie e William. Técnico: Paulo César Carpegiani.

 

Joinville: Ivan; Eduardo, Pedro Paulo, Diego Jussani e Gilton; Leandro Carvalho, Glaydson, Ricardinho e Tiago Real; Marcinho e Jean Carlos. Técnico: Leandro Campos.

 

PS: GALERA DESCULPE UM POUCO O SUMIÇO E NÃO TER AINDA RESPONDIDO OS COMENTS, MAS ESTÁ SEMANA ESTÁ CORRIDA E FALTOU UM POUCO DE TEMPO, MAS PROMETO QUE O FAREI.

[Vitória x São Caetano]Para superar o trauma e extravasar a irá


Geralmente eu tiro a possibilidade de vingança dos meus textos por uma série de motivos, mas no jogo de hoje, é diferente, as circunstâncias permitem chamá-lo de vingança e serve também para superar um grande trauma recente na história do Leão.

É um fato que ninguém esqueceu aquele fatídico jogo entre Vitória x São Caetano pela penúltima rodada da série b 2011, e por isso vencer o azulão hoje no Anacleto Campanela ajuda a apagar um pouco daquela grande decepção.

O Vitória vai à busca de seu sétimo triunfo consecutivo, para isso terá apenas uma mudança, Gabriel Paulista no lugar de Dener, o time terá o reforço de Eduardo Ramos no banco de reservas, ele que está recuperado de lesão e pode pintar durante o jogo, o restante do time será o mesmo que venceu o CRB por 1×0 no sábado no Barradão.

Sem tempo para treinar, os acertos na equipe se deram por meio de conversa, o grupo ainda foi a campo por 20 minutos, mas o trabalho foi exclusivamente de orientação de posicionamento, o Vitória vai em busca Da conquista de mais 3 pontos fora de casa e com isso confirmar mais ainda a fama de visitante mais incômodo da competição, tendo vencido 5 de 7 jogos até aqui.

O São Caetano de Sergio Guedes é muito mais forte do que o de 2011, isso é possível analisando as duas campanhas, o time do ano passado escapou do rebaixamento na ultima rodada e o de 2012, vem brigando por uma vaga no g4, a meta do rubro-negro é atrapalhar as pretensões do azulão e vencer um jogo considerado de 6 pontos.

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B

São Caetano x Vitória 

Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano (SP).

Data: Terça-feira, 30 de julho.

Horário: 21h50.

Árbitro: Anderson Daronco (CBF/RS).

Assistentes: João L Monteiro de Souza Jr. (CBF/RS) e José A Chaves Franco Filho (CBF/RS).

 

São Caetano: Fábio (Luiz); Samuel Xavier, Eli Sabiá, Gabriel e Diego Corrêa; Augusto Recife, Moradei, Éder e Aílton; Geovane e Somália. Técnico: Sérgio Guedes.

 

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Dankler, Victor Ramos e Gabriel Paulista; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Leílson; Marquinhos e Neto Baiano. Técnico: Paulo César Carpegiani.

Treino teve mudanças Importantes, Neto Baiano, Deola e Arthur Maia apareceram no time titular


Carpegiani deu prosseguimento na tarde desta quarta-feira à preparação do time do Vitória para jogar contra o CR Brasil, sábado, às 16h20, no Estádio Manoel Barradas. O técnico comandou um treinamento tático-coletivo no campo do Barradão.

Para substituir Gabriel, com três cartões amarelos, Carpegiani revezou os zagueiros Dankler, que atuou em Paranaguá, contra o Atlético (PR), e Rodrigo Costa. Deola assumiu o gol e outra experiência foi a substituição de Marquinhos por Arthur Maia.

No comando do ataque, o artilheiro do Brasil, Neto (37 gols) atuou no time com camisa amarela.
Carpegiani antecipou para a manhã o treinamento desta quinta-feira, que estava programado para 15 horas. O treino de sexta-feira também será de manhã e depois a equipe concentra na chácara Vidigal Guimarães.

Na primeira parte do treinamento desta quarta-feira, Carpegiani deu ênfase à parte tática para posicionar a defesa. Em seguida, treinou bola parada e, por último o coletivo que o time com colete preto venceu por 3 a 0, gols de Marcelo Nicácio, Mineiro e Alan Pinheiro, do time sub-20 e que foi integrado ao grupo profissional, assim como o volante José Welisson, campeão da Copa Internacional 2 de Julho.

Deola; Nino, Dankler, Victor Ramos e Léo; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Leílson; Arthur Maia e Neto Baiano.

Por causa de um trauma no dedo do pé direito, o meia-atacante Tartá foi poupado do treino com bola.
Os jogadores Mansur e Marco Aurélio continuam a fase de fortalecimento muscular no Centro de Fisiologia e nesta quinta-feira devem ser liberados para a etapa de transição com o professor Alex Fernandes.

Neste processo de transição já estão os meias Eduardo Ramos e Felipe e o volante Neto Coruja.
Dinei é o único jogador ainda entregue ao departamento médico. O médico Rodrigo Vasco da Gama acredita que segunda-feira o atacante esteja liberado para as atividades no campo.

Presente

Depois do treino desta sexta-feira, o meia Pedro Ken recebeu de presente das irmãs Katiele e Lorena Galvão um exemplar do livro “Mahatma Gandhi”. Torcedoras rubro-negras, elas são fãs do jogador.

“É sempre gratificante ter o reconhecimento do torcedor. Peguei o gosto pela leitura com meu pai e sempre antes de dormir, principalmente na concentração e quando estou viajando, leio bastante”, confessou o jogador.

