[O OLHAR DA FELINA] Em casa?


O OLHAR DA FELINA

por: Jessica Gomes

Antes de começar o texto propriamente, eu tenho uma curiosidade… Alguém sabe qual é o remédio que o nosso presidente toma para manter esse nível nada-me-tira-do-sério-tô-nem-aí-tô-nem-aí? Assim, só pra saber, caso precise tomar de vez em quando, em dosagem bem menor, claro…

Confesso, eu fui algumas vezes à Arena Fonte Nova- a 51. Não, eu não estava curiosa, ou deslumbrada ou coisa do tipo. Fui, depois de tantas vezes repetir que não troco o nosso Barradão por nenhuma “arena padrão Fifa” de outrem (estou falando do consórcio, claro, antes que os lunáticos apareçam dizendo que a Arena é deles), e não troco mesmo, simplesmente porque não gosto de deliberadamente “abandonar” o Vitória, ou seja, quando eu posso ir, eu vou.

Aí tem um clássico, jogo em que a participação da torcida tem maior destaque ainda, o Vitória precisava de mim (enquanto unidade integrante de um todo que é a torcida)… Tínhamos que vencer o Salgueiro para avançar na Copa do Brasil. Como eu poderia negar meu apoio nesse momento? Fui a quase todos os jogos, não consegui abandonar o Vitória, no último jogo também.

Último jogo, aliás, agora acabou, não foi? E acabou mal!

Tudo bem que achincalhem publicamente a imagem do clube trocentas vezes sem que se tome qualquer providência, tudo bem. Mas durante nosso jogo, na nossa casa, é demais!

Não, pera, nossa casa?

g_2013102212618878

Hinos tocando, “sejam bem-vindos à Arena Fonte Nossa” (isso mesmo, Fonte NoSSa!), rugido de Leão ecoando no estádio, anúncio do placar de um determinado jogo quase que em tempo real (hahaha)… Boa tentativa, mas não adianta, não é a nossa casa. Mesmo que não tivessem ridicularizado a instituição Esporte Clube Vitória (isso porque estavam cuidando para nos agradar, viu, a situação está cada vez mais fora de controle), na nossa cara, não seria como a nossa casa. A Fonte Nova deve continuar sendo o local aonde a gente vai, dá show e mostra quem é que manda em todos os estádios dessa cidade, e só!

Espero que ninguém no Vitória ainda cogite mandar nossos jogos na Arena, pelo silêncio não duvido, mas acho que um pouquinho de vergonha na cara não faz mal a ninguém, né?!

Nossa casa é o Barradão!

barradão

P.S.1.: Tudo bem não! Aléxi, posso te falar uma coisa? Parar de se esconder é bem melhor! Se você não sabe o que fazer, faz assim, senta com alguém do departamento jurídico, chama um pessoal lá da assessoria de imprensa, jornalista e quem trabalhe com a parte visual, pra esclarecer como as coisas funcionam e a articular sobre as medidas necessárias e cabíveis, e porrada nessa cambada. Chama um perito, chama a Polícia Federal, chama o FBI, faz alguma coisa!

P.S.2.: Longe de mim querer tirar o foco do bom momento do Vitória no campeonato, precisamos continuar nessa pegada. O jogo foi difícil, a torcida espetacular, a explosão no final

foi incrível, tenho certeza que os jogadores se arrepiaram. Mas não posso deixar de mostrar, mais uma vez, o meu repúdio a esses acintes que o clube vem sofrendo sistematicamente e à falta de resposta por parte da diretoria. Isso não é gozação de rival a qual não se deve dar atenção, cada episódio desses repercute na mídia, se dermos atenção ou não, e sem reação todos se sentem tranquilos para cometerem “uma gafe”, “um engano”, “um lapso”, quando tem que se referir ao clube, nos sentimos sem representação. E, claro, reiterar a defesa incondicional a autonomia e identidade do estádio do clube, nosso patrimônio.