É do caos que nasce o recomeço?


 

 

?????????????????????????????????????????????????????????

O Esporte Clube Vitória vive um verdadeiro caos em sua administração, a politica tão criticada pelo torcedor ao longo da gestão tri-una de Alexi, Falcão e Viana parou de ser acobertada por alguns bons resultados e trouxe a tona o que todo rubro negro temia, vexames em campo e problemas financeiros cada vez mais expostos.

A Falácia de que o Vitória vinha sendo gerido para ser o clube do futuro e que a partir de 2013 começaria a brigar por posições melhores no certame nacional e que até em 2020 se tornaria um dos 10 clubes mais poderosos do país vai caindo por terra e ao invés de crescimento o que vemos é o Leão parando de rugir e sendo domesticado até mesmo na antiga selva Barradão. Deixamos para trás a grande hegemonia de duas décadas tanto no âmbito regional como no estadual, vimos Sport, Ceará e Campinense campeões do nordeste e temos a certeza de que nem disputaremos a competição em 2016, estamos igualados ao Bahia de Feira e após 21 anos o rival Bahia conseguiu conquistar um bi-campeonato , fomos rebaixados após apenas 2 anos na série A e estamos sem qualquer expectativa de que retornaremos ainda este ano.

Alexi Portela, Carlos Falcão e conselheiros (meu Deus, cegos guiando cegos!) sempre arrotaram que o Vitória é um clube saneado, com contas em dia e rumo a grandes conquistas, porém o time desde o inicio desta gestões nunca conseguiu contratar nenhum atleta valorizado, ninguém que precisasse o mínimo valor de investimento e sempre perdeu os poucos que se destacaram pelo mesmo motivo, se o Vitória é um clube seguro porque mesmo com a maior cota do nordeste não monta um time para ser campeão baiano e do nordeste, se estamos em direção a novas conquistas porque mesmo com a segunda maior cota de tv da série B não temos um time capaz de resistir nem ao pequeno(com todo respeito) Sampaio Correia no antes temido Barradão?

Se na teoria o recomeço nasce do caos, o Vitória parece provar o contrario e a cada dia o clube vem colecionando revés, vexames e decepções não preciso falar do maneira amadora que o clube é gerido com conivência da conselho que parece mais formada por bobos da corte e da sua maior torcida que aos frangalhos pela primeira vez, parece que começa a também sucumbir numa crise, provocando uma cisão na mesma.

Aliada a tudo isso, ainda temos uma imprensa esportiva maldita que endeusa Alexi Portela e o põe como o SALVADOR, sendo que este senhor foi o principio de dores para o clube e depois colocou duas bestas feras no comando para acabar de vez com as esperanças de um Vitória mais forte e com tudo isso, a cada dia é preciso se renovar como torcedor do Vitória e fazer da frase “ESPORTE CLUBE VITÓRIA NA PRIMEIRA OU EM QUALQUER DAS DIVISÕES, AMOR INABALÁVEL”

 

 

[VITÓRIA X ATLÉTICO PR] A grande final da série B


São 38 finais neste campeonato brasileiro da série b, todo jogo é uma decisão e isso não é exagero e nem cliché, é fato, mas o jogo de logo mais entre Leão e furacão para mim é considerada a grande final da competição, vamos aos fatos. É bem verdade que se vencer hoje o Vitória ainda não estará matematicamente classificado, de acordo com o competente matemático e rubro-negro Marcelo Monteiro o brioso ainda precisará de mais 1 ponto para assegurar a classificação na casa dos 67 pontos, Já o Atlético tem a chance de adentrar definitivamente no g-4 e assegurar a vaga para retornar a elite e caso sofra o revés fica um tanto distante do sonho.

Todo mundo conhece as tradições de Vitória e Atlético e por isso este é chamado de um jogo de série A, e poderá vim a ser de fato em 2013, as equipes trilharam caminhos diferentes, mas foram consideradas desde o inicio como os grandes favoritos ao título, o Leão está na cola do Criciúma e espera confirmar o pressagio, já o furacão após ter um inicio bastante complicado figurando até na zona de rebaixamento, se recuperou e busca o retorno a elite.

