[VITÓRIA 5 x 3 AMÉRICA-MG] Meu coração, não sei porque, bate feliz…


Uma noite para fazer as pazes, uma noite para quem gosta de emoções, mas verdadeiramente uma noite para quem ama o Vitória incondicionalmente.

O Leão voltou a vencer na estreia do treinador Paulo Cesar Gusmão e voltou ao páreo do título, ficando na segunda posição e apenas dois pontos atrás do Goiás restando 3 jogos para o fim da competição.

Parabéns aos 5 mil guerreiros que estiveram no Barradão, vocês são a alma desse time.

O positivo da partida

Além de vencer e conquistar mais 3 pontos, tem alguma coisa mais positiva do que essa? Rsrsrsr O Vitória voltou a mostrar vontade de vencer, de brigar e isso é o que me deixou feliz, ao que parece PC Gusmão realmente conseguiu mudar o clima na toca. O Vitória marcou 5 gols numa partida, sendo que nas ultimas partidas nada de bola na rede.

O negativo da partida

Em que clube o cara que está em crise com a torcida entra com a tarja de capitão e numa cobrança decisiva de penalidade vai para a bola mesmo sem ser o cobrador oficial? Respondo que em nenhum, faltou liderança, faltou quem intervisse, pois nunca na vida que os ex- camisa 05 deveria ser o cobrador da penalidade.

O lado bom disso é que o treinador mudou e existem grandes possibilidades dele ser sacado da equipe titular.

A ENTREVISTA DE UELLITON APÓS O JOGO

Uelliton em entrevista a rádio sociedade diz: Estou esperando o meu contrato acabar para ir embora e seguir o meu caminho.

O cara está em crise com a torcida, faz gol contra, é uma letargia em campo e perde um pênalti que poderia ser decisivo e ainda dá entrevista reclamando das vaias.
Ainda tem gente que defende este cara, não consigo entender como e porque
Nós te dizemos, Uma ótima noticia, já vai tarde se quiser ir antes, pede ao presidente, todos irão te apoiar nesta decisão e que não volte mais!

Willie levou o 3º amarelo e não joga a próxima partida.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 5 x 3 AMÉRICA-MG

Local Estádio do Barradão, em Salvador (BA)

Árbitro Fabrício Neves Correa (RS)

Cartões Amarelos AMÉRICA-MG: Dudu

Gols: VITÓRIA: Nino Paraíba, aos 11min do 1º tempo, e aos 46min do 2º tempo; William, aos 5min do 2º tempo; e Willie aos 16min do 2º tempo, e aos 18min do 2º tempo

AMÉRICA-MG: Fábio Júnior, aos 17min do 1º tempo, e aos 39min do 2º tempo; e Rodriguinho, aos 33min do 2º tempo

VITÓRIA: Deola; Nino Paraíba, Victor Ramos, Rodrigo Mancha e Gilson; Uelliton (Fernando Bob), Michel e Tartá; Willie (Arthur Maia), Elton e William (Marquinhos).

Técnico: Paulo César Gusmão.

AMÉRICA-MG: Neneca; Patrick (Lula), Gabriel, Dirceu e Bryan; Dudu, Marquinhos Paraná, Gilberto (Júnior Timbó) e Rodriguinho; Ewerthon (Rodrigo Pimpão) e Fábio Júnior. Técnico: Cláudio Prates (interino).

35º rodada Série B – Resultados e classificação  
 
Vitória-BA 5 x 3 América-MG
Ipatinga-MG 2 x 1 Bragantino-SP
ABC-RN 1 x 2 Avaí-SC
BOA-MG 2 x 2 Goiás-GO
CRB-AL 1 x 2 Paraná-PR
Atlético-PR 1 x 1 América-RN
Criciuma-SC 0 x 2 São Caetano-SP
Joinville-SC 2 x 1 Guaratinguetá-SP

Guarani-SP 2 x 1 ASA-AL
Barueri-SP 0 x 0 Ceará-SC

Anúncios

[ASA 2X3 VITÓRIA] Com sustos, mas o triunfo prevaleceu.


