[VITÓRIA 3X1 PONTE PRETA] O triunfo da superação


VITÓRIA X PONTE PRETA

Quando a bola rolou no estádio Manoel Barradas- BARRADÃO nesta noite de quarta feira, eu tinha certeza de que teria que ser na base da superação, e disse isso no texto de pré-jogo, e não deu outra, o Leão mesmo com tantas dificuldades conseguiu uma virada emblemática daquelas de entrar para história por tudo que envolveu o jogo.

O Vitória começou muito bem, com a grande ousadia do garoto Euller ( o novo filho do vento rsrsrsr calma, muita calma, é só brincadeira) que chegava com toda força na defesa da macaca e levava perigo. Depois com os chutes de fora da área ( ALELUIA) de Luiz Alberto e que chutaço na trave, mas vacilou na saída com passe errado de Luiz Alberto, vacilo de Cáceres e gol do bom centro avante Willian.

Depois do gol o rubro negro se perdeu, sentou o golpe e ficou atordoado, foi muito bom o soar do gongo e fim de primeiro tempo para restabelecer as forças e buscar a recuperação no embate.

No segundo tempo Caio Junior retornou com Pedro Oldoni e ele não decepcionou aos 7 minutos a bola cabeceada por Cáceres em cobrança de escanteio de Renato Cajá, encontro o centro avante que de joelho empatou a partida e marcou seu primeiro gol com a camisa do Vitória.

1016998_564005343647504_1596436423_n

Após o gol o Leão cresceu, a torcida guerreira que esta de parabéns empurrou o time e aos 17 Vander fez uma verdadeira pintura, onde a Coruja dorme, golaço.

Com a virada no placar o rubro negro cresceu ainda mais e Caio Junior colocou Marquinhos e Eliseu em lugar de Cáceres e Camacho. Aos 42 Pedro Oldoni foi valente, brigou com os zagueiros e a bola ficou limpa para Marquinhos que entrou esperto, arisco com a vontade que todos pedimos a ele e ainda deu um drible desconcertante no defensor e tocou no canto do goleiro Roberto decretando Vitória 3×1 Ponte Preta.

WILSON: Trabalhou pouco desta vez, mas quando solicitado respondeu bem. 7.0

Gabriel Paulista: QUE DESPEDIDA HEIM? Parabéns que você agora honre o nome daqueles que vestiram o manto e saíram da nossa base na europa 7,5

Victor Ramos: Hoje foi bem miais seguro, trabalhou bem na defesa. 7.0

Fabricio: Levou um nó seco no gol de Willian, mas a culpa foi de Cáceres e Luiz Alberto, boa partida. 7.0

Euller: Muita coragem e segurança, foi o grande destaque ofensivo no primeiro tempo,, o garoto não sentiu a pressão, mantém ele Caio Junior. 8,0

Luiz Alberto: Uma partidaça, um único erro, faltou aquele golaço com a bola no travessão, 8.0

Cáceres: Vacilou, a bola veio na fogueira mas era para dar um bico, perdeu e tomamos o gol, mas não se abateu e fez seu jogo. 6,5

Camacho: Destou, foi melhor do que nas outras oportunidades, mas ainda não rendeu o que se espera dele. 4,5

Renato Cajá: Bela partida, voltou a ser importante com bons passes e na bola parada. 7.0

Vander: Estava precisando desse gol, que pintura hein garoto? Agora é dar continuidade. 7.5

Rômulo: Não foi bem mais uma vez, hoje teve até mais bolas, mas não soube fazer o pivô; 4,5

Pedro Oldoni: Partidaça, um gol importante e vamos dizer uma assistência. 8.0

Marquinhos: Fez o que esperamos dele, belo gol, tem que ser sempre assim decisivo. 8.0

Eliseu: Entrou com vontade e conseguiu manter a pegada no meio campo. 7.0

Caio Junior: Hoje acertou tudo, escalou o que tinha e substituiu muito bem, 10,0

Torcida: Não deu os 15 mil que pedi, mas os 5 mil guerreiros foram importantes, aplaudiram, cantaram, apoiaram e foi premiado com uma bela Vitória.

 

FICHA TÉCNICA

Série A
Vitória x Ponte Preta
Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).
Data: 14/08/2013
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (Asp.Fifa/PR)
Auxiliares: Márcio Eustáquio Santiago (Fifa/MG) e Neuza Inês Back (Asp. Fifa/SC)
Gols: Vander, Marquinhose Pedro Oldoni (Vitória) / William (Ponte Preta)
Vitória: Wilson; Gabriel Paulista, Victor Ramos, Fabrício e Euller; Luís Alberto, Cáceres (Marquinhos), Renato Cajá e Camacho (Elizeu); Vander e Rômulo (Pedro Oldoni).Técnico: Caio Júnior.

Ponte Preta: Roberto; Artur, César, Ferron (Brian Sarmiento) e Diego Sacoman; Baraka, Uendel e Chiquinho; Éverton Santos (Alemão), Rildo e William. Técnico: Paulo César Carpegiani.

PS: O zagueiro Thiago Carvalho chega nesta quinta feira a Salvador, mas a informação é de que o atleta tem um problema medico, caso isso se confirme ele não assina com o Vitória.

PS2: Parabéns a Gabriel Paulista, torço pelo sucesso dele lá na Espanha, que bela despedida, carregado pelos companheiros, beijo no Escudo e apoio do torcedor, 142 partidas com a camisa do Leão.