[VITÓRIA 2X1 BAHIA] Que vexame hein freguês, Mais um triunfo e tabu mantido contra o rival?


vitória x bahia

9 anos e 10 jogos, esse é o histórico do Vitória sem sofrer derrotas para o Bahia na Fonte Nova, para aumentar a pressão o Leão não perde para o superman desde 01/05/2011 na semifinal do baiano quando o tricolor venceu no Barradão por 3×2 e o rubro negro ficou com a vaga para final por ter vencido em Pituaçu e ter a vantagem de melhor campanha. De lá para cá foram 6 clássicos com 3 empates e 3 triunfos do Vitória, já vai fazer 2 anos.

O JOGO

O Vitória começou bem o clássico, Renato Cajá estava doido para repetir a dose e ser novamente o primeiro a brocar as redes da fonte, ele acertou um belo chute na trave em cobrança de falta e depois em mais duas tentativas levou perigo, o rubro negro dominava o jogo e criava as melhores oportunidades e aos 20 minutos em cobrança de escanteio de Cajá, Victor Ramos subiu mais que todos e cabeceou no travessão, a bola sobrou no meio da área com Michel que chutou firme e abriu o placar Vitória 1×0 Bahia.

Com vantagem no placar o Leão passou a dominar ainda mais a partida e criou algumas oportunidades de gol, até que Escudero recebeu a bola na esquerda e lançou perfeitamente para Maxi Biancucchi que percebeu bem a chegada de Mansur e mesmo estando de costas deu um belo passe de calcanhar por entre as pernas do defensor Fahel e o camisa 6 chutou para vencer Marcelo Lomba e decretar o segundo do Leão, 32 minutos, Vitória 2×0 Bahia, o que se viu a partir de então foi a vergonhosa manifestação da torcida do Bahia jogando objetos no gramado e o Vitória buscando o terceiro gol.

No segundo tempo o rubro negro voltou muito acomodado, deixou de marcar com o mesmo ímpeto do primeiro tempo e de atacar, buscou administrar o placar e com isso o rival cresceu e aos 6 minutos Tite diminuiu o placar após cobrança de Talisca, a zaga do Leão e o goleiro Deola vacilaram e o zagueiro do Bahia disputou a bola com o companheiro Fahel para diminuir o placar, o que se viu após isso foi um domínio estéril do tricolor, teve mais posse, buscou mais o jogo , mas não conseguiu levar muito perigo ao gol de Deola, resultado final. Vitória2x1 Bahia.

FICHA TÉCNICA
Campeonato Baiano – 8ª rodada
Vitória 2 x 1 Bahia
Local
: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 28/04/2013
Horário: 16h
Árbitro: Jailson Macêdo Freitas
Auxiliares: Alessandro de Rocha Matos e Elicarlos Franco de Oliveira
Gols: Michel e Mansur (Vitória) / Titi (Bahia)

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Victor Ramos e Mansur (Fabrício); Michel, Cáceres, Renato Cajá e Escudero; Maxi Biancucchi (Vander) e Dinei (Giancarlo) Técnico: Caio Júnior.

Bahia: Marcelo Lomba; Pablo, Demerson, Titi e Magal; Fahel, Toró, Anderson Talisca e Rosales (Adriano); Ryder (Marquinhos) e Obina (Fernandão). Técnico: Joel Santana.

[BAHIA 1X5 VITÓRIA] Um nome na História, a Arena Fonte Nova conheceu o seu dono! Fotos e Videos


BAHIA X VITÓRIA

O Mundo viu ser escrita mais uma página da história do futebol, mais uma página dos BAVIs e mais uma página da história da Fonte nova, há quem diga que na verdade a primeira página da história da nova Arena Fonte Nova, e foi de uma maneira épica, de maneira singular de uma maneira que só o Vitória poderia escrever, foi verdadeiramente um nome na história.

O leão conseguiu o primeiro triunfo na história da nova Arena, Renato Cajá marcou o primeiro gol do estádio e a torcida rubro-negra pode bater no peito e se orgulhar da grande festa que fez e que certamente ficará marcada para eternidade.