Treino de Hoje+ Deola, Marcelo Nicácio e muito mais


Nesta quarta feira o Vitória fez o segundo treinamento coletivo do ano e o técnico do Vitória, Paulo César Carpegiani, fez duas alterações no time titular que visa preparar o time para a partida do próximo sábado, contra o ABC, às 16h20, no estádio Frasqueirão, em Natal, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro da segunda divisão.
Houve uma mudança no gol com Douglas reassumindo a camisa 01 após ficar fora do treino de ontem para ir resolver problemas pessoais e Willian no ataque no lugar de Neto Baiano que correu em volta do campo principal do CT Manoel Pontes Tanajura na Toca do Leão, apesar disso o artilheiro do Brasil está confirmado entre os titulares para o confronto contra o ABC.

Os onze escalados pelo PCC nesta tarde foram: Douglas; Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Mansur; Uelliton, Rodrigo Mancha, Pedro Ken e Tartá; William e Marco Aurélio. 

 

Vitória tenta contratar Deola

 

O Vitória tentou a contratação de Deola que está atualmente no banco do Palmeiras, mas a diretoria alviverde não pretende liberar o atleta, a justificativa é que o clube precisa de dois goleiros de alto nível, mas como Felipão parece não gostar do arqueiro é possível que ele acabe sendo liberado.

 

Marcelo Nicacio pode pintar na Toca

 

O Atacante Marcelo Nicacio está novamente na pauta da diretoria rubro negra, com as dispensas de Adailton e sem querer aproveitar índio, o atleta pode pintar no rubro-negro em breve.

 

Especulações

 

O Vitória está tentando algumas contratações, os nomes especulados são de Deola, Aranha e Julio Cesar, Gilberto e Marcelo Nicacio, e Dudu Cearense.

 

O ABC demitiu o seu treinador no dia de hoje

 

ABC demitiu o técnico Márcio Goiano e o superintendente de futebol Ricardo Moraes, com a saída de Márcio Goiano, o preparador físico Ranielle Ribeiro assume de forma interina o comando da equipe até a chegada de um novo profissional. Caso não seja contratado nenhum treinador, ele irá trabalhar à beira do campo na partida diante do Vitória, sábado, às 16h20, no Frasqueirão.

As mudanças no ABC acontecem no momento que a equipe realiza uma campanha irregular na Série B do Campeonato Brasileiro. A equipe encontra-se em 14º lugar na competição com apenas dois pontos a mais que o CRB, primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

 

 

 

[Vitória x Avaí] Exorcizar os fantasmas e mostrar o caminho


A verdade é que a ultima partida do Vitória ainda assombra, e é justamente por isso que os jogadores do Leão terão que novamente combater as forças sobrenaturais e vencer o time catarinense para acabar de vez com este negocio de forças ocultas.

Vencer o Avaí e vencer bem significa muito para o rubro negro, e sabendo disso Carpegiani promoveu o retorno de muitos titulares a equipe, serão 5 no total, Rodrigo e Douglas que fizeram trabalhos de recondicionamento físico, Nino e Mansur recuperados de contusão, sendo que o primeiro fará a sua estreia na série B, e o volante e capitão Uelliton que cumpriu suspensão automática.  O Vitória só não vai com força máxima, por causa da contusão de Michel, mas o restante são todos considerados titulares do elenco.

O Avaí não vive um bom momento na competição, teve problemas com alguns titulares, mas é sem duvida alguma, um dos times mais perigosos e tradicionais da segunda divisão, vencer é justamente tirar um concorrente direto, por hora do páreo. O Vitória precisa vencer também para se firmar permanecer e se firmar no G4, com a derrota em Goiânia, perdemos a chance de abrir uma boa distância dos concorrentes e agora é o momento de correr atrás do prejuízo.

Existe ainda a expectativa sobre os homens de preto, Marcelo Aparecido de Souza, mais os seus assistentes estão incumbidos de apagar a lembrança da lambança feita por Leandro Vuadem, e é justamente por isso que a responsabilidade anda ainda maior e repercutirá muito a favor ou contra aquele cuja boca sopra o apito, assim como muitos estarão analisando o desempenhos dos atletas e treinadores, outros tantos estarão a observar a qualidade técnica do trio de árbitros desta partida.

Quero mais uma vez reforçar o pacto com a nação de ir em peso ao Barradão e empurrar o Vitória rumo ao triunfo, ainda mais que a saudade anda gritando, são longos 18 dias longe do monumental, e hoje é dia de reencontro, ir ao Barradão, gritar para o Vitória vencer e sair comemorando os 3 pontos, sei que muitos ainda estão no clima das festa juninas, mas a verdade que salva e liberta é uma só (by Franciel), todos os caminhos, licores e amendoim, indicam que o melhor forro do país será apresentado em Canabrava, e quem não for, será a mulher do padre.

SRN

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B

Vitória x Avaí 

Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador (BA)

Data: Sábado, 29 de junho.

Horário: 16h20.

Árbitro: Marcelo Aparecido R. de Souza (SP-CBF).

Assistentes: Herman Brumel Vani (SP-CBF) e Celso Barbosa de Oliveira (SP-CBF).
Vitória: Douglas; Nino Paraíba, Rodrigo, Victor Ramos e Mansur; Uelliton, Rodrigo Mancha, Pedro Ken e Tartá; Marquinhos e Neto Baiano. Técnico: Paulo César Carpegiani.
Avaí: Diego; Arlan, Cássio, Leandro Silva e Aelson; Marcinho Guerreiro, Diogo Orlando, Patric e Cléber Santana; Diego Alves e Diogo Acosta. Técnico: Hemerson Maria.