[CONTRATAÇÕES] Thiago Carvalho e Ayrton reforçam o Leão


images

Após anunciar a chegada do zagueiro Thiago Carvalho que atuava pelo Cruzeiro, o Leão vai anunciar o lateral direito Ayrton que estava no Palmeiras e perdeu espaço nos últimos jogos.

Com tantos jogadores machucados e a saída do zagueiro Gabriel Paulista, o rubro negro começa a reforçar o seu elenco para o restante da série A.

Thiago Carvalho ainda esta sob ameaça, pois de acordo com a Ponte Preta o zagueiro foi reprovado no exames médicos na macaca por que possui uma atrofia que precisaria de pelo menos mais um mês para ser sarada, só que o jogador vinha treinando na equipe mineira.

Já o lateral direito Ayrton foi titular do Palmeiras, mas com a chegada de Luis Felipe, passou a ser figura no banco e agora se transfere para a toca do Leão. Onde realizará exames médicos nesta sexta feira.

Thiago-Carvalho-Cruzeiro-Foto-VIPCOMM_LANIMA20121026_0001_26

Anúncios

[VITÓRIA 3X1 PONTE PRETA] O triunfo da superação


VITÓRIA X PONTE PRETA

Quando a bola rolou no estádio Manoel Barradas- BARRADÃO nesta noite de quarta feira, eu tinha certeza de que teria que ser na base da superação, e disse isso no texto de pré-jogo, e não deu outra, o Leão mesmo com tantas dificuldades conseguiu uma virada emblemática daquelas de entrar para história por tudo que envolveu o jogo.

O Vitória começou muito bem, com a grande ousadia do garoto Euller ( o novo filho do vento rsrsrsr calma, muita calma, é só brincadeira) que chegava com toda força na defesa da macaca e levava perigo. Depois com os chutes de fora da área ( ALELUIA) de Luiz Alberto e que chutaço na trave, mas vacilou na saída com passe errado de Luiz Alberto, vacilo de Cáceres e gol do bom centro avante Willian.

Depois do gol o rubro negro se perdeu, sentou o golpe e ficou atordoado, foi muito bom o soar do gongo e fim de primeiro tempo para restabelecer as forças e buscar a recuperação no embate.

No segundo tempo Caio Junior retornou com Pedro Oldoni e ele não decepcionou aos 7 minutos a bola cabeceada por Cáceres em cobrança de escanteio de Renato Cajá, encontro o centro avante que de joelho empatou a partida e marcou seu primeiro gol com a camisa do Vitória.

1016998_564005343647504_1596436423_n

Após o gol o Leão cresceu, a torcida guerreira que esta de parabéns empurrou o time e aos 17 Vander fez uma verdadeira pintura, onde a Coruja dorme, golaço.

Com a virada no placar o rubro negro cresceu ainda mais e Caio Junior colocou Marquinhos e Eliseu em lugar de Cáceres e Camacho. Aos 42 Pedro Oldoni foi valente, brigou com os zagueiros e a bola ficou limpa para Marquinhos que entrou esperto, arisco com a vontade que todos pedimos a ele e ainda deu um drible desconcertante no defensor e tocou no canto do goleiro Roberto decretando Vitória 3×1 Ponte Preta.

WILSON: Trabalhou pouco desta vez, mas quando solicitado respondeu bem. 7.0

Gabriel Paulista: QUE DESPEDIDA HEIM? Parabéns que você agora honre o nome daqueles que vestiram o manto e saíram da nossa base na europa 7,5

Victor Ramos: Hoje foi bem miais seguro, trabalhou bem na defesa. 7.0

Fabricio: Levou um nó seco no gol de Willian, mas a culpa foi de Cáceres e Luiz Alberto, boa partida. 7.0

Euller: Muita coragem e segurança, foi o grande destaque ofensivo no primeiro tempo,, o garoto não sentiu a pressão, mantém ele Caio Junior. 8,0

Luiz Alberto: Uma partidaça, um único erro, faltou aquele golaço com a bola no travessão, 8.0

Cáceres: Vacilou, a bola veio na fogueira mas era para dar um bico, perdeu e tomamos o gol, mas não se abateu e fez seu jogo. 6,5

Camacho: Destou, foi melhor do que nas outras oportunidades, mas ainda não rendeu o que se espera dele. 4,5

Renato Cajá: Bela partida, voltou a ser importante com bons passes e na bola parada. 7.0

Vander: Estava precisando desse gol, que pintura hein garoto? Agora é dar continuidade. 7.5