Paulo Cesar Carpegiani fez treino secreto durante a semana, testou novas formações e o time que entra em campo é uma verdadeira incógnita, já se especulou 4 escalações diferentes com uma briga acirrada no meio de campo com Willie, Tartá, Marquinhos, Rodrigo Mancha e Arthur Maia e até mesmo a saída do atacante Willian, sendo que Mancha atuaria como um terceiro zagueiro, o restante do time segue o mesmo, com a ausência de Victor Ramos lesionado e a manutenção de Josué ao lado Gabriel que retorna de suspensão.

Já o adversário vem a Salvador bem definido com a mesma formação dos últimos embates e sem grandes surpresas, a expectativa é de um grande jogo e que as duas equipes busquem o triunfo do inicio ao fim.

15 ANOS DA TORCIDA UNIFORMIZADA OS IMBATÍVEIS-TUI

Eu que vi de perto o nascimento da TUI fico espantado ao ver nas arquibancadas como em apenas 15 anos aquele pequeno grupo que estava na arquibancada da fonte nova se transformou nesta gigante torcida respeitada no país inteiro, ser a maior referência da torcida rubro-negra não é fácil mas a TUI conduz isso com grande maestria e por isso ostenta qualidades que o fazem parecer unica em meia grande multidão de 3 milhões de leoninos espalhados por este país, parabéns TUI, parabéns Imbatíveis, de presente vamos virar esta faixa hoje1

FICHA TÉCNICA
31ª rodada da Série B 
Vitória x Atlético-PR
Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).
Data: sábado, 20 de outubro.
Horário: 16h.
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (Fifa/RS).
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (Asp. Fifa/ES) e Pablo Almeida de Costa (CBF/MG).

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Josué e Gilson; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Willie (Marquinhos ou Rodrigo Mancha); Élton e William. Técnico: Paulo César Carpegiani.

Atlético-PR: Weverton; Maranhão, Manoel, Cleberson e Pedro Botelho; Deivid, João Paulo, Henrique e Elias; Marcelo e Marcão. Técnico: Ricardo Drubscky.

SEPARAÇÃO DAS TORCIDAS NO BAVI


A melhor definição sobre esta província lambuzada de dendê e de boréstia foi feita pelo menino Otávio Mangabeira. “A Bahia está tão atrasada que, quando o mundo se acabar, os baianos só vão saber cinco anos depois”. Touché!

Porém, quando o tema é estupidez, perdoem-me os gaúchos pela falta de modéstia, estamos sempre na vanguarda. Não foi à toa que o mesmo Mangabeira proferiu o axioma definitivo que, de tão verdadeiro e repetido, já se tornou um clichê. “Pense num absurdo, na Bahia tem precedente”.

E para que não me acuse apenas de só tergiversar sobre o pretérito (seja lá que porra isto signifique), informo que neste 3 de abril do ano da graça de 2012, também conhecido como terça-feira, as otoridades baianas estão reunidas para conspirar contra o destino do Ba x VI e do Brasil – o que dá no mesmo. Para que vocês não se percam neste emaranhado de prosopopeias, encerro este terceiro parágrafo fazendo algo que contraria minha religião: serei objetivo. Seguinte é este. Estão querendo transformar Salvador na primeira capital a ter clássico com apenas uma torcida no estádio.

É graça uma porra desta ?

Ah, sim, antes que algum apressado venha dizer que estamos atrasados, pois Minas Gerais já saiu na frente nesta demência, informo que o caso mineiro ficou restrito ao interior. E a restrição só ocorreu lá, única e exclusivamente, porque não tinham condições de usar nem o Mineirão nem o Independência. Então, o título de capital que pode inventar a infâmia é nosso, ninguém tasca.

Porém, não deixa de ser verdade que Minas serviu de inspiração aos nossos dementes. Afinal, uma outra tradição cara aos mandatários baianos de todas as épocas e (baixo) quilate é macaquear decisões ineficazes do sul/sudeste maravilha.