O Vitória chegou há mais um triunfo na série B 2012 e aguarda o fechamento da rodada para saber se é o novo líder da competição, a sua parte já foi feita, agora é torcer pela derrota do Criciúma para o ABC em Natal.

Jogando como a torcida gosta, assim começou o rubro-negro indo para cima dos donos da casa e pressionando como se estivesse no Barradão, aos 8 minutos Pedro Ken com a sua visão além do alcance(Lion do Thundercats), observou a corrida de Marquinhos e lançou a bola em profundidade, o camisa 11 que retornou ao time titular tirou o goleiro e marcou o primeiro do Vitória fazendo 1×0.

Mesmo com tantos desfalques o brioso não sentiu dificuldades e dominou o time do ASA no primeiro tempo, e só não ampliou por que Nicácio ainda não está em boa forma física. No segundo tempo o Leão começou arrasador e justificou a superioridade da primeira etapa. Novamente ele Pedro Ken cobrou uma falta com rapidez e inteligência e Nino soltou um torpedo, Vitória 2×0 e maior tranquilidade. Pouco tempo depois ainda comemorava o gol, quando o Vitória marcou o terceiro com Victor Ramos de cabeça, aí era só comemorar.

Porém foi justamente aí que os sustos começaram, 20 minutos e o Vitória vencia para 3×0, lançamento na área e a defesa fica assistindo o jogador pular no meio da área e marcar o gol. O que parecia ser apenas o gol de honra, chegou a assustar e lembrar aquele jogo contra o Goiás, isso porque 3 minutos depois em novo vacilo da defesa, o ASA chegou ao segundo gol e aí amigo, foi um verdadeiro Deus nos acuda, pressão dos donos da casa e contando os minutos para o jogo acabar, o alvinegro ainda teve um jogador expulso e com isso o Leão retomou o domínio da partida, e teve até mais duas chances para ampliar o resultado que terminou com ASA 2X3 VITÓRIA.

Um ótimo resultado, o Leão justificou a fama de melhor visitante da série B, e o melhor, abriu uma vantagem de 6 pontos  para o 5º colocado. O Time começou com um volume muito bom e a marcação bem ajustada, um equilíbrio nos setores e pressionando o adversário, essa é a postura que queremos ver, infelizmente a condição física de Nicácio e Marquinhos não eram as melhores, pois poderíamos ter um melhor desempenho, é preciso corrigir as oscilações que com isso seremos o Campeão da série B com certeza.  No próximo jogo o Vitória não contará com o goleiro Douglas suspenso pelo terceiro cartão amarelo, mas tem o retorno do artilheiro do Brasil Neto Baiano, o jogo será contra o Atlético PR em Paraná.

Ficha técnica – ASA 2×3 Vitória
11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Local: Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca-AL.
Data: Terça-feira, 17 de julho.
Horário: 19h30.

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Victor Oliveira Cruz (SE).

Gols: Lúcio Maranhão e Roberto (aos 20 e aos 23 minutos, respectivamente) para o ASA; Marquinhos, Nino Paraíba e Victor Ramos (aos sete minutos do primeiro tempo, aos quatro e aos 15 do segundo, respectivamente) para o Vitória.

Cartões amarelos: Gaúcho e Fabiano (ASA); Douglas (Vitória).

Cartão vermelho: Gabriel (ASA).

ASA: Gilson; Gabriel, Gaúcho (Danilo Cruz), Fabiano e Chiquinho; Cal, Elvis, Lucas (Geovane), Valdívia (Maranhão) e Roberto Jacará; Lúcio Maranhão. Técnico: Heriberto da Cunha.

Vitória: Douglas; Nino, Victor Ramos, Gabriel e Dener; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Leílson (Eduardo Ramos); Marquinhos (Willie) e Marcelo Nicácio (Tartá). Técnico: Paulo César Carpegiani.