O JOGO

O Vitória começou muito nervoso, errando passes e com o posicionamento da defesa desajustado, resultado, o Bahia teve duas boas oportunidades de marcar, primeiro com Michael Jackson após vacilo de Gabriel Paulista, mas Deola fez uma defesa de pagar o ingresso, este lance poderia mudar o resultado da história, mas o nosso goleiro esteve numa noite muito feliz e viria a se confirmar isso logo depois quando em uma bola mal afastada Helder chutou e outra grande defesa, após estes 14 minutos iniciais o Leão começou a se sentir na selva e mostrar que era o Rei, primeiro Escudero tentou drible e Neto meteu a mão na bola o juiz só não marcou a penalidade porque não quis.

BAHIA X VITÓRIA

O brioso cresceu na partida e em jogada individual Mansur foi derrubado e desta vez o juiz marcou a penalidade, Cajá partiu para bater, fazer o gol e entrar para história. O primeiro tempo terminou 1×0 e a expectativa cresceu para como as equipes iriam se comportar no retorno, a resposta veio logo no inicio, contra ataque rápido e Maxi Biancucchi faz um gol com a assinatura de craque, Vitória 2×0 e festa rubro negra nas arquibancadas. Não demorou muito e o Vitória chegaria a mais um gol, Michel, recebeu o passe de Biancucchi e fez o terceiro.

Com o placar confortável aconteceu aquilo que se espera o Vitória se acomodou na partida, e o Bahia tentando diminuir o vexame veio para cima, e diminuiu com Zé Roberto. O gol tricolor deveria incendiar o jogo, mas o que aconteceu foi que o Leão despertou novamente na partida e chegou logo ao quarto gol, e queria história de que fosse dele, Vander, o jogador que saiu no inicio da temporada do tricolor de maneira muito conturbada, faz o gol e os tricolores tiveram que engolir guela a baixo, para completar faltava o gol dele, Escudero, o gringo jogou de mais, uma partida muito boa e um gol para acordar o seu bom futebol.

HISTÓRIA

O primeiro BAVI da história da Fonte Nova foi Bahia 1×3 Vitória

O Ultimo BAVI da Fonte Nova foi Bahia 5×6 Vitória

O primeiro BAVI da Nova Arena Fonte Nova foi Bahia 1 x 5 Vitória

500 mil ACESSOS!

O blog Leão Minha Paixão agradece a todos pelo carinho e por cada uma das visitas, chegamos a importante marca de meio milhão de acessos, além de mais de 2600 pessoas na nossa página no facebook e 1000 seguidores no twitter

500

FICHA TÉCNICA

Campeonato Baiano – 2º fase

Bahia 1 x 5 Vitória

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Horário: 16h

Data: 07/04/2013

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA/GO)

Assistentes: Adson Márcio Lopes Leal (BA) e José Raimundo Dias da Hora (BA)

Gols: Zé Roberto (Bahia) / Renato Cajá, Maxi, Michel, Vander e Escudero (Vitória)

Cartões amarelos: Fahel, Adriano (Bahia) / Luís Alberto, Escudero (Vitória)

Público: 37.274 pagantes

Bahia: Marcelo Lomba (Omar); Neto, Danny Morais, Titi e Magal; Fahel, Hélder, Marquinhos Gabriel e Paulo Rosales (Anderson Talisca); Adriano (Zé Roberto) e Obina. Técnico: Jorginho.

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Victor Ramos e Mansur; Michel (Edson Magal), Luís Alberto, Escudero e Renato Cajá (Marquinhos); Maxi (Vander) e Dinei. Técnico: Caio Júnior.

[Vitória 2×2 América-RN] Vai ter que ganhar fora


Ontem foi um dia daqueles, fui trabalhar e larguei as 19:00 horas, atravessei Salvador rumo a Simões filho e às 20:18 cheguei em casa, ligo prontamente para meu cunhado e digo, vamos embora, rumo ao Barradão, tomei um banho rápido, troquei de roupa e logo ouvi a buzina, beijinho no meu amor e vamos que vamos, falta 15 minutos para as 21:00, vamos chegar a atrasado, mas tudo bem, o importante é esta lá no Barradão.

Adentramos ao estádio e já estava com 18 minutos do primeiro tempo, pelas reclamações da torcida ali nas imediações da VILOUCURA percebi logo que algo não estava bem, mas disse logo cheguei pra organizar a bagaça, já passavam dos 23 minutos quando ví o butagreno do nordeste(Franciel) descendo correndo as escadarias, me cumprimentou e disse como está o  Vitória? Respondi, não esta bem, precisa melhorar urgente, aí ele repetiu, já cheguei agora vamos organizar o time, isso já havia ocorrido algumas vezes e sabia que o time iria acordar, mas antes da bonança veio a tempestade, vamos ao jogo.