Rômulo: Não foi bem mais uma vez, hoje teve até mais bolas, mas não soube fazer o pivô; 4,5

Pedro Oldoni: Partidaça, um gol importante e vamos dizer uma assistência. 8.0

Marquinhos: Fez o que esperamos dele, belo gol, tem que ser sempre assim decisivo. 8.0

Eliseu: Entrou com vontade e conseguiu manter a pegada no meio campo. 7.0

Caio Junior: Hoje acertou tudo, escalou o que tinha e substituiu muito bem, 10,0

Torcida: Não deu os 15 mil que pedi, mas os 5 mil guerreiros foram importantes, aplaudiram, cantaram, apoiaram e foi premiado com uma bela Vitória.

 

FICHA TÉCNICA

Série A
Vitória x Ponte Preta
Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).
Data: 14/08/2013
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (Asp.Fifa/PR)
Auxiliares: Márcio Eustáquio Santiago (Fifa/MG) e Neuza Inês Back (Asp. Fifa/SC)
Gols: Vander, Marquinhose Pedro Oldoni (Vitória) / William (Ponte Preta)
Vitória: Wilson; Gabriel Paulista, Victor Ramos, Fabrício e Euller; Luís Alberto, Cáceres (Marquinhos), Renato Cajá e Camacho (Elizeu); Vander e Rômulo (Pedro Oldoni).Técnico: Caio Júnior.

Ponte Preta: Roberto; Artur, César, Ferron (Brian Sarmiento) e Diego Sacoman; Baraka, Uendel e Chiquinho; Éverton Santos (Alemão), Rildo e William. Técnico: Paulo César Carpegiani.

PS: O zagueiro Thiago Carvalho chega nesta quinta feira a Salvador, mas a informação é de que o atleta tem um problema medico, caso isso se confirme ele não assina com o Vitória.

PS2: Parabéns a Gabriel Paulista, torço pelo sucesso dele lá na Espanha, que bela despedida, carregado pelos companheiros, beijo no Escudo e apoio do torcedor, 142 partidas com a camisa do Leão.

[VITÓRIA 2X0 VASCO] Freguesia mantida e mais 3 pontos na tabela!


VITORIA X NÁUTICO

Existem alguns adversários que tradicionalmente são bons de ser enfrentados, e o Vasco da Gama é com certeza um deles, quando se trata do alvinegro conhecido com gingante da colina, o resultado quase sempre é favorável ao Vitória e neste sábado não foi diferente, o rubro negro se impôs dentro de campo e saiu com os 3 pontos novamente.
Não foi um grande jogo, mas o importante na série A é vencer sempre, o Vitória teve o domínio da partida sobretudo no primeiro tempo e mesmo com a má vontade da arbitragem chegou a 1×0 com Dinei após um lançamento preciso de Gabriel Paulista e jogada cirúrgica de Escudero, que poderia chutar e marcar mas tocou para o companheiro fazer.
Com a vantagem no placar o Leão continuava melhor em campo e em poucos momentos foi importunado pelo Vasco. No segundo tempo o time liderado por Paulo Autuori tentou reagir e a equipe de Caio Junior perdeu qualidade com a saída de Renato Cajá, mas aos 13 minutos após penalidade sofrida por Victor Ramos, Dinei marcou o segundo dele e do Vitória e a partir daí, foi apenas administrar o resultado.
A equipe do Vitória vai dormir na liderança, mas as falhas ainda são conhecidas, o time não possui reservas com a mesma qualidade dos titulares e a saída de alguns jogadores tornam os jogos preocupantes, Vander e Marquinhos não conseguem manter a qualidade de Renato Cajá e Maxi Biancucchi e Alexi Portela tem que correr para trazer reforços.
Na quarta o Vitória terá o maior desafio dessa primeira parte do brasileiro, enfrentar o qualificado Grêmio dentro da sua Arena não é uma tarefa fácil ainda mais com o desfalque do Renato Cajá, mas o Leão terá que se superar para sair com um resultado positivo de terras gaúchas.
WILSON: Não foi muito exigido, mas quando o foi, deu conta do recado, fez duas grandes defesas. 7.0
NINO: Fez boas jogadas no primeiro tempo, caiu nas costas do Yotún e foi importante taticamente. 7.0
GABRIEL: Lançamento fantástico e hoje muito mais seguro, chutando para fora sempre que preciso. 8.0
Victor Ramos: Acompanhou a boa partida do companheiro, só falta aquele faro de gols nas subidas. 7.5
Neto Coruja: Mordedor, tem qualidade na marcação, espero que esteja totalmente recuperado das lesões, pois é um cara que tem sua importância. 7.0
Cáceres: É um monstro, acho interessante como alguns ainda insistem em dizer que ele é meia de ligação. 9.0
Renato Cajá: É um cara importante, sem ele o time cai de rendimento. 6.0
Escudero: Jogador de qualidade e voluntarioso, muitos teriam chutado aquela bola, mas ele passou para Dinei marcar. 8.0
Maxi Biancucchi: Hoje não marcou gols, mas continuou dando trabalho aos defensores, é um cara muito regular. 7.0
Dinei: Hoje foi o centroavante que se espera, aproveitou as oportunidades e marcou. 10.0
Vander: Ainda não mostrou aquele futebol de quando entrava  no baiano. 4.0
Marquinhos: Dá mesma forma, não consegue manter a dinâmica do titular. 4.0
Dimas: Manteve a pegada na lateral, foi bem, mostra muito maior talento do que Marcos. 6.5
Caio Junior: Escalou corretamente, mas não tem reservas a altura. 7.5
FICHA TÉCNICA
Série A
Vitória x Vasco 
Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).
Data: sábado, 1º de junho.
Árbitro: Héber Roberto Lopes (FIFA/PR).
Assistentes: Carlos Berkenbrock (CBF/SC) e José Roberto Larroyd (CBF/SC)
Gols: Dinei (Vitória)
Vitória: Wilson; Nino Paraíba (Dimas) Victor Ramos, Gabriel Paulista e Danilo Tarracha; Neto Coruja, Cáceres, Renato Cajá (Vander) e Escudero; Maxi Biancucchi (Marquinhos) e Dinei. Técnico: Caio Júnior.
Vasco: Michel Alves; Elsinho, Luan, Renato Silva e Yotún; Sandro Silva, Fellipe Bastos Filipe Souto), Pedro Ken e Dakson; Edmilson e Tenório. Técnico: Paulo Autuori.

