BOMBA, BOMBA, BOMBA PRESTEM A ATENÇÃO NISSO AQUI


É até engraçado usar os jargões bombásticos dos “jornalistas” para falar criticar a postura deles mas é Absurdo o que estes estão fazendo, e está é a palavra que define perfeitamente “a imprensa  soteropolitana”, quando penso que já vi e ouvi de tudo eis que estes amargos nada profissionais aprontam novamente.

Vou começar pelo retorno da dupla global Jorge e Thiago, meus queridos façam um favor a torcida e a vocês mesmo, parem de fazer a transmissão dos jogos do Vitória, deixem outros incumbidos disso, a paixão clubista  de vocês é nojenta, se não sabe deixar o amor em casa, então só façam jogos do Itinga.

Estes dois queriam a expulsão de Gabriel Paulista, em outro lance a de Uelliton, afirmaram veementemente que Elton se jogou no lance do Pênalti  claro não marcado pelo arbitro e todo e qualquer lance o comentário era sempre a favor do time visitante em detrimento do rubro-negro baiano.

Se não bastasse isso, terminou o jogo e ligo o rádio para ouvir Carpegiani dizer o que achou do jogo, e muito coerente a entrevista dele e gostei da sinceridade em muitos pontos, mas a minha felicidade sobre coesão e coerência terminaram aí. O homem da boca grande conseguiu enojar tudo.

As palavras dele: – Estou preocupado Rocha, será que o Vitória sobe? Não quero nem saber desse negocio de título, para mim o Vitória fica em quarto colocado. E o  Victor Ramos em Rocha? Aquele Cartão foi para ele ir para vaquejada de Serrinha, cadê o presidente Alexi? Liga pra ele aí que eu quero dá uma sugestão a ele, presidente se estiver me ouvindo leva o Victor junto com a delegação porque se não ele vai para vaquejada de Serrinha comer água. E o professor pardal heim? Tirar Pedro Ken e colocar Marquinhos? – Mas Zé o Pedro Ken estava mal e também estava muito cansado? – Não importa! Adiantou o que tirar ele de campo? E digo novamente estou com medo, quantos pontos o Vitória tem do quinto colocado mesmo? É impressionante, que Vitória é esse? O Criciúma venceu todas as 11 partidas que fez em casa, o Vitória empatou duas e perdeu uma, o que o Criciúma tem que o Vitória não tem Rocha? E o Guaratinguetá ganhou desse time aí não foi? Meu Deus eu não consigo entender o que o Guaratinguetá tem que o Vitória não tem!

Essas foram algumas asneiras deste Senhor leviano, desagregador e tumultuador que alguns consideram como profissional de jornalismo, mas para mim é uma vergonha para os profissionais de rádio e TV deste país. Jorge, Thiago e Boca grande o Vitória é líder da série b com 49 pontos tem 15 vitória sendo 8 delas fora de casa, o Vitória é o time que menos perdeu na competição são apenas 3 derrotas e tem 74,2% de aproveitamento que é recorde na história desta competição, portanto faz um favor, calem a boca seus sacripantas antiprofissionais.

Ah! O que o Criciúma e Guaratinguetá não possuem é 49 pontos, 15 triunfos, 8 vitórias fora de casa, e apenas 3 derrotas, ah! Eles não possuem também 7 jogos sem derrota sendo 5 triunfos, ah! Eles não possuem a melhor campanha da história da série b, e nem os dois públicos recordes da competição com 32 mil e 34 mil pessoas, se tudo isso não é suficiente para vocês , sinceramente eu não sei o que irá vos satisfazer.

AVISO A TORCIDA

Parem de escutar tais asneiras e reproduzir por aí, analisem, critiquem as informações para só então espalhar qualquer pensamento, estes caras são um nojo e fazem de tudo para achar algo de errado e tumultuar o Esporte Clube Vitória, lembrem-se que em 2010 o Itinga depois de um inicio muito irregular conseguiu se estabilizar e figurou sempre ali no g-4 mais precisamente na 3ª colocação e lembrem-se qual era o discurso da imprensa tricolorida, lembre-se se eles faziam com o terceiro o que fazem com o líder, lembrem-se se os jogadores eram acusados de provocarem o terceiro cartão para ir para festas e se o treinador era criticado por tirar um cara que estava cansado e se ainda os jogadores de lá eram acusados de se jogarem para cavar penalidades. Por tanto faz um favor, quando ouvi ou vê tais coisas, analisem antes de reproduzir, tá legal? Faz esse favor.

SRN

Foi com o Bahia, mas e se fosse com o Vitória da Bahia?


Esperei um pouco para postar esse texto devido a repercussão que o assunto ganhou, mas acho muito importante a discussão entorno da péssima arbitragem na partida em Porto Alegre, no âmbito da rivalidade é valido gozar o Bahia, porém no histórico é algo em que precisamos nos solidarizar e nos preocupar.