Douglas: Foi muito bem, fez boas defesas, saídas de gol e garantiu o triunfo, Nota 7,5

Nino: Um monstro, correu muito e marcou um golaço Nota 8,0

Victor Ramos: Está se especializando em fazer gols, mais um na conta e foi bem na defesa: Nota 8,0

Gabriel: Esteve muito bem também, vacilou junto com todos no gol do ASA. Nota 7,5

Dener: Uma boa estreia, marcou com eficiência, sofreu um pouco no final do jogo com o time saindo nas costas dele, mas resistiu bem a pressão, quero ver a sua continuidade. Nota 7,0

Uelliton: Bom jogo, mas precisa caprichar no passe de bola, assustou em duas oportunidades, como sempre um guerreiro em campo. Nota 7.0

Michel: Marca muito e saí bem para o jogo, é o grande parceiro de Uelliton: Nota 7,5

Pedro Ken: É  um maestro em campo, marca muito e saí fácil para o jogo, coloca a Vitória na conta dele. Nota 10,0

Leílson: Não repetiu a boa atuação do ultimo jogo, mas não complicou, o garoto tem muito futuro. Nota 6,5

Marquinhos: É um talento nato, marcou um golaço e colocou pressão em Carpegiani e em Tartá. Nota 7,5

Marcelo Nicácio: Sentiu muito a falta de ritmo e o condicionamento físico irregular, mas foi aquele jogador que pelo menos buscou fazer a sua função e segurou a defesa adversaria. Nota 6,0

Ricardo Silva/Carpegiani: Colocou o melhor que tinha em campo e o time foi bem, venceu mais uma fora de casa e substitui coerentemente. Nota 9,0

Qual o Vitória que entrará em campo?


A semana esta bem movimentada na Toca do Leão, e sem duvida alguma a pergunta mais proferida é: Qual o Vitória que entrará em campo? Não é um questionamento simplesmente relacionado aos 11 titulares, até já sabemos que haverá substituições importantes, mas no tocante a postura da equipe em campo, o Vitória do primeiro tempo, ou do segundo em Goiânia?

Os retornos de Nino, Mansur, Douglas e Uelliton animam bastante e faz com que aumente a esperança de que o primeiro tempo contra o Goiás seja a tônica dos 90 minutos contra o Avaí, pelo menos o pensamento dos atletas tem sido o melhor possível. Pedro Ken afirmou que o Vitória tem que pensar na liderança, e que abriga não é somente para subir, mas para ser campeão, e que por isso o Avaí precisa pagar o pato e com isso todo o trabalho do Vitória na série B, volte a ser valorizado.

Os atletas não escondem a decepção e Neto Baiano foi outro que afirmou ser necessário apagar a péssima impressão da ultima rodada. Já Carpegiani busca nos reforços achar o equilíbrio do time que já demonstra um padrão tático, mas que oscila muito dentro de uma mesma partida, o time deve formar com: Douglas, Nino, Gabriel, Victor Ramos, Mansur, Uelliton, Rodrigo Mancha, Pedro Ken, Tartá, Marquinhos e Neto Baiano no clássico esquema 4-4-2 variando no jogo para o 4-4-1 e ou 4-4-3 dependendo da movimentação de Marquinhos e Tartá que oscilam entre o meio campo e o ataque.

Uma coisa é fato, para conseguir superar o trauma, o Vitória precisará muito do apoio incondicional da sua torcida guerreira, a nação rubro-negra tem que ir ao Barradão, e precisa gritar, aplaudir e empurrar o Leão da Barra rumo ao triunfo e a importante permanência no G4 do brasileirão.

Mais uma vez quero ressaltar o pacto, você apoia, a gente lota, Vitória ganha.