O Vitória não conseguiu imprimir seu ritmo de jogo, Eduardo Ramos esteve isolado no meio e por isso foi facilmente marcado, Tartá na ponta esquerda tentava resolver sozinho, mas sem sucesso, Marquinhos dá mesma forma, Neto de costas pro gol e tendo que brigar com os zagueiros quase não tocava na bola e a saída pro jogo de Mansur, Gabriel, Michel e Mancha pelo amor de Deus, não se acerta dois passes. Com isso tudo o América vinha fazendo o jogo dele, buscando os contra ataques e mostrou que estudou a equipe do Vitória, a jogada que culminou no gol, já tinha sido tentada em duas oportunidades, em uma Mansur Salvou, na outra Douglas, na terceira pane geral na defesa que sai para deixar o jogador em impedimento sem antes fazer a verificação do posicionamento, detalhe o cara saiu com mais de um metro da linha da defesa e recebeu livre para tocar na saída de Douglas que nada pode fazer, 1×0 pros visitantes.

Após a abertura do placar o Vitória até tentou sair para o jogo, mas com um juiz péssimo como aquele fica complicado, o cara fez questão de não marcar nada em favor do Leão e do contrario toda roubada de bola era irregular, o time até tentou empatar, mas não tinha criatividade e poder de fogo para ameaçar, e ainda tivemos que ver um festival de ante jogo com a conivência do arbitro.

Vaias da torcida, bronca no vestiário e duas substituições: Sai Gabriel e Eduardo Ramos e entram Léo e Dinei, Carpegiani colocou o time pra cima e deu animo a equipe para buscar a virada. Logo no inicio vimos um outro time em campo, saída de bola do América os jogadores do Vitória fazem pressão e Tartá roubou a bola e arrancou em direção ao gol, driblou dois adversários e foi tocado na área a torcida gritou pênalti, mas o juiz mandou novamente o lance seguir, o lance inflamou a arquibancada e os gritos motivaram o time que partiu para uma verdadeira pressão, Léo e Marquinhos na direita triangulavam e lançavam para Neto e Dinei infernizar a defesa, o time foi realmente em busca do resultado e após alguns quases, Léo recebeu a bola foi pra cima do zagueiro e percebeu Marquinhos recuado, ele olhou para área e lançou Neto antecipou o lance e os zagueiros o acompanharam o bola foi no segundo pau e chegou até Dinei que desta vez não desperdiçou, é o gol do empate.

O América já apelava desde o primeiro tempo no cai e se finge de morto, só o goleiro fez isso 3 vezes e num lance bizarro o Vitória vinha em  contra ataque e o juiz parou o lance pois o jogador do mecão estava caído na área, ele corre até o atleta e constata que não houve nada, não deu o cartão ao jogador que receberia vermelho por já ter recebido o amarelo e nem o manda sair do campo como manda a regra, mais uma vez o rubro negro prejudicado.

O Leão continuava em cima Dinei, Neto, Michel, Marquinhos e Rodrigo Mancha perderam gols incríveis, o lance de Rodrigo Mancha foi o mais surpreendente, cobrança de escanteio na área a zaga busca afastar e manda para o centro a grande área, em direção ao jogador do Vitória que teve tempo para dominar no peito, escolher o conta e pasmem,  bater pra fora. Nesse momento vem a máxima do futebol, ainda que ele tenha vindo mais uma vez com a contribuição da fraca arbitragem, Mancha saia com a bola e sofreu falta o juiz não marcou, e o América roubou a bola e tocou na esquerda, Michel antecipou e tomou a bola e quando se preparava para o contra ataque foi marcado lance faltoso que não houve, no lance surgiu o escanteio que deu o gol aos visitantes(Quem não faz, toma).

