[BAHIA X VITÓRIA] O primeiro BAVI da nova Arena Fonte Nova


BAHIA X VITÓRIA

Neste domingo dia 07 de Abril de 2013 o mundo testemunhará mais um fato que entrará para história do ludopédio, independente do placar, se haverá ou não show de bola, o clássico BAVI será profundamente marcado nesse dia e é por isso que todos os olhos estão voltados para partida que tem tudo para ser épica.

O Vitória tem 100% de aproveitamento no campeonato baiano e chega com status de favorito, o que não quer dizer muita coisa, realmente o Leão tem um time mais qualificado no papel, mas quando se trata de clássico, aí é melhor jogar as estatísticas no lixo e aguardar para ver o que acontecerá, mas é claro que confio no triunfo do rubro-negro.

Do lado tricolor a ordem é vencer de qualquer maneira para evitar a chegada de uma crise, pois mesmo sendo líder do seu grupo, o Bahia anda muito irregular e só venceu 1 de 3 partidas, perder o BAVI dará ainda a certeza de que o Vitória terá as vantagens nas fases de decisões, o que acabou determinando o campeão dos últimos estaduais.

Uma coisa todo mundo tem certeza, será uma festa linda, um clássico cheio de rivalidades, mas sem violência, será lindo ver Os Imbatíveis assumindo o lugar que um dia foi da lendária Leões da Fiel, ouvir os cânticos de incentivo e provocação e tomará que a celebração do triunfo ao final do jogo.

CANDIDATOS A NOVO ÍDOLO DA NAÇÃO RUBRO-NEGRA!

555772_363281080442861_1211279855_n

Os clássicos tem por costume consagrar novos ídolos, os últimos BAVIs na era da fonte nova Consagraram Nadson e Índio, sendo o primeiro no Barradão, Após o BAVI deste domingo quem será o novo queridinho da torcida do Leão?

Escudero, Victor Ramos, Renato Cajá, Maxi Biancucchi e Dinei entram fortes na disputa, será que algum deles irá conquistar a nação rubro-negra?

ESQUEMA TÁTICO DO VITÓRIA (2)

Escalação do Bahia: Lomba, Neto, Danny Morais, Titi, Magal, Fahel, Diones, Helder, Rosales, Adriano, Obina. Técnico: Jorginho

Escalação do Vitória: Deola, Nino, Gabriel, Victor Ramos, Mansur, Michel, Luis Alberto, Renato Cajá, Escudero, Maxi Biancucchi, Dinei. Técnico: Caio Junior