[VASCO X VITÓRIA] O leão vai rugir no alto da colina


VASCO X VITÓRIA

O Vitória vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Vasco da Gama para voltar a vencer fora de casa neste campeonato brasileiro da primeira divisão, o time terá que superar os desfalques do seu artilheiro Maxi Biancucchi e de Cáceres que vem em ótima fase, mas em contra partida poderá contar com o futebol do seu principal jogar, o argentino Escudero.

A cada jogo o time vai se adaptando a filosofia de Ney Franco e se tornando mais competitivo, a expectativa agora é de voltar a rugir forte fora do Barradão para isso Luiz Alberto e Escudero entram na equipe em lugar de Cáceres e Maxi Biancucchi respectivamente, com isso Marquinhos será adiantado para o ataque.

Na defesa o treinador ganhou a opção do Renato Santos, mas vai optar pelo entrosamento que esta se adquirindo entre Victor e Kadu, o restante do time é o mesmo que venceu o Náutico.

O Vasco esta iniciando uma crise, briga nos bastidores, time na zona de rebaixamento, críticas da torcida, são problemas que parecem ter tirado o cruz maltino do rumo, Dorival Junior ainda terá o desfalque de Willie que pertence ao rubro negro e não poderá atuar por força de contrato.

Com crise na meta, mais uma vez o Vasco fará mudança no gol da equipe, Michel Alves reassume a camisa numero 1, porém o arqueiro também não tem a confiança da torcida e segue pressionado.

A  minha maior preocupação nesse jogo é saber como esta Escudero, o atleta não joga uma partida a mais de 1 mês e passou por uma questão que abala muito o psicológico, será que o argentino irá conseguir mostrar a mesma raça e dedicação que se tornaram sua grande marca? Espero que sim.

No primeiro turno o Vitória venceu o Vasco no Barradão pelo placar de 2×0.

FICHA TÉCNICA

Série A

Vasco x Vitória

Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 18/09/2013

Horário: 19h30

Árbitro: Célio Amorim (SC)

Auxiliares: Vicente Romano Neto (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

 

Vasco: Michel Alves; Fagner, Cris, Rafael Vaz e Yotún; Abuda, Wendel, Dakson e Juninho; Marlone e André. Técnico Dorival Júnior.

Vitória: Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Michel, Luíz Alberto, Renato Cajá e Escudero; Marquinhos e Dinei. Técnico: Ney Franco.

 

PS: Ainda hoje publicarei o vídeo com a entrevista exclusiva com Fábio Mota e emitirei a minha opinião sobre o que achei da fala do candidato a presidência do Vitória.