O mais triste de tudo isso é que os donos do poder na Bahia fazem questão de ignorar nossas peculiaridades. Agora mesmo, esqueceram as potencialidades de nossa bela orla e a entregaram graciosamente à especulação imobiliária para concretizar um ridículo processo de miamização.

Derivo, derivo, sei, mas o fato é que nunca se respeita as nossas boas tradições. Voltemos ao Ludopédio. Ao contrário de outros centros urbanos, a relação das torcidas rivais aqui sempre foi marcada por uma, como direi, gentil sacanagem, com um pouco mais de pimenta aqui ou acolá. Há pouco mais de uma década, por exemplo, tínhamos um espaço para a torcida mista, onde fanáticos do Bahia conviviam no mesmo cimento que sectários do Vitória.

Então, em vez de trabalhar no regaste desta cultura de civilidade, os homens da lei e da ordem querem impor a cultura do medo. Usam como precário pretexto umas rusgas entre as torcidas organizadas das duas agremiações para espalhar o pânico e aprovar esta medida proibitivamente idiota.

Por falar em medo, na mesma semana em que houve a primeira reunião para se debater esta estupidez de uma torcida só aqui na Bahia, Eduardo Galeano dizia o seguinte em entrevista ao La República, do Uruguay, o lared21i. “Te enseñan a ver al prójimo como una amenaza y te prohíben verlo como una promesa o sea el prójimo, ese señor, esa señora que anda por ahí, puede robarte, violarte, secuestrarte, engañarte, mentirte, rara vez ofrecerte algo que valga la pena recibir. Creo que eso forma parte de una dictadura universal del miedo. Estamos entrenados para tener miedo de todo y de todos”.

Pois muito bem. Enquanto eles semeiam o medo, e ganham adeptos de conveniência, nós decidimos apostar na esperança de que é possível (e preciso) conviver com os amigos que escolheram outra equipe para torcer sem que isso signifique capitulação.

Foi assim que, com a autorização dos integrantes do Movimento Somos Mais Vitória (MSMV), contatei o pessoal do Bora Bahea Minha Porra (BBMP) para, juntos, levantarmos a bandeira unificada do respeito ao torcedor, que merece ver seu time nos estádios dividindo o mesmo espaço que seu adversário.

Salvador não vai ser a primeira capital a implantar a segregação das torcidas, pois já decidimos que não podemos e não vamos ficar reféns da barbárie.

P.S Afinal, não é porque as sardinhas não ganham um título desde a segunda guerra mundial que merecem apanhar. Luta, só dentro das quatro linhas.

Franciel Cruz

 

 

[Vitória x Juazeirense] Passada a euforia, de volta ao batente(NOTA OFICIAL DA TUI)


Vencer o Bahia de Itinga é sempre muito bom, e é claro que temos que curtir este momento, mas o campeonato continua e o objetivo agora é a liderança, por isso vamos que vamos na noite de hoje para cima do Juazeirense, ainda mais que o tricolor vai tropeçar no genérico hoje a noite lá em conquista.

Com alguns desfalques e duvidas o Leão vai a campo com a responsabilidade de manter o crescimento no seu futebol, Geovanni e Victor Ramos não jogam, Neto e Marquinhos são duvida com isso Cerezo deve ir a campo com: Renan,Nino,Gabriel,Rodrigo,Mansur,Uelliton,Michel,Pedro Ken,Arthur Maia(Lucio Flavio), Marquinhos(Rildo)  e Neto Baiano(Dinei).

O jogo que será realizado às 20:30 no estádio Manoel Barradas-Barradão é uma espécie de tira teima para o rubro negro, a evolução da equipe nas ultimas partidas e a aproximação da liderança, aumentam a obrigação de vencer e de demonstrar um bom futebol, com isso os atletas devem driblar a ansiedade e focar nos objetivos do Leão.

FICHA TÉCNICA

Vitória X Juazeirense

Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).

Data: Quarta-feira, 21 de março.

Horário: 20h30.

Árbitro: Ademilton Piedade Carigé.

