[CONQUISTA 1X2 VITÓRIA] Leão vence mesmo sem jogar bem e amplia vantagem


vitória da conquista 1x2 vitória

Longe de apresentar um bom futebol, mas o suficiente para vencer e ampliar a vantagem na briga por uma vaga na semifinal do campeonato baiano 2014, assim foi o Vitória diante do xará de Conquista. Com um primeiro tempo péssimo e uma melhora na segunda etapa o rubro negro conseguiu uma virada importante rumo ao bicampeonato.

PRIMEIRO TEMPO

Na etapa inicial o time da casa dominou as ações e mereceu sair vencendo por 1×0 com o gol de Sílvio numa falha que já é clássica da defesa do Vitória, cobrança de escanteio e o atacante esta sozinho para balançar as redes. O time da casa ainda teve outras oportunidades e parou na trave e na incompetência de ampliar o resultado, já o rubro negro teve apenas um bom chute com Souza e boa defesa de Augusto, muito pouco para um time das dimensões do brioso.

SEGUNDO TEMPO

Ney resolveu voltar com o mesmo time e logo viu que não estava dando certo, ele tirou o fraco Lucas Zen e colocou Mansur, deslocando Juan para o meio campo. O Leão  mudou a postura, cresceu e chegou ao empate com Ayrton e bela jogada de Dinei que chegou a linha de fundo e tocou para trás, o lateral chegou batendo e empatou a partida.

Minutos depois o treinador leonino mudou novamente e deu certo, ele promoveu a entrada de Willian Henrique em lugar de Souza e o cara eletrizou a partida, tentou em duas oportunidade e na terceira ele tirou dois defensores e chutou para marcar o seu gol, virada do leão e cântico de Ô ooooo o talismã voltou ô oooooo!

Depois do gol o Vitória quase amplia com um chutaço de Willian Henrique desta vez acertando a trave, logo após os times buscaram o tento, mas o placar continuou o mesmo.

FICHA TÉCNICA

Conquista1 x2  Vitória
Campeonato Baiano – semifinais
Local: Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista
Data: 26/03/2014
Horário: 20h30
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
Auxiliares:  Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Djalma Silva Ferreira Júnior (BA)

Gols: Sílvio (Conquista); Ayrton e William Henrique (Vitória).

Vitória da Conquista:  Augusto; Lorran (Fabinho), Mota, Silvio e Paulo Vitor; Edmar, Ramires, Moisés e Carlinhos (Candinho); Tatu e Índio (Elcimar). Técnico: Evandro Guimarães.

Vitória: Wilson; Ayrton, Matheus Salustiano, Rodrigo Defendi e Juan; Lucas Zen (Mansur), Cáceres e Hugo; Marquinhos, Dinei (Alan Pinheiro) e Souza (William Henrique).  Técnico: Ney Franco.

 

WILSON: Boas defesas, é um goleiro consistente, um dos poucos que mantém a regularidade no Vitória 6.5

AYRTON: Péssimo primeiro tempo e bom segundo tempo, precisa jogar muito mais, mas vou aliviar pelo gol importante 6.0
DEFENDI: Fraco, muito fraco, até agora não mostrou porque vesti o manto. 5.0
SALUSTIANO: Não foi muito bem hoje, foi bombardeado pelo ataque, precisa melhorar, mas ainda é o melhor que temos. 5.5
JUAN: Nem de longe lembra a temporada 2013, Euller nele Ney Franco. 4.0
LUCAS ZEN: Volta pro Botafogo 4.0
CÁCERES: Oscilou durante a partida, mas pode render muito mais. 5.0
HUGO: Não acertou nada, precisa de ritmo e entrosamento. 4.0
MARQUINHOS: As vezes quer enfeitar e estraga tudo, tem que aprender a fazer o simples, muito mal, 3.0
DINEI: Um passe para o gol e mais nada, esta devendo e muito 5.0
SOUZA: Não dá para jogar ele e Dinei, os caras tem mesmo estilo, estreia fraca, pode render mais. 4.5
MANSUR: Corrigiu a onda na lateral e ajudou o time na virada. 6.5
WILLIAN HENRIQUE: Golaço e entrou com a corda toda, ô talismã voltou 10.0
ALAN PINHEIRO: Entrou quando a parada já estava resolvida, sem muito tempo para muita coisa.
NEY FRANCO: Não dá para continuar com o esquema 4-3-3, pelo menos com estes atletas, mudou o time no segundo tempo e o futebol reapareceu e a virada veio 7.0

Wellington Saci não é mais atleta do Vitória, outros jogadores podem sair(Índio, Adaílton e G10)


O lateral-esquerdo, Wellington Saci, está deixando o Vitória. O atleta até já viajou para São Paulo para se apresentar ao Corinthians, ele deve ser novamente emprestado, e ao que tudo indica ele continuará na série B só que no Atlético Paranaense.

