Julgamento de Escudero será segunda feira


escudero-vitoria

Após ser flagrado no exame antidoping por uso de Prelone no dia 14/07 após o jogo Vitória 3×2 São Paulo. O meia Escudero foi suspenso preventivamente por 30 dias e agora será julgado pela 1ª comissão disciplinar do STJD na próxima segunda-feira as 18:00 horas.

O médico do clube Ivan Carilo Pinto confirmou que autorizou o uso do medicamento após o atleta ir a um médico e ter sido receitado o remédio para tratamento de sinusite, mas com a alegação de que isso foi feito por que a CBF teria oferecido uma lista de medicamentos permitidos para atletas em um congresso de médicos de futebol realizado em Natal e o medicamento estava nessa lista.

Com isso o Vitória através da competente advogada Patricia Saleão já enviou a defesa do atleta e utilizará além da lista da CBF, os casos do zagueirão Xandão e do goleiro Fábio que foram inocentados em casos semelhantes.

Anúncios

Apresentação de Juan/ E Erro sobre o Doping de Escudero


10597_570869616294410_665138556_n

Contratado para dar fim ao problema crônico na lateral esquerda do rubro negro, Juan foi apresentado nesta tarde na  sala de imprensa da Toca do Leão e falou o que espera da sua passagem pelo Vitória.

– A expectativa aqui é a melhor possível. É agarrar essa oportunidade que o Vitória está me dando. Não vejo a hora de estrear e principalmente dentro de casa. Tomara que dê certo, que eu jogue bem e que a gente faça um resultado vitorioso.

– O pensamento é ser o Juan do tempo do Flamengo. Depois que deixei o Flamengo, não tive sequência. No São Paulo não pude mostrar o meu futebol. Garra não vai faltar.

Sobre como esta fisicamente e quando deve jogar o atleta disse estar bem, e pronto para atuar e que deve sentir um pouco a falta de ritmo.

– Estou bem fisicamente para suportar o jogo. É claro que vai faltar o ritmo. Mas estou pronto

ESCUDERO

IMAGEM_NOTICIA_3

O jogador teve sinusite na semana do jogo contra o São Paulo e levou um medicamento que costuma utilizar para o clube afim de ser analisado pela departamento médico que confirmou que ele poderia usar, pois o mesmo não faz parte da lista proibida. Após o jogo o atleta foi sorteado para fazer o exame e acusou um tipo de corticoide (presente no medicamento).

O STJD decretou o afastamento preventivo do atleta de 30 dias, mas os médicos do clube contestam a ação pois em evento da CBF, o medicamento em questão estava na lista dos permitidos e por isso não entendem o porque da punição do STJD.

Com tudo isso o Vitória já entrou com recurso no STJD e o advogado, médicos do clube o jogador apresentarão a defesa de Escudero.

COLETIVA DO DOPING  (FALA DE RAIMUNDO QUEIROZ)

O Esporte Clube Vitória informa que protocolou hoje (sexta-feira) no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) defesa em relação ao resultado analítico adverso encontrado na amostra do atleta Damian Ariel Escudero por ocasião do jogo Vitória x São Paulo, realizado no dia 14/07/2013, pelo Campeonato Brasileiro da Série A.
É importante ressaltar que o atleta por se encontrar enfermo, sofrendo de uma crise aguda de sinusite, foi liberado pelo Departamento Médico do Clube a utilizar o medicamento “Prelone”. Dessa forma, o atleta agiu corretamente com prudência e somente utilizou essa medicação com autorização do Departamento Médico.
“Autorizamos o uso desse antiinflamatório somente após termos participado do encontro nacional dos médicos de futebol, patrocinado pela CBF, realizado em Natal (RN) no dia 02/04/2013, onde foi fornecida uma lista de medicamentos liberados para uso do Departamento Médico. Nessa lista a substância encontrada no exame, está liberada”, afirma Ivan Carilo, chefe do departamento médico.