SRN

PS: Participe do nosso grupo no facebook, em breve novidades:https://www.facebook.com/groups/259704767429855/

PS2: Siga no twitter: @valmerson

PS3: Curta a nossa fã page: https://www.facebook.com/leaominhapaixao

RELACIONADOS PARA VITÓRIA X AVAÍ

Antes mesmo de terminar o treinamento coletivo no CT Manoel Pontes Tanajura, o técnico do Vitória, Paulo César Carpegiani, divulgou a lista dos jogadores relacionados para a partida do próximo sábado, dia 30, contra o Avaí, no estádio Manoel Barradas, pela oitava rodada da Série B.
A grande novidade na lista foi a presença do jovem Willie, revelado nas divisões de base do clube. Outra surpresa foi o volante Mineiro, esquecido no elenco nos últimos meses.
Confira a lista:
Goleiros: 
Renan e Douglas
Laterais: Nino Paraíba, Wellington Saci e Mansur
Zagueiros: Rodrigo, Gabriel e Victor Ramos
Volantes: Rodrigo Mancha, Uelliton, Ananias e Mineiro
Meias: Willie, Eduardo Ramos, Tartá, Pedro Ken e William
Atacantes: Neto Baiano, Marquinhos e Marco Aurélio

Nino e Pedro Ken a disposição


Paulo Cesar Carpegiani esta ganhando reforços importantes, além da lateral esquerda, setor onde o elenco tem tido bastante problemas e possivelmente será resolvido com a chegada de Dener nesta sexta feira, a lateral direita terá o reforço de Nino que esta recuperado de lesão e fez trabalho físico hoje na Toca do Leão e do meia Pedro Ken que também fez atividades, ambos poderão treinar com bola a partir da segunda feira.

Arthur Maia e Mansur, serão submetidos a exame nesta sexta e caso não acuse mais nada, os jogadores também ficarão a disposição de PCC, agora só falta o goleiro Renan que deve ficar a disposição contra o time que o revelou o Avaí, aqui mesmo no Barradão!

Dener contratado e Nino renova contrato


A negociação divulgada pelo técnico Paulo César Carpegiani com o lateral Dener foi resolvida. O Vitória e o Grêmio chegaram a um acordo e o jogador será apresentado na tarde desta sexta-feira na Toca do Leão.

– É um atleta jovem, que foi formado nas divisões de base do Grêmio. Por excesso lá, Luxemburgo resolveu liberá-lo, a pedido de nosso presidente, para jogar no Vitória – comentou o diretor de futebol do Rubro-Negro, Raimundo Queiroz.

O lateral foi indicado pelo técnico do Grêmio ao presidente do clube baiano. O nome foi aprovado por Carpegiani e pela direção.

– Estávamos vendo o jogo com o Guarani e Luxemburgo conversando com o presidente por telefone – revelou Queiroz.

Dener chega ao clube baiano por empréstimo até o final da Série B do Campeonato Brasileiro.

Nino até 2015
Nino tinha o seu contrato vencendo até dezembro de 2012 e nós conseguimos, não só adquirir todos os seus direitos federativos, como renovamos até 2015. Já está tudo assinado.

[VITÓRIA 5X0 ATLÉTICO] QUANDO O GAME OVER ERA DADO COMO CERTO, ELE INSERIU NOS CREDITOS.


Ameaçado no cargo o treinador Toninho Cerezo decidiu não inventar, fez o simples mantendo a base da ultima partida mesmo esta não tendo sido bem no jogo em questão, as mudanças ficaram por conta de Douglas retornando ao gol e Rodrigo fazendo a sua estréia, no mais o time foi o mesmo.

Diferentemente da partida contra o Serrano os jogadores iniciaram buscando o jogo e levando perigo, mas o time do Atlético tem atletas de uma certa qualidade, Tácio, Garrinchinha, Deon e Robert levaram perigos em duas oportunidades e Douglas foi muito bem, o jogo ficou sem criatividade com os laterais presos e Lucio Flavio e Mineiro sem apresentar um bom futebol, Arthur Maia até que tentava mas sem participação não tinha como ser efetivo, mas mesmo assim o gol saiu, cobrança de escanteio e toque de cabeça no primeiro pau encontrando Neto Artilheiro do Brasil Baiano que chutou forte e abriu o placar Vitória 1×0 Atlético, depois disso o Vitória passou a ter mais volume, porém sem muita efetividade, ainda mais que Marcos Paulo esteve bem no gol adversário.

