[Figueirense 1×0 Vitória ] Mancini cai ou quem é o Vitória


FIGUEIRESE X EC VITÓRIA

Nunca fui a favor do retorno de Vagner Mancini e gostaria muito de dizer no texto de hoje que o treinador queimou minha língua mas na verdade escrevo lamentando estar demasiadamente correto  sobre o cara que não deveria voltar.

Mancini é teimoso e tem uma característica negativa em qualquer líder, busca centralizar os holofotes nele. A insistência do esquema com 3 atacantes, as mesmas substituições sempre, o time tendo saído atrás no placar em 15 das 17 partidas que disputou até o momento e a desorganização tanto ofensiva como defensiva não foi suficiente para sua queda mas creio que a possibilidade real de entrada de zona de rebaixamento, será!

um exemplo simples dos 4 times da zona de rebaixamento e o 16 hoje, o Vitoria empatou com o America MG que tem apenas 8 pontos e empatou com o Botafogo quando este era lanterna com um gol chorado nos acréscimos, empatou com o Cruzeiro Perdeu para o Figueirense hoje de maneira apática e foi goleado pelo Santa Cruz, somando apenas 3 pontos de 15 e com inacreditaveis 20% de aproveitamento.

Não há motivos para manter Mancini, ou ele cai hoje ou o Vitória Cairá Amanhã.

 

Os números não mentem, Jorginho tem que ser demitido


650x375_jorginho-e.c.-vitoria_1415465

33,3% de Aproveitamento em 10 jogos, com 3 derrotas e 2 empates em casa, 4 derrotas, 4 empates e apenas 2 triunfos no total, os números não mentem, rendimento com Jorginho é pífio e digno de segunda divisão.

A quem defenda que dez jogos é pouco tempo, porém Jorginho teve tempo de sobra, com uma inter-temporada no período da Copa o treinador tinha como ajustar o time, definir um esquema e mostrar uma postura tática, porém o que vemos é um time claudicante em campo, que sofre pressão da Chapecoense em casa e com 3 volantes em campo e no final ainda temos que ouvir:

” O resultado foi bom, é díficil jogar contra eles”.

E a grande prova da esquizofrenia de Jorginho:

” Só tenho uma coisa a dizer a vocês, o Atlético de Madrid esperou quase 3 anos com esse treinador para que os resultados viessem”. Isso é sério? Você só pode estar brincando, você quer mesmo se comparar a Simeone, Jorginho?

Poderia fazer uma lista relacionada a equipe espanhola, mas vou apenas dizer, não temos 3 anos para esperar pelos resultados e como você já deixou claro que não consegue, ARRUME AS MALAS, esta na hora do FORA JORGINHO!

[VITÓRIA 0X0 CHAPECOENSE] É preciso aprender com o passado!


vitória x chapecoense f

Em 2004 e 2010 o Vitória tinha times considerados medianos e que permaneceriam na série A, porém em ambas as campanhas o time passou a acumular insucessos em casa, muitos empates e o que se viu no final foi a segunda divisão. Era para ser um um proverbio, um ensinamento, um presságio mas o que vemos é a letargia de uma diretoria fraca e amadora diante de um time que sucumbi em todas as áreas.

Com 33% de aproveitamento, 15 pontos ganhos em 15 jogos e apenas 15 gols marcados, a campanha do rubro negro são não é mais trágica porque este campeonato esta extremamente nivelado por baixo.

Jorginho

Disse quando contrataram, fraco, não tem condições de treinar times da série A, e sua visão do jogo de hoje foi o fim da picada, dizer que o resultado foi bom, que empatar com a Chapecoense em casa foi normal e se comparar a Simeone, mostra o quanto esse sujeito é esquizofrênico, e para completar a sua falta de atitude frente as indisciplinas de alguns atletas é outra séria mostra da sua inabilidade para se manter no cargo.

Carlos Falcão

Venho criticando esse antes mesmo dele assumir, e minha opinião só piora, concordo com Geraldo, ficar em 16ª colocação é motivo de comemorar.

 

FICHA TÉCNICA:
VITÓRIA X CHAPECOENSE
Campeonato Brasileiro – 15ª rodada
Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), Em Salvador
Data: 17/08/2014
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (FIFA)
Auxiliares: Cleriston Clay Barretos Rios (FIFA) e Carlos Henrique Selbach (RS)
Cartões amarelos: Ayrton (Vitória) / Jaílton (Chapecoense)

Renda: R$ 162.781
Público Total: 11775
Vitória: Wilson; Ayrton, Roger Carvalho, Kadu e Euller; Adriano, Cáceres, José Welison (William Henrique) e Marcinho (Marcos Júnior) ; Caio e Dinei (Beltrán). Técnico: Jorginho
Chapecoense: Danilo; Fabiano (Grolli), Enrique Meza (Diones), Jailton e Ednei; Wanderson, Dedé, Abuda e Zezinho e Camilo (Tiago Luís); Bruno Rangel. Técnico: Celso Rodrigues