 

[VITÓRIA 2X2 INTER] O Leão começou rugindo forte, mas não garantiu a caçada.


VITÓRIA X INTER

 

 Comecei o texto pré-jogo afirmando que o Leão precisaria rugir forte na selva da série A, e o time até que não fez feio, estreou empatando com o forte Inter, mas um resultado a lamentar. Isso porque o rubro negro abriu o placar de 2×0 e teve chances de ampliar, porém caiu de rendimento e cedeu ao empate.

 Logo aos 2 minutos uma jogada de qualidade entre aqueles que são verdadeiramente destaques deste elenco, Escudero e Renato Cajá trocaram passes precisos e insinuantes e o camisa 11 lançou a bola para área e Maxi Biancucchi antecipou a defesa e  chutou de primeira para marcar um golaço e fazer Vitória 1×0. O jogo começou de maneira promissora e aos 11 minutos Renato Cajá cobrou falta com precisão e Gabriel Paulista tocou de cabeça e marcou o segundo do Leão.

Após a marcação do segundo gol o Vitória teve com Nino e Dinei a chance de liquidar a partida mas, não aproveitou e esse é o perigo de jogar contra um time qualificado que tem jogadores do calibre de Forlán e Fred. Aos 29 Forlán diminuiu após uma jogada mirabolante de Fred que driblou 3 jogadores e após um tropeção ridículo de Wilson tocou para trás para o gol de Forlán, o Vitória continuou melhor em campo, mas isso somente até o final do primeiro tempo.

No segundo tempo o que se viu foi o Inter buscando empatar e o time baiano todo atrás aceitando a pressão, a saída de Cajá revela aquilo que tenho dito sempre, não temos ninguém para substituí-lo, nesse momento o time já estava com Giancarlo que não teve grandes chances, aos 18 minutos o balde de água fria, um lançamento em profundidade e a defesa dormiu, Fred dominou e tocou fácil para empatar o jogo. Foi tomar o gol e parece que o Vitória acordou na partida, o time passou a criar novas oportunidades, mas a falta de tranquilidade e preciosismo de Marquinhos e Vander foram cruciais para não sairmos com os 3 pontos.

Aqueles que leram o pré-jogo viram a opinião deste blogueiro, destaques dos times Cajá e Forlán de olho neles Maxi e Fred e não deu outra.

Tenho dito, o Vitória precisa de pelo menos 1 goleiro (cara para ser titular), 1 zagueiro (dá mesma forma), 1 meia( pelo menos para ser reserva de Cajá),  1 Centro Avante para ser a referência do time.