O primeiro tempo se encaminhava para o fim, quando em um contra ataque fulminante, Lucio Flavio, lançou Arthur Maia, o zagueiro chegou antes e jogou a bola pra lateral, porém Maia foi inteligente e cobrou rápido em Mineiro que disparou em direção ao livre e foi derrubado dentro da área, Pênalti! Neto Baiano partiu e marcou o segundo dele e do Vitória na partida, fim de primeiro tempo.

Na segunda etapa o Vitória veio mais tranqüilo para o jogo e desde o inicio sufocou o adversário que em jogada rápida de Léo teve um jogador expulso, aí foi só alegria, Lucio Flavio quase marca em linda cobrança de falta que o goleiro salvou milagrosamente mandando para escanteio, e foi justamente neste lance que veio o gol mais bonito da partida, após a cobrança Gabriel dominou no peito e bateu de bate pronto fazendo o terceiro do Leão, Toninho atendeu a torcida e colocou Geovanni no lugar de Lucio Flavio e G10 mostrou sua qualidade sendo participativo, chamando a responsabilidade e até orquestrando a torcida, ele e Nino que entrou no lugar de Romário deram velocidade ao Vitória que desperdiçou muitos contra ataques, Marquinhos foi bem, mas longe daquilo que sabemos que ele pode render, esteve muitas vezes impedido e adiantando demais a bola, o mesmo acontecendo com Mineiro que vinha mal, mas queimou a língua de muitos quando acertou um chutaço de fora e marcou o quarto do Vitória.

Dankler entrou no lugar de Rodrigo e jogo ficou definido da seguinte forma, Nino recebe, corre,e  toca em Arthur Maia que  empurra para Marquinhos e Mineiro, foram vários lances assim, em duas oportunidades Maia chutou de fora e quase marcou, gostei da partida dele muito participativo, mas ainda sem a confiança necessária o que deixou intranqüilo em alguns momentos, tal como a chance de gol que ele recebeu livre, bateu forte e Marcos Paulo defendeu. O Vitória ainda queria mais, Geovanni cobrou falta e o goleiro mais uma vez fez grande defesa, e quando tudo se encaminhava para 4×0, eis que Mineiro deu um chutão na bola, Marquinhos correu e evitou a saída, Arthur Maia atrás e Neto Baiano e Geovanni na área eram as opções, ele lançou rasteiro e Neto Artilheiro do Brasil Baiano tirou o goleiro, virou a cara e marcou, VITÓRIA 5X0 ATLÉTICO, Cerezo se salvou e agora vem a Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA: Vitória 5 x 0 Atlético de Alagoinhas
Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA).
Data: Domingo, 4 de março.
Horário: 16h.
Árbitro: Gleidson Santos Oliveira.
Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Jefferson Abel Ferreira Lima.
Gols: Neto Baiano (3x), Gabriel Paulista e Mineiro
Público: 4813 pagantes.
Renda: R$ 41.970,00.

Vitória: Douglas; Romário (Nino), Gabriel, Rodrigo e Léo; Michel, Mineiro, Arthur Maia e Lucio Flávio (Geovanni); Marquinhos e Neto Baiano. Técnico Cerezo

Atlético: Marcos Paulo; Ademir (Antônio Carlos), Bira, Rogério e George; Fausto, Tácio, Garrinchinha (Lazáro) e Narciso; Robert e Deon. Técnico – Lameu (interino).

PS: Maiores artilheiros da história do Barradão


Rank Jogador Gols/Temporada(s)
1 Ramon Menezes 44/ 5
2 Allan Dellon 40/7

3 Neto Baiano 38/3
… 3 Neto Baiano 38 3

Rumo A Lideranca Neto … !

Alguém duvida que ele vai assumir a liderança?