O único erro de Carpegiani, o Vitória voltou bem, pressionou, mas não conseguia a virada e Mancha não conseguia acertar os passes no meio, e ele esperou o time tomar o segundo para chamar Geovanni, isso já deveria ter ocorrido bem antes, e justamente quando o atleta esperava a bola sair para entrar em campo, surgiu uma falta e esperávamos que Geovanni entrasse e batesse a bola, mas quem foi para cobrança foi Neto Artilheiro do Brasil Baiano, confesso a vocês que deixei escapar a seguinte frase: POBRE VITÓRIA, NETO BAIANO COBRADOR DE FALTA? E logo que fechei a boca foi aquele golaço e a galera dizendo pra mim, calou sua boca, queimou sai língua, hauhuahua logo eu que sou um grande defensor de Neto, mas quem não se perguntou algo parecido naquele lance? Empate no placar falta 3 minutos e PCC desistiu da substituição, poxa professor, coloca G10 no lugar de Mancha, o Vitória ainda buscou a virada, mas o resultado infelizmente não veio, Michel ainda foi expulso após salvar o lance de contra ataque, valeu pela entrega no segundo tempo, mas temos que recuperar estes pontos perdidos na sexta.

Léo provou o que muita gente já tinha visto, não dá para ficar bancando a improvisação de Gabriel, e Rodrigo deve voltar para o banco, e justamente Gabriel é quem deve compor a defesa com Victor Ramos, Carpegiani se precipitou nos elogios a Mansur, principalmente em não querer contratar um atleta para posição, o garoto ainda é muito oscilante e precisamos de alguém com mais qualidade no setor como titular.

SRN

SÉRIE B
Vitória x América-RN
Data: 05/06/2012
Local: Estádio Barradão, em Salvador
Árbitro: Rogério Lima da Rocha (SE)
Assistentes: Ailton Farias da Silva (SE) e João Carlos de Jesus Santos (SE)
Gol: Dinei e Neto Baiano (Vitória) / Pingo e Cléber (América-RN)
Cartão vermelho: Michel (Vitória)
Vitória: Douglas; Gabriel (Léo), Victor Ramos, Rodrigo e Mansur; Michel, Rodrigo Mancha, Eduardo Ramos (Dinei) e Tartá; Marquinhos e Neto Baiano. Técnico: Paulo Cesar Carpegiani.
América: Dida; Norberto (Pingo), Cléber, Edson Rocha e Gustavo; Ricardo Baiano, Fabinho, Marcio Passos e Wanderson; Isac e Lucio Curió (Soares). Técnico: Roberto Fernandes.

[Vitória x Bahia] Decisão, rivalidade e paixão


A decisão pelo título estadual começa amanhã no Barradão, antes um aperitivo no sub-20 hoje em piTUIaçu, o clima na cidade já é de pura rivalidade nas resenhas não se fala de outra coisa, enquanto os treinadores fazem treinos secretos os torcedores comentam sobre a escalação, arbitragem, esquema tático e até relembram antigos BAVIs, a verdade é que o coração esta batendo a mil e a paixão pelo rubro negro faz a ansiedade ser ainda maior.

Não acredito em surpresas em ambos os lados, para mim Ricardo Silva monta o mesmo time dos últimos jogos, é verdade que existe a possibilidade de Léo e Rodrigo saírem para dar lugar a Romário e Gabriel, mas não acredito que irá ocorrer. Já no Bahia Falcão ameaça entrar com 3 volantes e com Fabinho que também é volante improvisado na lateral direita, meu amigo se isso se confirmar afirmo com toda certeza que o Leão vai estraçalhar o Itinga no Manoel Barradas.

DOUGLAS SERÁ O TITULAR NO GOL

Douglas retorna ao gol do Vitória as vésperas do  BAVI, isso porque Renan foi confirmado com uma lesão no joelho e por isso ficará afastados das finais e também do jogo de volta contra o Botafogo pela Copa do Brasil.

Muitos estranharam o fato de Gustavo ter sido relacionado para concentração, mas hoje pela manhã o motivo veio a tona, Renan foi avaliado e diagnosticado com lesão no joelho o que o impede de atuar nos próximos jogos do Leão.
Noticias da assessoria de imprensa do Vitória!

em BAVI G10 sempre Broca

O choro é livre e já começou pelas bandas de Itinga, reclamaram da quantidade de torcedores do Vitória no nosso parquinho metropolitano, reclamaram da quantidade de torcedores deles no Barraquistão e agora num claro gesto de desespero questiona o sorteio da arbitragem para o jogo. Manoel e seus assistentes são credenciados pela FIFA e é claro que possuem pré-requisitos para apitar o clássico, mas como sempre eles queriam Arilson para tentar sair da fila.