Saci teve um bom começo no rubro-negro baiano, mas se contundiu e desde o seu retorno não conseguiu repetir o bom futebol, passou então a oscilar entre os titulares e reservas e há algumas rodadas tem sido reserva de Mansur, com a contratação de dois atletas para posição (Dener e Gabriel Araújo), o espaço ficou ainda menor e por isso ele e o clube chegaram a um acordo sobre a sua dispensa.

Adailton deve ser o próximo a deixar o clube, sem muito espaço e com a chegada de Marco Aurélio, está fora dos planos de Carpegiani. Especula-se ainda que índio também deve sair, o jogador vem conversando com a diretoria para definir o seu futuro e caso encontre algum clube não deve ter dificuldades de deixar o Vitória, o América de Natal tem interesse em contar com as flechadas do atacante. Outro que segue com futuro incerto é Geovanni, o ex-camisa 10 treina com o time b atualmente e desperta o interesse do Goiás, mas o alto salário tem atrapalhado a sua ida para o esmeraldino.

índio quer voltar a jogar no Vitória


Depois de perder uma briga judicial com o Vitória nesta última quinta-feira (14), o atacante Índio está com fome de gols. Afastado do elenco principal e sem oportunidades no time, o atleta segue treinando na Toca do Leão e espera estar à disposição do técnico Paulo César Carpegiani após conversar com a diretoria rubro-negra.
– Eles queriam que eu rescindisse sem receber nada. Fiz uma contra-proposta, mas não responderam. Mas hoje, se me procurassem para pagar o que eu pedi no começo do ano, eu não queria. Eu quero é jogar no Vitória para voltar a ser reconhecido. Chega disso. Quero poder voltar a jogar. Tem oito meses que não jogo uma partida completa – disse ao Globoesporte.com.
O atleta explicou os motivos que o levaram a entrar na Justiça contra o clube.
– Antes de entrar na Justiça eu conversei com a diretoria e fiz uma proposta, mas não aceitaram. Por isso decidir entrar com ação, apesar de saber do risco que eu corria.

Raimundo Queiroz, Cerezo, Copa do Brasil e comemoração!


Raimundo Queiroz foi apresentado como novo diretor de futebol do Vitória e tratou logo de falar sobre o planejamento e pensamento dele  – “ Vamos subir de qualquer jeito. Uma estrutura igual a do Vitória, um clube como o Vitória, não pode ficar dois, três anos na Série B” – Afirmou.

Logo depois Queiroz falou da expectativa na conquista de títulos nesta temporada e como se deu a sua vinda para o clube – “ É um prazer enorme estar aqui. Recebi outros convites para ir para outros clubes, mas recusei por ficar afastado do Vitória, mas o novo convite do clube foi importante. O Vitória está dando um passeio na segunda divisão. Foi um acidente que aconteceu não ter conseguido o acesso ano passado e isso não tenho dúvida” –

Ao ser questionado sobre as denuncias de corrupção e processos Raimundo Queiroz foi enfático  e criticou PC pelas declarações -“ Quero justificar as críticas, que são infundadas. Não são verdadeiras e até certo ponto desrespeitosas, até porque Paulo Carneiro foi presidente na mesma época que eu. Ele falou bobagens. Nunca tive nenhum processo. Fui em uma delegacia prestar depoimento e dias depois recebi um documento dizendo que todos os meus atos como presidente do Goiás foram normais” –

CEREZO Resolveu me ouvir

Apoiei a vinda de Cerezo e logo na 3º Rodada do baiano quando o Vitória goleou na partida em questão critiquei o treinador pela mudança no esquema tático e a utilização de 3 volantes, após isso vieram as inconstâncias, as mudanças de esquema, e a insistência em Lucio Flavio ao invés de Geovanni, e quando eu decretei o ultimato após o empate contra o São Raimundo em 0x0 dizendo ou muda de conceito ou Fora CEREZO! Eis que ele decidiu optar pelo esquema correto e colocar o que o Vitória tem de melhor em campo. Não foi debalde a boa atuação, e a goleada, isso  foi fruto da coerência e da compactação do meio de campo formado por Uelliton, Michel, Pedro Ken e Geovanni, por isso Toninho Cerezo se quiser continuar no Vitória, ganhar a confiança da galera e conquistar títulos, ouça essa torcida que entende de futebol.

Copa do Brasil

Os ingressos para a primeira decisão do ano já estão a venda, e o leão terá reforços contra o São Raimundo, Nino e Victor Ramos estarão a disposição, Marquinhos e Romário também não deverão ser problemas, já Rildo e Wellington Saci se esforçam para estarem prontos no BAVI.

