[Atlético PR 0X1 VITÓRIA] A Campanha começa hoje, 35 mil pessoas no Barradão!


O Vitória chegou hoje ao seu quinto triunfo como visitante da série B em apenas 7 jogos, esse é o número de triunfos que o time consegui na competição inteira ano passado, além da fama de visitante mais indigesto, o feito demonstra que o rubro-negro está no caminho  certo para subir a primeira divisão. O leão supera o seu próprio recorde de 05 triunfos consecutivos e de quebra acabou com a impressionante marca de 30 jogos sem perder em seu mando de campo do Atlético Paranaense.

O jogo foi muito equilibrado, o time de Jorginho buscava o ataque, mas sem efetividade já que a defesa armada por Carpegiani fez uma verdadeira barreira e evitava qualquer tentativa de gol adversaria, aos poucos o brioso foi buscando o gol, porém a forte marcação em Pedro Ken limitava as criações do time. O furacão tentava chegar pelo setor direito do seu ataque, aproveitando a improvisação de Gabriel, mas a cobertura de Uelliton e Victor Ramos foram perfeitas e mesmo com Gustavo contundido foi possível segurar o placar em 0x0.

No segundo tempo o Vitória voltou com Caio Secco no gol no lugar de Gustavo que estava bem na partida, mas até que o jovem estreante deu conta do recado e fez boas defesas. O treinador Jorginho fez duas mudanças e todos esperavam que o Atlético viesse para cima, mas o que aconteceu foi o inverso, foi o Vitória que passou a criar e Leílson teve duas oportunidades de marcar mas vacilou, eu já esperava uma mudança no Vitória e acredito que todos aguardavam por Tartá, mas Carpegiani foi ousado e inteligente e bancou a entrada de Willie, não foi dele a jogada mas num contra ataque fantástico, Uelliton acertou um lançamento daqueles dignos de Futebol Americano, Leílson avançou, entrou na área e tocou para marcar o gol do Vitória e do triunfo. Atlético PR 0X1 Vitória.

Era natural que o time da casa tentasse pressionar em busca do empate, mas aí apareceu bem a duas figuras, a primeira  goleiro Caio Secco que fez duas boas defesas, e em outras duas oportunidades, ele o  cara que me fez sofrer tanto em 2011, foi o cara dá minha alegria, Marcelo por duas vezes sem goleiro conseguiu fazer o chamado INACREDITAVEL FUTEBOL CLUBE. O Vitória ainda teve a chance de ampliar com Willie mas ele carimbou a trave e ela caprichosamente saiu ao invés de ir para o gol.

Confesso que não me lembro de um inicio tão arrasador do Vitória em competições nacionais, é a nona Vitória do rubro-negro em 12 jogos e toda a justificativa e fama de favorito de conquistar a segunda divisão 2012 a cada rodada, agora o Leão enfrenta o CRB em casa e é obrigação da nação em colocar 35 mil pessoas no Barradão, esse sem duvida será o jogo da liderança…

PEGA LEÃOOOOOOOOOOOO!

FICHA TÉCNICA 
Atlético-PR 0 x 1 Vitória 
Local: Estádio Fernando Charub Farah (Gigante do Itiberê), em Paranaguá-PR.
Data: Sábado, 21/07.
Horário: 16h20.
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP).
Auxiliares: Herman Brumel Vani (SP) e Ricardo Pavanelli Lanutto (SP).
Atlético-PR: Weverton; Maranhão, Manoel, Cleberson e Wellington Saci; Derley, João Paulo e Ligüera; Marcelo, Tiago Adan e Ricardinho. Técnico: Jorginho.
Vitória: Gustavo; Nino Paraíba, Dankler, Victor Ramos e Gabriel; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Leilson; Marquinhos e Marcelo Nicácio. Técnico: Paulo César Carpegiani.

[Atlético PR X VITÓRIA] O Confronto mais aguardado da série B


 

Os favoritos, esse é o peso e a responsabilidade que Vitória e Atlético PR ostentam na série B 2012, clubes de maior expressão e poder aquisitivo os rubro-negros duelam agora em campo para buscar ganhar moral na competição, mesmo vivendo um momento distinto, este promete ser um grande jogo com grandes facetas para quem é amante do ludopédio.

 

O Vitória busca manter o bom momento com 4 triunfos consecutivos e a fama de visitante inconveniente, o clube briga pela liderança da competição e precisa dos 3 pontos e de um tropeço do Criciúma para isso. Já o Atlético Paranaense tenta continuar a recuperação, desde a  chegada de Jorginho o time cresceu de rendimento e saltou na tábua de classificação estando agora na nona colocação.

 

Impedir os planos do furacão é o objetivo do Leão, vencer no gigante do Itiberê, trás verdadeiramente o status de favorito ao título e consequentemente, a uma das vagas para série A, por outro lado, para o time Paranaense representa o momento da virada na competição, aquele momento em que a confiança e por isso o jogo ganha contornos emocionantes para as duas equipes e suas torcidas.

O time do Vitória tem dois desfalques sérios, o promissor Gustavo assumi a camisa 1 no lugar de Douglas suspenso, mas a ausência mais sentida é a do artilheiro do Brasil, Neto Baiano, que negocia a sua ida para o Japão e por isso não viajou com o elenco, o recém contratado Marcelo Nicácio vai para sua segunda partida, mesmo sem estar 100 % fisicamente.

 

Curiosidades e Estatísticas do Confronto

 

O histórico do confronto entre Atlético PR x Vitória é extenso e muito disputado as equipes se enfrentaram em 25 oportunidades com 11 triunfos do Furacão, 10 do Leão e 4 empates, na história recente o Vitória vem se dando bem, nos últimos 4 jogos foram 3 triunfos do rubro-negro baiano e apenas uma derrota, com direito há um 2×0 lá na Arena da baixada. Não acontece um empate neste confronto desde 2002 quando o placar ficou em 1×1 no Barradão gol de Fernando para o Vitória e Kleber Pereira empatando para os atleticanos. De 2003 para cá aconteceram 10 jogos com 7 triunfos do Vitória e 3 do Atlético PR.

 

É isso aí galera, o Leão tem total condição de vencer o jogo e quem sabe de quebra assumir a liderança da competição, eu espero uma partida complicada, e sem duvida alguma está pode ser chamada de maior confronto da série b 2012.

SRN

 

FICHA TÉCNICA 

SÉRIE B

Atlético-PR x Vitória 

Local: Estádio Fernando Charub Farah (Gigante do Itiberê), em Paranaguá-PR.

Data: Sábado, 21/07.

Horário: 16h20.

Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP).

Auxiliares: Herman Brumel Vani (SP) e Ricardo Pavanelli Lanutto (SP).
Atlético-PR: Weverton; Maranhão, Manoel, Cleberson e Wellington Saci; Derley, João Paulo e Ligüera; Marcelo, Tiago Adan e Ricardinho. Técnico: Jorginho.
Vitória: Gustavo; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Victor Ramos e Dener; Uelliton, Michel, Pedro Ken e Leilson; Marquinhos e Marcelo Nicácio. Técnico: Paulo César Carpegiani.