VITÓRIA: Renan, Léo (Romário), Victor Ramos, Rodrigo (Gabriel), Wellington Saci, Uelliton, Michel, Pedro Ken, Geovanni, Tartá e Neto Baiano. Técnico: Ricardo Silva.

BAHIA: Marcelo Lomba, Madson (Fabinho), Rafael Donato, Titi, Gerlei, Fahel, Diones, Gabriel, Moraes, Zé Roberto, e Souza.Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Ficha Técnica: Vitória x Bahia

Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão)

Data: 06 de Maio de 2012 às 16:00 horas

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Assistentes: Altemir Hausman (RS) e Roberto Braatz (PR)

Vamos que Vamos, pra cima deles Vitória, Pega Leãooooooooooooooo!

PS: Pagina do blog Leão Minha Paixão no Facebook: https://www.facebook.com/leaominhapaixao

[Vitória x Botafogo] Vencer e não levar gols é o pensamento


Todos conhecem o regulamento da Copa do Brasil e sabem que vencer sem levar gols em casa confere uma grande vantagem na hora de decidir a classificação na competição, e é justamente este o desafio do Vitória contra o embalado Botafogo que esta invicto em 2012, e vem de triunfo e título de turno no campeonato carioca contra o Vasco, mas sem uma empolgante campanha na competição nacional.

O rubro negro jogando em casa tem a obrigação de vencer e conta com a ajudinha dos desfalques da estrela solitária para isso, jogadores como Loco Abreu e Felipe Gabriel não atuam diante do Leão que conta também com o retrospecto a favor, isso porque o time baiano já eliminou os cariocas na Copa do Brasil e em jogos realizados no Barradão teve 6 triunfos, 1 empate e a única derrota foi em 2010, ainda assim quando o Vitória poupou jogadores por conta da decisão da Copa do Brasil.

Ricardo Silva

“O Vitória tem que fazer o seu jogo. Na Copa do Brasil, o primeiro jogo é sempre muito importante. Não podemos tomar gol e temos que fazer o resultado. O Vitória pode enfrentar qualquer equipe do Brasil, mas temos que ir devagar. A torcida vai comparecer para nos ajudar a buscar o resultado. Vamos jogar da mesma maneira que temos jogado no estadual. Temos que entrar em campo com dedicação, amor e alegria. Eu confio plenamente nos jogadores que vou mandar para campo.”

Vitória: Renan, Léo, Victor Ramos, Rodrigo e Wellington Saci; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Geovanni; Neto Baiano e Rildo (Tartá)

Botafogo: Renan; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos, Jadson, Felipe Menezes, Maicosuel e Elkeson; Herrera

FICHA: VITÓRIA X BOTAFOGO

Local E DATA: BARRADÃO(MANOEL BARRADAS) 02/05/2012 ÁS 21:50 HORAS

ARBITRAGEM:LEANDRO VUADEN, MARCIO EUSTAQUIO E RAFAEL DA SILVA ALVES

A TV Globo transmite ao vivo somente para a Bahia, e o canal SporTV2 passa para todo o Brasil.

 

 

 

 

[Contratações, reintegração e reforços] Semana corrida na Toca do Leão


imagem de Mauricio Naiberg/Bahia Noticias

Eduardo Ramos já foi apresentado na tarde de hoje na Toca do Leão, o jogador afirmou que esta bem fisicamente e que está sem treinar há apenas 3 dias, espero a regularização e a partir de segunda feira fico a disposição do treinador.
Ele falou ainda sobre os problemas relacionados a sua contratação em duas oportunidades anteriores, afirmou que foi apenas uma sondagem e que não avançou, disse ainda que gostaria muito de ter vindo, mas que esta feliz de ter esta oportunidade agora e que quer muito ajudar o Vitória.
Sobre a série B o atleta comentou que tem que haver muita dedicação e esforço e que terão um bom tempo até a competição para fazer um grande trabalho.
João Neto e Carlos e Raylan
OS jogadores do Bahia de Feira Carlos(volante) e João Neto(Atacante) estão próximo de acertar com o Vitória. Um reunião entre Alexi Portela, e Jodilton Souza e Thiago, dirigentes do Tremendão aconteceu hoje na Toca do Leão para fechar o acordo. Com tudo é esperado que amanhã já esteja concretizado. Já o meia Raylan, de 22 anos, que interessava ao Leão, está praticamente descartado. As partes não chegaram a um acordo financeiro.
Neto Coruja é reintegrado ao grupo
Após ser afastado pela diretoria do Vitória por não aceitar ser emprestado ao Atlético-GO, o volante Neto Coruja foi reintegrado ao elenco do Leão. De acordo com Raimundo Queiroz, diretor de futebol do clube, o imbróglio com o atleta já foi solucionado.