Resultados de 13º rodada do Campeonato Baiano
Fluminense 0 x 2 Bahia
Vitória 5 x 0 Atlético
Bahia de Feira 3 x 0 Juazeirense
Camaçari 1 x 1 Serrano
Feirense 3 x 1 Vitória da Conquista
Juazeiro 1 x 0 Itabuna

Fora Cerezo e uma mudança de pensamento tático


Confesso que sonhei com a vinda de Cerezo, e quando seu nome foi especulado meu sorriso se abriu, isso tudo porque a filosofia de futebol ofensivo e estilo parecido ao do Carrossel holandês com rodízio de marcação e ataque, é tudo que o futebol moderno espera de um time, e o Vitória particularmente sempre se deu bem nesta formula. Em sua grande passagem aqui em 1999 Toninho demonstrou ser adepto a este esquema e por isso ele era tido por mim como o melhor nome para assumir o Vitória neste processo de mudanças que vive o clube, mas infelizmente isso não tem ocorrido.

Tenho pensado sobre a possível saída de Cerezo e algumas coisas me preocupam; Mudar de treinador na 12ª rodada é um risco para o campeonato baiano e para a Copa do Brasil que já irá começar; Quem no mercado seria capaz de dar um estilo de jogo vencedor a este elenco? Será que a diretoria não irá insistir erroneamente em Ricardo Silva novamente?. Estes são  alguns dos questionamentos que eu me faço, mas a verdade é que algo precisa mudar e tem que ser logo.

Se não bastasse o fato de que o rubro negro tem o pior inicio de campeonato baiano dos últimos 20 anos, o que mais me incomoda é as declarações de Cerezo, após a derrota para o Serrano Pedro Canisio questionou a ele sobre Lucio Flavio e a resposta dele foi:” Gostei da atuação do Lucio, acho que ele foi bem, deu alguns passes e construiu algumas jogadas, ele não teve culpa de nada, uma arbitragem dessas…” Dá para acreditar nisso? As incoerências de Cerezo é que estão me matando e se ele não tirar Lucio Flavio no Domingo por mim tem que ir embora, Geovanni tem que ser titular neste momento, este é o único modo de dar uma sacudida no Vitória.

Uma mudança de pensamento

Tenho percebido que diante da carência do Vitória em encontrar um meia armador e veloz, que o esquema tático deve ser modificado, o Leão deve passar a atuar em minha opinião no 3-5-2 ou 5-3-2 com a variação em campo a depender se o time esta atacando ou defendendo, Douglas , Gabriel, Rodrigo, Victor Ramos, Nino, Uelliton, Wellington Saci,Geovanni, Marquinhos, Rildo e Neto Baiano. Com isso continuaria com uma boa proteção no sistema defensivo e ganharia em velocidade e possibilidades de jogadas ofensivas, isso porque Uelliton tem boa marcação e boa aproximação ao ataque, Geovanni e Marquinhos podem dar o toque de qualidade e a velocidade necessária para ligar Neto e Rildo, e os cruzamentos de Saci e a velocidade de Nino também são grandes fatores, a correria de Rildo é outro fator preponderante para o sucesso deste esquema.

Ficariam como suplentes Renan, Romário, Mansur, Dankler, Alan Henrique,Mineiro, Arthur Maia, Rodrigo Mancha,Neto Coruja, Michel, Pedro Ken, Tartá,  Lucio Flavio,índio e Dinei.

Faça parte do Grupo Leão Minha Paixão no Facebook :

http://www.facebook.com/?ref=logo#!/groups/259704767429855/

 

[Ponte Preta 0x0 Vitória] Um jogo que me deixou animado!


Ainda não foi uma partida fantástica do Leão, mas enfrentando uma boa equipe, organizada técnica e taticamente, líder da competição e invicta em seu mando de campo, o Vitória conseguiu demonstrar um padrão de jogo pela primeira vez nesta série B, a equipe se comportou muito bem defensivamente e faltou pouco para ser efetivo no setor ofensivo.

Talvez muitos não tenham prestado a atenção, mas foi a primeira vez no ano que eu vi o rubro negro praticar uma jogada ensaiada, em cobrança de escanteio quando todos correram para área chamando a marcação,Nino recebeu livre na entrada da área e não aproveitou, Geninho começa a imprimir a sua filosofia no time, que teve uma boa postura defensiva e boas oportunidades de ataque.

Fernando – Primeira grande partida dele no Leão, três grandes defesas, foi muito importante hoje.