Agora é jogar e vencer o Náutico nos Aflitos.

 FICHA TÉCNICA

Série A

Vitória 2 x 2 Internacional

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 25/05/2013

Hora: 18h30

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (FIFA/RJ)

Auxiliares: Fábio Pereira (CBF/TO) e Rodrigo Henrique Corrêa (CBF/RJ)

Gols: Maxi Biancucchi e Gabriel Paulista (Vitória) ; Diego Forlán e Fred (Internacional)
Vitória: Wilson; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Victor Ramos e Mansur; Neto Coruja, Cáceres, Escudero e Renato Cajá (Vander); Maxi (Marquinhos) e Dinei (Giancarlo). Técnico: Caio Júnior.

WILSON: É muito limitado, disse isso desde a sua chegada. Nota 5.0

NINO: Sacrificado na marcação, precisa de apoio dos companheiros, foi uma válvula no inicio do jogo. Nota 6.0

Gabriel Paulista: Se salva pelo gol que fez, mas dois gols de zaga amadora. Nota 5.0

Victor Ramos: Tem que voltar a pegar a Nicole urgente, caiu muito de rendimento. Nota 4.0

Mansur: Como já disse, é inexperiente, falta muito ainda (Tarracha urgente). Nota 2.0

Neto Coruja: Hoje não foi bem, marcou a distância, deu muito espaço. Nota 4.0

Cáceres: Dá mesma forma, precisa combinar com Coruja quem apoia Nino: Nota 5.5

Renato Cajá: Tem uma bola parada fenomenal e fez uma bela jogada com Escudero, time cai quando sai. Nota 7.0

Escudero: É um cara de muita qualidade, passe de precisão, precisa de um pouco de sorte nos arremates. Nota 7.5

Maxi Biancucchi: É o melhor atleta do time, pelo menos o mais regular, um golaço, deu canseira aos defensores: Nota 8.5

Dinei: Como eu queria que lembrasse o mesmo de 2008, mas é apenas dedicado taticamente. Nota 5.0

Vander e Marquinhos: Reboladores. Nota 3.0

Giancarlo: Não teve oportunidades, mas demonstra conhecer de futebol. Nota 5.0

Caio Junior: Não vou sacrifica-lo porque o time não tem peça de reposição, mas não pode ficar fazendo todos os jogos as mesma mudanças. Nota 6.0

 

Internacional: Agenor; Gabriel, Rodrigo Moledo, Juan e Kleber; Airton, Willians, Fred e D’Alessandro; Forlán e Rafael Moura. Técnico: Dunga.

[BAHIA 3X7 VITÓRIA] Massacre, humilhante e impiedoso!


BAHIA X VITÓRIA

Eu dizia no pré-jogo que sem historinha de politicamente correto e coisas do tipo, o Vitória era favorito e tinha que se comportar como tal, foi o que aconteceu o rubro negro se impôs e deu uma surra acachapante no tricolor, coisa para ficar novamente marcado na história do ludopédio baiano.

O interessante foi ver a mídia baiana e a torcida tricolorida dando ênfase a questão da Camisa 5X1, e esquecendo que o elenco leonino é muito superior ao do Bahia, achei muito engraçado quando vi a diretoria  do Itinga colocando a camisa na concentração como motivação, continuem comprando camisas do Vitória, e continuem tomando lavada na Arena Fonte Nossa.

O Vitória massacrou, digna das histórias épicas das grandes Arenas antigas, o Leão deu ao público um grande espetáculo e foi impiedoso com o adversário, uma partida quase impecável, quase irretocável, realmente para entrar para história e dar de vez a escritura do estádio para o rubro negro.

Terceiro BAVI do ano e 3º triunfo, dois de forma humilhante, já são 7 jogos sem perder para o rival, 4 triunfos e 3 empates, 2 anos sem perder o clássico, 9 anos sem perder na Fonte Nova, 11 jogos, 7 triunfos e 4 empates, 3 jogos e 100% de aproveitamento na Arena, placar agregado 14×5, realmente não dá para questionar os números.

O JOGO

O Vitória começou arrasador, foi para cima do Bahia e aos 4 Minutos abriu o placar com Gabriel Paulista após cobrança de Renato Cajá. Aos 13 o Leão ampliava com uma linda jogada de Cajá e um chute esplendoroso de Dinei no ângulo, Vitória 2×0, aos 20 Cajá mostrou novamente o porque de vestir a 10, Colocou na cabeça de Fabricio que mandou novamente no ângulo, 3×0. O Vitória dominava totalmente e poderia até aumentar, mas resolveu tirar o pé do acelerador, aos 40 Deola cometeu um pênalti bobo e Fernandão cobrou no meio para diminuir 3×1 e fim de primeiro tempo.