– A situação de Neto Coruja já foi resolvida. Tivemos uma conversa com ele e resolvemos tudo. Neto Coruja está reintegrado ao grupo e a disposição do treinador – disse o dirigente.
Gabriel, Geovanni e Michel estão de volta
Após contusões, os atletas treinaram normalmente na manhã de hoje no Barradão e podem reforçar o time que enfrenta o Feirense domingo no Barradão.

SRN

[VITÓRIA 5X0 ATLÉTICO] QUANDO O GAME OVER ERA DADO COMO CERTO, ELE INSERIU NOS CREDITOS.


Ameaçado no cargo o treinador Toninho Cerezo decidiu não inventar, fez o simples mantendo a base da ultima partida mesmo esta não tendo sido bem no jogo em questão, as mudanças ficaram por conta de Douglas retornando ao gol e Rodrigo fazendo a sua estréia, no mais o time foi o mesmo.

Diferentemente da partida contra o Serrano os jogadores iniciaram buscando o jogo e levando perigo, mas o time do Atlético tem atletas de uma certa qualidade, Tácio, Garrinchinha, Deon e Robert levaram perigos em duas oportunidades e Douglas foi muito bem, o jogo ficou sem criatividade com os laterais presos e Lucio Flavio e Mineiro sem apresentar um bom futebol, Arthur Maia até que tentava mas sem participação não tinha como ser efetivo, mas mesmo assim o gol saiu, cobrança de escanteio e toque de cabeça no primeiro pau encontrando Neto Artilheiro do Brasil Baiano que chutou forte e abriu o placar Vitória 1×0 Atlético, depois disso o Vitória passou a ter mais volume, porém sem muita efetividade, ainda mais que Marcos Paulo esteve bem no gol adversário.

O primeiro tempo se encaminhava para o fim, quando em um contra ataque fulminante, Lucio Flavio, lançou Arthur Maia, o zagueiro chegou antes e jogou a bola pra lateral, porém Maia foi inteligente e cobrou rápido em Mineiro que disparou em direção ao livre e foi derrubado dentro da área, Pênalti! Neto Baiano partiu e marcou o segundo dele e do Vitória na partida, fim de primeiro tempo.

Na segunda etapa o Vitória veio mais tranqüilo para o jogo e desde o inicio sufocou o adversário que em jogada rápida de Léo teve um jogador expulso, aí foi só alegria, Lucio Flavio quase marca em linda cobrança de falta que o goleiro salvou milagrosamente mandando para escanteio, e foi justamente neste lance que veio o gol mais bonito da partida, após a cobrança Gabriel dominou no peito e bateu de bate pronto fazendo o terceiro do Leão, Toninho atendeu a torcida e colocou Geovanni no lugar de Lucio Flavio e G10 mostrou sua qualidade sendo participativo, chamando a responsabilidade e até orquestrando a torcida, ele e Nino que entrou no lugar de Romário deram velocidade ao Vitória que desperdiçou muitos contra ataques, Marquinhos foi bem, mas longe daquilo que sabemos que ele pode render, esteve muitas vezes impedido e adiantando demais a bola, o mesmo acontecendo com Mineiro que vinha mal, mas queimou a língua de muitos quando acertou um chutaço de fora e marcou o quarto do Vitória.

