[VITÓRIA DA CONQUISTA 0X5 VITÓRIA] Mas sinceramente fiquei sem entender


Expectativa para o começo do jogo, fazendo os últimos ajustes para sentar e ver o Leão, quando saí a escalação: Douglas,Léo, Gabriel, Dankler,Wellington Saci, Uelliton, Mineiro e aí vem a surpresa e decepção Michel no lugar de Arthur Maia, Lucio Flavio, Rildo e Neto Baiano.

Além do ditado  time que esta ganhando não se meche, tirar o jovem meia da base depois da brilhante partida para colocar mais um homem de marcação foi absurdo Cerezo, e contradiz tudo aquilo que a torcida rubro negra vê em você e espera de você, ofensividade é a cara do Leão, e não justifica enfrentar o Bode com o meio truncado como foi no inicio do jogo.

A partida começou com a equipe da casa buscando o jogo e o Vitória saindo nos contra ataques, não demorou e numa jogada rápida Rildo foi derrubado e Neto HAT TRICK Baiano brocou o seu primeiro na partida, o jogo continuou o mesmo e Douglas ainda precisou salvar o Leão em duas oportunidades, mas em novo contra ataque Rildo disparou e lançou para Mineiro que mesmo sem tocar na bola fez um boliche na defesa e marcou o segundo dando números finais ao primeiro tempo.

Esperava mudanças de Cerezo para o segundo tempo ainda mais que Lucio Flavio isolado na criação estava apagado, e nada justificava a presença de Uelliton e Michel juntos na partida mas o time foi o mesmo e logo o rubro negro marcou o terceiro com Léo um golaço por sinal, depois disso o Vitória comandou o jogo e Douglas não viu a cor da bola, mas Cerezo só mudou o time nos momentos finais e novamente um susto, sai Lucio Flavio e entra Rodrigo Mancha pra que? Tirava Uelliton ou Michel, logo depois ele minimizou tirando o camisa 05 e me surpreendeu colocando Felipe(Arthur Maia joga de titular 2 primeiras partidas é destaque na ultima e continua no banco, incoerente), nessas idas e vindas Michel chutou de fora e a bola explodiu na trave, Neto Baiano que não desiste nunca só teve o trabalho de empurrar para o gol, só então Arthur Maia foi para o jogo no lugar de Mineiro que fez um partidaço, quando tudo se encaminhava para o final, a bola foi alçada na área e a defesa dormiu Neto tirou o goleiro e fechou o placar em 5×0, um  detalhe importante no lance, Arthur Maia e Neto correm no lance Neto consegue tirar o goleiro e Maia esta na expectativa de receber a bola, claro que como homem gol e em busca da artilharia Neto não tocaria a bola e quando o jovem promissor o Leão percebe isso fecha o semblante e fica  observando Neto marcar sem nenhuma reação positiva, o que é justificável não houve coerência com o garoto no jogo de hoje.

Douglas: Muito seguro, pegou tudo quando foi exigido

Léo: Melhor partida dele no profissional, golaço para coroar.

Dankler: Esteve melhor em campo ontem,  bem postado na defesa.

Gabriel: Também esteve muito atento e foi bem na partida.

Uelliton:Marcou muito bem, mas ficou muito preso na meiuca.

Michel: Tem muita garra, e pega bem de fora da área, gostei do capitão.

Mineiro: O garoto vem sendo o destaque do Leão, bela partida e um gol espírita heheheh

Lucio Flavio: Apagado, ficou isolado no esquema, não teve com quem dividir a construção.

Rildo: O nome dele é pênalti, correria pura, faltou o seu gol, e sua saída por contusão preocupa, espero que não seja nada grave, pois o lance foi forte.

Neto Baiano: Camisa 9 pressionado pelas contratações, esta tratando de fazer seu nome com o treinador 6 gols e artilharia isolada da competição.

Rodrigo Mancha: Entrou bem e ensaiou ajudar saindo para o ataque.

Felipe: Pouco tempo, não deu para mostrar muita coisa.

Arthur Maia: Sem tempo, fiquei na bronca o garoto merecia atuar pelo menos uns 30 minutos deste jogo.

Cerezo: Sinceramente mesmo com os 5×0 me decepcionou, fez tudo que eu não espero dele, claro que fiquei contente pelo triunfo de goleada, ainda mais contra um adversário que costuma dar trabalho.

Ficha técnica – Vitória da Conquista 0 x 5 Vitória
3ª rodada do Campeonato Baiano 2012.

Local: Estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista (BA).
Data: Quarta-feira, 25 de janeiro de 2012.
Horário: 21h50.

Público: 2.814 pagantes.
Renda: R$ 34.197,50.

Árbitro: Manoel Nunes Lopo Garrido.
Assistentes: Adailton José Jesus da Silva e Jefferson Abel Ferreira Lima.

Gols: Neto Baiano (três vezes: aos 17 minutos do primeiro tempo e aos 38 e 49 do segundo tempo), Léo (aos 18 minutos do segundo tempo) e Maurício Pantera (gol-contra, aos 34 minutos do primeiro tempo) para o Vitória.

Cartões amarelos: Sílvio e Lídio (Vitória da Conquista); Neto Baiano (Vitória).

                        Vitória da Conquista: Neto; Zé Leandro, Emílio (Roni), Sílvio e Lucivaldo; Edmar, Mica, Lídio (Zé Tiago) e Carlinhos; Cacá (Éder Caetité) e Maurício Pantera. Técnico: Elias Borges.

Vitória: Douglas; Léo, Dankler, Gabriel e Wellington Saci; Uelliton(Felipe), Mineiro(Arthur Maia), Michel e Lúcio Flávio (Rodrigo Mancha); Rildo e Neto Baiano. Técnico: Toninho Cerezo.