Quem esperava a reação do Bahia, viu Dinei aos 40 segundo marcar de cabeça encobrindo Marcelo Lomba, 4×1 nessa hora Tarracha já tinha substituído Mansur no Leão. No minuto seguinte o Vitória se desconcentrou e Fernandão diminuiu, 4×2. Aos 13 Minutos Dinei recebeu a bola na esquerda e trouxe para o centro e bateu de direita, um chutaço forte que desviou na zaga e enganou Lomba, Vitória 5×2 e  ainda mais festa na Arena. O Vitória fazia o que queria, em uma jogada toda trabalhada, Michel lançou Escudero que tocou de prima para Maxi Biancucchi marcar o sexto, 6×2. Uma festa impressionante de cerca de 5 mil rubro negros e a torcida tricolorida já estava há muito tempo a caminho de casa. Aos 42 Fernandão fez grande jogada e Michael Jackson diminuiu( sim, ele não morreu), e no frigir dos ovos aos 45 minutos Dinei recebeu um belo lançamento e marcou o sétimo, Vitória 7×2 e o quarto do artilheiro que pediu musica.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Baiano

Bahia 3 x 7 Vitória

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 13/5/2013

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Assistentes: Altemir Hausmann (RS) e Rodrigo Henrique Figueiredo Correa (RJ)
Cartões amarelos: Demerson, Toró, Zé Roberto, Hélder (Bahia) / Deola, Mansur, Renato Cajá (Vitória)
Cartões vermelhos: Fahel (Bahia)
Gols: Ferrnandão (2x) e Adriano (Bahia) / Gabriel Paulista, Dinei (4x), Fabrício e Maxi (Vitória)

Bahia: Marcelo Lomba; Pablo, Titi, Demerson e Magal (Hélder); Toró, Fahel, Diones (Adriano) e Anderson Talisca; Zé Roberto (Feijão) e Fernandão. Técnico: Joel Santana.

Vitória: Deola; Gabriel Paulista, Victor Ramos, Fabrício e Mansur (Danilo Tarracha); Michel, Cáceres, Escudero e Renato Cajá (Vander); Maxi (Maxi) e Dinei. Técnico: Caio Junior.

Deola: Precisa ter mais tranquilidade nas saídas 6,0

Gabriel: Marcou gol e não comprometeu mesmo improvisado. 7.0

Fabricio: Golaço e passe de craque, marcou muito bem.  8.0

Victor Ramos : É a tranquilidade da defesa, mas vacilou no 3º gol. 7.5

Mansur: Fez uma boa partida, e foi substituído. 7.0

Michel: Muita raça, voltou a crescer, tem desempenhado bem sua função. 8.0

Cáceres: Joga muito, marca muito, joga fácil, não pode ser banco, ainda tem que diga que é homem de ligação. 8.5

Escudero: É um cara tático e técnico, nunca tivemos um jogador tão versátil assim, joga pra equipe. 8.5

Renato Cajá: É um autentico 10, o maestro. 10,0

Maxi Biancucchi: É traquino, buliçoso, craque, joga muito, mais um gol. 10.0

Dinei: Como tem que ser, importante para o esquema, mas também brocador, partida perfeita. 9+1

Tarracha: Jogou muito bem, fez uma boa estreia, parece ter qualidade. 7.5

Vander: Sabe muito, vai para cima e busca o jogo. 7.0

Marquinhos: É um reserva de luxo, voltou a jogar bola. 7.0

Caio Junior: Montou um time taticamente perfeito, soube mexer e garantir o ótimo resultado. 10.0

 

Gabriel Paulista é do Vasco e Pedro Oldoni confirmado como reforço rubro negro


Gabriel-Paulista-Oliveira-EC-Divulgacao_LANIMA20130311_0070_26

Gabriel Paulista é o novo reforço do Vasco da Gama o jogador irá desembarcar em  definitivo no cruzmaltino. Após quatro anos na Toca do Leão, o zagueiro se despede do rubro negro e agradeceu a diretoria do Vitória.

 

 

– Não tenho palavras para agradecer ao Vitória pela oportunidade concedida. Fui muito feliz neste clube, que me proporcionou grandes momentos na minha carreira. Conquistei uma Copa do Nordeste, um Campeonato Baiano, fui eleito o melhor zagueiro do Baiano de 2012 e tantas outras – disse, através de sua assessoria de imprensa.