Dankler entrou no lugar de Rodrigo e jogo ficou definido da seguinte forma, Nino recebe, corre,e  toca em Arthur Maia que  empurra para Marquinhos e Mineiro, foram vários lances assim, em duas oportunidades Maia chutou de fora e quase marcou, gostei da partida dele muito participativo, mas ainda sem a confiança necessária o que deixou intranqüilo em alguns momentos, tal como a chance de gol que ele recebeu livre, bateu forte e Marcos Paulo defendeu. O Vitória ainda queria mais, Geovanni cobrou falta e o goleiro mais uma vez fez grande defesa, e quando tudo se encaminhava para 4×0, eis que Mineiro deu um chutão na bola, Marquinhos correu e evitou a saída, Arthur Maia atrás e Neto Baiano e Geovanni na área eram as opções, ele lançou rasteiro e Neto Artilheiro do Brasil Baiano tirou o goleiro, virou a cara e marcou, VITÓRIA 5X0 ATLÉTICO, Cerezo se salvou e agora vem a Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA: Vitória 5 x 0 Atlético de Alagoinhas
Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA).
Data: Domingo, 4 de março.
Horário: 16h.
Árbitro: Gleidson Santos Oliveira.
Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Jefferson Abel Ferreira Lima.
Gols: Neto Baiano (3x), Gabriel Paulista e Mineiro
Público: 4813 pagantes.
Renda: R$ 41.970,00.

Vitória: Douglas; Romário (Nino), Gabriel, Rodrigo e Léo; Michel, Mineiro, Arthur Maia e Lucio Flávio (Geovanni); Marquinhos e Neto Baiano. Técnico Cerezo

Atlético: Marcos Paulo; Ademir (Antônio Carlos), Bira, Rogério e George; Fausto, Tácio, Garrinchinha (Lazáro) e Narciso; Robert e Deon. Técnico – Lameu (interino).

PS: Maiores artilheiros da história do Barradão


Rank Jogador Gols/Temporada(s)
1 Ramon Menezes 44/ 5
2 Allan Dellon 40/7

3 Neto Baiano 38/3
… 3 Neto Baiano 38 3

Rumo A Lideranca Neto … !

Alguém duvida que ele vai assumir a liderança?

Resultados de 13º rodada do Campeonato Baiano
Fluminense 0 x 2 Bahia
Vitória 5 x 0 Atlético
Bahia de Feira 3 x 0 Juazeirense
Camaçari 1 x 1 Serrano
Feirense 3 x 1 Vitória da Conquista
Juazeiro 1 x 0 Itabuna

[Vitória x Atlético] A ultima chance de Cerezo!


Com uma campanha pra lá de irregular no campeonato baiano 2012, Toninho Cerezo esta ameaçado no cargo e um insucesso hoje pode gerar a demissão do treinador que não esta agradando em nada neste momento. Há quem afirme que mesmo ganhando o mineiro pode deixar o Vitória hoje, e que só uma boa atuação da equipe com triunfo salvaria Cerezo da degola.

 

Vitória cheio de mudanças

 

Para tentar se manter, Cerezo promoverá mudanças na equipe afim de dar uma sacudida no elenco no jogo de hoje, Léo e Rodrigo entraram por causa das suspensões de Mansur e Victor Ramos, Renan deve dar lugar a Douglas no ridículo processo de rodízio de goleiros, mas é no meio que as coisas de vem acontecer. Mineiro, Arthur Maia e Lucio Flavio estão ameaçados por Robston, Pedro Ken e Geovanni respectivamente e há quem garanta que o Vitória irá a campo com Michel, Robston. Arthur Maia e Geovanni neste setor, agora é esperar para ver!

 

 

FICHA TÉCNICA

Vitória x Atlético-BA

Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA).

Data: Domingo, 4 de março.

Horário: 16h.

Árbitro: Gleidson Santos Oliveira.

Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Jefferson Abel Ferreira Lima.

 

Vitória: Renan (Douglas); Romário, Dankler (Rodrigo), Gabriel e Léo; Michel, Mineiro (Robston), Lúcio Flávio (Geovanni) e Arthur Maia (Pedro Ken); Marquinhos e Neto Baiano. Técnico: Toninho Cerezo.

 

Atlético: Marcos Paulo; Ademir, Rogério, Bira e George; Fausto, Garrinchinha, Tácio e Marcos Neves; Roberto e Deon. Técnico: Lameu.

[Vitória 3×0 Serrano] Algumas incoerências e Alguma coerência


Porque insistir com Lucio Flavio?

Porque Vaiar Arthur Maia, ainda mais quando Lucio Flavio é ridículo, não estavam pedindo o jogador?

Acertadamente Douglas voltou ao gol e Geovanni foi reintegrado ao bando de ultima hora e entrou no segundo tempo.

A defesa esta muito bem e com as peças saindo do departamento medico a tendência é o crescimento do setor.