Surpresa. Recuperado de uma lesão na panturrilha, , o jogador índio participou normalmente da movimentação, mostrando que está 100% do problema. Ele, inclusive, foi relacionado para o confronto diante dos sergipanos.

Outra surpresa foi o meia Tartá. De volta após um período no departamento médico por conta de uma contusão muscular, o atleta deve ficar pronto para o segundo clássico Ba x Vi do ano, domingo, no Barradão.

Confira a lista do relacionados:

Goleiros: Renan e Douglas

Laterais: Léo, Mansur e Nino

Zagueiros: Victor Ramos, Gabriel e Rodrigo

Volantes: Mineiro, Michel, Róbston e Uelliton

Meias: Pedro Ken, Geovanni, Arthur Maia e Lúcio Flávio

Atacantes: Dinei, Marquinhos, Índio e Neto Baiano

A diretoria de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), divulgou o trio de árbitros que trabalhará na partida entre Vitória e São Domingos, nesta quarta-feira (14), às 20h30, pela Copa do Brasil, no Barradão.

Sebastião Rufino Ribeiro Filho, da Federação Pernambucana, comandará às ações na casa rubro-negra. Ele será auxiliado por uma dupla do Distrito Federal: Marrubson Melo Freitas (Aspirante ao quadro da Fifa) e José do Nascimento Júnior.

O baiano Manoel Nunes Lopo Garrido (CBF) será o quarto (reserva) árbitro no confronto que o Leão precisa vencer para garantir classificação à próxima fase da competição.

Uniformes 2012

O Vitória pretendia usar a modelo Nicole Bahls, ex-namorada do zagueiro Victor Ramos, e a ex-BBB Anamara no lançamento dos uniformes 2012. A apresentação das camisas será dia 27, uma terça, em paralelo à inauguração da loja Planeta Vitória, instalada no Barradão. Com o rompimento do jogador com a modelo acredito que ele será sacada do evento.

 

Comemoração pelos 200 mil acessos

Os papéis de parede já estão prontos, estou apenas fazendo aqueles com as frases que estão sendo enviadas para o blog e para o meu e-mail, acredito que mais do que série de 2011, que será um grande sucesso entre a galera rubro negra, eu particularmente gostei muito.

PS: Desculpe a não publicação dos textos pré e pós jogo contra o Camaçari, um abençoado para não proferir maldição, teve a idéia brilhante de cortar o cabo da minha conexão e fiquei dois dias sem conectividade, por este motivo não publiquei os textos.

SRN

Raimundo Queiroz Retorna ao comando do departamento de futebol do Vitória


A diretoria do Vitória  confirmou no inicio da noite desta terça-feira (6) a contratação do seu novo gestor de futebol: Raimundo Queiroz, que assumirá a função pela segunda vez e confesso que é o meu nome preferido ao cargo.

Queiroz esteve no Vitória em 2009 e fez um trabalho bom, contratou Nino e proporcionou o retorno de Paulo Cesar Carpegianni as funções de treinador depois de mais de uma década e com sucesso. Conseguiu armar o time campeão baiano e que esteve bem no campeonato brasileiro e terminou na décima colocação no certame nacional, sua saída foi por intervenção do conselho do clube que preferiu Jorginho Sampaio, espero que desta vez Raimundo tenha autonomia para trabalhar.

 

Raimundo Queiroz fala sobre o seu retorno

É uma grande oportunidade de fazer um trabalho por completo. Tenho alguns projetos aqui em Goiânia, mas um convite do Vitória eu não poderia recusar. O Vitória é um clube que mora em meu coração e tenho muito carinho por sua torcida, que sempre me tratou bem, a imprensa e os dirigentes, que considero como irmãos. O importante é que meu nome teve uma aceitação de todos e sei que posso ajudar muito o Vitória –

 

Quando saí do Vitória fiquei com o coração partido, por não ter completado o trabalho de forma correta. Mas procurei ajudar muito o Vitória nesse período longe do clube e o cordão umbilical não foi rompido – disse.

 

Raimundo Queiroz chega a Salvador na segunda e tem como objetivos contratar dois jogadores para reforçar o elenco, e profissionalizar o departamento de futebol do clube.

Índio Processa o Vitória

Virou graça. O atacante Índio, resolveu atirar uma das suas tradicionais flechada, agora no próprio no Vitória. Segundo o site Bocão News, o atacante Índio, que defende as cores do Esporte Clube Vitória, entrou no último dia 20 de janeiro com uma ação trabalhista contra o clube da Toca do Leão. O atleta cobra do rubro-negro o pagamento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), dos tempos em que esteve defendendo, por empréstimo, o Chunnam Dragons, da Coreia. A data da audiência entre Índio e o Vitória está marcada para o dia 8 de maio, na 9ª Vara do Trabalho de Salvador.