Gabriel se mostrou contente com a ida para o Vasco e falou em dedicação
-Estou muito feliz por este momento em minha carreira, e, principalmente, por defender uma das maiores agremiações do futebol mundial. Empenho, dedicação e raça não vão faltar em campo, até por que quero vencer com esta camisa gloriosa, além de repetir as boas atuações que tive com a camisa do Vitória – finalizou.

 

Pedro Oldoni é confirmado como reforço

 

oldoni

O atacante Pedro Oldoni chegou a toca do Leão em janeiro, junto com David Braz, mas uma contusão fez com que ele não fosse aprovado nos exames médicos e assinasse contrato com o clube, o diretor Raimundo Queiroz tentou desconversar e dizer que o jogador veio apenas se tratar no clube, mas a verdade é que até o site oficial já havia anunciado Oldoni como jogador do Leão, após toda essa lambança, o jogador ficou em processo de recuperação e ontem teve o seu nome divulgado no BID da CBF como novo reforço do Vitória.

[ASA X VITÓRIA] Vencer e garantir a classificação


 

VITÓRIA X ASA

O Vitória entra em campo hoje com a missão de antecipar a classificação para segunda fase da Copa do Nordeste 2013, o adversário é o Asa cujo o Leão venceu no domingo passado no Barradão, porém o jogo de hoje será no estádio Municipal em Arapiraca.

Para partida de hoje duas alterações em relação ao jogo passado, como esperado Nino retoma a camisa 2 em lugar de Dimas( que esta sendo erroneamente emprestado), e Fernando Bob que entra em lugar de Mineiro, não concordo com o rubro negro jogando com 3 volantes, mas dentro das peças que tem Bob poderá ajudar Cajá pois tem uma boa qualidade de passe, mas Mancha também deveria sair para entrada de Gabriel Soares que marca melhor e apoia com qualidade, coisa que Mancha não consegue desempenhar, o restante do time é o mesmo, sob a batuta do novo maestro com a camisa 10, Renato Cajá, RC10.

O time do Vitória começa a tomar forma e nas próximas rodadas ganharemos o reforço dos novos contratados e com isso a briga por posição ficará cada vez mais acentuada, aos poucos os 11 titulares vão ocupando o seu lugar na equipe e os atuais donos das camisas estão tendo que se contentar com o banco, para ficar com o manto, tem que suar a camisa e desempenhar futebol, até agora só Coruja e Nicácio o fizeram, os outros estão ameaçados, sem contar Deola que não possui concorrente.

ESQUEMA TÁTICO DO VITÓRIA

FICHA TÉCNICA

Campeonato do Nordeste

Asa x Vitória 

Local: Estádio Municipal Arapiraca, em Arapiraca-AL.

Data: quarta-feira, 30 de janeiro.

Horário: 21h15 (horário local).

Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE).

Assistentes: Clariston Clay Barreto Rios (SE) e Rodrigo Guimarães Pereira (SE).

Asa: Gilson; Osmar, Tiago Garça, Edson Veneno e Chiquinho; Basílio, Cal, Marcus Vinicius e Didira; Thallyson e Léo Gamalho. Técnico: Leandro Campos.

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, David Braz e Mansur; Rodrigo Mancha, Neto Coruja, Fernando Bob e Renato Cajá; Marquinhos e Marcelo Nicácio. Técnico: Caio Júnior.

PS: Escudero tem chegada prevista para ás 15 horas de hoje no Aeroporto de Salvador.

PS2: Sobre os 50% de Arthur Maia, o Vitória aceitou liberar o atleta, mas fixou o preço da metade do seu passe em 3 MI de Euros, porém os direitos federativos continuam pertencendo ao Vitória.

[VITÓRIA 2X1 ASA] Cajá mostrou que pode ser o 10 do Leão


VITÓRIA X ASA

No texto pré-jogo eu deixei no ar o questionamento se Renato Cajá poderia vim a ser o tão aguardado camisa 10 do Vitória e ele não decepcionou, o cara teve sorte no seu primeiro lance quando Coruja ganhou a bola na direita e lançou, Nicácio furou e a bola sobrou livre para RC10 empurra para as redes fazendo Vitória 1×0 Asa e o que era bom ficou ainda melhor, Após grande lance de Nicácio Cajá encheu o pé e marcou um verdadeiro Golaço, Vitória 2×0 Asa selando a grande estreia do jogador com a camisa do Vitória, a primeira impressão foi extremamente positiva.