Gostei da entrevista de Cerezo: “Arthur Maia perdeu gols, mas gostei do fato dele ter procurado o jogo e estar sempre em condições de finalizar, já tivemos jogos que não criamos nada e hoje as coisas aconteceram e infelizmente a bola não entrou”

Novo Diretor de Futebol e Contratações

Dimas Fonseca ex-Cruzeiro deve ser confirmado no lugar de Chumbinho, mas se não for dada autonomia não adiantará nada!

2 reforços, este é o numero de jogadores pedidos por Cerezo e liberado pela diretoria para serem contratados pelo Vitória, isso só deve ocorrer com a confirmação do novo diretor de futebol.

FICHA TÉCNICA – Vitória 3 x 0 Serrano
Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador (BA).
Data: Domingo, 26 de fevereiro de 2012.
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra.
Assistentes: Raimundo Carneiro de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias.

                        Vitória: Douglas; Romário, Gabriel, Victor Ramos e Mansur; Rodrigo Mancha (Pedro Ken), Michel (Róbston), Arthur Maia (Geovanni) e Lúcio Flávio; Marquinhos e Dinei. Técnico: Toninho Cerezo.

Serrano: Gil; Paulinho (Nenezinho), Marcio, Aureliano e William Santos (Léo Mineiro); Joel, Rubens, Renilton e Daniel; Felipe Adão e Ciel (Hiroshi). Técnico: Nilson Paulista.

PS:Estava me arrumando para ir ao Barradão com meu cunhado e parceiro Caique, quando ele recebe um telefonema triste, o tio dele veio a falecer na tarde de hoje e por isso tivemos que abortar a ida ao estádio… FORÇA CAIQUE!

[Juazeirense x Vitória]Um jogo Importante, mas não passa de um treino de luxo


É bem verdade que os 3 pontos hoje é importante, que vencer da moral para o BA-VI de domingo e que desempenhar um bom futebol é a demonstração de sistema tático apurado, mas o que não dá para negar mesmo, é que o jogo de hoje é um treino de luxo. Se não fosse assim, Cerezo não pouparia jogadores, se assim não fosse, Toninho não colocaria, Geovanni, Marquinhos, Pedro Ken, e Tartá para ganharem ritmo de jogo e sobretudo não estariamos todos na expectativa do maior classico do Norte-Nordeste.

O Vitória precisa vencer para colocar pressão no Bahia de Feira e ultrapassar o timinho de Itinga que tem sido novamente ajudado pela arbitragem, e com isso os novos contratados querem colocar uma duvida na cabeça do treinador(Pedro Ken e Tartá), Geovanni e  Marquinhos querem retomar o posto de titulares, e Dinei quer mostrar que broca mais do que Neto Baiano que busca o gol de numero 50 com a camisa do Vitória(https://valmerson.wordpress.com/2012/02/08/neto-baiano-busca-marca-de-50-gols-com-a-camisa-do-vitoria/).

O Leão terá 5 mudanças para o jogo de hoje: Léo, Wellington Saci, Uelliton, Mineiro, e Lucio Flavio saem para entrada de Dimas, Elton, Michel, Mancha, e Geovanni, ainda existe a possibilidade de Marquinhos começar no lugar de Dinei, ja que Cerezo confirmou que o atacante esta fazendo uma função que não é sua e que ele brigará mesmo é com Neto.

FICHA TÉCNICA :JUAZEIRENSE X VITÓRIA – SÉTIMA RODADA DO CAMPEONATO BAIANO 2012
Data: 8/02/2012 (quarta-feira), às 22h
Local: estádio Adauto Moraes, em Juazeiro
Arbitragem: Jailson Macêdo Freitas, auxiliado por Luiz Carlos Silva Teixeira e Carlos Santos Oliveira

Juazeirense: Vinicius; Leumir, Edi, Ferreira e Michel; Vaguinho, Naldo, Cicinho e William; Clodoaldo e Rafael Baiano. Técnico: Aroldo Moreira

Vitória: Douglas; Dimas, Alan Henrique, Gabriel e Elton; Mancha, Michel, Arthur Maia e Geovanni; Dinei e Neto Baiano. Técnico: Toninho Cerezo

PS:Com relação aos Uniformes 2012 do Leão, serão apresentados após o Carnaval na inauguração da nova loja do clube no BARRADÃO, será novidade em dose dupla.