Nino – Não fez uma partida daquelas dignas de seus melhores dias com a camisa do brioso, falta alguém do meio encostar quando chega na linha de fundo.

Alison – Muito seguro, mais uma vez uma ótima partida.

Gabriel – Justificou o porque a torcida pede sua presença desde o inicio do baiano, fez ótima dupla com Alison.

Fernandinho – Apareceu pouco ofensivamente e o time sentiu isso, defensivamente esteve muito bem.

Rodrigo Mancha – Melhor partida dele desde que chegou na Toca, foi eficiente nos desarmes, e na cobertura da defesa.

Zé Luis- Outro que foi bem defensivamente, faltou apoiar o ataque e ser o homem surpresa.

Neto Coruja – Rapaz que surpresa!!!!!!!! Um partidaço, depois de 7 meses parado fiquei inseguro com a sua escalação, mas foi um guerreiro em campo, e me agradou bastante.

Geovanni – Fez no segundo tempo o que se espera dele, chamou a responsabilidade e quase marca em duas oportunidades, precisa que alguém encoste com ele na meiuca.

Rildo – Teve tudo para se consagrar, um belo passe para Geovanni, e duas chegadas fortes, mas peca na definição.

Edu – Não foi bem, o físico ainda atrapalha o seu rendimento, teve duas oportunidades em que ficou claro que não tinha perna, o time para mim renderia mais ofensivamente neste jogo se tivesse, um homem referencia em seu lugar

Edson, Felipe, e Léo Fortunato entraram num momento de definição mas nem foram efetivos, nem comprometeram.

Geninho – Armou bem a equipe, deu uma disciplina tática que me agradou, mas demorou a mexer.

Ponte Preta 0 x 0 Vitória – 7ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Data: 25/06/2011 (sábado), às 16h20
Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Arbitragem: Pablo dos Santos Alves (ES), auxiliado por José Maciel Linhares (ES) e Vanderson Antonio Zanotti (ES)

Ponte Preta: Julio César; Guilherme, Leandro Silva, Ferrón e Uendel; Xaves (Gérson), João Paulo, Josimar e Renatinho; Ricardinho (Bruno Soares) e Ricardo Jesus (Soares). Técnico – Gilson Kleina

Vitória: Fernando; Nino, Alison (Léo Fortunato), Gabriel Paulista e Fernandinho; Rodrigo Mancha, Zé Luís, Neto Coruja e Edu (Edson); Geovanni (Felipe) e Rildo. Técnico – Geninho

[Duque de Caxias 2×3 Vitória] Valeu pela entrega, pela vontade e pelo 3 pontos!


O primeiro triunfo de Geninho, a primeira vitória fora de casa e a primeira virada do ano para o Vitória. É para acabar com a má fase de vez e embalar na série B, e para não esquecer é a primeira vitória diante do Duque de Caxias, já que as equipes não haviam se enfrentado antes.

Ainda não foi uma excelente partida, mas hoje o Leão teve duas coisas muito importantes, vontade e postura, o time marcou em cima como Geninho vinha cobrando, diminuiu os espaços e disputou as jogadas, com isso o rubro negro conseguiu se impor em campo e sair com o triunfo, ainda é preciso entrosamento e condicionamento de alguns jogadores.

Fernando – Não teve culpa nos gols, mas tem que ter cuidado nas saídas 5.0

Nino- Bem longe daquilo que pode render e já rendeu por aqui 5.0

Alison- Muito seguro, bem na saída e não teve nada haver com os gols sofridos 7.5

Mauricio- Falha feia no primeiro gol, mas se redimiu com 2 gols para virada7.0

Fernandinho- Discreto, mas com uma boa apresentação para quem estava sem ritmo e entrosamento 6.0

Zé Luis- Foi uma boa estréia, gostei da marcação 6.0

Rodrigo Mancha- Marcou muito, teve raça e vontade7. 5

Jerson- Um Leão em campo, muita vontade, jogador que vem agradando 8.0

Xuxa- Péssima partida, muito lento, errando passes, tem que melhorar muito 2.0

Geovanni- Não fez uma boa partida, mas acabou participando das 3 jogadas de gols7.0

Neto Baiano- Esta um pouco perdido jogando sozinho, mas na oportunidade que teve brocou 7.0

Rildo- Entrou e movimentou o jogo, acabou sendo importante para o triunfo. 7.5

Esdras e Léo Fortunato entraram apenas para gastar o tempo.