O rubro negro não fez um grande partida e mais uma vez eu me pergunto porque um esquema com 3 volantes em casa com equipes tão inferiores? Isso não está dando certo Caio JR, o Vitória tem vencido mais pela fragilidade dos adversários do que por mérito, ainda mais com Mancha e Mineiro não acertando os passes no meio e Marquinhos jogando fora da sua eu já tinha dito que era queimação, ele só rende como segundo atacante, não recue o cara que você acaba com o futebol dele. Vou falar algo que alguns irão me criticar, mas Maia fez falta nesse meio, se ele estivesse ao lado de Cajá poderíamos golear com tranquilidade hoje, para mim hoje o meio do Vitória seria Coruja, Michel, Maia e Cajá e ataque Marquinhos e Nicácio, se o ele não for embora amanhã, pensa nisso Caio JR, até mesmo para preparar o time para o esquema tático de quando Biancucchi e Escudero estiverem prontos para assumir a titularidade no lugar do próprio Arthur Maia e Marquinhos.

No mais o Leão chega ao terceiro triunfo consecutivo e com 100% de aproveitamento e os principais contratados ainda nem estrearam, é um bom inicio de ano e a expectativa aumenta a cada partida de que teremos um time bastante forte, competitivo, agora precisamos de um esquema mais corajoso de Caio JR não dá para ficar jogando com 3 volantes, ainda mais quando dois deles não conseguem passar a bola com qualidade.

ESQUEMA TÁTICO DO VITÓRIA ECV X ASA

A decepção ficou por conta do pequeno Público de apenas 4.851 torcedores no Barradão, pouco de mais para um jogo no tradicional horário de futebol no Domingo, espero bem mais no próximo jogo do Leão, é verdade que o ingresso está com preço alto, mais já está na hora de fazer o SOU MAIS VITÓRIA em nação?

FICHA TÉCNICA

Campeonato do Nordeste

Vitória x Asa 

Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).

Data: domingo, 27 de janeiro.

Árbitro: Clizaldo Maroja Di Pace França (PB).

Assistentes: Luís Filipe Gonçalves Correa (PB) e Oberto da Silva Santos (PB).
Gols: Renato Cajá (Vitória) / Chiquinho (ASA)
Vitória: Deola; Dimas (Nino Paraíba), Gabriel Paulista, David Braz e Mansur; Rodrigo Mancha, Neto Coruja, Mineiro (Fernando Bob) e Renato Cajá; Marquinhos (Alan Pinheiro) e Marcelo Nicácio. Técnico: Caio Júnior.
Asa: Gilson; Osmar, Tiago Garça, Edson Veneno e Chiquinho (Felipe); Basílio, Cal (Geovane), Marcus Vinicius e Didira; Rodigo Dantas (Thallyson) e Léo Gamalho. Técnico: Leandro Campos.

[VITÓRIA X ASA] Será que Renato Cajá é o dez tão aguardado?


VITÓRIA X ASA

O Vitória tem mais um jogo pela Copa do Nordeste rumo ao hexa e desta vez o adversário é o Asa de Arapiraca e com a possível saída de Arthur Maia todas as atenções e voltam para estreia de Renato Cajá, será este o nome aguardado a tanto tempo pela torcida? Sinceramente espero que sim, chega de tantos jogadores sem qualidade de passe  vestindo a camisa de maior importância do clube, quero ver um verdadeiro maestro em campo.

Quero deixar bem claro aqui que mesmo com os dois triunfos não me agradei do esquema tático escolhido por Caio Junior, não entendo a necessidade de se jogar com 3 volantes em casa contra times tão modestos, no mais o time está bem coerente, porém ainda tem nomes de titulares que não acredito que se firmarão até  final da Copa do Nordeste, é o caso de Mancha, Nicácio, Mineiro e Marquinhos irá nessa leva se Caio voltar a escalar ele fora de sua posição no ataque.

O Leão lidera o grupo C com 6 pontos até o momento e mais um triunfo deixa a classificação a próxima fase bem encaminhada, acredito também num bom publico hoje no Barradão, para mim 4 motivos fizeram com que a galera não fosse em peso para o jogo da ultima quarta, 1º A chuva que castigou Salvador durante todo o dia, 2º O horário ingrato do jogo em pleno grande pico de Salvador, 3º O Valor do Ingresso um tanto alto tendo dois jogos seguidos, 4º A galera apostou no retorno do Vitória ao futebol nos domingos.