Utilizei o termo Vitória da Bahia, justamente porque boa parte da nossa torcida odeia, e acredita que é um a tentativa da mídia sulista em diminuir o clube, pois  bem, e não é isso que que os erros constantes de arbitragens a favor de clubes do eixo em detrimento de clubes do nordeste? O que aconteceu no domingo não é fato exclusivo do Bahia, eu poderia citar dezenas de situações em que arbitragens tendenciosas prejudicaram ao Vitória, Sport, Náutico, Santa Cruz, Bahia e tantos outros.

Em 2010 o Vitória foi vitima de muitas intervenções dos homens de preto, teve aquele lance de Heber Roberto Lopes punindo Viáfara, teve uma penalidade clara em Schwenck não assinalada no primeiro jogo da final na Vila Belmiro, mas um jogo que se assemelhou em muito ao do rival Itinga, Vitória 1×1 Corinthians no Barradão. Para quem não lembra, essa partida era válida pela 36ª Rodada do campeonato brasileiro 2010, e foi a primeira vez que o Vitória entrou na zona de rebaixamento, vamos relembrar alguns lances.

O Corinthians fez 1×0  após boa jogada de Ronaldo que deu um passe fenomenal para o companheiro Danilo marcar, após este resultado o Vitoria foi para cima e empatou com Viáfara de Pênalti, o zagueiro Ralf meteu a mão na bola e o juiz assinalou a infração 1×1 no placar, mais um detalhe importante, Ralf já tinha amarelo e era para ser expulso, mas o juiz não teve coragem.

No segundo tempo o Vitória foi ainda mais para cima e os erros de arbitragem ficaram ainda mais evidentes. Em um lance rápido Adailton foi lançado na área e chutou, o goleiro Julio Cesar fez grande defesa, mas a bola retornou aos pés de Adailton que tentou driblar o goleiro e foi atropelado pelo mesmo, penalidade clara não assinalada, Simon mais uma vez amarelou, o Leão da Barra não se intimidou e continuou buscando o triunfo e aos 44 minutos do segundo tempo um lance que jamais irei esquecer: Junior Diabo Loiro é lançado entre 3 defensores do Corinthians ele se livra, dribla o goleiro, deixa o zagueiro no chão e marca um golaço Vitória 2×1 Corinthians, sabe o que isso representava naquele momento? O Vitória estava se afastando da zona de rebaixamento, empurrando Flamengo e Atlético MG para baixo para se engalfinharem para não entrar no Z-4, só isso? Não, o Corinthians era líder do Brasileiro com 63 pontos e o Fluminense vinha em segundo com 62 pontos, com o empate o timão foi para 64 e ficou apenas um ponto do Flu que vencerá e foi a 65. Isso mesmo, descaradamente o gol do Vitória foi anulado para favorecer o time alvinegro, com isso o Vitória entrou pela primeira vez na zona de rebaixamento e o interessante foram às manchetes do dia seguinte.

Corinthians só empata na Bahia e vê o título se complicar

Prejudicado com penalidade inexistente, o Timão cai para segunda colocação

Ronaldo se machuca e Corinthians tem dificuldades para empatar com o Vitória-BA

Corinthians praticamente dá adeus ao título empatando com time que está na zona de rebaixamento.

É impressionante como nenhum dos noticiários esportivos falaram de como o Vitória foi operado no Barradão, eles só se davam conta de que o poderoso Corinthians perdeu a liderança e naquele momento via o Fluminense com grandes possibilidades de assegurar o título, mas do Vitória que foi prejudicado e entrou na zona de rebaixamento as citações foram apenas de diminuição, por tanto volto a repetir que embora tenha acontecido com o nosso maior rival, nós já sentimos na pele as barbáries de arbitragens tendenciosas.

É lamentável ainda que a imprensa como um todo se exima da responsabilidade de noticiar os fatos de maneira verídica em detrimento de um preferencia cega e nociva para o esporte como um todo, e duas rodadas depois eu ainda tive que engolir Carlos Eugenio Simon encerrando a carreira como uma grande estrela do futebol, a globo fez reportagens incríveis distorcendo até mesmo vaias de torcedores em celebração a histórica carreira do naquele momento já ex-arbitro, vocês me dão asco!

FICHA TÉCNICA 
VITÓRIA 1 x 1 CORINTHIANS

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 21 de novembro de 2010, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Julio Cesar Rodrigues Santos (RS)
Cartões Amarelos: Ralf, Elias (Corinthians); Nino Paraíba, Egídio (Vitória)

Gols: CORINTHIANS: Danilo, aos 20 minutos do primeiro tempo; VITÓRIA: Viafara, aos 43 minutos do primeiro tempo.

VITÓRIA: Viáfara; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Anderson Martins e Egídio; Neto Coruja (Bida), Uelliton, Ramon (Fernando) e Elkeson (Henrique); Adaílton e Júnior
Técnico: Antonio Lopes

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias e Danilo; Jorge Henrique (Paulinho) e Ronaldo (Iarley)
Técnico: Tite