Assistentes: José Raimundo Dias da Hora e Arlã José Estrela de Souza.

Vitória: Renan; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Rodrigo e Mansur; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Lúcio Flávio; Marquinhos (Rildo) e Neto Baiano. Técnico: Toninho Cerezo.

Juazeirense: Maikon; Michel, Edi, Jalnir e Gelvane; Vaguinho, Capone, Naldo e Marcinho; Cicinho e Augusto. Técnico: Aroldo Moreira.

NOTA OFICIAL OS IMBATIVEIS

Informamos aos nossos associados  e a quem interessar que a notícia que parte da imprensa tem veiculado sobre uma possível punição à nossa entidade não é verdadeira.

Infelizmente, ou por falta de informação ou por maldade mesmo, foi noticiado hoje que nossa Torcida seria punida em R$10 mil por atos lamentáveis que ocorreram no último clássico, sendo que em nenhum dos acontecimentos tivemos participação.
Vamos por partes:
–  Reunião entre PM / MP / Torcidas: Em reunião realizada do dia 8 de março, foi acordado entre os presentes, que a torcida visitante sairia do Estádio Pituaçu em ônibus fretado, escoltada pela Rondesp tendo que entrar no Barradão até às 13:30 e caso não tivesse ônibus no local a torcida estaria proibida de seguir a pé.  A nossa Torcida entraria no Barradão assim que chegasse ao local e não seria permitido à aglomeração de pessoas na área do perímetro de segurança.
O fato é que o acordo não foi cumprido pela torcida visitante e pasmem, pela terceira vez quebram o acordo feito em reunião e partem andando para o Barradão.
Nós assim que chegamos ao Barradão, tivemos o material revistado e adentramos ao Estádio antes mesmo da outra torcida chegar.
Para deixar claro a todos, esse é o sétimo clássico que as Torcidas são proibidas de partir para o Estádio em “arrastão” sendo 4 jogos realizados no Pituaçu, onde a Torcida OS IMBATÍVEIS cumpriu todos os acordos feito em reuniões, fretando ônibus para os associados mesmo não concordando com a obrigatoriedade, porém  entendemos que temos o dever de cumprir o que os órgãos exigem.
Enquanto isso nunca houve cumprimento da outra parte, e todas as ocasiões foram ao Barradão a pé, e nenhum tipo de punição foi dado. Deixamos claro que  esse é o primeiro jogo em que o BEPE (Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos) está à frente na pessoa  do  Major Henrique Melo.
– TAC:
Cumprimos todas as exigências do TAC, que foi assinado pelas partes já citadas anteriormente, principalmente do que diz respeito a associação de membros.
Investimos em maquinário para impressão de carteiras, mudamos o nosso site e organizamos nossa SEDE para associar os membros de acordo com o que o MP exigiu. Desde o fim do prazo de entrega enviamos relatórios e listas a cada seis  meses com o nome de todos os associados. No Barradão só é permitido o acesso de quem traja uniforme de organizadas aquele que apresentar a carteira de sócio. E para participar de nossas caravanas, nós só permitimos o acesso de sócios uniformizados, tudo isso para ter organização e controle com quem convive em nosso meio.
Mas infelizmente ainda nos debatemos com notícias falsas e  infundadas, produzidas por  uma imprensa preguiçosa, que ao invés de pesquisar os fatos, enchem a cabeça da sociedade de mentiras ou notícias deturpadas, com o intuito apenas de vender ou ganhar audiência. É a lei do quanto pior melhor, infelizmente o que vende hoje é tragédia.
Deixamos nossos associados tranquilos de que nada irá acontecer com nossa instituição, pois prezamos pela Organização e pelo respeito às leis e as autoridades. Somos uma entidade reconhecida por outras Torcidas em todo o Brasil por nossa Organização e somos homens para cumprir tudo aquilo que acordamos.
Abraço a todos,
Diretoria Torcida Uniformizada OS IMBATÍVEIS
FAÇAM PARTE DA PAGINA DO LEÃO MINHA PAIXÃO NO FACEBOOK
SRN