Sobre a possível venda de Arthur Maia acho uma pena, mas torço para o garoto despontar seja aqui debaixo desta grande pressão, ou seja em outro clube.

ESQUEMA TÁTICO DO VITÓRIA ECV X ASA

FICHA TÉCNICA

Campeonato do Nordeste

Vitória x Asa 

Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).

Data: domingo, 27 de janeiro.

Horário: 16h (horário local).

Árbitro: Clizaldo Maroja Di Pace França (PB).

Assistentes: Luís Filipe Gonçalves Correa (PB) e Oberto da Silva Santos (PB).
Vitória: Deola; Dimas, Gabriel Paulista, David Braz e Mansur; Rodrigo Mancha, Neto Coruja, Mineiro e Renato Cajá; Marquinhos e Marcelo Nicácio. Técnico: Caio Júnior.
Asa: Gilson; Pedro Silva, Tiago Garça, Edson Veneno e Thalysson; Basílio, Cal, Marcus Vinicius e Didira; Rodigo Dantas e Léo Gamalho. Técnico: Leandro Campos.

PS: Esta é a postagem de número 700 do LMP, mais uma marca expressiva que alcançamos e agradecemos a todos vocês que acompanham o nosso trabalho.

SRN

[VITÓRIA 5X1 SALGUEIRO] No Barradão é assim!


VITÓRIA X SALGUEIRO

O Leão foi arrasador na noite desta quarta feira enfrentando o Salgueiro, e curiosamente o Vitória repetiu o placar da ultima vez que os clubes se enfrentaram em Salvador, um 5×1 encachapante mas que se deixe logo claro que mais pela fragilidade do adversário do que pela qualidade do rubro negro.

Questionei a escalação de Caio Junior com 3 volantes contra o modesto Salgueiro em casa e o placar mostra o quanto estava correto, um time limitado e com poucas chances de oferecer qualquer perigo real ao Vitória, ainda mais quando você opta por dois volantes que não marcam com efetividade e não saem para o jogo com qualidade como é o caso de Mineiro e Rodrigo Mancha que ontem deixaram mais uma vez a desejar. Outro fato a lamentar do esquema foi a partida apagada de Marquinhos, já foi provado por A e B que esse posicionamento entre meia e ataque não faz bem a ele e ainda por cima queimou mais uma vez o jovem Arthur Maia que fica mais uma vez sem oportunidade e sem sequencia no Vitória mais sempre com a pressão do tamanho do mundo.

Como destaques positivos fica a partidaça de retorno de Neto Coruja, jogou muito, marcou sozinho na meiuca e ainda saiu com qualidade para o ataque, foram 3 jogadas para gol, abre o olho Felipão rsrsrsr. Outro que se destacou foi o ex-dispensado Marcelo Nicácio que marcou mais dois e agora é o artilheiro da Copa do Nordeste, ponto positivo também para Alan Pinheiro que marcou um belo gol nos acréscimos.

No mais é dizer que Dimas>>>>>>>>>>>Léo, Mansur>>>>>>>> Fabricio improvisado e Lúcio Maranhão parece estar intranquilo, teve duas oportunidades claras ontem mas desperdiçou, vai ter que correr atrás se quiser carimbar uma vaga nesse time.

O Vitória lidera o grupo C com 6 pontos ganhos e domingo enfrenta o ASA no Barradão.

FICHA TÉCNICA

Campeonato do Nordeste

Vitória x Salgueiro-PE

Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).

Data: quarta-feira, 23 de janeiro.

Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho (CBF/CE).

Assistentes: Marcos A da Silva Brígido (CBF/CE) e Anderson Silveira Ribeiro (CBF/CE).

Gols: Marcelo Nicácio, Alan Pinheiro, Gabriel Paulista e David Braz (Vitória) / Fabrício Ceará (Salgueiro)

Vitória: Deola; Dimas (Léo), Gabriel Paulista, David Braz e Mansur; Rodrigo Mancha, Neto Coruja, Mineiro (Gabriel Soares) e Marquinhos; Marcelo Nicácio e Lúcio Maranhão (Alan Pinheiro). Técnico: Caio Júnior.

Salgueiro: Darci; Marcos Tamandaré, Rodrigo, Cléber Carioca e Peri; Pio (Yeren), Moreilândia, Clébson e Vítor Caicó  Elvis (Marciano) e Fabrício Ceará. Técnico: Marcelo Chamusca.

CLASSIFICAÇÃO CNEJOGOS DO VITÓRIATABELA DE CLASSIFICAÇÃO COPA DO NORDESTE