Índio retornou ao Vitória no início deste ano, após passar as duas últimas temporadas emprestado ao clube coreano. O atacante sagrou-se artilheiro do Campeonato Baiano em 2007, marcando 27 gols em 26 partidas, cinco dos quais anotados na vitória sobre o arquirrival Bahia por 6 a 5. Desde quando desembarcou no Barradão o jogador ainda não atuou.

SUB-17 continua na competição por índice Técnico

COPA RIO – Equipe com melhor índice técnico depois das classificadas, o Vitória segue disputando a Copa Rio Sub-17. Nas quartas-de-final, o time rubro-negro perdeu nos pênaltis para o Audax, ex-Pão de Açúcar, e agora nas oitavas-de-final enfrentará o Internacional, de Porto Alegre, nesta quarta-feira, dia 7, às 14 horas, no Estádio Cláudio Moacir de Azevedo.

 

Em jogo treino índio Marca e encanta Toninho Cerezo, Pedro Ken e Renan perto da Toca


A invasão da torcida na Toca do Leão

– Estou surpreso com tanta gente no treinamento de hoje. Não queria isso. Queria conversar com os jogadores e virou um jogo. Gente de fora gritando, falando, a imprensa toda. Isso é um treinamento normal. Não tem como avaliar. Se nós treinamos juntos, foram três ou quatro dias. O Vitória é grande mesmo. Não tem como fazer avaliação, pois os jogadores só fizeram trabalho físico – falou.

O Calor e o pouco tempo de treinos

De acordo com o mineiro, o calor atrapalhou o desempenho de alguns atletas.

– Pelo trabalho físico nos últimos dias e o calor, o jogador não compacta. Não tem como entrar em campo e dar instruções. Se soubesse, não teria feito isso. Mas esses amistosos são realizados para consertarmos as bolas paradas, para dar uma orientação. São ajustes e também análise do grupo. Não pode ter uma cobrança muito grande no começo, mas o bom é que houve iniciativa de alguns jogadores. São pequenos detalhes que o treinador percebe – disse.

 Índio dispara suas Flechadas

Para finalizar, Cerezo revelou que ficou surpreso com a atuação de Índio no segundo tempo do confronto.

– Índio me surpreendeu. Ele joga muito solto. Ele conhece a posição dele e finaliza bem, o que é importante para um atacante. Ele precisa trabalhar, porque é um cara inteligente.

VITÓRIA 4X1 ATLÂNTICO

Em seu primeiro e único teste antes da estréia no Campeonato Baiano, dia 18, contra o Feirense, no estádio Pedro Amorim, em Senhor do Bonfim, às 20h30, o Vitória venceu o Atlântico, clube de Lauro de Freitas, por 4 x 1, com uma boa atuação dos jogadores considerados reservas.

Com muitas dificuldades no primeiro tempo do confronto, que teve a duração de 80 minutos, o time de Toninho Cerezo não conseguiu furar o bloqueio imposto pelo adversário, que saiu para o intervalo em vantagem: 1 x 0. O gol foi marcado aos 18 minutos, em cobrança de pênalti, do atleta Fernando.

Depois de iniciar o jogo com Douglas; Jô, Gabriel Paulista, Reniê e Wellington Saci; Uelliton, Mineiro, Arthur Maia e Lúcio Flávio; Rildo e Neto Baiano, o comandante rubro-negro fez uma série de alterações, colocando em campo nomes como Índio, Michel, Léo, Dankler, Adailton e Alan Pinheiro.

Após essas alterações, a equipe teve uma evolução. O zagueiro Alan Henrique, destaque do duelo, marcou duas vezes. Adailton e Índio completaram o placar.

Escalação rubro-negra: Douglas; Jô (Lúcio Flávio), Gabriel (Dankler), Reniê (Alan Henrique) e Wellington Saci (Elton); Uelliton (Michel), Mineiro (Léo), Artur Maia (Felipe) e Lúcio Flávio (Alan Pinheiro) (Leílson); Neto Baiano (Adailton) e Rildo (Adailton).

Renan e Pedro Ken devem ser anunciados nesta sexta

O empresário dos jogadores falou esta noite com a imprensa e confirmou que falta apenas detalhes para que ambos assinem com o Vitória, o mesmo afirmou que o goleiro recebeu propostas mas que para ele e Renan a estrutura do Vitória era o melhor para o atleta, o Corinthians já liberou o goleiro e o acerto pelo salário é o que falta Já Pedro Ken depende de um acerto com o Cruzeiro, o clube mineiro não irá contar com o meia, mas a maneira como ficará dividido o salário do atleta entre os mineiros e o Leão ainda não chegou em consenso, de acordo com Carlos empresário do atleta isso pode ser resolvido ainda  esta noite, e amanhã os atletas serem anunciados.

É amigos, o rubro negro esta reforçando o elenco e tem tudo para fazer um grande 2012.

SRN