Geninho- Escalou correto, e mexeu certo quando tirou Xuxa e colocou Rildo ainda no primeiro tempo 8.5

Ficha técnica Duque de Caxias 2×3 Vitória:

Duque de Caxias x Vitória – 4ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B
Data: 10/06/2011
Local: estádio Engenhão
Árbitro: Emerson Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Pedro Araújo Dias Cotta (MG)

Duque de Caxias: Fernando; Léo, Santiago, Bruno Costa (Genílson) e Paulo Rodrigues; Júlio César, Leandro Teixeira, Erick Flores e Tony (Gilcimar); Valdiram (Bruno Veiga) e Somália. Técnico – Alfredo Sampaio.

Vitória: Fernando; Nino Paraíba, Alison, Maurício e Fernandinho; Rodrigo Mancha, Zé Luís, Jérson, Xuxa (Rildo) e Geovanni (Esdras); Neto Baiano (Léo Fortunato). Técnico Geninho.

PS: O homem de amarelo queria empenar o jogo, depois do terceiro triunfo, um penal que foi assinalado de forma errada.

Classificação até este momento:

[Duque de Caxias x Vitória]É vencer, se impor e convencer.


Estamos na quarta rodada do campeonato brasileiro da série B, e até o momento o ECV ainda não demonstrou em campo o favoritismo depositado fora dele, as estatísticas comprovam que a 6ª rodada é o limite daqueles que sonham com o acesso, depois disso geralmente as equipes se mantém e as que ficaram para trás não conseguem se recuperar o suficiente para ficar entre os quatro melhores, da mesma forma como ocorreu com o Sport em 2010.

Não há mais desculpas para Geninho, já teve 3 semanas e 3 jogos para dar uma definição tática e técnica ao time, vencer é obrigação, se impor diante do lanterna da competição é o que rubro negro tem que fazer, pois tem que acabar com a balela de tem que respeitar os adversários, temos que respeitar nas declarações e fora de campo como agremiação, mas dentro de campo é necessário fazer jus a fama de maior da série B, e além disso é preciso convencer ao torcedor de que um padrão esta se formando e com os novos atletas do elenco o Vitória poderá sim rugir alto e brigar pelo título da competição nacional.

O Leão vai com 3 estréias para o jogo de hoje, Mancha, Zé Luis e Fernandinho estreiam na equipe, que terá uma nova formação 4-5-1 com Geovanni alternando de meia à atacante, Xuxa e Jerson chegando de trás e Neto Baiano fazendo o pivô entre os zagueiros, teremos pela primeira vez dos 1ºs volantes de oficio, e uma nova linha de 4 defensores com Nino,Alison,Mauricio e Fernandinho.

A campanha fraca nas duas fases do estadual 2011 revelou claramente os defeitos do elenco carioca, o Duque não deve ser uma surpresa e acredito que brigará para não cair.

Craque: Somália, com 8 gols no estadual, o artilheiro da equipe mostra qualidade para balançar as redes.

Destaque: Juninho e Lenilson (ex-Vitória), a dupla de meias, tem feitos gols e deixado Somália na cara para marcar, tem que marcar em cima, pois a experiência de um e a correria de outro, dá resultados.

Ponto Forte: A ligação rápida entre o meio e o ataque, que gera bons contra ataques e gols.

Ponto Fraco: Defesa que bate cabeça, jogadores lentos e que não suportam a pressão.

Estádio: Manda seus jogos no São Januario, não deve ser um mandante chato e nem ter torcedores.(foi alterado para o Engenhão)

Time Base: Fernando, Ari, Marlon, Fabio Braz e Hamilton; Lenon, Juninho e Lenílson; Geovani Maranhão, John e Somália.